Jornalismo

Presidente da Comissão do DOM ratifica depoimento da Kalazans

O presidente da Comissão Gestora do Diário Oficial do Município (DOM), Wilton Pereira da Silva, foi o depoente de hoje na Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga os contratos firmados pela Prefeitura de Natal.

O principal objetivo da convocação de Wilton Pereira era para saber qual o poder do secretário-chefe do Gabinete da Prefeitura (Segap) Kalazans Bezerra diante das publicações oficiais. Pelos depoimentos, ele foi enfático ao dizer que Kalazans não tinha o poder de alteração ou intervenção nas publicações.

“Cada secretaria tem autonomia para enviar suas peças. Os documentos chegam pela internet, acompanhadas de ofício, e não passam pelo crivo de ninguém. Recebo tudo pronto para publicar e nunca recebi ligação pedindo para retirar uma publicação. Não há qualquer espécie de modificação ou correção”, depôs.

A declaração de Wilton reforça o depoimento do chefe de Gabinete e vai de encontro ao que disse o ex-secretário de Saúde (SMS), Thiago Trindade, que disse que ele tinha participação na assinatura dos contratos firmados com Novotel e ITCI.

Mesmo assim, o vereador Júlio Protásio questionou a veracidade do depoimento. O parlamentar lembrou que em 2009, quando houve a mudança no regimento interno da Câmara Municipal de Natal, a autorização para publicação veio da Chefia do Gabinete Civil.

“O Diário Oficial se recusou a publicar a mudança regimental, o que só veio ser possível com a autorização direta do Gabinete Civil”, afirmou o vereador.

Após o depoimento os vereadores que fazem parte da CEI dos Contratos decidiram pela realização de três diligências: a cópia dos ofícios e emails dos últimos dois anos do DOM; a cópia do oficio do ex-presidente, Dickson Nasser (PSB) determinando que toda publicação referente a Câmara Municipal deveria possuir a autorização da presidência da CMN; e por último a convocação do secretário citado pela vereadora Sargento Regina que afirmou haver ingerência no DOM .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

[CEI dos Contratos] Kalazans desmente alegações do ex-secretário Tiago Trindade

O segundo depoimento do atual chefe do gabinete civil, Kalazans Bezerra, na manhã desta quarta-feira (21), na CEI do Contratos, mostrou grandes contradições entre as declarações do atual auxiliar de Micarla e do ex-secretário de saúde do município Tiago Trindade.

foto: Twitter Júlio Protásio

Durante a sua presença na comissão da CMN, Trindade afirmou que pelo menos dois dos principais contratos assinados pela prefeitura em 2010, o da locação do Novo Hotel e o da ITCI – empresa que prestaria serviços de combate a Dengue – tiveram participação direta do gabinete civil.

Kalazans negou tudo.

Em relação ao Novo Hotel, disse que não influenciou a mudança do DUCAL para o prédio de Areia Preta. Completou. Disse que não ficou nem sabendo do processo de chamamento público de preço entre as duas instalações, no qual o edifício da Cidade Alta apresentou o menor preço.

Tiago afirmou que Bezerra agilizou a mudança DUCAL/NOVO HOTEL através de reuniões, “inclusive nos finais de semana”, e “autorizou” a assinatura do certame da empresa ITCI. “Não seria assinar um contrato que podia chegar a R$ 8 milhões sem a anuidade do Gabinete”, afirmou o ex-secretário.

A CEI deve convocar acareação entre os dois e coloca-los frente a frente.

O bicho vai pegar!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Bruno Macedo diz que contrato não passou pela Procuradoria

O procurador-geral do Município, Bruno Macedo, em depoimento à CEI dos Contratos, deu uma informação um tanto, quanto, preocupante. De acordo com ele, o contrato para locação do Novotel como nova sede das secretarias de Educação e Saúde, sequer passou pela Procuradoria, órgão jurídico da Prefeitura do Natal.

O ex-secretário Municipal de Educação, Elias Nunes, assumiu que foi dele a decisão de trocar a Secretaria do Ducal para o Novotel.

“Essa responsabilidade é do gestor, então é minha. Não era nada confortável tanto a nível de servidores como de professores usar os elevadores. As reclamações eram muitas”, justificou.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Depoimentos revelam superpoderes da ex-secretária adjunta Adriana Trindade

Quem tiver um olhar mais crítico pode notar que alguns depoimentos, na CEI dos Contratos da Câmara Municipal de Natal, são contraditórios. Umas pessoas contradizem outras. Pra saber quem está falando a verdade fica até difícil diante de alguns detalhes apresentados. Mas um ponto é fato: todos os depoimentos mostram que a ex-secretária adjunta de Educação Adriana Trindade era detentora de superpoderes.

O empresário Ronado Souza, proprietário do prédio Ducal, onde funcionava a Secretaria de Saúde (SMS), garantiu que a responsabilidade pelo engavetamento do processo de renovação de contrato partiu de Adriana. Ele mostrou um documento assinado por Adriana desautorizando a renovação por mais cinco meses com o Ducal. De acordo com ele, o valor cobrado para ocupação do Ducal era de R$ 38 mil. O valor vencedor foi o do Novotal: R$ 85 mil.

O próprio vereador Adenúbio Melo, da base da prefeita, ficou espantado com os superpoderes que Adriana aparentemente detinha. “Não consigo entender como uma adjunta é mais forte que secretário”, disse o parlamentar.

 

Opinião dos leitores

  1. Engraçado isso!
    O vereador Adenubio melo "  “Não consigo entender como uma adjunta é mais forte que secretário”, disse o parlamentar.
    Veja eunao participo do meio politico nem sou maigo d enigume ,vejo que essa historia é especulaçao politica , devido a campnha do proximo ano. Todos os vereadores qurendo se elegerem. Quanto ao fato dessa senhora Adriana Trinadade nao te renovado esse contrato isso dois fatos: Um que realmnete o ducal eh o predio ja velho sem manuteçao alguma e obivo aque a pessoa aluguel imobel e vai vendo as condicçoes dele quando esta la dentro eh igual quando vc compra um carro velho.
    E a nosso vereado Adenubio Melo,  é claro meu querido nao existe os poderes como vc ta mencionado ai , pq tem uam hieranquia e vc sabe bem disso . Se Essa senhora resolveu a fazer issoobviamnete teria entrado em aocrdo com secreatrio. AGORA O DONO DO DUCAL QUERENDO FATURA MAIS , COM UM PREDIO VELHO SEM MANUTENÇAO.
    ME POUPE.
    Abraços
    Juninho

  2. Adriana era tida como uma pessoa forte da Prefeita dentro da SME… Usavam um termo chulas (é da cozinha da Prefeita)… Tinha acesso direto com a Prefeita e seus secretários (kalazans e cia). Virou "bode expeiatório" agora, depois da ruptura com a sra Prefeita. Dissabor este, causado pelo então sr. secretário de eduação, Edivan Martins, que sequer dava expediente na SME… Fatos estes, facilmente confirmado dentro da SME.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ex-secretária adjunta de Educação é apontada como responsável por locação do Novotel

Sabe a brincadeira de “Batata que passa, passa”? Pois é. Ela está de volta, mas nos depoimentos da Comissão Especial de Investigação (CEI) dos contratos que investiga os acordos fechados pela Prefeitura de Natal.

Nessa etapa estão sendo analisados os contratos para locação do prédio da Secretaria de Saúde (SMS), que deixou o Ducal com uma dívida de R$ 18 milhões e se mudou para o Novotel com uma mensalidade de R$ 85 mil. A CEI quer saber de quem foi a responsabilidade pela mudança e identificar o ou os responsáveis pela dívida.

Em depoimento, o ex-coordenador de Administração da Secretaria de Educação Evaldo de Lima Rebouças disse que a ex-secretária adjunta da Educação Adriana Trindade foi quem determinou a convocação pública para locação do novo prédio, a partir da emissão de um memorando para abertura de processo licitatório que terminou com a locação do Novotel.

Adriana Trindade não está entre as depoentes de hoje.

Opinião dos leitores

  1. E a Prefeita? Vai fazer como Lula, que nunca sabia de nada? Já passou de todos os limites de ilegalidade, imoralidade, irresponsabilidade, incompetência a administração de Micarla de Souza. É um absurdo o estão fazendo com nossa cidade. Cadê o Ministério Público que não faz nada a respeito?  Por muito menos o MP já fez estardalhaço e pirotecnia em outros municípios.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

Depoimento de Ana Tânia na CEI dos Contratos coloca secretários de Micarla em posição delicada

A mudança das secretarias de saúde de educação do prédio do Ducal para o prédio do Novotel foi o assunto que dominou a sessão da CEI dos Contratos dessa segunda-feira (19).

O depoimento da ex-secretária da SMS Ana Tânia Sampaio mostrou que o real motivo da sua exoneração, em abril do ano passado, foi o posicionamento da ex-gestora em manter a secretaria funcionando no prédio da cidade alta.

Mesmo pressionada pela alta cúpula da gestão de Micarla, Ana Tânia enviou um ofício para empresa que administra o DUCAL comunicando a intenção de permanecer no prédio por mais cinco meses.

Segundo a ex-secretária, o prédio do Novotel, localizado em Areia Preta, não apresentava condições para o funcionamento da secretaria. Precisava de ajustes.

O posicionamento desagradou vários integrantes da gestão verde,  que encurralada pela imprensa, convocou um chamamento público para cotação de preço.

O Ducal fez a proposta mais barata, mas perdeu a concorrência.

Ana Tânia foi exonerada, e a mudança aconteceu para o Novo Hotel, autorizada pelo gabinete civil.

Os fatos colocam em situação delicada dois interlocutores de Micarla. A ex-secretária de educação Adriana Trindade, que afirmou em depoimento a CEI, que  a mudança para Areia Preta tinha embasamento técnico. E o chefe do gabinete da prefeita Kalazans Bezerra, que disse, com todas as letras, que cada secretaria cuidava dos seus contratos. A ordem final para mudança veio do gabinete.

A oposição vai cair em cima. Pode esperar!

Opinião dos leitores

  1. Conhecendo Ana Tânia como conheco, tenho certeza que fala a verdade, pois é uma pessoa idônea que não precisa de falcatruas para se promover. Deus te proteja Ana ,sei que tudo vai dar certo pois a verdade sempre vence. 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

Ex-secretária e empresário estão na mira da CEI dos Contratos

Antes era apenas a conversa que rolava nos corredores da Câmara Municipal de Natal, mas agora está confirmado. A ex-secretária de Saúde Ana Tânia Sampaio e o empresário Ronaldo Souza, proprietário do prédio Ducal (onde funcionava a Secretaria) passarão por uma acareação da Comissão Especial de Investigação (CEI) dos Contratos, que investiga os contratos feitos pela Prefeitura de Natal nos últimos cinco anos, mas, principalmente, gurante a gestão da prefeita Micarla de Sousa.

A acareação vai colocar os dois frente a frente para tentar saber quem está falando a verdade. No último depoimento que deu, Ana Tânia contou que a mudança da Secretaria se deu em virtude de dificuldades impostas pela empresa de Ronaldo na renovação do contrato. O empresário por sua vez disse que nunca houve qualquer tipo de impecílio.

Como diz aquele velho ditado popular: “É briga de cachorro grande”, mas o blog prefere desejar um bom trabalho aos parlamentares.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *