FOTO: Protesto contra contingenciamento na educação e reforma da previdência bloqueia trecho da Avenida Salgado Filho

Foto: Reprodução/Via Certa Natal

Registro em imagem do Via Certa Natal na tarde desta terça-feira(13) comunica bloqueio de trecho da Avenida Salgado Filho, nas imediações do Midway Mall.

Protesto é contra o contingenciamento da educação e reforma da Previdência. Manifestação conta com presença de sindicalistas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thor Silva disse:

    Pq eles não protestam contra os cortes que Fatão fez?? Vão trabalhar, camadas!!

  2. Irany Gomes disse:

    Bando de vagabundos, o intuito é somente atrapalhar a vida de quem realmente trabalha, façam protesto mas que não tirem o direito de ir e vir das pessoas!

  3. SANTOS disse:

    Com essa multidão nas ruas do meu Nordeste, fica o alerta , reeleição garantida!

  4. sebastian luiz da silva junior disse:

    BOA TARDE!
    VAD~E OS SINDICATOS TODOS COMPRADOS COM CARGOS NO GOVERNO, SINDICATO DOS SERVIDORES DO ESTADO, SÓ SABE MOSTRA O CABELO VERMELHO DO PT.

  5. Lampejao disse:

    MANIFESTAÇÃO GRANDIOSA,NO MÍNIMO 100.000 PESSOAS…….KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  6. Manoel disse:

    É góipi! Já estão protestando contra o corte de 100% no investimento que a governadora do PT fez na UERN? Realmente é um corte grande: serão 300 mil reais por mês que seria usado para custeio e manutenção, num total de R$ 3,6 milhões no ano!!! E eu pensava que cortar verbas da educação era somente para governos "facistas"…

    • Cidadão disse:

      Admiradores do MOLUSCOLADRÃO atrapalhando o ir e vir do cidadão de bem.
      Um bando de gato pingado.
      Ah uma chuva bem boa! Não irei pedir nem raios.
      É gópi !!

    • Patricia disse:

      O amigo está desinformado. A governadora já desfez essa fake criada em seu perfil. Seria bom o senhor se atualizar.

    • Manoel disse:

      Patrícia você que precisa se informar, a governadora bokus GD voltou atrás no corte no auxílio saúde dos funcionários da UERN mas o corte de 300 mil mensais na verba de custeio continua rigorosamente em dia faz 6 meses que o estado não paga as empresas terceirizadas, motoristas, asgs e vigilantes não tem previsão de receberem salário esse mês.

    • Ceará-Mundão disse:

      A governadora NÃO DESFEZ os cortes nos investimentos (100%, TOTAL) nem nas despesas de custeio (300 mil por mês). O que ela DESFEZ foi o corte no adicional de saúde (Um absurfo) pago aos professores da UERN aposentados. Aliás, ela já DESFEZ muita coisa e não vejo a turma de esquerda reclamando, como fazem com o Bolsonaro. Por que agem assim?

Ex-prefeito na Grande Natal emite nota de esclarecimento sobre prestação de contas na educação

O ex-prefeito de Extremoz, Klauss Rego, informa que no momento em que receber a citação da Justiça, “serão adotadas as providências necessárias à elucidação da suposta ação, onde restará comprovado, com a documentação necessária, a improcedência das acusações”

 

“Não fui, em nenhum momento, acionado a respeito de qualquer esclarecimento dessa matéria, que fez menção à uma suposta solicitação de informações à minha pessoa e isso não procede”.

Leia nota na íntegra aqui no portal Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Medeiros disse:

    BG, o engraçado é q vc não publica em seu Blog o descaso no Município de Extremoz, a atual Administração tem 84% de rejeição, mas isso vc não fala, Secretário afastado por suspeita de corrupção e vc nunca divulgou, agora notícias do ex- prefeito, vc sequer checa as informações e joga a bomba no seu blog, vc não precisa disso, conquistou respeito e credibilidade, não jogue fora com matérias sem fundamentos.

Otimista com situação do país, ministro Abraham Weintraub espera descontingenciamento de recursos da Educação em setembro

Imagem: Reprodução

Em entrevista ao programa “Morning Show”, da Jovem Pan, Abraham Weintraub disse projetar para o mês de setembro deste ano o descontingenciamento de recursos do Ministério da Educação.

O ministro também disse que, como economista, está “otimista” com a situação do país.

“Tudo caminhando bem, economia voltando… Meu prognóstico, inclusive já como economista de formação, eu acho que em setembro a gente faria o descontingenciamento”, disse. “O que eu vejo: a economia está melhorando. E não estou falando em nome do governo, estou falando como Abraham, economista, vivi disso durante muito tempo e tenho grau de acerto bem razoável.”

Weintraub disse também:

“Estamos administrando uma gestão ruim, de estresse, fazendo a gestão na boca do caixa, mas acho que até o momento temos mantido a maior parte das atividades essenciais funcionando. Mas o desafio maior vai ficar para o ano que vem: temos a questão do teto e ainda estaremos em uma situação de estresse, mas neste ano eu acho que a gente vai descontingenciar.”

O Antagonista, com Jovem Pan

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Boa notícia.

BAIXOU O NÍVEL: Ministro da Educação compara drogas em avião da FAB a Lula e Dilma

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, causou polêmica na manhã desta quinta-feira ao comparar os ex-presidentes petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff a drogas. Ele fazia referência à prisão do segundo-sargento da Aeronáuta Manoel Silva Rodrigues, flagrado com 39 quilos de cocaína no aeroporto de Sevilha, na Espanha. O militar integrava a equipe de apoio à viagem oficial do presidente Jair Bolsonaro ao Japão e chegara ao terminal europeu em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

“No passado o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?”, escreveu Weintraub no Twitter.

Internautas classificaram o comentário do ministro como “baixo nível” e ressaltaram o caráter sério do caso do militar. O presidente Jair Bolsonaro ordenou que o Ministério da Defesa colabore com a investigação das autoridades espanholas. O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse na chegada ao Japão que o Planalto e o Comando da Aeronáutica não admitem a situação “em hipótese alguma” e prezam pela devida apuração e eventual punição de Silva Rodrigues.

“Desnecessário! Vamos trabalhar?”, destacou um internauta, em resposta a Weintraub.

“Muito baixo nível”, rebateu outro.

Com a repercussão, os termos “Ministro da Educação” se tornaram um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta manhã.

Embora parte dos usuários tenham apoiado o ministro e considerado o tuíte uma “piada”, outros pediram que o ministro “respeitasse o cargo”.

“Amigo, este tuíte não é condizente com o cargo que ocupa”, apontou um internauta.

“Tu é ministro da Educação. Comece a agir como tal”, criticou outro. “Ministro da (falta de) Educação”, acrescentou mais um internauta.

O segundo-sargento foi preso na manhã de terça-feira pela polícia espanhola, no aeroporto de Sevilha, suspeito de tráfico de drogas. Apresentado em um tribunal nesta quarta-feira, Silva Rodrigues foi colocado em detenção provisória e será investigado por crime contra a saúde pública, categoria que inclui o tráfico na Espanha.

A comitiva de apoio à equipe presidencial fez escala em Sevilha antes de seguir para o Japão, onde Jair Bolsonaro participa da cúpula de líderes do G20. O avião presidencial faria escala na mesma cidade espanhola antes de seguir para o Japão, mas, após a prisão do militar, parou em Portugal.

Extra

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sandro Freire disse:

    Acho interessante essas pessoas que ficam aqui defendendo políticos corruptos e ladrões, arranjar o que fazer!

  2. Julio Pimenta disse:

    Um governo de malucos e imbecis!

  3. painho disse:

    A questão e que a noticia da Cocaina no avião da presidência chegou muito rápido no povão.

  4. Muda mais Brasil disse:

    Sabia que apareceriam alguns BOLSOMINIONS para passar o pano para Ministro da (FALTA DE) Educação. Vergonha alheia é bobagem ,,, kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Realista disse:

    Esse tipo de atitude se espera de um governo lacrador pós-moderno. Mas vindo de um "erudito" conservador, é de lascar.

  6. Marcelino disse:

    O avião do presidente é assim, imagine os outros em que o presidente nao anda…

  7. PAULO disse:

    Qual o critério para escolher um min da educação? Onde conseguiram esse cara? Ele achou engraçado, o avião da presidência com 39 kg de cocaína. Isso é uma vergonha para o país, seu Zé Mané.

  8. Thiago Mundão disse:

    É um governo de ilusões, Lula está PRESO. Tudo nesse governo gira em torno do ex presidente. Assumam os seus erros e não justifiquem um erro grave com outro erro. É uma babação surreal, Jaja o Bolsonaro vai cair, quem viver, verá.

    • #Lula Na Cadeia sempre disse:

      Vagabundo deixa de escrever MERDA, seu ladrao dividiu o país entre eles e nos , o BRASIL É UM SÓ , VAGABUNDO VAI APRENDER A TRABALHAR

    • Thiago Mundão disse:

      Pago sua passagem para visitar seu mito na papuda, pode deixar. KKKKKKKK
      Vagabundo cheira pó, deve ser um fudido.

    • Ceará-Mundão disse:

      Cara, esse negócio de pó tem relação com as FARCS, com as narcoditaduras bolivarianas, com a turma que os "direitos dos manos" adora defender… Nas universidades federais, por exemplo, tem MUITA droga. Consumida a céu aberto em determinados setores. E quem são os defensores e consumidores dessas drogas? Adivinha! Ganha um tablete se acertar. kkkkkkkk

  9. José disse:

    A questão é: "vamos admitir o erro"! Aos poucos a casa está caindo!!! Kkk

  10. Lourdes Siqueira disse:

    As pessoas mostram seu verdadeiro caráter nas brincadeiras que dizem ou fazem. Ele pode dizer o que quiser, mas como Ministro tem que saber respeitar o cargo que ocupa. Mesmo que o ex-presidente Lula tenha ofendido a ministra Rosa Weber e as mulheres do PT e seus seguidores acharam engraçadinho.
    Se não tem como falar nada construtivo para o país, morda a língua.
    Precisamos crescer como Nação. Essa picuinha é desnecessária.

  11. Junin disse:

    NAO PRECISAVA DESSA ASNEIRA… !!! E NAO PRECISAVA TENTAR BABAR, JÁ É MINISTRO! MOSTRE PQ ESTÁ AI!!! TRABALHE!!! ESSE GOVERNO É SÓ FALAÇAO E RESULTADO QUE É BOM NADA …!!! SE ELEGERAM COM A BANDEIRA DA SEGURANÇA E O PAÍS ATOLADO EM HOMICIDIOS, ROUBOS E OUTROS CRIMES…

  12. Bozosoueu disse:

    Só verdades … nada d mais!!!

  13. SANDRO disse:

    Não falou nada de inverídico. Não é baixaria dizer a verdade.

    • Amo os Minions disse:

      Pode Suco de Laranja?

    • Anti-Político de Estimação disse:

      A questão em tela é o respeito à liturgia do cargo. Mas parece que hoje em dia isso é insignificante mesmo…

    • Ceará-Mundão disse:

      E desde quando esquerdopata se preocupa com bons modos, com liturgia do cargo, com civilidade, tolerância, educação, cordialidade? E esse termo "droga" tem mais de um sentido. Genericamente, significa apenas algo ruim. Uma droga! Mas querer que um petralha entenda de língua portuguesa também é demais, né?

SISU: Estudantes selecionados têm até hoje para fazer a matrícula

Os estudantes selecionados na chamada regular do segundo semestre do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até as 23h59 desta segunda-feira, 17 de junho, para fazer a matrícula na instituição de ensino superior. Também hoje se encerra o período para o candidato manifestar interesse em se inscrever na lista de espera.

Cabe aos candidatos verificar os dias, horários e locais de atendimento definidos por cada instituição em edital próprio para não perder a oportunidade. O resultado da chamada única do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgado na segunda-feira da semana passada, 10, e está disponível no site do programa.

Para o segundo semestre de 2019, o Sisu registrou 1.213.679 inscrições, número 24,3% superior ao de 2018 (976.765).O pré-requisito para concorrer ao Sisu é ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 e obtido nota acima de zero na redação. O resultado está disponível no site do Sisu. Para conferir, é necessário informar o número de inscrição e a senha do Enem 2018.

BOA NOTÍCIA: Governo usa reserva de emergência, evita novo corte em ministérios, e Educação e Meio Ambiente recebem recursos; R$ 1,588 bilhão para o MEC, e R$ 56,6 milhões para o MMA

Foto: Agencia Brasil

A equipe econômica usou parte de uma reserva de emergência criada no fim de março para evitar um novo contingenciamento no Orçamento.

Segundo o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas, divulgado nesta quarta-feira (22) pelo Ministério da Economia, o governo decidiu usar R$ 1,64 bilhão da reserva para recompor as verbas dos MEC (Ministérios da Educação) e do MMA (Meio Ambiente).

O MEC receberá R$ 1,588 bilhão. O MMA, R$ 56,6 milhões. O governo decidiu queimar ainda R$ 2,167 bilhões da reserva para evitar contingenciamentos adicionais em outros órgãos do Executivo.

Com a medida, a reserva de emergência foi reduzida para R$ 1,562 bilhão. Essa será a gordura que o governo terá para evitar um contingenciamento adicional no Orçamento no próximo relatório, no fim de julho.

Originalmente, o governo teria de cortar R$ 2,181 bilhões do Orçamento por causa da revisão para baixo do crescimento da economia. Ao queimar as reservas, no entanto, o governo evitou o bloqueio no Poder Executivo. Apenas os Poderes Legislativo, Judiciário, do Ministério Público e da Defensoria Pública da União sofrerão bloqueio de verbas, totalizando R$ 14,62 milhões.

Enviado a cada dois meses ao Congresso Nacional, o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas orienta a execução do Orçamento Geral da União com base na revisão dos parâmetros econômicos e das receitas da União. Caso as receitas caiam, o governo tem de fazer novos bloqueios para cumprir a meta de resultado negativo nas contas do governo sem os juros da dívida pública de R$ 139 bilhões para este ano.

A previsão para o PIB (Produto Interno Bruto) — soma dos bens e serviços produzidos — caiu de 2,2% para 1,6% em relação ao relatório anterior, divulgado em março. A estimativa para a inflação oficial pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) saltou de 3,8% para 4,1% em 2019.

Também contribuiu para evitar novos contingenciamentos a revisão da projeção de receitas. A equipe econômica revisou as receitas para cima em R$ 711,3 milhões, graças a receitas extraordinárias, como royalties de petróleo (+R$ 3,582 bilhões), dividendos de estatais para a União (+1,656 bilhão) e concessões para a iniciativa privada (+R$ 286,7 milhões).

No caso dos royalties, a valorização da cotação internacional do petróleo foi o principal fator responsável pela alta nas projeções. Os ganhos com as receitas extraordinárias ajudou a compensar a queda da arrecadação de tributos, estimada em R$ 5,459 bilhões.

O contingenciamento adicional no Poder Executivo também foi evitado porque o governo revisou em R$ 1,222 bilhão para baixo gastos obrigatórios, dos quais se destacam as despesas com pessoal e encargos sociais (-R$ 1,148 bilhão) e os gastos com a Previdência Social (-R$ 1 bilhão) e subsídios e subvenções (-R$ 555,1 milhões). Outras despesas obrigatórias foram revisadas para cima, fazendo a estimativa total das despesas obrigatórias cair R$ 1,222 bilhão em relação ao relatório anterior.

R7, com Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fagner disse:

    Governo mais tonto q bebados

  2. Anti-Político de Estimação disse:

    Tudo isso é fruto da presença do povo nas ruas . Uma vitória da cidadania.

  3. Marcelo disse:

    Foi so ir as ruas que o governo, conseguiu recursos………

  4. João Rodrigues disse:

    Poderes Legislativo, Judiciário, do Ministério Público e da Defensoria Pública da União sofrerão bloqueio de verbas, totalizando R$ 14,62 milhões.
    Era pra bloquear na casa dos bilhões.

Câmara Municipal de Natal realiza audiência pública na segunda-feira para debater contingenciamento na Educação

A Câmara Municipal vai promover na segunda-feira (20), 16h, uma audiência pública para debater o contingenciamento de 30% nos investimentos na Educação Pública Federal. Contrário ao bloqueio, o vereador Raniere Barbosa (AVANTE), que é o propositor do debate, defende o direito dos estudantes das 63 universidades e dos 38 institutos federais de ensino, principais afetados com a medida. “A educação ainda é o único caminho para o crescimento do nosso país. Milhares de jovens mudam de vida e ocupam espaços através do conhecimento. Não podemos criar novas barreiras, impedindo e segregando. Por isso, vamos à luta pelo direito a educação”, destacou.

Conforme a Associação dos Reitores das Universidades Federais (Andifes), este é o maior contingenciamento desde 2014. Mesmo sendo aplicado sobre gastos não obrigatórios, como água, luz, terceirizados, obras, equipamentos e realização de pesquisas, consequentemente, os cortes interferem no funcionamento das instituições de ensino público federal. De acordo com o governo federal, as despesas obrigatórias, como assistência estudantil e pagamento de salários e aposentadorias, não serão afetadas.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jefferson disse:

    ei, vão discutir o corte de 4,9 mihões que o Fátima fez que horas?? , avisa ia para eu ir lá também!

  2. Manoel disse:

    Opa! Não entendi! A câmara municipal de Natal não resolve nem os problemas da cidade e querem resolver o contigenciamento das verbas das universidades federais?? Impressionante!

VÍDEOS: Bolsonaro explica contingenciamento na educação para repórter da Folha e pede que entre de novo em faculdade pra fazer bom jornalismo

Presidente Jair Bolsonaro(PSL) não poupou críticas a repórter da Folha de São Paulo, que indagava sobre “cortes” em verbas da educação. Ele mesmo fez questão de publicar “embate” em sua rede social Instagram nesta quinta-feira(16).

Bolsonaro então esclareceu o significado de contingenciamento e, por fim, recomendou a repórter da Folha a entrar de novo em uma faculdade para aprender a fazer o bom jornalismo, sem objetivo de gerar discórdia. Veja abaixo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Bolsonaro talvez nunca tenha dito uma verdade tão cristalina. O que mais existe na imprensa brasileira é repórter de calcanhar sujo e que não sabe formular perguntas. "Idiotas da objetividade", como Nelson Rodrigues costumava chamá-los.

  2. Marcos disse:

    Esse é o meu presidente, um babavca em ação. Altamente equilibrado para assumir o cargo!!!

  3. Miriam disse:

    o BOZO entrou em qual faculdade?

  4. Lucas disse:

    A ressaca da manifestação de ontem bateu forte no Bozo. Tá agressivo, um pouco grogue, errando até o slogan do desgoverno… Sei não hein, acho que cai antes do ano terminar. MP, bota pra lascar e derruba o pé de laranja da família

  5. M.Vinícius disse:

    Lulinha CORTOU…Dilminha…CORTOU…Bolsorolo CONTING…
    Ai vem a ideologia Marxista criticar…
    A corrupção da memória é ato exclusivamente de esquerda!

  6. Curiosa disse:

    Tem moral nenhuma para mandar a reporter voltar a estudar. Escreve o portugues errado, faz conta errada e NUNCA pisou em uma faculdade. Hoje quer colocar a culpa nos governos anteriores, mas se pegarem as filmagens da atuação como deputado ele era contra a reforma, foi favorável ao teto de gastos….

    • Curioso disse:

      E os que foram à universidade e aprenderam a defender bandidos presos?
      É o seu caso, Curiosa?

    • Pablo oliveira disse:

      Pense numa asneira que vc acabou de falar. Para ser oficial das forcas armadas OBRIGATORIAMENTE tem que ter formacao de nivel superior. O presidente eh formado em educao fisica. Mas eh dificil. Afinal de contas galera da esquerda tem preguica de estudar.

    • Waldemir disse:

      Petista encantado DETECTADO

  7. LAMPIÃO disse:

    MUITO BEM, PRESIDENTE!!! O SENHOR FOI ELEITO PARA TRABALHAR ASSIM!!! ESTAMOS ORGULHOSOS!!! FAÇA O QUE TIVER QUE SER FEITO, O SENHOR ESTÁ AVALIZADO PELAS URNAS! TEM LEGITIMIDADE! O POVO BRASILEIRO NÃO ELEGEU UM HIPÓCRITA MEDIDOR DE PALAVRAS NEM BABÁ DE CABRA SAFADO NÃO!

FOTOS: Veja algumas faixas e cartazes das manifestações pelo país contra cortes na educação

Presidente prudente: Protesto contra o corte de verbas da educação e a reforma da Previdência Social acontece na cidade nesta quarta-feira (15) — Foto: Gustavo Santos

Uberaba – estudantes e professores fazem protesto contra bloqueios na educação — Foto: Mariana Dias/G1

Curitiba – Manifestantes protestam contra os bloqueios na educação na Praça Santos Andrade — Foto: Everson Bressan/Futura Press/Estadão Conteúdo

São Paulo – Protesto na Avenida Paulista — Foto: Fabio Tito/G1

Brasília – Estudantes e professores protestam contra o bloqueio de recursos para a educação durante passeata pela Esplanada dos Ministérios — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Não se engane Francisco. O PT tá por traz, mas tá tão queimado que se aparecer acaba com as manifestações

  2. Anti-Comunista disse:

    CULPA DOS IMPERIALISTAS AMERICANOS. KKKKKKKK

  3. Anti-Comunista disse:

    CUPA DUS IMPERIALISTAS AMERICANUS. KKKKKKK

  4. Anti-Comunista disse:

    CUPA DOS IMPERIALISTAS AMERICANOS. KKKKKKK

  5. N.A.M.M disse:

    Interessante é ver tanta bandeiras e manifestantes do MST…..

  6. Anti-Comunista disse:

    CUPA DO IMPERIALISMO AMERICANO. KKKKKKK

  7. Anti-Comunista disse:

    CUPA DUS AMERICANUS. KKKKKK

  8. Anti-Comunista disse:

    AMERICANIZADO. AMERICANIZAÇÃO.

  9. Bento disse:

    Como tem infiltrados no meio dessa massa de manobra.
    Tenho pena desses filhos de lula com dilma, vão prá rua gastão seus tostõezinhos e o beneficio
    vai para pagamentos de palestras.
    Boulos prá eles.

  10. Francisco disse:

    Sem pt, é legítima a manifestação. Parece que o Brasil começou a consciêntizar-se.

STTU e PRF preparam esquema de trânsito para esta quarta-feira em tarde de manifestação; veja vias de “escape” e transporte

Foto: via Prefeitura do Natal

A Prefeitura do Natal, por meio da STTU e a Polícia Rodoviária Federal montaram esquema especial de trânsito durante manifestação que está prevista para esta quarta-feira. Equipes das duas instituições atuarão para buscar minimizar os transtornos no trânsito durante a manifestação que acontecerá na avenida Senador Salgado Filho com Bernardo Vieira e seguirá até a Praça da Árvore em Mirassol, pela contramão.

A orientação aos motoristas é que utilizem vias alternativas, como a Via Costeira, a Prudente de Morais e rua Jaguarari para quem se desloca em direção ao centro, já que a pista principal da BR 101 no sentido Parnamirim – Natal estará interditada entre as 16h e 19h (previsão), entre Mirassol e a Arena das Dunas.

TRANSPORTE PÚBLICO

As linhas de ônibus que passam pela avenida Senador Salgado Filho serão desviadas pela avenida Prudente de Morais a partir das 14h. Assim que for liberada a via, o transporte volta a operar em seu itinerário normal.

Núcleo de Comunicação Social da PRF. @PRF191RN

Em caso de dúvidas o cidadão pode ligar para o Alô STTU – no telefone 156 – ou perguntar pelo Twitter oficial, o @156Natal.

Bolsonaro diz que manifestantes que realizam atos contra o corte de verbas para a Educação são “massa de manobra” e “idiotas úteis”

Foto: Daniel Marenco

Em sua chegada a Dallas, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, que os estudantes que estão protestando contra o corte de verbas para a Educação são “massa de manobra” e “idiotas úteis”. Em sua opinião, eles são manipulados por uma minoria que comanda as universidades federais.

— É natural, é natural, mas a maioria ali é militante. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil — disse o presidente na porta do hotel onde ficará hospedado, cercado de manifestantes a seu favor.

Bolsonaro ainda afirmou que não gostaria de fazer o corte, mas culpou a situação herdada dos governos anteriores:

— Na verdade não existe corte. O que houve é um problema que a gente pegou o Brasil destruído economicamente também, com baixa nas arrecadações, afetando a previsão de quem fez o orçamento, e se não tiver esse contingenciamento eu simplesmente entro contra a lei de responsabilidade fiscal. Então não tem jeito, tem que contingenciar. Mas eu gostaria (que não cortasse) nada, em especial na educação.

Bolsonaro reiterou que a educação está deixando muito a desejar no Brasil:

— Se você pega as provas, que acontecem de três em três anos, está cada vez mais ladeira abaixo — disse. — A garotada, com 15 anos de idade, na oitava série, 70% não sabe uma regra de três simples. Qual o futuro destas pessoas? Fala-se que tem muito desempregado, 14 milhões, mas parte deles não tem qualquer qualificação porque esse cuidado não teve pelo PT ao longo de 13 anos.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Vendo bandeiras de lula ivre numa manifestação de estudantes, sabemos quem são os lideres dessa massa.

  2. Ivan disse:

    A indústria e o comércio reduzindo margem, cortando gastos, fechando fábricas, enfim, se reinventando e adaptando à crise continuada…Já os gestores púbicos, não conseguem gerir um contigenciamento de 7% sobre o orçamento geral…O que dizem os catedráticos de Adminisração e Economia??? Esse pessoal conseguiria botar em prática as teorias que ensinam??? Ótima oportunidade pra isso…

    • ano disse:

      E porque não corta 7% do carta corporativo? Ou diminui 7% dos assessores de cada senador e deputados? E porque não diminui 7% dos comissionados do congresso?

  3. João Mendes disse:

    Hoje foi um protesto dos estudantes que não estudam, dos trabalhadores que não trabalham e dos pensadores que não pensam

  4. Nica disse:

    E quem só fala [email protected]? É o quê?

  5. Antonio Turci disse:

    Contingenciar por algum tempo suporta-se; faz parte num contexto de crise econômica; contingenciar por muitos meses, complica tudo. Cortar recursos, que já são parcos = caos. Neste aspecto o presidente é muito mal assessorado.

  6. Nica disse:

    O PT está fora do governo e Lula está preso! A discussão tem que ser lúcida e inteligente. Existe a chance de que as universidades parem de funcionar, por causa da demissão dos terceirizados e outros cortes? Isso é gravíssimo, não se está falando de quando Dilma( ou PT)fez ou se não fez, se tem que cortar, corte em outras áreas, por exemplo no congresso nacional.

    • Severino disse:

      Tá. Então dê números. Quanto se dá pra cortar do Congresso. Diga como se faz.

    • Severino disse:

      Considerando que esse orçamento foi feito no governo anterior, em cima de uma expectativa de receita, tem que haver responsabilidade diante dos números.
      Contingênciar é diferente de cortar.
      Será que realmente precisam de tantos recursos?
      Os estudantes estão sendo, mais uma vez, usados pela esquerda, que não apresenta proposta viável, apenas faz ameaças, críticas sem fundamento e tumultuam a vida do trabalhador.

    • Severino disse:

      E só fechar o congresso que não serve pra nada e tá resolvido o problema financeiro do Brasil

    • Severino disse:

      Quanto custa o Congresso? Quase nada em termo per capita. Incrível como se diz besteira. PS o site fica autopreenchendo o campo contendo o nome do opinante.

  7. Antonio Turci disse:

    Em parte está certo. O erro é concretizada a ameaça de corte (por enquanto usar contingenciamento é eufemismo). Como dispensar uma instituição como a UFRN dos trabalhos do terceirizado (vigilância e limpeza, principalmente)? E a conta de luz? Também tem os aspectos relacionados à possibilidade gravíssima de descontinuidade de pesquisas em andamento. Complicado e não menos delicado o momento para as IFES e para a estabilidade do Governo, também.

  8. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Concordo

  9. Waldemir disse:

    Ele está errado ????

FOTOS: Cidades brasileiras têm atos contra bloqueios na educação

Foto1: Maiana Belo/G1 Bahia

Protesto contra bloqueio de verbas na Educação ocupa parte da Esplanada dos Ministérios, em Brasília — Foto 2: TV Globo/Reprodução

Protesto fecha portão da USP — Foto 3: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Cidades brasileiras começaram, na manhã desta quarta-feira (15), a ter manifestações contra o bloqueio de recursos para a educação anunciado pelo MEC. Os 26 estados e o Distrito Federal registraram atos pacíficos. Universidades e escolas também tiveram paralisações.

Entidades ligadas a movimentos estudantis, sociais e a partidos políticos e sindicatos convocaram a população para uma greve de um dia contra as medidas na educação anunciadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Em abril, o Ministério da Educação divulgou que todas as universidades e institutos federais teriam bloqueio de recursos. Em maio, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) informou sobre a suspensão da concessão de bolsas de mestrado e doutorado.

De acordo com o Ministério da Educação, o bloqueio é de 24,84% das chamadas despesas discricionárias — aquelas consideradas não obrigatórias, que incluem gastos como contas de água, luz, compra de material básico, contratação de terceirizados e realização de pesquisas.

O valor total contingenciado, considerando todas as universidades, é de R$ 1,7 bilhão, ou 3,43% do orçamento completo — incluindo despesas obrigatórias.

Em 2019, as verbas discricionárias representam 13,83% do orçamento total das universidades. Os 86,17% restantes são as chamadas verbas obrigatórias, que não serão afetadas. Elas correspondem, por exemplo, aos pagamentos de salários de professores, funcionários e das aposentadorias e pensões.

Segundo o governo federal, a queda na arrecadação obrigou a contenção de recursos. O bloqueio poderá ser reavaliado posteriormente caso a arrecadação volte a subir. O contingenciamento, apenas com despesas não obrigatórias, é um mecanismo para retardar ou deixar de executar parte da peça orçamentária devido à insuficiência de receitas e já ocorreu em outros governos.

Em entrevista ao colunista Valdo Cruz na GloboNews, o ministro interino da Economia, Marcelo Guaranys, afirmou que o contingenciamento pode ser revertido.

“Contingenciamento é um bloqueio temporário dos recursos que cada ministério tem. E, como no primeiro bimestre nós percebemos que essas receitas estavam 2% abaixo do que era o previsto, a gente precisou fazer um contingenciamento de várias pastas”, informou o interino da Economia.

“Os protestos traduzem uma preocupação que você não realize o que você espera fazer na área de educação. E a nossa ideia não é impedir que as coisas sejam feitas. Óbvio que todo mundo, se a gente não tiver receitas necessárias, a gente vai precisar fazer ajustes no orçamento, nas nossas despesas. Vamos ver onde que a gente pode cortar.”

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pronto, falei! disse:

    Queria saber onde esse povo da esquerda estava durante os últimos 30 anos. Bem como onde quando Lula e Dilma em seus governos, "cortaram" mais de 30 bilhões da educação. Vcs são doentes… É uma espécie de leseira com maucaratismo. Acordem para a vida, seus acéfalos.

  2. Nica disse:

    A arma que o povo tem, além do voto, é ir às ruas pacificamente e sem partido, reivindicar mais respeito desses governantes irresponsáveis.
    #educacaonaoemercadoria

  3. Rômulo disse:

    A queda do Bozo está vindo!

    • SHATONSOM disse:

      vai sonhando romulo, 2022 vem ai com mais BOLSONARO no rabo da petralhada

    • André Fortes disse:

      Babão é feio, mas babão de político…

    • Rindo à toa disse:

      Qdo estava amanhecendo o dia 1º de janeiro de 2022, vc acordou do seu sonho não foi SHATONSOM …
      … Sonha Alice, afinal o PresidOente ainda não contingenciou sonhar!! KKKKKKKK

Aulas suspensas nesta quarta em escolas do RN e universidades em protesto contra bloqueio de verbas da educação

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte), informa que escolas estaduais do Rio Grande do Norte suspenderam as aulas nesta quarta-feira (15), dia de atos pelo país contra bloqueios na educação. De acordo com o sindicato, professores e servidores aderiram ao protesto.

Segundo o Sinte, a parada “é geral” na rede pública de ensino e atinge também as escolas municipais de todas as cidades do estado.

Na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), nos campi do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), e na Universidade Estadual do RN (UERN) as aulas também foram suspensas nesta quarta.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Esta notícia demonstra claramente como o Sinte trata os professores da rede pública como massa de manobra.
    Docentes de universidades federais e de IFs jamais "deram o cabimento" de parar suas atividades para endossar protestos encabeçados por professores das redes estadual e municipais.
    Neste caso em particular, ponto para Bolsonaro, que apropriadamente classificou os barnabés estaduais e municipais de "idiotas úteis".

  2. Nilvan Rodrigues da Silva disse:

    Todo apoio a luta contra os cortes do orçamento da educação. Todo apoio a juventude, aos trabalhadores e estudantes e aos que lutam. Sou a favor.

  3. joaozinho disse:

    Creio que a maior reforma fiscal seria acabar com o professor que tenha estabilidade. Assim, haveria liberdade administrativa pra rever os gastos e contratar bons professores, todos com CLT. jamais haveria greve…. e aluno jamais seria massa de manobra ou bucha de canhao idiotizado. coitado desses alunos manipulados. Acham que é diversao ficar desempregado..

  4. Lampejao disse:

    As Universidades e ifrs não produzem nada ,é muito dinheiro jogado no ralo,nao vejo ciência nem tecnologia gerada nessas atuais Universidades……tem que investir verba pública onde ha retono……

    • Marcos disse:

      Graças a Deus tudo que se produz esta comprovado cientificamente, basta procurar em locais de referência e em coisas do dia a dia. Basta o Sr. procurar ou comprar medicamentos que hoje ajudam a vida de várias pessoas, são fruto das pesquisas das Universidade que o Senhor infundamente ataca dizendo que não produzem nada. Número contradizem qualquer notícia sem fundamente. Vá em algum IF ou UF e se aprofunde mais, estudo caro amigo.

    • Rodrigo disse:

      Medicamentos desenvolvidos e produzidos a partir de pesquisas das nossa universidades públicas??????
      Kkkkkkkkkkkkkk
      Me cite apenas um! Um único exemplo!
      Simplesmente não existe em toda nossa longa história!
      Sou farmacêutico, já fui professor da UFRN.
      Não existe nenhum medicamento com patente nacional, não é à toa que tivemos que criar a lei do genérico (quebra de patentes).
      Essa balela que você falou já engabelou muita gente, não engabela mais!
      Nossas universidades só criam uma coisa, idiotas úteis, perderam sua finalidade há muito tempo! Curral ideológico, nem sequer defendem o pluralismo de pensamentos e idéias, o básico para qualquer entidade de ensino!
      Não é um movimento pela educação, é um movimento meramente político, das viúvas de Lula.

  5. Roberto disse:

    Poderiam fazer a manifestação no domingo.
    Para não prejudicar quem tem de trabalhar.

    • Marcos disse:

      E o senhor trabalha na Avenida Senador Salgado Filho ? Pensei que era utilizada só passava passagem de veículos automotores.

  6. Luizgonzagabrito filho disse:

    As universidades estão rasgando dinheiro com besteira e na hora de prestar conta todos escondendo a cara, sou universitário e vai ver o dinheiro público sendo jogado pelo ralo, vai lá na UFRN pra ver. Reito viajando e você e secretários gastando com viagens que eles não falam, a mamada tá acabando vão prestar contas dos serviços bam de vagabundos.

    • Marcos disse:

      As contas das instituições de ensino são abertas ao público, procure seus direitos e saibam como funcionam os gastos públicos, ao invés de ficar falando informações sem nenhum fundamento.

  7. #vergonhanacional disse:

    A ratazana é burra DILMA , aquela besta que queria engarrafar vento, cortou verba milionária da educação na sua gestão e não apareceu nenhum 🚬para fazer oposição

    • Marcos disse:

      Cortou, houve reivindicações na época. Entretanto, nesse governo, com o corte atual, não há como continuar o ano letivo. Esse é o problema.

  8. Luizgonzagabrito filho disse:

    Sou a favor da livre manifestação.
    Por que não fazer aos domingos?
    Para que a população não seja prejudicada?

    • Marcos disse:

      No domingo me atrapalha da mesma forma que na semana, não há dia para manifestação.

INDIGNAÇÃO SELETIVA? Dilma cortou mais de R$ 10 bilhões da Educação em 2015

Imagem: Lucas Pontes/UOL

Em 2015, o governo cortou R$ 10,5 bilhões do orçamento para a Educação. Era o ano em que foi definido o slogan “Pátria Educadora”. O Fies, na ocasião, cortou 1,7 bilhão em relação a 2014.

Menos de um ano após a sua reeleição, Dilma Rousseff já havia reduzido em 23% o orçamento prometido para o campo da Educação.

Em março de 2016, um novo corte retirou R$ 21,2 bilhões entre Ministério da Educação e do Planejamento.

Cortes, na ocasião, não ganharam a proporção dos sindicatos e direções de universidades em nível de indignação, como no Governo atual.

Relembrando

O MEC (Ministério da Educação) perdeu R$ 10,5 bilhões, ou 10% do orçamento, em 2015, ano em que a presidente Dilma Rousseff escolheu o slogan “Pátria Educadora” como lema de seu segundo mandato. Cortes em programas, pagamentos atrasados e trocas de ministros marcaram o ano da pasta.

A presidente anunciou o lema já no primeiro dia de 2015, mas os problemas na área também apareceram depressa. Antes mesmo de oficializar o represamento de orçamento no âmbito do ajuste fiscal, a tesoura atingiu programas como o Fies (Financiamento Estudantil) e o Pronatec, as duas principais bandeiras de Dilma na área da educação durante as eleições de 2014.

Depois de uma expansão de financiamentos entre 2010 e 2014, o governo alterou as regras do Fies ainda nos últimos dias de 2014. Restringiu o acesso ao programa e chegou a adiar pagamentos a empresas educacionais. O ano fechou com 313 mil contratos, 57% menos do que o registrado em 2014.

Fontes:

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2016/01/02/educacao-perde-r-105-bi-em-2015.htm

https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,no-ano-do-lema-patria-educadora–mec-perde-r-10-5-bi–ou-10-do-orcamento,1817192

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Piruzão no Cu do Lula disse:

    A esquerda sempre é seletiva em suas indignações. Esquerda hipócrita.

  2. Magno Morais disse:

    Seletiva, pelo jeito, é a abordagem, as manchetes e as reportagens que vemos todo dia. Nesta, por exemplo, "esqueceu" de dizer, que em 2015, mesmo com os cortes o investimento ainda foi bem maior do que o limite constitucional. E que foi a pasta com maior aumento. Uma pena que pessoas formadoras de opinião, sempre apresentem versões distorcidas dos fatos. São belos discípulos da atual política que governa o país. Ou seja, em vez de defender suas próprias posições, ficam falando e acusando governos passados. Uma tristeza!!!

    • francisco disse:

      Magno, seria interessante se vc dissesse qual é esse mínimo e quanto foi investido pela Dilma, lógico, citando fontes. Porque falar qualquer um fala o que quer….

  3. Keyla disse:

    Até onde sei, até greves foram realizadas no período.
    Entretanto, não teve realmente toda a abrangência de agora. Mas que tal começarmos a considerar o fato de que a gordura acabou? Foram 56% de redução no orçamento da educação nos últimos 4 anos. O BG também poderia fazer uma postagem sobre isso, não?

  4. César Neves disse:

    Falta estudo a alguns, foi determinado 30% do Pré-Sal a saúde e educação, onde foi removido o investimento inicial nas pastas , para aliviar o orçamento . Os 30% eram mais do que o dobro do que foi realocado. Mas a DRU retirou dos brasileiros esse sonho. Pobre Brasil onde a Elite se julga monarquia, os ricos se julgam elite a classe média faz a vez dos ricos e alguns pobres deslumbrados se auto intitulam classe média. Pobre Brasil o que te fazem ?

  5. ASV disse:

    O governo de Dilmanta foi um desastre, o líder da quadrilha está preso, mas o Bozo se elegeu pregando que era o diferente, que ia mudar tudo, mas o que estou vendo é "mais do mesmo".

  6. Esquerdopata disse:

    Esqueceu a greve nas universidades? Esqueceu a ampliação do ensino?
    O que é seletividade perto disso que tu faz. Passador de pano.

  7. Issoaquiaí disse:

    É só não cortar o percentual da maconha, o resto fica tudo em ordem. Desta forma eles retomam as "pesquisas".

  8. Fernando disse:

    Se comparar o que os petralhas disseram e fizeram, com os mesmos itens do governo Bolsonaro, veremos que existem dois pesos e duas medidas, só que contra Bolsonaro existem o poder da imprensa marrom, a ideologia esquerdopata adquirida nas escolas e universidades, e o poder de uma quadrilha organizada, todos atuando vergonhosamente contra qualquer medida desse governo eleito democraticamente, sem interferência de dinheiro sujo de corrupção. talvez o único das últimas décadas.

  9. Carlos Bastos disse:

    Passado é passado BG, deixe de olhar para o retrovisor, Dilma foi um desastre. Porque ela cortou o Bozo tem que cortar também, ele foi eleito para fazer melhor e não copiar os erros dos outros.

    • #Lula Na Cadeia disse:

      Essa máscara imoral que passado é passado só serve para esconder toda corrupção.
      Esse lenga lenga de "não ficar olhando pelo retrovisor" é coisa de apoiador de corrupto que não quer ver os crimes cometidos sendo lembrado. São desculpas de irresponsáveis que querem tocar em frente escondendo toda sujeira e roubalheira existente nessa nação.
      Tenha vergonha Carlos Bastos, seu presidente está preso!

    • Netto disse:

      Passado deixa conta.

    • Carlos disse:

      Boa noite! Eles estão melhorando! Kkkk CARLOS BASTOS ADMITIU QUE DILMA FOI UM DESASTRE! DILMA REPRESENTA A INTELECTUALIDADE ESQUERDISTA!! KKKKKK

  10. Bento disse:

    Como é bom ter Presidente ativo no País que quer somente a legalidade dos negócios. Dizem que os cortes dos 30./. deu-se em razão da s Universidades fazer exatamente estes gastos correspondentes a este percentual e não apresentarem justificativas. Se não apresentam é porque não ha necessidade.

    • ASV disse:

      O corte, segundo declaração dada pelo vice Hamilton Mourão dia 04/05, foi devido a baixa arrecadação e não a falta de comprovação de gastos.

  11. carlucio disse:

    Mais um motivo para não haver cortes.

  12. Antônio disse:

    Notícia típica para o deleite dos bolsonaros e semear a discórdia. Ambos estão errados.

    • #Lula Na Cadeia disse:

      Saia do muro rapaz …deixa de ser frouxo , se posicione

    • WRM disse:

      PT fez besteira na educação, e Bolsonaro tá indo na mesma linha. Não tem como se posicionar a favor de um ou de outro, um fez merda antes e o outro faz agora.

    • Antônio disse:

      O problema é esse meu amigo, quem quer conversar é o chato, quem pondera está em cima do muro, quem convida a reflexão é de humanas e consequentemente de esquerda… se o meu lado fez está certo e se o outro lado fez está errado. Pensar e se expressar sem polaridade é ser frouxo estar em cima do muro e petralha ou fascista

  13. ANTÔNIO SÁVIO MADEIRA disse:

    QUANDO A ESQUERDA NÃO TEVE MEMÓRIA SELETIVA??
    A ESQUERDA SÓ SABE ACUSAR E MONTA SUAS ACUSAÇÕES FALSAS SEM OLHAR O QUE FIZERAM .
    TODOS OS MAL FEITOS DA ESQUERDA SÃO PROPOSITALMENTE ESQUECIDOS POR ELES PARA CRITICAR EXATAMENTE A MESMA COISA QUE FIZERAM.
    ALGUMA NOVIDADE NISSO? ISSO É A ESSÊNCIA DA ESQUERDA

  14. #Lula Na Cadeia disse:

    Engraçado é nenhum VERME PTRALHA RECLAMOU ….quadrilha organizada

  15. Patricia disse:

    Cortou devido ao orçamento não ter sido aprovado. Não cortou em retaliação. Bolsonaro cortou com o orçamento aprovado e em retaliação a aqueles que ele não aceita por não pensar como ele é a sua patota. Comportamento lamentável.

    • Flávio A disse:

      O amor é cego,surdo e fala que é uma beleza kkkkkkk

    • #Lula Na Cadeia disse:

      O tanto de dinheiro que foi gastos nessas universidades , dava para ter os no mínimo uns três físicos de renome internacional, só temos os campos infestados de 🚬

    • Netto disse:

      Nem parece que Dilma, afora as pedaladas, vivia abrindo crédito suplementar via MP.

Em São Gonçalo, secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social se reúnem para discutir melhorias no atendimento

Foto: Junior Santos

Com objetivo de desenvolver estratégias que fortaleçam e assegurarem os direitos dos usuários aos serviços da rede municipal, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN realizou, nesta sexta-feira (26), no auditório do IFRN campus São Gonçalo, o I Encontro Intersetorial das Políticas Públicas de Saúde, Educação e Assistência Social.

O evento reuniu profissionais das três pastas municipais que compartilharam as demandas e os fluxos de atendimentos nos setores e ainda discutiram uma agenda de reuniões e ações conjuntas. “Estamos discutindo uma parceria para fornecer melhores condições e uma prestação de serviço mais qualificada à população. Vamos unir todos os profissionais na buscar de um melhor atendimento”, observou secretário de Saúde, Jalmir Simões.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gilvan disse:

    Quando é que essas ações chegarão ao novo Santo Antonio? pobre de nós que só servimos para pagar os Impostos e pagar os salários dos Cargos Comissionado pois aqui nada chega nem posto de saúde, cheche, transporte público, segurança nem ao menos uma área de laser para a comunidade tem. Prefeito aqui mora ser humano.

Reajuste do piso eleva folha da Educação no RN em R$ 88 milhões

A folha da Educação do Estado que ganhou reajuste de 4,17%, e começa a ser implantado em abril para professores especialistas em Educação Ativa e, em maio, para aposentados e pensionistas, representa um incremento de R$ 88 milhões. A informação é de Francisco do PT, relator da proposta do Governo do Estado na Assembleia Legislativa.

Pelo Projeto os vencimentos básicos de Professor e de Especialista de Educação, pertencentes ao Quadro Funcional do Magistério Público Estadual, cuja jornada de trabalho corresponda a 30 horas semanais ficam reajustados na proporção de 4,17%.

O reajuste previsto será implantado para os professores ativos a partir deste mês de abril e o retroativo em três parcelas nos meses de abril, maio e junho. Para os inativos e os pensionistas o reajuste será implantado a partir de maio e o retroativo será pago em sete parcelas.

A primeira parcela de 4,17% em junho e as demais parcelas no percentual de 2,085% nos meses de julho a dezembro deste ano.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thiago Lopes disse:

    É preciso sempre lembrar, a verba de Educação não sai do tesouro estadual, é verba federal, Fundeb, já depositado com o aumento desde janeiro. O reajuste do piso não impacta em nada o caos já instalado no estado.