Diversos

Em Dia D neste sábado garis em Natal vacinam contra o coronavírus

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal – Urbana, fará neste sábado (12), o Dia D da vacinação contra a Covid-19.

Todos os garis da Urbana terão seu dia de trabalho paralisado para que procurem os locais de vacinação. No caso dos funcionários da limpeza pública, Palácio dos Esportes e Ginásio Nélio Dias. A coleta domiciliar não será prejudicada.

“Em 5 de maio solicitamos ao secretário George Antunes vacina para os nossos garis da Urbana e das terceirizadas. Agora chegou a hora de imunizar os que fazem o importante serviço de limpeza da cidade”, disse o presidente da Urbana, Joseíldes Medeiros.

Os garis das terceirizadas serão imunizados no decorrer dos próximos dias, ação planejada com as empresas terceirizadas, para que não haja aglomeração nos locais de vacinação.

Opinião dos leitores

  1. Enquanto isso, somente 30% dos Policiais do RN foram vacinados.

    A vacinação dos policiais se iniciou no dia 08 de abril de 2021, entretanto, poucas doses foram mandadas para as forças de segurança.

    Porque não liberar os policiais para tomarem suas vacinas nos postos de saúde e nos Drives como esta acontecendo com o restante da população e dos grupos prioritários?

    Porque deixar os policiais do Estado do RN esperarem o envio das vacinas através da Secretaria de Segurança? Porque há esta diferença??

    Nós, que não paramos, estamos sendo preteridos. Isto é um absurdo.

    A Prefeitura tem que liberar os postos e drives para a vacinação dos policiais.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FOTOS: Garis em Natal pedem prioridade para vacina contra covid-19

Fotos: Divulgação

Garis realizaram um protesto no início da tarde desta terça-feira(06), na capital potiguar, em que pediram prioridade para vacinação contra a covid-19.

Em ofício encaminhado ao prefeito Álvaro Dias, os trabalhadores de limpeza pública disseram: “Estes trabalhadores desde o início da pandemia não pararam de trabalhar e muitos já contraíram a covid e outros
morreram. Esperamos que o senhor possa nos atender”.

Após o protesto, os garis se dirigiram a Câmara Municipal de Natal , onde os vereadores vão votar a prioridade da vacinação dessa classe trabalhadora.

Opinião dos leitores

  1. O interessante que o documento deveria ter sido feito pelo Sindicato da categoria, cadê Fernando Lucena?? Pq ele nunca levantou essa questão?

  2. Mais uma categoria que não pode se dar ao luxo de ficar em casa vendo Netflix e pedindo comida pelo Ifood. E os hipócritas e egoistas do “fique em casa” não querem que eles deixem de trabalhar. Os “lacradores gourmet” são muito seletivos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Garis ajudam, e homem recupera R$ 25 mil jogados no lixo por engano em SC

Homem abraça gari em agradecimento (Foto: Comcap / Divulgação)

Um morador de Florianópolis passou por um susto nesta semana ao jogar no lixo a quantia de R$ 25 mil, em espécie, que guardava em casa. De acordo com a Comcap, responsável pela coleta de lixo na capital catarinense, o homem escondia suas economias em uma rede, guardada em um saco de lixo e se confundiu ao jogar fora os demais resíduos da residência.

O homem percebeu o erro minutos após o caminhão fazer a coleta em sua rua no bairro dos Ingleses. Ele, então, foi atrás do caminhão e informou aos garis o que havia acontecido.

Os trabalhadores começaram a busca pelo dinheiro, abrindo os sacos de lixo na caçamba do caminhão. O valor foi encontrado pela gari Geovana Duarte Farias 20 minutos depois. O dono do dinheiro, que não teve o nome divulgado por questões de segurança, abraçou a equipe em agradecimento.

Globo, via Marie Claire

Opinião dos leitores

  1. Parabéns ao Mito Bolsonaro que com sua honestidade e simplicidade devolveu ao povo a esperança de dias melhores e valores, ética e justiça. Fazendo com que o povo seja mas honesto.

    1. Meu Deus, isso já é loucura dessa mulher, até um ato desse atribuir ao Minto, que loucos meu!!!!

  2. Parabéns aos companheiros que fizeram esse gesto tão grande.
    Uma das profissões mais importantes, porém não é valorizada como deveria.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Projeto cria Caixinha de Natal voluntária para garis da capital potiguar

O plenário da Câmara Municipal de Natal aprovou na sessão ordinária dessa terça-feira (24) um projeto de lei de autoria do vereador Fernando Lucena (PT) que dispõe sobre a Caixinha de Natal voluntária para os profissionais da limpeza urbana (garis) da capital potiguar. Acatada em regime de urgência, a iniciativa visa arrecadar doações para reforçar o orçamento dos trabalhadores deste segmento durante o período de festas.

“A proposta chega para ajudar a essa importante categoria que dedica dia e noite sem parar, especialmente neste tempo de pandemia do novo coronavírus, trabalhando arduamente para manter nossa cidade limpa; aproveito para agradecer a todos os parlamentares que votaram a favor do projeto”, pontuou o vereador Fernando Lucena.

Na sequência, recebeu parecer favorável uma matéria apresentada pelo vereador Robson Carvalho (PDT) sobre a inclusão integral do Art. 267 da Lei n° 9.503/97 do Código de Trânsito Brasileiro nas notificações e multas de trânsito relativas a infrações cometidas em Natal, o que possibilita aplicar, em determinadas situações, a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média. Também foi aprovado um texto do vereador Preto Aquino (PSD) que denomina o Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil, em Cidade da Esperança, de Dayana Deyse Oliveira de Lima.

Por fim, dois vetos integrais do Executivo foram apreciados. Os parlamentares derrubaram o impedimento aplicado ao projeto de lei da ex-vereadora Carla Dickson que proíbe a comercialização de aparelhos ortodônticos por estabelecimentos comerciais e ambulantes que não possuam autorização dos órgãos de fiscalização. Já o veto imposto ao texto encaminhado pelo vereador Dagô de Andrade (PSDB), que institui o Programa Domingueira Jovem no Município, foi mantido.

Opinião dos leitores

  1. Ei Manoel Mané, vc foi liberado para escrecver besteira, isso não incomoda BG, ele registra todos os seus devaneios e burradas, até nós entendemos, desespero, descrédito, roubalheira, mentiras, lavagem cerebral, outros distúrbios, aposentadoria, preguiça, doença. Mais direito de agredir sem razão não, peça desculpas pela pergunta idiota, aqui é terra de machos.

  2. Sou defensor do sistema parlamentarista,houve um tipo de sistema politico-partidario-eleitoral parlamentar a nível municípal na constituição do estado do RN iniciando-se no ano de 1892 durando até o ano de 1927,com as denominadas intendencias municipais os 7 membros eram eleitos e empossados para um mandato de 3 anos,neste sistema parlamentar o mais votado nas urnas se tornava o presidente da intendencia,e o segundo colocado nas urnas era eleito o vice presidente e outros cinco membros eleitos da intendencia municipal eram os secretários,naquele período não havia nenhuma remuneração.

  3. Resumindo, Essas casas só serviria pra reforma agrária, pence no lugar que não tem produção a favor da população.

  4. Esses vereadores deveriam fazer era o prefeito cumprir as leis que eles aprovam..exemplo a data base dos demais servidores está em $ 725 reais desde 2014 e ninguém faz nada..inclusive a dos servidores que estão nas ruas pedindo pra marmanjo adulto usarem mascara..isso é um absurdo !!

  5. E desde quando Garis sao coitadinhos?? Sao trabalhadores honrados como qualquer outra profissao, parem de vitimizar os garis, como os demais trabalhadores eles tem salario, carteira assinada e todos os direitos que a lei lhes permite.

  6. Se hoje o salário de uma gari é de R$ 3.000,00 bruto e fizeram um projeto de Lei para fazer caixinha imagine para os demais servidores do Estado e da Prefeitura que ganham um salário mínimo, isso é um projeto de Lei vergonhoso e muito cara de pau desse Fernando Lucena que é também empregado da Urbana

  7. Deveria começar a doação por parte dos parasitas da Câmara municipal de Natal, deveriam tirar 1/3 dos salários de dezembro e doar pra os nobres trabalhadores da coleta de lixo.

    1. Se nao fosse por causa do sindicato, das lutas e do Lucena, os garis nao ganhariam 3mil hoje.
      Por vc e por seu governo, o pobre e humilde ganhariam no máximo um salario mínimo.
      Percebeu o quanto vc é idiota?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Bloco dos Garis e Baiacu na Vara encerraram o Carnaval em Natal nesta quarta-feira de cinzas

Foto: Alex Régis

O carnaval de Natal chegou ao fim nesta quarta-feira (26) de cinzas. A folia foi encerrada no polo da Redinha. Como de costume, os primeiros acordes foram entoados pela turma da limpeza pública de Natal. Depois de seis dias de trabalho, mantendo a cidade limpa, foi a vez dos funcionários da Urbana brincarem o carnaval no Bloco dos Garis. Depois foi a vez do Baiacu na Vara despontar na avenida, finalizando o reinado de Momo.

São 20 anos de trajetória do Bloco dos Garis no Carnaval de Natal. A turma não economizou na criatividade no quesito fantasia, bem como mostrou muito fôlego e disposição para sair pelas ruas da Redinha. A festa foi bonita. O presidente da Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana), Jhonny Costa, acompanhou a movimentação e disse que a realização do bloco premia o trabalho e a dedicação dos servidores da limpeza pública de Natal: “Todos têm direito a brincar o carnaval. Nada mais justo com os homens e mulheres da Urbana que trabalharam com afinco ao longo de toda a festa curtirem esse momento de alegria”, destacou.

A praça do Cruzeiro foi o ponto de encontro dos blocos. O bloco dos Garis saiu de cena para dar lugar ao Baiacu na Vara, que este ano completou 30 anos de carnaval. O espaço ficou pequeno para a numerosa presença de público. O natalense aproveitou cada minuto do último de festa. Parecia que não queria se despedir do carnaval. A Orquestra Frevo do Chico foi quem puxou os foliões.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

ABSURDO: Garis são assaltados enquanto limpavam rua na Zona Norte de Natal; e ainda teve disparo que falhou

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN destaca que um grupo de 13 funcionários da Urbana, sendo 12 garis e o coordenador da equipe, foi assaltado enquanto fazia a limpeza de uma rua na Zona Norte de Natal nesta quarta-feira (6), por volta das 11h.

Segundo a reportagem, as vítimas faziam a limpeza da Avenida das Seringueiras, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, quando dois homens se aproximaram em uma motocicleta, anunciaram assalto e recolheram celulares, relógios e outros pertences do grupo.

Ainda segundo a reportagem, não bastasse, um dos marginais apontou a arma na direção dos funcionários da Urbana e puxou o gatilho. Entretanto a arma não disparou e os assaltantes foram embora.

Opinião dos leitores

  1. Para se evitar tantos e tantos assaltos, basta fiscalizarem todos as motos com dois passageiros ou duas ou mais motos juntas, pois ninguém vê ou sabe de algum roubo, assalto, assassinato ou algo afins, que tenha sido efetuado em cima de UM CAMELO, BARCO, AVIÃO, ELEFANTE, DINOSSAURO, ou algo igual, portanto estar havendo ou OMISSAO, ou falta de vontade de combates os criminosos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Previsão confirmada: 258 garis foram demitidos em massa

Conforme antecipamos na semana passada, as empresas terceirizadas que cuidam da limpeza pública de Natal fizeram demissão em massa. A Marquise colocou para fora 108 pessoas; a Líder deixou 150 de sobreaviso.

Motivo: há sete meses que elas não recebem um tostão da Urbana.

Os garis em questão são os responsáveis pela limpeza das praias e podas de árvores, serviços sem fonte orçamentária fixa para Urbana, que não consegue dar de conta de tudo apenas com a taxa de limpeza pública.

Caso não se chegue a um acordo, o sindicato da categoria deverá votar por uma greve.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *