Professores do Estado que participaram do Projeto “Juntos no Enem”, iniciado no fim de outubro, ainda não receberam

Foto: Reprodução

Professores do Estado que participaram do Projeto “Juntos no Enem”, ainda não receberam suas remunerações em folha suplementar pelas suas aulas ministradas, que são exibidas via Youtube, e ainda em TV aberta. As aulas em vídeo começaram no final de outubro de 2020, sob a promessa do pagamento aos professores até 31 de dezembro.

Ao Blog, a informação é que a categoria anda insatisfeita pela falta de um posicionamento oficial da Secretaria de Educação do Estado, diante de um projeto que tem boa aceitação dos estudantes potiguares, e que continua em exibição nesta semana, e na próxima, durante o período de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio(Enem).

A categoria ainda destaca que há o interesse do Estado na continuidade do projeto visando o próximo Enem. Contudo, a falta de esclarecimento na data de pagamento para esse tipo de remuneração suplementar gera insegurança dos professores.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. C. Novos disse:

    É assim mesmo o desgoverno do PT.
    Mais a propaganda cara Fake, está vinculada nas rádios e televisão.
    BG!!
    COMEÇARAM UM TAPA BURACOS SONRIZAL DE FLORANIA A SÃO VICENTE
    CURRAIS NOVOS E ABANDONARAM, uma vergonha de estrada, estreita sem acostamentos, o que tem é pau de jurema grosso quase em cima da estrada, não recebe um rosso a anos, pois esse é um trecho da BR 226 sob o comando do Estado do Rio Grande do Norte.
    Foi uma invensão do então governador Zé Agripino, na época pra conseguir construir esse trecho de estrada, isso foi na decada de 80.
    Hoje é quase impossível transitar, só falta arrancar os bofes de tanto supapos e saculejos.
    Muito cuidado, não perca a direção, porque se perder, um pé de jurema te espera, não exister área de escape, e um corredor fechado.
    Então!!
    É uma vergonha discarada, a propaganda cara de pau, do governo do PT.
    Fora Fátima.

    • Almir disse:

      Esse engodo é em todas as áreas do governo.
      Não tem uma RN que preste.
      Diz a propaganda que o Estado está com o pagamento do pessoal em dia.
      Como se tem gente que não recebeu décimo do ano de 2018??
      Mais uma mentira.
      O governo é fraco, pífio, sem rumo, sem planejamento.
      Cadê os 11.000 defuntos?
      Cadê os respiradores?
      Isso a propaganda não fala.

Bolsonaro atende recomendação do Ministério da Economia e veta projeto que suspendia pagamento de dívidas de clubes durante pandemia

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro vetou trechos de um projeto de lei que permitia a suspensão do pagamento de dívidas de clubes de futebol durante a pandemia de Covid-19. Bolsonaro sancionou outras partes da proposta, que criam novas regras durante a pandemia, permitindo contratos de trabalho mais curtos e alteração no regulamento de competições interrompidas.

Os trechos vetados por Bolsonaro, no entanto, eram o ponto central do texto, aprovado pela Câmara e pelo Senado. Os artigos beneficiavam os times que aderiram ao Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut).

O veto atendeu a uma recomendação do Ministério da Economia, que alegou que, “apesar de meritória a intenção do legislador ao conceder o benefício fiscal”, o projeto não apresentou uma estimativa do impacto orçamentário da medida.

O presidente ainda vetou um trecho que determinava que as entidades desportivas só poderiam ser punidas por irregularidades na prestação de contas após o após o trânsito em julgado do processo (ou seja, quando não houve mais possibilidade de recursos).

Para o Ministério da Justiça, esse trecho impediram o afastamento de dirigentes suspeito de má gestão, “o que vai de encontro ao fortalecimento das práticas de transparência e combate à corrupção que vêm sendo implementadas no setor”.

Os vetos precisam ser analisados pelo Congresso, que pode derrubá-los ou mantê-los. Não há previsão de quando essa análise irá ocorrer.

Contrato de 30 dias

Entre os pontos sancionados por Bolsonaro, que agora viram lei, está a permissão para contratos de 30 dias, também durante o período da pandemia. Fora desse prazo, a duração mínima do contrato é de três meses.

Outro ponto sancionado é a permissão de mudança no regulamento de uma competição em caso de interrupção causada por “surtos, epidemias e pandemias”. A alteração, contudo, precisa ser aprovada pela maioria das agremiações que façam parte doe evento.

Além disso, as entidades desportivas ganharam mais sete meses para publicarem suas demonstrações financeiras, referentes ao ano anterior.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Calígula disse:

    Tá certíssimo, clubes fazem contratações milionárias e não querem pagar impostos.

Bolsonaro avança com projeto para que Brasil tenha presídios privados, presos trabalhando e pagando custos, revela reportagem

Foto: Ilustrativa/depositphotos

O governo federal tem um projeto para privatizar presídios e fazer os presos trabalharem e usarem parte do salário para pagar seus custos. Noticiado pelo Conexão Política em julho de 2020, a pauta esteve em alta na agenda do Palácio do Planalto e já está nos processos finais para ser a nova aposta do presidente Jair Bolsonaro.

Conforme apurou o Conexão Política com interlocutores do governo, a medida visa alcançar soluções significativas para resolver o grande problema que é a situação carcerária no país. A ideia é que os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul sejam utilizados como projeto piloto para as ações.

Além disso, a reportagem revela que o governo quer utilizar a região Nordeste como plano estratégico, estendendo a proposta para capitais com altos índices de violência.

As visitas do chefe do Executivo ao Nordeste não têm sido apenas uma agenda visando uma futura reeleição, mas também uma investida para consolidar aliados que estejam dispostos a acenar positivamente para a ‘atitude dos sonhos’ de Bolsonaro.

Ceará e Pernambuco estão na mira do governo federal.

No primeiro semestre de 2020, o Ceará apresentou um forte aumento da violência, em comparação com o mesmo período de 2019. O número de assassinatos cresceu em 102,3%, passando de 1.106 assassinatos de janeiro a junho de 2019 para 2.245 em 2020, de acordo com dados oficiais da Secretaria da Segurança Pública.

O cenário em Pernambuco foi bastante semelhante. De janeiro a junho de 2020, 1.962 pessoas foram assassinadas no estado. O número representa aumento de 11,8% com relação ao mesmo período de 2019, que foi de 1.755 vítimas. Os dados são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, através de documento anual que traz números fornecidos pelas secretarias de segurança pública estaduais, pelas polícias civis, militares e federal.

Caso o projeto realmente avance, a iniciativa privada poderá atuar por 35-40 anos.

Com informações do Conexão Política

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José vianes de Araújo disse:

    Deveria ser o seguinte: são todos cidadãos; roubar, matar, traficar etc, etc será punido com prisão perpétua.

  2. Chicó disse:

    Falou em trabalho os esquerdopatas piram !!! Por quê será ???

  3. Jonas disse:

    Valeu!!! coloquem isso em prática o mais rapidamente possível. Todo dia coloca uns 30 em um ônibus com escolta e coloca para limpar os canteiros. Os mais perigosos envia para trabalhar em minas ou fazendo açudes, todos com correntes nos pés.

  4. João Soares disse:

    Agora vai, botar pra fuder nesses criminosos. Essa cadeia tinha que ser parecida com a do Japão. O cidadão tem todos os direitos pra tudo, até não ser preso e condenado, depois disso esquece direitos. Tem que trabalhar e cumprir a pena por inteiro. Nem direito a falar com o companheiro de cela tem, precisa pedir autorização, do contrario a pena aumenta. Não trabalhou, a pena aumenta. Brigou, a pena aumenta. Traficou, a pena aumenta…….ou se ajeita por bem ou por mal.

  5. André disse:

    meu Deus, ô povo burro , idiota ,são do contra só por ser , independentemente do que o presidente faça, vcs não terem votado nele é uma coisa , agora mesmo o cara tentando fazer uma coisas certa e vcs mesmo assim ficam contra , aí é ser radical demais pra não dizer "burro "
    ps, tb não votei nele , mas torço pelo meu país independente de quem esteja no governo.

  6. Cesar Bomone disse:

    Os comentários dos ESQUERDOPATAS são ridículos. Não há nada de absurdo no trabalho dos presos, isso JÁ EXISTE nos presídios, servindo inclusive para redução da pena.
    A idéia é maravilhosa, os presos que optarem por trabalhar poderão, além da redução da pena, usufruírem de um presídio muito melhor do que as penitenciárias lamentáveis em que estão presos atualmente.
    PARABÉNS PRESIDENTE pela excelente idéia.

  7. Lair Solano Vale disse:

    FINALMENTE, LEVEM TODOS PARA AMAZÔNIA.

  8. Pedro Henrique disse:

    agora é q pobre não sai da cadeia mais nunca! furtou? Vai trabalhar 100 pra enriquecer mais ainda os ricos kkkk

    Não pagou pensão alimentícia porque ta desempregado? Trabalha aí 1 ano e meio nesse empreendimento, jovem. kkkkk

  9. Manoel disse:

    Engraçado, SP já tem presídio privado e o custo é 2x o estatal.
    O genocida é realmente um "jenio".
    O gado burro vibra de ignorância

    • Delano disse:

      Calma vagabundo, vc só vai trabalhar pra comer e pagar aos agentes penitenciários. Se não quiser, não faça como seus comparsas e evite roubar

  10. Gonoud disse:

    Menino, quanta inteligência! Por que será que ngn fez isso antes???

    Ah, é inconstitucional. Bozo vai so jogar pra sua galera do cercadinho …. não é possível obrigar preso a trabalhar!

    • Neto disse:

      Art. 36. O trabalho externo será admissível para os presos em regime fechado somente em serviço ou obras públicas realizadas por órgãos da Administração Direta ou Indireta, ou entidades privadas, desde que tomadas as cautelas contra a fuga e em favor da disciplina. (Lei de Execuções Penais) parece que o burro não está em Brasilia.

  11. Inácio Adams disse:

    Bozo show!!!!
    Tenho certeza que o governador Camilo no Ceará, vai topar a parada.
    Quando o assunto é o Estado do Ceará, eles os representantes do povo cearense se juntam.
    Governo e oposição marcham juntos nessa questão.
    Vcs vão vê.
    O Camilo é duzentas mil vezes, menos radical que a paraibana Fátima do PT.

  12. Bozó disse:

    Alguém avisa no ouvido dele que trabalho forçado é inconstitucional!

    Esse corno não dá uma bola dentro….

    • Júlio disse:

      Procura ler as leis antes de escrever bobagem.
      Lei de Execução Penal. Vai no artigo 36.

  13. nasto disse:

    Uma boa proposta para o começo de mudanças. Coloca esse monte Vagabundo ladrão, assassinos , traficantes entre outros para trabalhar. Já é alguma coisa para ver se melhora.

  14. ZéGado disse:

    Ele (o bozo) vai sofrer muito para pagar os custos de sua estadia, pois nunca trabalhou na vida. Foi um péssimo militar (segundo os próprios colegas) e passou 28 anos como deputado, ou seja… Vai sofrer bastante.

  15. Um brasileiro disse:

    Excelente notícia.

  16. Guilherme disse:

    Finalmente uma ideia boa!

Deputados estaduais rejeitam veto parcial do governo ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2021

Fotos: João Gilberto

O Plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte seguiu a mesma posição das comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e de Finanças e Fiscalização (CFF) e rejeitou o veto parcial do Governo do Estado às emendas aprovadas em Plenário no dia 20 de outubro. A leitura dos vetos foi durante a sessão extraordinária desta quarta-feira (23). Dos 12 projetos analisados, apenas três vetos foram mantidos pelos parlamentares.

Os deputados derrubaram o veto ao Projeto de Lei 123/2020, da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que serve de base para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2021, aprovada com modificações pelas emendas encartadas pelo Parlamento Estadual. Na decisão para vetar, a governadora Fátima Bezerra (PT) registrou, entre as razões, a ampliação da definição de emenda parlamentar em individuais e coletivas e a definição da programação financeira.

De acordo com o veto pretendido pelo Governo, as disposições, entretanto, esbarravam nos comandos insertos nos artigos 47 a 50 da Lei Federal 4.320 e no artigo 8º da Lei Complementar Federal 101, de 4 de maio de 2000 – Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que reservam ao Poder Executivo a competência, bem como fazer cumprir as metas fiscais.

A Governadora alegava ainda que a Lei Complementar Federal 101 impõe aos Poderes e ao Ministério Público a verificação bimestral do cumprimento das metas de resultado primário ou nominal estabelecidas no Anexo de Metas Fiscais, ensejando diversos atos de limitação de empenho e movimentação financeira para cumprimento do estabelecido na LDO.

Projetos – Os deputados derrubaram os vetos governamentais aos seguintes projetos:

De iniciativa do Executivo que trata das diretrizes para elaboração e execução da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2021. O veto foi rejeitado à maioria. Também foi rejeitado veto ao projeto que dispõe sobre a estruturação da carreira dos policiais penais e o Estatuto da Carreira de Agentes Penitenciários. Na discussão desse último veto, os deputados Tomba Farias (PSDB) e Getúlio Rêgo (DEM) defenderam o projeto, por ser relativo ao cartão alimentação dos servidores.

Os deputados rejeitaram veto do Executivo ao projeto de iniciativa do Coronel Azevedo (PSC) que dispõe sobre a transparência nos contratos emergenciais firmados pela administração pública em razão de calamidade decorrente da pandemia da Covid-19; Outro veto governamental derrubado foi o do projeto do deputado Allyson Bezerra (SDD), que dispõe sobre o atendimento a pessoas com deficiência auditiva através de tradutor de intérprete em Língua Brasileira de Sinais (Libras) nos equipamentos de saúde públicos do RN;

Da deputada Cristiane Dantas (SDD) projeto que autoriza o Executivo a instituir o projeto “Casa Abrigo” com atendimento regional em Natal. Durante a discussão, a deputada lembrou a importância do projeto: “Temos infelizmente dados absurdos de violência contra as mulheres e é importante a implementação da casa abrigo para evitarmos mais vítimas”, afirmou a deputada. Derrubado ainda veto ao projeto do deputado Kleber Rodrigues (PL) que garante aos cidadãos portadores de deficiência física, motora ou com mobilidade reduzida o direito de embarcar e desembarcar em outros pontos do trajeto.

Também foram rejeitados os vetos ao projeto que revoga o parágrafo 8º do art. 10 da Lei nº 6.967, de 30 de dezembro de 1996, que dispõe sobre o Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e dá outras providências, de autoria do deputado Nelter Queiroz (MDB) e aos vetos a dois projetos do deputado Sandro Pimentel (PSOL). Um que dispõe sobre o controle populacional de cães e gatos e outro que institui o Programa de Segurança e Saúde no Trabalho dos agentes de segurança pública do RN.

“É de extrema urgência que o RN tenha um programa de saúde destinado aos agentes de Segurança Pública, isso inclui militares e civis. Justifica-se pelo alto índice de adoecimento por estresse entre esses profissionais. Hoje não existe programa específico que possa tratar da prevenção ou do tratamento após diagnóstico da doença”, destacou Sandro.

Mantidos – Três vetos governamentais foram mantidos em votação na sessão híbrida desta quarta-feira (23). Sendo um ao projeto de autoria do deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL), que dispõe sobre políticas de ações afirmativas destinadas a candidatos autodeclarados negros e indígenas em vagas de trabalho ofertadas em empresas privadas que recebem incentivos fiscais do Estado e outros dois a projetos de autoria do próprio Governo do Estado.

O segundo dispõe sobre o Fundo Estadual de Saúde (FES/RN) e o terceiro, regulamenta o artigo 105 do ato das disposições constitucionais transitórias da Constituição Federal, incluído pela emenda constitucional federal n° 94, de 15 de dezembro n° 99. de 16 de dezembro de 2017, e dá outras providências.

ALRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tonho disse:

    Açoita.

Deputada Natália Bonavides apresenta projeto contra a isenção de impostos para compra de armamentos

Foto: Maryanna Oliveira / Câmara dos Deputados

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) apresentou Projeto de Decreto Legislativo (PDL 537/2020) contra a Resolução da Câmara de Comércio Exterior que isenta de impostos a operação de importação de revólveres e pistolas. A resolução do Governo Federal foi, inclusive, comemorada pelo presidente Jair Bolsonaro em suas redes.

Para a parlamentar, essa resolução precisa ser anulada rapidamente, pois viola a Lei do Estatuto do Desarmamento ao promover uma facilitação da compra de armas de fogo pela redução do preço do produto. “Enquanto estamos preocupados com o crescimento, mais uma vez, das infecções por Covid-19 e em como comprar a vacina, o presidente reduz impostos sobre armas sem sequer avaliar que, apesar da pandemia, houve um aumento no número de mortes violentas. Ele contraria o interesse público e viola o Estatuto do Desarmamento. Essa resolução precisa ser anulada para preservar vidas”, pontuou Natália.

Desde o início do governo, Bolsonaro tem priorizado políticas que viabilizem benefícios para o armamento da população civil. Exemplo disso foi o decreto que permitiu a importação de armas, até então proibidas, publicado em fevereiro de 2019.

Segundo dados do Monitor da Violência do G1, o Brasil teve uma alta de 4% nos assassinatos durante os primeiros nove meses deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo Bonavides: “A ação do Governo Federal caminha para aumentar ainda mais esse número, afinal, armas não têm outra função que não a de tirar vidas”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    A Sra deve apresentar projetos pedindo a isenção da foice e do machado.
    Aí os jagunços das paciatas e protesto, vão pagar mais barato por sua ferramentas de trabalho.
    Kkkkkkkkk
    Pelo amor dos meus filhinhos, o que é que vou dizer lá em casa.
    Pense numa Representante!!
    É imoral!!!
    Coitado do RN.

  2. Mendes disse:

    Minha DEPUTADA NATÁLIA vc me orgulha. 👏👏👏sempre muito feliz nas colocações. Vai longe 👏👍👍

  3. Bolsovirus disse:

    O Bolsonaro taxa zero para importação de armas e 60% para instrumentos. Está claro que não é um governo para artistas. A bolsoninhada e a milícia adoram esse governo. E o 04 tendo "festa" bancada por uma empresa que trabalha para o governo do seu pai. E se fosse o filho do Lula? Por que Michelle recebeu 89 mil do Queiroz?

  4. Luiz Antônio disse:

    As milícias devem detestar essa deputada

  5. Gustavo disse:

    Claro… só quem pode andar armado é o MST dela.

  6. CIÇO disse:

    Quem é Natalia Benevides no jogo do bicho ?????????

  7. Beneto disse:

    Essa galera dos patrulhas só sabem empatar a vidas dos outros, mas pra eles querem tudo, é o resto que só fd

  8. Rafael disse:

    Quem vê pensa que é algo altruísta. Armas é algo feio ne, não deveria existir. Mas existem, e hoje só quem quer usa-las para o crime, podem ter acesso. No caso, você aumenta os impostos e o pobre, classe C, D e E que gostaria de ter um meio de defesa, e que normalmente mora em bairros em que a policia normalmente não chega, quando chega, não terá acesso. Comprara no máximo um bastão de baseball. Parabéns deputada, de altruístas assim o inferno esta cheio.

  9. Luciano Brito disse:

    Essa deputada só serve pra defender invasão de terra, pó isso que ela tem medo dos proprietários te armas de fogo em suas propriedades, valeu presidente, vamos derrubar a lei do desarmamento em breve.

  10. joao disse:

    Deputada do atraso com medidas como essa (mais impostos nao mudam o desejo de toda a sociedade).. Ela so representa os votos que ela teve no passado e a luta dela é meramente ideologica. Pouco se sabe algo de produtivo que se faça para a coletividade do povo do RN. Simbolo de um partido corrupto (PT que vem sumindo do mapa)!! Incentivadora de invasao de propriedade privada. Amiga de ditadura genocida e corrupta (Venezuela). Nao precisa falar mais nada.

  11. Neto disse:

    Em 13/07 ele zerou o imposto de importação se 34 medicamentos e insumos deistinados so combate a COVID. Se alguém tiver uma linha de agradecimento dela poste aqui no blog por gentileza.

    • Neco disse:

      Ai quando se zera a tarifação externa sob armas, a midia faz alarde.

  12. Manoel disse:

    Parabéns Deputada.
    Vamos baixar imposto de comida, itens básicos, tecnológicos….
    #ArmasNao

    • Manoel disse:

      Xará, eu acho que o MINTOmaníaco eh o melhor presidente do Brasil talkei! Ele já abaixou os impostos de importação de vídeo game e agora de armas! Ele se preocupa demais com os pobres, só vc não consegue ver? Muuu

    • Neco disse:

      Armas, games, medicamentos, alimentos, insumos…
      Dá um pulo página da Camex (no item 'Resoluções').

  13. Rômulo© disse:

    Parabéns, minha deputada! Sempre me orgulho de ter lhe dado meu voto!

  14. VTNCD disse:

    E 💩 é a mesma coisa !

  15. Minha opinião disse:

    ESSA DEPUTADA É NO MÍNIMO RIDÍCULA!

  16. Priziaka disse:

    Essa deputada só serve pra ser do contra e apoiar invasor de terra? Pobre RN com uma representante dessas…

Professora da UFRN tem reconhecimento internacional em projeto voluntário

Foto: Reprodução

Um projeto voluntário, idealizado e coordenado pela professora do Departamento de Psicologia da UFRN, Katie Moraes de Almondes, recebeu reconhecimento internacional concedido pelo Projeto Erasmus, o Cap sur l’école inclusive en Europe, e pelo 6th Congresso of Neuroscience and Learning. O trabalho, destinado a atender profissionais de saúde de todo o Brasil com alterações de sono, por meio de uma plataforma virtual, foi reconhecido como uma boa prática para o bem da humanidade.

Intitulado Psicólogas do Sono contra Covid-19, o projeto reúne 10 profissionais certificados pela Sociedade Brasileira do Sono e pela Sociedade Brasileira de Psicologia espalhados pelo Brasil para atender à demanda relativa às queixas de alteração de sono dos trabalhadores da saúde no país.

Segundo a professora Katie Almondes “Quando foi decretada a pandemia, ainda no mês de março, tive a ideia de convidar colegas especialistas que estão em vários estados do Brasil para oferecermos atendimentos inicialmente aos profissionais da linha de frente. No decorrer do projeto, ampliamos também para outros profissionais da saúde que não estavam diretamente ligados ao atendimento da Covid-19”, explicou.

Sobre o reconhecimento do projeto em nível internacional, a professora vê como possibilidade de ampliar cada vez mais o incentivo para a associação entre o ensino, a pesquisa e a extensão para a inserção social. “Vejo como um incentivo para que se possa produzir conhecimento de ponta com qualidade acadêmica, conhecimento técnico-científico, que venha a alcançar a sociedade com mais frequência”.

Com UFRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Minion de Peixeira disse:

    Não é certo tirar os méritos da Professora. Fez a parte dela dedicadamente e merece todas as loas. Mas o retorno para sociedade diante do que se gasta no ensino superior é risível.
    Quando existe uma boa produção cientifica, as cidades que sediam os centros de excelência se enchem de empresas com quem as universidades estabelecem uma simbiose, uma troca que se traduz em produtos e serviços altamente demandáveis. Aí vc vê um monte de curso destinado a só formar burocrata ou para o ensino (para formar novos professores.. que vão formar novos professores… que vão formar novos professores e o produto final demandável nunca aparece).

  2. Juliana disse:

    Grande professora, pessoa qualificada! Mais um orgulho da UFRN! A ciência do Brasil ainda vive!!!

  3. PAULO disse:

    As universidades públicas têm demonstrado o seu valo durante a pandemia, estão de parabéns por servirem à sociedade.

    • Paulo disse:

      Negativo.
      Têm deixado muito a desejar.
      Não sei de pesquisa alguma relevante para combate à covid.
      No mínimo, saber quanto tempo o coronavirus sobrevive no Brasil em cada tipo de superfície.
      Coletar amostras em ônibus, supermercados.
      Saber onde e como as pessoas pegam coronavirus no Brasil.
      Em casa?
      No elevador?
      Repito: nenhuma pesquisa realmente relevante no combate ao coronavirus.
      Bilhões são gastos todos os meses em universidades públicas.
      Nos Estados Unidos, pesquisador só recebe se fizer pesquisa.
      No Brasil , o salário cai todo mês.

    • Carlos disse:

      Paulo (com minúsculas),
      Seu comentário é semelhante a muitos que circulam por aí: misturam completa FALTA DE INFORMAÇÃO com tentativa de MANIPULAR FATOS.
      "Não sei de pesquisa alguma relevante para combate à covid." >> DESINFORMAÇÃO total, você NÃO SABE realmente. Todos os dias são divulgados os resultados de pesquisas muito relevantes desenvolvidas no país. Só para exemplificar: o sequenciamento do vírus circulando aqui (em poucos dias), o estudo de base populacional (feito em 133 cidades) e os testes com VACINAS – sim, os testes realizados aqui no Brasil têm uma gestão local, todos pesquisadores/docentes de instituições públicas. Quando você tomar a vacina (se o fizer), pode orgulhar-se do trabalho dos pesquisadores nacionais que colaboraram no seu desenvolvimento.
      Como você desconhece, vai uma informação: mais de 90% da pesquisa nacional de impacto é feita nas instituições públicas e a produção CRESCEU muito no período da pandemia. Isto está na mídia, qualquer olhada rápida nos sites de jornais e revistas te fará passar menos VERGONHA. Eu imagino que este tipo de informação não chega via grupos de WhatApp onde a maioria de informa. Vai no Google e digita "pesquisas relevantes Covid Brasil".
      Quanto aos salários, todos os docentes seguem trabalhando e com mais atividades, porque tivemos que adaptar todo o ensino presencial à modalidade remota. Acredite: as atividade de ENSINO (aulas) seguem acontecendo, assim como as ORIENTAÇÕES de graduação e pós-graduação, as PESQUISAS e especialmente a EXTENSÃO, com projetos que têm levado muita assistência à população nas mais diversas áreas. Muita coisa sai na mídia, como esta notícia aqui no Blog do BG, é só não ter preguiça de ler ou assistir – e não acreditar em tudo que está naqueles memes dos caras do WhatsApp. Você demonstra ser alfabetizado, basta disposição para avaliar antes de julgar.
      Por último, é um exercício para todos nós: há uma diferença enorme entre EU NÃO SEI e NÃO EXISTE, ok?!

  4. Calígula disse:

    2 anos sem balbúrdia. Os resultados chegando.

  5. Greg disse:

    Com certeza não é Bolsominion, com esse gabarito não pensa pequeno…parabéns!

  6. Manoel disse:

    Só balbúrdia essa UFRN. Impressionante!

Deputado apresenta projeto para que se torne obrigatória a descrição biográfica das pessoas que deram nomes as rodovias estaduais no RN

Foto: ALRN

O deputado Gustavo Carvalho (PSDB) apresentou Projeto de Lei na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte para que se torne obrigatória a disponibilização, no site do Governo do Estado, de uma breve descrição biográfica das pessoas que deram nomes as rodovias estaduais.

De acordo com o Projeto, na breve descrição biográfica deve constar a trajetória de vida da pessoa homenageada com dados precisos, incluindo nomes, locais e datas dos principais acontecimentos.

“Muitas das rodovias estaduais carregam os valorosos nomes dos personagens que desempenharam esforços para constituir o que é hoje o Estado do Rio Grande do Norte, mas grande parte da população desconhece seus feitos, sobretudo as novas gerações”, comentou o parlamentar propositor do PL.

Ele justificou que o projeto de lei tem como medida valorizar a cultura estadual, construindo uma identidade regional. “Importantes cidades brasileiras como São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro adotaram ações semelhantes”, disse.

ALRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Calígula Lobo disse:

    Coloque o nome do trecho que liga Caicó a Jardim de piranhas de Fátima buraqueira.

  2. Roberto disse:

    Vamos discutir coisas que realmente o povo tenha algum benefício. Ex. Vamos cobrar os 5 milhões da gloriosa. E em vez de discutir nome de rodovias, faça projetos para melhora as mesmas.

  3. Gerson Leandro Chianca disse:

    Não tem o que fazer ou melhor não tem ou não sabe, deviam era fazer um projeto de criação de um hospital de trauma em natal, para desafogar o Walfrido gurgel, ganha só com a cara, por é que o nosso estado não sai desse buraco.

  4. John Porrada disse:

    VIAJE DE SERRINHA PARA BOA SAÚDE E SABE LOGO O NOME DA PESSOA.
    "DONA MARIA DO BURACO FUNDO…"

    • Roberto disse:

      John amigo se vc viajasse de Lajes a Pedra Preta. Kkkk vc ia ver o que era bom pra tosse. Kkkk.

  5. Luiz Antônio disse:

    Rodovia não era pra ter nome de ninguém, basta a sua referência: BR seguido de um número sequencial para as federais, e as estaduais com a sigla do estado e o número sequencial. Por exemplo, RN-269; PB-021; RS-037.
    Chega de homenagens desnecessárias.

    • Lourdes Siqueira disse:

      Concordo plenamente Sr. Luiz. O projeto de Gugu seria porreta se fosse proibir nome de político em qualquer estrutura pública. A não ser as celas dos presídios terem o nome de cada um na grade. Aí sim, seria uma homenagem adequada.

  6. Calígula disse:

    Se preocupe primeiro em recuperar as rodovias estaduais, que estão cheias de buracos.

  7. Eu disse:

    Quem assumir cargo político não devia ter o nome em rua. Governador, deputado, senador, presidente, vereador, prefeito

Fátima veta projeto aprovado na AL que obrigava governo a informar sobre obras paralisadas

O Agora RN noticia que a governadora Fátima Bezerra, vetou, nessa quinta-feira (3), o projeto de lei que institui a obrigatoriedade de divulgação das informações sobre obras públicas no âmbito estadual que estejam paralisadas. A matéria foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte no dia 29 de setembro.

De acordo com deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB), autor do projeto, o intuito é que ações do Estado do RN fossem mais transparentes, determinando que os cidadãos saibam quais obras executadas pelo poder público estadual estão paralisadas e o motivo. Porém, segundo o veto da governadora, o projeto de lei cria obrigações de cunho administrativo para órgãos da Administração Pública Estadual, estabelecendo quais informações devem constar nas placas de obras públicas. “Isso equivale à prática de ato de administração, de sorte a malferir, repita-se, o princípio da separação dos poderes”, diz Fátima Bezerra.

Também de acordo com texto sobre o veto, deliberar sobre informações que devem estar nas placas de obras públicas é decisão que compete exclusivamente ao Poder Executivo. “Determinar o seu conteúdo é se imiscuir em matéria afeta ao caráter administrativo, o que extrapola a função legislativa”, afirmou a governadora.

Com Agora RN

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Macena disse:

    Perfeito. Derrubem o veto. Toda obra pública, o dinheiro vem dos impostos pagos. Ou seja é nosso. Pobre RN. João Macena.

  2. Zé de Joca disse:

    Cadê a transparência que a esquerda petista prega?

  3. Thiago disse:

    ?fecha

  4. Francisco Martins disse:

    Ela ia bem deixar de dar essa cortada kk

  5. Jackes disse:

    Derruba o veto e pronto, isto é, se o legislativo for independente, o que esperamos que seja!

  6. Edison Cunha disse:

    Atenção parlamentares estaduais!
    Derrubem o veto, simples assim.

Projeto permite retomar o nome e o estado civil de solteiro em caso de divórcio ou viuvez

Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O Projeto de Lei 5083/20 concede ao cônjuge divorciado ou viúvo que comprovar essa condição o direto de retomar, a qualquer tempo, o uso do nome de solteiro, sem qualquer referência a vínculos conjugais anteriores. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

O projeto, que altera o Código Civil e a Lei de Registros Públicos, também determina que qualquer um dos companheiros em união estável poderá requerer o acréscimo do sobrenome do outro ao seu, desde que haja concordância, averbando-se a alteração no registro de nascimento. Nesse caso, se houver dissolução da união estável, também será possível requerer a retomada do nome de solteiro sem qualquer referência a vínculos conjugais anteriores.

“O objetivo é proteger a intimidade daqueles que podem ser vítimas de algum preconceito tão somente pelo fato de terem se divorciado ou se tornado viúvos”, pontua o autor do projeto, deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM).

“Estamos propondo expressamente que, após ser efetivada a averbação do divórcio ou do óbito de um dos cônjuges no registro de casamento, as certidões de registro indiquem, a pedido de cônjuge divorciado ou viúvo, o respectivo estado civil de solteiro, sem mencionar vínculos conjugais anteriores”, conclui o autor.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Iracema disse:

    Todo divorciado pode retomar o nome de solteiro, isso já é realidade há tempos, mesmo com uma baita burocracia. Esse deputado deve ser frustrado por algum relacionamento…

  2. Junin disse:

    Coisas de quem não tem o que fazer….e pagamos caro por essas leseiras!!°

  3. Maria Bernardes disse:

    Ômi, pq não vais chupar um cipó ?????
    Se na tem nada melhor pra fazer…!
    Se quer ter o nome de solteiro não case !!! Agora, se esse PL vingar…. Tem q constar pelo menos um EX viúvo EX casado …… Aí vá lá ….. 🤣🤣🤣🤣🤣

  4. Chicó disse:

    Os falsos-moralistas da igreja piram. Podem viver na mentira e no faz de contas mas assumir um divórcio não pode. Pode até fazer igual a pastora e fazer suruba com os "filhos" e de quebra matar o marido, só pra não se divorciar pq se divorciar vai pro inferno.

  5. Rocha disse:

    A décadas que isso acontece, e este deputado acha que descobriu a roda???
    É o que dá político sem experiência!!!
    Falta do que produzir e pensar.

  6. Edison Cunha disse:

    Agora vai…

  7. Lucia Helena de Souza disse:

    Que Pais é esse???? Com tantos problemas olhem o tipo de projeto. . Misericórdia

Projeto cria Caixinha de Natal voluntária para garis da capital potiguar

O plenário da Câmara Municipal de Natal aprovou na sessão ordinária dessa terça-feira (24) um projeto de lei de autoria do vereador Fernando Lucena (PT) que dispõe sobre a Caixinha de Natal voluntária para os profissionais da limpeza urbana (garis) da capital potiguar. Acatada em regime de urgência, a iniciativa visa arrecadar doações para reforçar o orçamento dos trabalhadores deste segmento durante o período de festas.

“A proposta chega para ajudar a essa importante categoria que dedica dia e noite sem parar, especialmente neste tempo de pandemia do novo coronavírus, trabalhando arduamente para manter nossa cidade limpa; aproveito para agradecer a todos os parlamentares que votaram a favor do projeto”, pontuou o vereador Fernando Lucena.

Na sequência, recebeu parecer favorável uma matéria apresentada pelo vereador Robson Carvalho (PDT) sobre a inclusão integral do Art. 267 da Lei n° 9.503/97 do Código de Trânsito Brasileiro nas notificações e multas de trânsito relativas a infrações cometidas em Natal, o que possibilita aplicar, em determinadas situações, a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média. Também foi aprovado um texto do vereador Preto Aquino (PSD) que denomina o Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil, em Cidade da Esperança, de Dayana Deyse Oliveira de Lima.

Por fim, dois vetos integrais do Executivo foram apreciados. Os parlamentares derrubaram o impedimento aplicado ao projeto de lei da ex-vereadora Carla Dickson que proíbe a comercialização de aparelhos ortodônticos por estabelecimentos comerciais e ambulantes que não possuam autorização dos órgãos de fiscalização. Já o veto imposto ao texto encaminhado pelo vereador Dagô de Andrade (PSDB), que institui o Programa Domingueira Jovem no Município, foi mantido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Onilson disse:

    Falta de projetos , aparecem esse.Vergonha

  2. PEDRO VERDADEIRO. disse:

    Ei Manoel Mané, vc foi liberado para escrecver besteira, isso não incomoda BG, ele registra todos os seus devaneios e burradas, até nós entendemos, desespero, descrédito, roubalheira, mentiras, lavagem cerebral, outros distúrbios, aposentadoria, preguiça, doença. Mais direito de agredir sem razão não, peça desculpas pela pergunta idiota, aqui é terra de machos.

  3. José, o arquiteto do universo. disse:

    Sou defensor do sistema parlamentarista,houve um tipo de sistema politico-partidario-eleitoral parlamentar a nível municípal na constituição do estado do RN iniciando-se no ano de 1892 durando até o ano de 1927,com as denominadas intendencias municipais os 7 membros eram eleitos e empossados para um mandato de 3 anos,neste sistema parlamentar o mais votado nas urnas se tornava o presidente da intendencia,e o segundo colocado nas urnas era eleito o vice presidente e outros cinco membros eleitos da intendencia municipal eram os secretários,naquele período não havia nenhuma remuneração.

  4. Lucianobrito disse:

    Resumindo, Essas casas só serviria pra reforma agrária, pence no lugar que não tem produção a favor da população.

  5. Jeam disse:

    Esses vereadores deveriam fazer era o prefeito cumprir as leis que eles aprovam..exemplo a data base dos demais servidores está em $ 725 reais desde 2014 e ninguém faz nada..inclusive a dos servidores que estão nas ruas pedindo pra marmanjo adulto usarem mascara..isso é um absurdo !!

  6. ermeson disse:

    E desde quando Garis sao coitadinhos?? Sao trabalhadores honrados como qualquer outra profissao, parem de vitimizar os garis, como os demais trabalhadores eles tem salario, carteira assinada e todos os direitos que a lei lhes permite.

  7. francisco Carlos Xavier disse:

    Se hoje o salário de uma gari é de R$ 3.000,00 bruto e fizeram um projeto de Lei para fazer caixinha imagine para os demais servidores do Estado e da Prefeitura que ganham um salário mínimo, isso é um projeto de Lei vergonhoso e muito cara de pau desse Fernando Lucena que é também empregado da Urbana

  8. Zé ruela disse:

    Deveria começar a doação por parte dos parasitas da Câmara municipal de Natal, deveriam tirar 1/3 dos salários de dezembro e doar pra os nobres trabalhadores da coleta de lixo.

  9. Calígula disse:

    Tchau querido, até nunca mais Lucena kkkk

    • Manoel disse:

      Se nao fosse por causa do sindicato, das lutas e do Lucena, os garis nao ganhariam 3mil hoje.
      Por vc e por seu governo, o pobre e humilde ganhariam no máximo um salario mínimo.
      Percebeu o quanto vc é idiota?

Projeto do IFRN é aprovado como um dos melhores do país

Foto: Divulgação

Com o objetivo de selecionar projetos voltados à qualificação técnica de estudantes e recém-egressos de cursos de ciências agrárias e afins, de nível médio e superior, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou o Edital de Chamamento Público n° 01/2020. A Chamada recebeu quase 500 projetos, enviados por instituições de Ensino de todo o país. Um deles, do Campus Ipanguaçu, ficou entre os nove que obtiveram nota máxima. No total, foram 75 projetos aprovados em âmbito nacional.

O Edital de Chamamento Público, intitulado AgroResidência, foi instituído com o objetivo de apoiar a formação de profissionais com as competências necessárias para plena atuação nas áreas de ciências agrárias e áreas correlatas, “por meio de treinamento prático, supervisionado e orientado”. Além de qualificar profissionais, o programa busca desenvolver nos jovens residentes, estudantes ou recém-egressos, o senso de responsabilidade ética, por meio do exercício de atividades profissionais.

Territórios Açu-Mossoró e Sertão do Apodi

Em Ipanguaçu, com o título “Qualificação profissional de estudantes e profissionais em gestão de empreendimentos associativos/cooperativos vinculados ao agronegócio da agricultura familiar nos Territórios Açu-Mossoró e Sertão do Apodi”, o projeto foi uma construção do Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA).

“A proposta finalista – que obteve nota máxima – foi construída de forma coletiva, com a participação de todos os membros do NEA, mantido pelo nosso Campus”, disse o professor Geraldo Jr., diretor-geral do Campus Ipanguaçu. Segundo ele, o projeto selecionado integra um grupo de quatro propostas que foram enviadas para a seleção do Ministério. Para o professor, além de comemoração, o momento é de expectativa: “A gestão sempre esteve envolvida, seja com a participação efetiva nas reuniões do Núcleo, seja no diálogo com os parceiros. Agora, estamos esperando que, efetivamente, os recursos cheguem ao Campus, nós executemos o projeto e ele alcance seu objetivo, que é fortalecer o processo de ensino-aprendizagem de estudantes egressos do Campus e – eventualmente – de outra instituição que tenha interesse em participar”, declarou.

Responsável pela elaboração da proposta, o professor Paulo Sidney, da disciplina Cooperativismo, falou sobre o resultado: “Nosso projeto visa qualificar profissionalmente estudantes em fase de conclusão de curso. Essa qualificação, na área da Gestão de Empreendimentos Associativos e Cooperativos nos Territórios Açu-Mossoró e Sertão do Apodi, terá duração de 24 meses e contará com doze residentes (seis a cada ano)”, explicou. Esses estudantes receberão, no Campus Ipanguaçu, uma complementação à formação teórica, voltada às temáticas Agroecologia, Desenvolvimento Rural Sustentável e Gestão de Empreendimentos na Agricultura Familiar. “Cada professor elaborou sua proposta dentro das linhas de pesquisa trabalhadas pelo NEA. Alguns pontos, como os aspectos metodológicos, foram construídos de forma coletiva, mas a responsabilidade técnica pela elaboração foi de cada um. Inclusive, um dos critérios de avaliação do projeto era o currículo do professor e a pertinência com o conteúdo apresentado no projeto”, esclareceu o professor.

Residentes

O edital traz que, para ser residente pelo AgroResidência, é preciso ter entre 15 e 29 anos de idade, ser estudante ou recém-egresso de cursos nas áreas de ciências agrária e afins, de nível médio ou superior, ter cursado todas as disciplinas do curso; egressos deverão ter concluído o curso há, no máximo, 12 meses. No Campus Ipanguaçu, com a implementação do projeto, apenas estudantes em fase final de conclusão de curso superior ou recém-egresso será selecionados, via chamada pública. Essa seleção buscará participantes tanto da unidade quanto de outro campus do IFRN, desde que com atuação nos territórios abrangidos pelo projeto, sendo seis estudantes para 2021 e outros seis no segundo ano, 2022.

Paulo ainda detalhou como as ações serão desenvolvidas: “A primeira turma atuará diretamente nas unidades residentes, realizando avaliações nos empreendimentos, geralmente associações e cooperativas. Lá também farão planos de ação com vistas a melhorias de gestão desses empreendimentos.” O professor acrescentou ainda que essas melhorias compreendem tanto aspectos societários como gerenciais e que, com base nessas avaliações, serão implementados programas de capacitação voltados aos dirigentes dos empreendimentos envolvidos. A segunda equipe ficará responsável pela implantação dos planos de ação nas unidades residentes, visando a melhoria da gestão das iniciativas assessoradas.

As Unidades Residentes são fazendas ou unidades de produção, empresas do agronegócio, cooperativas, empresas de assistência técnica, nacionais ou internacionais, da administração direta e indireta, e a sociedade civil organizada onde serão realizadas as atividades. Informações sobre bolsas e demais pré-requisitos podem ser obtidas no Edital do Mapa.

Parcerias

“O projeto tem, ainda, um viés acadêmico, fruto dessa inserção: faremos artigos científicos onde serão divulgados os resultados dessa experiência em âmbito regional e nacional e produziremos também uma publicação voltada para a área da gestão desses empreendimentos coletivos solidários que nós estamos trabalhando. Será uma cartilha que visa fornecer e complementar informações para os dirigentes dos empreendimentos assessorados”, finalizou Paulo Sidney.

O projeto selecionado já tem parceria com algumas cooperativas e órgãos públicos:

Associação de Comercialização Solidária Xique Xique;

Cooperativa de Comercialização Solidária Xique Xique (Cooperxique);

Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável (Coopapi);

Federação de Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Rio Grande do Norte – Federação UNICAFES;

Associação Renascer dos Artesãos da Carnaúba (Assentamento Pedro Ezequiel);

Cooperativa de Produtores do Assentamento Novo Pingos (Coopingos);

Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte (Emater/RN).

Acesse

Edital de Chamamento Público n° 01/2020

Lista com os projetos aprovados

 

Ex-presidente Michel Temer fala nesta segunda sobre carreira jurídica em projeto da UFRN

O jurista, deputado constituinte e ex-presidente, Michel Temer participa, na próxima segunda-feira (14), do Projeto de Extensão “I Ciclo de Carreiras Jurídicas: O Direito é plural”, às 19h30, através do YouTube. Oevento é gratuito, aberto ao público, e as inscrições podem ser feitas através do site www.ccsa.ufrn.br/meconvida ou pelo SIGAA.

Michel Temer vai debater sobre a Separação dos Poderes nas Constituições Brasileiras e contar um pouco da sua trajetória. Temer foi Presidente da República entre os anos de (2016-2019), vice-Presidente da República (2011-2016), Deputado Federal Constituinte, Presidente da Câmara dos Deputados (1997-1999; 1999-2001), Procurador Geral do Estado de São Paulo (1983; 1992), Professor de Direito Constitucional da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e Doutor em Direito pela PUC/SP.

O evento é coordenado pela professora Dr.ª Michele Elali, do Departamento de Direito Privado (Dipri), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da UFRN e a programação é formada por 13 encontros com a participação, além de Michel Temer, do prof. Dr. Daniel Diniz Melo, André Santa Cruz, Raquel Dodge, Joaquim Morais, Gabriel Faria Oliveira, Alexandre Morais da Rosa, Wagner Rosário, Flávia Piovesan, Nelson Rosenvald, Patricia Ferraz, Newton De Lucca e Ana Paula Martinez.

Para a professora Michele Elali, a ideia dos encontros é inspirar estudantes de direito e a comunidade a enxergar diferentes possibilidades de futuro profissional, ampliando horizontes: “Valemo-nos do momento de emergência sanitária para ultrapassar os limites geográficos, desmistificar o ensino remoto, e ainda concretizarmos o intercâmbio e acesso da educação à nível global, apresentando diferentes possibilidades de futuro profissional no direito e estreitando o desenvolvimento e a experiência dos juristas com a sociedade”, destaca.

Todos os episódios do I Ciclo de Carreiras Jurídicas também fazem parte da disciplina Carreiras Jurídicas, ministrada pela professora Michele, e terão duração de uma hora, com exposição e interação através das redes sociais. Os encontros do #MEconvida são independentes e qualquer pessoa pode se inscrever nas atividades, que foram cadastradas como episódios individuais, e receberão certificados por cada evento como participante, após inscrito.

Outras informações podem ser consultadas no e-mail: [email protected]

Confira os próximos encontros:

21/9/2020

André Santa Cruz

Procurador Federal/AGU

Diretor do DREI/ME (Dep. Nac. de Registro Empresarial e Integração/Min. da Economia)

Doutor em Direito (PUC/SP)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815928

28/9/2020

Raquel Dodge

Procuradora-Geral da República (2017-2019)

Subprocuradora-Geral da República

Mestre em Direito (Universidade de Harvard)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815929

05/10/2020

Joaquim Morais

Diplomata lotado na embaixada do Brasil em Paris

Atuação na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico)

Mestre em Relações Internacionais (London School of Economics)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815930

19/10/2020

Gabriel Faria Oliveira

Defensor Público-Geral da União (2018-2020)

Defensor Público Federal

Presidente da ANADEF (Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais) (2011-2013)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815931

26/10/2020

Alexandre Morais da Rosa

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Professor da UFSC

Doutor em Direito (UFSC)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815932

9/11/2020

Wagner Rosário

Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União

Auditor Federal de Finanças e Controle da CGU

Mestre em Combate a Corrupção e Estado de Direito (Universidade de Salamanca)

Bacharel em Ciências Militares (Academia Militar dos Agulhas Negras)

Link:

https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815934

16/11/2020

Flávia Piovesan

Membro da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (2018-2021)

Procuradora do Estado de São Paulo

Professora da PUC/SP

Doutora em Direito (PUC/SP)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815934

23/11/2020

Nelson Rosenvald

Procurador de Justiça do MP de Minas Gerais

Doutor e Mestre em Direito (PUC/SP)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815935

30/11/2020

Patricia Ferraz

Registradora de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica

Diretora de Registro de Imóveis da CNR (Confederação de Notários e Registradores)

Diretora de Relações Institucionais do Registro de Imóveis do Brasil

Mestre em Direito (PUC/SP)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815937

7/12/2020

Newton De Lucca

Presidente do Tribunal Regional Federal de São Paulo (2012-2014)

Desembargador Federal do TRF da 3ª Região

Professor Titular da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo

Doutor em Direito (USP)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815938

14/12/2020

Ana Paula Martinez

Advogada no Brasil e nos Estados Unidos da América (Nova Iorque)

Diretora do Dep. de Proteção e Defesa Econômica e Sec. Adj. da SDE/MJ (Sec. de Direito Econômico/Min. da Justiça) (2007-2010)

Doutora e Mestre em Direito (USP)

Mestre em Direito (Universidade de Harvard)

Link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91815939

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Não digam ou peçam nada ao Entregador de Pizza, foi descoberto no sítio de Atibaia um quarto para ele, na verdade um buraco na parede. Nove dedos deixou a defunta se revirando no caixão, mais o bixim tinha a missão de providenciar os babadores de eminência alcoólica, triste fim desse moço, que queria ir de avião para Curitiba, enfim, Temer foi parar na vice presidência pelo fato de ser bonito? Bonita é a mulher dele, Temer foi ser vice da anta pelos gostos e necessidades do marginal mor.

  2. Moral dos Santos disse:

    Grande presidente!

    Chora petralhada l

  3. Zanoni disse:

    Professora, não tinha mais ninguém? Teria que ser um réu desse naipe? Vergonhosa a sua atuação. Quem danado vai querer escutar esse cara falar?

  4. Xô vampiro disse:

    Não se esqueçam de levar o alho, crucifixo e água benta!

  5. LEO disse:

    Sobre o Porto de Santos, Esse é PHD………kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Beto Araújo disse:

    Pensei que a palestra era sobre portos…

  7. Incubado porto mirim vilagge flat disse:

    Piada esse país.

  8. Wilson disse:

    Curso: “Como fazer um babão bandido correr com uma mala com 500 mil pelas ruas de São Paulo”.

  9. Entregador De Pizza disse:

    Grande jurista Temer, conselheiro do miliciano.

  10. Jairo disse:

    Cambada de marajás pagos pelos povo que vive na miséria. Todos se arranjaram no serviço público. Só que governo não produz riqueza alguma, quem coloca o país para andar é a iniciativa privada, que se mata para pagar os salários absurdos desse pessoal.

  11. Lourdes Siqueira disse:

    Esqueceram de acrescentar na ficha dele como ex-presidiario, ou apenas "tem que manter isso, viu?"…. Se fosse um pobre seria a única identificação.

  12. João V disse:

    Mas ele não era golpista? Kkkkkkk Será que xs militantes petistas e do PSOL vão participar?

  13. Joao disse:

    Imagine a palestra desse sem futuro! Deve ensinar a ser corrupto e fica rindo da justiça e set premiado com uma viagem para o Líbano. O Brasil é assim e grande parte da população adora esse tipo de gente.

Projeto do deputado Dr. Bernardo torna Areia Branca como capital do atum no RN

Foto: Reprodução

Os deputados aprovaram projeto de lei reconhecendo o município de Areia Branca, na Costa Branca do RN, como a capital do atum no Estado. O projeto foi aprovado à unanimidade na sessão remota por videoconferência em 19 de agosto numa iniciativa do deputado Dr. Bernardo (Avante). De acordo com o autor da matéria, 70% da atividade pesqueira do município é concentrada no atum.

“Areia Branca tem vocação pesqueira e o atum é o maior produto, o maior pescado do município, que tem uma importância muito grande para a geração de emprego e renda”, afirmou Dr. Bernardo.

O parlamentar disse que o segmento gera em torno de dois mil empregos diretos e indiretos, além de sua importância cultural. Há anos a prefeitura vem realizando o Festival do Atum, evento anual que atrai visitantes de diversos municípios e até de outros estados.

Dr. Bernardo afirmou que o festival anual esse ano infelizmente não irá acontecer, mas tem sua grande importância na geração de emprego e renda não só para o setor pesqueiro, mas para o comércio em geral.

ALRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Para os que conseguem entender, o RN produz cerca de 80 % do atum exportado pelo Brasil.

  2. Manoel disse:

    Minino que coisa maravilhosa! Os mercados internacionais já estão sentindo o impacto disso…

  3. Edison Cunha disse:

    Agora vai!!!

Projeto de lei quer remanejar recursos do executivo para apoiar artistas natalenses

O vereador Paulinho Freire apresentou na Câmara de Natal o PL que quer apoiar os artistas locais, que foram afetados com a crise. O projeto de Lei N° 192/2020 foi aprovado em segunda discussão durante a Sessão Ordinária desta quinta-feira (03).

A ideia é que assim que o PL vire lei possa remanejar até 10% dos valores previstos na dotação orçamentária da Prefeitura de Natal para o apoio às festas tradicionais e os festejos populares visando o desenvolvimento de ações e politicas públicas voltadas para o fortalecimento da cultura e apoio de artistas locais.

” O nosso intuito é contribuir para o setor artístico e cultural da cidade que vem sofrendo bastante nos últimos meses”, afirmou Paulinho. Ainda foi aprovada uma emenda ao projeto que estende os recursos também para profissionais que trabalham na área técnica de som e iluminação dos artistas locais.

Rodrigo Maia se compromete a segurar o projeto de liberação do plantio de maconha

Foto: Rafael Carvalho | Divulgação

Rodrigo Maia se comprometeu com os deputados Sóstenes Cavalcante e Bia Kicis a não pautar o projeto que autoriza o plantio de maconha o Brasil sem antes conversar com a bancada conservadora, mais do que empenhada em enterrar a proposta. As informações foram de Lauro Jardim, em O Globo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Macena disse:

    Há quê ponto chegamos. Discutir a liberação da maconha ou não. Em um país, que não tem uma política de saúde mental, discutir a liberação de uma droga, triste Brasil. João Macena.

  2. Francisco de Assis disse:

    A quem interessa a proibição? Quem lucra com a clandestinidade?

    • Manoel disse:

      E você acha mesmo que liberar vai resolver o problema do tráfico? Você deve saber do contrabando de cigarro né? A legalização do cigarro impede esse crime?

    • Fernando Henrique disse:

      Não, Manoel.
      A legalização do cigarro não impede o contrabando de cigarro.
      Assim como a legalização da venda de camisas de futebol, não impede o contrabando das mesmas.
      Assim como se a humanidade se livrasse só da sua ignorância, não estaria definitivamente livre da peste de falta de intelecto que nos assola.
      Não há medida singular que resolva questões complexas. Não é por isso que as boas decisões que contribuem parcialmente devam deixar de ser tomadas.

      No seu caso, como é caso de muito pouca complexidade, há uma simples medida que resolva… Nasça de novo.

    • Manoel C. disse:

      Engraçado os espectros políticos, cada um quer ter suas liberdades, mas cercear a dos outros. Querem liberar armas, mas não uso recreativo da maconha. Querem liberar aborto, mas não ensino em casa. No final, não se libera nada.
      Cada um com seus políticos e ideologias de estimação.

  3. Manoel disse:

    Melhor deixa com a milícia essa tarefa.

Projeto de Coronel Azevedo para medalha do mérito em Segurança Pública é aprovado na CCJ

Foto: Eduardo Maia

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, por unanimidade, o Projeto de Resolução do deputado estadual Coronel Azevedo, que “institui a medalha do mérito em Segurança Pública e Defesa Social”.

A honraria é destinada aos agentes operadores da Segurança Pública do RN. “É uma atividade indispensável e esse é mais um reconhecimento da Casa do Povo aos profissionais que dedicam suas vidas à proteção da sociedade”, afirmou o propositor do PL 27/2019.

Coronel Azevedo, que tem mais de 30 anos na Segurança Pública, agradeceu aos parlamentares que votaram a favor do Projeto. O Projeto vai seguir o trâmite dentro da Casa Legislativa até chegar ao plenário onde será apreciada por todos os deputados estaduais.

ALRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Suellen Martins disse:

    Com toda certeza o deputado Coronel Azevedo está honrando aqueles que se expõe arriscam a suas vidas … mesmo recebendo salários defasados‼

  2. Bento disse:

    PARABÉNS CORONEL
    BELA INICIATIVA
    CRITICAR TODO MUNDO SABE
    RECONHECER O MÉRITO PELO SERVIÇO PERFEITO NÃO
    ISSO É MUITO IMPORTANTE E ELEVA A AUTO ESTIMA
    CONTINUA COM MEU VOTO

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Medalha pra quê? O cara não faz mais q sua obrigação e ofício e por conta disso recebe medalha. Medalha é pra quem é voluntário, q não tem obrigação com as ações que muitas vezes quem deveria fazer é os serviço público e não faz. Agora vamos ter alguns policiais do alto escalão recebendo medalha, é isso mesmo? Nada contra os policiais, conta esse tipo de honraria

  4. Raimundo Xavier Cardoso disse:

    Coroné Azevedo nesses 30 anos de poliça nunca entrou numa viatura 🚔, nunca correu atrás de um bandido e nunca trabalhou operacionalmente . Um Pelé . Fez curso na Espanha , Chile e foi ajuda de de ordem de vários governadores . Menino de ouro de Vivsldo , sempre foi promovido nas coxas . Conversador de mediado mas inteligente , quando quer conseguir as coisas . Habilidoso e escorregadio fez uma carreira pautada na estratégia pessoal . Aos conversadores de pote desse Blog , só um retratinho do caroneiro coronel .

  5. Junin disse:

    Medalha enche bucho!!!! Aposentou ou afastou -se é esquecido….!!! Tá provado por a+b!!! Ninguém é pavão….

  6. Mutley disse:

    Medalha! Medalha! Medalha!

  7. Usain Bolti disse:

    30 ANOS DE SEGURANÇA PÚBLICA KKKK ENTROU COM 18 SAIU, SE USOU AS MALDITAS LICENÇAS-PRÊMIO, COM 45 JÁ ESTAVA APOSENTADO. AGORA É O RN MANTER ESSE GAROTO POR MAIS UNS 40 ANOS SÓ PESCANDO E SEM TRABALHAR. BRASIL, PAÍS DE TOLOS.

  8. Mário disse:

    Homii pelo amor de Deus. Crie algo que gere riqueza. Crie um projeto de Lei obrigando a criação de hortas e produção alimentar para a tropa dentro dos quartéis para, para que os policiais produzam sua própria comida. Medalhas e pintura de meio-fio já era.

  9. Xerlouquinho Danaza disse:

    No final quem vai ganhar essas medalhas são pessoas que nunca fizeram parte da segurança pública, como já acontece com algumas medalhas rsrsrsrs é sebo pra passar nusss zóio dos bestas.

  10. Observador disse:

    Parabéns coronel por mais uma inutilidade. Vai melhorar muito a situação da população. Servirá apenas para garantir votos no seu nincho

  11. Luiz Felipe disse:

    Coronel Azevedo é o parlamentar que mais luta em favor da segurança pública no RN, sempre buscando reconhecimento a classe. 👏🏼👏🏼

  12. Renata disse:

    Parabéns Coronel como sempre representando a nossa Segurança 👏