Gás natural canalizado ficará mais barato a partir desta quarta

FOTO: HUMBERTO LOPES

Todos os segmentos de atuação da Potigás deverão sentir a diminuição do preço do gás natural canalizado a partir da próxima quarta-feira, 01/01: comercial, industrial, residencial e automotivo. A redução que foi de 2,8% no último trimestre de 2019 será acrescentada de mais 7% a partir de janeiro de 2020, representando um desconto de quase 10% no valor do combustível.

A diminuição do preço foi possível depois da realização de uma Chamada Pública Coordenada para a compra do suprimento de gás por parte das distribuidoras de gás canalizado do Brasil.

“Conseguimos avançar nessa questão do preço do gás e acreditamos que é possível deixar o gás natural ainda mais acessível a partir da entrada dos novos players no mercado de produção e exploração na Bacia Potiguar. Nosso objetivo é tornar as empresas potiguares mais competitivas, investir em infraestrutura a partir da ampliação da rede de gasodutos no nosso estado e, assim, contribuir efetivamente com o crescimento econômico sustentável do Rio Grande do Norte”, explica Larissa Dantas Gentile, diretora-presidente da Potigás.

Além da economia crescente, os usuários do gás natural canalizado ainda dispõem de outros benefícios proporcionados pelo combustível como a praticidade de ter acesso ao produto 24 horas por dia nos sete dias da semana, a segurança de não precisar estocar gás, além da sustentabilidade de utilizar um produto que agride menos o meio ambiente.

A partir desta quarta, 01/01, o Gás Natural Veicular (GNV) terá redução de R$ 0,16 no m³. E a queda do preço também chegará para as indústrias, comércios e residências.

“O GNV tem um impacto ambiental e também social, pois a economia gerada com esse combustível pode ser usada para investimento em outras áreas. A tendência atual é de crescimento da oferta de gás e maior competitividade no mercado”, finalizou Larissa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Redigido para atrair clientes, este post tem todos os caracteres de "isca publicitária". Nada contra esse tipo de "merchan", ainda que disfarçado de prestação de serviço. Mas bem que a empresa poderia informar quanto cobra atualmente pelo m³ de gás, assim o leitor poderia comparar com o custo do kg de GLP.

ANP se diz atenta quanto a abusos em preços de combustíveis no Brasil

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou, por meio de nota, que está “atenta” para possíveis cobranças abusivas por combustíveis no Brasil. A cotação internacional do petróleo sofreu uma alta depois de ataques a uma refinaria na Arábia Saudita, na semana passada.

Segundo a nota da ANP, os preços no Brasil são “livres, por lei, em todas as etapas da cadeia: produção, distribuição e revenda. Diante de denúncias de preços abusivos, a ANP faz ações de campo para confirmar essas suspeitas. Quando constata a prática de preços abusivos, a agência atua em conjunto com os Procons para penalizar os infratores”.

Na última segunda-feira (16), a Petrobras divulgou nota informando que também está monitorando a cotação internacional do petróleo, mas que, até aquele momento, não havia previsão de reajustar o preço dos combustíveis.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Salvan disse:

    Bg estou vendo um aumento em média de 35 centavos nós preços dos combustíveis hoje, não vi a Petrobrás fala em aumento. O que está avendo.

  2. O CONSUMIDOR INCONFORMADO. disse:

    É um absurdo o gás natural estar cartelizado aqui em nossa região metropolitana…tinha postos de gasolina vendendo esse combustivel na faixa de $ 3.50 e automaticamente aproveitaram no dia de ontem, passou para $ 3,69 em todo os postos que passei para abastecer de Natal a Parnamirim…Agora pergunto? Cadê os Órgãos de defesa do consumidor que não vêem esse absurdo nas costas do trabalhador?

  3. Souzão disse:

    Então, porque o preço do etanol sobe acompanhando o preço da gasolina, se são fontes bem diferentes???

    • Clodoaldo disse:

      o álcool sobe também pra não servir de alternativa para o abastecimento dos veículos, é somente usura

Potigás registra aumento de 10% nas vendas do gás natural

O volume de gás natural canalizado comercializado no Rio Grande do Norte em 2017 aumentou 10,61% com relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a setembro de 2016, a Companhia Potiguar de Gás (Potigás) registrou uma média diária de 279.410 m³ no volume comercializado. Já nesse ano, a média sobe para 309.048 m³ comercializados diariamente.

Para o Diretor Presidente da Potigás, Beto Santos, os consumidores estão em busca de praticidade e redução de custos com a compra do combustível. “A Companhia está investindo na expansão da sua rede, que hoje já conta com mais de 400 km. Também aumentamos a divulgação dos benefícios do gás natural canalizado e fechamos novos contratos. O resultado é o desenvolvimento econômico do Rio Grande do Norte”, esclarece.

A Potigás distribui gás natural canalizado para quase 20 mil clientes nos segmentos residencial, comercial, industrial e veicular. Com uma rede de mais de 400 km, a Companhia chega aos municípios de Natal, Parnamirim, Mossoró, Macaíba, São Gonçalo do Amarante e Goianinha.

Novos clientes

Os aumentos sucessivos do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) também contribuíram para o crescimento do volume comercializado de gás natural canalizado. Vários condomínios estão optando pelo combustível distribuído pela Potigás. Mais de mil clientes residenciais foram interligados à rede de gasodutos da Companhia nos meses de setembro e outubro, nos condomínios: Solar Vasconcelos, Colibri, Champs Elysees, Spazzio Nautilus, Manuel Maria Costa, Vernier, Antalya, Residencial Cabugi, Cadiz, Gildicelia, Mirante dos Eucaliptos, Pallacios, Spazzio, Atalanta e Pavarotti.

No segmento comercial, começaram a contar com os benefícios da Potigás, nesse mesmo período, os seguintes estabelecimentos: Pinga Fogo Ponta Negra, Pasmil Panificadora, Pittsburg Nordestão de Lagoa Nova, Pizzaria Massa Fina, Taboleiro Ponta Negra, Restaurante Agaricus, Tapioca.Com e Cafeteria São Braz.

 

 

Potigás lança campanha – Tô no Gás – de incentivo ao Gás Natural Veicular no RN

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) se prepara para um novo momento no mercado de gás natural do Rio Grande do Norte. Neste domingo (12), durante o intervalo do Domingão do Faustão, será veiculado o primeiro comercial da campanha “Tô no Gás”, que dará início a uma massiva divulgação do gás natural veicular (GNV) na mídia de todo o Estado. TVs, emissoras de rádio, mídia impressa, outdoors, instalações publicitárias em ônibus (busdoors), táxis (taxidoors), oficinas convertedoras e postos de combustíveis credenciados, irão fortalecer a divulgação. O site institucional da Companhia passará a ser temático durante o período de campanha.

fotorelease1

A iniciativa tem como objetivo principal a revitalização do mercado de GNV no RN, a partir de uma ampla divulgação das vantagens e desmistificação deste combustível. Proprietários de veículos automotores, pessoas físicas ou jurídicas, que adquirirem e instalarem nesse período, novos kits de conversão para o uso do gás veicular, ou obterem veículos zero quilômetro movidos a este combustível, poderão aderir à promoção e receber um bônus de conversão equivalente a até 500m³ de gás para utilizar à vontade, gerando em torno de 7.500 km de rodagem. Taxistas e frotistas têm direito a um bônus ainda maior. Todo o regulamento da promoção estará disponível no site www.potigas.com.br, a partir da segunda-feira (13). (mais…)