WhatsApp detecta ataque hacker e pede que usuários em todo o mundo atualizem o aplicativo

Whatsapp divulgou comunicado sobre vulnerabilidade no sistema (Thomas White/Reuters)

O aplicativo de mensagem instantânea WhatsApp, de propriedade do Facebook, divulgou, nessa segunda-feira 13, que foi detectada uma vulnerabilidade em seu sistema que permitia que hackers instalassem spyware em alguns telefones – conseguindo, assim, acessar os dados contidos nos aparelhos.

A empresa confirmou em comunicado à imprensa a informação publicada horas antes pelo jornal Financial Times e pediu aos 1,5 bilhão de usuários em todo o mundo que “atualizem o aplicativo para sua versão mais recente” e mantenham durante o dia seu sistema operativo como medida de “proteção”.

O WhatsApp, que foi adquirido pelo Facebook em 2014, indicou que neste momento ainda não é possível dizer quantas pessoas foram afetadas, mas estimou que as vítimas foram escolhidas “especificamente”, de maneira que em princípio não se trataria de um ataque em grande escala.

O software espião que foi instalado nos telefones “se assemelha” à tecnologia desenvolvida pela empresa de cibersegurança israelense NSO Group, que levou o WhatsApp a colocá-lo como o principal suspeito por trás do programa de espionagem.

A vulnerabilidade no sistema, para a qual a empresa lançou um patch na segunda-feira, foi detectada há apenas alguns dias e, por enquanto, não se sabe quanto tempo duram as atividades invasoras.

Os hackers faziam uma ligação através do WhatsApp para o telefone cujos dados queriam acessar e, mesmo que o destinatário não respondesse à chamada, um programa de spyware era instalado nos dispositivos.

Em muitos casos, a chamada desaparecia mais tarde do histórico do aparelho, de modo que, se ele não tivesse visto a chamada entrar naquele momento, o usuário afetado não suspeitaria de nada.

O WhatsApp declarou que, logo após tomar conhecimento dos ataques, alertou a organizações de direitos humanos (que estavam entre as vítimas da espionagem), empresas de segurança cibernética e o Departamento de Justiça dos EUA.

O fato de algumas das organizações afetadas serem plataformas de defesa dos direitos humanos reforça a hipótese de envolvimento do Grupo NSO, uma vez que seu software já foi utilizado no passado para realizar ataques contra esse tipo de entidades.

Segundo o Whatsapp, o “spyware” detectado teve capacidade para infectar telefones com sistema operacional da Apple (iOS) e do Google (Android).

Veja, com EFE

Usuários da Cabo Telecom na Zona Sul de Natal reclamam de instabilidade e lentidão na internet nesta quarta

Getty Images/iStockphoto

Usuários da Cabo Telecom estão irritados com a qualidade da internet nesta quarta-feira(08). As reclamações, em maior volume, ocorrem na Zona Sul da capital, em bairros como Candelária, Neópolis e imediações.

A internet, segundo usuários, iniciou seu problema de lentidão no meio da noite dessa terça-feira(07). Durante esta quarta-feira(08), também relatos de instabilidade no sinal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JEGUEDEGUE disse:

    Essa CABOTELECOM já foi do tempo que prestou. Hj está 1 verdadeiro lixoo. Cara e ruim.

  2. DJAIR disse:

    Esse problema não e apenas na zona sul, na zona norte também estar ocorrendo, mas só que e diariamente, chegando a passar até mais de 30 minutos sem conexão ou em plena lentidão.

  3. Francisco S J Filho disse:

    Tempo de atendimento horrível, ao apresentar qq problema os telefones para reclamações/solicitações não funcionam, retorno das reclamações de insatisfação muito vagas, por vezes, desconexas. Quero ressaltar o profissionalismo dos técnicos.

  4. Jorgensen disse:

    Verdade que ela foi vendida para um grupo americano em 2015 ??

  5. Anti-Comunista disse:

    TEM QUE BUSCAR TECNOLOGIA NO VALE DO SILICIO NA CALIFORNIA ESTADOS UNIDOS.

  6. JACKSON disse:

    A cada dia que passa o serviço prestado pela cabo telecom esta piorando.

PROCURA-SE ÁGUA MINERAL – (FOTOS): Servidores e usuários do Detran-RN estão com sede

Fotos: cedidas

Se depender do Detran RN, servidores e usuários precisarão buscar outros locais quando estiver precisando se refrescar com um copo de água. Nesta semana, a água mineral para abastecer seus bebedouros não se vê presente em virtude de ter acabado o estoque e a nova gestão não ter renovado o contrato com o fornecedor.

Situação absurda em virtude de ser uma autarquia com recursos próprios e um dos órgãos que mais arrecada no estado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PT Falido disse:

    É gópi!!!

  2. Paulo disse:

    Se fosse só isso. Pessoas envolvidas em investigações do MP e respondendo sindicância no próprio órgão estão assumindo cargos de chefia. Vergonha.

  3. Lorena Galvão disse:

    Desmantelo grande

Mercado Pago começa a enviar dinheiro no mesmo dia para os usuários

Atualizado, com correções de informações

O Mercado Pago anunciou que a partir desta sexta-feira (29) o dinheiro que é recebido pela plataforma de pagamentos pode ir no mesmo dia para a conta do usuário. A novidade muda o antigo formato de entrega do valor em três dias, mas adiciona maior custo pela transação. (na realidade não houve acréscimo na tarifa, e sim redução. Porque essa possibilidade de recebimento em três dias não existia (isso só funciona no marketplace). A primeira alternativa era para recebimento em 14 dias, em que havia tarifa de 4,99%. Agora, a tarifa passou a ser 4,49%.)

A mudança não atinge apenas lojistas, mas todos os usuários que utilizam o Mercado Pago nas transações, indo até para os que recebem pela plataforma para vendas de produtos realizadas no Mercado Livre e com o Mercado Pago como forma de pagamento. (a novidade é exclusiva de Mercado Pago, e se aplica aos vendedores que vão receber o pagamento de vendas realizadas em loja virtual, por chat ou redes sociais. Não se aplica, portanto, ao marketplace do Mercado Livre) Para receber o valor, agora há três opções:

No mesmo dia, com custo de 4,99%;
Em 14 dias, com custo de 4,49%;
Em 30 dias, com custo de 3,99%.

Para pagamento que é feito via boleto, a tarifa para retirar o dinheiro continua a mesma que era aplicada anteriormente e com o mesmo prazo: três dias, custando R$ 3,49 por retirada. As três datas funcionam para qualquer pagamento feito em cartão de crédito ou dinheiro que já estava na conta digital.

O pagamento feito com o código QR continua isento de tarifas até o final deste mês. Para escolher o método para receber o valor na conta do Mercado Pago basta ir até as configurações da conta e, dentro do site, escolher a opção “Tarifas e prazos”.

Tecnoblog

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. […] Mercado Pago começa a enviar dinheiro no mesmo dia para os usuários […]

Facebook anuncia vazamento de fotos que afetou até 6,8 milhões de usuários

O Facebook anunciou nesta sexta-feira (14) um vazamento de fotos que pode ter afetado até 6,8 milhões de usuários.

Em comunicado, Tomer Bar, diretor de engenharia do Facebook afirma que o problema esteve no ar entre 13 e 25 de setembro deste ano.

A falha foi corrigida, segundo a empresa. No entanto, nesse intervalo de 12 dias, aplicativos de terceiros que funcionam no site tiveram acesso “mais amplo que o normal” às fotos, ainda segundo o Facebook.

Uma página na central de ajuda informa o usuário se ele foi ou não afetado pelo vazamento. Essa mesma página deverá ser enviada por meio de alerta na plataforma para quem possa ter sido afetado no começo da próxima semana, segundo o Facebook.

Via de regra, os desenvolvedores de apps que se comunicam com a rede social têm acesso apenas a fotos postadas como públicas nos perfis.

Com a falha, no entanto, o Facebook diz ter concedido acesso também a fotos publicadas no sistema de stories (aquelas que se apagam após 24h) e, inclusive, a imagens que nem chegaram a circular na rede —por exemplo, quando um usuário prepara o conteúdo, mas desiste antes de apertar o botão de compartilhar.

“Acreditamos que isso pode ter afetado 6,8 milhões de usuários e até 1.500 aplicativos de 876 desenvolvedores diferentes”, afirmou a rede social. Segundo relatórios da empresa, o Facebook possui mais de 2 bilhões de usuários ativos por mês, 127 milhões deles no Brasil.

A plataforma lamentou o ocorrido e afirmou que no começo da próxima semana irá disponibilizar uma ferramenta para que os desenvolvedores possam analisar quem foi afetado pelo problema e que irá trabalhar para que as fotos sejam deletadas.

VAZAMENTO RECENTE

Em setembro, o Facebook anunciou que invasores roubaram os chamados “tokens de acesso” de 50 milhões de contas. Como medida de segurança, na época, 90 milhões de contas foram deslogadas —ou seja, pessoas que entravam no site de modo automático (sem incluir a senha), foi desconectado.

Com esses tokens de acesso, informações que ficam armazenadas no computador e permitem esse acesso sem digitar as credenciais, hackers têm total controle sobre as contas —podem ver mensagens e álbuns privados, por exemplo.

Folha de São Paulo

 

Usuários pagam para ‘aparecer’ em vídeos pornôs; entenda

Uma empresa do setor pornográfico lançou nesta segunda-feira (20) uma forma de monetizar os deepfake, vídeos em que se usa Inteligência Artificial (IA) para trocar rostos das pessoas. A produtora Naughty America estreou um serviço em que seus clientes podem realizar uma fantasia com a ajuda da tecnologia: colocar seus rostos sobre o de atores pornô, e vice-versa e ser tornar estrelas do entretenimento adulto nos seus próprios filmes.

Empresa usa tecnologia deepfake para incluir rosto de clientes em vídeos pornô (Foto: Reprodução/Variety)

Em vídeos demonstrativos, a companhia publicou o clipe original com as atrizes pornô Zoey Monroe e Blair Williams e um editado, em que seus rostos estão trocados. O resultado realista dos deepfake é conseguido por meio de aprendizado de máquina e outros recursos de Inteligência Artificial. Com eles, os algoritmos conseguem aprender as expressões de certa pessoa, a maneira como ela de move etc. Esse conhecimento é recriado sobre outro rosto, gerando um filme falso que é quase impossível diferenciar de um conteúdo original.

Essa tecnologia não foi inventada agora. Ela ficou conhecida no final de 2017, quando um usuário do Reddit começou a postar vídeos de sexo falsos com famosas. Além das produções pornográficas, a técnica é usada para falsificar discursos de políticos famosos e espalhar fake news.

No caso da Naughty America, a empresa oferece um roteiro aos clientes para que eles filmem a si mesmos com determinadas expressões, de forma a garantir vídeos realistas. Eles também usam um departamento de advogados para garantir que os personagens das gravações sejam adultos e que tenham dado consentimento para a edição. “Eu não acho que você pode existir nesta indústria se você não estiver preparado para usar essa tecnologia”, disse CEO da Naughty America Andreas Hronopoulos em entrevista ao site Variety.

Globo e Techtudo, via Variety, The Verge e Naughty America

"Rastreando" histórico, Twitter mostrará anúncios aos usuários com base em sua navegação

 O Twitter informou nesta quinta-feira que vai começar a mostrar anúncios aos usuários baseado em seus históricos de navegação, tornando-se a mais nova companhia de internet a aplicar a controversa, porém crescente tecnologia.

O novo recurso de publicidade do Twitter permite aos anunciantes usarem cookies – pequenos arquivos plantados nos computadores dos usuários que contêm informações sobre quais sites visitaram e de onde estão se logando – para mostrar anúncios direcionados no Twitter.

O Twitter, que abriu capital no mês passado, anunciou pela primeira vez em julho que iria testar anúncios direcionados baseados em cookies, como fazem Google, Facebook, Amazon e inúmeras outras companhias.

O novo recurso do Twitter, que deve aumentar as taxas de publicidade e receitas da empresa, chega em meio ao crescente debate público sobre privacidade online.

O Globo

Governos pediram dados de 38 mil usuários do Facebook até junho

 11_19_25_936_fileGovernos de 74 países solicitaram informações sobre cerca de 38 mil usuários de Facebook nos seis primeiros meses de 2013, informa um relatório inédito divulgado pela rede social na terça-feira (27).

De acordo com o chamado Relatório Global de Requisições de Autoridades, no caso do Brasil, foram 715 solicitações do governo a respeito de 857 usuários do site.

Os EUA foram autores da maioria das requisições: pediram dados de entre 20 mil e 21 mil usuários da rede social (o número exato não foi divulgado por conta de restrições legais).

A Índia, o segundo país a pedir mais informações, fez solicitações sobre 4.144 usuários. A Grã-Bretanha, o terceiro, solicitou dados de 2.337 mil usuários.

O Facebook também detalhou revelou a porcentagem dos pedidos de informação que foram atendidos pela empresa — no caso do Brasil, 33%; no dos EUA, 79%.

Motivos

O relatório engloba seis meses até 30 de junho, e é a primeira vez que o Facebook divulga dados dessa natureza.

O relatório do Facebook, assinado pelo advogado Colin Stretch, alega que a empresa tem “processos rígidos” para lidar com as solicitações oficiais e liberar informações

— Esperamos que esse relatório seja útil para todos os envolvidos nos debates constantes sobre requisições de informações por parte das autoridades em investigações oficiais. (…) Acreditamos que esses mecanismos protegem os dados das pessoas que usam o nosso serviço e fazem com que as autoridades precisem cumprir diversos requisitos legais em cada uma das requisições a fim de receber informações sobre nossos usuários. (…) Contestamos muitas dessas requisições quando encontramos deficiências legais ou quando identificamos requisições amplas ou vagas.]

A empresa disse que espera publicar relatórios semelhantes a cada semestre a partir de agora.

A rede social não deu detalhes sobre os motivos por trás de cada requisição oficial, revelando apenas que “a vasta maioria dessas requisições é relacionada a casos criminais, como roubos ou desaparecimentos.”

— Em muitos desses casos, essas requisições referem-se a informações básicas, tais como nome e extensão do serviço. Outras requisições podem também buscar endereços IP ou informações sobre a conta.

Países em turbulência

Uma coisa que chama a atenção no relatório é o número de solicitações oficiais em países que foram recentemente palco por distúrbios civis.

Na Turquia — que, como o Brasil, viveu uma onda de protestos —, por exemplo, houve 96 solicitações relacionadas a 173 usuários, das quais 45 geraram dados. Oficialmente, porém, as solicitações são relacionadas a “proteção infantil” e questões legais “emergenciais”.

Segundo o relatório, nenhuma solicitação foi feita pelas autoridades egípcias, que também estão diante de uma ampla convulsão social.

O grupo de defesa da privacidade Privacy International elogiou a publicação do relatório do Facebook, mas cita preocupações maiores.

— Ante a crescente presença do Facebook na vida das pessoas ao redor do mundo, elogiamos a empresa por (publicar) um relatório há muito tempo aguardado. (…) Mas resta uma sensação perturbadora quanto ao gesto do Facebook, e que tem pouco a ver com o Facebook em si. Desde que documentos vazados por Edward Snowden (ex-técnico da CIA) foram analisados, nos demos conta de uma terrível realidade — a de que os governos não necessariamente precisam de intermediários como Facebook, Google e Microsoft para obter dados sobre nós.

R7

Banda larga: Usuários vão ajudar governo a medir qualidade do serviço

Até o dia 29 de outubro os assinantes de serviços de banda larga fixa poderão se inscrever para que a velocidade e a qualidade da internet em suas casas sejam verificadas e medidas de forma instantânea e mensal. Essa medição é uma iniciativa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Ministério das Comunicações.

Para participar, é preciso fazer a inscrição pelo site http://www.brasilbandalarga.com.br, administrado pela Entidade Aferidora de Qualidade de Banda Larga (EAQ).

Segundo a Anatel, 12 mil usuários serão selecionados por meio de sorteio e receberão em suas residências um equipamento (whitebox) semelhante a um roteador. Poderão participar assinantes de prestadoras com mais de 50 mil acessos – Oi, Net, Telefonica/Vivo, GVT, Algar, Embratel, Sercomtel e Cabo.

Facebook vai registrar experiências de usuários

A rede social Facebook lançou nesta semana, o Facebook Stories, um projeto da rede social que visa reunir histórias curiosas que os usuários vivenciaram por meio do site de relacionamento. Qualquer usuário pode enviar a própria experiência ao Facebook Stories, se for selecionada, a história pode repercutir entre os milhões de usuários do Facebook.

A primeira história é o caso de Mayank Sharma, um homem de 29 anos que mora em Nova Delhi, na Índia. Depois de contrair uma meningite tubercular ele perdeu a memória, e quando se recuperou usou o recurso “Pessoas que Você Talvez Conheça” para recuperar contatos e reoganizar sua vida (veja história no vídeo abaixo).

Outro exemplo vem de Ontário, no Canadá, onde um grupo usou o Facebook para promover a preservação de um antigo prédio local que estava com a existência ameaçada. Os cidadãos usaram a rede social para dar visibilidade à causa e ganhar atenção da mídia.

Fonte: Midiassociais.net

Skype nega grampear conversas

Os responsáveis pelo Skype negaram que realizaram mudanças nos termos de uso do serviço de voz por IP para permitir grampos em chamadas entre seus usuários. De acordo com reportagens publicadas nesta semana, a mudança seria uma exigência de governos de diversos países e serviria para ajudar a polícia em investigações confidenciais.

As acusações surgiram depois que a companhia foi comprada pela gigante Microsoft, que recentemente registrou uma patente para a vigilância de conversas em programas de voz por IP. Além disso, o Skype teria mudado secretamente seus termos de uso e migrado para um sistema de supernodos, que facilitaria o acesso a conversas alheias.

No entanto, o chefe de desenvolvimento do Skype, Mark Gillet, afirmou que as alegações são “falsas”. “A mudança para os supernodos não foi feita para facilitar o acesso às comunicações dos nossos usuários e nem para cooperar com as autoridades”, disse em um post no seu blog.

De acordo com Gillet, os supernodos ajudam na estabilidade da rede Skype, permitindo que as pessoas sejam localizadas nos servidores da ferramenta e que uma conexão com outro contato se estabeleça.

Fonte: Olhar Digital

Quantidade de usuários no Instagram triplicou em cinco meses

Os últimos cinco meses foram agitados para o Instagram. Neste período, o aplicativo de fotos, que foi recentemente adquirido pelo Facebook, conseguiu praticamente triplicar o seu número de usuários. De acordo com dados revelados pelo site especializado Quora, a rede social tinha “apenas” 27 milhões de usuários em março deste ano. Agora, em julho, já são 80 milhões.

O curioso é que um crescimento semelhante já havia acontecido entre janeiro e maio deste ano, quando ocorreu um grande “boom” do Instagram, elevando o seu número de usuários de 15 milhões para 50 milhões. O crescimento da popularidade do programa é impressionante. Desde o dia 1 de maio, quando foi comprado pelo Facebook, a rede ganhou 30 milhões de novos usuários.

Os dados são impressionantes. O anúncio foi feito oficialmente no blog do Instagram, onde a equipe do serviço revelou ainda que os usuários já compartilharam cerca de 4 bilhões de fotos por meio do aplicativo, que foi lançado em outubro de 2010. Entre os motivos para todo este sucesso, é claro, estão o destaque recebido na mídia, o lançamento do app para o Android e o fechamento do acordo com o Facebook.

Muitas pessoas acreditavam que este crescimento do Instagram era temporário. No entanto, pelo visto, a mania do compartilhamento de fotos com efeitos ainda pode dar muito o que falar na Internet. Resta saber quais são os planos de seu novo dono, Mark Zuckerberg, para manter este serviço sempre no topo. Afinal, desde que o Facebook adquiriu o programa, quase nada mudou.

 

Fonte: Techtudo

Ruffles surpreende e responde piadinhas de "saco de ar" que circulava das redes sociais

Todo mundo está vendo que as redes sociais vieram para ficar, principalmente, pelo alto poder de divulgação em massa e repercussão. A última que circulava pela internet era a piadinha de que as batatas Ruffles, da Elma Chips, eram na verdade um saco de ar, por causa da proporcionalidade da quantidade de batata em relação ao tamanho do saco. Aliás é comum a gente abrir e se perguntar: “Só isso? Já acabou?”.

Pois bem. Essas piadinhas viraram uma espécie de reclamação virtual, em que usuários das redes sociais compartilhavam a imagem que continha o texto: “Gostaria de informar que o saco de ar que vocês vendem, está com algumas batatas dentro”. Outra imagem traz um saco de Ruffles apresentando 70% de ar, 20% de “Me dá um pouquinho?” e 10% de batatas “Pra mim”.

Muitas vezes a gente pensa que essas piadinhas ficam sem resposta, que as empresas simplesmente ignoram os seus clientes. Mas em uma jogada sensacional, a marca utilizou sua página do Facebook para não apenas responder às críticas como também para dar uma aula de Ruffles. Interatividade e jogada de marketing sensacional.

Veja a resposta:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. […] temos outros casos de RP 2.0 bem gerenciadas, como quando surgiu a polêmica em relação ao “saco de ar Ruffles” que foi respondida com elegância e de forma simpática através de infográficos no […]

  2. Dalila A.Costa disse:

    Parabéns pela brilhante apresentação ,  bastou o esclarecimento, o consumidor que desconhece o processo faz a piada indevida pq gosta do produto e quer ouvir sim uma explicação !!

  3. Paranamarcelo disse:

    Tem que explicar isso para os concorrentes, pois nos deles não tem nem a metade do ar e as batatas fritas vem inteiras… Não da para acreditar numa histórinha dessas.

    • Xx disse:

      e mesmo melhor eu gosto da yoki gosto da batatas sabor churrasco e tem muito mais batata que do ruflles e e deliciosa e a pringles tem muita batata e pouco ar e as batatas estao intactas

  4. […] e jogada de marketing sensacional.   Veja a resposta:       Fonte: Blog do BG […]

  5. Simoneabbade disse:

    É claro que para tudo tem uma explicação lógica, uma empresa com esta não faria algo sem sentido, mas que a piada era boa, era !!!  Agora perdeu a graça..rs

  6. Contatoharibol disse:

    Gostei da resposta, ninguém é obrigado a comprar, e tudo que foi explicado tem lógica,  algumas pessoas não tem o que fazer e ficam criticando, quem quer mais batatas que comprem o saco maior.

  7. A proporção cnotinua a mesma mas queria eu ver a porcentagem de aumento de preço kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Henriquedoisdois disse:

      Pobre gosta de reclamar de preço, nunca vi igual! Não come, não tem
      dinheiro, nao comeee! "ahhh o preço não é o mesmo…" ahh vai lavar um
      prato, quem sabe assim você consegue dinheiro pra comprar mais. É OBVIO
      que o preço não é o mesmo, me fala alguma coisa que custa a mesma coisa
      ha anos? Nao existe seu debil mental!

    • Daniel Teixeira disse:

      Frite sua própria batata em casa!

  8. Vagner 13am disse:

    Pringles utilizam uma embalagem que não precisa de ar , HA! kkkkkk zoando legal essa explicação deles, agora sim eu entendi o porque e sei que a embalagem de pringles ia sair mais cara

  9. PRINGLES = O CUSTO BENEFÍCIO É MUITO MELHOR.

  10. Dido Freitas disse:

    tapa na cara em !!! 

  11. Por isso que não como ruffles. Só pringles. Melhor pagar 1 ou 2 reais a mais e comer muito mais batata do que pagar por um airbag de batata… Que eles embalem de uma forma diferente então ué

    • Rafael disse:

      A Ruffles é da Elma Chips. Caso não conheça, a Elma Chips também tem a Stax, que é fabricada e embalada no mesmo estilo da Pringles. Então deveria procurar se informar melhor antes de falar algo que não sabe. Com a Ruffles eles atendem os consumidores que preferem este tipo de batata e que é embalada em sacos, e com a Stax eles atendem aos que optam pela batata embalada em tubo.

    • Erik disse:

      Existe Ruffles em embalagem estilo da Pringles tb…

  12. Davipbarreto disse:

    Achei uma resposta muito séria pro que era uma piada… 
    A Ruffles nao levou na brincadeira, informou a seu consumidor como se ele fosse idiota (um infográfico pra explicar isso?? Sério???) e o resultado ficou claro nos comentários abaixo.

    Me desculpem os publicitários que estao babando ovo, mas essa campanha pra mim foi #FAIL 

  13. Luciene Fernanda disse:

    Huahaua, eu descofiava disso (que o ar era pra evitar que as batatas quebrassem)
    Mas o que eu penso é no tanto de plástico de embalagem poderia ser economizado nos salgadinhos… Tem alguns que é metade ar, metade produto. Bem, sei lá. Ficaria estranho comprar um "saco bolha" de batata.

  14. Turcao disse:

    Quee mais bata no pacote?? Compra um de 200g e não o de 50g… ou então fecha a boca que vai fazer muito bem pra sua saúde!!!!! hahaha

  15. Boa Ruffles Issso É Markenting. Não Sei Se Já Viram O Pacote De Meio Kilo Mais Akilo Que É Batata Comi Até Morre Com 2 Amigos E Ainda Sobro Batata…

  16. Douglas Souza disse:

    GALERA … A QUANTIDADE VEM "POR PESO"  não importa se tem ar ou não, vc paga o peso em batatas… Será complicado de entender?:

    Vejo Gente aqui mesmo a tendo recebido explicação, continuando a fazer infundáveis questionamentos… aff

    …querem mais batata… comprem a que tem mais gramas "g",  de batata… a proporção de ar vai ser sempre a mesma…

  17. Ruivah disse:

    MAS se msmo assim…
     Estivem INSATISFEITOS…
     É SÓ NAO COMPRAR!! 
     O consumidor tem o direito de comprar o que lhe convir…

  18. Ruivah disse:

    Os Comentarios…  foram brincadeiras de mal Gsto…  Afinal o preço é cobrado pelo conteudo… ( peso em gramas) das BATATAS…  NAO ESTAO DIVULAGANDO  que vc compra Ar…    o Ar na embalagem é um beneficio… para melhor conservação das mesmas….  Deveriam ficar felizes por  consumir o produto intacto mesmo depois de todo um processo de transporte  de vaaarios Km.!!! Se colocarem as BATATAS  em uma balança e estiver ok com o divulgado na Embalagem , qual o problema entao????

    # Sem Noção#

  19. Leandro Sakai disse:

    Adorei! Esse povo tem que parar de ser mão de vaca! Como se 3,50 fosse pesar muito no bolso… Não tá bom desse tamanho? Compra o "Pra Galera" e come tudo! Afinal eu prefiro pagar um pouquinho mais num produto de qualidade do que pagar barato em isopores. 

  20. Willian Silva disse:

    a proporção de ar pode continuar a mesma, mas o preço… ahuahuah

  21. Baheufrasio disse:

    Tudo bem que precisa do ar para manter os clientes satisfeitos por batatas "intactas e perfeitinhas" porém, a quantidade e preço agregado por elas não nos satisfaz, pouca batata, preço elevado e pessoas do marketing suando em ter idéias brilhantes para nos dar uma "explicação adequada",  fazendo com de certa forma apazigue comentários negativos do mesmo. Pois é, não funciona tão simples assim, é uma vergonha e não vai ser uma resposta como essa que vai mudar nossas opiniões, e sim, mais batatas nos pacotes e quantidade do tão proclamado ar adequadamente para mante-las intactas para os consumidores.

  22. Gregiat6 disse:

    Muito bem explicado, apesar de não fazer parte dessa galera do ar…rsrs. Gostei muito de poder saber mais um pouquinho sobre essa delícia… Aliás qual o problema do ar, já que estão reclamando da quantidade? Referente a quantidade é só verificar o peso na embalagem e pesar para ver se é compatível….O que precisa não é diminuir o ar, e sim aumentar as gramas da embalagem… Valeu Rufles… Adorei a resposta.

  23. Vanessa Romano disse:

    Como publicitária: uma resposta criativa, clara, objetiva e limpa (sem rebater as queixas do consumidor). Parabéns pela criação!

    Como consumidora: quanto mais batatas dentro do pacote, MELHOR, sem dúvida! hahaha!

  24. Camila disse:

    Aham… eles aumentam o saco, sobem o preço e vocês vão reclamar disso também. Tenha fé ¬¬

  25. Erik Almeida disse:

    Sensacional! !!!!!

  26. Fernando Buarque disse:

    Bela História, mas a reclamaçao nao é porque vem ar e sim pela QUANTIDADE de batata. Se a desculpa é que o ar serve como "air-bag" da batatinha, aumentem o saco, o tamanho do air-bag e ponham mais batata!!!

  27. la disse:

    Se acham caro, porque compram? Além disso, fritura faz mal a saúde. 

  28. Luizpires80 disse:

    Por isso eu prefiro Pringles! 🙂

  29. Maandy Soares disse:

    Porque não estipulam um preço de acordo com o tantinho de batatas que vem? Eu não como ar, vocês comem? Poisé, foi uma boa explicação, mas o que não tem sentido é que a cada ano é o mesmo tanto de batata, o mesmo tanto de ar, mas o preço sempre aumenta. QUER AUMENTAR O PREÇO? AUMENTA O PACOTE TAMBÉM!

  30. Rafaelcarvalho disse:

    Por que então a batata palha da elma chips vem sem ar? Apesar de vir pouco vem com menos ar do que a ruffles. 

  31. Sim e daí? Ruflles vocês gastaram quanto para dar essa "resposta"?O questionamento dos consumidores não é a grande quantidade de ar quem vem nas nas embalagens e sim a baixíssima quantidade de batatas para o elevado preço, portanto não adiantou nada, nós consumidores continuaremos insatisfeitos!

    • Luiz disse:

      Na boa, a quantidade de ar é primordial para a "sobrevivência" das batatas: é exatamente isso que eles explicam nesse material. Outra coisa: a quantidade de batatas é, sim, a quantidade indicada nas embalagens, logo, quando você compra embalagens Ruffles, leia o quanto informam que vem e pese numa balança e vai ter a certeza que é realmente o que vem dentro da embalagem!
      Agora, sobre o preço, que não era a discussão em questão, também considero caro, mas paga quem quer, afinal, no mercado existem concorrentes!

    • Oliver Bitenkourt disse:

      Acontece que se você é guloso e quer matar a fome com uma Ruffles, você está fazendo isso errado querido André. Não acho o preço tão alto, se comparar com o que tem no mercado, e a qualidade da batata.

    • Aline disse:

      E continuamos comprando e comendo…

  32. Debora machado disse:

    Ui, ainda acho q é um saco de ar bem gostosinho rsrsrsrsrs 😉 legal a resposta

  33. Jay disse:

    rsrsrsr na face do face! 

  34. Fenix-alfa1 disse:

    muito bom!

  35. Jackson Nunes disse:

    Aumentem o pacote….pois vem muito pouco de batata #FATO

  36. Tiago disse:

    mas o "ar" q agente diz, não é o poque do pacote de batata ser meio estufado, mas sim por vir mais espaço no pacote do q a própria batata.
    agora inventem uma justificativa para isso ai vcs postam no face book

  37. thais disse:

    Então aumenta o saco ué e assim aumentará a quantidade de batatas pois pelo preço é só ar mesmo… muito pouca batata… já parei de comprar sempre, só quando tô com muita vontade… fica aí a dica… AUMENTA O SACO DA BATATA!!!

  38. Gisaduarte disse:

    ainda axo ki vem pouca batata amuh ruffles e a gente sempre quer +neh rsrsrsrs+ nao estamos discutindo qualidade e sim qtde !

  39. Jessica Carine disse:

    Toooooooooomaaaa!!!!
    Boa Resposta! pois eu como Ruffles a anos, e não vejo diferença nenhuma na proporção de ar!!!

  40. Fabio Teixeira disse:

    muito fodaaaa como um estudande de administração sinto orgulho de ver uma resposta a critica em comunicação em massa para um mito e senso comum de seus consumidores, sendo assim a marca passa a valer o mesmo valor perceptivel de antes, deixando suas criticas quanto ao asunto de saco de ar.

  41. Rodrigo Jmoraes disse:

    o que me encomodo é o preço e a quantidade de batatas não o ar até por que eu acho que o pacote pra montão e bem rechiado

  42. Jane Viegas disse:

    Adorei a resposta…bem feito prá estes engraçadinhos que tentaram medir força com pessoas inteligentes feito vcs..paft na cara deles!!!!!!!!!!!!ADOREIIIIIIIIIIIII

  43. Hortencia_dorini disse:

    Não deixa de vir pouco…¬¬

  44. Nayaratoneti disse:

    mais precisa ser tão poucoooooo! Alias o preço é meio salgadinho ne !

  45. O ar é necessario…Mas mesmo assim ainda Cada vez maias tem menos batata e o preço é maior…foise o tempo que ruffles era 1 e 50…Agora ta de 2 e 50 pra la..

  46. Débora Lima disse:

    Eu prefiro comer as batatas todas em migalhas do que comer duas batatinha e pagar um absurdo!!  =D

  47. Ramon Lopes disse:

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK CURTI DEMAIS .

Usuários do Twitter estão ficando mais inteligentes – e mal-humorados


É essa a conclusão de um novo estudo da Universidade de Vermont, que analisou os tuites de 63 milhões de pessoas em vários países ao longo de 33 meses. O índice de felicidade foi calculado atribuindo-se uma escala emotiva a 10 mil palavras, na qual termos negativos (como “droga” e “odeio”) recebem pontuação baixa e palavras positivas (como “adoro” e “feliz”) recebem pontuação alta. É um critério imperfeito, claro -a mesma palavra pode significar coisas diferentes em contextos diferentes-, mas válido. E aponta uma queda consistente no nível de felicidade. Outra coisa que chama a atenção é a diversidade do vocabulário empregado pelos usuários (linha “B” do gráfico), que aumentou bastante – e sugere elevação na qualidade da escrita. O Twitter está menos risonho, mas mais inteligente.

Revista Superinteressante

Órfãos da TIM

Parece que de nada ou pouco adiantou a recente audiência pública realizada na Câmara Municipal de Natal para discutir os transtornos gerados pela inoperância da TIM no Estado, particularmente a capital, detentora da maior fatia de clientes da operadora italiana no Rio Grande do Norte.

Desde o início da manhã, os usuários reclamam da falta de sinal. Não conseguem realizar uma ligação. Internet, então, é um luxo para os assinantes dos planos de banda larga, apesar de, ao fim do mês, a fatura chegar às suas portas, cobrando por um serviço que é más prestação e utilização.

Soa um tripúdio ao consumidor a postura de quem já foi impedida de ativar novas linhas no estado em virtude da má gestão operacional.

Resta o protesto.

No Twitter, uma busca ao nome da operadora revela uma saraivada de comentários impregnados de justa indignação. “A melhor maneira de protestar é sair da TIM”, sugere o promotor de Justiça Fernando Vasconcelos.

No perfil oficial da operadora (@timtimportimtim), não há uma menção ou resposta aos problemas apontados pelos seus usuários.

Também pelo Twitter, o promotor de Defesa do Consumidor, José Augusto Peres já mandou o recado: na semana que se avizinha, uma nova Ação Civil Pública pedirá novamente o bloqueio de vendas e habilitações de novas linhas da operadora.

De Peres, a propósito, partiu uma meia ofensa divertida: “Ei, a TIM tem mãe? Pois se tiver…”. Se tem mãe não sei. Mas tem filhos, por quem ela deveria zelar com um serviço de qualidade, ao invés de torná-los órfãos e fazê-los buscar por conforto em outra freguesia.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo Couto disse:

    Conseguir usar a internet 3G da TIM no celular por mais de 10 minutos consecutivos é quase um milagre.
    A rede 3G da TIM quase sempre para de funcionar e muitas vezes nem a lenta rede EDGE funciona.
    O consumidor fica sem poder usar a internet pelo celular, pois nenhuma das duas redes funciona, mas no fim do mês o serviço é cobrado, pois o valor é fixo, independente do tempo de uso.