Saúde

Com recorde de 95% de aprovação dos cooperados, Fernando Pinto é reconduzido em chapa única à presidência da Unimed Natal

Foto: Divulgação

Nessa quarta-feira (10) os cooperados da Unimed Natal, com 95% de aprovação, em chapa única, elegeram o novo Conselho de Administração da cooperativa reconduzindo à presidência o dr. Fernando Pinto. Este percentual representou mais um recorde nos 43 anos da Unimed Natal onde, dos médicos aptos a votar, mais da metade se manifestaram durante o pleito e demonstraram estar amplamente satisfeitos com os resultados apresentados pelos últimos 3 anos da gestão durante a Assembleia Geral Ordinária (AGO).

Além do Presidente, do Vice, dr. Carlos Medeiros, do Diretor Técnico, o dr. Fábio Macedo, a diretoria executiva, com o novo estatuto, agora é composta por mais um diretor, o dr. Emerson Oliveira, que assume a Diretoria de Recursos Próprios depois de ter passado pela Superintendência da área.

Entre 2017-2021 a gestão presidida pelo dr. Fernando Pinto foi responsável por grandes feitos como o fim do Pro Rata que, por 23 anos, subtraiu da produção médica cerca de 317 milhões de reais para arcar com a operação da cooperativa; pela primeira vez houve a distribuição de 34, 4 milhões de reais em sobras aos médicos; a valorização do trabalho do cooperado com o reajuste no valor base da consulta em 35%; a aquisição da carteira de clientes da Unimed Federação RN que levou a Unimed Natal a se tornar a ÚNICA Operadora de planos de saúde do Sistema Unimed no Rio Grande do Norte; a ampliação da rede se serviços próprios incluindo o início das obras do Complexo de Saúde Unimed – onde será instalado o mais moderno hospital do estado; sem falar nas ações de combate à pandemia.

Grandes resultados geraram reconhecimentos, como o Top Natal, o da Valor 1000 e a entrada no seleto ranking da Revista Exame na lista “Maiores e Melhores”, em que a Unimed Natal é mencionada como a 4ª maior empresa do Rio Grande do Norte, a 11ª entre as 345 operadoras Unimed, a 22ª operadora de Saúde do país e a 46ª empresa de serviços de saúde do Brasil. Destaque também para o presidente, dr. Fernando Pinto, que foi reconhecido em 2020 como um dos 100 profissionais de saúde mais influentes pela revista Healthcare.

Neste momento a gestão renova seu compromisso para os próximos 4 anos, buscando seguir firme sobre 5 pilares: Mudança da cultura da empresa com foco do cliente, alinhando processos para geração de resultados; apresentação de um novo modelo assistencial baseado na atenção primária; Fortalecimento dos serviços próprios; e um novo modelo de remuneração. Dessa forma a cooperativa segue, de forma sustentável, focada em alcançar resultados cada vez mais consistentes, evoluindo em seu jeito de cuidar e consolidando-se como o plano genuinamente potiguar, levando saúde a todo RN.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns a toda diretoria pela eleição e pela administração séria e competente , focada no crescimento , atendimento aos cooperados e assistência aos segurados, dando mais confiança.

  2. Parabéns Unimed Natal,a cada dia mais forte. Alem do vigor financeiro,quarta empresa do RN,sem dividas fiscais,está cada vez mais estruturado,o Hosputal logo logo colocará a Unimed em outro patamar.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN atinge 66,17% da cobertura vacinal da pólio, meta é vacinar 95%

O Rio Grande do Norte atingiu 66,17% da cobertura da campanha de vacinação da Poliomielite até o momento. A meta é que 95% das crianças sejam vacinadas contra a doença. O Estado aparece na 11ª posição no ranking do Brasil e na 6ª posição na região Nordeste, conforme dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI/DATASUS).

No Rio Grande do Norte, temos o seguinte panorama: 38 municípios (22,75%) alcançaram a meta; 120 municípios (71,85%) estão entre 50 e 95% de cobertura; e, ainda 9 municípios (5,38%) estão abaixo de 50%.

Para atingir a meta, a campanha de vacinação da Poliomielite segue até a próxima segunda-feira (30) em todos os municípios do RN. Devem se vacinar as crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade. A Poliomielite é uma doença que afeta o sistema nervoso central e pode causar a paralisia permanente ou transitória dos membros inferiores. A única forma de prevenção é a vacinação.

Além da vacinação contra a pólio, os pais e familiares devem levar crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade aos postos de vacinação para participar da Campanha de Multivacinação e realizar a atualização da caderneta de vacinação. Estão sendo ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança e do adolescente visando diminuir o risco de transmissão de enfermidades imunopreveníveis, assim como, reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal.

A Sesap continua unindo esforços e buscando estratégias para atingir a meta preconizada em todos os municípios do RN, e assim continuarmos livres da paralisia infantil. É importante salientar que os municípios devem adotar estratégias para ampliar a cobertura vacinal, realizando uma busca ativa das crianças não vacinadas, a vacinação de casa a casa, disponibilizando postos de vacinação em postos estratégicos e, nas maiores cidades, a realização de “drive thru” de vacinação, respeitando as orientações e cuidados para evitar o contágio e a disseminação da Covid-19.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Refis: Dívidas com o Estado poderão ser parceladas em até 60 meses e com descontos que vão de 60% a 95% sobre juros e multas

Foto: Elisa Elsie

Dívidas com o Estado poderão ser parceladas em até 60 meses e com descontos que vão de 60% a 95% sobre juros e multas. A adesão ao Refis pode ser feita até dia 30 de novembro.

A proposta de criação do Programa de Recuperação de Créditos Tributários (Refis), elaborada pelo Governo do Estado, foi aprovada nesta quarta-feira (21), durante votação na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O programa permite a renegociação de dívidas referentes a tributos de competência do estado com descontos que chegam a até 95% sobre multas e juros. O montante devido por pessoas físicas e jurídicas poderá ser parcelado em até 60 meses e a adesão ao Refis pode ser feita até o dia 30 de novembro.

A renegociação é válida para empresas e pessoas físicas com débitos relativos ao Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) e ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

O benefício também envolve as empresas que estão em processos de cobrança judicial e deverá abreviar o tempo de negociação, já que os procedimentos são simplificados, dispensando os questionamentos e impugnações comuns em processos jurídicos.

“Esse novo Refis representa uma oportunidade para aqueles contribuintes que acabaram acumulando débitos de ICMS durante a pandemia de se regularizarem. Contempla também os débitos de ICMS e IPVA que são anteriores a 2019”, destaca o secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier. Segundo ele, o programa foi bem estruturado, já que será o único instituído na atual gestão e o que mais apresenta vantagens para o contribuinte.

Pelas regras, quem pagar o débito à vista terá um desconto de 95%. Já aqueles que parcelarem entre dois e dez meses, o desconto é de 90%, Terão direito a um abate de 75% sobre os juros e multas gerados aqueles contribuintes que optarem por 11 até 20 parcelas. Acima disso e até 60 meses, o desconto será de 60%. A regra vale para débitos gerados até 31 de julho de 2020.

Pelos cálculos da Secretaria de Estado da Tributação (SET), a expectativa é recuperar pelo menos R$ 30 milhões apenas de contribuintes com débitos tributários, porém, que ainda não estão inscritos na Dívida Ativa.

Aqueles que estão com as dívidas nessa instância também serão contemplados pelo programa. Basta acessar o endereço http://www.pge.rn.gov.br/ e simular o parcelamento. O site da Procuradoria Geral do Estado vai disponibilizar uma calculadora online para simular a adesão e demonstrar o valor atualizado da dívida, o total com desconto e a parcela mensal.

No caso dos contribuintes que não estão na Dívida Ativa, o contribuinte pode acessar a página da SET (www.set.rn.gov.br) e entrar na Unidade Virtual de Tributação (UVT) com login e senha e fazer a adesão. Lá, é possível verificar o extrato fiscal, onde constam os débitos tributários e possíveis autos de infração.

O contribuinte também tem a opção de fazer a adesão presencialmente procurando uma Unidade Regional de Tributação mais próxima, que estão instaladas nas cidades de Natal, Mossoró, Nova Cruz, Macau, Caicó, Currais Novos e Pau dos Ferros. Informações podem ser obtidas pelo WhatsApp 84 3232 2190.

Além do Refis, o Governo do Estado também lançou dentro do pacote de medidas do RN Cresce Mais o programa de parcelamentos para as empresas que se encontram em processo de recuperação judicial. Nesse caso, o contribuinte poderá parcelar a dívida em até 84 parcelas sem o acréscimo de juros ou multas ocorridos até a data da decisão judicial. Se o empreendimento for optante do Simples Nacional, o parcelamento pode chegar até 100 meses. Mas esse parcelamento ainda precisar ser aprovado pelos parlamentares.

Opinião dos leitores

  1. Faço tudo p não pagar imposto. Não trabalho, de vez em quando faço uns bicos. Com o dinheiro q ganho do Bolsa Família, compro alimentos naturais produzidos em casa, livre de impostos. Roupa e eletrônicos só compro se for de Caruaru, pois lá ninguém paga imposto. Tenho um carro véi com mais de 10 anos de uso também não pago nada. Eu vou pagar imposto para os sabidos botarem na cueca e funcionário público comer ele todinho. Moro numa casinha com menos 50 m2, IPTU só se for na lua. Enfim dinheiro meu é difícil vcs pegarem

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

SP coloca 95% do estado na fase mais branda da reabertura

Foto: Divulgação/Governo do estado

O governo de São Paulo atualizou nesta sexta-feira (4) a classificação das regiões no plano de reabertura gradual das atividades econômicas durante a pandemia do coronavírus e anunciou o avanço de cinco regiões e o retrocesso de uma.

Com isso, 95% da população do estado está na fase amarela de classificação do plano, a qual permite o funcionamento de bares, restaurantes, comércio e outras atividades não essenciais. O governo também prorrogou a quarentena pela décima vez e o estado segue sob restrições até o dia 19 de setembro.

Marília, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, Registro e São José do Rio Preto passaram da fase laranja para amarela. A única região que regrediu foi Ribeirão Preto que passou da fase amarela para laranja. O estado permanece sem nenhuma região na fase vermelha, a mais restritiva do plano de flexibilização econômica.

As alterações do Plano São Paulo acontecem a cada 2 semanas, quando é permitido que as regiões evoluam de fase. No entanto, caso exista piora nos índices, as regiões podem regredir na semana de intervalo. Na última sexta-feira (28) nenhuma região regrediu de fase.

O governador João Doria (PSDB) disse nesta sexta-feira (4) que a progressão de cinco regiões se deve a melhora no índices destes locais.

“A progressão destas regiões é uma tendência de melhora dos indicadores que temos observado no estado como um todo e já estamos na quarta semana consecutiva de queda de óbitos, um fato inédito desde o início da pandemia. Quatro semanas consecutivas com índices de infecção em queda, índices de óbito em queda, índices de ocupação de leitos de UTI em queda”, disse o governador.

A Secretária de Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen, disse nesta sexta-feira (4) que a região de Franca se manteve na fase laranja e a de Ribeirão regrediu à ela devido ao número de óbitos nas regiões.

“Então temos 5 regiões que avançam de fase e temos aqui Franca e Ribeirão Preto que se mantém na etapa de controle, principalmente pelo número que nós temos registrado em óbitos nessas regiões. O que também é um sinal positivo olhando pra frente porque há estabilização de internação nessas regiões que se reduzindo agora podemos ter uma maior abertura também pra fase amarela”, diz.

A única região que regrediu nesta sexta (4), Ribeirão Preto, registrou uma alta de 43,1%no número de casos, 48,3% nos óbitos na variação semanal. As novas internações, no entanto, tiveram queda de 8,2%.

Nesta sexta (21), o estado registrou 186 novas mortes por coronavírus em 24 horas, chegando ao total de 31.091 óbitos desde o início da pandemia. A marca dos 30 mil óbitos, número maior do que o registrado em toda a Espanha, foi ultrapassada na segunda-feira (31).

O governo de São Paulo anunciou também nesta sexta-feira (4) o início da Operação Independência, que vai reforçar o policiamento em cidades turísticas do estado para tentar evitar aglomerações durante a pandemia de Covid-19.

As cidades do litoral paulista e outras estâncias turísticas no interior do estado vão receber reforço de 20 mil policiais ao dia durante o feriado prolongado do dia 7 de setembro. Também serão utilizadas 7,2 mil viaturas e 880 motos, além de helicópteros e drones.

Interior x capital

(mais…)

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Câmara Municipal de Parnamirim: Ouvidoria Legislativa tem 95% de demandas resolvidas nos primeiros meses de 2020

Foto: Divulgação

Com o objetivo de manter um elo de interlocução entre o Poder Legislativo e a população Parnamirinense, a Ouvidoria da Câmara teve 95% de suas demandas resolvidas no período de 14 de janeiro ao final de fevereiro deste ano. Qualquer cidadão pode buscar atendimento através do telefone 3645-9819 ou e-mail: [email protected]

A Ouvidoria Legislativa registrou cerca de 20 atendimentos, com os mais variados assuntos, que vão desde solicitações, sugestões, reclamações e elogios aos serviços públicos do município de Parnamirim.

“Temos pedidos, como a relação dos vereadores, elogios e sugestões ao Portal da Transparência da Câmara, bem como reclamações de alguns serviços públicos prestados pela Prefeitura. Recebemos as demandas e as protocolamos via ofício a pasta competente para obtermos uma resposta da mesma”, explicam os representantes da Ouvidoria, Johnat Linhares e Gabriel Penha.

Ainda de acordo com os representantes da Ouvidoria, em breve o setor ganhará um sistema próprio para alimentação de dados, com diversas opções dos Gabinetes e seus serviços. O programa estará disponível na página da Ouvidoria no portal da Câmara de Parnamirim.

O setor de Ouvidoria tem diversas funções, como receber e registrar sugestões críticas, reclamações e representações de qualquer cidadão, além de manter sigilo, quando solicitado, sobre denúncias e reclamações, bem como sua fonte, entre outras.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Restando oito rodadas, Flamengo tem 95% de chance de título do Brasileirão, e Palmeiras ainda tem 5%

Foto: Alexandre Cassiano / O Globo

A oito rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Flamengo se vê cada vez mais perto do título de 2019. Na liderança com 71 pontos, oito a mais que o vice-líder Palmeiras, o Rubro-Negro tem 95% de chance de ser campeão neste ano e conquistar o hepta do Brasileirão, segundo o matemático Tristão Garcia, do site “Infobola”.

O único que ainda tem alguma probabilidade de “tirar” essa conquista é o próprio Palmeiras, mas que aparece apenas com 5% de chance.

Já para classificação à Copa Libertadores de 2020, o Flamengo e o Palmeiras já estão com 99% de certeza que vão estar na competição, segundo o matemático.

O Santos, terceiro colocado, também está praticamente garantido, com 98% de chance. As outras vagas são disputadas por seis equipes e segue embolado.

O São Paulo aparece 54% de chance, seguido do Grêmio com 38%, o Internacional ainda tem 7%, o Corinthians apenas 3%, enquanto Goiás e Bahia estão com 1% cada.

Extra – O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *