Expansão do Hospital em foco na Unimed Natal

Foto: Divulgação

A diretoria da Unimed Natal reuniu os cooperados nessa quinta-feira(24), na Associação Médica, para discutir a expansão do seu hospital.

Na oportunidade o presidente da cooperativa, Dr. Fernando Pinto, falou sobre a importância de se fazer frente à concorrência com um hospital próprio e moderno e que ofereça oportunidade de trabalho aos profissionais de diferentes especialidades.

Unimed Natal e Liga apresentam Startups que passarão por mentoria

Projetos de Inovação em saúde sempre estiveram no foco da Unimed Natal e da Liga Norte Riograndense Contra o Câncer. Mas agora, as duas instituições, as maiores em suas áreas no Estado, com 42 e 70 anos respectivamente, trazem para suas equipes startups que estão desenvolvendo soluções em setores críticos.

Foi assim que nasceu, há 2 meses, o Conexão Startup Saúde. A ideia de abrir um edital, com 8 linhas de atuação, trouxe mais de 20 empresas interessadas em dar início a essa parceria. De um lado os projetos que precisam de validação. Do outro lado, Unimed Natal e Liga oferecem sua expertise e toda a sua estrutura para que as startups se tornem viáveis.

Após a inscrição e o processo seletivo, para o qual 5 startups se qualificaram, chegamos à etapa de conexão, o encontro entre mentores e startups. O evento está marcado para o dia 14 de outubtro, segunda-feira, a partir das 9 horas, no auditório da Liga Contra o Câncer. Será o momento de integração entre as empresas, Corps Teknologi, Mindthru, Nut, Medscale, e Konatus com os gestores das duas instituições.

Ao final, a partir das 18h, uma palestra do Dr. Francisco Irochima vai abordar “Projetos de Inovação- perspectivas e planos.”

Unimed Natal encerra o mês de março fortalecida com duas boas notícias

A Unimed Natal encerra o mês de março fortalecida com duas boas notícias. A primeira delas foi a eleição do presidente da cooperativa, o médico Fernando Pinto, para presidir também a Unimed Equatorial – a federação que reúne seis importantes operadoras do sistema Unimed, que representam juntas uma carteira com mais de 700 mil vidas. O mandato de quatro anos irá até 2023

Outra importante conquista nesse mês foi o ingresso no plano de cerca de 4 mil colaboradores do Sistema Fecomercio. Os empregados da Fecomercio, como também do Senac, Sesc e Hotel Barreira Roxa, estão sendo atendidos desde o início da semana por toda a rede própria e credenciada à Unimed Natal.

Unimed Natal disputa neste fim de semana em MG prêmio com o case de sucesso comercial em 2018

Alguns dos principais executivos da Unimed Natal passam esse fim de semana em Belo Horizonte, onde a empresa é uma das três finalistas no Prêmio Acadêmicos da Unimed, que ocorre na cidade e cujos vencedores serão conhecidos neste sábado.

A Unimed Natal disputa o prêmio com o case de sucesso comercial em 2018 – quando a cooperativa natalense conquistou mais de 20 mil novos clientes.

A disputa pelo prêmio envolve operadoras de todo o sistema Unimed no Brasil. Nessa etapa final, a Unimed Natal concorre diretamente com a Unimed BH e de Juiz de Fora.

Unimed Natal realiza encontro com pais de bebês prematuros

Sorrisos e muita emoção marcaram o reencontro da equipe multidisciplinar da Maternidade Unimed com mães e pais de crianças prematuras que passaram pela UTI Neo do local. O evento, realizado pela Unimed Natal, comemorou o Novembro Roxo, mês em que se promove a Campanha Mundial da Prematuridade.

Durante o encontro, ocorrido no último sábado (24), os presentes desfrutaram de uma manhã repleta de brincadeiras e diversão, com direito a algodão doce, pipoca e um café da manhã especial.

“Em 17 de novembro é celebrado o Dia Mundial da Prematuridade e nesse mesmo dia comemoramos os três anos de funcionamento da UTI Neo da Maternidade Unimed.

Estamos muito felizes em comemorar a vida e a saúde de todas as crianças que passaram pela nossa UTI”, destaca a médica intensivista, dra. Lana Soriano.

Novembro Roxo

O mês de novembro marca a importância da conscientização e luta para prevenir a prematuridade. Criado em 2009, o Dia Mundial da Prematuridade, celebrado em 17 de novembro, tem o intuito de pensar estratégias para diminuição da taxa de prematuridade no mundo, que hoje soma cerca de 15 milhões de bebês por ano.

Maternidade Unimed e UTI Neo Planejada e projetada para ser referência em assistência materno infantil e em urgências obstétricas e ginecológicas, a Maternidade Unimed – que está estruturada dentro do Hospital Unimed – oferece um atendimento rápido, eficaz e seguro sempre em conformidade com as boas e modernas práticas médicas.

Unimed Natal recebe prêmio de “Empresa Amiga da Cultura”

Foto: Verônica Macedo

A Unimed Natal recebeu, na noite desta segunda-feira (26), o título de “Empresa Amiga da Cultura”. A premiação foi entregue durante sessão solene realizada na Câmara Municipal de Natal e proposta pela vereadora Ana Paula Araújo.

A cooperativa natalense é a maior incentivadora de projetos culturais inscritos na Lei Djalma Maranhão. Em 2018, por exemplo, já foram patrocinados mais de R$ 2,8 milhões, em diversas áreas como música, dança, teatro, literatura e patrimônio cultural.

“Entendemos que a cultura é a base de um povo e uma nação só é forte quando suas tradições se perpetuam. Ora, as pessoas ficam felizes quando os artistas potiguares conseguem brilhar no cenário nacional e o incentivo que damos aqui é importante para fazê-los crescer”, destacou o vice-presidente da Unimed Natal, dr. Carlos Antônio Medeiros.

Projetos de sucesso

Desde 2011, quando a Lei de Incentivo a Cultura Djalma Maranhão (Lei nº 5.3323/2011) foi aprovada, a Unimed Natal já patrocinou grandes projetos, como as apresentações da Orquestra Sinfônica do Estado do Rio Grande do Norte (OSERN), Gira Dança, o espetáculo A Paixão de Cristo, Ação Leitura, além dos shows dos Grandes Encontros Musicais de Natal e a Feira de Livros e Quadrinhos de Natal – FLIQ. Somam- se a estes, projetos como Som da Mata, Natal Instrumental e Tocando a Vida, Feira Garajal, Cores do Nosso Samba e muito mais.

Unimed Natal celebra Dia do Médico com ações comemorativas

Em comemoração ao Dia do Médico, celebrado em 18 de outubro, a Unimed Natal promoveu diversas ações para seus cooperados. Os festejos foram iniciados já na segunda-feira (15) e seguiram até a sexta-feira (19).

No setor Personal, canal exclusivo de atendimento ao cooperado, foi elaborada uma ambientação diferenciada e exibido, durante toda a semana, um vídeo em comemoração ao pro rata zero. Na ocasião, também foram distribuídas palhas italianas.

Na quinta-feira (18), diretores e conselheiros da operadora reuniram-se no Personal para o descerramento de uma placa enviada pela Unimed do Brasil com o propósito da marca. O presidente da Unimed Natal, dr. Fernando Pinto, ressaltou a importância de comemorar a data e falou um pouco sobre os trabalhos desenvolvidos pela atual administração.

“É com muito prazer que hoje nos reunimos e comemoramos o nosso dia. A atual administração assumiu a Unimed Natal com um compromisso, zerar o pro rata, e o cumprimos. Agora, queremos manter esse número, mas também transferir ganhos adicionais à remuneração médica através dos Indicadores de Qualidade Assistencial”, destacou o presidente.

Outra ação promovida pela cooperativa foi a distribuição de ingressos para os médicos assistirem ao espetáculo “Cartola – Simplesmente Divino”, apresentado no Teatro Riachuelo na última quinta-feira (18). O espetáculo foi patrocinado pela operadora através da Lei municipal de Incentivo à Cultura, Djalma Maranhão.

Diretores e médicos cooperados da Unimed Natal também se somaram a outros profissionais da área, na noite da sexta-feira (19), para comemorar o Dia do Médico. O evento foi organizado pela Associação Médica do RN e também contou com o patrocínio da cooperativa natalense.

Unimed Natal celebra 41 anos com pro rata zero, eficiência, e crescimento no mercado

Em outubro, a Unimed Natal, cooperativa do Sistema Unimed, celebra 41 anos de história. Apesar do cenário de planos de saúde no Brasil demonstrar pequenos sinais de recuperação, a operadora natalense tem conquistado diversos resultados positivos, entre eles o pro rata zero e o crescimento de sua carteira no mercado potiguar.

Dificuldade enfrentada, sistematicamente, ao longo dos últimos 22 anos, o pro rata consiste no rateio da receita pelas despesas. A atuação incansável da atual administração, junto a cooperados, colaboradores e conselhos, permitiu que a operadora reduzisse o índice de quase 31% em abril de 2017 para zero em setembro deste ano. Isso significa dizer que, com a queda progressiva desse percentual, foram repassados mais valores para os médicos cooperados.

A conquista foi resultado de várias ações, entre elas o reposicionamento e articulação no mercado, o que levou a Unimed Natal a atingir mais de 150 mil beneficiários, apresentando um crescimento de carteira em 13%. Outro ponto importante foi o lançamento de um novo portfólio de produtos mais amplo e robusto. As iniciativas vão na contramão da crise que afetou empresas do setor da saúde suplementar nos últimos anos.

“Assumimos a gestão da Unimed em abril do ano passado e de lá para cá, conquistamos muito. Mas ainda há muito o que fazer. Estamos organizando nossa cooperativa, investimos na reestruturação de serviços próprios como o Centro Clínico Pediátrico e na reforma de ampliação do nosso Hospital”, destaca o presidente da Unimed Natal, dr. Fernando Pinto.

Nesse sentido, a empresa continuará a buscar a excelência no atendimento. “Queremos continuar a fazer mais pelos nossos clientes, que tenham experiências positivas, conectadas à marca Unimed Natal e, mais que isso, incentivá-los a levar uma vida saudável”, ressalta dr. Fernando Pinto.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lair Solano Vale - médico cooperado da Unimed Mossoró disse:

    Parabéns a toda diretoria , colaboradores e cooperados da Unimed Natal . O fim do pro rata era uma antiga aspiração . Nós da Unimed Federação Rn sempre pagamos aos nossos cooperados pela tabela do sistema Unimed Nacional e estamos unidos para crescermos ainda mais .
    A marca Unimed é de todos nós. Que 2019 possamos superar, juntos, a marca de 200 mil vidas .

Unimed Natal adota programa Jeito de Cuidar Unimed

Com o propósito de construir um atendimento de excelência, de cuidado e estreitamento no relacionamento com seus beneficiários, a Unimed Natal iniciou a implementação do Jeito de Cuidar Unimed. O pontapé das atividades foi iniciado na terça e quarta-feira (16 e 17) com um treinamento realizado pela Unimed do Brasil entre representantes de diversas áreas da cooperativa.

O Jeito de Cuidar trata de um modelo desenvolvido pela Unimed do Brasil que busca (re)pensar comportamentos, sistemas, processos e hábitos, levando a uma evolução cultural e fortalecendo o compromisso de cuidar da saúde e do bem-estar das pessoas.

A capacitação foi realizada no Praiamar Hotel e contou com a participação de 40 colaboradores de áreas assistenciais e administrativas. O propósito da ação foi desenvolver o papel de cada um enquanto replicadores da filosofia da marca Unimed – o cuidado -, contribuindo com a evolução dos serviços e qualificação contínua da operadora natalense.

Nesse sentido, foram debatidos e traçados um conjunto de práticas organizacionais voltadas à criação de valor e à gestão do relacionamento com os clientes. As análises e planejamento se ancoraram em sete pilares que compõem o Jeito de Cuidar: Estratégica, Liderança, Sociedade, Informação e Conhecimento, Processos e Infraestrutura.

De acordo com a Assessora de Gestão de Pessoas da Unimed Natal, Andrea Nunes, o Jeito de Cuidar tem como elemento central o indivíduo, seja médico cooperado, colaborador, beneficiário ou sociedade. “A Unimed nasceu para cuidar de pessoas e, diante de tantos avanços tecnológicos, não podemos perder de vista a relação entre os sujeitos. Pretendemos construir um resgate da nossa essência”, ressalta.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dr Lair Solano Vale disse:

    Nós que fazemos parte do sistema Unimed do Rn ( FEDERAÇÃO ) , também organizamos evento semelhante no Hotel Villa oeste em Mossoro sábado dia 06 .
    Parabéns a Unimed Natal , juntos somos o maior e melhor plano de saúde do Rn.

Unimed Natal celebra semana das crianças com programação especial

Durante a semana do Dia das Crianças, a Unimed Natal preparou uma programação especial para seus pequenos beneficiários. Desde a segunda-feira (8) até a quinta-feira(11) de outubro diversas atividades recreativas estão sendo promovidas no Pronto Atendimento Pediátrico e no Centro Clínico Pediátrico da operadora.

Entre as ações promovidas estão pintura de rosto e mãos, distribuição de esculturas de balões, contação de histórias para animar a criançada e entrega de doces.

Sobre os serviços próprios

O Pronto Atendimento Pediátrico da Unimed Natal é um espaço exclusivo para acolhimento nos casos de livre demanda – situação onde não há necessidade de marcação de consulta. O serviço funciona 24 horas e está localizado no complexo do Hospital Unimed.

Já o Centro Clínico Pediátrico foi fundado em 2010 tendo em vista a necessidade de uma estrutura própria para facilitar o atendimento clínico das crianças diante da superlotação em outros espaços da cidade. Em setembro de 2017, a unidade foi transferida para a Avenida Deodoro da Fonseca, num espaço mais amplo, moderno confortável.

Novo plano empresarial da Unimed Natal é lançado no mercado

Cobertura diferenciada e atendimento nos melhores centros médicos do Brasil. Esse é o Unimed Natal linha Select, o novo plano da cooperativa que oferece ainda mais conforto e comodidade para seus clientes. O produto pode ser comercializado para empresas a partir de duas vidas.

Com ela, o beneficiário da Unimed Natal tem a sua disposição a maior e melhor rede de atendimento do país, são instituições de renome como Hospital Sírio Libanês, Rede D’Or, Real Hospital Português, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital Nove de Julho e muito mais.

A proposta é levar exclusividade em cada detalhe do plano, sempre com o objetivo de ofertar uma experiência única. É por isso que a linha Select disponibiliza um concierge para as empresas, oferecendo atendimento diferenciado.

Clientes Select também contam com a proteção indispensável da maior empresa de transporte aéreo de urgência do país, a Unimed Aeromédica, e com o cuidado do SOS
Unimed, transporte terrestre de urgência e emergência referência em todo o Sistema Unimed.

Novo portfólio

Robusto, pensado e desenvolvido para atender a cada público que deseja ter Unimed Natal, o novo portfólio divide-se em quatro linhas de produtos: Life, Green, Quality e Select.

Pensados para atender as categorias Pessoa Física, Coletivo Empresarial e Coletivo por Adesão, os planos fortalecem o compromisso de levar saúde, atenção, conforto e comodidade para seus beneficiários.

No novo portfólio, os clientes Unimed Natal contam também com a possibilidade de aderir a produtos adicionais como Aeromédica, Unimed Odonto e Seguros Unimed. Para saber mais sobre a nova grade de produtos basta entrar em contato com a cooperativa através do número: 3220-6200.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. SousA disse:

    No Brasil, se qualquer coisa é "novo", moderno, nova fórmula… pode ficar certo que é PIOR para o cliente. Oh país miserável. Isso vale para chocolates (hoje só fabricamos porcarias), cervejas (só bebemos milhos transgênicos, cereais não maltados e outras porcarias), moderno (reforma da previdência), e, com certeza, Plano de saúde, se muda, é pior, para lascar o cliente..

  2. SousA disse:

    No Brasil, se qualquer coisa é "novo", moderno, nova fórmula… pode ficar certo que é PIOR para o cliente. Oh país miserável. Isso vale para chocolates (hoje só fabricamos porcarias), cervejas (só bebemos milhos transgênicos, cereais não maltados e outras porcarias), moderno (reforma da previdência), e, com certeza, Plano de saúde, se muda, é pior, para lascar o cliente.

Prematuro terá tratamento custeado pela Unimed Natal e família ainda será indenizada

O juiz José Undário Andrade, da 18ª Vara Cível de Natal, condenou a Unimed Natal Sociedade Cooperativa de Trabalho Médico a arcar com os custos do medicamento para o tratamento de uma criança que nasceu com problemas pulmonares, ou o respectivo ressarcimento, no caso de ter havido pagamento pelo autor, com a devida atualização monetária e juros de mora. Na mesma sentença o magistrado condenou, ainda, o plano de saúde a indenizar ao autor a quantia de R$ 6 mil, a título de indenização por danos morais, valor que também deverá ser acrescido de juros e correção monetária.

Na ação, o pai da criança (que a representou judicialmente) afirmou que é usuário do plano de saúde Unimed Natal, estando adimplente com as respectivas mensalidades. Alega que seu filho nasceu prematuramente em abril de 2012, com idade gestacional de 27 semanas, pesando 650 gramas, e precisou ser internado em UTI Neonatal desde o seu nascimento.

Entretanto, em razão de seu estado peculiar de desenvolvimento, devido ao quadro de displasia broncopulmonar, fez uso de oxigênio inalatório, e necessitou da utilização de duas doses de PALIVIZUMAB (Synagis).

Assim, requereu, liminarmente, que a Unimed Natal autorizasse o fornecimento daquela medicação indicada pelo médico na guia de solicitação e seus anexos, e que arque com os custos decorrentes de sua concessão.

A Unimed Natal alegou que a não autorização se deu pelo fato do medicamento ter finalidade imunizadora, ou seja, de vacina, bem como que foi prescrito para aplicação fora do regime de internação ou do atendimento em pronto socorro.

Sentença

Para o juiz José Undário Andrade, num contrato de seguro ou plano de saúde, o que o fornecedor propõe é a garantia de cobertura para os eventos adversos à saúde. É essa a oferta a que ele se vincula por força da lei, ao apresentá-la ao consumidor, e é isso que o consumidor entende, pois tal garantia de cobertura é o que ele, consumidor, tem em mira ao contratar.

Segundo o magistrado, “a negativa infundada é abusiva exatamente porque frustra a finalidade precípua do contrato, uma vez que, se de um lado garante ao usuário a realização de tratamento da patologia que acomete o autor, por outro inviabiliza a sua concretização pela não autorização de fornecimento de medicamento considerado pelo médico como necessário ao ato”.

(Processo nº 0127966-91.2012.8.20.0001)
TJRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eric disse:

    Eu queria saber o porquê que esses assessores jurídicos dos planos de saúde não aprendem a interpretar o contrato de seguro ou plano de saúde. Todos os dias eles levam uma trauletada e teimam em contestar os contratos. Por isso, q os planos falem, resolvem contestar e na sentença vem a porrada bruta.

Negativa na realização de exames na Unimed Natal gera indenizações

A juíza Andréa Régia Leite Holanda Macedo Heronildes, da 17ª Vara Cível de Natal, condenou a Unimed Natal – Sociedade Cooperativa de Trabalho Médico a pagar a um cliente, a título de indenização por danos materiais, o valor de R$ 9.807,03, acrescido de juros e correção monetária. A condenação ocorreu em virtude da negativa do plano de saúde em autorizar exames em benefício do paciente. A magistrada condenou, ainda, a Unimed, a título de danos morais, ao pagamento da quantia de R$ 4 mil, também acrescida de juros e correção monetária.

Na ação judicial, o autor disse que firmou contrato de plano de saúde com a Unimed Natal em 10 de Dezembro de 1990 e que vem adimplindo regularmente as mensalidades do plano, hoje no valor de R$ 1.126,07, sendo a parcela mensal paga pelo seu filho devido a dificuldade financeira.

Sustentou que em 24 de fevereiro de 2013 foi submetido a endoscopia, ocasião em que foi constatada anormalidade. Do exame resultou diagnosticado “gastrite erosiva com nodulidade” e “lesão sobrelevada com irregularidade da superfície”, sendo requisitado com urgência exames para confirmar a possibilidade de “adenoma em papila duodenal’ – câncer.

Afirmou que para o diagnóstico adequado foi solicitado exame especifico e detalhado denominado “ecoendoscopia digestiva alta” e que tal exame sequer existe em Natal, sedo Recife o local mais próximo para realização. O autor narrou que a Unimed Natal, em 11 de março de 2013, negou cobertura à realização daquele exame, sob a alegação que esta espécie de endoscopia está coberta apenas nos contratos regulamentados pela Lei 9.656/98.

Assim, com ajuda financeira dos familiares realizou o exame na cidade do Recife, em 22 de março de 2013, sendo necessário o desembolso de R$ 2 mil, para custear o procedimento e R$ 400 referente à anestesia.

Com a realização do exame, ficou comprovado o câncer, sendo solicitado outro procedimento (exame de angiotomografia da aorta abdominal com contraste), para averiguar a viabilidade de intervenção cirúrgica, o que foi novamente negado pelo plano de saúde. Neste caso, segundo o autor, sequer foi informado a razão da negativa.

Desta forma, para o procedimento indicado, o autor pagou mais R$ 700. Sustentou que, após a realização da cirurgia, o plano de saúde não disponibilizou profissionais para acompanhar o autor, o que somado às despesas anteriormente narradas, resultou em prejuízo material no valor de R$ 9.807,03.

Decisão

Ao analisar o caso, a juíza observou que, diante do temor real de ser portador de uma doença como o câncer, a negativa de autorização de exames específicos ao correto diagnóstico, por duas vezes, deixaram sequelas em seu íntimo, diante de toda a aflição passada, ficando assim, patente a configuração do dano moral.

“Além disso, constata-se que o dano sofrido decorreu de ação da ré, qual seja da negativa de autorização de realização dos exames, de modo que restam caracterizados os elementos necessários à configuração do dever de indenizar. Diante disso, considero devida indenização por dano moral”, considerou.

Para a apuração do valor da indenização, a juíza utilizou-se de critérios razoáveis e proporcionais para aferir o dano causado, com o fim de compensar o ofendido. Assim, observando que o dano não foi de tão grande extensão, uma vez que o autor conseguiu realizar os exames, a cirurgia com recursos próprios e de seus familiares, que foi leve a culpa do plano de saúde e diante da condição financeira das partes, fixou a indenização por danos morais em R$ 4 mil.

(Processo nº 0143105-49.2013.8.20.0001)
TJRN

Unimed Natal deve pagar multa de R$ 104 mil a usuária por descumprir decisão sobre cirurgia

 O descumprimento de uma decisão pela Unimed Natal resultou na obrigação da empresa médica em pagar uma multa de R$ 104 mil a uma usuária do plano, tendo em vista que a tutela liminarmente concedida foi descumprida durante 209 dias e a multa diária era de R$ 500. A decisão é do juiz José Undário Andrade, em processo que tramita na 5ª Vara Cível de Natal. O magistrado também condenou a empresa a ressarcir a demandante o valor de R$ 2.990,00.

De acordo com os autos do processo, a autora é usuária da Unimed Natal há 18 anos, sendo portadora de artrite e artrose no joelho direito, cuja evolução acarretou dor deambular, osteoartrose grave e incapacidade funcional. Por esse motivo, a equipe médica recomendou um procedimento cirúrgico de urgência para a colocação de prótese total de joelho.

No entanto, a cliente, ao requerer a autorização para a realização de cirurgia e fornecimento do material, teve o pedido negado ao argumento de que não havia cobertura contratual, o que só seria possível com a readaptação contratual do plano de saúde, acarretando um aumento de 100% sobre o valor pago atualmente, mais a coparticipação.

A autora informou que face ao descumprimento da decisão judicial pela demandada, precisou readaptar seu plano com um aumento de 20,59% da mensalidade e pagou a diferença de R$ 2.990,00.

Na sentença, o juiz José Undário Andrade declarou a obrigação da Unimed Natal ao cumprimento em arcar com os custos do tratamento cirúrgico da autora. Entretanto, como o procedimento cirúrgico já havia sido realizado, o magistrado condenou a Unimed Natal a ressarcir a demandante o valor de R$ 2.990,00.

(Processo nº 0119159-19.2011.8.20.0001)
TJRN