Diversos

FOTOS: Obra de urbanização da praia de Cotovelo está em fase de conclusão

Fotos: ASCOM

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Saneamento (SEMOP), está executando uma obra que vai beneficiar moradores, veranistas e turistas que frequentam a praia de Cotovelo. O serviço conta com a pavimentação da Avenida Praia Grande, construção de um calçadão de 1.100m, além de mais duas ruas que dão acesso à praia. A Rua Engenheiro Carlos Dumaresk já teve a pavimentação concluída. Além dessa, a Rua Estrela Dalva também faz parte do complexo de urbanização da orla. Quem chega à orla de Cotovelo, atualmente, já pode conferir o calçadão do lado direito praticamente concluído.

O secretário de Obras, João Albérico Júnior, destacou a importância dos serviços. “A pavimentação vai facilitar muito na trafegabilidade, principalmente dos proprietários de residências, naquela região. Já a construção do calçadão, influenciará na qualidade de vida e saúde, sendo possível a prática de atividades físicas e até mesmo interação social”, disse.

Opinião dos leitores

  1. Quanto à Orla de Cotovelo faltou a foto da placa anunciando a fonte original do dinheiro p a urbanização da Orla. O dinheiro é do governo federal e a prefeitura de Natal oculta esse dado tão importante. Intencional? Ou não? A quem interessa camuflar essa informação q o governo federal é quem banca a obra?

  2. Ficou muito boa a obra de pavimentação porém , no início da obra, falava-se na construção de um mirante e 3 escadas de acesso, sendo uma com rampa para cadeirante. Até agora só vi a construção de uma escada. É muito importante a construção da rampa para o acesso de cadeirantes a praia. Estou a aguardar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Complexidade dos sonhos depende da fase do sono, revela estudo brasileiro com pesquisadores da UFRN

Foto:  Artur Debat/Getty Images

Alguns sonhos são vívidos, longos e complexos, com começo, meio e fim bem definidos. Outros são apenas relances desconexos e pouco marcantes, como se fossem uma memória distante. Na analogia da neurocientista Natália Mota, é como se os primeiros fossem filmes, e os segundos, meros GIFs de WhatsApp.

Um novo estudo feito por pesquisadores brasileiros revelou que a profundidade e complexidade dos sonhos depende da fase do sono em que eles ocorrem. A ciência já sabia que os sonhos mais vívidos e memoráveis acontecem durante a fase REM do sono (sigla para Rapid Eye Movement, ou Movimento Rápido dos Olhos). Nessa etapa do descanso, o cérebro apresenta uma alta atividade – comparável aos níveis de quando estamos acordados.

No passado, considerava-se que os sonhos só aconteciam durante a fase REM, mas estudos recentes confirmaram que as outras três fases de sono (conhecidas como não-REM) também produzem sonhos, embora menos vívidos e complexos.

Até agora, essas descobertas haviam sido feitas apenas com relatos subjetivos de voluntários. Nos testes, eles eram acordados em diferentes etapas do sono e descreviam seus sonhos em seguida. Essas descrições eram posteriormente analisadas pelos cientistas. A limitação desse método é que os resultados podem ser enviesados. O pesquisador pode considerar que relatos mais longos significam que os sonhos são necessariamente mais complexos, o que nem sempre é o caso.

Foi pensando nisso que pesquisadores brasileiros criaram um novo método para se analisar diferentes sonhos. Em artigo publicado na revista PLOS ONE, a equipe liderada pelo neurocientista Sidarta Ribeiro, do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, descreve o uso de um modelo computacional baseado teoria dos grafos para analisar os sonhos. Grafos são estruturas matemáticas que representam as relações entre elementos de um determinado conjunto.

Os pesquisadores colheram relatos de 133 sonhos de 20 voluntários, obtidos quando acordavam em diferentes etapas do sonho. Em vez de ler e analisar as histórias oníricas, os pesquisadores utilizaram um software para transformar os relatos em grafos, palavra por palavra. Veja um exemplo abaixo.

Exemplo de um relato de um sonho transformado em um grafo. Sidarta Ribeiro et al/Divulgação

“Não se trata de uma análise semântica, de significado das palavras. Não estamos lidando com o que foi dito, mas com a maneira como foi dito. Isso permite uma infinidade de análises futuras sobre compreensão do sonho em diferentes culturas e países”, explicou Natália Mota, também da UFRN, à Agência FAPESP. Mota já utilizou a teoria dos grafos em seu doutorado, em que desenvolveu um método para diagnosticar esquizofrenia por meio do discurso de pacientes.

O que vale aqui não é o conteúdo do sonho em si ou o quão realista ele é, e sim o quão complexa é a sua estrutura, independente da extensão dos relatos. Com os grafos, os pesquisadores mostraram que sonhos obtidos na fase REM de fato são mais coesos e conectados do que os obtidos em outras fases, que tendem a formar estruturas mais aleatórias e menos complexas.

É a primeira vez que os grafos são utilizados para analisar sonhos. Segundo a equipe, o método é “promissor para pesquisar sonhos, devido à sua natureza automatizada” e pode complementar os métodos tradicionais usados até agora, escreveram no artigo.

Ainda não sabemos o que explica essas diferenças entre os sonhos. Cientistas acreditam que os sonhos acontecem porque o cérebro está organizando suas memórias e informações armazenadas durante o sono. Como se fosse uma grande faxina em que as coisas importantes são armazenadas em gavetas, e as irrelevantes vão para o lixo. Pesquisadores da área ainda devem estudar como esse processo se altera durante as fases do sono e quais outros fatores podem estar envolvidos.

Super Interessante

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Sorteio da UEFA define fase de grupos da Liga dos Campões; confira

(Foto: Divulgação/Uefa)

Nesta quinta-feira, a UEFA realizou o evento que definiu o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões 2020/21 e a entrega dos prêmios individuais da última edição da competição em 2019/20. Ainda não há datas definidas para os confrontos.

A Liga dos Campeões terá o confronto entre Messi e Cristiano Ronaldo já na fase de grupos pela primeira vez em sua história. Juventus e Barcelona foram sorteados para o Grupo G e se enfrentam logo no começo da competição.

O atual campeão, Bayern de Munique encara o Atlético de Madrid como adversário mais difícil em seu grupo, que ainda conta com Salzburg e Lokomotiv Moscou.

Confira os grupos:

GRUPO A: Bayern de Munique; Atlético de Madrid; Salzburg; Lokomotiv Moscou

GRUPO B: Real Madrid; Shakhtar Donetsk; Inter de Milão; Borussia Mönchengladbach

GRUPO C: Porto; Manchester City; Olympiacos; Olympique

GRUPO D: Liverpool; Ajax; Atalanta; Midtjylland

GRUPO E: Sevilla; Chelsea; Krasnodar; Rennes

GRUPO F: Zenit;Borussia Dortmund; Lazio; Brugge

GRUPO G: Juventus; Barcelona; Dínamo de Kiev; Ferencvaros

GRUPO H: PSG; Manchester United; Leipzig; Basaksehir

Lance

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

SP coloca 95% do estado na fase mais branda da reabertura

Foto: Divulgação/Governo do estado

O governo de São Paulo atualizou nesta sexta-feira (4) a classificação das regiões no plano de reabertura gradual das atividades econômicas durante a pandemia do coronavírus e anunciou o avanço de cinco regiões e o retrocesso de uma.

Com isso, 95% da população do estado está na fase amarela de classificação do plano, a qual permite o funcionamento de bares, restaurantes, comércio e outras atividades não essenciais. O governo também prorrogou a quarentena pela décima vez e o estado segue sob restrições até o dia 19 de setembro.

Marília, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, Registro e São José do Rio Preto passaram da fase laranja para amarela. A única região que regrediu foi Ribeirão Preto que passou da fase amarela para laranja. O estado permanece sem nenhuma região na fase vermelha, a mais restritiva do plano de flexibilização econômica.

As alterações do Plano São Paulo acontecem a cada 2 semanas, quando é permitido que as regiões evoluam de fase. No entanto, caso exista piora nos índices, as regiões podem regredir na semana de intervalo. Na última sexta-feira (28) nenhuma região regrediu de fase.

O governador João Doria (PSDB) disse nesta sexta-feira (4) que a progressão de cinco regiões se deve a melhora no índices destes locais.

“A progressão destas regiões é uma tendência de melhora dos indicadores que temos observado no estado como um todo e já estamos na quarta semana consecutiva de queda de óbitos, um fato inédito desde o início da pandemia. Quatro semanas consecutivas com índices de infecção em queda, índices de óbito em queda, índices de ocupação de leitos de UTI em queda”, disse o governador.

A Secretária de Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen, disse nesta sexta-feira (4) que a região de Franca se manteve na fase laranja e a de Ribeirão regrediu à ela devido ao número de óbitos nas regiões.

“Então temos 5 regiões que avançam de fase e temos aqui Franca e Ribeirão Preto que se mantém na etapa de controle, principalmente pelo número que nós temos registrado em óbitos nessas regiões. O que também é um sinal positivo olhando pra frente porque há estabilização de internação nessas regiões que se reduzindo agora podemos ter uma maior abertura também pra fase amarela”, diz.

A única região que regrediu nesta sexta (4), Ribeirão Preto, registrou uma alta de 43,1%no número de casos, 48,3% nos óbitos na variação semanal. As novas internações, no entanto, tiveram queda de 8,2%.

Nesta sexta (21), o estado registrou 186 novas mortes por coronavírus em 24 horas, chegando ao total de 31.091 óbitos desde o início da pandemia. A marca dos 30 mil óbitos, número maior do que o registrado em toda a Espanha, foi ultrapassada na segunda-feira (31).

O governo de São Paulo anunciou também nesta sexta-feira (4) o início da Operação Independência, que vai reforçar o policiamento em cidades turísticas do estado para tentar evitar aglomerações durante a pandemia de Covid-19.

As cidades do litoral paulista e outras estâncias turísticas no interior do estado vão receber reforço de 20 mil policiais ao dia durante o feriado prolongado do dia 7 de setembro. Também serão utilizadas 7,2 mil viaturas e 880 motos, além de helicópteros e drones.

Interior x capital

(mais…)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Caern reativa sistema do açude Gargalheiras em fase de testes

Foto: Divulgação/Caern

As chuvas no Seridó fizeram o açude Marechal Dutra, o Gargalheiras, atingir a marca de 6,79% de medição volumétrica. Por este motivo, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) iniciou em fase de testes a reativação da captação de água pelo manancial. De acordo com a gerente da Regional Seridó, Rosi Gurgel, estão sendo observadas as condições operacionais como vazão e qualidade da água, para a captação ser feita definitivamente pelo Gargalheiras.

A Caern deixou de captar água pelo Gargalheiras em 1º de setembro de 2015. A princípio, quando o sistema for colocado definitivamente em funcionamento, Acari terá seu abastecimento por rodízio. Já Currais Novos continuará sendo abastecida pelo açude Dourado. De toda forma, a Caern está trabalhando na reativação do sistema que vai do Gargalheiras para Currais Novos. Caso o açude Dourado entre em colapso, o abastecimento volta a ser pelo Gargalheiras.

Mesmo com as últimas chuvas, é necessário compreender, que a recuperação de mananciais leva tempo e necessita de bons volumes de chuvas. É importante que a população colabore fazendo uso racional da água em todas as regiões do Estado.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

UEFA sorteia fase de grupos da Liga dos Campeões – temporada 2019/20; confira

Foto: Eric Gaillard/Reuters – 29.8.2019

A UEFA (União das Associações Europeias de Futebol) sorteou na tarde desta quinta-feira (29), os grupos para a temporada 2019/20 da Liga dos Campeões da Europa, torneio mais importante de clubes do mundo.

O Barcelona está no grupo da morte, como é chamado o mais forte. Além dos espanhóis, estão Inter de Milão (ITA), Borussia Dormtmund (ALE) e Slavia Praga (TCH).

O Manchester City, de Gabriel Jesus, tem a vida mais fácio na fase. Os ingleses enfrentam Shakhtar Donetsk (UCR), Dínamo de Zagreb (CRO) e Atalanta (ITA).

Veja como ficaram os oito grupos:

Grupo A

PSG (FRA)
Real Madrid (ESP)
Club Brugge (BEL)
Galatassaray (TUR)

Grupo B

Bayern de Munique (ALE)
Tottenham (ING)
Olympiakos (GRE)
Estrela Vermelha (SER)

Grupo C

Manchester City (ING)
Shakhtar Donetsk (UCR)
Dínamo de Zagreb (CRO)
Atalanta (ITA)

Grupo D

Juventus (ITA)
Atlético de Madri (ESP)
Bayern Leverkusen (ALE)
Lokomotiv de Moscou (RUS)

Grupo E

Liverpool (ING)
Napoli (ITA)
FB Salzburg (AUS)
Genk (BEL)

Grupo F

Barcelona (ESP)
Borussia Dortmund (ALE)
Inter de Milão (ITA)
Slavia Praga (TCH)

Grupo G

Zenit (RUS)
Benfica (POR)
Lyon (FRA)
RB Leipzig (ALE)

Grupo H

Chelsea (ING)
Ajax (HOL)
Valencia (ESP)
Lille (FRA)

Nesta etapa, todos os times dos grupos se enfrentam em turno e returno. Os dois melhores se classificam para as oitavas de final. Os jogos começam no dia 17 de setembro.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Resultado da primeira fase do vestibular da UFRN sai amanhã

A Comissão Permanente de Vestibular da UFRN (Comperve) irá divulgar às 18h desta terça-feira, 13, o resultado da primeira fase do Vestibular 2012. O resultado das provas objetivas poderá ser consultado no site da Comperve (www.comperve.ufrn.br).

Mais de 30 mil candidatos concorrem as 6.209 vagas oferecidas pela Instituição, distribuídas nos campi de Natal, Currais Novos, Mossoró, Caicó e Santa Cruz.

Fonte: DN Online

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *