Presos de Altamira são mortos dentro de caminhão durante transferência para Belém; no momento dos crimes, 30 eram transportados

Presos de Altamira são mortos dentro de caminhão durante transferência para Belém — Foto: Adriano Baracho / TV Liberal

Quatro envolvidos na briga entre facções que resultou no massacre do presídio de Altamira foram mortos durante o transporte para Belém, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup). Com isso, o número de mortos no confronto chega a 62.

Os novos crimes ocorreram entre os municípios de Novo Repartimento e Marabá na noite de terça-feira (30). Os presos eram levados algemados dentro de um caminhão, dividido em duas celas. Os corpos foram encontrados na manhã desta quarta (31) com sinais de sufocamento.

De acordo com a Segup, os mortos seriam da mesma facção e ocupavam a mesma cela no Centro de Recuperação Regional de Altamira. Os outros 26 presos que estavam no veículo e que seriam levados para a capital estão em isolamento.

O caminhão tem quatro celas e a capacidade para até 40 preso – no momento dos crimes, 30 eram transportados. O Estado informou que não possui caminhão com celas individuais.

(CORREÇÃO: ao publicar esta reportagem, o G1 errou ao informar que as mortes dos quatro detentos ocorreram em um ônibus. Na verdade, os crimes foram cometidos dentro de um caminhão. O erro foi corrigido às 10h19.)

De acordo com a Segup, 21 presos já estão em Belém. Todos chegaram na terça-feira (30). Dezesseis são líderes de facções e dez deles irão, posteriormente, para o regime federal, os demais serão redistribuídos nas penitenciárias estaduais.

Massacre no presídio

Um confronto entre facções criminosas dentro do presídio de Altamira causou a morte de 58 detentos. Na segunda-feira (29), líderes do Comando Classe A (CCA) incendiaram cela onde estavam internos do Comando Vermelho (CV). De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), 41 morreram asfixiados e 16 foram decapitados. Na terça, mais um corpo foi encontrado carbonizado nos escombros do prédio.

Após as mortes, o governo do estado determinou a transferência imediata de dez presos para o regime federal. Outros 36 seriam redistribuídos pelos presídios paraenses.

Um relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) considera o presídio de Altamira como superlotado e em péssimas condições. No dia do massacre, havia 311 custodiados, mas a capacidade máxima é de 200 internos. Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Pará, dos 311 presos, 145 ainda aguardavam julgamento.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ventura disse:

    Tenho certeza que se deixa-los sem as algemas dentro das celas esse numero aumenta, vamos la, tirem essas algemas e vamos melhoras ainda mais essa estatistica.

  2. Hugo disse:

    Era para ter tocado fogo no caminhão depois que os policiais descessem…

  3. VTNC disse:

    O próprio mau se destrói !!!

FOTO: Ex-lutador do UFC morre após discutir e ser atropelado por motorista de aplicativo em Belém

Rodrigo Monstro chegou a ser contratado pelo UFC. — Foto: Igor Mota / Jungle Fight

Morreu na noite de domingo (21), em Belém, o lutador de MMA Rodrigo Goiano de Lima, de 28 anos, ex-UFC, conhecido como “Monstro”. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo, que deve passar por necropsia na manhã desta segunda-feira (22).

Segundo a Polícia Civil, Rodrigo morreu após ser atropelado por um homem identificado como Jefferson Roger Maciel Barata, que seria motorista de aplicativo e estaria conduzindo o carro de cor cinza. O fato aconteceu às 21h48 na avenida Julio César, com a Passagem Jader Barbalho, no bairro da Maracangalha, área do canal São Joaquim.

Informações preliminares são de que teria havido uma discussão entre a vítima e o motorista por motivos ainda desconhecidos. Após a discussão, Rodrigo desceu do carro e teria sido surpreendido pelo condutor do veículo, que atropelou a vítima e fugiu. Uma equipe da Divisão de Homicídios esteve no local e iniciou os levantamentos do crime.

Rodrigo Monstro tinha 28 anos e era irmão de criação do também lutador do UFC, Michel Trator. Rodrigo foi campeão meio-médio do Jungle Fight e chegou a ser contratado pelo UFC na categoria até 77kg do evento.

G1

Homem morre de infarto dentro de cinema assistindo filme Pornô

Esse com certeza morreu feliz, estou curioso apenas para saber o nome do filme. Segue post do portal G1:

Um homem de 49 anos morreu dentro de um cinema pornô no bairro Nazaré, em Belém, no Pará, na tarde de domingo (11).

Segundo a delegada Alcione Guidão, que atua na central de flagrantes da Seccional de São Brás, o caso foi registrado após outros espectadores do cinema chamarem um policial militar que estava próximo para prestar socorro.

“Testemunhas falaram que ele passou mal enquanto assistia a um filme e chamaram o PM, que tentou reanima-lo, prestou os primeiros socorros e acionou o serviço de emergência. Mas o homem morreu no local”, disse a delegada ao G1.

Aparentemente, a vítima sofreu um infarto dentro da sala de cinema. O PM relatou à Polícia Civil que o filme que estava sendo exibido era com a atriz pornô italiana Cicciolina.

O corpo já foi removido para o Instituto Médico Legal para perícia. Conforme a polícia, o homem estava sozinho no cinema.

 

Vejam a emoção da Torcida em Belém cantando o Hino Nacional. Demais!!!

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulovicente disse:

    coisa linda é essa bandeira do remo ai…

  2. Alex disse:

    Caramba!!! Não pude ver ao vivo, mas é maravilhoso ouvir isso!!!!

  3. Luiz Otávio Pimentel disse:

    Esse é nosso povo, acolhedor e respeitoso… e mostramos isso, pois sabemos como é levar uma seleção para um país, a cidade aqui parou e não reclamamos, pois sabemos a importância da seleção para o Mundo, Obrigado e como falamos aqui "Bem vindo ao Meu país chamado Pará!"

  4. Medeirosbruno disse:

    maravilhoso!!!! me emociono até agora vendo novamente.

Gêmeos morrem após hospitais dizerem não ter vagas para fazerem parto

Folha.com

Uma mulher grávida de 27 anos perdeu os filhos gêmeos na manhã desta terça-feira em Belém (PA) depois que dois hospitais disseram não ter vagas para atendê-la durante o trabalho de parto.

Uma médica e duas enfermeiras da Santa Casa foram conduzidas à delegacia para prestar esclarecimentos. Os corpos dos bebês foram enviados à perícia para verificar se houve negligência e omissão de socorro, e a polícia abrirá inquérito para investigar o caso.

Segundo a Polícia Civil, o pai dos bebês, Raimundo Cícero, disse que levou a mulher por volta das 4h30 à Santa Casa, onde ela fazia o acompanhamento pré-natal durante a gestação. Eles foram informados, porém, de que não havia leitos disponíveis.

(mais…)