Diversos

Nova Zelândia vive pânico após terremoto de magnitude 8,1 e ameaça de tsunami

Foto: Getty Images

Moradores da Nova Zelândia viveram momentos de pânico nesta sexta-feira (5), após uma sequência de tremores de terra, que chegaram a um terremoto de magnitude 8,1 nas Ilhas Kermadec, de acordo com a Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências da Nova Zelândia.

O país chegou a suspender os protocolos da Covid e pedir para as pessoas saírem de casa por conta de um possível tsunami, mas rebaixou o alerta.

Moradores em algumas áreas receberam alertas de emergência em seus telefones pedindo para “EVACUAR AGORA”, quando as sirenes de tsunami tocaram. A agência de emergência emitiu uma ordem de evacuação temporária para as pessoas perto da costa, advertindo-as: “Não fiquem em casa”, pois “um tsunami perigoso pode acontecer”.

As Ilhas Kermadec ficam a cerca de mil quilômetros a nordeste da Ilha do Norte, na Nova Zelândia. A costa leste da Ilha do Norte, a Baía das Ilhas a Whangarei, de Matata à Baía de Tolaga, incluindo Whakatane e Opotiki e a Ilha da Grande Barreira estão incluídas no alerta de tsunami.

Na tarde de sexta-feira [horário local], a agência rebaixou seu alerta de “ameaça terrestre e marinha” para “ameaça marítima e de praia”, o que significa que todos os residentes que evacuaram podem agora retornar para suas casas.

As autoridades acrescentaram que fortes correntes e ondas imprevisíveis podem continuar por horas, e que as pessoas devem ficar longe de praias, margens e rios.

O terremoto veio “sem nenhum aviso importante”, disse o sismologista Bill Fry em uma entrevista coletiva na sexta-feira. Ele acrescentou que, em seus 13 anos respondendo a terremotos e tsunamis na Nova Zelândia, “esta é a primeira vez que temos essa sequência específica”.

Em Russell, Nova Zelândia, Rita Baker disse à CNN que ela havia fugido para uma colina com vista para a Baía das Ilhas junto com seus vizinhos.

Quando surgiram os primeiros alertas sobre terremotos na Nova Zelândia, Baker não ficou muito preocupada, ela contou à CNN. O primeiro terremoto de Kermadec ocorreu sem muito alarde.

“Uma hora depois disso, a sirene do tsunami disparou e por uma fração de segundo eu entrei em pânico”, acrescentou Baker. “Só de ouvir aquele som eu já fiquei nervosa.”

A casa de Baker fica a 10 metros da água. “Meu marido me ligou do trabalho, na cidade, e me disse para sair o mais rápido possível e ir para um terreno mais alto porque aquilo não era um treinamento e eles estavam evacuando o hotel (ele trabalha em um hotel à beira-mar),” ela escreveu.

“Então, eu agarrei a gata (escondida debaixo da cama) e com as mãos trêmulas a coloquei em sua gaiola, peguei minha bolsa e o disco rígido do computador, desci para o carro e dirigi até a colina.”

O terremoto também disparou alertas no Havaí e na Samoa Americana, mas foram cancelados posteriormente. O Bureau de Metodologia da Austrália relatou uma onda de 64 centímetros em sua remota Ilha de Norfolk.

O cismo de quinta-feira foi o maior a acontecer em qualquer lugar do mundo desde agosto de 2018, quando um terremoto de magnitude 8,2 atingiu muito mais fundo no subsolo, também no Pacífico Sul, perto de Fiji.

Cerca de um terremoto de magnitude igual ou superior a 8,0 ocorre a cada ano.

Esta é uma reportagem em desenvolvimento. Há mais por vir.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Veja domingo no Fantástico o terremoto na Nova Zelândia foi culpa do PR Bolsonaro!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Covid-19: Telespectadora vai à Justiça contra a Globo por entender que emissora gera pânico

Foto: Reprodução

A Globo ganhou muitos “haters”, pessoas que criticam o trabalho do Jornalismo da emissora, durante a pandemia do coronavírus –como o caso da mulher que invadiu uma transmissão para dizer que a emissora mentia. Mas uma telespectadora foi além. Ela entrou com liminar contra a emissora por ser contra a maneira com que os telejornais divulgam os números da Covid-19 e por achar que isso causa pânico na população.

Em São João de Meriti, na região metropolitana do Rio de Janeiro, uma mulher chamada Rosemary Matias de Lima entrou com a ação judicial em junho para solicitar que a Globo mudasse a forma de divulgar as estatísticas sobre os casos confirmados e óbitos pelo novo coronavírus.

Rosemary considerou que a emissora deveria divulgar somente os números diários sobre a doença, e não os dados acumulados desde o início da pandemia (os telejornais da Globo oferecem ambos os tipos de informação). A telespectadora alegou que, por divulgar os números acumulados de casos e mortos, a Globo faltaria com dignidade às pessoas; que os dados divulgados seriam contraditórios e não dariam a exata dimensão da doença; que a emissora passaria a ideia de que a pandemia torna-se mais intensa a cada dia e que, consequentemente, essa forma de divulgação geraria pânico na população.

Diário do Centro do Mundo – via Notícias da TV – UOL

Opinião dos leitores

  1. Desligue a televisão e vá ler um livro. Por pior que seja a obra, ainda pode ajudar no vocabulário…

  2. Se todo problema do Brasil fosse esse, seria ótimo, porque era só mudar o canal! A questão é que se fala da globo isso, globo aquilo, mas pergunte que sabem a programação todinha!

  3. Será que a tv dela veio travada na globo? Eu só assisto a Globo desde de 1974 e aí mudo a hora que quero ver outras programações.

    1. Desde de que me entendo de gente que eu e os que criticam, preferem ficar ligados na telinha esperando o "PLIM…PLIM". É O NOVO!KKKK.

  4. Até onde eu assistia a cerca de 04 meses atrás, realmente era um canal que só tocava o terrorismo, inclusive, fizeram questão de mostrar um por um, no fantástico, os primeiros 100 óbitos. Drama puro! Em nenhum momento eles divulgam o número de recuperados, ou pelo menos não divulgavam, quando eu assistia. É muito mais light assistir o canal da Record, ou Band. Ambas, que não fazem parte do tal consórcio, divulgam sempre todos os dados, incluindo o número de curados, que já ultrapassou a marca de um milhão e meio!

  5. Tem que divulgar sim, não pode ficar escondendo o estrago que o coronavírus tá fazendo no Brasil. Mesmo divulgando os extremistas dizem que é fake, imagine se não divulgassem. Deve ser uma negacionista de plantão.

  6. Como diz nosso grande BG, é simples, basta trocar o canal. É interessante como os que mais criticam de Globo Lixo são os que mais elevam a audiência da emissora. Faço sempre uma pesquisa anônima com alguns deles ligando na hora do Jornal Nacional e consigo ouvir o som da TV ligadinha na campeã de audiência.

  7. Tem um amigo meu qu desenvolveu uma crise de ansiedade muito grande por causa dessa emissora.
    Um grande estrago psicológico na sociedade brasileira.

    1. Absurdo. Assiste quem quer. A verdade é que o que passa no jornal nacional pauta todos os outros meios de comunicação, aí todo mundo acaba assistindo mesmo o jornal, para saber as maiores notícias. Quem não quiser assista o do sbt ou record, só que ninguém resiste e acaba indo para Globo aí depois reclama. Vai prá lá!!!!

  8. O gado que fala tanto das ditaduras da Venezuela e Cuba…..(esquecem sempre dos aliados dos americanos: Arabia Saudita, Bahrain, Qatar, Emirados Arabes, Jordânia…) querem o mesmo aqui. Hipócritas.

  9. Pode sofrer é uma sucumbência.
    Esta aí é outra negacionista.
    Coitada,vive num mundo irreal.
    As coisas estão melhorando,mas o vírus ainda está vivo.Com as vacinas,quase tudo voltara ao normal.

  10. Pessoal da Terra plana consegue se superar ……minha nossa!!! Toma cloroquina que melhora o pânico!!

  11. Judiciário caríssimo, e essa adoida me ajuiza uma ação, ainda deve ter pedido justiça gratuita! Piada pronta.

  12. A Globo vai mudar tudo com medo dessa ação. Fala sério, se não quer ver a Globo vai assistir o canal da igreja Universal logo.

  13. A Globo , só fala em mortes! Já deixei de assistir os jornais dela ! Ela causa pânico na população!

  14. É muito simples resolver esta questão. Não assistir os telejornais da Globolixo, simples assim! Temos tantas opções de outros telejornais.

  15. E o que a Justiça tem a ver com isso? O telespectador incomodado que faça o uso que julgar adequado do seu controle remoto.

    1. Né isso! Se dentro de casa as pessoas não sabem como usar seus objetos, ter ciência de como pode mudar as coisas, imagina essa criatura nas ruas, nas urnas !!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

FÁCIL PARA NINGUÉM: autoridades mundiais tentam blindar sistema financeiro em pânico com Covid-19

Foto: © Stephen Jaffe/EFE/direitos reservados

Autoridades financeiras mundiais tentavam restaurar a confiança nesta quinta-feira (19) com medidas de emergência para injetar dinheiro em mercados em pânico, e investidores de todas as partes liquidaram ativos, preferindo o dólar em meio à pandemia crescente de coronavírus.

Formuladores de políticas dos Estado Unidos (EUA), Europa e Ásia cortaram as taxas de juros e abriram as torneiras da liquidez para estabilizar economias quase em estado de coma, tendo em vista os consumidores em quarentena, as cadeias de suprimento interrompidas, os transportes paralisados e as lojas desabastecidas.

Enquanto ministros das Finanças e chefes de bancos centrais adotavam estratégias semelhantes, mercados e países cujas fronteiras estão sendo fechadas e cidades submetidas a interdições ficaram ainda mais alarmados pela troca de farpas entre os EUA e a China.

Em todo o mundo, já foram registrados 219 mil casos de coronavírus, incluindo mais de 8.900 mortes ligadas à doença. Mais de 20 mil destes casos foram relatados nas últimas 24 horas, um novo recorde diário.

A China, onde a epidemia surgiu em dezembro, proporcionou um vislumbre de esperança ao anunciar que não teve mais nenhuma transmissão local do vírus — mas os casos importados aumentaram, representando todos os 34 casos novos da quarta-feira.

Se a crise econômica desencadeada pela pandemia faz estragos nos mercados de ações, quase todas as moedas, exceto o euro e o porto seguro do iene, despencaram diante do dólar.

O Banco Central Europeu emitiu novas compras de títulos no valor de 750 bilhões de euros em uma reunião de emergência realizada na noite de quarta-feira, uma tentativa de evitar uma recessão profunda que ameaça superar a crise financeira global de 2008-09.

“Tempos extraordinários exigem ações extraordinárias”, disse a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, em meio ao receio de que as tensões da crise possam destroçar a zona do euro como bloco de moeda única.

O BC norte-americano lançou seu terceiro programa de créditos de emergência em dois dias, com a meta de manter a indústria dos mercados de fundos mútuos de 3,8 trilhões de dólares funcionando se os investidores fizerem retiradas rápidas.

Economistas da J.P. Morgan previram que a economia norte-americana encolherá 14% no próximo trimestre, e a chinesa mais de 40% no atual, um dos prognósticos mais dramáticos da possível escala das consequências até o momento.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Os militares estão de boa… aumentaram suas regalias e ainda tiveram 50% de aumento de uma só vez.
    São os marajás da atualidade!

    1. Por isso que que as policias e o exercito merecem serem funcionários diferentes, quem é que está na rua de dia e de noite, defendendo o direito de ir e vir da população, enquanto um bocado de babaca fica falando mau das instituições, isso deitado em suas casas esperando eles resolverem tudo, quem ira defender o seu direito em tempos de crise, é bem o batman?

  2. Há provavelmente 2.000 agentes transmissores do coronavírus no RN, trazidos pelos voos da TAP desde 1o março. Entraram, sem fiscalização sanitária e a maioria já circulou e espalhou o vírus na cidade e para terceiros. Uma minoria, acredito, deve ter se isolado ou está tendo o cuidado adequado. Mas, há relatos de turistas natalenses que chegaram em suas residências e no outro dia tava trabalhando ou passeando. A culpa não é só deles, não. A culpa é do GOVERNO FEDERAL que não impediu a chegada desses voos ou não adotou medidas mais severas desde fevereiro. No ano passado, morreram muitos peixes e animais marinhos no Nordeste por conta das manchas de óleo e da inércia do GOVERNO FEDERAL.
    Quem tem condições está se prevenindo e vai escapar. O pobre, desinformado e sem condições financeiras , nem para comprar um par de luvas descartáveis, é que tá lascado e vai pagar o pato, como sempre. E desta vez, com a vida.

    1. Imagine sem os leitos de hospitais!!
      A sua governadora, quer acabar com o Rui Pereira.
      O hospital de Canguaretama ela já fechou, tem que pedir pra ir embora pra Paraíba né não??
      É muita incompetência, fechar hospitais!!!!
      Como mesmo ela diz.
      Pela mor de Deus.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Mourão: pânico com coronavírus ‘não é compatível com a realidade’

Foto: Gabriel Paiva / Agência O Globo

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, afirmou nesta segunda-feira que há um “pânico que não condiz com a realidade” em relação ao novo coronavírus. Mourão atribuiu essa preocupação exagerada à internet, e ressaltou que a dengue causa mais mortes, mas não tem tido o mesmo destaque.

— A gente sabe que essa é a primeira epidemia da internet, por isso que existe, vamos colocar assim, um pânico que não é compatível com a realidade, apesar de ter havido mortes. Vamos olhar, só aqui no Brasil, quantas pessoas morreram de dengue esse ano e ninguém comentou? — disse Mourão, ao chegar no Palácio do Planalto.

Com seis novos confirmados no domingo, subiu para 25 o número de pacientes contaminados pelo novo coronavírus no Brasil, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Não há nenhuma morte registrada no país.

Já a dengue, citada por Mourão, causou 32 mortes entre 29 de dezembro de 2019 a 15 de fevereiro de 2020, de acordo com o Ministério da Saúde. Foram identificados 181.670 casos da doença, sendo 111 considerados graves e 1.371 casos de dengue com sinais de alarme.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Mourão, quarentena em 16 milhões de italianos não é à toa não.
    Se informe sobre a realidade!
    Só fala merda, desde a época da campanha!

    1. Nao ha 16 milhoes de italianos contaminados. Existe apenas uma barreira sanitaria e um controle. E o numero de casos em toda a Italia é metade que o numero de casos de dengue confirmados somente no RN este mes, o pior Estado do País… Bom interpretar os numeros antes de dizer que os outros falam besteiras. Mude seus metodos de informacao. No mundo existe o total de contaminados similar ao que se contamina por mes no Brasil com dengue… e o numero de mortos com dengue no Brasil anualmente supera o do COVID-19. Mas como vc acha que nao é alguem mais preparado que esta representando o governo, talvez Dilma explique melhor pra vc…..

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Humorista do "Pânico" foi parar na UTI por brincadeira no programa

Untitled-1Quem assiste ao “Pânico na Band” sabe que às vezes os humoristas exageram nas brincadeiras. Segundo Marcelo Zangrandi, o Ie Ie, os integrantes vivem cheios de hematomas. O comediante mesmo já sentiu na pele o efeito de uma delas.

Durante o quadro “Zaca Show” – em homenagem ao ex-Trapalhão Zacarias – que Ie Ie gravou com Gui Santana, ele foi “obrigado” a tomar um chá quente com pimenta e as consequências foram graves: o humorista foi parar no hospital.

“O Gui colocou 15 pimentas dedo-de-moça na bebida e eu tomei de uma vez só. Na hora comecei a passar mal. Fiquei dois dias na UTI com gastrite aguda. Sangrou meu estômago e poderia ter me dado úlcera”, revelou Ie Ie ao UOL, nesta segunda-feira (11), durante a inauguração do restaurante Sushibol, em São Paulo, de Daniel Zukerman (O Impostor) e de sua mulher, Marcela Maluf.

Gui Santana disse que sentiu-se culpado pela brincadeira. “Eu não gosto de machucar ninguém, mas aconteceu. As gravações do ‘Pânico’ são intensas, a gente grava, se machuca. Eu já fui parar no hospital três vezes. Já machuquei os olhos, nariz, caí do cavalo. Faz parte”, afirmou Gui.

Desavenças

Durante algumas semanas, o “Pânico” fortaleceu a hipótese de que existia uma rixa entre Eduardo Sterblitch e Gui Santana. Para dar veracidade à “briga”, cada um dos humoristas teve que criar quadros que agradassem ao público. O mais votado poderia se tornar efetivo no programa.

Gui criou atrações como “Pânico Santana”, “MTVGui” e “Zaca Show”, e Sterblicht apresentou quadros como “Poderoso”. A disputa foi acirrada a cada domingo. Segundo Gui, não houve vencedor declarado e cada um permanecerá no programa normalmente. Questionado se há desavenças entre os dois, o humorista admitiu que eles se desentenderam, mas que as mágoas ficaram no passado.

“Tudo começou durante uma brincadeira errada que fiz com ele. Em um dos quadros, eu raspei a cabeça e tirei as sobrancelhas do Edu. Ele já fez isso duas vezes, mas acho que ele não estava em um bom dia. O Edu ficou chateado e não quis mais fazer o personagem. Aí no palco, o Emílio (Surita) sugeriu de criarmos esses quadros. Realmente a gente não se falava direito, eu fiquei chateado pela brincadeira, mas agora já está tudo resolvido. Sou fã do Edu e gosto demais dele”, afirmou Gui Santana.

Em recentemente entrevista ao UOL, Sterblitch confirmou que os dois são amigos e que também admira o colega humorista.

UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Musa Babi Rossi deixa o Pânico para acabar com o "rótulo panicat, corpo, gostosona"

Babi Rossi divulgou no Instagram, nesta quinta-feira (22), a decisão de deixar o Pânico na Band. Esse domingo (25) será a última vez que aparecerá no programa. Néiah, amiga próxima e assessora da loira, contou em entrevista ao R7 os novos objetivos da garota, entre eles tirar o foco de seu corpo e acabar com os rótulos.

— Ela tem vários desejos, a Babi é uma garota muito sonhadora de 23 anos, essa idade é a da decisão e ela trabalha na TV desde os 17 anos. Começou na Praça é Nossa, Rosa e Rosinha, trabalhou no Rodrigo Faro, então tem uma história longa na TV. Agora é mais um passo que ela vai dar, está saindo do Pânico para buscar novas coisas, quer se aperfeiçoar mesmo, ser atriz, apresentadora, ter um programa dela, ser repórter, alguma coisa nesse sentido. Menos o foco corpo, esse rótulo panicat, corpo, gostosona. A gente quer mostrar o outro lado de Babi Rossi.

Segundo Néiah, desde o ano passado essa ideia ronda a cabeça de Babi, por não conseguir conciliar o programa com os estudos.

— Ela não consegue conciliar o Pânico com nenhum tipo de estudo, nem com teatro, nem com qualquer curso, nem com faculdade. Ela está no Pânico há três anos e não consegue se preparar.

Olin Batista, que já namora a moça há oito meses, ficou do lado da amada em sua decisão.

— Ele apóia, falou para ela que o que ela fizer vai estar do lado, é parceiro, amigo. Ela tem liberdade para escolher e ele apóia.

Babi já pensa em fazer alguns cursos, entre eles o de teatro. “Vai começar a fazer teatro, é o próximo passo, mas não tem uma data definida”, finalizou a assessora.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Diretor da Record diz que invasão do Pânico na Fazenda foi antiética

178964_36

No último domingo (11) foi ao ar a invasão do Pânico na Band, no quintal de A Fazenda 6, da Record. A produção usou uma geringonça voadora remoto com um auto-falante para dar algumas notícias aos confinados no reality. Entre outras coisas, gritaram do alto, enquanto os peões cuidavam dos animais, que Tony Salles admitiu ter traído Scheila Carvalho. Quatro deles ouviram, mas acharam que é mentira.

A Record não pôde impedir que as imagens fossem ao ar no Pânico exibido no último fim de semana e nem se manifestou oficialmente sobre o assunto. Mas, nesta terça-feira (13) Rodrigo Carelli, diretor de A Fazenda 6″, deu a sua opinião sobre o fato, em entrevista ao site F5, da Folha online. Ele classifica atitude do Pânico na Band de antiética, mas comemora o fato de as noticias ouvidas pelos integrantes não terem surtido efeito porque eles não acreditaram:

“É uma coisa errada, eticamente questionável. A questão não é só a invasão em si, mas tentar se apropriar de conteúdo, roubar o conteúdo de outro programa para ganhar audiência. Tentar interferir na atração de outra emissora é muito errado”, afirma.

“Felizmente, não surtiu nenhum efeito. As participantes que ouviram as mensagens [Yani Filé e Andressa Urach] não repercutiram nem acreditaram. Tudo como o normal”, disse ainda o diretor, que se entende para o quesito audiência.

“Também não ganharam audiência. Fomos líder isolado”, concluiu.

A Fazenda 6 teve média de 11 pontos, com pico de 11, no domingo (11). No mesmo horário, entre 23h10 e 23h55, Globo e SBT empataram, com 10 pontos. A Band, com o Pânico, ficou em quarto lugar, com 9.

O diretor de “A Fazenda 6” diz ainda que o “Pânico” conseguiu invadir apenas a fazenda ao lado do reality.

O Fuxico

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Panicat Carol Dias dá fora em humorista do Pânico na TV

1003910_10151542346206638_1723525335_nO humorista não para de ser zoado pelo programa. E já faz tempo, hein?! Nesse domingo, quando todo mundo achava que ele daria uma virada, aconteceu uma nova puxada de tapete.

Depois de ser humilhado durante várias semanas seguidas, o programa “resolveu” dar a ele uma chance de se vingar. Guilherme decidiu escolher a panicat Carol Dias para dar o troco e o plano era ela passar uma semana com ele, numa viagem. Afinal, ele, aparentemente, gosta dela. Mas, claro, o humorista teria de descobrir onde ela estava e ir até o lugar do jeito que desse: pedindo carona, andando, enfim. E só com R$ 300 no bolso. Por fim, com a ajuda das pessoas via Twitter, Guilherme descobriu que Carol estava num hotel no Uruguai.

Chegando lá, ele estava todo alegrão, confiante de que se daria bem. Pena que Carol disse o seguinte: “Gosto muito de você, Gui. Como irmão. Você é meu irmãozinho”. Ou seja, já tirou qualquer possibilidade de haver alguma coisa entre os dois.

Como dá para ver, Guilherme foi mais uma vez devidamente zoado pelo Pânico. Carol pode ter sido sincera ao dizer que gosta dele apenas como amigo, mas o programa o fez pagar o maior mico em sua jornada até o Uruguai. O mais tosco foi o humorista ter levado um sapo de pelúcia para a moça. Realmente um presente impensável.

E Guilherme estava lá no palco acreditando estar vingado mesmo com o “não” de Carol. Tolinho.

Agora, novamente, tudo isso pode ser uma imensa brincadeira do programa em cima do público. Tudo pode ser combinado, afinal, dificilmente alguém aguentaria de bom grado toda a humilhação que Guilherme vem sofrendo. E que não dá sinais de parar.

R7

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Justiça de São Paulo autoriza Pânico a imitar Silvio Santos

NOT-sbt-desiste-de-processar-panico-por-enterrar-silvio-santos1340907983O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) em sessão de julgamento realizada nesta quinta-feira (8/8) manteve a condenação a TV Bandeirantedes de indenizar o apresentador Silvio Santos por danos morais no valor de R$ 200 mil.

Segundo o voto do desembargador Paulo Alcides Amaral Salles, em cenas exibidas pelo programa “Pânico na TV”, foram utilizados truques de edição que acrescentaram som à movimentação dos lábios do apresentador, sugestionando que ele teria proferido palavra de baixo calão. “Essa manipulação técnica é ilícita”, afirmou Paulo Alcides.

No entanto, com relação ao impedimento da imitação de Silvio Santos por parte do humorista da TV Bandeirantes, a proibição foi afastada. O desembargador afirma em seu voto que “impedir que a ré faça paródia do autor em seu programa humorístico, sob a forma de imitação do personagem interpretado pelo mandatário do Sistema Brasileiro de Televisão, viola norma federal expressa (artigo 47 da Lei de Direitos Autorais) e parece configurar, ainda que por via transversa, ato de censura prévia – vedado pelo artigo 220, §2º, da Constituição Federal -, ferindo de morte uma das garantias mais importantes trazidas pela Carta de 1988: a liberdade de manifestação do pensamento e da criação artística”.

Além disso, Paulo Alcides destacou que o humorista Ceará, conhecido como “Silvio do Pânico”, vale-se da imagem de Silvio Santos enquanto personalidade pública, apresentador de programa de televisão, sem qualquer referência a aspectos de sua intimidade ou privacidade. “Efetivamente, não há demonstração de ofensa a direito de personalidade decorrente da tão só imitação”, explicou.

Segundo o sócio Carlos Miguel Aidar e o advogado Daniel Penteado de Castro, do Aidar SBZ Advogados e responsáveis pela defesa da TV Bandeirantes, os desembargadores afastaram os pedidos de tutela inibitória feitos pelo apresentador, dentre elas a de não veiculação de imagem de Silvio Santos sem sua autorização e impedimento da paródia.

“O Tribunal de Justiça reconheceu a proteção à liberdade de expressão e trabalho artístico garantidos pela Constituição Federal, em especial o exercício do direito à paródia, trata-se de importante precedente”, afirmam os advogados do Aidar SBZ.

UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Integrante do "Pânico" sofre acidente de carro em SP

11328543

Foto: Allison Valentim/Divulgação

O ator e humorista Eduardo Sterblitch, do programa “Pânico na Band”, sofreu um acidente de carro na madrugada desta quinta-feira, por volta da meia-noite, na marginal Tietê, na alça de acesso à rodovia dos Bandeirantes, por conta de um bueiro que estava sem a tampa.

“Um caminhão passou com o pneu pelo buraco, perdeu o controle e foi pra cima da gente, eu vi tudo em câmera lenta e tive certeza de que ia morrer”, disse o artista, que machucou apenas o braço. O humorista estava acompanhado de seu empresário, Eduardo Perez, que dirigia o veículo.

“Os bombeiros disseram que num acidente como esse nunca falaram com as vítimas, que não entenderam como estávamos vivos. Minha vida passou inteira na minha cabeça, nasci novamente”, contou Sterblitch.

“É um absurdo ter um bueiro aberto numa via expressa. Cidadãos da nossa cidade merecem estradas melhores e cuidados maiores. Além de asfalto de baixa qualidade, somos tratados com trabalho mal feito. Eu tenho vergonha desse país que trata seus habitantes com impostos abusivos e tanto descaso.”

Segundo o humorista, moradores das redondezas, que chegaram ao local logo após a colisão, disseram que a tampa já estava saindo do bueiro antes do acidente e que uma equipe da Sabesp estava indo lá para averiguar o problema.

Da Folha

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Pânico não poderá mais imitar Sílvio Santos

A justiça de São Paulo, através da 6.ª Câmara do TJSP julgou favorável, em definitivo a medida judicial que impede os humoristas do programa Pânico, da Band, de utilizar as imagens, sons e características pessoais do apresentador Sílvio Santos como ocorreu no programa dessa semana. O dono do SBT também conseguiu a proibição judicial que impede que o elenco do humorístico o persiga ou mostre os funcionários da sua emissora sem autorização em um raio de cem metros. A Band terá de pagar R$ 100 mil cada vez que violar a decisão judicial a qual não cabe recurso.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Ônibus: 300 veículos já circulam com botão de "pânico" pelas ruas de Natal

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn) assinam na manhã desta sexta-feira (26), às 9h30, convênio de parceria para a implantação do sistema de dispositivo de segurança nos ônibus, para viabilizar uma maior proteção aos passageiros, motoristas e cobradores.

Cerca de 300 veículos já circulam, em caráter experimental, dotados do equipamento e pelo menos mais 350 ganharão o serviço que, ao ser acionado, avisará, por meio de um alarme sonoro e visual, à Polícia Militar a localização da ocorrência, o que facilitará a chegada de viaturas mais próximas.

A assinatura do convênio será no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), nas dependências do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, na avenida Rodrigues Alves, no Tirol. Participarão do evento o secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Aldair da Rocha; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva; o presidente do Seturn, Agnelo Cândido e o diretor de comunicação do Sindicato, Augusto Maranhão.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Ônibus de Natal vão receber GPS e Botões de Pânico para melhorar a segurança

Os casos de assaltos contra o transporte público e os seus passageiros não cessaram na Grande Natal. Na noite da quarta-feira passada mais um caso foi registrado, dessa vez na zona Leste da capital. Com intuito de intensificar o combate a este tipo de criminalidade, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesed) está trabalhando junto ao Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário (Seturn) para realizar um convênio. O objetivo é que, através da instalação de equipamentos, o patrulhamento possa ser mais eficaz e flagrar os crimes que estejam ocorrendo. De acordo com informações da Sesed, trezentos ônibus contarão com GPS e “botões de pânico”.

Júnior SantosAssaltos continuam e novas alternativas de combate a este tipo de crime estão em andamento

O Sistema de Posicionamento Global (GPS, sigla em inglês)  irá permitir que a Polícia Militar e outros órgãos de segurança pública acompanhem os ônibus e possam alcançá-los mais rapidamente em caso de assalto. Os “botões de pânico” servirão para que o motorista ou o cobrador possam acionar o alerta e denunciar o crime que está sendo cometido no transporte. A previsão da Sesed é que até o final do mês de março, o serviço esteja funcionando nas ruas de Natal.

“Faremos essa acompanhamento digital, em que servidores estarão atentos a qualquer chamado. É um trabalho importante e esperamos que tenha um forte efeito na prática de combate a esses crimes”, disse o secretário de segurança, Aldair Rocha. A localização dos botões no interior dos veículos, assim como as linhas que serão atendidas pelo serviço, não foram reveladas por questão de segurança. Porém, já é sabido que as estatísticas de roubos orientarão o trabalho de combate.

A população natalense viveu momentos de temor durante o início do ano. Somente no mês de janeiro, quase 40 casos foram registrados na Grande Natal. Em fevereiro, ocorreram outros sete assaltos. No início de março, a Seturn já aponta outros quatro casos. A recorrência dos roubos torna-se perceptível através das estatísticas.

Para o presidente da Seturn, Augusto Maranhão, o serviço surtirá efeito. “Acredito que será eficiente. Os bandidos saberão que estão sendo monitorados e isso também é uma forma de intimidação. Além disso, os funcionários que venham a ser vítimas poderão entrar em contato muito mais rápido do que ocorre hoje em dia”, disse Maranhão.

Segundo ele, uma fase experimental já ocorreu em uma das empresas de ônibus da capital. “As empresas utilizam GPS diferentes e estamos nos adaptando a todas. Acredito que ainda em março tudo esteja resolvido”, informou o presidente da Seturn.

A Sesed pretende estender a prestação desse serviço a outros veículos de transporte público, assim como carros de táxi. “Estamos em processo de negociação com eles. Como os taxistas não estão reunidos sob uma única representação, estamos demorando mais a fechar o convênio. Mas esperamos que isso possa ocorrer para dar mais segurança aos trabalhadores”, afirmou Aldair.

Fonte: Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Pânico deve ir para a Band sem as famosas Panicats

Diferente da maioria do elenco humorístico do programa Pânico na TV, que está migrando da emissora Rede TV! para a Band, as assistentes de palco, mais conhecidas como “Panicats” ainda tem contrato firmado com a emissora e não poderão continuar no programa na nova casa.

A assessoria de Jaque Khoury se manifestou sobre o caso. “O contrato dela está amarrado à RedeTV!, mas antes de ser Panicat, a Jaque tem um nome, e estamos em negociação com a emissora”, disse o assessor da ex-BBB, confirmando que as outras duas panicats, Aryane Steinkopf e Babi Rossi, também estão na mesma situação.

Conforme O Fuxico antecipou, a previsão de estreia do Pânico na TV em sua nova casa, a Band, é 1º abril. Mas, pelo menos até o momento, sem a participação do trio de beldades.

Fonte: O Fuxico

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Assaltos, tiroteio e pânico na praia de Pirangi

Há poucos instantes um homem moreno forte armado levou medo e pânico aos veranistas que aproveitam a Praia de Pirangi.

O homem ainda não identificado estava com uma arma de fogo realizando vários assaltos na praia. Em uma das ações, um casal reagiu e alertou outros veranistas sobre o assalto. Com isso, ele fugiu atirando em direção a antigo prédio da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). Vários veranistas correram desesperados para não serem atingidos pelos disparos.

Policiais que estão reforçando a segurança na praia, dentro da Operação Verão, viram a última ação e tentaram prender o rapaz, mas ele terminou reagindo e uma troca de tiros foi iniciada.

O homem fugiu, mas a polícia saiu na cola, em perseguição. Nesse momento, policiais estão dentro da área de mata da praia a procura do homem moreno.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Humor

Piloto fica trancado no banheiro e causa pânico e confusão em voo nos EUA

France Presse

O piloto de um voo doméstico dos Estados Unidos ficou trancado no banheiro do avião em pleno voo, provocando pânico e um grande mal-entendido, depois que um passageiro “com forte sotaque estrangeiro” quis avisar o co-piloto do fato, noticiou nesta quinta-feira o jornal “New York Post”.

O incidente ocorreu nest quarta-feira, pouco antes de um voo da companhia regional Chatauqua Airlines, da Carolina do Norte (sudeste), aterrissar no aeroporto LaGuardia, em Nova York.

Preso no banheiro da aeronave, o piloto bateu na porta para chamar a atenção. Um passageiro que o ouviu tentou avisar o co-piloto, que ficou sozinho na cabine de comando.

Nervoso com a prolongada ausência do piloto, o co-piloto se negava a acreditar no passageiro, que explicava a situação através da porta da cabine e tinha um forte sotaque árabe, contou uma fonte anônima ao “New York Post”, que não especificou a nacionalidade ou a origem do passageiro.

“O piloto desapareceu e há uma pessoa com forte sotaque estrangeiro tentando entrar na cabine do piloto”, disse o co-piloto usando um canal de áudio à torre de controle do aeroporto, que devia dar a permissão para o avião aterrissar.

“Disseram que o piloto ficou trancado no banheiro, e alguém com forte sotaque estrangeiro (tenta) entrar na cabine”, disse.

“Não estou pronto para deixá-lo entrar”, contou, ainda sem acreditar no passageiro.

Em terra, a atitude do controlador de tráfego aéreo que acompanhou o avião acabou piorando a situação. Ele recomendou ao co-piloto que declarasse estado de emergência e pousasse o avião rapidamente. Caças da Força Aérea foram colocados em prontidão, mas não chegaram a decolar.

O mal-entendido durou vários minutos até que o piloto conseguiu arrombar a porta com defeito e voltou ao seu posto na cabine. O avião acabou aterrissando normalmente às 18h30 de quarta-feira (hora local).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *