Política

CONSÓRCIO NORDESTE: Ex-ministro do PT gastou quase R$ 140 mil em passagens e diárias em dois anos

Foto: © Valter Campanato / Agência Brasil

O Consórcio Nordeste bancou quase R$ 140 mil em passagens aéreas e diárias para o secretário-executivo do consórcio, Carlos Eduardo Gabas, nos anos de 2020 e 2021. O levantamento foi feito pelo portal GRANDE PONTO com base em balancetes publicados no site da entidade.

O valor exato foi de R$ 139.327,89 e refere-se a viagens de 2020 – um ano após a criação do consórcio – e também de 2021. As viagens foram feitas para vários estados e em períodos que se estendem durante todo o ano.

É válido destacar ainda que 2020 foi o ano do começo da pandemia, período em que as viagens aéreas caíram significativamente. Mesmo assim Carlos Gabas, que é ex-ministro da Previdência dos governos Lula e Dilma, ainda gastou R$ 62.568,23 nesse ano.

O portal GRANDE PONTO entrou em contato com o Consórcio Nordeste para possíveis esclarecimentos sobre os valores, mas até o momento da publicação dessa matéria não obteve retorno. O espaço segue aberto para um posicionamento futuro da instituição.

O CONCÓRCIO

O Consórcio foi criado em 2019 para ser o instrumento jurídico, político e econômico de integração dos nove Estados da região Nordeste do Brasil e que pretende atrair investimentos e alavancar projetos de forma integrada.

O Consórcio Nordeste foi o responsável pela compra frustrada de 300 respiradores no auge da pandemia da Covid-19. Os equipamentos seriam distribuídos para os estados associados, mas nunca chegaram ao seu destino e o dinheiro sumiu. O prejuízo total foi de R$ 48,7 milhões, dos quais R$ 4,8 milhões saíram dos cofres do Rio Grande do Norte, pagos adiantadamente.

Portal Grande Ponto

Opinião dos leitores

  1. 140 mil em dois anos dá 5800 por mês. Isso é muito aonde? Patética essa notícia. E vc replicar isso no blog é falta de assunto?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI da covid do RN aprova quebra de sigilo bancário de Gabas

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

A CPI da Covid-19 aprovou a partir de requerimento apresentando por seu presidente, deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade), sobre a quebra dos sigilos bancário, fiscal, telefônico e telemático do secretário executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Eduardo Gabas.

“A base de informação para esse pedido foi disponibilizada para os deputados, mas ela não pode ser tornada pública, porque tem como base documentos sigilosos da CPI”, explicou Kelps Lima.

O requerimento de Lima contou com a aprovação do relator dos trabalhos, o deputado Francisco do PT e ainda Ubaldo Fernandes (PL), que substituiu o titular e colega de mesmo partido, George Soares e Gustavo Carvalho (PSDB).

Carlos Gabas foi convocado para depois no dia 06, mas usou do direito constitucional de se manter em silêncio, diante de possíveis perguntas que seriam feitas a ele sobre a compra frustrada de 30 respiradores que causaram prejuízos de R$ 4,8 milhões aos cofres públicos do Rio Grande do Norte.

Com informações de Tribuna do Norte

http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/cpi-da-covid-do-rn-aprova-quebra-de-sigilo-banca-rio-de-gabas/523038

Opinião dos leitores

  1. Não creio que a roubalheira seja detectada nas contas desse Gabas. Ele pode ser tudo menos burro. Mas, segue o jogo.

    1. Exatamente, os caras já são feras no que fazem, ainda mais com o dep. PT concordando.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

ACREDITE: Consórcio Nordeste solta nota tentando “justificar” seus erros e ataca governo federal

Foto: Reprodução

O Consórcio Nordeste publicou nota a respeito da aquisição conjunta de ventiladores pulmonares. Na tentativa de justificar o injustificável, e atacar o governo federal, o consórcio alegou que a culpa estaria nos empresários, além disso, utilizou a urgência da pandemia de Covid-19 como empecilho para suas negociações.

Confira abaixo a nota:

O Consórcio Nordeste buscou o apoio de organismos internacionais, como a Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS – e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD –, de modo a viabilizar a realização de compras no mercado mundial, com vistas a atender às necessidades dos Estados consorciados no combate à pandemia do COVID-19. A urgência imposta pela pandemia, contudo, não permitiu que essas parcerias fossem adiante.

A aquisição dos ventiladores pelo Consórcio Nordeste foi realizada com fundamento no art. 4º da Lei n º 13.979/2020, em processo administrativo que observou todos os requisitos legais.

Considerando a não entrega dos equipamentos pelo fornecedor no prazo fixado no Contrato, o Consórcio Nordeste procedeu à rescisão unilateral e adotou as medidas jurídicas cabíveis, declarando a empresa HEMPCARE PHARMA REPRESENTAÇÕES LTDA inidônea para licitar e contratar com a Administração Pública. Para a restituição dos valores pagos, a Procuradoria Geral do Estado da Bahia – PGE/BA propôs Ação Judicial, na qual houve o bloqueio de bens e aguarda desfecho perante o Poder Judiciário.

Para além do descumprimento do contrato, tendo ficado evidenciada a ação criminosa de empresários inescrupulosos que, aproveitando-se da pandemia, fizeram uso de documentos falsos no processo de contratação, o Consórcio Nordeste comunicou o fato à autoridade policial que instaurou Inquérito, que culminou com a prisão e o bloqueio dos bens dos empresários. A apuração dos crimes está sob a responsabilidade das autoridades competentes e sob o crivo do Poder Judiciário.

O Consórcio Nordeste segue empenhado no combate aos impactos sanitários, sociais e econômicos da pandemia e envidará todos os esforços necessários para evitar que a população brasileira siga sofrendo com o descaso, com o negacionismo e a com a dor decorrente de mortes evitáveis pela incúria do governo federal.

Opinião dos leitores

  1. Ninguém cai nessa conversa, todo mundo sabe de quem essas empresas fantasmas criadas justamentes para desviar o dinheiro da saúde. Cadeia nos petistas.

  2. Agora lascou tudo, o poste mijando no cachorro. Essa associação criminosa chamada de consórcio do Nordeste, sabia que essa empresa não seria idônea para o fechamento desse contrato, pois não era credenciada no mercado para essa operação, tanto é que as coisas foram tratadas e fechadas por mensagens de WhatsApp como a imprensa divulgou. O esquema estava todo montado para o roubo do dinheiro do contribuinte nordestino, pois pagaram toda a compra antecipada. O MPF, PF e TCU tem que ir até as últimas para colocar esses bandidos dos dois lados que fecharam esse contrato atrás das grades de um presídio.

    1. Isso é sabido que em função da negativa do governo federal, ser negacionista só tem essa saída para os esquerdopatas, criar empresas fantasmas aliciadas e promoverem falsas compras de equipamentos alegando a pandemia. O Ministério Público teria que investigar…

  3. TENDO COMO CHEFE O LULADRAO Q NAO TEM NADA NAO FAZ NADA E E HONESTO VAMOS ESPERAR O Q DESTES BANDIDOS DA QUADRILHA NORDESTE???

  4. É sempre assim, o ladrão sempre acusa a polícia. Esses bandidos, em um pais sério, tinham que está todos presos.

  5. Os trabalhos da CPI Do RN trazendo resultado. Bota quente nesses ladrões do consórcio nordeste kelps lima.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

As aguardadas provas da compra de respiradores do Consórcio Nordeste enfim liberadas

Foto: Reprodução

O Blog do Dina – por Dinarte Assunção destaca nesta sexta-feira (8) em notícia, que a CPI da Covid trata como ouro as provas que estão no Superior Tribunal de Justiça sobre a investigação da compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste.

Há ouro, de fato, já que lá estão as delações de empresários que entregaram o que a PGR está considerando um esquema criminoso para fraudar os cofres públicos.

O STJ ainda não liberou essas provas.

Mas o TCU, sim.

Só para contextualizar: o Tribunal de Contas da União também abriu apuração para verificar a legalidade da compra.

E nesse processo do TCU, o STJ compartilhou suas provas.

E agora o TCU autorizou que todo o material dele seja entregue à Assembleia Legislativa.

Incluindo portanto o que o STJ passou para o Tribunal de Contas da União.

A decisão do TCU, tomada pelo ministro-relator, Jorge Oliveira, é dessa quinta-feira (7).

Informações de Blog do Dina – por Dinarte Assunção

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Dinheiro no ventilador: Carlos Gabas, do Consórcio Nordeste, se nega a responder perguntas na CPI da Covid; e eu conto o porquê do silêncio

Foto: Reprodução

O Blog do Dina – por Dinarte Assunção destaca nesta quarta-feira (06) o acontecimento do secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, que se valeu do direito de não se incriminar e ficou em silêncio na CPI da Covid na Assembleia Legislativa.

Gabas dispõe de decisão judicial que reforça seu direito e garante também que não pode ser contrangido.

O Blog do Dina conta agora com exclusividade porque Carlos Gabas ficou em silêncio.

Para tanto, precisa abrir um parêntese.

A compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste, no valor de mais de R$ 48 milhões, está sendo investigada em diversas frentes. O Rio Grande do Norte colabrou com R$ 5 milhões.

Todas as investigações estão sob sigilo.

Ocorre que a CPI da Covid começou a receber parte desses documentos.

Um deles é a colaboração premiada que os empresários da Hempcare, empresa que intermediaria a compra de respiradores, prestaram à Procuradoria Geral da República.

Nessa colaboração, Carlos Gabas e o governador da Bahia, Rui Costa, foram delatados.

O que há contra Gabas

De acordo com o que foi apurado pelo Blog do Dina, a delação alcança Gabas quando ele é acusado de favorecer o que a PGR considera um engenhoso esquema criado para contemplar desvios.

Gabas não é citado como beneficiário de desvios.

O papel a ele atribuído é de facilitar o caminho do dinheiro.

Entre as evidências juntada na delação está a atuação de Gabas arrecadando o dinheiro e passando para a empresa Hempcare sem que um contrato sequer estivesse assinado.

Após o repasse à empresa, intermediários que agiam em nome do Consórcio Nordeste receberam R$ 12 milhões por terem feito a ponte entre os empresários e o Governo da Bahia.

Outro ponto explorado contra Gabas é que ele retirou, segundo a delação, as garantias do contrato de compra que garantia alguma proteção aos estados em caso de calote. Sem as garantias, o dinheiro não foi devolvido.

A CPI também está apostando em um vínculo entre Gabas e a prefeitura de Araraquara, governada por Edinho Silva.

O Blog do Dina apurou que Carlos Gabas, nas negociações do Consórcio Nordeste, teria atuado pessoalmente e pressionado a empresa Hempcare a doar respiradores, com o dinheiro do Consórcio Nordeste, a Araraquara.

As informações constam da colaboração que mencionei anteriormente.

Porém, a Procuradoria Geral da República descartou prosseguir adiante nessa investigação, já que os respiradores não foram entregues a Araraquara.

Fecha parênteses.

E então entra o silêncio

Gabas sabe o que a CPI tem contra ele e o que enfrentaria.

Além de ter o direito de não se incriminar, ele poderia ser confrontado com elementos de várias investigações como mencionei acima.

A possibilidade de ser desmoralizado seria enorme.

Informações de Blog do Dina – por Dinarte Assunção

Opinião dos leitores

  1. E ainda acusam o presidente Bolsonaro de genocida. Os verdadeiros genocidas são os governadores e os bandidos de carteirinha.

  2. Esse consórcio é a terceirização da culpa. Quando se faz merda e não dá pra culpar o Bolsonaro, se culpa o consórcio, mas nunca a culpa é desse governo.

  3. Essa quadrilha de bandidos da facção criminosa do pt e da esquerda, não têm nem vergonha de roubar dos pobres, que receberam altas verbas do Presidente Bolsonaro, para o combate à pandemia e ficam gritando lula livre, e chamando Meu Presidente de genocida. Canalhas e ladrões

  4. Corajosos são aqueles que com medo até fogem do País.
    O blogueiro Allan Lopes dos Santos integra a lista.

  5. E o Poste geral da República faz o que promete: finge que combate a criminalidade política.
    Mas e daí?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Carlos Gabas deixa CPI da Covid do RN sem responder perguntas

Depois do secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, dizer que ia exercer o direito de ficar em silêncio na totalidade e não responderia nenhuma das perguntas, os deputados o liberaram do depoimento para não serem enquadrados na lei de abuso de autoridade.

Novo Notícias

Opinião dos leitores

  1. Esse cara precisa contratar Queiroz para ensinar como se faz a rachadinha. Flávio Bolsonaro Zero Um e Queiroz são mestres nesse assunto.

  2. Eita cabra frouxo. Ta claro que esse tem alguma coisa esck dida na cueca.
    Chame o véio da Havan que desenrola tudo.
    E para Governar bem o Rn vamos chamar BRENNO QUEIROGA, é a sua vez.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Carlos Gabas, do Consórcio Nordeste, depõe na CPI da Covid do RN; acompanhe ao vivo

O secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Eduardo Gabas, depõe nesta quarta-feira (6) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, na Assembleia Legislativa. Uma liminar concedida pela Justiça Estadual assegura o direito constitucional ao silêncio para Gabas durante o depoimento.

Uma comissão liderada pelo senador Eduardo Girão (Podemos/CE), membro da CPI da Pandemia no Senado Federal, estará na reunião da CPI desta quarta. O caso em questão é sobre a compra frustrada de respiradores pelo Consórcio Nordeste à empresa Hempcare, que resultou em prejuízo de mais de R$ 48 milhões aos nove estados do Nordeste.
Com informações de Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CONSÓRCIO NORDESTE: Empresário apontado como beneficiário de desvios de dinheiro de respiradores pede adiamento e não virá depor à CPI da Covid

Blog do Dina – por Dinarte Assunção destaca nesta terça-feira (05) em notícia, que o empresário Carlos Kerbes, suspeito de receber R$ 400 mil no caso dos respiradores do Consórcio Nordeste, conforme depoimento de empresários à Justiça, não virá mais depor na CPI da Covid nesta quarta-feira.

Confira nota da CPI a respeito do tema:

O empresário Carlos Kerbes, sócio do irmão do ex-Secretário do Gabinete Civil/BA, Bruno Dauster, pediu adiamento do depoimento que prestaria nesta quarta-feira, 6, em Natal, na condição de investigado da CPI da Covid do RN.

Carlos Kerbes foi convocado pela Comissão para esclarecer fatos relacionados à compra dos respiradores pelo Consórcio Nordeste, caso no qual o Governo do RN pagou adiantado quase R$ 5 milhões por equipamentos que nunca chegaram ao Estado e cujo contrato de compra está sob investigação da Polícia Federal.

Ele é suspeito de ter recebido R$ 400 mil do dinheiro.

Nesta terça-feira, 5, o advogado constituído por Kerbes requereu o adiamento do depoimento, pois, por um conflito de agendas, Kerbes deverá comparecer presencialmente, neste mesmo dia, à audiência da Justiça em Salvador.

O pedido foi atendido pela Presidência da CPI, porque os princípios da ampla defesa e do contraditório são regras absolutas desta Comissão, e o acompanhamento por advogado é situação que respeita a Constituição, garantindo, assim, a lisura do processo e a atuação legitimada da própria Comissão.

Informações de Blog do Dina – por Dinarte Assunção

Opinião dos leitores

  1. Esse é sócios em várias empresas. Vai de fruticultura até financeira. Também já quebrou algumas, talvez o RN fosse a próxima.

  2. Deve ser um pau de galinheiro. Não tá dando conta de responder pelos crimes.
    Essa é a gente protegida pelo esquerda.

  3. Começou a maracutaia. Se não foram ao circo do vagabundo, imagina aqui. Kkk
    Vai vendo, Brasil! Kkkkk

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Kelps Lima critica pedido de habeas corpus do secretário do Consórcio Nordeste

Foto: Reprodução / Eduardo Maia

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) solicitou um posicionamento urgente por parte do Governo do Estado depois de ser informado sobre o pedido de habeas corpus impetrado pelo secretário do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas.

“[Carlos Gabas] Impetrou habeas corpus no Tribunal de Justiça pedindo para não comparecer à CPI da Covid instalada nessa Casa ou, caso não seja acatado, ficar em silêncio. Isso é uma demonstração clara de que houve mal uso de dinheiro público no RN”, disse.

O deputado e presidente da CPI da Covid na Assembleia do RN destacou que o secretário “administra quase R$ 1 milhão por ano do povo potiguar e não quer prestar contas desse dinheiro”. Diante do exposto, pede também que a governadora encerre o repasse de recursos para o consórcio.

Kelps Lima criticou veementemente a postura do secretário do Consórcio Nordeste e encerrou sua fala na sessão plenária desta terça-feira (5) pedindo a saída do Rio Grande do Norte do Consórcio Nordeste.

“Precisamos exigir que o RN saia ou vamos deixar que um homem que se recusa a vir aqui continue administrando dinheiro do povo potiguar? A governadora precisa se posicionar hoje. Se não pedir a saída, é porque ela está conivente com esse esquema”, disse.

Opinião dos leitores

  1. MAS QUANDO É A TURMA DO BOLSONARO NA CPI DO SENADO, QUE PEDE PRA FICAR COM A BOQUINHA FECHADA, TODO MUNDO FICA CALADINHO, CALADINHO, NÃO É GALERA DE HIPÓCRITAS?
    TENHAM VERGONHA E DEFENDAM A MESMA COISA PARA TODOS E NÃO APENAS PARA OS QUE SÃO CONTRA.
    “JUSTIÇA SÓ É JUSTIÇA SE HOUVER IGUALDADE PARA TODOS!”

    1. Também penso assim, afinal de contas ” pau que bate em Chico bate em Francisco “.
      E quem for podre que se quebre, petralha , bozominion ou caterva do Centrão.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Secretário do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, entra com pedido de habeas corpus para não depor na CPI da Covid na ALRN – Justiça Potiguar

Foto: Reprodução

O secretário executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, ingressou com habeas corpus no Tribunal de Justiça do RN para não comparecer ao depoimento marcado na CPI da Covid-19 na Assembleia Legislativa do RN marcado para amanhã.

O pedido sera analisado pelo desembargador João Reboucas. Carlos Gabas é esperado pela CPI para prestar esclarecimentos sobre os gastos do Consórcio Nordeste, do qual o RN faz parte, como também responder perguntas sobre a fraude na compra de respiradores com gastos de quase R$ 5 milhões dos cofres públicos do Estado.

Quando foi notificado durante evento com a presença do ex-presidente Lula em Natal, Gabas afirmou que viria depor, porém na prática houve ingresso na Justiça.

Opinião dos leitores

  1. Esperamos que o Tribunal da injustiça do RN, aliás, Tribunal de Justiça, tenha coragem, e diga não a esse pedido do Sr. Gabas. Nós cidadãos e cidadãs de bem, estamos acompanhando tudo. Coragem, Dr. João Rebouças. João Macena.

  2. Não vem depor porque sabe que essa organização criminosa chamada de consórcio do Nordeste é o que existe de mais podre para roubar o dinheiro do contribuinte nordestino, é casou-se polícia.

  3. O rabo tá preso não, tá colado rsrs e não dúvido que ainda irão dá essa brecha,.saída pra ele, hrum!

  4. Gente boa. Da melhor qualidade. Desviando recurso enquanto seus semelhantes morriam jogados nos corredores dos hospitais. Os governadores que entregaram a ele o “Consórcio” não são nada melhores que esse canalha, apenas sorriem e acenam mais pra massa. Psicopatas.

  5. Esse vagabundo é o cérebro de arrecadação de dinheiro para o PT, foi o idealizador do rombo dos fundos de pensões das estatais desviados para o PT, e continua livre, leve e solto praticando as mesmas falcatruas!

  6. Alguém tinha dúvida disso?????
    quem é, ou que são os GENOCIDAS mesmo?????
    fora PT, BOLSONÁRO 2022

  7. O auxiliar de Dilma e homem dr confiança de Garibaldi quando ministro da Previdência Social deve estar com algum receio. Muito esperto este cidadão.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

TCE-PB recomenda cancelamento de contrato de aluguel de imóvel em Brasília feito pelo Consórcio Nordeste em rateio com Estados

Fotos: Reprodução

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) declarou “antieconômico” o contrato de locação de imóvel em Brasília, feito pelo Consórcio Nordeste em rateio com os Estados, inclusive com a Paraíba.

O imóvel locado pelo Consórcio Nordeste na Capital Federal custa R$ 38 mil por mês, que soma anualmente o valor de R$ 456 mil. O contrato de aluguel tem duração de 5 anos e foi assinado em 2019. Neste caso a vigência é até 2024, dois anos após o fim do mandato dos atuais governadores.

O referido imóvel está localizado em área nobre de Brasília e está descrito no contrato como uma sala 201, situada na sobreloja do Bloco I, Lotes 3-A e 5 da Quadra 01 do SAU/SUL desta Capital, com a área privativa de 342 m2 , área comum de divisão proporcional de 56,30 m2, área total de 398,30 m2, e a respectiva fração ideal de 0,079856 das coisas de uso comum e do terreno constituído pelos lotes supracitados, que medem 4.427,87 ( nele incluído a área de concessão de uso)”, diz o contrato.

Confira aqui o contrato de locação do imóvel.

No Diário Oficial Eletrônico do TCE-PB, com data de publicação nesta quarta-feira, 29, o TCE recomenda ao Governador João Azevêdo, conjuntamente com os outros governadores da região Nordeste, avaliar que, para o exitoso cumprimento dos objetivos do Consórcio Nordeste, a locação de um imóvel menor e em região menos valorizada, ou a adoção de rodízio na sede da entidade consorcial atenderia da mesma forma às intenções do Consórcio e, ainda, de forma eficiente e mais econômica.

Com Blog do BG PB

 

Opinião dos leitores

  1. Se tem uma PICARETAGEM escancarada no Brasil é esse Consórcio Picareta Nordeste. Um conglomerado de sacripantas montado para roubar.
    É impressionante como as autoridades e a imprensa não enxergam isso.

  2. Enquanto isso o MP-RN dorme em berço esplêndido e faz vista grossa ao absurdos do governo Fátima Bezerra.
    Lamentável!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CONSÓRCIO NORDESTE: Após ser intimado, Carlos Gabas confirma que vem à CPI da Covid na ALRN

Carlos Gabas, secretário executivo do Consórcio Nordeste, confirmou na tarde desta quarta-feira(25), em contato da Tribuna do Norte, que vai atender a convocação da CPI da Covid, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, e virá depor no dia 6 de outubro.

Carlos Gabas diz que o Consórcio Nordeste seria o mais interessado em esclarecer a situação. Ele será ouvido no dia 06 de outubro.

A intimação vai questionar o desvio de 48 milhões na compra de respiradores, dentre eles 5 milhões correspondem ao estado do Rio Grande do Norte.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN negocia compra de doses da vacina russa Sputinik V por meio do Consórcio Nordeste

Foto: Anton Vaganov/Reuters

O Governo do RN e o Consórcio Nordeste iniciaram contatos com o laboratório União Química para aquisição da vacina Sputnik V, de origem russa, como forma de ampliar a disponibilidade do imunizante à população. A informação foi confirmada pelo Estado nesta sexta-feira(15).

Os governadores do Nordeste estão negociando a compra de 50 milhões de doses emergenciais da vacina russa Sputnik V para os nove estados da região.

A Sputnik tem mais de 91,4% de eficácia comprovada, segundo o laboratório russo Gamaleya.

Opinião dos leitores

  1. Será que irão pagar antecipado o valor dessas vacinas como aconteceu com os respiradores que roubaram os 5 milhões.

  2. O descrédito com o consórcio nordeste é tão grande junto à população, que uma notícia dessa, que deveria ser aplaudida por trartar-se de uma vacina com uma eficácia de quase o dobro da coronavac, deixa todo mundo de orelha em pé. Perdeu a credibilidade.

    1. Cheiro de mutreta no ar…
      Devolvam primeiro os 5.000 milhões desviados. Jamais esqueceremos.
      #ForaFatãoGopi

    1. Né isso. Essa desgovernadora é muito cara de pau. Acha que esquecemos dos cinco milhões.
      Devolvam nosso dinheiro primeiro.
      #ForaFatãoGopi

  3. Parabéns pela iniciativa. Não esperem pelo presidente louco. Quem não quiser tomar a Sputnik V poderá tomar da febre aftosa.

    1. Inteligente , seu carteiraco , PC polícia civil , grandes coisas , já que sabe tudo , o senhor concorda com o sumiço de R$ 5.000.000,00 pra mim isso é ROUBO , já que é policial , explique ??

    2. Tá doido pra ser roubado de novo né? Nós não viu?
      Fatão, devolva nosso dinheiro!
      #ForaFatãoGopi

  4. Vai aproveitar pra compensar os R$ 5 milhões de reais que perdeu via Consórcio Nordeste??

    1. Dessa GOVERNADORA FÁTIMA DO PT , ñ duvido nada até hoje ñ explicou os R$ 5 MILHÕES. Digo; ñ vai ser diferente dos EX-GOVERNADORES ROSALBA E ROBINSON , já vai aproximadamente 3 anos de PT X FUNCIONALISMO 0 (ZERO) e doze anos sem reposição salarial.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPF avança nas investigações de suposto esquema de corrupção na aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste e prefeitura em SP vira alvo

Segundo o MPF, “o Consórcio Nordeste firmou contrato com a empresa Hempcare Pharma Representações LTDA para o fornecimento de 300 respiradores, mas, para viabilizar a negociação, teria exigido a doação de 30 respiradores ao município de Araraquara”. Ilan Pellenberg/Agência O Globo

O MPF avança nas investigações de um suposto esquema de corrupção na aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste, grupo criado por governantes da região para atuar no combate à pandemia de coronavírus.

O secretário do consórcio é o ex-ministro petista Carlos Gabas. Segundo o MPF, a prefeitura de Araraquara (SP), governada pelo petista Edinho Silva, teria sido beneficiada por 30 respiradores exigidos como “propina” pelo fechamento do negócio. Gabas teria participação na negociata.

Segundo o MPF, “o Consórcio Nordeste firmou contrato com a empresa Hempcare Pharma Representações LTDA para o fornecimento de 300 respiradores, mas, para viabilizar a negociação, teria exigido a doação de 30 respiradores ao município de Araraquara”.

A investigação se concentra no fato de que a “suposta vantagem indevida seria recebida por agentes públicos do município”.

Veja 

Opinião dos leitores

  1. O carrinho preto e amarelo tá chegando, prepare os coros bando de safados. Fatão GD e sua quadrilha devem ter embolsado essa grana, quero vê presos.

  2. Negócios envolvendo o PT, tem que ter falcatruas. Que DNA é esse? Depois de toda a roubalheira da quadrilha quando estava no poder, e após vários de seus integrantes terem sido processados e presos, como o ex-presidente, todos os seus tesoureiros, alguns ministros, secretários, etc, muitos remanescentes não aprenderam ainda que a população está de olho na corrupção. O ex Ministro Edinho Silva iria ser beneficiado com 30 respiradores pagos pelo consórcio nordeste? Tirando dinheiro de uma região pobre, num momento de pandemia? E o pior, compraram, não receberam e nunca receberão. Aonde tem PT, pode ir atrás que tem ilegalidades.

  3. BG.
    O presidio Federal de Mossoró está a disposicao pra colocar os ladrões do dinheiro publico. Avante MPE , MPF E PF.

  4. Esse é o consórcio do crime, a qual a Governadora foi mandar 5 MILHÕES.

    O dinheiro foi parar nas mãos de empresa fanstasma

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

CGU mira Consórcio Nordeste e investiga compra de respiradores, noticia TV

Foto: Reprodução

Nos últimos dias, a Controladoria Geral da União (CGU) tem se debruçado em investigações que miram o Consórcio Nordeste, uma parceria criada em julho de 2019 entre os nove estados da região para facilitar a execução de políticas públicas. Em junho deste ano, o grupo foi alvo de uma investigação que apurava suposta fraude na compra de respiradores. A informação é do SBT News e foi Destaque no Grande Ponto.

O Ministério Público Federal chegou a abrir um inquérito civil para verificar se houve improbidade administrativa no contrato firmado entre o Consórcio e a empresa Hempcare, investigada por vender e não entregar 300 respiradores. O esquema teria causado prejuízo de, pelo menos, R$ 48,7 milhões. Três pessoas chegaram a ser detidas na época, mas foram soltas depois de terem cumprido 5 dias de prisão temporária.

As investigações sobre compras de equipamentos -como respiradores- para o combate à pandemia de coronavírus devem revelar o envolvimento de mais 3 governadores nas fraudes e resultar na abertura de 50 inquéritos até o fim deste ano. Até agora, as investigações iniciadas pela Controladoria-Geral da União (CGU) já bateram na porta de Helder Barbalho (MDB), do Pará, e Wilson Lima (PSC), do Amazonas. Há outras 5 apurações envolvendo a cúpula de Executivos locais.

Entre 23 de abril e 27 de agosto, a CGU realizou 30 investigações de fraudes em contratos que somam mais de R$ 588 milhões.

A estimativa é de que os esquemas causaram prejuízo de R$ 92 milhões aos cofres públicos. É uma fração, uma ponta do descalabro de prejuízos em escala industrial. Mas, independentemente dos valores, uma covardia em meio a uma pandemia que já matou mais de 130 mil pessoas.

Até dezembro, segundo apurou o SBT News, a Controladoria deve finalizar mais 20 investigações em estados e municípios e estima que as fraudes nessas operações cheguem a mais R$ 72 milhões. A expectativa é que, até o fim de 2020, o volume de dinheiro desviado bata os R$ 163 milhões. Os volumes são maiores se forem somados todas as operações em curso, originadas no Ministério Público ou na Polícia Federal.

O que mais surpreendeu as equipes da CGU até aqui é que os esquemas foram feitos de forma amadora e grosseira. As fraudes ocorreram por brechas abertas pela aprovação da lei 14.035/20, que flexibilizou as regras de licitação para a compra de serviços e equipamentos durante a pandemia. As máfias aproveitaram uma janela de oportunidade para montar às pressas os esquemas de fraudes.

Em entrevista ao SBT News, o ministro Wagner Rosário, chefe da CGU, disse que parte da investigação avançou com base em inconsistências e anomalias nas empresas contratadas. “O que a gente verificou muito é o seguinte: processos mal instruídos, o que não garante uma fraude. Mas, a partir daí, durante a busca das contratações, muitas vinculações de empresas com pessoas que estavam contratando. Empresas que não possuíam endereço, que possuíam baixa qualificação técnica, cujos sócios não tinham condições de serem donos daquela empresa”.

“Se tivesse que fazer uma junção desses trabalhos que fizemos, eles basicamente sempre buscam o direcionamento da licitação para um grupo determinado”, detalhou Rosário. “Muitas das vezes, o que nós verificamos são grupos que teriam incapacidade de entregar esses produtos [que foram contratados]”.

Com SBT News e Grande Ponto

Opinião dos leitores

  1. Essa foto, faz tremer qualquer ser humano honesto. Queremos os R$ 5 milhões de volta. Cadê o MP? João Macena.

  2. Agora o RN vai tremer e não é de abalos sísmicos não, vai abalar os nervos de políticos.
    O Véio Bolsonaro é duro Kkkk ele da cora , muita corda, depois da um laço e pega as maracutaias.

  3. Vish, pelo andar da carroagem, em breve a Polícia Federal estará na porta da Governadora Fátima.

    Atenção MP Estadual, vamos trabalhar.

  4. Tem que ir atrás dos 5 MILHÕES que a Governadora Fátima – PT enviou para consórcio de esquerda.
    Tem que ver onde foi parar essa dinheirama. O dinheiro pode ser até objeto para financiar as eleições municipais.
    Atenção, MP

  5. Cadê o dinheiro que o governo do RN pagou e não recebeu???}
    Faltando tudo nos hospitais – até comida – tá um caos – profissionais sem epi`s – sem condições de trabalho e sendo pressionados a ficarem calados – atenção órgãos de controle – investiguem a sesap.

    1. Aí é que mora o perigo!
      Pagar primeiro, para receber depois …
      Pode ser 2020; 2021; 2022…

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

TCE notifica Governo do RN para esclarecer pagamento de R$ 4,9 milhões para compra de respiradores via Consórcio Nordeste

Foto: Divulgação

O conselheiro Gilberto Jales determinou a notificação da Secretaria Estadual de Saúde para que sejam enviadas informações acerca da transferência de recursos do Estado para a aquisição de respiradores mecânicos junto ao Consórcio Nordeste. O prazo para que a Sesap envie os esclarecimentos vai até o dia 22 de junho. Foram transferidos R$ 4,9 milhões para o recebimento de 30 respiradores.

A determinação segue relatório de acompanhamento produzido pela equipe técnica da Diretoria de Administração Indireta. De acordo com o relatório, o Estado deve explicar quais as medidas tomadas para reaver os recursos públicos transferidos; se há ação judicial em curso para tentar o ressarcimento dos cofres públicos; por quais motivos os valores relativos à participação do RN no Consórcio foram transferidos antes da assinatura do contrato de rateio; e por qual razão houve uma mudança na dotação orçamentária responsável pela quitação do rateio que coube ao RN.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *