Cancelamento de voo de Lisboa para Natal gera indenização para consumidora

Uma consumidora de Natal será indenizada por danos morais no valor de R$ 3 mil, a ser paga de forma solidária pelas empresas Smiles e a TAP, pelos danos sofridos em virtude do cancelamento do voo com trecho Lisboa – Natal, fato que fez com que ela fosse reacomodada em voo com destino final Recife, fazendo-se necessária a aquisição de nova passagem aérea com destino Recife – Natal. O valor será corrigido monetariamente e acrescido de juros. A sentença é da juíza Arklenya Pereira, da 8ª Vara Cível da Comarca de Natal.

A consumidora ajuizou a ação judicial contra a Smiles Fidelidade S/A e a TAP – Transportes Aéreos Portugueses S/A afirmando que efetuou compra de passagem aérea com saída da cidade de Praga com destino à Natal sem escala ou conexão, marcada para 23 de setembro de 2017, às 18h25, na classe executiva.

Alegou que foi informada do cancelamento do voo, o qual seria substituído por um novo voo cinco horas após o planejado, às 23h40min, sem qualquer assistência. Relatou que o voo inicialmente adquirido tinha como destino final a cidade de Natal, todavia, o novo voo seguiu viagem para destino final em Recife, sem consulta prévia aos passageiros.

Em razão disso, ela disse que foi necessário comprar nova passagem com destino a Natal, o que somou um atraso de 11 horas, já que somente conseguiu chegar a Natal por volta das 9h do dia 24 de setembro de 2017.

Em razão disso, requereu a condenação dos réus ao pagamento de indenização por danos materiais no valor de R$ 600 em relação ao valor da passagem aérea com destino Recife – Natal, bem como pelo valor cobrado pela taxa de bagagem e pagamento de indenização por danos morais.

Empresa aérea

A TAP alegou que o voo com itinerário Lisboa – Natal foi cancelado por determinação do controle de tráfego aéreo devido a grande quantidade de voos existentes na mesma data e horário. Afirmou que realocou a passageira em voo que decolou no mesmo dia.

A empresa salientou que ofertou a consumidora duas opções a fim de que pudesse escolher a que melhor lhe atenderia, sendo uma delas com destino a Recife, o qual decolaria no mesmo dia, e outro para Natal, o qual decolaria no dia seguinte, optando-se por decolar no mesmo dia.

A companhia aérea lembrou que segue as normas internacionais de segurança e que as aeronaves somente podem decolar após a permissão do controle de tráfego. Defendeu a inexistência de danos materiais, porque foi a própria autora que escolheu o voo com destino final a Recife, bem como somente comprovou o desembolso do valor de R$ 525.

A Smiles S/A alegou não ter legitimidade para estar em juízo nesse caso e que já havia identificado com antecedência o cancelamento realizado pela TAP. Por isso, disse que diligenciou junto a Companhia Aérea a obtenção de voo de reacomodação, momento no qual a TAP disponibilizou novo voo de Lisboa para Recife e, mesmo não tendo sido ofertado o trecho completo, foi ofertado voo pela Gol com trecho Recife-Natal.

Defendeu que a passagem aérea com trecho Recife-Natal foi comprada com mais de um mês de antecedência. Argumentou que a alteração de horários do voo decorreu de conduta imputável apenas à companhia aérea, de forma que o programa de milhagem não detém ingerência sobre a malha aérea das cias parceiras. Disse que não pode realocar os clientes no voo que bem entender, já que não tem autonomia de escolha dos voos, sendo estes determinados pela companhia aérea operadora do voo original.

Decisão

Ao analisar o caso, a magistrada Arklenya Pereira rejeitou o pedido de danos materiais requerido pela autora, porque constatou que, mesmo sabendo que os danos materiais já haviam sido solicitados em outro processo, requereu a sua concessão. Em razão disso, reputou a autora como litigante de má-fé, e fixou multa de 5% sobre o valor da causa por ser proporcional e razoável.

Todavia, quanto ao cancelamento do voo, viu que é possível dizer que o serviço prestado pelas empresas foi defeituoso. Em que pesem as alegações delas de que não tem ingerência sobre a malha aérea e sobre a readequação da malha aérea promovida pelos controladores de voo, a juíza entendeu que elas não se enquadram dentro das hipóteses de excludentes de culpabilidade, sendo, em verdade, hipótese de caso fortuito interno que não as exime da responsabilidade.

“Na situação em análise, a parte autora sofreu danos morais indenizáveis, tendo em vista o cancelamento do voo, causando angústia e aflição no retorno à cidade natal”, concluiu.

(Processo nº 0804397-45.2018.8.20.5001)
TJRN

 

American Airlines deixará de voar para Recife e Salvador a partir de maio

boeing-787-dreamliner-american-airlines-098-620x413A companhia aérea American Airlines informou que vai suspender os voos regulares que opera saindo de Recife e Salvador para Miami a partir de 4 de maio. É mais um cancelamento de rota para os Estados Unidos, que já acumula muitas baixas neste ano! E uma triste notícia para os nordestinos, que perderão uma opção cômoda e econômica para voar para os Estados Unidos, ainda que muitas vezes com aviões antigos e mal conservados.

A empresa informou ainda que vai notificar os passageiros e oferecer alternativas de acomodação dos voos que ela opera saindo de outras cidades brasileiras para os Estados Unidos. Caso o cliente não queria ser reacomodado, a American oferecerá o reembolso integral. A companhia ressaltou ainda que pretende retomar as operações entre Recife e Miami a partir de 15 de dezembro, na alta temporada. É possível que passe a ser uma rota sazonal.

Confira na íntegra a nota da empresa:

“A American Airlines, que tem orgulhosamente servido o Brasil por mais de 25 anos, informa que o serviço entre Miami e Recife será temporariamente suspenso. O último voo com origem em Miami será realizado em 4 de maio e o último voo com origem em Recife, em 5 de maio. A operação entre Miami e Recife será restabelecida em 15 de dezembro de 2016 e, entre Recife e Miami, em 16 de dezembro.

Além disso, em 4 de maio de 2016, o serviço entre Miami e Salvador será interrompido. O último voo com origem em Miami será realizado em 3 de maio e o último voo com origem em Salvador será realizado em 4 de maio.

A American Airlines avalia sua rede de voos baseando-se na oferta e demanda em cada rota, com o objetivo de garantir o sucesso a longo prazo frente a concorrência global. Os voos entre Miami e Recife e Miami e Salvador são atualmente inviáveis em consequência das condições do mercado.”

Show do projeto Seis e Meia é cancelado após interdição do Teatro Alberto Maranhão

Devido ao cumprimento de interdição do Teatro Alberto Maranhão, por determinação da Justiça do Rio Grande do Norte, está cancelado o show do projeto Seis e Meia da próxima terça-feira,21 de julho. A edição teria apresentações do violeiro Xangai e da artista local, Valéria Oliveira.

As realizadoras do projeto, Idearte Produções e Super Star, lamentam o cancelamento, agradecem a compreensão e pedem desculpas ao público pelos transtornos.

O procedimento para estorno da compra dos ingressos será realizado pelo Teatro Alberto Maranhão, interessados devem entrar em contato pelo telefone: (84)3222-3669.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MANOEL disse:

    absurdo o governo deixar fechar o tam por falta de estrutura. Sandoval Wanderley tmb tá caindo os pedaços. vergonha.

Mais de 100 torcedores do América pagam por pacote para RJ e ficam a "ver navios"

Cerca de 120 torcedores do América foram vítimas de um suposto pacote relâmpago de viagem para o Rio de Janeiro, ida e volta, com embarque na quarta-feira (15), e retorno Natal na madrugada de quinta-feira (16). De acordo com uma das vítimas, de identidade preservada, a “promoção” no valor de R$ 240,00(duzentos e quarenta reais) foi anunciada no domingo de eleição (5), e mobilizou os interessados numa corrida conta o tempo. Na ocasião, os interessados deveriam entrar em contato com um homem de inicial A(assim será identificado no texto), que indicou uma suposta funcionária de uma empresa de aviação, responsável por receber o pagamento. O Blog recebeu áudios e prints e está avaliando cautelosamente o conteúdo para não sejam cometidas injustiças.

Segundo a vítima, todo o procedimento teria que ser realizado até 15h, no domingo de eleição. Conforme o torcedor relata, a suposta funcionária informou que entraria em contato com o seu namorado que ela afirmou trabalhar num cargo de gerência do aeroporto. Contudo, os dias foram passando, os torcedores ligando para o responsável pela divulgação da “promoção”, e, no fim, nesse domingo (12), um áudio enviado por ele (A) informava pelo cancelamento da viagem. Na ocasião, ainda segundo o torcedor de identidade preservada, o argumento foi de que o suposto gerente ficou de “cabeça quente” com o acontecido, com as cobranças dos torcedores, por sinal, de direito.

“Cento e vinte torcedores do América foram enganados. Procuramos a delegacia de fraudes, no Alecrim, no qual fomos mal atendidos, e os policiais não quiseram fazer o BO. Até agora ninguém recebeu o dinheiro”, contou o torcedor denunciante.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Kleber disse:

    Também fui um dos que paguei pelo pacote, inclusive fui pagar na sede do então deputado KELPS acho estranho ter que pagar ate o domingo de eleição ate as 15:00hs e com os bancos em greve!

  2. renato disse:

    Brasileiro querendo dar o seu jeitinho brasileiro… dá nisso!!! Todos estão errados. Se fossem no site da companhia aérea comprar a passagem normalmente não passariam por isso. Vão ter que assistir na TV agora.

  3. MAXWELL disse:

    Sou um dos que paguei pela viagem, e assim que foi dada como cancelada, recebi meu dinheiro de volta, por tanto essa informação não procede, sou testemunha e existe varias outras testemunhas de que o dinheiro esta sendo devolvido, qualquer outra informação que queira pode me passar um email que responderei.

    • bruno disse:

      Não diga que não procede. Tenho inclusive gravações. Agora se estão resolvendo, ótimo.

  4. Abczão do Povão disse:

    kkkkk e haja pakitas inocentes. Não existirá nunca pacote de 240,00 ida e volta para RJ com taxas. Nem de onibus. Bom que as pakitas não vão ver a peia grande do urubu nas pakitas.

Comunicado: Cancelamento do "Tributo Imagine – John Lennon", dia 12 de abril, no Teatro Riachuelo

Tributo _Cancelado

Devido a contratempos apresentados pela produção nacional do show, a Pauta Cultural Produções, produtora local, informa o cancelamento do “Tributo Imagine – John Lennon”, que seria realizado próximo sábado, dia 12 de abril, às 21hs , no Teatro Riachuelo. Os promotores lamentam o cancelamento, agradecem a compreensão e pedem desculpas ao público pelos transtornos. O estorno do valor dos ingressos será feito a partir de sábado (12) na bilheteria do Teatro Riachuelo. Confira o procedimento:

– O estorno da compra dos ingressos será feita a partir de Sábado, dia 12 de Abril, entre 12h e 21h;

– É necessário dirigir-se até a bilheteria do Teatro e apresentar documento de identificação com foto junto com o referido ingresso para devolução;

– Clientes que compraram no site de compra coletiva Peixe Urbano receberão um e-mail com a comunicação do cancelamento do show e o procedimento que será adotado para o estorno da compra ou devolução do valor pago. Qualquer eventualidade, entrar em contato através do Fale Conosco ou ligar para 4003-1214;

– Outras informações, no link http://goo.gl/wZN6ra ou na Bilheteria do Teatro Riachuelo.

Em nota, Prefeito de São José do Mipibu cancela carnaval no município alegando insegurança e falta de assistência hospitalar

Insegurança

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo Pinto disse:

    Corajosa e responsável a decisão do Prefeito Arlindo Dantas. Parabéns!
    Esse exemplo devia ser seguido pelos demais Prefeitos do RN. Até mesmo, como forma de protesto, contra a enorme onda de violência que toma conta de todo Estado. Além do mais, os problemas causados pela estiagem, que aflige grande parte da população Norte Rio Grandense, é outra grande mazela, que vem se abatendo sobre quase toda a região Nordeste e que precisa ser vista com mais cuidado. Parabéns Arlindo.

  2. Antonio G S Jr disse:

    Parabéns ao prefeito

  3. BEZERRA disse:

    Outros prefeitos deste Estado, deveriam seguir o exemplo. Aplaudo a iniciativa.

TRE-RN determina anulação da licitação para contratação comunicação de dados que chegaria a R$ 25 milhões

eba26121af33f11d38288d2b7c52140c

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rilder disse:

    A CINTE foi a empresa que chamou a atenção do TCU para as irregularidades que surgiram durante a realização da licitação. A principal delas foi a mudança, durante o pregão, nas regras de classificação das propostas previstas no edital.

Sistema FECOMÉRCIO cancela Circuito Verão em Pirangi

Em respeito aos comerciários do Rio Grande do Norte, aos veranistas da praia de Pirangi, das demais praias do Litoral Sul da região Metropolitana de Natal e à população potiguar em geral, o Sistema Fecomércio RN vem a público comunicar o CANCELAMENTO do Circuito Verão, projeto realizado por nós, através do Sesc, que aconteceria neste final de semana (25 e 26/01), na praia de Pirangi, em Parnamirim.

Tal decisão foi motivada pela falta de um entendimento com a Prefeitura Municipal de Parnamirim em relação à localização e dimensões do espaço a ser ocupado pela estrutura necessária ao Circuito, o que levou o Poder Público municipal a autorizar a realização de três eventos simultâneos no mesmo espaço físico, o que  acabou por inviabilizar a realização, a contento, do nosso já tradicional projeto de verão.

O Sistema Fecomércio RN prima pelo planejamento, organização e, principalmente, segurança nos eventos que realiza e, por seguir esses preceitos, achou por bem optar pelo cancelamento.

Pedimos desculpas aos comerciários, seus dependentes, veranistas e à população em geral e lamentamos, profundamente, o ocorrido. Esperamos que em 2015 voltemos a realizar, com o sucesso ao qual já estamos acostumados, nosso Circuito, exatamente como aconteceu neste ano nos demais pólos do projeto, notadamente em Caicó, Mossoró (Tibau) e na praia da Redinha, locais onde sempre tivemos total apoio e parceria de todos os envolvidos.

Sistema Fecomércio RN

Cancelar serviços de TV e telefonia será automático em 2014, diz Anatel

dv1992005Se tudo der certo, está próximo o fim de um pesadelo do consumidor: o cancelamento de contratos de telefonia, internet e TV por assinatura. Passará a ser automático, sem a necessidade de falar com os funcionários da central de atendimento, a partir de fevereiro. A promessa foi feita pelo presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), João Rezende.

Até 15 de novembro, a Anatel deverá aprovar um novo regulamento para atendimento aos clientes, no qual constará essa regra. Ao participar de audiência pública na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado, Rezende afirmou:

— Vamos trabalhar nessa questão de trazer mais condições e poder ao usuário na relação com a prestadora de serviços.

Com o novo regulamento, o cliente que quiser cancelar um contrato de telefonia celular ou fixa, banda larga ou TV por assinatura poderá fazê-lo pela central da empresa sem passar por atendentes, apenas digitando as teclas do telefone. O cancelamento também poderá ser feito pela internet.

Rezende afirmou que uma das propostas em discussão é a de abrir um prazo de 48 horas para a empresa tentar recuperar o cliente.

— Mas aí é problema da companhia.

No novo regulamento, a Anatel pretende iniciar os procedimentos para repassar parte do custo que o órgão arca com o call center para as empresas do setor.

De acordo com ele, o gasto anual da Anatel com o call center é de R$ 20 milhões. Do total de ligações recebidas – cerca de 25 mil por dia -, 60% são reclamações de clientes sobre os serviços prestados pelas empresas de telecomunicações. A ideia da Anatel é que uma parcela do gasto seja paga pelas empresas – algo entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões.

“Estamos discutindo no Conselho Diretor a possibilidade de que o gerenciamento e administração do call center continue com a Anatel, mas parte dos custos seja repassada às empresas”, afirmou. Como o contrato com o call center só vence no fim de 2014, essa é uma discussão que deve levar mais tempo. “O regulamento de atendimento e cobrança vai instituir um grupo de trabalho para ver como se dará esse processo”, disse.

R7

Fifa ignora Código do Consumidor e vai multar quem cancelar ingresso da Copa

selecao-defesaContrariando o Código de Defesa do Consumidor (CDC), a Fifa não dará ao torcedor o direito ao arrependimento em caso de desistência de compra pela internet de ingressos para jogos da Copa do Mundo 2014. A primeira fase de vendas, exclusivamente on-line, começou no dia 20 de agosto e termina no próximo dia 10. O artigo 49 do CDC prevê que o consumidor possa cancelar compras feitas fora de estabelecimento comercial até sete dias corridos após o recebimento do produto ou assinatura do contrato e receber o dinheiro pago corrigido, como ocorre no comércio eletrônico. No entanto, ao reservar ingressos para o torneio, automaticamente o torcedor está sujeito ao pagamento de taxa de cancelamento caso seja sorteado e desista do bilhete. A tarifa pode chegar a 20% do preço da entrada. Em valores absolutos, a multa pode variar de R$ 3 a R$ 396, dependendo do valor do ingresso.

Os Procons consideram a aplicação da taxa abusiva, mas a cobrança está amparada pela Lei Geral da Copa (Lei 12.663/12), que dá à Fifa o poder de criar suas próprias regras para cancelamento, devolução e reembolso. As multas por desistência vão ser discutidas na reunião geral das entidades de defesa do consumidor, marcada para dezembro. A partir desse debate, explica a presidente da Associação Brasileira de Procons, Gisela Simona, vai haver uma orientação geral sobre como tratar as reclamações que podem até já ter chegado aos órgãos, pois a confirmação da primeira fase da compra a torcedores ocorre de 11 de outubro a 4 de novembro.

No regulamento de venda de ingressos, a Fifa informa que a taxa cobrada em caso de cancelamento é “para fins de reembolso dos custos administrativos gerados pela operação, da necessária realocação e nova emissão do ingresso e para compensar a Fifa pela reduzida chance de revendê-los”. Para Gisela, a Fifa terá tempo suficiente para revender bilhetes cancelados, já que os jogos só ocorrem a partir de junho de 2014, e não haverá prejuízo à entidade:

— Infelizmente tivemos a aprovação de uma lei que dá à Fifa o direito de estabelecer multa para desistência de compra mesmo dentro dos sete dias, que no CDC caracteriza o direito de arrependimento. Mas, apesar de a Lei da Copa ser especial, por regular um evento específico e temporário, e prevalecer sobre uma lei geral como o CDC, na hora da interpretação o código precisa ser levado em conta.

A taxa varia segundo a data de cancelamento. Será de 10% do preço dos ingressos caso o cancelamento seja solicitado até 96 horas após o recebimento da confirmação de compra; ou de 20% para solicitações feitas 96 horas após a ratificação do pedido. O consumidor será reembolsado pelo que pagou, descontada a taxa.

Entidade não aceita cancelamento parcial de compra

E há outro agravante. O torcedor não recebe esta informação no ato da inscrição para compra. Para acessá-la é preciso entrar no site oficial do torneio e clicar nos links “Ingressos” e depois “Legal”. A informação integra o sétimo dos 19 capítulos do “Regulamento de Venda de Ingressos para o Público em Geral”. Há ainda a possibilidade de rescisão do contrato de venda até o limite de 48 horas antes do jogo. Nesse caso, no entanto, a multa é de 30%.

Marília Lopes, Analista de Atividades de Defesa do Consumidor do Procon-DF, critica a falta de transparência:

— O problema é que estas regras são expostas apenas no site do torneio, de maneira confusa, escondida, em linguagem pouco acessível. Por isso, é nosso papel divulgar o regulamento de forma clara, para orientar o consumidor.

Renan Ferraciolli, assessor-chefe do Procon-SP, tem esperanças de que a Fifa volte atrás e isente o consumidor de multa no período de sete dias de desistência:

— A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e com Procons das cidades-sede da Copa já estiveram reunidos com a Fifa discutindo questões relacionadas ao CDC, pedindo maior transparência. A Constituição não pode ser rasgada.

A Fifa exige, ainda, que o cancelamento seja solicitado pelo titular da entrada, não sendo permitido o cancelamento parcial. Isto é, se o torcedor comprou quatro ingressos, terá de cancelar todos.

Os ingressos são nominais, por isso, trocas e revendas estão condicionadas a regras da Fifa. É admitida a possibilidade de transferência, por exemplo, a membro da família e em casos de doença grave ou morte do titular do ingresso. As transações têm de ser feitas em plataforma própria da Fifa, ainda a ser divulgada. Em caso de revenda, o consumidor receberá o valor do ingresso, descontados 10%.

O esquema de venda é o mesmo da Copa das Confederações. Os interessados têm de entrar no site da Fifa e fazer reserva e só saberão se adquiriram as entradas a partir de 11 outubro, após sorteio. A carga inicial de um milhão de ingressos.

DPDC pedirá esclarecimento à Fifa

Amaury Oliva, diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça, informa que a partir das denúncias dos Procons notificará a Fifa a prestar esclarecimentos sobre o processo de desistência:

— Havendo conflito entres as duas regras (o CDC e a Lei Geral da Copa), prevalece a Constituição Federal que estabelece a defesa do consumidor como um princípio da ordem econômica.

Procurada, a Fifa limitou-se a dizer, por meio de nota, que “o Regulamento de Venda de Ingressos para o Público em Geral está de acordo com a Lei Geral da Copa e em coordenação com os órgãos de proteção ao consumidor.”

Amanhã, no Rio, o Comitê de Consumo e Turismo, coordenado pela Senacon, se reúne com as entidades do consumidor locais, representantes do setor de turismo e secretarias municipais e estaduais envolvidos com a realização da Copa, para tratar da prevenção de problemas de consumo, dos procedimentos a serem adotados para solução rápida, caso eles ocorram, e da produção de material educativo.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fina Ironia disse:

    Brasil: Casa de Mãe Joana, Território de Ninguém.

Senac emite nota sobre cancelamento de processo seletivo; novo certame será realizado

 O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac/RN) comunica o cancelamento do Processo Seletivo para as vagas do Programa Senac de Gratuidade (PSG), referentes ao mês de outubro de 2013. Nesta etapa, foram abertas 513 vagas, distribuídas nos municípios de Assú, Caicó, Macaíba, Mossoró, Natal e Parnamirim.

O cancelamento ocorrerá pela seguinte razão: anualmente, é realizada uma atualização no sistema de inscrição do Programa Senac de Gratuidade, a fim de possibilitar uma melhor integração com o sistema acadêmico do Senac. Em 2013, essa atividade foi realizada na última sexta-feira (13).

Na terça-feira (17), foi aberto o processo seletivo do Programa Senac de Gratuidade, com vagas para outubro. Por ocasião da primeira convocação dos candidatos, identificou-se que ocorreu uma inconsistência pontual no sistema, de modo que a ordem de classificação de algumas candidaturas foi automaticamente desconsiderada. Tão logo identificado o problema, o referido erro foi plenamente corrigido.

Porém, a fim de manter a lisura da seleção, bem como a igualdade de oportunidade de participação aos interessados, será aberto novo processo seletivo, cujo cronograma será divulgado a partir da próxima segunda-feira, dia 23 de setembro de 2013, no site www.rn.senac.br.

O Senac garante que o quadro de vagas disponibilizado anteriormente permanecerá inalterado, ou seja, serão ofertadas no novo processo seletivo a mesma quantidade de vagas (513), por cursos e municípios. E, quando iniciar o período de inscrições, as mesmas continuarão sendo realizadas exclusivamente por meio do endereço  www.rn.senac.br/psg.

A instituição informa ainda que a convocação realizada na última quarta-feira (18) será mantida e os candidatos matriculados, dentro do prazo estipulado pelo processo, não sofrerão prejuízos, sendo atendidos com bolsas de estudo nos cursos para os quais se inscreveram. É importante ressaltar que todos os matriculados, obrigatoriamente, deverão atender os requisitos de acesso ao Programa.

O Senac/RN lamenta o ocorrido e reafirma que as medidas tomadas visam à manutenção da lisura do processo, transparência nos relacionamentos e comprometimento com a sociedade, princípios que sempre regem todas as atividades da instituição.

O Senac é uma instituição privada, sem fins lucrativos, com finalidade pública. O PSG é uma das iniciativas da entidade, com o objetivo de democratizar o acesso da população de baixa renda ao ensino profissional. No Rio Grande do Norte, o Programa já beneficiou mais de 16 mil pessoas, desde a sua criação, no ano de 2009.

Natal/RN, 19 de setembro de 2013.

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac)
Departamento Regional do Rio Grande do Norte

Nota de esclarecimento – Renato Braz (Projeto Palco Brasil)

A produção do Projeto PALCO BRASIL informa que o show de Renato Braz e Khrystal que aconteceria dia 20 de setembro, foi cancelado. A Idearte Produções lamenta o cancelamento e agradece a compreensão de todos.

 PROCEDIMENTO PARA ESTORNO DA COMPRA DOS INGRESSOS:

 – O estorno da compra dos ingressos será feita a partir de terça-feira, dia 30 de julho, entre 12h e 21h;

 – É necessário dirigir-se até a bilheteria do Teatro munido de documento de identificação com foto, cartão de crédito e/ou débito utilizado na ocasião e o referido ingresso para devolução;

 – Para compras realizadas com cartão de crédito e débito é obrigatória a apresentação da segunda via do cliente, comprovante oficial da transação;

 – Compras em dinheiro serão estornadas em dinheiro no valor total da compra;

 – Compras feitas em débito, será preenchido um formulário com duas vias, e o reembolso será depositado em até 30 dias úteis, pela empresa Ingresso Rápido, direto na conta fornecida pelo solicitante;

 – Compras feitas em crédito, será preenchido um formulário com duas vias, e o reembolso será feito na próxima fatura ou na subsequente, de acordo com o fechamento do cartão do cliente;

 – Outras informações, no local, na Bilheteria do Teatro Riachuelo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sol disse:

    Por que, heim?? Aguardava ansiosa por esse show!! Sacanagem!

[HUMOR] Vídeo mostra a realidade de um cancelamento de linha via Call Center

O vídeo produzido pelo Anões em Chamas e estrelado pelo humorista Fábio Porchat mostra muito bem o que é que passa um cliente tentando cancelar uma linha telefônica nesses atendimentos via Call Center de hoje em dia.

O BG adverte que o vídeo apresenta algumas palavras fortes (de baixo calão). Confira:

Criadores prometem boicote e garantem que não haverá Festa do Boi

A imagem do governo Rosalba Ciarlini que já não é das melhores pode piorar ainda mais. A Festa do Boi, tradicional feira de negócios e exposições de agricultura e pecuária potiguar sob ameaça de ser boicotada pelos próprios criadores e não ser realizada. Se depender dos criadores e expositores, o prego já está batido e com ponta virada.

O empresário Gustavo Rocha, criador associado à  Associação Norte-rio-grandense dos Criadores de Ovinos e Caprinos (Ancoc) e filho do também empresário Bira Rocha (ex-presidente da Fiern e ex-secretário de Agricultura), já mandou o recado através da página pessoal no Twitter de que o evento será boicotado e que não haverá Festa.

O motivo? A crise que se instalou entre os criadores potiguares por causa da ineficiência do Governo do Estado em combater a febre aftosa. Ora meus caros, a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) está trabalhando para tornar o Estado livre da febre aftosa e, semana passada, publicou várias portarias com barreiras sanitárias proibindo a entrada do gado potiguar e paraibano. Da mesma forma que proibiu a vinda do gado deles pra cá para evitar contágio.

Mas aqui entra a pergunta: onde anda o secretário Betinho Rosado, titular da pasta da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape) e irmão do marido da governadora? Não seria competência ou incompetência, como queiram, dele tratar do assunto? Ter trabalhado para evitar a barreira sanitária importa por PE? Afinal pra que cargas d’água ele veio? Quando realmente vai trabalhar em prol do desenvolvimento do agronegócio potiguar?

Será que Rosalba Ciarlini vai entrar para a história como a primeira governante que não conseguiu viabilizar a festa do boi por causa de barreiras sanitárias?

Vale lembrar que esse movimento não é organizado pela Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc), e sim pelos próprios criadores, mas nada impede que a Anorc fique a favor do movimento também. Afinal, os criadores já estão em contato com a Associação para conseguir o apoio.

Ricardo Chaves não recebe o combinado e não canta no Iate Clube de Caicó

O cancelamento de um show do cantor Ricardo Chaves causou tumulto na cidade de Caicó, na tarde deste domingo de carnaval (19). O evento que começou volta das 14h, e Ricardo Chaves seria o segundo artista a se apresentar, mas o cantor não subiu no palco.

Um blog local afirma que o motivo do cancelamento do show   seria a falta de público. A venda de ingressos não teria atingido a  media esperada, e a organização o teria cancelado. Muitas pessoas tentaram ir à bilheteria pegar o dinheiro referente ao pagamento da senha de volta, mas não conseguiram.

A organização da festa sugere que o ingresso seja trocado pelo show que ocorrerá amanhã. Os consumidores afirmam que entrarão com um processo no Procon para serem ressarcidos dos valores. O ingresso integral custou R$ 50, e a meia entrada R$ 25

Fonte: Tribuna do Norte

Do Blog: O Verdadeiro motivo de Ricardo Chaves não ter cantado foi falta de pagamento, o cantor saiu de Natal com uma garantia mínima de receita gerada pela bilheteria, chegando no local as vendas não tinha sido a esperada, após mais de uma hora de negociação e já com a primeira banda no palco, Deixe de Brincadeira,  o cantor Baiano não aceitou um cheque pré como pagamento e voltou para Natal. Nesse momento muita zuada no Iate Clube de Caicó.

Atualizado às 18:10: Em contato com esse Blog, o companheiro Robson Pires esclareceu alguns pontos sobre o  imbróglio envolvendo o contrato de Ricardo Chaves para cantar no Iate, segundo Robson, o contrato do cantor para ele cantar no Iate seria de R$ 80 mil Reais, devido a péssima venda de ingressos a diretoria do Iate com Robson teria chamado o empresário do Cantor, de nome Marquinhos e propuseram pagar R$ 30 mil em dinheiro, que era o arrecadado na bilheteria até o momento e passar um cheque de R$ 50 mil, que tanto poderia ser da diretoria do Iate como o do contratante, após idas e vindas na negociação o tempo foi passando e como o cantor foi para caicó de helicóptero, ele teria que voltar de caicó antes do anoitecer porque o aparelho não viaja de noite, enfim,  o tempo passou  e o cantor tinha outros compromissos para a data de hoje, entre eles um show em Pirangi, ambas as partes não chegaram a um acordo, como diz o Pintanatalense, o roçoio foi grande.

Após cancelamento, Baile das Kengas vai acontecer

A empresa Prática, responsável pela organização estrutural do Baile das Kengas, assinou um documento se responsabilizando por qualquer problema que venha a ocorrer durante a realização do evento. Com isso, o baile das Kengas ocorrerá normalmente na tarde deste domingo (9).

A decisão foi tomada após uma negociação entre o prefeito vigente Edivan Martins, o secretário de Defesa Civil do Município, Carlos Paiva, e representantes do Corpo de Bombeiros. Como a empresa se responsabilizou por possíveis acidentes que possam ocorrer, o evento acontecerá mesmo sem a liberação dos Bombeiros.

Fonte: Tribuna do Norte