Em nota sobre greve, SMS em Natal diz que se comprometeu em pagar gratificações e espera decisão de categorias

A Prefeitura do Natal, em nota divulgada em seu site nesta quarta-feira(18), informa que o prefeito Álvaro Dias recebeu nessa terça-feira (17) uma comissão da área de Saúde para negociar o encerramento da greve deflagrada por algumas categorias do setor.

Na reunião, a Prefeitura diz que se comprometeu em pagar as gratificações dos servidores recentemente concursados, referentes ao Edital 001/2018; e que serão integrados ao Plano da Saúde, conforme a Lei Municipal Nº 120/2010, a partir da folha do mês de fevereiro de 2020.

“Agora, a proposta segue para apresentação e votação nas assembleias das devidas categorias. Por ter aceitado atender à pauta apresentada, a Secretaria manifesta sua confiança pelo encerramento imediato da paralisação”, encerrou a nota.

Secretaria de Saúde de Natal – SMS

Prefeitura do Natal emite nota oficial

NOTA OFICIAL

A Prefeitura Municipal do Natal se dirige à população para manifestar seu estranhamento diante do surgimento da notícia apresentada (MP investiga doações para campanha de Carlos Eduardo Alves em troca de favores pessoais ).

Confira abaixo:

Primeiro, por ser absolutamente desprovida de fundamentos. O reajuste tarifário do transporte público segue critérios eminentemente técnicos e um processo que é regulamentado por lei. O processo se inicia com estudos que se convertem em planilhas com o acompanhamento da evolução de custos em itens como salários dos motoristas, encargos trabalhistas e despesas com insumos como combustíveis e peças de manutenção dos veículos. Com base em todos esses dados, as planilhas de custos são submetidas ao Conselho Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana (CMTMU), composto por 31 membros, sendo eles não somente oriundos de organismos do Poder Público Municipal, mas também representantes dos próprios usuários e de outras instituições públicas e privadas. O reajuste definido neste ano, como de resto em anos anteriores, foi aprovado por deliberação independente do Conselho, após levar em considerar a elevação de itens como o aumento do óleo diesel do ano anterior para o início deste, na ordem 23%, um índice maior que o representado pelo reajuste (8,96%). Vale ressaltar que as próprias empresas que operam o sistema público de transporte em Natal criticaram a decisão do Conselho de Mobilidade Urbana, por considerar que ela não repunha os custos absorvidos pelo setor. Ao Poder Executivo Municipal, coube respeitar a decisão do Conselho, um padrão administrativo sempre adotado por todas as gestões na Prefeitura. O surgimento deste inquérito, quatro meses depois do reajuste ter sido oficializado e a esta altura dos acontecimentos, abre margem para interpretações de estar contaminado pelo processo eleitoral. A Prefeitura Municipal do Natal informa à população estar à disposição para prestar todos os esclarecimentos pertinentes à questão.

Prefeitura Municipal do Natal

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    BG
    Passou vinte anos na prefeitura ora ele o prefeito ora a guerreira prefeita um vice depois o outro vice e deixaram um legado de irresponsabilidades por toda a Cidade, ai fica se achando um exímio administrador pensando que o eleitor é OTÁRIO. Fora esses representantes de oligarquias carcomidas e nefastas a cidade e o estado. Fora alves, maias,bezerras,farias,etc. Precisamos de gente comprometida com a população.

  2. Magno Pegado disse:

    UMA OBRA QUE ERA PRA TER SIDO E XECUTADA DESDE 2012
    VERGONHA

  3. Magno Pegado disse:

    E AS OBRAS DO TÚNEL DE DRENAGEM DA AV. CAP. MOR GOUVEIA ESTÃO PARALISADAS HÁ MAIS DE DOIS MESES.
    A AV. CONTINUA ALAGANDO COMO ACONTECEU ONTEM AS 21 HORAS E OS MORADORES, MAIS UMA VEZ, PREJUDICADOS.

Nota Oficial – Grupo JMT

N O T A  O F I C I A L

O Grupo Empresarial JMT, formado pelas empresas JMT Serviços de Locação de Mão de Obra Ltda. e Clarear Comércio e Serviços de Mão de Obra Ltda., após ter ciência e acesso ao conteúdo sigiloso do inquérito em curso na Polícia Federal, que resultou em recente apreensão de documentos e equipamentos em suas empresas, vem a público esclarecer que:

– O contrato sob investigação já havia sido auditado, em outras duas oportunidades, pela Controladoria Geral do Estado e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN), em que os referidos órgãos, especializados em controle e auditoria, não apontaram qualquer ato irregular praticado pela empresa contratada citada na investigação;

– Após a medida de busca e apreensão, a empresa catalogou outros documentos, essenciais e suplementares, relativos à investigação, e os apresentou espontaneamente à autoridade policial, no intuito de contribuir com as investigações em curso;

– O Inquérito em andamento decorre de denúncia formulada ao Ministério Público Federal por servidor público estadual que já responde a várias ações de calúnia e responsabilidade civil por divulgar, em outras oportunidades, fatos criminosos inverídicos contra terceiros;

– O Grupo JMT ingressará, no momento oportuno, com Notícia Crime perante o Ministério Público Federal, informando a suposta prática do crime de denunciação caluniosa por parte do servidor público acima referido;

– Simultaneamente, as empresas do Grupo e seus sócios ingressarão com ações de responsabilidade civil para recompor os prejuízos porventura causados às imagens das pessoas e das empresas citadas;

– O Grupo Empresarial JMT, com mais de 12 anos de atuação no Rio Grande do Norte e em diversos estados, reitera a sua disponibilidade em contribuir com as investigações, bem como reforça o seu compromisso fiel com a verdade e a transparência dos atos praticados, honrando com todas as suas obrigações sociais e contratuais.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    …..tinha agentes federais infiltrados até em academias onde os funcionários da empresa treinavam, foi um trabalho mais uma vez de qualidade da DPF, com filmagens, áudios e muito mais…..E eu só o começo, vem muito mais……fica a dica.

UERN solta nota sobre posição de presidente do TJ a favor de privatização

A UERN é o Estado vivo – nota oficial

É com espanto e indignação que a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN toma conhecimento da declaração do presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte – TJRN, desembargador Cláudio Santos, durante entrevista ao RNTV 1ª edição desta data (31/10/2016), sugerindo a privatização da UERN. A “proposta”, num improviso gerencial, não tem lastro jurídico, social nem econômico.

A UERN é um órgão estadual, criado por lei, que há mais de 48 anos vem formando pessoas nas mais diversas áreas do conhecimento, com ênfase nos profissionais para a educação básica, tanto na graduação quanto na pós-graduação.

A Universidade implementou diversas medidas para adequação de suas despesas à realidade orçamentária e financeira estadual, dentre as quais a implementação do teto salarial, racionalização de alugueis, descontinuidade de oferta de cursos em Núcleos Avançados de Ensino Superior, revisão de contratos, além de focar na captação de recursos fora do Erário Estadual, tais como convênios com a União e Entidades de Fomento.

Sugerir, por outro lado, que o Estado conceda bolsas de até R$ 1.500,00 para cada aluno, como opção ao enfrentamento do “custo” de R$ 20 milhões por mês, sem mencionar ou conhecer que a UERN conta com mais de 15 mil alunos, é um despropósito financeiro, dado que o montante ultrapassaria R$ 22,5 milhões, muito além do suposto “gasto” com a Instituição.

Nos momentos de crise, como a que ora atravessa o Rio Grande do Norte, os esforços das melhores inteligências do Estado deveriam se unir para formular soluções duradouras e viáveis para o desenvolvimento da região, e não apontar propostas mirabolantes, que apenas mascaram os graves problemas de distribuição dos recursos públicos entre os diversos Poderes e Órgãos do Estado.

PEDRO FERNANDES RIBEIRO NETO
REITOR

ALDO GONDIM FERNANDES
VICE-REITOR
COMUNIDADE ACADÊMICA

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mário Velho disse:

    Boa ideia privatizar!

  2. Luiz Borges disse:

    Quem quer federalizar quer ganhar emprego federal sem concurso.
    Só interessa aos funcionarios e aos professores, feitos o da antiga ESAM que hoje são da UFERSA, grande maioria sem concurso e agora com salários federais. Mossoró não dá ponto sem nó.
    Basta ler os nomes, estão todos os Rosados lá!

  3. Penetra disse:

    Dizem que na UNP se compra o ingresso nos cursos de Medicina e Odontologia. Preços bons.
    Conheço um caso de uma sobrinha de um deputado estadual. Daqui a uns dias divulgo.

  4. Cidadão Potiguar disse:

    Concordo plenamente com a privatização. Quando o desembargador Claudio Santos falou para o Estado doar bolsas de 1.500,00 para alunos, ele não se referiu à todos os alunos da UERN, e sim, à uma parcela de alunos que comprovadamente não têm condições de arcar com as mensalidades,pois, em semelhança com a UFRN, a referida universidade Estadual mantém em seu quadro discente um grande percentual de alunos que têm condições de pagar.

  5. Coxinha de Mortadela disse:

    Privatizar pra virar uma Unibosta igual a UNP? kkkkkkkk

  6. Isabel Romano disse:

    A UERN tem de ser federalizada…..ensino superior é com a Uniao. O Estado tem que dar conta do ensino medio. Mas….os políticos tem medinho de levar isso adiante para nao perder votos da republica de Mossoró. Ela é muito cara para o povo do RN.
    Forma muitas pessoas
    de outros estados (Ceará principalmente) que depois vão embora. Repensar urgentemente a UERN

  7. Noé disse:

    O nobre presidente só esqueceu de mencionar que mandou, em caráter de urgência, aumento para si, desembargadores e juízes. Realmente, contribuindo para corte de despesas. Interessante é que a imprensa de rabo preso não aborda as contradições do citado administrador. Vai entender.

  8. osorio sampaio disse:

    SE A UNIVERSIDADE TIVESSE O PRESTIGIO QUE O JUDICIÁRIO TEM, COM MUITOS FUNCIONÁRIOS CEDIDOS PELO ESTADO, CÂMARAS MUNICIPAIS E PREFEITURAS, AI SIM TAMBÉM SOBRARIA MUITO DINHEIRO COMO ACONTECE COM O JUDICIÁRIO.

  9. Marques disse:

    20 milhões por mês!!! É brincadeira!! Imagina esse dinheiro aplicado na saúde básica, nos postos de saúde do estado. Quer fazer curso superior, estude em uma universidade federal ou particular. 20 milhões UERN, 12 milhões Arena das Dunas. Só aí vai 32 milhões mês!!! Viva a PEC 241!!!!!!!!!

    • GILVANDRO ALVES disse:

      Marques você esqueceu de citar a Assembléia Legislativa que custa ao estado cerca de 20 milhões de reais por mês, que tem mais de 2.500 funcionários, a maioria de comissionados e assessores dos parlamentares. Esse é sem dúvida o maior ralo do dinheiro púbico do estado, pois é onde a politicagem e a pilantragem mais atuam.

  10. Delfim disse:

    Um estado pobre como o RN sustentar um mastodonte desse é um absurdo completo. Paulo de Paula compre essa bucha por um valor simbólico de R$ 1,00 e livre os cofres do estado desse abacaxi.

    • Patrício disse:

      Kkkkkkk. Esse cidadão não manda nem na universidade que ele fundou, imagine comprar a UERN.

    • Carlos Rosado disse:

      Boa ideia, Robinson deveria estudar essa proposta. Paulo de Paula criou uma universidade que era vitoriosa, até ser comprada pelos gringos e virar fábrica de diplomas e mais uma apenas na penca da particulares que almejam unicamente lucro oferecendo o ensino mais barato e pior que puder. A UERN na mão de Paula de Paula talvez tivesse algum futuro.

  11. observator disse:

    eis alguém que, para assegurar a destruição do judiciário do RN , e liderar o conjunto de massacres em decisões judiciais que desmantelam o servidor público, implantou uma espécie de "hidra" nos três poderes, opinião pública, jornalismo e mídia de internet

  12. PAULO disse:

    O Presidente do TJRN está mais do que certo,parabéns Presidente!!!!!!

  13. R. Andrade disse:

    317 milhões de reais é o valor previsto para a UERN no Orçamento de 2017 do Estado do RN. De acordo com a CF, o ensino superior é dever da União. Assim, não há razões para o Estado manter uma estrutura cara como a UERN se não consegue oferecer um ensino médio de qualidade. Mais uma vez, parabéns a Claudio Santos por suscitar tal debate!! O RN precisa de homens corajosos como ele.

  14. joao disse:

    É um absurdo um Estado pobre e falido manter uma universidade fraca. Nao é obrigaçao do Estado manter esse abacaxi.

  15. Maracujina disse:

    Jorge Cunha . Já apoiando o conterrâneo .

  16. Senhor Cidadão disse:

    TEM QUE INVESTIR MAS NO ENSINO DE BASE COM ÓTIMA QUALIDADE!!

  17. MB disse:

    Aproveita e faz logo a parceria (PPP) na Caern, pra ver se enxuga. Tem excesso de funcionários e, diga-se de passagem, com altíssimos salários!

  18. Rodrigo Revoredo disse:

    Tá certo mesmo, o custo é bem maior que o benefício. Um estado pobre não consegue carregar esse fardo.

  19. Jorge Cunha disse:

    Só para essa sugestão já estou propenso a analisar o nome do Dr. Cláudio Santos como meu possível candidato a qualquer cargo que concorra e, obvio, eu possa votar.

    • Carlos Rosado disse:

      Burro vota em burro.
      E você que pelo nome imagino ser um velho babão de Agnelo, agora que ele está morto, deve estar procurando saco para se pendurar. Tome tenência bicho besta!

  20. Jorge Cunha disse:

    O Governador deveria perguntar aos gestores das faculdades privadas que existem aqui no RN o custo dela para mensurar o absurdo da UERN custar 240 milhões por ano(!? duvido! acho que é mais).
    A UNP, que é a única Universidade e deve ter bem uns 35 mil alunos não deve ter um custo igual a da UERN e comparem os cursos e verão que a UERN não tem melhores resultados, ao contrário, em muitos cursos é muitas vezes mais mal avaliada.

    • Giovanni Rodrigues disse:

      Comparar a gloriosa e atuante UERN com umas fabriquetas de diplomas com a tal UNP que de universidade tem apenas o nome é dose para matar qualquer um de vergonha.
      Mais respeito a importante e valorosa instituição UERN e aos seus docentes e discentes, além da toda comunidade

  21. Maracujina disse:

    Apesar dó de Claudio santos está em franca campanha para o senado . O que aliás é até legitimo . Dessa vez ele disse bem direitinho o que todos precisam saber . A UERN ê uma excrecência uma indignidade e um luxo para esse pobre RN . O dinheiro para sustentar essa universidade PEBA , deveria ser usado para educação básica e saúde . Tocou na ferida e revirou a pereba .

  22. Helio Motta disse:

    Privatizar algo que ninguém quer é estranho.
    Quem "comprar" a UERN leva o quê? Alunos esquerdopatas, professores que se acham a redenção do universo, servidores que só querem uma desculpa para não trabalhar? Ninguém quer algo assim.
    O RN tem que priorizar o ensino médio. Mas não tem o que fazer com esse material…

  23. Luciana Morais Gama disse:

    Parabéns Dr. Claudio Santos! Ensino superior é dever da União.

  24. Gouveia disse:

    Um Estado pobre como o RN não tem como sustentar uma universidade. Pela primeira vez na vida Claudio Santos disse algo certo e de futuro.

    • araujo disse:

      Claro . Um Estado quebrado que não consegui nem pagar a folha salarial, que nao consegui proporcionar o ensino medio com qualidade: como pode querer cuidar do ensino superior que não e sua prioridade.

Nota oficial, deputado Rafael Motta: desligamento do PROS

DSCN1347

Confira na íntegra:

Caros correligionários, eleitores e sociedade potiguar em geral, Venho a público informar que não faço mais parte do quadro do Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Recebi a notícia de que a Executiva Nacional do PROS decidiu pela minha expulsão do partido.

Estou certo de que as minhas críticas ao mau uso do fundo partidário por parte da Executiva Nacional, quando da compra de bens luxuosos, como um helicóptero e um avião, motivaram essa decisão do comando da legenda. O mesmo motivo que fez com que outros dois colegas deputados enfrentassem o mesmo processo, Domingos Neto (CE) e Valtenir Pereira (MT).

Posso afirmar com toda convicção de que não me arrependo e mantenho o meu posicionamento, pois o fundo partidário é constituído por dinheiro público e deve ser utilizado com ética, honestidade e responsabilidade. Acredito que agi em consonância com o pensamento da sociedade.

Concluo esse capítulo de cabeça erguida, pois fui fiel aos meus eleitores quando não concordei com esses atos, e estou pronto para os novos desafios.

Agradeço a todos que atenderam ao meu convite quando fundamos o PROS no Rio Grande do Norte e estiveram ao meu lado nessa jornada. De pronto, já os convido para também caminharmos juntos no momento que está por vir. Agradeço ainda aos que, mesmo não filiados, apoiaram o meu posicionamento e afirmo que esse apoio é um grande incentivo para que eu siga sempre em frente e com coerência. Rafael Motta Deputado federal

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. joao cardoso disse:

    Ainda tem quem confie nesse playboy da política? não é a toa que temos a pior bancada federal do país.

    • Elves Alves disse:

      Bancadinha mixuruca de oito gatos clonados… da pior matriz genética que se pode imaginar.

  2. Ponchet disse:

    Parabens meu deputado federal orgulho do RN vamos em frente

  3. Val Lima disse:

    Perfeito Deputado….boa sorte no px partido

  4. Brasil sem corruptos disse:

    Com sua atitude demonstrou maturidade, tem lado e coerência, gostei, ganhou meu apoio.

  5. Erik Procopio disse:

    Boa Rafael! Você pulou foi uma fogueira. Vamos em frente!

NOTA OFICIAL – Hotel Escola Senac Barreira Roxa

Acerca de alguns questionamentos que foram veiculados recentemente na imprensa sobre o Hotel Escola Senac Barreira Roxa, o Sistema Fecomércio RN/Senac, emitiu a seguinte nota oficial:

1. O Senac detém desde 2004 a concessão para utilizar as instalações do  Barreira Roxa como centro de formação – teórica e prática – de mão obra para o setor de Turismo e Hotelaria e Gastronomia potiguar e da região. Tal concessão, inclusive, foi ratificada e ampliada, em formato inédito e considerado modelo para todo o RN, em 2008, por um período de 30 anos, com aprovação unânime da Assembleia Legislativa do Estado;

2. Como é tradição da entidade, o Senac tem zelado pela boa gestão e uso correto daquelas instalações que, em média formavam 3 mil profissionais por ano, em cursos com reconhecido padrão de excelência;

3. Em agosto de 2011, visando exatamente, ampliar e melhorar o trabalho que já vinha sendo realizado, o Senac lançou um edital de licitação para obras de reforma, ampliação e modernização da estrutura, com investimento previsto de cerca de R$ 28 milhões incluindo obras e equipamentos. Com ele, o Hotel Escola Senac Barreira Roxa dobraria sua capacidade anual de formação de mão de obra.

4. No mês de outubro de 2011, a empresa pernambucana J.A.G Empreendimentos foi declarada vencedora da licitação. No entanto, questionamentos da concorrente que ficou em segundo lugar no certame, demandaram uma disputa judicial que se estendeu até dezembro de 2012. Diante disso, somente em fevereiro de 2013, as obras foram efetivamente iniciadas.

5. Já em maio de 2014, um ano e três meses após o seu início, as obras foram suspensas em virtude da impossibilidade declarada da construtora de dar-lhes continuidade.

6. A partir daí e até hoje, o Senac já investiu cerca de R$ 1 milhão na manutenção e vigilância da estrutura, bem como na elaboração de novos projetos complementares.

7. Desde então, a instituição tem trabalhado na montagem de um novo processo licitatório para a obra, o que incluiu uma série de adequações ao projeto – visando alinhá-lo à legislação vigente – e pedidos de licenciamentos e aprovações junto aos órgãos públicos, nas três esferas.

8. Diante de tudo o que já foi providenciado e ainda está sendo, estimamos que no primeiro semestre de 2016 possamos lançar o novo edital para escolha de uma nova empresa que deverá retomar as obras, com prazo de execução previsto para 18 meses, após a assinatura do contrato.

9. Vale ressaltar que apenas a partir do mês de setembro de 2012 as aulas dos cursos realizados no Hotel Escola foram transferidas para a unidade Senac Centro, que foi totalmente aparelhada para recebê-las. Desde então, aliás, foram formados 10 mil alunos em cursos como Cozinheiro Profissional, Garçom, Camareira, Guia de Turismo e Auxiliar de Cozinha, entre outros.

10. Pontue-se, ainda, que buscando manter seu nível de excelência nesta formação, o Senac firmou parcerias com estabelecimentos como hotéis e restaurantes, nos quais os alunos podem realizar as aulas práticas, com ganhos reconhecidos não apenas para eles quanto para os próprios estabelecimentos. Tal parceria tem sido tão exitosa que boa parte desses estudantes, após formados, são contratados como profissionais pelas mesmas empresas onde praticaram.

11. Por fim, o Senac e o Sistema Fecomércio RN reforçam sua consciência da responsabilidade que têm no apoio ao desenvolvimento social e econômico do Rio Grande do Norte, algo que temos demonstrado de inúmeras formas e com diversas ações, atividades e projetos, sempre com zelo, ética, transparência e retidão. Uma das maiores provas disso são os vultosos valores investidos pela instituição no Hotel Escola com recursos próprios, oriundos exclusivamente dos empresários de comércio, serviços e turismo do RN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana Luiza disse:

    A Fecomercio está acabando com tudo. A pousada do SESC em Ponta Negra irá a leilão, sem falar nas demissões que estão acontecendo.

Sindipostos-RN externa sua preocupação com recentes medidas econômicas anunciadas pelo Governo Federal

NOTA OFICIAL DO SINDIPOSTOS – RN

O Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos-RN) externa sua preocupação com as recentes medidas econômicas anunciadas pelo Governo Federal, com retomada da taxação do PIS e Cofins, além da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) nos referidos combustíveis.

As novas taxações impostas pelo Governo Federal, invariavelmente, trarão um reflexo negativo no mercado de combustíveis no Brasil sobre dois aspectos: pelo natural repasse dessa carga tributária ao preço final do produto (o que já foi anunciado pelas próprias distribuidoras, que implementarão os novos tributos aos seus valores) e pela retração no mercado consumidor.

Reflexo direto das medidas que incidem em aumento de preço é a queda no consumo, o que prejudica toda cadeia envolvida na revenda do produto: o empresário, os funcionários e a própria economia do Estado potiguar, que passa a arrecadar menos com os impostos estaduais.

O preço do combustível é livre, o mercado próprio de uma ampla concorrência, por isso mesmo, não se pode fazer qualquer tipo de previsão sobre os novos valores dos combustíveis.

Diretoria do Sindipostos-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano disse:

    A frase piada da semana em se tratando de Natal:
    "O preço do combustível é livre, o mercado próprio de uma ampla concorrência, por isso mesmo, não se pode fazer qualquer tipo de previsão sobre os novos valores dos combustíveis"

  2. Silva disse:

    Pode estar certo que mais preocupado ainda está o povo que não vê o salário subir, diferentemente da inflação, dos impostos e principalmente da gasolina. Será que Dilma vai criar o Bolsa Gasolina?

NOTA OFICIAL: Operação Assepsia investiga organizações sociais no município de Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), deflagrou  na manhã desta quarta-feira, dia 27/06/2012, com o apoio da Polícia Militar do Estado, a OPERAÇÃO ASSEPSIA, que investiga a contratação de supostas organizações sociais pelo Município de Natal, com atuação na área da saúde pública.

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisões preventivas e temporárias, expedidos pelo Juiz de Direito da 7ª Vara Criminal de Natal. As buscas e as prisões vem sendo realizadas em Natal e no Rio de Janeiro.

Em Natal, estão sendo realizadas buscas e apreensões nas residências do ex-Secretário Municipal de Saúde, THIAGO BARBOSA TRINDADE, do Procurador do Município de Natal ALEXANDRE MAGNO ALVES DE SOUZA, do Secretário de Planejamento do Município ANTÔNIO CARLOS SOARES LUNA, do Coordenador Administrativo e Financeiro da Secretaria Municipal de Saúde  FRANCISCO DE ASSIS ROCHA VIANA, do ex- Coordenador Administrativo e Financeiro da Secretaria Municipal de Saúde CARLOS FERNANDO PIMENTEL BACELAR VIANA, na filial da ASSOCIAÇÃO MARCA, na sala da Coordenadoria Administrativa e Financeira da Secretaria Municipal de Saúde, na sede da SMS, e no Gabinete do Secretário Municipal de Planejamento, na sede da SEMPLA.

Ainda em Natal, o Poder Judiciário expediu mandado de prisão preventiva em desfavor do Procurador Municipal ALEXANDRE MAGNO ALVES DE SOUZA e mandados de prisões temporárias de THIAGO BARBOSA TRINDADE, ANTÔNIO CARLOS SOARES LUNA, FRANCISCO DE ASSIS ROCHA VIANA e de CARLOS FERNANDO PIMENTEL BACELAR VIANA.

No Rio de Janeiro, a Polícia cumpre mandados de busca e apreensão nas residências de TUFI SOARES MERES, de GUSTAVO DE CARVALHO MERES, do casal ROSIMAR GOMES BRAVO E OLIVEIRA e ANTÔNIO CARLOS DE OLIVEIRA JÚNIOR, conhecido como MANINHO, e em três salas de um edifício empresarial situada na Barra da Tijuca, onde funcionam empresas ligadas a TUFI SOARES MERES.

Também no Rio de Janeiro, a Polícia busca cumprir mandados de prisão preventiva de TUFI SOARES MERES e ROSIMAR GOMES BRAVO E OLIVEIRA  e de prisão temporária de  ANTÔNIO CARLOS DE OLIVEIRA JÚNIOR.

Além dessas medidas, o Poder Judiciário aplicou a medida de afastamento do cargo da Secretária Municipal de Saúde, MARIA DO PERPÉTUO SOCORRO LIMA NOGUEIRA, do Secretário de Planejamento do Município, ANTÔNIO CARLOS SOARES LUNA, do Coordenador Administrativo e Financeiro da Secretaria Municipal de Saúde, FRANCISCO DE ASSIS ROCHA VIANA e do assessor jurídico da SMS, THOBIAS BRUNO GURGEL TAVARES.

O Juízo da 7ª Vara Criminal ainda determinou a proibição de acesso e de frequência às dependências da Secretaria de Saúde de Natal por parte dos investigados MARIA DO PERPÉTUO SOCORRO LIMA NOGUEIRA, THOBIAS BRUNO GURGEL TAVARES, ANTÔNIO CARLOS SOARES LUNA e FRANCISCO DE ASSIS ROCHA VIANA, igualmente proibindo o investigado ANTÔNIO CARLOS SOARES LUNA de ter acesso e frequência à Secretaria de Planejamento de Natal.

São investigadas as contratações do INSTITUTO PERNAMBUCANO DE ASSISTÊNCIA E SAÚDE – IPAS, entidade que primeiro administrou a UPA do bairro de Pajuçara, do INSTITUTO DE TECNOLOGIA, CAPACITAÇÃO E INTEGRAÇÃO SOCIAL -ITCI, contratado para gerir o Projeto Natal contra a Dengue, e também da ASSOCIAÇÃO MARCA PARA PROMOÇÃO DE SERVIÇOS, atualmente responsável pelos contratos de gestão da UPA Pajuçara e dos Ambulatórios Médicos Especializados – AMES mantidos pelo Município de Natal.

Segundo as investigações, as entidades contratadas pelo Município teriam sido previamente escolhidas pelo então Secretário THIAGO BARBOSA TRINDADE e pelo Procurador do Município ALEXANDRE MAGNO ALVES DE SOUZA, que teriam manipulado os processos de qualificação e de seleção das entidades para viabilizar a celebração de contratos de gestão com o Município de Natal.

A investigação também demonstrou que as entidades contratadas pelo Município inseriram despesas fictícias nas prestações de contas apresentadas à Secretaria Municipal de Saúde, como forma de desviar recursos públicos. E que essas prestações de contas jamais foram glosadas ou conferidas pelas autoridades contratantes.

 

América emite nota sobre locação do Frasqueirão

A imprensa especializada e os desportistas do Rio Grande do Norte estiveram, nesses últimos dias, com as atenções voltadas para o projeto que se convencionou chamar “Arena da Paz”, que consistia, objetivamente, através do envolvimento de instituições públicas e privadas, em buscar condições de atratividade que possibilitassem a realização dos jogos do América no Campeonato Brasileiro no Estádio Maria Lamas Farache, de propriedade do ABC Futebol Clube.

Tendo em vista que na última quinta-feira (14) este processo chegou ao fim, motivado, talvez, pela falta de maturidade de alguns dirigentes que não conseguiram vislumbrar sua importância, cabe-nos, neste momento, por questão de justiça, fazer alguns agradecimentos.
Agradecer à Governadora Rosalba Ciarlini que, sempre que solicitado, abriu espaço em sua concorrida agenda para nos receber, mostrar o apoio e firmar compromisso assegurando a participação do Governo do Estado no Projeto.
Agradecer  à  classe política do nosso estado, em particular no plano federal ao deputado Henrique Alves e ao Senador José Agripino Maia e no plano estadual aos Deputados Hermano Morais e Gustavo Carvalho pelo empenho e dedicação demonstrados na defesa dos interesses dos dois clubes.
Agradecer ao Presidente da FNF, José Vanildo, sempre esteve presente na busca de soluções que contribuam para a evolução do nosso futebol.
Agradecer ao presidente Rubens Guilherme e demais dirigentes do ABC que participaram do processo, por acreditarem no Projeto e que por motivos alheios a sua vontade não puderam dar consequência.
Agradecer aos amigos empresários Suzano e Stênio, dirigentes da TOP10, pelão visão e profissionalismo.
Agradecer aos desportistas Roberto Bezerra e Tertuliano Pinheiro que se dispuseram a prestar esclarecimentos públicos com o objetivo de equalizar as informações circulantes.
Agradecer a imprensa esportiva do Rio Grande do Norte pelo comportamento independente, responsável e isento na divulgação dos fatos.
Agradecer ao Presidente José Rocha e demais membros do Conselho Deliberativo do América pela unanimidade na confiança depositada no presidente do clube para conduçãodo processo.
E não podemos deixar de registrar nossa gratidão ao Prefeito Junior Rocha e ao povo de Goianinha, pelo apoio inconteste que nos tem dado e que contará, para sempre, com o reconhecimento de todos que fazem o América.
Por fim, encerrado esse capítulo, que sirva de reflexão e aprendizado para o futuro,que o futebol, além de paixão maior do povo brasileiro, quando tratado com seriedade, racionalidade e profissionalismo pode vir a ser um grande negócio.
AlexSandro Ferreira de Melo
Presidente

Movimento de Combate à Corrupção emite nota sobre escândalo dos precatórios do TJ

O Movimento Articulado de Prevenção e Combate à Corrupção (Marcco) emitiu uma nota oficial na tarde desta quarta-feira (4). No documento, o Marcco manifesta confiança nas investigações realizadas pelo próprio Tribunal de Justiça Rio Grande do Norte (TJRN) mesmo que elas venham a atingir juízes e desembargadores, além de compromete-se em acompanhar as investigações.

Confira nota na íntegra

O MARCCO – Movimento Articulado de Prevenção e Combate à Corrupção, reconhecendo o grave momento histórico vivido pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, vem a público:

 1-  manifestar sua confiança na conclusão e seriedade das investigações iniciadas no seio do próprio Tribunal, por iniciativa da atual Presidência, bem como na efetiva punição dos culpados a quem sejam imputados os desvios, independente  de serem servidores, juízes ou desembargadores;

 2 – rechaçar qualquer tentativa de desqualificação a priori dos estarrecedores indícios e provas divulgados até o momento, expressando irrestrito apoio ao Ministério Público Estadual e demais entidades envolvidas na investigação;

 3 – comprometer-se, perante a sociedade potiguar, a acompanhar de perto o curso dos fatos, exigindo transparência, isenção, ampla defesa e duração razoável dos processos,  manifestando-se contra qualquer atitude corporativista e envidando esforços, inclusive junto ao CNJ, para afastamento dos envolvidos das funções públicas, na eventualidade de acusação formal;

 4 – afirmar sua convicção de que apenas a apuração aprofundada dos fatos, o julgamento isento pelas instâncias competentes e a punição efetiva dos autores dos gravíssimos desvios estão à altura da importância do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte que, por sua própria natureza e em atenção às elevadas funções constitucionais que desempenha, em especial a tutela da probidade administrativa, não pode ser tolerante com as condutas criminosas envolvendo seu setor de precatórios e suportar abalos de tal magnitude em sua integridade e imagem.

Natal, 04 de abril de 2012.

MARCCO/RN