Fátima Bezerra e Beto Rosado são os piores parlamentares da bancada do RN, aponta ranking

por Dinarte Assunção

Um levantamento do site politicos.org.br concluiu que a senadora Fátima Bezerra (PT) e o deputado federal Beto Rosado (PP) são os piores parlamentares da bancada do Rio Grande do Norte.

O ranking leva em consideração a presença nas sessões, os privilégios de que gozam, a qualidade do trabalho legislativo e os processos que respondem.

Nesse ranking, Fátima ficou com pontuação negativa de 24 pontos, sendo a pior entre os senadores. Beto Rosado ficou com pontuação negativa de 42 pontos.

No ranking geral, Fátima aparece na posição de 364. Beto fico na de 408.

O senador Garibaldi Filho (PMDB) e a deputada federal Zenaide Maia (PR) lideram o levantamento entre os potiguares, com 110 e 65 pontos respectivamente.

Até a publicação desta reportagem, as assessoria de Fátima e Beto não retornaram o contato do Blog do BG

COMENTE AQUI

joao  02/11/2017

kkkkk.. Congresso em Foco é um site baseado em VOTO e nao em dados reais de analise. Sem contar que os seus colaboradores sao de partidos de esquerda, principalmente do PT. Essa revista Congresso em Foco nao é uma ONG... so mais uma revista de esquerda. - Responder

Carlos Alberto F. Medeiros  02/11/2017

Faltou à matéria dizer que "ranking" é esse e quem o elaborou. A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) acaba de ser premiada como uma dentre os melhores parlamentares pelo site Congresso em Foco, de extrema credibilidade. - Responder

francisco nunes  01/11/2017

Alguem conhece algum aluno da educadora Fátima Bezerra? - Responder


+ Ver todos os comentários

Para Fátima, Lula vai ajudar governo a retomar desenvolvimento do país

1935225_902152883215408_3090902825327479594_nA senadora Fátima Bezerra comemorou a indicação do ex-presidente Lula para ocupar o cargo de ministro chefe da Casa Civil. Para senadora, a decisão da presidenta Dilma Rousseff de convidar Lula para compor o governo é mais uma prova do esforço que ela está fazendo, no sentido de colocar o país de volta no caminho do desenvolvimento econômico, da estabilidade fiscal e da inclusão social, buscando o diálogo político. “Ela sabe da experiência desse homem, da capacidade extraordinária que ele tem de buscar a coesão, de buscar a unidade, de buscar a união. E é por isso que nós estamos muito confiantes e esperançosos”, ressaltou Fátima.

Da mesma forma, Fátima considera que Lula também teve uma atitude grandiosa ao aceitar o convite. A senadora lembrou que o ex-presidente é um dos melhores presidentes que o país já teve: deixou o governo, ao final de dois mandatos, com 80% de aprovação e foi o primeiro presidente a receber o prêmio Estadista Global, do Fórum Econômico Mundial. Para ela, por ser um grande estadista, Lula, não poderia se omitir em um momento difícil da vida do país.

“E é provavelmente por isso que a oposição está com os nervos à flor da pele, porque a oposição teme que a presença de Lula no Governo ajude a fortalecer o governo e a retomar o desenvolvimento”, destacou a parlamentar.

Aos que dizem que o ex-presidente assumiu um cargo no governo para ganhar foro privilegiado, a senadora fez questão de esclarecer que Lula não terá benefício jurídico algum por se tornar ministro. Ela lembrou que a prerrogativa de foro não é um privilégio, pois só significa que as investigações continuam, mas no âmbito da Suprema Corte do país e, inclusive, se for aberto um processo, enquanto os cidadãos comuns têm direito a, no mínimo, duplo grau de jurisdição, os que têm o chamado foro privilegiado só passam pelo julgamento do Supremo, sem uma instância superior para recorrer. “Aliás, com essas críticas, a oposição está na verdade colocando em suspeição a mais alta Corte deste país. Isso é uma total falta de desrespeito!”, destacou.

A senadora fez questão de ressaltar ainda que, quando os adversários criticam a ida do presidente para o ministério dizendo que a presidenta Dilma iria virar uma rainha da Inglaterra estão movimentos pelo preconceito: “Se fosse um homem que estivesse à frente da Presidência da República, eu duvido que eles fariam essa afirmação com tanta ênfase”, destacou.

Fonte: Agência Senado

COMENTE AQUI

Nosdliw  17/03/2016

A Senadora terá o papel fundamental de ficar em cima do Procurador de Rondônia, segundo Lula. - Responder

Chico  17/03/2016

Eu acredito em Papai Noel, mais nisso chamais acontecerá. - Responder

Júnior  17/03/2016

Tô esperando pra ver o que vai dizer depois que o Lula ter mencionado o nome dela. Nunca me enganou, sempre tive desconfiança, sempre tive certeza que ela e Mineiro são manobrados feito rabo de canoa pelo o chefe. - Responder


+ Ver todos os comentários

IBAMA x EMPRESÁRIOS: Adriano Gadelha diz que política não resolve discussões técnicas

O chefe de gabinete da senadora Fátima Bezerra, Adriano Gadelha, emitiu uma nota sobre o impasse gerado entre a classe empresarial e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), que ultimamente tem dificuldo o desenvolvimento econômico do Estado. Na nota, Adriano afirma que Fátima não vai se posicionar quanto a discussões de classes e que o problema, segundo ele, técnico não vai ser resolvida pela política, apadrinhamento ou pelo compadrio.

No mesmo documento, Adriano recomendou aos envolvidos a procurarem os direitos na Justiça e que sentem para conversar na tentativa de encontrar uma solução para o problema. Confira a nota na íntegra:

Caro BG,

Sobre conteúdo repercutido por você via blog de Anna Ruth Dantas, o qual trata de afirmações do presidente do Sinduscon-RN no sentido de convocar a senadora Fátima Bezerra para o debate acerca de ações do Ibama e de cobrar a defesa da classe produtora do RN, é necessário esclarecer:

1) As classes produtora e trabalhadora do Rio Grande do Norte contarão sempre com a solidariedade e a parceria do mandato da senadora para o desenvolvimento do Estado, sempre de forma transparente e no cumprimento das regras legais vigentes, no caso em questão, da legislação ambiental;

2) O mandato da senadora não compactuará com nenhuma disputa entre órgãos institucionais ou com possíveis perseguições a quem desejar produzir e gerar empregos cumprindo a legislação. Da mesma forma, jamais tomou ou tomará qualquer atitude no sentido de tutelar o funcionamento de qualquer órgão do serviço público;

3) Se existe alguma dúvida quanto à competência dos órgãos de defesa do meio ambiente (para essa questão específica) a nível estadual (Idema) e federal (Ibama) que o Ministério Público e o Poder Judiciário sejam provocados a arbitrar a questão. O que não pode é alguém achar que essa discussão, que tem caráter eminentemente técnico e legal, possa ser resolvida pela política, apadrinhamento ou pelo compadrio;

4) O mais adequado é que os órgãos ambientais nos níveis municipais, estadual e federal acordem uma rotina comum de trabalho que incluam as políticas de licenciamento e fiscalização, que possibilite uma maior segurança aos empreendedores;

5) Por fim, é urgente que os diversos segmentos envolvidos – produtores, trabalhadores, ambientalistas e órgãos de segurança e defesa ambiental estadual e federal – sentem-se à mesa com a devida participação e mediação do Ministério Público para uma pactuação que vise garantir a produção sustentável e o desenvolvimento do Estado.

Obrigado pela atenção,

Adriano Gadelha
Coordenador do mandato da senadora Fátima Bezerra

COMENTE AQUI

Jose A Fernandes  04/02/2016

Quem é Adriano Gadelha? Foi eleito pelo estado para qual cargo eletivo? Tem mandato? Será que a SENADORA FÁTIMA BEZERRA acha tão desprezível a classe produtora do estado que não merece resposta? Merece uma nota de 'coordenador de mandato'....... - Responder

guilherme  04/02/2016

IMAGINE UM CARA DESSES COMO DEPUTADO OU PREFEITO DESASTRE TOTAL - Responder

Fmacedo  04/02/2016

Está falta de clareza e contradições das leis ambientais estão afundando o Brasil. O aparelhamento do estado está nos levando na direção do atraso. Precisamos retomar o desenvolvimento. O que empresário e empreendedor precisa é de regras claras, diminuindo a interferência do burocrata, atenuando o risco dos ganhos indiscretos. - Responder


+ Ver todos os comentários

Fátima Bezerra acusa Gilmar Mendes de atuar contra o PT em julgamentos no STF e TSE

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) criticou duramente a postura do ministro Gilmar Mendes, que pede a reanálise das contas do governo Dilma de 2014, já aprovadas pelo tribunal e que tiveram como relator o próprio ministro. A senadora disse que Gilmar Mendes vem extrapolando suas prerrogativas de agente jurídico e está agindo politicamente em seus julgamentos no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A afirmação foi feita durante sabatina do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, nesta quarta-feira (26).

Fátima defendeu a reputação do vice-procurador da República, Eugênio Aragão, que havia sido acusado por outros parlamentares de atuar com parcialidade. “Se há alguém que age com parcialidade e falta de isenção é o ministro Gilmar. O Brasil inteiro sabe do ódio que ele tem em relação ao PT, mas ele não pode extrapolar sua função por causa disso”, ressaltou.

Fátima citou sessão do TSE em que o ministro destratou sua colega, a também ministra Maria Thereza de Assis Moura, após ela ter rejeitado, como relatora, o prosseguimento da ação do PSDB contra a presidenta Dilma por abuso de poder econômico durante a campanha. “Será que o ministro Gilmar perdeu o controle emocional porque a ministra não aceitou as ações impetradas pelos partidos de oposição contra a campanha da presidenta? Ou será que foi porque ela afirmou que técnicos do TSE constataram irregularidades nas prestações de contas do outro candidato?”, ressaltou a parlamentar.

COMENTE AQUI

A.Augusta  02/11/2017

INFELIZMENTE NO RN SÓ EXISTE OS PIORES COMO NOS OUTROS ESTADOS. QUE POR SINAL A NÍVEL DE BRASIL. É O PAÍS POR COMPLETO. - Responder

Sérgio  02/11/2017

É gópi.☹️ - Responder

Mario  27/08/2015

Essa Senadora deveria usar o mandato dela para defender os Brasileiros e não esse magote de trambiqueiros. Sugiro que vá atrás do subsidio do milho da CONAB para ajudar os agricultores do interior do estado, que estão sofrendo com a seca. Estão perdendo todo o rebanho, e a senhora não se mexe. Fizeram uma reuniãozinha e pronto, ficou por isso mesmo. - Responder


+ Ver todos os comentários

Na tribuna da Câmara, Fátima Bezerra agradece povo do RN

A senadora eleita pelo Rio Grande do Norte, deputada Fátima Bezerra, agradeceu na tarde desta quarta-feira (8), no plenário da Câmara dos Deputados, os quase 809 mil “generosos potiguares”, responsáveis por eleger a primeira senadora de origem popular do estado. “Do fundo do meu coração, 808 mil e 55 abraços afetuosos ao povo do Rio Grande do Norte, que me fez não só a sua senadora, mas me fez a primeira senadora de origem popular do RN”, completou.

A deputada observou ainda que o povo do Rio Grande do Norte usou o voto livre no último domingo para fazer história. “E que orgulho me dá saber que, pela primeira vez, a cadeira no Senado será ocupada por uma pessoa sem sobrenome famoso, que não vem das oligarquias e dos grupos tradicionais, e que terá como representante no Senado Federal uma mulher do povo, uma professora da rede pública, de perfil popular, comprometida com as lutas sociais e em defesa da cidadania”, disse.

De acordo com a parlamentar, assim como ao longo desses 12 anos orgulhou o povo do Estado como deputada, honrará também o voto e a confiança no Senado. “Lá, vou continuar honrando a confiança do povo potiguar e fazendo política com simplicidade, com honradez, com dignidade e com compromisso. Serei uma voz incansável em defesa do Brasil que está mudando com Lula e com Dilma, mas, especialmente, incansável na defesa da educação e do desenvolvimento do meu Rio Grande do Norte”.

Antes de concluir seu discurso, Fátima disse que a luta não acabou. “Agora temos o desafio de ganhar as eleições no segundo turno, elegendo Dilma presidente para avançar nas mudanças e também fazer Robinson Faria governador do RN para iniciarmos um novo momento político-administrativo nos próximos quatro anos, com um projeto inovador e participação popular. Um governo que terá no PT e nosso mandato de Senadora fortes parceiros para um futuro com mais desenvolvimento e justiça social”, finalizou.

COMENTE AQUI

João Wanderley  09/10/2014

Parabenizo a senadora, porém, acho q quem no rn, tem cinco mandatos parlamentares, pode ter a origem, mas c certeza não é mais da classe popular. - Responder

Ex-prefeito e vereadores do PSB de Santana do Matos anunciam apoio a Robinson e Fátima

Santana do Matos

O projeto político e administrativo do PSD e PT para o Rio Grande do Norte ganhou reforço nesta quinta-feira (17) com o anúncio do apoio do ex-prefeito Assis da Padaria (PSB) e de quatro vereadores também do PSB de Santana do Matos.

Líder do grupo, o ex-prefeito Assis da Padaria (PSB) afirmou que Robinson e Fátima farão uma gestão diferente, voltada para o povo. “Estamos com Robinson porque ele é o melhor Santana do Matos e para o Rio Grande do Norte”, defendeu lembrando que o grupo está pensando nos benefícios para a população e não na política.

Os vereadores João Maria Cado (PSB), Antonio Macedo Neto (PSB), José Felix de Souza (PSB), Zé de Neguinho e Ana Maria de Macedo (PSB) também confirmaram o apoio a Robinson e Fátima.

“O que vejo em Robinson, não vejo no adversário. Robinson quer trabalhar por Santana, pelo Rio Grande do Norte. Ele conhece cada região e sabe ouvir o povo. O adversário só quer o status. Precisamos de pessoas que trabalhem e por isso acreditamos em Robinson”, destacou o vereador Macedo.

Durante a reunião, os vereadores e o ex-prefeito elogiaram o trabalho de Fátima Bezerra (PT) pela educação no Rio Grande do Norte.

Além do ex-prefeito e vereadores, José Leão de Brito, professores, donas de casa, enfermeiros, autônomos, o ex-vereador Kerginaldo Batista e lideranças confirmaram o apoio a Robinson.

COMENTE AQUI

Reforma política só sairá com pressão popular, diz Fátima Bezerra.

Deputada-Fátima-BezerraA reforma política só sai se houver pressão popular sobre a Câmara dos Deputados e o Senado Federal. É assim que pensa a deputada federal Fátima Bezerra, do PT.

Candidatíssima a senadora, Fátima disse que se depender dos atuais colegas não sai reforma política mas somente algumas mudanças que não mexeriam no atual sistema político e de representatividade.

A deputada defende, por exemplo, o financiamento público, permitindo-se as doações pessoais de até 700 mil reais, mas proibindo-se o financiamento por parte de pessoas jurídicas. “Empresas não votam”, disse a deputada em entrevista, na manhã desta sexta-feira, ao programa Primeira Página, na TV Metropolitano.

O financiamento público e as doações particulares limitadas são algumas das propostas do Movimento denominado “Coalizão Democrática pela Reforma Política e Eleições Limpas” que esta semana entregou ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, um projeto de lei de iniciativa popular.

O movimento tem a participação de mais de 50 entidades, incluindo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, o Conselho Federal da OAB, a União Nacional dos Estudantes.

O movimento vai realizar um ato público em Natal em data a ser marcada.

O projeto já conta com mais 171 mil assinaturas. Se voce quiser assinar o projeto e participar do movimento acesse www.eleicoeslimpas.org.br

COMENTE AQUI

Fátima Bezerra é apontada como parlamentar do RN mais atuante do Congresso Nacional

A deputada federal Fátima Bezerra (PT) está na lista dos parlamentares que melhor exercem o mandato este ano no Congresso, segundo avaliação dos jornalistas que participaram da primeira fase do Prêmio Congresso em Foco 2012. A petista angariou seis votos. O deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB) aparece com cinco votos.

Ao todo, 117 nomes na Câmara receberam ao menos um voto dos jornalistas na categoria principal. Os 186 jornalistas que participaram da primeira etapa de votação, fiscalizada pelo Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, distribuíram 1.455 votos nas duas categorias principais – de melhor deputado e melhor senador. Ao todo, 32 senadores e 117 deputados receberam ao menos uma indicação nessas duas categorias.

Todo ano o portal Congresso em Foco realiza uma eleição para escolher os melhores parlamentares da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Na lista, o senador José Agripino (DEM) aparece com três votos e o senador Paulo Davim (PV) foi citado por um jornalista.

COMENTE AQUI

Renato Souza  15/08/2012

Se sair candidata ao senado em 2014 contra Henrique Alves... já tem meu voto!!! - Responder

Fátima lamenta que PMDB sirva de instrumento para golpear democracia

Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado
Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

A senadora Fátima Bezerra disse, em Plenário, nesta quarta-feira (30) que a população já está percebendo os riscos que correriam a democracia e as conquistas sociais e trabalhistas dos últimos anos, caso o golpe fosse consumado e o vice-presidente Michel Temer assumisse o poder. “Nós lamentamos profundamente que o PMDB tenha se aliado aos derrotados nas urnas, PSDB e DEM, e hoje sirva de instrumento para golpear a democracia, mas quero, no entanto, destacar que muitas das pessoas que gritavam nas ruas a favor do impeachment estão dando conta do que significa, na verdade, apear do poder uma mulher legitimamente eleita, para entregar o poder nas mãos de alguém que não foi eleito Presidente da República”, destacou a senadora.

Fátima ressaltou que o programa “Uma Ponte para o Futuro”, do PMDB, deveria ser chamado de Ponte para o Inferno, já que, caso suas propostas viessem a ser implantadas, seriam piores do que qualquer plano neoliberal já instituído no país. “O programa ‘Uma Ponte para o Futuro’, como está escrito, é incompatível com a execução de políticas sociais; ele põe em risco as conquistas e os avanços que nós tivemos nesses últimos 13 anos, no que diz respeito à inclusão social”, enfatizou a senadora.

Para a senadora, várias propostas do que chamou de “Projeto Temer” atingem direta e imediatamente políticas públicas e direitos sociais e trabalhistas, como a prevalência dos acordos trabalhistas em detrimento da legislação de proteção ao trabalhador, a desvinculação dos reajustes da previdência dos reajustes do salário mínimo e até mesmo a estagnação dos benefícios. Ela destacou especialmente os prejuízos sofridos pela área de educação, caso o projeto do PMDB fosse colocado em prática. “Essa proposta de Michel Temer, do vice, de desvincular os recursos para a área de educação, não seria uma ponte para o futuro, mas uma ponte para destruir o presente e o futuro da educação brasileira”, enfatizou.

A parlamentar lembrou que, para cumprir os acordos que certamente fizeram com o empresariado para garantir seu apoio, constatados pela participação explícita da FIESP nas manifestações pró-impeachment, teria que se cortar recursos das políticas sociais. Ela ressaltou que Estado teria de ser redesenhado para atender a interesses de multinacionais e do sistema financeiro, com a privatização de instituições como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e a Petrobras.

COMENTE AQUI

O poeta  30/03/2016

Tem razão minha senadora. Não vai ter golpe!!! Não podemos afetar o estado democrático de direito, sob pena de passarmos o resto da vida reclamando. O Brasil é maior que os interesses dos políticos!!! - Responder

Flavio Andrade  30/03/2016

Coitadinha da Senadora. Não sabe como as oligarquias agem não é? Agora pague o preço das escolhas que fez viu! - Responder

Wendell Fernandes  30/03/2016

O PMDB é um "câncer" na política brasileira que vive em tratamento mas nunca é curado e que infelizmente tá aos poucos "matando" a imagem do ser "político" no Brasil. É cada vez mais desgastada a imagem da classe política graças a esse partido que por ironia é o maior do país mas que não tem posição definida nunca em nemhum governo, pois sempre se divide mostrando incredibilidade e oportunismo o que passa a ser piada ao povo comum que mesmo lentamente tá se tornando mais informado e esclarecido. - Responder


+ Ver todos os comentários

Fátima Bezerra: “Globo está incentivando sentimento de ódio e intolerância”

Senadora-Fátima-BezerraA senadora Fátima Bezerra (PT-RN) defendeu, na terça-feira (8), criticou fortemente os ataques golpistas de que estão sendo vítimas o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff e das arbitrariedades que estão sendo cometidas pela grande mídia e de parte do Judiciário. “Nós continuaremos firmemente empenhados, nesta tribuna, nas ruas, nas escolas, onde for, na defesa do mandato da Presidenta Dilma, na defesa da soberania popular, assim como na defesa da biografia e da história do Presidente Lula e de todo o legado que ele deixou para o povo brasileiro. Eles não conseguirão nem o impeachment da presidenta Dilma nem o impeachment preventivo do Presidente Lula, com toda essa operação judicialesca em curso”, afirmou.

Segundo a senadora, a tese de tirar a presidenta Dilma Rousseff do poder a qualquer custo não vai passar de um sonho da oposição. “Não vai passar de um sonho de verão, de inverno, seja lá do que for, não vai passar de um sonho. Eles querem tirar Dilma e inviabilizar a candidatura de Lula, prejudicando, portanto, a continuação de um projeto que vem transformando a realidade social brasileira (…) Essas iniciativas golpistas por parte da oposição felizmente não prosperaram e não prosperarão”, salientou.

Fátima declarou ainda que, o espetáculo grotesco a que o Brasil assistiu na última sexta-feira, é mais uma demonstração da arbitrariedade do juiz Sérgio Moro. “Em uma atitude sem base legal, o juiz, que tem agido quase que como militante do PSDB, decidiu pela condução coercitiva de uma pessoa que nunca se negou a colaborar com a Justiça deste País. Não pode haver dois pesos e duas medidas, não pode haver, de maneira nenhuma, uma investigação de caráter dirigido, de caráter partidarizado. Nós queremos investigação, sim, mas que seja ampla, geral e irrestrita, que investigue todos e todas. Pois, infelizmente, para a Operação Lava Jato, a turma da oposição, o PSDB, é intocável”, criticou.

Mídia

Fátima atacou a manipulação e propagação do ódio que vem sendo feito no país a fora por parte da grande mídia, especialmente da Rede Globo. “Infelizmente, o noticiário é feito a mando de seus donos, da forma mais reprovável que pode haver no mundo, um noticiário extremamente manipulador, que não respeita qualquer manual de comunicação social, que não observa o mínimo de isenção, de profissionalismo e de seriedade. Infelizmente! E é a própria Rede Globo que está incentivando o sentimento de ódio e de intolerância, mas o nosso povo não vai cair nessa provocação, de maneira nenhuma”, defendeu.

Manifestações

A senadora Fátima também ponderou a importância das manifestações como instrumento popular. “O que se espera é que as manifestações ocorram sob o signo do respeito, tanto de um lado como de outro. Não temos medo de mobilização popular, de mobilização social. Foi nas ruas que nós, do PT, do campo democrático popular, da esquerda, dos movimentos sociais, dos movimentos populares, nascemos, e de lá nós nunca nos ausentamos. Estamos aqui imbuídos do sentimento de fazer justiça à biografia, à história, à trajetória de Lula, não somente pelo legado que ele construiu como Presidente da República, mas por sua biografia de militante político e sindical, de Parlamentar e de Presidente. Ele entrou para a história do Brasil como o melhor e maior Presidente deste País”, concluiu.

Fonte: Agora RN

COMENTE AQUI

FRASQUEIRINO  09/03/2016

E a senhora defendendo os PETRALHAS os quais ajudou a se eleger. - Responder

Jackson  09/03/2016

Essa estória de dizer que a Globo está incitando o ódio é apenas para desviar o foco: Que a corrupção desse governo do PT. Quem está na verdade incitando o ódio é o primeiro. Já tem mais dez anos que eu não voto em nenhum candidato do pt. A farsa acabou! - Responder

GUILHERME  09/03/2016

TA NAO TA SO FALANDO A VERDADE SENADORA FRIBOI VA TRABALHAR E DEIXE DE DEFENDER BANDIDOS DO PT - Responder


+ Ver todos os comentários

Fátima afirma que Cunha não tem legitimidade para acatar impeachment contra Dilma

FatimaA senadora Fátima Bezerra (PT) criticou o deputado Eduardo Cunha (PMDB) pelo fato dele ter aceitado o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Para a Fátima, Cunha, mesmo presidente da Câmara dos deputados, não tem legitimidade moral de aceitar o processo.

Fátima lembrou que Cunha responde a um processo por quebra de decoro parlamentar por ter mentido na Comissão de Ética, o que pode fazer com que ele perca o mandato, e ainda a outros processos decorrentes da existência da fortunas milionárias em contas fora do Brasil que nunca foram declaradas e que só foram descobertas após investigações. “A este presidente falta legitimidade moral. Responde a processo no Conselho de Ética e a outros dois fora. O Brasil não pode ficar refém de um home que está soterrado com lama até o pescoço. Este homem, inimigo declarado do Governo, contribuiu para a crise do país. Infelizmente ainda está a frente da Presidência da câmara”, disse.

A parlamentar disse que a abertura foi uma vingança política contra o PT e a presidente Dilma Rousseff pelo fato fato do partido ter se posicionado favorável à continuidade do processo contra Cunha no Conselho de Ética. “Esse homem resolve, depois de quatro meses com esse pedido de impeachment, autorizar exatamente no dia em que meu partido toma a decisão coerente de não livrar a cara dele no Conselho de Ética”, completou.

Fátima também defendeu a celeridade do processo de impeachment. Nacionalmente, essa tem sido uma orientação nacional do partido no Congresso Nacional, já que a base, mesmo com algumas dissidências, garante o arquivamento do processo. A oposição quer colocar para o próximo ano, após o recesso, para inflamar o tema junto a opositores e alguns movimentos sociais.

COMENTE AQUI

caio fabio  07/12/2015

Cala a boca Magda. Quem requereu foi o jurista Hélio Bicudo um dos fundadores do PT, que está injuriado como milhões de brasileiros pelo mar de lama que se transformou esse partido. - Responder

joel Avelino de lima  07/12/2015

Qual a legitimidade que a cambada do PT tem senadora a senhora é muito cara de pau. - Responder

Ptinha tudo agora PTinha nada  07/12/2015

Agora vão beatificar a Dilma agora vai ser Santa Dilma de Calcuta - Responder


+ Ver todos os comentários

Fátima Bezerra será empossada senadora neste domingo, 1° de fevereiro

A senadora diplomada, deputada federal Fátima Bezerra (PT/RN), recebeu comunicado de convocação para a sessão preparatória para posse dos senadores eleitos e eleição da mesa diretora do Senado Federal, que ocorrerá no próximo domingo (01 de fevereiro), às 15h, no plenário do Senado Federal.

Por sua vez, no dia 02, às 15h, no plenário da Câmara dos Deputados, ocorrerá sessão solene do Congresso Nacional de abertura dos trabalhos. Já na terça-feira (03), às 14h, terá início a primeira sessão deliberativa ordinária de 2015.

COMENTE AQUI

PMDB de Governador Dix-Sept Rosado apoia Fátima Bezerra

Do PMDB de Governador Dix-Sept Rosado, o ex-prefeito Gilberto Martins e os vereadores Nicélia Silveira, Ramón Martins e Zineuda Macêdo declararam apoio à candidatura de Fátima ao Senado pelo PT.

Os ex-vereadores Antônio Freire, Ricardo Martins e José Emídio, presidente do PMDB local, também se uniram na aliança. 

 “Reunimos o diretório do partido, ouvimos cerca de 100 pessoas e todos disseram que queriam apoiar Fátima. Ninguém foi contrário”, disse o ex-prefeito Gilberto, explicando que na região os dois partidos já têm afinidades.

Além disso, elogiou a atuação de Fátima como deputada. “Ela trabalha e é comprometida. Também tem muita ética na vida pública”.

 

IMG_9616

COMENTE AQUI

Pablo  02/07/2014

O fato de políticos do DEM manifestarem apoio as candidaturas de Fátima e Robson, e assim, não seguirem a orientação política do líder Zé Agripino, que se ajoelhou ao projeto político do PMDB e da ex Governadora Wilma, mostra como o DEM está dividido, e como o mesmo encaminha para a sua extinção no RN. Zé Agripino só pensa na eleição do filho. Os que foram humilhados, assim como Rosalba, tem direito de procurar outro caminho. - Responder

pontes  02/07/2014

Votei muitas vezes em Zé mais agora ele virou um Zé mané com Henrique e cia q vão perder com esse acordão mais agora o povo está acordado - Responder

Lindenber  02/07/2014

Como pode o PT querer apoio do DEM. E ai Fátima como fica? - Responder

ABC viabiliza patrocínio com a Caixa

A diretoria do ABC continua fazendo seu trabalho fora dos gramados e fez um dos maiores acertos da história do clube.

O presidente do Alvinegro, Rubens Guilherme, viajou para Brasília acompanhado da deputada federal Fátima Bezerra para uma reunião com o presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Fontes Hereda. Desse encontro que terminou agora há pouco ficou acertado um patrocínio da Caixa para 2013, restando apenas as assinaturas para fechar contrato.

O BG ainda não sabe o valor real de quanto será investido no ABC no próximo ano, mas, em se concretizando, esse será o maior patrocínio já fechado pela diretoria do Mais Querido.

COMENTE AQUI

Em Mossoró, Fátima Bezerra levanta a bandeira: "Eleição de Larissa é uma das mais importantes para o PT, Lula e Dilma"

A deputada federal Fátima Bezerra (PT) participou da caminhada das candidaturas de Larissa Rosado (PSB) e Josivan Barboza (PT), que durou mais de três horas, pelas ruas do bairro Santo Antônio. Presença da deputada federal Sandra Rosado (PSB), dos candidatos a vereadores pelo PT (Luiz Carlos, Gilberto e Rogenildo), e partidos aliados.

No discurso, Fátima ressaltou que a eleição de Mossoró é uma das mais importantes para o PT, Lula e Dilma. “Eu gosto muito de observar as pessoas. Durante a caminhada fiquei emocionada várias vezes quando presenciei de crianças até idosos abraçando Larissa e Josivan pelas ruas. A eleição de Larissa e Josivan em Mossoró é um desejo refletido em todas as pesquisas de opinião”, declarou Fátima.

“Acho que quando falei para Fátima Bezerra, essa semana, de como são as caminhadas de Larissa, ela não acreditou, veio aqui comprovar e vai sair impressionada”, destacou a deputada Sandra Rosado.

“Quero agradecer sua presença aqui e a sua coragem em ter defendido essa chapa que aqui está”, declarou o candidato a vice-prefeito Josivan.

Antes da caminhada a deputada Fátima visitou a 8ª Feira do Livro e da Leitura de Mossoró.

COMENTE AQUI