Secretário da Receita é exonerado após proposta de ‘CPMF’

Foto: GloboNews

O secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, foi exonerado do cargo nesta quarta-feira (11). A informação foi confirmada ao blog pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O Ministério da Economia divulgou em nota a exoneração de Cintra.

A saída do secretário foi anunciada após a divulgação da chamada “nova CPMF” pela Receita.

Nesta terça-feira (10), o secretário-adjunto da Receita, Marcelo de Sousa Silva, apresentou as alíquotas em estudo pelo governo federal do imposto sobre pagamentos, que vem sendo comparado à antiga Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF).

A proposta foi apresentada durante o Fórum Nacional Tributário, organizado pelo Sindifisco Nacional.

Enquanto esteve à frente da Receita Federal, Marcos Cintra protagonizou episódios incomuns. Logo no início deste ano, ele negou que haveria mudança na alíquota do Imposto de Renda naquele momento, e aumento do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF).

Com isso, ele negou informações divulgadas mais cedo, no mesmo dia, pelo presidente Jair Bolsonaro. Ele havia dito que o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciaria nesta sexta a “possibilidade” de reduzir a maior alíquota do imposto, dos atuais 27,5% para 25%. Bolsonaro também disse que o IOF seria aumentado.

Em abril, o então chefe do Fisco afirmou ao jornal “Folha de S.Paulo” que, com o imposto sobre pagamentos em discussão na área econômica do governo, até mesmo fiéis de igrejas serão tributados quando contribuírem com o dízimo.

No mesmo dia, houve reação por parte do presidente Bolsonaro. Ele afirmou que não haverá aumento de impostos nem tributação de igrejas.

E o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que liberais, como definiu os integrantes da equipe econômica, podem reduzir ou fazer substituição tributária, mas não elevar impostos.

Íntegra da nota

O Ministério da Economia divulgou nota sobre. Leia a íntegra:

“O Ministério da Economia comunica o pedido de exoneração do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra. Esclarece ainda que não há um projeto de reforma tributária finalizado. A equipe econômica trabalha na formulação de um novo regime tributário para corrigir distorções, simplificar normas, reduzir custos, aliviar a carga tributária sobre as famílias e desonerar a folha de pagamento. A proposta somente será divulgada depois do aval do ministro Paulo Guedes e do presidente da República, Jair Bolsonaro. O ministro Paulo Guedes agradece ao secretário Marcos Cintra pelos serviços prestados. O auditor fiscal José de Assis Ferraz Neto assume interinamente o cargo”.

Blog do Valdo Cruz – G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    A oposição e a imprensa perderam mais uma por divulgarem fake news, nada de CPMF, tudo mentira para prejudicar o governo do presidente Bolsonaro que sempre foi contra.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Falando sem paixão nem cegueira política : o Secretário Cintra foi exonerado por dar "spoiler" dos planos da equipe econômica, atropelando o processo . Aguardemos o que ainda vem por aí…………..

  2. paulo disse:

    BG
    Nada de novo imposto, temos que diminuir e muito os já existentes. A capacidade tributaria do Cidadão Brasileiro esta EXAURIDA completamente. BASTA!!!!!!

Diretor do Inpe diz que discurso sobre Bolsonaro ‘causou constrangimento’ e será exonerado

Reprodução: Globo News

O diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Ricardo Magnus Osório Galvão, disse nesta sexta-feira (2) que será exonerado do cargo. O anúncio foi feito após reunião com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, em Brasília.

O órgão que Galvão comandava foi acusado pelo presidente Jair Bolsonaro de mentir sobre os dados do desmatamento e agir a “serviço de alguma ONG”. Galvão rebateu as acusações de Bolsonaro e criticou falas e comportamento do presidente.

“Minha fala sobre o presidente gerou constrangimento, então eu serei exonerado”, disse Ricardo Galvão. Galvão lembrou que tinha um mandato de quatro anos, mas que, apesar isso, o regimento prevê que o ministro pode substituí-lo “em uma situação de perda de confiança”. O diretor disse que teve uma conversa muito cortês com Pontes e que concorda com a exoneração.

Os alertas do desmatamento no Brasil registraram alta de 88% em junho e de 212% em julho, segundo análise a partir de dados do Inpe compilados pelo sistema conhecido como Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter).

O governo afirma que a medição do Deter não deve ser usada para gerar percentuais, e que os dados consolidados de desmatamento são divulgados pelo Programa de Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (Prodes). O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, diz que vai licitar um novo sistema de monitoramento. Especialistas rebatem o governo e afirmam que o Deter mostra a tendência de aumento, com precisão de cerca de 90%, e suas medições parciais sempre foram confirmadas posteriormente pelo Prodes em um balanço anual.

Acusações de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro acusou o Inpe de mentir sobre dados de desmatamento e de estar “agindo a serviço de uma ONG”. As primeiras acusações de Bolsonaro contra o Inpe foram feitas na sexta-feira (19), durante café da manhã com jornalistas estrangeiros. As críticas do governo aos dados sobre o desmatamento continuaram e, na quinta-feira (1°), Bolsonaro voltou a fazer acusações contra o instituto.

Logo após as primeiras falas do presidente, Galvão rebateu o presidente e disse que não iria pedir demissão. À época, ele declarou: “Ao fazer acusações sobre os dados do Inpe, na verdade ele faz em duas partes. Na primeira, ele me acusa de estar a serviço de uma ONG internacional. Ele já disse que os dados do Inpe não estavam corretos segundo a avaliação dele, como se ele tivesse qualidade ou qualificação de fazer análise de dados.”

Reunião com o ministro

Nesta sexta, o diretor do Inpe afirmou que o ministro Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, afirmou que o Inpe será preservado.

“Claro que com o meu discurso com relação ao presidente causou constrangimento, no entanto eu tinha uma preocupação grande que isso fosse respingar no Inpe. Isso não vai acontecer”, afirmou Galvão.

Galvão disse ainda que não teve que “defender” os dados sobre desmatamento para o ministro Marcos Pontes.

“Frente ao ministro Pontes eu não tive que defender nada. Ele concorda inteiramente com os dados do INPE e sabe como são os dados do INPE”, disse. “O ministro é uma pessoa de alta capacidade técnica, um engenheiro” – Ricardo Galvão.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria Fátima Nunes Meirelles disse:

    É constrangedor ver ESSA CONDUTA IMORAL, temos que aprender JUNTOS o Ato de Respeitar Leis e Atitudes DESCENTES e ao mesmo tempo CONDENAR O ERRO.

  2. Cigano Lulu disse:

    Aquela velha história de poder vertical: manda quem pode, obedece quem tem juízo… Ainda mais no Brasil, onde qualquer um abre uma bodega só para se autoproclamar presidente.

  3. Ceará-Mundão disse:

    O presidente é o Bolsonaro e o mínimo que se exige de um subordinado é que detenha a confiança do chefe. E já está claro que não há essa confiança. Logo…

  4. Fernando disse:

    Um auxiliar ralé falar mal do chefe, tem que ser exonerado pra poder procurar um chefe que se enquadre ao seu trabalho e convicções.

    • Ana disse:

      Não falou mal, falou a verdade, se isso incomoda, fazer o que. Mas esse era o funcionário que todo patrão queria ter, fala a verdade e não o que o chefe quer ouvir. Mentir, enganar, corromper….esse eram predicados do governo anterior, se quer se igualhar, ai é outra coisa.

SUCUPIRA PERDE: Detran está emitindo documentação de veículos com assinatura de coordenador exonerado desde 15 de fevereiro

Tem coisas que acontece no EREEEeeeennnneeee que até Deus duvida.

Um leitor do BG recebeu o documento do seu carro ontem no Detran, e nele vem a assinatura do Coordenador de Registro de Veículos, Siderley Bezerra da Silva. Algo errado nisso?

Siderley Bezerra da Silva foi exonerado do Cargo de Coordenador de Registro de Veículos do Detran-RN desde 15 de fevereiro de 2019 e parece que a atual diretoria do orgão não tomou conhecimento ou se tomou não teve a responsabilidade necessária.

É um daqueles casos do saudoso Odorico Paraguaçu e sua Sucupira impagável.

O coordenador foi exonerado há 30 dias mas a assinatura nos documentos continua sendo a dele.

 

O que está acontecendo professora Fátima?

Abaixo publicação da exoneração do coordenador:

Abaixo o documento do veículo emitido no dia 13/03 com a assinatura de Siderley Bezerra.

DETALHE: Exonerado desde 15/02/2019

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    Esse governo é muito amador! É um erro em cima do outro.

  2. nasto disse:

    Esse É um Governo " SERIO" . Vamos acreditar

  3. Gregório de Medeiros disse:

    TEM MAIS:
    A tal TAXA DOS BOMBEIROS (brincadeira isso) que o TJRN acertadamente decidiu CONTRA, ainda constam como pagamento a ser efetuado pelos proprietários de veículos.
    Estão achando pouco o valor do IPVA e ainda criam do nada essa taxa imoral? O contribuinte sendo feito de bobo e tratado com se o bolso não tivesse fundo.

Comandante do Corpo de Bombeiros do RN é exonerado

O Diário Oficial desta terça-feira (06) informa a exoneração do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte. Coronel BM Otto Ricardo Saraiva de Souza esteve no cargo desde quando o Governador Robinson Faria assumiu a chefia do Executivo em 2015.

Com a saída do Coronel BM Otto do comando, assume interinamente o Coronel BM Laurêncio Menezes de Aquino, Subcomandante do CBM/RN.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dani disse:

    Qual a razão da saída do Cel. Otto?
    É uma pena.
    Homem honrado.

    • joao disse:

      Ele é muito preparado e inteligente. Prevendo mudanças na lei previdenciaria e no futuro da instituicao sem recursos pra administrar.. o melhor caminho é a aposentadoria. ja fez muito…

    • Val Lima disse:

      Nobre João,
      se o motivo foi esse,
      ele agiu de forma correta…
      Não adianta nadar contra a correnteza …

Superintendente do Ibama do RN é exonerado

O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira(17) a exoneração do superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) no Rio Grande do Norte, Alvamar Costa de Queiroz.  A demissão foi assinada pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Com a saída de Alvamar, João Maria Cavalcanti foi o escolhido para o cargo da superintendência estadual do órgão.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    BG.
    A responsável por toda essa polemica é a senadora bezerra que sustentou com unhas e dentes este sr no Ibama criando todo tipo de dificuldade para a sociedade Potiguar, um ilustre desconhecido botando banca na terra de Poty com apoio incondicional dela, ainda bem que o governador bateu de frente e o mesmo foi DEMITIDO.

Diretor do presídio de Parnamirim é exonerado; Dinorá Simas, diretora de Alcaçuz, também pode sair

As rebeliões em cadeias de Natal e região metropolitana (Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato (CDP), Penitenciária Estadual de Parnamrim (PEP), e Penitenciária Estadual de Alcaçuz) nesta semana resultaram no afastamento do diretor da PEP, Durval de Oliveira Franco, do vice-diretor Rubian do Nascimento Rocha, além da diretora do Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento, Maria Nayran de Andrade Silva. As exonerações foram publicadas na edição desta sexta-feira (13) do Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte (DOE).

Além das publicadas, existe a possibilidade real de novos afastamentos de outros diretores de presídios do estado, inclusive, Dinorá Simas, diretora da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, e que vem realizando um bom trabalho no presídio estadual. Ela classifica a possibilidade como desmoralizante para o sistema penitenciário do RN, pois uma possível saída seria ceder a pressão dos presos, insatisfeitos com a gestão.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Henrique disse:

    Não conheço os Diretores exonerados, não sei se são competentes ou não, mais fazer estas exonerações agora no momento que ocorrem estas rebeliões é no mínimo uma imprudência e um atestado de incompetência e subserviência do gestor!!!

    Que falta de bom censo meu Deus!!!!

  2. Vitor disse:

    Infelizmente, o discurso " técnico" do governo, não se aplica ao sistema penitenciário , tiraram as pessoas capacitadas, p ceder a caprichos políticos.

  3. Augusto disse:

    Abra o olho governador!!! O coordenador Leonardo vai afundar o sistema penitenciário

  4. Pedro disse:

    Abriram um prescedente perigoso, agora sempre q os presos não quiserem um diretor, já sabem o q fazer.

  5. Paulo César Ferreira disse:

    Que pena, cederam as pressões dos apenados.

Heráclito Noé volta para a Câmara. Prefeitura nesse momento tem 4 secretarias sem secretários

Publicado no Diário Oficial de hoje a exoneração do vereador Heráclito Noé do cargo de chefe da Casa Civil.

Heráclito retorna hoje ao plenário da Câmara e com Osório Jácome retorna à condição de suplente. Nesse exato momento são quatro as secretarias do Município sem secretário. Saúde e Planejamento por causa da operação Assepsia, a de Gestão com a saída de Carlos Von e agora o Gabinete Civil com o retorno de Hoé por causa do rompimento do Pastor Jácome com Micarla.

Eis a publicação:

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NATAL, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o que

consta do Artigo 55, Inciso II da Lei Orgânica do Município, e ofício nº 220/2012-GP,
RESOLVE:
Art. 1º. Exonerar HERÁCLITO NOÉ FERREIRA, do cargo de provimento em comissão de
Secretário do Gabinete da Prefeita, símbolo DG, da Secretaria Gabinete da Prefeita – SEGAP,
em conformidade com as Leis Complementares nº. 108 e nº. 109, de 24 de junho de 2009 e
consoante Decreto nº. 8.767, de 02 de julho de 2009, alterado pelo Decreto nº. 9.188. de 31
de agosto de 2010 e modificado pelo o Decreto nº 9.331 de março de 2011.
Art. 2° – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Micarla de Sousa
PREFEITA

Diretor geral e chefe de gabinete do Detran-RN serão exonerados

A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, que encontra-se em Brasília (DF) cumprindo agenda administrativa decidiu pela exoneração do diretor geral do Detran-RN, Érico Vallério Ferreira de Souza e de Arlindo do Nascimento que exercia a função de chefe de gabinete do Detran-RN.

As exonerações estão publicadas na edição do Diário Oficial do Estado deste sábado dia (17). Responderá interinamente pela direção do órgão Antônio Willy Saldanha, que atualmente exerce a função de coordenador financeiro do Detran-RN.

Sinal Fechado: Genro de João Faustino é exonerado do TRE

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Francisco Saraiva Sobrinho, exonerou Marcus Vinicius Saldanha Procopio, genro do suplente de senador João Faustino e que está sendo investigado por integrar um esquema de corrupção no Detran.

Marcus Procópio, que está preso no Quartel Geral da Polícia Militar, foi nomeado para o cargo no dia 2 de setembro, também pelo desembargador Saraiva Sobrinho.

Fonte: Ana Ruth Dantas