Saúde

Candida auris: Brasil emite alerta sobre 1º caso de ‘superfungo’ fatal resistente a medicamentos

Foto: Getty Images

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um alerta na segunda-feira (7/12) sobre uma investigação em curso do possível primeiro caso positivo no país de Candida auris, fungo resistente a medicamentos responsável por infecções hospitalares que se tornou um dos mais temidos do mundo.

Em seu alerta, a Anvisa afirmou que o Candida auris (C. auris) “é um fungo emergente que representa uma séria ameaça à saúde pública”.

A infecção por C. auris é resistente a medicamentos e pode ser fatal. Em todo o mundo, estima-se que infecções fúngicas invasivas de C. auris tenham levado à morte de entre 30% e 60% dos pacientes.

Segundo o alerta da Anvisa, o fungo foi identificado em “amostra de ponta de cateter de paciente internado em UTI adulto em hospital do Estado da Bahia”. A amostra foi analisada pelo Laboratório Central de Saúde Pública Profº Gonçalo Moniz (Lacen-BA), em Salvador, e pelo Laboratório do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

A Anvisa afirma que a amostra ainda será submetida a “análises fenotípicas (para verificar o perfil de sensibilidade e resistência)” e “sequenciamento genético do microrganismo (padrão-ouro)” até a confirmação oficial do caso.

Diante da suspeita, a Anvisa recomendou o reforço da vigilância laboratorial do fungo em todos os serviços de saúde do país, entre outras medidas de controle e prevenção para evitar um surto.

Obstáculos de controle e prevenção

O fungo foi identificado pela primeira vez em 2009 no canal auditivo de uma paciente no Japão. Desde então, houve casos identificados em países como Índia, África do Sul, Venezuela, Colômbia, Estados Unidos, Israel, Paquistão, Quênia, Kuwait, Reino Unido e Espanha.

Em 2016, a Opas, braço da Organização Mundial da Saúde para a América Latina e o Caribe, publicou um alerta recomendando a adoção de medidas de prevenção e controle por causa de surtos relacionados ao fungo na região. O primeiro surto da região ocorreu na Venezuela, entre 2012 e 2013, atingindo 18 pacientes.

Além disso, o C. auris costuma ser confundido com outras infecções, levando a tratamentos inadequados.

“O C. auris sobrevive em ambientes hospitalares e, portanto, a limpeza é fundamental para o controle. A descoberta (do fungo) pode ser uma questão séria tanto para os pacientes quanto para o hospital, já que o controle pode ser difícil”, explicou a médica Elaine Cloutman-Green, especialista em controle de infecções e professora da University College London (UCL).

Nem todos os hospitais identificam o C. auris da mesma maneira. Às vezes, o fungo é confundido com outras infecções fúngicas, como a candidíase comum.

Em 2017, uma pesquisa publicada por Alessandro Pasqualotto, da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, analisou 130 laboratórios de centros médicos de referência na América Latina e descobriu que só 10% deles têm capacidade de detecção de doenças invasivas de fungos de acordo com padrões europeus.

Segundo a Anvisa, o surto em 2016 em Cartagena, na Colômbia, é um exemplo de como o micro-organismo é difícil de identificar. Cinco casos de infecção foram identificados como três fungos diferentes até um método mais moderno de análise diagnosticar o patógeno corretamente como C. auris.

Além disso, o C. auris é muito resistente e pode sobreviver em superfícies por um longo tempo.

Também não é possível eliminá-lo usando os detergentes e desinfetantes mais comuns.

É importante, portanto, utilizar os produtos químicos de limpeza adequados dos hospitais, especialmente se houver um surto.

Em alerta emitido em 2017, a Anvisa explicou que não se sabe ao certo qual é o modo mais preciso de transmissão do fungo dentro de uma unidade de saúde. Estudos apontam que isso pode ocorrer por contato com superfície ou equipamentos contaminados e de pessoa para pessoa.

O maior surto ligado ao C. auris ocorreu em 2015 em Londres, com 22 pacientes infectados e outros 28 colonizados.

Resistência a medicamentos

A resistência aos antifúngicos comuns, como o fluconazol, foi identificada na maioria das cepas de C. auris encontradas em pacientes.

Isso significa que essas drogas não funcionam para combater o C. auris. Por causa disso, medicações fungicidas menos comuns têm sido usadas para tratar essas infecções, mas o C. auris também desenvolveu resistência a elas.

“Há registro de resistência à azólicos, equinocandinas e até polienos, como a anfotericina B. Isso significa que o fungo pode ser resistente às três principais classes de drogas disponíveis para tratar infecções fúngicas sistêmicas”, explicou o epidemiologista e microbiologista Alison Chaves, no Twitter.

Análises de DNA indicam também que genes de resistência antifúngica presentes no C. auris têm passado para outras espécies de fungo, como a Candida albicans (C. albicans), um dos principais causadores da candidíase (doença comum que pode afetar a pele, as unhas e órgãos genitais, e é relativamente fácil de tratar).

BBC Brasil

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Visando a redução do risco de contágio e disseminação pela Covid-19, Sesap emite recomendações para eventos de final de ano no RN

Com a proximidade das festas de fim de ano e o veraneio no litoral potiguar a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) lançou uma nota técnica com recomendações gerais para a população, organizadores de eventos e municípios, no sentido de manter os protocolos e recomendações sanitárias para enfrentamento à Covid-19.

Com os momentos de confraternização e mobilização de grande parte da população para compras, além do aumento de fluxo intermunicipal e interestadual – com potencial concentração de pessoas – a Sesap pede que os cuidados sejam redobrados, já que nas últimas semanas há regiões do estado com aumento sustentado de incidência de casos de Covid-19 e demais regiões com tendência de aumento.

Além dos cuidados já conhecidos da população como uso de máscaras (com troca a cada 3 horas ou quando estiver úmida), distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas e higienização frequente das mãos, a Sesap recomenda ainda:

– Nas compras de Natal e fim de ano, dar preferência ao comércio virtual com entregas por delivery, contribuindo para evitar aglomerações e maior fluxo de pessoas nas ruas e centros comerciais;

– Em eventos presenciais, preferir ambientes abertos com renovação de ar e evitar participar de brincadeiras que exijam o contato direto com as pessoas como beijos, abraços e apertos de mãos;

– Pessoas com sinais ou sintomas de síndromes gripais (coriza, tosse seca, dor de garganta), mialgia, diarreia, cefaleia, perda parcial ou total de olfato ou paladar, entre outros, evitem comparecer em espaços públicos, até que sejam sanados os sintomas e tenha melhora da sua condição de saúde, devendo procurar atendimento médico para receber as corretas orientações;

– Evitar viagens para locais com tendência a grandes aglomerados de pessoas no período de Natal e Ano Novo, como no caso do litoral.

Para a realização de eventos devem ser seguidas as orientações da Portaria conjunta nº 026/2020-GAC/SESAP/SEDEC/SETUR, de 21 de setembro de 2020, e Recomendação nº 18/2020 do Comitê de Especialistas da Sesap que estabelecem os Protocolos Específicos para a retomada das atividades relacionadas ao setor de eventos corporativos, técnicos, científicos e convenções no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte.

Em eventos que envolvam a “chegada do Papai Noel” ou permanência desse personagem em lojas, praças, parques, brinquedotecas, shoppings centers etc., fica proibido o contato direto ou muito próximo, sendo permitido a “foto com o Papai Noel” somente com barreira física de material resistente, como vidro, acetato ou acrílico para separação entre o personagem e as pessoas e/ou distanciamento de 1,5 metros. É necessário realizar a higienização da barreira física com álcool a 70% a cada foto ou sempre que necessário. A nota técnica da Sesap recomenda a criação de sistemas de contato virtual entre as crianças e o Papai Noel, por exemplo, por videoconferências, jogos interativos, telões com exposição de vídeos online ou gravados.

Para os 167 municípios do RN, a Sesap recomenda, entre outros pontos, a alimentação correta dos sistemas de informações recomendados pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado; facilitação do acesso da população aos testes diagnósticos disponíveis, e intensificação a busca ativa de novos casos com visitas domiciliares.

Opinião dos leitores

  1. E agora como será a galera que está "trabalhando em home office" e gosta de passar o dia nas "comprinhas".

  2. Nao vai haver festa nenhuma a nao ser aglomeram nas portas dos cemitérios para enterrar os entes queridos

  3. Esse é meu ultimo comentário aqui. Vou deixar de ler. Meus comentários não são publicados. Mas o idiota do Calígula tem espaço garantido. Ele trabalha com você, BG?Chega.

  4. SeSaP o povo quer saber : os 5milhões de reais que foram utilizados para compra dos respiradores, quando serão devolvidos ao Estado? Por que fecharam o hospital Regional em Canguaretama? Por quê não abriram o hospital regional em Acari? E cadê o tão prometido Hospital de Campanha?
    Eita Governo estadual desmantelado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Deputada Eudiane Macedo emite nota de repúdio contra prefeito de Encanto-RN: “fala preconceituosa, machista e homofóbica”

NOTA DE REPÚDIO

É com indignação que recebo, ao mesmo tempo em que repudio veementemente, a fala preconceituosa, machista e homofóbica do prefeito de Encanto Atevaldo Nazário da Silva a respeito da mulher, psicóloga, especialista em Gestão Pública em Saúde e presidente municipal do Republicanos Lídia Guedes. Apoiamos a decisão de Lídia Guedes em entregar o cargo de secretária municipal de Saúde e todas as demais decisões decorrentes deste fato lamentável. Exigimos respeito a todas as mulheres. Que sejamos julgadas por nossas capacidades e não por sermos quem somos ou por nossa vida particular.

Deputada estadual Eudiane Macedo
Secretária estadual das Mulheres Republicanas

VEJA MAIS – VÍDEO: Secretaria de saúde de Encanto-RN pede demissão do cargo após expor suposto áudio do prefeito com ofensas como “rapariga” e “liderança de porra nenhuma”

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Procurador da República Fernando Rocha de Andrade emite nota à imprensa e nega ter imputado censura

Nota à Imprensa

Diante da veiculação publica em alguns periódicos de que eu estaria usando o cargo de procurador da República para adotar medidas judiciais tendentes a censurar a imprensa, venho apresentar os seguintes esclarecimentos, em obséquio ao direito fundamental previsto no art. 5 °, V, da Constituição Federal.

O Supremo Tribunal Federal consolidou a tese de que nenhuma liberdade pública por mais cara que seja ao indivíduo é ilimitada. A restrição dos direitos fundamentais tem como objetivo exatamente garantir a convivência e a harmonia do exercício livre e universal das liberdades publicas de todos os indivíduos. Nenhum direito, pois, é ilimitado. A liberdade de imprensa é o pilar de qualquer regime democrático e seu exercício livre de censura não somente é uma garantia do jornalista como principalmente do cidadão que tem o direito inalienável de ser bem informado. O mercado de ideias garante a todos o direito de expressar seu pensamento de forma livre ainda que, principalmente, sua manifestação venha a desagradar o pensamento ou a crença de outrem.

O abuso do direito, no entanto, é a desnaturação do seu exercício e por isso deve ser combatido. A imprensa, assim como qualquer atividade, deve pautar seu exercício de forma responsável para não cair em descrédito e seu abuso deve ser rechaçado. Jamais
pode ser usada como instrumento para atingir a honra ou distorcer a realidade dos fatos. Não por acaso, no próprio dispositivo constitucional que garante a liberdade de expressão há remissão textual expressa da necessidade que esse exercício preserve
diversos outros direitos fundamentais, dentre os quais a honra e a imagem (art. 220, § 1° da CF) das outras pessoas. O Código de ética do jornalista em seu art. 9° impõe como dever da profissão preservar a honra e imagem das pessoas e em seu art. 10 veda
expressamente a divulgação incorreta de informação, assim como o uso do ofício como instrumento de perseguição.

A ação movida por mim em nada reflete a posição do Ministério Publico Federal e tem como objetivo tutelar meu direito particular à honra e imagem que foram desrespeitadas pelo comunicador que se diz vítima de censura e assim fazendo, busco preservar a liberdade de imprensa como atividade democrática responsável. Jamais usei meu cargo para esse fim, como alguns sugeriram, tendo inclusive contratado serviço advocatício para tanto e a queixa-crime foi movida perante a Justiça Federal em observância à sumula 146 do STJ, uma vez que os fatos desonrosos narrados se deram em razão do exercício da função. As medidas judiciais pedidas e concedidas tiveram como fundamento o fato narrado de que o comunicador se excedeu de forma indevida no exercício da liberdade de informação, usando textos e imagens que claramente atentaram contra a minha honra objetiva e subjetiva. A imprensa livre jamais pode ser sinônimo de perseguição ou ataque à honra de qualquer pessoa. Sua liberdade impõe antes de tudo responsabilidade. Buscar a defesa em juízo da minha honra e imagem, atingidas desarrazoadamente, evitando sua reprodução, jamais pode ser concebida como censura à imprensa, mas precisamente um ato de resistência constitucionalmente garantida na qualidade de cidadão.

Fernando Rocha de Andrade

Opinião dos leitores

  1. Não acho que o BG tenha feito nada que pudesse ser alvo da ação impetrada, no entanto fico perplexo com a quantidade de pessoas que nunca leu um livro sobre qualquer coisa relacionada ao Comunismo, querendo chamar tudo e todos que pensam diferente de comunistas. Parece que estamos vivendo na década de 60 do século XX em pleno auge da guerra fria.

  2. Para um bom letrado, o douto causídico deveria paragrafar melhor o que escreve. Atentando para obedecer as regras que norteiam a produção de um bom texto. ?

  3. Data máxima vênia… eu ia escrever alguma coisa, mas desisti. Será que posso ser processado por desistir de ter uma opinião? Ô país fuleiro e sem futuro é esse Brazil-zil-zil… (com z mesmo, para esculhambar).

  4. Esse dotô parece que é comunista, mas usa iphone e é crossfiteeeiro, reeeeije, peeense numa poooupa, aí deeeentu

  5. Ex-celentissimo Sr procurador diz o adágio popular que merda quanto mais mexe mais fede. Porque não te calas?

  6. Pelo visto só o direito dele é ilimitado. Vai trabalhar procurador, procure algo de bom para fazer. Quando achar nos avise.

  7. Quem foi para academia, quando tentava tolhir o nosso direito de ir e vir, decorrente da pandemia?
    Quem fez a petição com argumentos exagerados e abusivos contra BG? Então, assuma todos os erros e nada mais justifica.
    Senhor, melhor ficar calado.

  8. O abuso do direito, no entanto, é a desnaturação do seu exercício e por isso deve ser combatido. A imprensa, assim como qualquer atividade, deve pautar seu exercício de forma responsável para não cair em descrédito e seu abuso deve ser rechaçado. Jamais – Esse trecho, extraído da nota do procurador, cabe como uma luva para o MP que por cometer exageros e extrapolar suas prerrogativas constitucionais terminou por cair no descrédito e perder o apoio da população! Se acham superiores, acima do bem e do mal, e isso vai terminar por acabar com a instituição que deveria ser respeitada pois tem finalidade nobre, desvirtuada por alguns procuradores recalcados e envaidecidos!.

  9. Eu nem leio o que esse procurador escreve. Na verdade, perdeu a credibilidade. Nada justifica mais os erros cometidos. Agora, é tarde!! Já demonstrou quem é!! Recolha-se!!!!!

  10. A competência não é da justiça federal. O suposto crime não foi direcionado Ou praticado em razão do exercício do cargo. Sequer houve crítica à atuação do procurador quanto à ação movida pelo MPF.

  11. Gostaria de saber a posição da CNJ sobre o caso. Há que se dar publicidade ao caso através de órgãos de imprensa de alcance nacional para que se esclareça junto a colegiados superiores de que lado está a razão.

  12. Essa história já fedeu demais…estou de saco cheio de vocês, apesar de ser um leitor assíduo do BG. Façam o seguinte; BG faça uma entrevista com o Procurador e façam as pazes. Isso tá me parecendo coisa de "maricas". Um fala e o outro responde. Fernando pro favor,quanto mais vc responde mais vai entrar a caneta, digo os caracteres. BG tem cara de gente do bem…
    Existindo algo pessoal resolvam de forma pacífica…Fernando deixe o BG trabalhar…vc tá respondendo demais, satisfação demais….até parece que tem " culpa no cartório", vc só errou, coisa natural, boba.
    Já encheu o meu saco!. BG se for continuar assim com Fernando eu deixarei de ler suas matérias que tanto gosto. Poxa! encheu…Paz e Amor para os dois e um bom papo de verdeiros homens.

    1. Waldir,

      Você escreveu muito e disse quase nada.
      Não foi sua honra, seu labor, sua família e seu bolso que foram afetados.
      Caso esteja insatisfeito com a pauta do blog, sugiro que cumpra sua promessa. É um direito seu.
      Assim como é um direito de BG pautar seu blog conforme suas convicções e entendimento.
      Portanto, sinta-se à vontade caso não tenha mais interesse em ler as notícias veiculadas nesse canal de comunicação.
      Forte abraço!

  13. Quem comentar será processado também? Kkkkkkk. Como dizia seu Nonô, a emenda tá pior que o soneto…

  14. Doutor tá perdendo a oportunidade de ficar calado…
    Nao usa o cargo para tutelar o suposto desrespeito aos seus direitos individuais???????!!!!!
    E por qual razão a justiça federal seria competente para julgar esta ação????
    melhor pedir desculpas, reconhecer o erro e tocar a vida para frente, pois assim ninguém lembrara do ocorrido.
    Ferir o ego ainda é um encargo alto para os prepotentes que padecem da síndrome do "poder"

  15. Eu poderia dizer que crossfit não é assunto federal, mas tenho medo de ser processado, então não disse.

  16. Esses "Reis do MP " destroem a reputação de muitas pessoas, as quais a posteriori, comprovada sua inocência, ficam em um limbo de dívidas e problemas psíquicos, e esses " Reis " sequer tem a ombridade em publicar uma nota na imprensa para reconhecer os seus erros. Mas quando passam, nem de longe por algo parecido, praticam sua tirania sem o mínimo de pudor. A verdade é que o MP virou um órgão justiçador.

  17. Com toda vênia ao eminente doutor. Mas infelizmente nota não convincente. Por favor, é só uma opinião, não me processe. Um abraço.

  18. O Dr. Ofendido poderia ter evitado aumentar sua exposição. Essa nota não convence o mais pueril leitor. Não conheço o BG pessoalmente, mas estou do seu lado. Dr. Fernando me desculpe: o senhor pisou no tomate.

  19. Acredito, na minha humilde opinião, que o direito de imagem e de opinião de pessoas públicas não deveriam ser tão blindadas. Ao emitirem opiniões , mesmo individualizadas, por certo tem maior poder de influência e em contrapartida ficam , tambem, naturalmente , mais espostas a críticas e contestações sem que isso se configure crime de honra.
    Tô errado?

  20. No texto fala…

    "…em seu art. 10 veda expressamente a divulgação incorreta de informação, assim como o uso do ofício como instrumento de perseguição."

    Foi divulgado pelo BOX de crossfit imagens de seus esportistas fazendo exercícios. Então foi mentira estar lá? Eram imagens de outra data afirmando ser aquele dia? Não era ele?

    Seria bom calar sobre o assunto. Próxima semana teremos outro assunto… Segue o jogo.

  21. o MPF emitiu alguma nota de repúdio ao trabalho do blog ou da imprensa? "Reflete a posição" talvez pudesse ser traduzido em uma nota ou mesmo uma ação movida pelo próprio MPF… o que não se viu até o momento…

    1. O procurador procura, procura, procura e não acha p sentido e a direção. Esta mais perdido do que umbigo de vedete…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

UnP emite nota de esclarecimento sobre eventuais atividades presenciais de disciplinas práticas

Foto: Reprodução

A Universidade Potiguar entrou em contato com o Blog do BG para enviar seu posicionamento sobre a matéria: (Retorno de atividades presenciais: Alunos da UNP denunciam em manifesto que devem assinar termo isentando universidade em caso de infecção por covid-19).  Leia abaixo.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Universidade Potiguar esclarece que foi apresentado aos alunos e aos professores o seu Plano de Retorno Seguro, a ser seguido com base no Decreto Nº 29.742, de 4 de junho de 2020, publicado no Diário Oficial do Estado, que prorrogou a suspensão das aulas até dia 6 de julho. Esse planejamento aponta o dia 13 de julho como provável para o retorno de disciplinas práticas, data que pode sofrer alterações em função de determinações governamentais e/ou institucionais, adiando novamente as atividades presenciais.

Desde o início da pandemia, as aulas acontecem de forma remota síncrona (ao vivo), ou seja, nos mesmos dias e horários em que os alunos estavam habituados. Neste primeiro momento, nosso plano prevê retorno gradual somente das atividades práticas. Assim, como detalhado no documento e nos anexos que foram disponibilizados por e-mail ao corpo discente, retornarão às atividades apenas os estudantes de graduação que possuem disciplinas práticas obrigatórias.

É importante frisar que os estudantes que não podem retornar em virtude de questões de saúde não sofrerão prejuízos acadêmicos. Para este público, em momento oportuno, será apresentado um outro calendário de retorno.

Outro cenário é das disciplinas de estágio supervisionado, apontadas por alunos de Odontologia. Excepcionalmente devido à pandemia da COVID-19, para elas, o retorno não é obrigatório neste momento. No entanto, aqueles que optarem por postergar a volta precisarão cumprir no futuro a carga horária dos estágios, atendendo prerrogativas do Ministério da Educação (MEC) para consolidação do curso.

A UnP ressalta que possui comitês que trabalham seguindo todas as orientações das autoridades de saúde e as recomendações dos órgãos públicos. Por isso, é importa frisar que todas as datas de retorno dependerão de eventuais decretos municipais, estaduais ou federais, e, ainda, da situação do avanço da COVID-19 no País, questão que monitoramos de perto para garantir o bem-estar, a saúde e a segurança de nossa comunidade acadêmica.

Por fim, destacamos que a UnP repudia a disseminação de fake news e de conteúdos enganosos. Acreditamos que a educação é o melhor caminho para o acesso ao conhecimento. Em especial, neste momento de pandemia, é importante combater notícias falsas e má-fé. Por isso, orientamos os alunos a procurar informações sempre nos comunicados oficiais e por meio de seus coordenadores de curso.

Universidade Potiguar

Opinião dos leitores

  1. Houve uma apresentação ontem para os professores da UNP. Tocaram TERROR… Pelo que fiquei sabendo, vão usar da MP 936 para suspender os contratos de trabalho de TODOS os professores pelo período de 30 dias. Não houve negociação, chegaram com o "acordo" pronto e se não concordar que procure o RH… Vai pagar apenas 20 dias de férias. Só com a economia de energia elétrica que a instituição está tendo já seria suficiente para arcar com o salário dos docentes. Mas, prefere usar de artifícios para economizar mais ainda, o professor que se lasque.

    1. Fica difícil concordar com achismos quando não se apresentam números que argumentam favorável ao ponto de vista. Ao meu ver, melhor um contrato suspenso, num momento demasiadamente incerto, do que um contrato rasgado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RN emite nota de repúdio contra afirmações do Senador Styvenson Valentim

Foto: Reprodução/Instagram/Senador Styvenson Valentim

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte vem a público para repudiar as afirmações do Senador Styvenson Valentim quando acusa e generaliza a imprensa potiguar de “(…) porque a imprensa é suja, a imprensa do Rio Grande do Norte é baixa mesmo, é suja mesmo (…)” quando de uma fato ocorrido com um familiar seu, que não vem ao caso expor a família, como fez o Senador, infelizmente. Tais esclarecimentos poderiam ser feitos de outra forma, mais comedida, sem a publicidade que se tornou expondo a todos.

No Estado Democrático de Direito, a liberdade de expressão e imprensa são pilares que devem ser mantidos por todas as instituições para tornar claro os fatos e acontecimentos da nossa sociedade, principalmente quando envolvem agentes públicos. O Senador Styvenson, quando ainda militar da polícia e coordenador da blitz da Lei Seca, ganhou notoriedade através dos meios de comunicação o que o credenciou a ser candidato ao Senado Federal. Se tornando um agente público a sua visibilidade ficou ainda maior por defender bandeiras da moralidade, tendo que e ser capaz de tratar com sobriedade, sensatez e equilíbrio as críticas a ele imputadas.

O SINDJORN pede ao Senador Styvenson Valentim que se retrate da sua afirmação, revelando a sobriedade e equilíbrio de um agente público, considerando que há meios legais para agir se sentir-se atingido em críticas e comentários.

Alexandre Othon
Presidente SINDJORN

Opinião dos leitores

  1. Engraçado que fiz dois comentários sobre o ocorrido e o ADM não colocou nenhum!,diabo é isso homi

    1. Humilhante! Pior, a beneficiária do auxílio, enquadrava-se enquadrada nas normas vigentes – desempregada e sem rendas -.

  2. Melhor voto dado na eleição 2018.
    Arroche capitão, tem uns playboizinhos que tem espaço nos jornais e rádios do RN, que adoram as raposas Alves, Maia, Farias, Ciarlines, Rosado e etc….que levaram nosso estado para o buraco e ficam tentando
    desmerecer os que estão fora desse ciclo de atraso.
    Parabéns pela postura, qdo trabalhava na lei seca, depois qdo estava no batalhão que cuidou da escola e agora como senador.
    O sr. representa os cidadãos de bem do RN.

  3. Uma pessoa de bom senso teria feito o estorno do valor, emitido uma nota e resolvido internamente o problema familiar. Há problemas em toda família, que se resolvam internamente.

  4. Esse senador pedir desculpa? Podem esperar sentados… Quando era capitão, passava por cima de todo mundo, imagine agora. O povo do RN santificou esse rapaz, agora é relaxar e esperar só mais 7 anos e meio. Só.

  5. Amanhã ou depois a própria imprensa, que se diz agredida, usaria isso como palanque eleitoreiro favorável a sua situação, pois faz tempo que sabemos que nossa imprensa tem partido.

  6. Qual foi a mentira q ele falou ?
    A grande maioria (90%)se vende por um cargo (em algum gabinete)ou até mesmo por uma caixa de cerveja,imprensa podre essa nossa.

    1. Que verdade? esse cara é tão falso que quer passar por cima dos outros para se dar bem, até da irmã kkkkkkkkk o cara que passar por cima kkkkkkkkkkk moro 2

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

DNA Center emite comunicado sobre exame para diagnóstico de coronavírus

 

Ver essa foto no Instagram

 

Comunicado importante a respeito do exame para diagnóstico do #Coronavírus.

Uma publicação compartilhada por DNA Center (@dnacenterlab) em

Opinião dos leitores

  1. Tem avião pra Rodrigo maia, secretários irem passear na Índia, já pra atender essa prioridade e manter vivos os cidadãos, não tem. Insuportável isso

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

DCE/UFRN emite nota de repúdio contra decisão judicial que indenizou em R$ 40 mil professor alvo de polêmica com aluna

Foto: Reprodução

O Diretório Central dos Estudantes da UFRN e outros centros acadêmicos enviaram nota de repúdio contra a decisão judicial que determinou que a UFRN pague R$ 36 mil e o chefe de Departamento de Ciências Sociais, César Sanson, pague R$ 4 mil a título de danos morais ao professor Alípio Sousa Filho, em episódio que ganhou a mídia após ele ter sido contra uma aluna estar coma  filha de 5 anos em sala de aula.

Após a decisão, publicada em primeira mão pelo Justiça Potiguar na última terça-feira, 3,  o Diretório Estudantil manifestou repúdio ao desfecho do episódio.

Confira aqui a nota na íntegra no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. A justiça foi feita. Alípio, que não vejo há muito tempo, sempre foi uma pessoa correta, um bom profissional.

  2. Concordo plenamente com a decisão judicial, imagine se quem não tivesse com quem deixar seu filho, levasse pra sala de aula, como é que seria essa sala de aula.
    Decisão judicial, se cumpre.

  3. Decisão da Justiça se cumpre. Se couber recurso, recorre-se. Os deusesinhos ficaram melindrados. Ninguém escapa da Justiça. Nem mesmo os seus servidores.

  4. Lamentável fato. Fui aluno ali e vi muitas vezes professores transgredirem os limites de suas atividades e desrespeitarem os alunos. Atraso, bate-boca, aulas não aplicadas, passar trabalho ao invés de dar uma verdadeira aula, faltas injustificadas. O aluno ali é tratado sem respeito. Com certeza a aluna levou a filha pois não teria opção de onde deixar a menor. É crime não cuidar de menor incapaz.

  5. BG
    Decisão da justiça se cumpre, esses que assinaram a nota de repudio deveriam serem penalizados também, pois estão infringindo a Lei com suas insensatezes e fazendo enfrentamento a justiça.

    1. Agora deu! Decisão judicial se cumpre, sim. Mas isso não quer dizer que não pode ser criticada, como vocês Minions criticaram a decisão do STF sobre a prisão após o trânsito em julgado da ação penal.

    2. Decisão judicial só se cumpre quando vai de acordo como nosso espectro ideológico, quando é contrária é questionado. (Brasil, 2020)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

FOTOS: Governo emite decretos e envia à AL projetos de lei de combate à corrupção

Fotos: Elisa Elsie

A governadora Fátima Bezerra assinou nesta terça-feira, 12, medidas que regulamentam ações do Estado para a prevenção e combate à corrupção. São quatro medidas propostas pela Controladoria Geral do Estado (Control/RN), sendo dois Projetos de Lei Complementar e dois decretos.

Os Projetos de Lei criam a Lei de Prevenção e Combate à Corrupção no âmbito estadual e o Departamento de Combate à Corrupção da Polícia Civil. Os decretos disciplinam a transparência ativa no Governo do RN e a adesão à Estratégia Nacional de Prevenção à Corrupção que vai alinhar o Estado às ações de prevenção e combate à corrupção no âmbito nacional, permitindo também o repasse de verbas federais com esse objetivo.

“Estamos assumindo o desafio de vencer a desorganização administrativa. Estamos cumprindo a legislação, com zelo, transparência e honestidade”, afirmou a governadora Fátima Bezerra ao assinar os projetos de Lei que serão enviados para aprovação da Assembleia Legislativa, e os decretos, no auditório da Control.

Fátima Bezerra explicou que as medidas tomadas hoje representam “coerência entre o discurso e a prática do Governo. São medidas em total sintonia com o programa de governo, como prometido. Agimos conforme acordos firmados com o Movimento Articulado de Combate à Corrupção, o Marcco, com o Ministério Público e com o Tribunal de Contas. O nosso governo tem compromisso pautado na ética, na transparência, nos princípios constitucionais e na seriedade. É obrigação nossa trabalhar para servir a sociedade. É nosso dever e está na Constituição. Infelizmente, uma cultura deformada se instalou na administração pública e é isto que estamos combatendo”.

A governadora também registrou que a atual administração contratou servidores para a Controladoria: “Nos move o desejo de contribuir para melhorar as condições de vida do povo do RN. Vivemos um momento especial no RN, trabalhando por uma gestão transparente, honesta e eficiente, que é o nosso dever. Impessoalidade, transparência, publicidade e eficiência da gestão pública são os princípios constitucionais que precisamos cumprir. Estamos tentando superar culturas e valores distorcidos que se baseiam na prática do quanto mais desorganização mais facilidade para mal feitios. E isso não podemos admitir”.

O controlador Pedro Lopes disse que as medidas são necessárias por que a atual gestão “herdou uma estrutura administrativa sem controle, inclusive nos hospitais. E o descontrole abre espaços para impropriedades. Estamos criando soluções, organizando a contabilidade e fortalecendo o controle interno. São todas medidas de prevenção e combate à corrupção. O governo trabalha efetivamente com o pé no chão, promovendo a organização administrativa e a gestão responsável, prevenindo e combatendo a corrupção em busca do estado de bem-estar social”.

A delegada geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Gomes, disse que as divisões de Combate à Corrupção e à Pirataria e a de Inteligência irão atuar em parceria técnica com a Controladoria Geral do Estado “com inovação para trazer transparência, zelo com o patrimônio público, respeito e probidade, antenados com os objetivos e metas do Governo que tem como prioridade o combate a corrupção e a transparência dos gastos públicos”.

O ato de assinatura dos projetos e decretos contou com a presença do vice-governador Antenor Roberto, do controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, do secretário de Segurança e Defesa Social, Francisco Araújo, da delegada geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Gomes, do secretário adjunto do Planejamento, George Câmara, e de representantes do Marcco, dos ministérios públicos e dos tribunais de contas da União e do Estado.

Opinião dos leitores

  1. O povo é estranho mesmo, não sou PT e detesto esse partido, mas se a governadora está envolvida em corrupção, o povo mete o pau, ela cria mecanismos de combate a corrupção, o povo mete o pau. Não dá para entender essa galera não.

  2. KKKKKKKKK
    O RN está ralo! O PT elaborando Decretos e Projeto de Lei de Combate a CORRUPÇÃO. Essa deve ter sido a piada da semana!

  3. Essa mequetrefe defensora do maior corrupto do Brasil, vir falar em combate a corrupção é uma afronta a inteligência dos norteriograndenses, devia comprar uma passagem de volta à Paraíba e se emendar, pagando o que o estado deve aos servidores públicos, essa semana soube de uma familia, de funcionários públicos, que passou 04 dias sem energia por não ter como pagar a conta. E ela viajando para lavar os pés de um ladrão, denunciado por seu braço direito (Palloci) + um ruma de empreiteiros e subordinados e ex amigos. Devia até ter vergonha em estar perto desse rapaz que a desrespeitou, usando palavra chula (gre….. Duro), se bem que aí ele não errou, mais invadiu a sua intimidade, por isso desrespeitou.

  4. A maior piada do século. Esse povo ainda imagina que todos são idiotas
    Comunas mentirosos.

  5. Rindo até 2045 ….esses PTralhas gritam ladrao lula livre ..e vem falar em projeto de combate à corrupção ?

  6. Mas ela não é governadora pelo partido mais corrupto da história da humanidade?
    Só pode ser piada pronta.

  7. PROJETO CONTRA A CORRUPÇÃO DOS OUTROS…..KKKKKKKKKKKK….ESSE PT ME MATA DE RIR…………KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  8. A mais importante medida contra a impunidade da corrupção é a prisão em 2a instância, e isso ela é totalmente contrária. Portanto, não devia nem falar nisso, penalizar os corruptos como fizeram maluf, deixaram ele recorrer em instâncias possíveis e inimagináveis, nisso a sentença só transitou em julgado depois dele com quase cem anos, então já não podem nem prender, igualmente vai ser o comparsa da governadora, somente perto de cem anos ele paga pela roubalheira que promoveu no país, se não morrer.

    1. E sorrindo de quem e de quer? Pois se eles não reconhecem a prisão em segunda instância como punição contra a corrupção, aí vão querer que nos fazer crer em mais uma lei do faz de conta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MP emite nota sobre inquérito que apura expulsão de grupo do WhatsApp e diz: “pessoas não podem ser excluídas arbitrariamente”

Foto: Reprodução

O Ministério Público de Minas Gerais enviou nota de esclarecimento sobre o inquérito aberto para investigar a expulsão de um participante de um grupo do WhatsApp, conforme o Justiça Potiguar divulgou na última segunda-feira, 28.

Na nota, o MP alega que o grupo era administrado por uma servidora da área da Saúde e que, “O grupo de WhatsApp em questão é administrado por servidora pública e nele são veiculadas informações relevantes a respeito de políticas públicas de saúde. Assim, pessoas interessadas em seu conteúdo, como usuárias dos serviços públicos de saúde, não podem ser excluídas arbitrariamente do grupo.”, destaca.

Confira nota na íntegra aqui no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Em nota, Prefeitura de Ceará-Mirim rebate acusação de irmão de vereador

Sobre a notícia veiculada neste conceituado blog em 28/10/2019 (GRAVE: Irmão de vereador acusa prefeito interino de Ceará-Mirim de nomear mais de 700 servidores em troca de voto) em nota, diz que o governo municipal, através do Prefeito Ronaldo Venâncio, vem recompor a verdade para informar que a recomendação oriunda do Ministério Público local tem sido cumprida integralmente.

“A gestão do Prefeito Ronaldo Venâncio tem compromisso com a verdade, diferentemente de alguns grupos políticos que plantam notícias falaciosas e irresponsáveis. Assusta-nos o fato de o irmão do Vereador em questão ter feito pronunciamento neste sentido, quando, há bem pouco tempo, a própria família utilizava toda a estrutura administrativa, sobretudo a Secretaria de Saúde, como cabide político, pois, eram e ainda são liderados do ex-prefeito Marconi Barreto. Isto, sim, é ponto comum e totalmente incontroverso na cidade de Ceará-Mirim. O portal da transparência é instrumento irrefutável de consulta. Basta um simples acesso! O que tem buscado a atual gestão é adotar ferramentas e ações com vistas a direcionar a cidade para caminhos e rumos mais prósperos e seguros, diante do flagelo administrativo/contábil e financeiro deixado pelos antecessores em comento”.

ASSECOM PMCM

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Prefeitura Municipal de Ielmo Marinho emite nota de esclarecimento

Nota Oficial

A Prefeitura Municipal de Ielmo Marinho vem a público prestar esclarecimentos sobre o evento ocorrido neste final de semana no município. O evento que reuniu motociclistas foi uma realização exclusiva de terceiros e particulares. Estes apresentaram toda documentação necessária previamente para a expedição do alvará.

Não autorizamos o uso de marcas da prefeitura ou qualquer secretaria em banners de divulgação do evento, assim como também não houve qualquer tipo de aporte financeiro por parte da administração do município. Deixamos claro também que não houve apreensão da ambulância, mas de um outro veículo da prefeitura cujas providências para liberação já estão sendo tomadas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

UFRN emite nota à comunidade sobre bloqueio orçamentário

Foto: Reprodução/site UFRN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) informa que verificou, na última quinta-feira, 02/05, um bloqueio orçamentário no sistema eletrônico de gestão financeira de parte dos recursos a ela destinados para o ano de 2019. Os dados do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI), indicam, dessa forma, um bloqueio na ordem de 30% nas ações destinadas à manutenção/custeio da Universidade e nas ações de investimentos, dentre as quais o fomento às ações de graduação, pós-graduação e pesquisa e à capacitação de servidores.

Além disso, já haviam sido realizados bloqueios de todas as emendas parlamentares autorizadas na Lei Orçamentária Anual. Entretanto, não foram objeto de bloqueio o orçamento destinado à assistência estudantil, despesas com pessoal e recursos de arrecadação própria. Ainda assim, considerando as restrições orçamentárias já impostas às IFES nos últimos anos, este bloqueio da ordem de 30% informado agora no início do quinto mês do ano, se transformado em corte, terá um impacto expressivo no funcionamento da instituição.

Com 116 cursos de graduação e cerca de 40.000 alunos matriculados, oferecendo também 94 programas de pós-graduação, os quais contemplam aproximadamente 5.500 estudantes em todas as áreas do conhecimento, a Universidade mantém uma ampla rede de equipamentos para oferta de serviços públicos, dentre os quais três hospitais universitários, museus, núcleo de educação infantil, parque poliesportivo e capacitação de professores na educação básica. Recentemente, a Universidade alcançou a liderança na Região Nordeste na concessão de cartas-patentes, o que atesta seu compromisso com a pesquisa, inovação, empreendedorismo e aproximação com o setor produtivo.

A UFRN agradece as manifestações de apoio e solidariedade vindas de membros dos mais diversos setores e instituições, dentro e fora da comunidade universitária. Neste sentido, esperamos que esta situação possa ser revertida e os recursos previstos sejam liberados para que possamos cumprir com nossa importante missão de instituição pública.

Ângela Maria Paiva Cruz
Reitora

José Daniel Diniz Melo
Vice-Reitor

Opinião dos leitores

  1. Só fica completo quando trocar os cabeças, do reitor a Asg.
    Esse negócio de tá entrando em banheiros errado, usar drogas e achar que está certo, é errado.
    Universidade é lugar de estudar e explorar ciência, usar drogas e fumar maconha é na cracolandia, nunca numa em unidades de ensinos, ainda mais superior.

  2. Federais são muito gasto pra pouco retorno. O certo seria privatizar tudo.

  3. Não houve corte em educação mas redistribuição de verbas que eram pra custeio das universidades que vão ser agora destinadas ao ensino fundamental, é 30% da verba de custeio que representa 30% do orçamento das universidades, ou seja apenas 9%, nossas universidades formam analfabetos funcionais, sabem ler a notícia mas não sabem interpretar.

  4. Parabéns presidente! Investimento em educação básica, universidade no Brasil virou local pra implantar a ideologia de gênero, fumar maconha e defender corruptos presos e ditadores!

  5. Tem que cortar mesmo. Esse antro de comunistas tem que sofrer. Como disse um amigo, bem vindo a realidade do Brasil.

  6. Bom vindos ao mundo real, que está vivenciando consequencias de uma crise financeira sem precedentes, e precisa fazer mais com menos…Vc´s são capazes????

    1. Agora vai faltar dinheiro para mostrarem as bundas!!! Kkkkk

  7. Lembrar que essa Instituição mandou Ônibus para acompanhar as manifestações de apoio ao MOLUSCO de NOVE DEDOS em João Pessoa PB. E também para as manifestações do MST. kkkk. Desvios de Verbas para a educação sendo usadas para ideologias políticas.

  8. Não poderia ser diferente, enxurrada de comentários destes "leitores" que não leem. Defensores da "moral e dos bons cortumes", mas que reclamam da "indústria da multa" quando cometem as barbaridades no trânsito, sim pois são os mesmos que comentam em notícias com este tema. Pessoas totalmente sem educação ou que recusam educação os quais também tentam impedir o próximo de ter acesso a esta ou necessidade pungente de compartilhar a sua ignorância.
    Na UFRN tem pessoas com a camisa do PT, assim como tem pessoas com a camisa de bolsonaro o que não tem problema em nenhum dos casos, agora se essa proporcionalidade não é favorável aos mandatários do planalto e por isso reprime essa instituição de forma indiscriminada e de maneira global trata-se uma questão grave, pois o governo está usando fatores de ideologia, o que tanto prega ao contrário, para tomar decisões estratégicas para o rumo da nação. Ponto fundamental e único para o desenvolvimento da nação, a Universidade pública é a única instituição que promove e desenvolve, ensino de qualidade, pesquisa e desenvolvimento no Brasil, agora, se acharmos que o desenvolvimento virá com venda de ferro, fruta e nióbio aí realmente temos que abraçar o título de república de bananas. Reflitam meus caros, tirem as próprias conclusões dentro da própria UFRN, visite uma aula, tenho certeza que as portas estarão abertas, não acredite nesse jorro de notícias negativas sobre esta instituição fundamental. Não ganho 1 real da UFRN, sou somente um estudante alienado, com ensino e estrutura de primeira qualidade, assim como você, seu filho, irmão, neto, primo…

    1. Comentário lucido, trabalho com videos em festas e vejo a realidade da drogas, não só a UFRN tem boates onde a droga sintética e pó rolam soltos entre os filhinhos de papai e não vejo os defensores da moral e ética falarem nada, e a bebida alcoólica que muitos enchem o pote e depois vão fazer besteira no trânsito; não votei em Bolsonaro e nem Hadad o que vejo é esse governo jogando para plateia e espero que não tenha consequências ruins.

    2. Sabe de nada inocente, a UFRN só serve pra aprovar filhinhos de papai em medicina. Filho de pobre só passam em humanas e viram alienados petistas.

    3. Vá se tratar "Lula na cadeia", já deve ter profissional especializado no seu transtorno, pela quantidade de afetados. Ninguém falou aqui do PT ou da época do PT, aliás foi no governo dilma que começaram os cortes na educação. Independente do comandante somos nós que estamos no barco e, a não ser que vc seja um abastado, vai precisar de educação de qualidade para sua família e se pensar um pouco vai querer ter um país desenvolvido com tecnologia e sem depender babar ovo de americano.

    4. "LULALADRÃO", sei que vc sabe que isso não é verdade ou então é um completo ignorante ou tudo junto. Medicina não é nem o principal curso da área biológica academicamente falando na UFRN, cursos como biomedicina, biologia possuem pesquisas que são referencia na área de neurociência, possuindo até mesmo um instituto e aplicando esses conheccimentos desenvolvidos aqui mesmo no próprio hospital onofre lopes, dê uma pesquisada nos últimos primeiros lugares de curso de medicina e dos residentes estudantes de medicina a origem e educação de base deles talvez te surpreenda, tem até um video na tribuna do norte já que talvez tenha esse hábito tedioso de ler, não é? vc sabe quais cursos estão inclusos na área de humanas e que tem mais estudantes? eu lhe respondo, direito, administração, ciências contábeis, eu lhe convido a fazer uma pesquisa com os estes estudantes quanto ao seus posicionamentos políticos, talvez mude esse conceito, não peço nem mesmo para vc fazer alguma pergunta sobre as áreas específicas se não vai passar vergonha, administração conceito 5 (máximo) no ENADE, com muito orgulho. Exatas, talvez a melhor área da UFRN, com investimento pesado em laboratórios e em estrutura, quem passa perto do setor 4 sabe e constata isso, fforma profissionais prontos para atuar em qualquer parte do mundo, mmuitos no canada, vale do silicio , etc. Além da pesquisa e principalmente desenvolvimento, sistemas como SIGAA são usados e patentados em todo país, conhecimento que é compartilhhaddo com a sociedade, como ddeve ser, na forma de projetos como trilhas potiguares, metropole digital, escola de robôs, entre outros. Assim como no outro comentário lhe convido para vivenciar essa casa do saber, quem sabe essa tal de sabedoria não pega em vc…

    1. Eu mesmo não, estou bem na iniciativa privada, graças a bons professores do IFRN no médio e UFRN na graduação e pós. Todas nas áreas de exatas. Tire a viseira ideológica e saiba apreciar o que é foi bem feito.

  9. Sociedade….estamos dizendo que irá acabar a farra , aonde o reitor e amigos do rei andam de carro com motorista a vontade , ônibus para alunos fazer PN , cursos sem futuro na Europa etc….vamos esperar os PTralhas vontarem para continuar a FARRA DI DINHEIRO PÚBLICO

    1. Você tem probleminhas, amiguinho. Vá lá na Geofísica ou no Instituto Internacional de Física para ver se tem "farra".

    2. Corretissimo esse corte , estamos atras de paises Africanos … A festança acabou bando de comunistas sem excrupulos…

    3. Esse aí nunca colocou os pés na universidade federal e está aí bostejando o que escuta falar no WhatsApp… Trágico

    4. E os filhinhos de papai correm para as universidades publicas, porque será? lá só tem comunistas e arruaceiros, vão para a UNP e FACEX da vida.

    5. Meu Deus pelo nível dos comentários sobre um assunto de tamanha grandeza chega-se a conclusão que esse país está DOENTE depois dessa eleição alienante. Uma pena pra nosso país.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *