Geral

Pela primeira vez, Nasa extrai oxigênio respirável de Marte

Foto: Handout . / Via REUTERS

Em sua missão mais recente a Marte, a Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa) realizou um novo feito ao converter dióxido de carbono da atmosfera em oxigênio puro e respirável.

A Nasa informou que a extração de oxigênio foi realizada por um dispositivo experimental, a bordo do Perseverance, jipe científico que pousou no Planeta Vermelho em 18 de fevereiro depois de uma viagem de sete meses.

O instrumento – batizado de Moxie, uma abreviação de Experimento de Utilização de Recurso de Oxigênio Marciano In-Situ — produziu cerca de cinco gramas de oxigênio, o equivalente a 10 minutos de ar respirável para um astronauta, informou a agência.

— O Moxie não é só o primeiro instrumento a produzir oxigênio em outro mundo — disse Trudy Kortes, diretora de demonstrações tecnológicas do Diretório de Missão de Tecnologia Espacial da Nasa, em um comunicado. Ela o classificou como a primeira tecnologia do tipo a ajudar missões futuras a “viverem dos frutos da terra” de outro planeta.

O instrumento funciona por eletrólise, que usa o calor extremo para separar átomos de oxigênio de moléculas de dióxido de carbono, que representa cerca de 95% da atmosfera marciana — o oxigênio só existe em Marte em quantidade ínfima.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. O comitê científico do consórcio nordeste, não deu uma palavra a respeito desse assunto acho que é mentira.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN: fila por leito fica equilibrada com vagas disponíveis pela primeira vez na pandemia

Foto: Elisa Elsie

O Governo do RN informou na entrevista coletiva de atualização de dados e prestação de contas das ações do Governo no enfrentamento à pandemia desta segunda-feira, 06, que há, pela primeira vez neste período, uma fila de espera equilibrada com a quantidade de leitos disponíveis, com 20 pacientes aguardando vaga em leitos críticos. A informação foi dada pela coordenadora de urgência e emergência da Sesap (Secretaria de Estado da Saúde Pública), Renata Silva Santos. No momento da coletiva havia os seguintes pacientes em fila: 22 pacientes para leitos críticos, 31 para leitos clínicos e 25 aguardando transporte. Nesta segunda-feira, a taxa geral de ocupação de leitos é de 84,3%. Dos 237 leitos críticos disponíveis, há 200 ocupados.

Na coletiva, o secretário de Tributação (SET), Carlos Eduardo Xavier, também informou o início da operação, a partir desta segunda-feira, de cinco novas ambulâncias que irão reduzir o tempo médio de espera para transferência de pacientes para leitos exclusivos Covid-19 entre 60% e 70%, o que proporcionará melhor assistência e salvará vidas. Atualmente esta espera é de 10 horas.

As novas ambulâncias foram contratadas emergencialmente pela Sesap através de chamada pública. Os veículos atenderão demandas das oito regionais de saúde em todo o Rio Grande do Norte, reforçando o trabalho do Samu que possui 8 ambulâncias de suporte avançado de vida e 34 ambulâncias de suporte básico.

O Secretário de Tributação (SET), Carlos Eduardo Xavier disse que a contratação das ambulâncias é mais uma medida do Governo do RN necessária para superar a pandemia o mais rápido possível e que na próxima quarta-feira será feita avaliação para confirmar a entrada em vigor da segunda fase do Plano de Retomada Gradual das Atividades Econômicas iniciado dia 1º de julho. “A decisão do Governo pela reabertura gradual está baseada nas análises e orientações do Comitê Científico de especialistas que assessora a gestão estadual. Vamos analisar esta semana a primeira fase e decidir se será viável entrar na segunda”, declarou Carlos Eduardo.

O secretário enfatizou que ainda é necessário manter as medidas protetivas e de higiene, o isolamento social e usar máscara. “A retomada é gradual. Precisamos respeitar as normas do decreto para não termos um retrocesso”, alertou.

A maior taxa de ocupação de leitos está na região Oeste (97%), seguida da Metropolitana de Natal (85,2%), Seridó (82,7%), Pau dos Ferros (44%) e Mato Grande (37,5%).

Os casos somam 34.983 confirmados, 47.654 suspeitos, 54.914 descartados, 1.246 óbitos (7 nas últimas 24 horas) e 173 óbitos estão em investigação.

Opinião dos leitores

  1. Estamos no caminho certo, uma coordenadora de faz de conta + um secretário de tributação + 05 ambulancias = nada. A nossa sorte é o vírus estar arrefecendo a sua atuação, se não fosse isso, só Deus na causa.

  2. Ainda tem gente na fila e os terrorista falando equilibrada de leitos, isso e falta de respeito com a população em geral. Os terrorista

  3. Só depois que saíram as notícias que na rede privada tinham leitos vagos durante todo mês de junho e fotografia de leitos de UTI na rede pública vazios surge essa admissibilidade?
    Essa situação deveria ter sido tratada desde o primeiro momento longe do campo político e com respeito as vidas humanas.
    Mas o julgamento dos fatos e das mortes por adotar lado político no combate a pandemia, fica a critério de cada um e principalmente daqueles que tiveram seus familiares levados pelo vírus.

  4. Só depois que saíram as notícias que na rede privada tinham leitos vagos durante todo mê de junho e fotografia de leitos de UTI na rede pública vazios surge essa admissibilidade?
    Essa situação deveria ter sido tratada desde o primeiro momento longe do campo político e com respeito as vidas humanas.
    Mas o julgamento dos fatos e das mortes por adotar lado político no combate a pandemia, fica a critério de cada um e principalmente daqueles que tiveram seus familiares levados pelo vírus.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Escola de Samba Águia Dourada ganhou Carnaval de Natal pela primeira vez

Foto: Marco Polo Veras

A Escola de Samba Águia Dourada conquistou o título do Carnaval de Natal 2020. A apuração ocorreu na tarde dessa quinta-feira (27), no Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, na Ribeira.

Com 114,05 pontos, essa foi a primeira conquista no grupo A dessa agremiação que tem sede no bairro do Alecrim e tem 16 anos de existência, mas há apenas dois anos disputa a elite das escolas de samba da capital. O tema do desfile foi “Da Literatura e Cordel ao Imaginário Popular” e homenageou o folclorista potiguar Luís da Câmara Cascudo.

“Procuramos fazer um belo desfile para prestigiar uma figura tão importante da nossa história. Saímos com 800 componentes, 06 carros alegóricos e 12 alas. Agora é só comemorar!! É uma alegria sem tamanho”, comemorou Francisca Cecília, 26 anos, diretora e porta-bandeira da escola.

Nas segunda e terceira posições ficaram Malandros do Samba, com 113,80 pontos, e Balanço do Morro, com 113,47 pontos (penalizada com a perda de três pontos por ter desfilado sem a quantidade mínima de baianas). Em quarto e último lugar e rebaixada para o grupo B de 2021, ficou a Acadêmicos do Morro, com 99,15.

Já no grupo B, a Batuque Ancestral foi a grande campeã com 109,90 pontos, garantido vaga no grupo A do ano que vem. Em seguida vieram União do Samba – 108,80 pontos – e Grande Rio Grande do Norte com 103 pontos.

Os desfiles aconteceram sábado (22) e domingo (23), na avenida Duque de Caxias (Polo Ribeira) com 7 escolas.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Coca-Cola lança bebida alcoólica no Brasil pela primeira vez

Schweppes com álcool: Coca-Cola informou que o objetivo não é concorrer com cervejas (Coca-Cola/Reprodução)

Nem só de refrigerante viverá a fabricante de bebidas Coca-Cola em 2020. Icônica por fabricar bebidas não-alcoólicas desde 1886, a empresa vai lançar sua primeira versão de bebida com álcool no Brasil, conforme anunciou em evento na semana passada.

As bebidas estarão dentro do guarda-chuva da marca de refrigerantes Schweppes, que é de propriedade da Coca-Cola em mais de 100 países, incluindo na América Latina.

São três sabores na nova linha, batizada de “Schweppes Premium Drinks”: Vodca & Citrus, Striptz e Gin Tônica. O rótulo das bebidas é parecido, com apenas mudanças no sabor. Todas são do tipo bebida mista gaseificada, com 5% de álcool (a título de comparação, algumas cervejas podem ter teor alcoólico entre 5% e 10% e destilados como vodca e tequila podem passar de 20%).

A Schweppes está vendendo as bebidas em garrafas de 250 ml e prontas para beber. Cada garrafa custa 7,99 reais no site oficial da Coca-Cola. O produto também começou a ser vendido na Grande São Paulo em algumas lojas da rede AMPM, do Posto Ipiranga, por 9,90 reais a garrafa. A empresa não está vendendo, por ora, garrafas maiores do produto.

Segundo a Coca-Cola, a bebida foi desenvolvida no centro de inovação da empresa, aberto no ano passado no Rio de Janeiro, e passou por testes de campo com os consumidores.

A depender do público que buscar, os drinks da Schweppes concorrerão, no mesmo segmento, com drinks como as garrafinhas de Smirnoff Ice (da fabricante de bebidas Diageo), 51 Ice ou Askov Ice, que custam entre três e sete reais em supermercados.

No Brasil, o lançamento vem no início das festividades que marcam o começo do verão e os preparativos para o Carnaval. Mas a Coca-Cola afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o objetivo não é concorrer com cervejas ou vender o drink em bloquinhos de Carnaval.

Renato Shiratsu, diretor de inovação da Coca-Cola Brasil, disse na nota de lançamento do produto que a marca Schweppes é “mundialmente reconhecida em coquetelaria”, isto é, com os refrigerantes sendo misturados a bebidas alcoólicas para elaboração de drinks. “Vemos a nova linha como uma extensão natural da marca no Brasil”, disse.

Diversificação

Em julho deste ano, a Coca-Cola já havia lançado no Japão a primeira uma bebida alcoólica de sua história, batizada de Lemon-do. A bebida é um frisante à base de um fermentado de grãos com sabor limão.

A Coca-Cola vem buscando uma maior diversificação para brigar contra a queda no consumo de refrigerantes. Neste ano, a empresa anunciou que sua previsão de lucro seria de alta de 5% em 2019 justamente pelos bons resultados da Coca-Cola Zero e da Coca-Cola Plus Café Expresso, versão com mais cafeína, que ajudaram as vendas. Segmentos como água, chás e cafés também vêm crescendo dentro da Coca-Cola.

No Brasil, a empresa fez nos últimos meses uma grande campanha publicitária com o mote “Vai no gás” para alavancar a Coca-Cola Plus Café em situações do dia-dia, como trabalho e estudos. Na fórmula vendida no país, o produto tem 40% a mais de cafeína do que a Coca-Cola original, mas 50% menos açúcar.

De 2013 para 2018, o mercado brasileiro de refrigerantes encolheu 21% em volume, segundo a Euromonitor International.

Tal qual no caso da Lemon-do no Japão, o lançamento da Schweppes com álcool é exclusivo para o Brasil. A ver se novos lançamentos do tipo vão acontecer em 2020.

Exame

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

João de Deus é condenado pela primeira vez por crimes sexuais, e pega 19 anos de prisão

Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

O médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, foi condenado na tarde desta quinta-feira (19), pela juíza Rosâgela Rodrigues, da comarca de Abadiânia, a 19 anos e quatro meses de prisão, por crimes sexuais cometidos contra quatro mulheres durante atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia.

Foi a primeira condenação de Faria por esse tipo de crime —ele está preso preventivamente há um ano, no Complexo Penitenciário de Aparecida de Goiânia, e já foi condenado por posse ilegal de armas.

O médium foi denunciado 13 vezes pelo Ministério Público de Goiás, duas delas por posse ilegal de armas. As outras 11 envolvem 57 vítimas cujos crimes de abuso sexual não prescreveram.

Mais de 300 mulheres tiveram seus depoimentos tomados pelo MP e pela Polícia Civil, em casos de estupro que vão de 1973 a 2018.

Estima-se que, somado este número ao de mulheres que não procuraram a Justiça — entre outras razões, por temer retaliações —, a quantidade de vítimas chegue a quatro dígitos.

João Teixeira de Faria nega os abusos. Em nota enviada ao GLOBO antes do resultado do julgamento desta quinta, o advogado de defesa Anderson Van Gualberto de Mendonça afirma que “João de Deus mantém a sua versão inicial sobre os fatos: não praticou crime sexual contra nenhuma mulher”.

Fama internacional

Famoso pela realização de “cirurgias espirituais”, João de Deus já atendeu políticos, celebridades e altos funcionários públicos do Brasil e do mundo e, desde 16 de dezembro de 2018, está preso preventivamente, após se entregar à Polícia Civil em uma estrada de terra em Abadiânia, no interior de Goiás.

A prisão aconteceu cerca de uma semana após o “Conversa com Bial”, da TV Globo, e O GLOBO mostrarem relatos de doze mulheres que diziam ter sido sexualmente abusadas pelo líder religioso.

O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Endividamento do consumidor cai pela primeira vez em 2019, diz Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC)

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O número de famílias endividadas no país ficou em 64,7% em outubro deste ano, taxa inferior aos 65,1% de setembro. Essa foi a primeira queda do indicador neste ano, que acumulava nove quedas consecutivas na comparação mensal. Os dados foram divulgados nesta terça-feira  (29) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Na comparação com outubro de 2018, no entanto, o endividamento está em um patamar mais alto, já que naquela ocasião o percentual era 60,7%.

O percentual de inadimplentes, ou seja, de pessoas que têm contas ou dívidas em atraso, aumentou, assim como cresceu a parcela das famílias que não terão condições de pagar suas dívidas.

A inadimplência atingiu 24,9% em outubro deste ano, acima dos 24,5% do mês anterior e dos 23,5% de outubro de 2018. Já as famílias que não terão condições de pagar suas contas chegaram a 10,1%, acima dos 9,6% de setembro e dos 9,9% de outubro.

De acordo com o presidente da CNC, José Roberto Tadros, depois um período de crescimento forte do crédito, “os recursos extras advindos do FGTS e PIS/Pasep, somados à sazonalidade positiva no mercado de trabalho, favoreceram a redução do endividamento.

O cartão de crédito figurou como o principal tipo de dívida do brasileiro, sendo apontado por 78,9% das famílias endividadas. Em seguida, aparecem os carnês (15,5%) e o financiamento de carro (9,5%).

Agência Brasil

Opinião dos leitores

    1. Leu somente a manchete, né???

      Veja o resto:

      O percentual de inadimplentes, ou seja, de pessoas que têm contas ou dívidas em atraso, aumentou, assim como cresceu a parcela das famílias que não terão condições de pagar suas dívidas.

      A inadimplência atingiu 24,9% em outubro deste ano, acima dos 24,5% do mês anterior e dos 23,5% de outubro de 2018. Já as famílias que não terão condições de pagar suas contas chegaram a 10,1%, acima dos 9,6% de setembro e dos 9,9% de outubro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Cientistas descobrem água pela primeira vez em planeta extrassolar habitável

Foto: M. KORNMESSER / AFP

Água foi descoberta pela primeira vez na atmosfera de um planeta extrassolar, ou seja que orbita uma estrela que não nosso Sol, com temperaturas semelhantes as da Terra que poderiam sustentar a vida como a conhecemos, segundo anunciaram cientistas na quarta-feira.

Duas vezes maior que a Terra e com oito vezes a sua massa, o K2-18b orbita na “zona habitável” de sua estrela à distância — nem muito longe nem muito perto — onde a água pode existir em forma líquida, disseram os cientistas à revista Nature Astronomy .

— Este planeta é o melhor candidato que temos fora do nosso sistema solar [na busca por sinais de vida] — disse a astrônoma da University College London e co-autora do estudo, Giovanna Tinetti. — Não podemos afirmar que haja oceanos na superfície, mas é uma possibilidade real.

Dos mais de 4.000 exoplanetas detectados até o momento, este é o primeiro conhecido a combinar uma superfície rochosa e uma atmosfera com água. A maioria dos exoplanetas com atmosferas são bolas gigantes de gás, e os poucos planetas rochosos parecem não ter atmosfera. Mesmo se tivessem, a maioria dos planetas semelhantes à Terra está muito longe de suas estrelas para ter água líquida ou tão próximo que a água teria evaporado.

Descoberto em 2015, o K2-18b é uma das centenas de chamadas “super-Terras” — planetas com até dez vezes a massa da nossa — detectada pela sonda Kepler da NASA. Espera-se que missões espaciais futuras detectem mais centenas nas próximas décadas.

Condições

— Encontrar água em um mundo potencialmente habitável que não seja a Terra é incrivelmente emocionante — disse o principal autor da pesquisa, Angelos Tsiaras, também da UCL.

Trabalhando com dados espectroscópicos (que medem a interação entre a radiação eletromagnética e a matéria) capturados em 2016 e 2017 pelo Telescópio Espacial Hubble, Tsiaras e sua equipe usaram algoritmos de código aberto para analisar a luz das estrelas filtrada na atmosfera do K2-18b. Eles encontraram a assinatura inconfundível de vapor de água.

Exatamente quanta água ainda é incerto, mas os modelos por computador sugerem concentrações entre 0,1% e 50%. Em comparação, a porcentagem de vapor de água na atmosfera da Terra varia entre 0,2% acima dos pólos e até 4% nos trópicos.

Também havia evidências de hidrogênio e hélio. Nitrogênio e metano também podem estar presentes, mas com a tecnologia atual não é possível detectar, disse o estudo.

Mais pesquisas serão capazes de determinar a extensão da cobertura de nuvens e a porcentagem de água na atmosfera.

A água é crucial na busca pela vida, em parte porque transporta oxigênio.

— A vida como conhecemos é baseada na água—, disse Tinetti.

Busca

K2-18b orbita uma estrela anã vermelha a cerca de 110 anos-luz de distância — um milhão de bilhões de quilômetros — na constelação de Leão da Via Láctea, e provavelmente é bombardeado por radiação mais destrutiva que a Terra.

— É provável que esta seja a primeira de muitas descobertas de planetas potencialmente habitáveis— disse o astrônomo da UCL Ingo Waldmann, também co-autor do estudo.

Segundo ele, isso não é apenas porque super-Terras como K2-18b são os planetas mais comuns em nossa galáxia, mas também porque anãs vermelhas — estrelas menores que o nosso Sol — são as estrelas mais comuns.

A nova geração de instrumentos de observação espacial, liderados pelo Telescópio Espacial James Webb e pela missão Ariel, da Agência Espacial Européia, será capaz de descrever as atmosferas de exoplanetas com muito mais detalhes.

Ariel, prevista para um lançamento em 2028, exibirá cerca de 1.000 planetas, uma amostra grande o suficiente para procurar padrões e identificar discrepâncias.

— Mais de 4.000 exoplanetas foram detectados, mas não sabemos muito sobre sua composição e natureza — disse Tinetti. — Observando uma grande amostra de planetas, esperamos revelar segredos sobre sua química, formação e evolução.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Diz uma coisa… só eu que noto o desespero da comunidade científica em encontrar, a todo custo, uma "segunda terra"? Tem caroço nesse angu!

    1. Se puder migrar sem nenhum petista nesse novo mundo, eu vou.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Desde 1999 é a primeira vez que um presidente da República assume o mandato com uma inflação tão baixa

Desde 1999 é a primeira vez que um presidente da República assume o mandato com uma inflação tão baixa, com taxa de juros também baixa. Some-se a isso o fato de que não há pressões à vista: as projeções do Banco Central (BC) e do mercado financeiro apontam inflação em torno de 4% para este e para os próximos dois anos.

A inflação controlada e os juros baixos não são suficientes para lançar a economia numa trajetória firme de crescimento, com recuperação do emprego, como temos visto nos dois últimos anos. Mas, iniciar um governo com essas duas frentes em estado de calmaria é um trunfo e tanto. As energias do novo governo podem ser direcionadas para outras áreas. A principal delas, o ajuste inadiável das contas públicas, que depende de uma reforma da Previdência para valer.

Repassando em números os ciclos de governo: quando Fernando Henrique Cardoso assumiu o segundo mandato, em janeiro de 1999, a economia passou pela turbulência da desvalorização do Real. O ano fechou com inflação de 8,94%.

Após assumir em 2003, Luiz Inácio Lula da Silva herdou um processo inflacionário gestado durante a campanha que o elegeu. As incertezas sobre qual seria a política econômica do governo do PT provocaram uma forte pressão sobre o câmbio, o real se desvalorizou, elevando os preços.

O ano de 2002 fechou com inflação de 12,53%. No ano seguinte, o primeiro ano do primeiro mandato de Lula, a inflação ainda foi muito alta, de 9,3%.

Dilma Rousseff também herdou de Lula um processo inflacionário acumulado no final de seu governo. Em 2008, quando a inflação bateu em 5,9%, foi amortecida por conta da crise financeira internacional, que arrastou as economias desenvolvidas para a recessão e derrubou o crescimento no Brasil. Mas Lula encerrou 2010 com inflação de 5,91%.

No primeiro ano do mandato de Dilma, a inflação bateu no teto da meta, em 6,5%. A então presidente não foi capaz de debelar o processo inflacionário. Pelo contrário, a escalada dos preços continuou.

Em 2015, o primeiro ano do segundo mandato da ex-presidente, a inflação chegou a dois dígitos, a 10,67%, mais do que o dobro da meta para aquele ano, que era de 4,5%. A inflação continuou alta em 2016, fechando o ano em 6,29%.

Mas, por força de uma recessão profunda, desemprego elevadíssimo e do resgate da credibilidade do Banco Central sob a gestão de Ilan Goldfajn, a inflação caiu para 2,95% em 2017. Abaixo do piso da meta, que era de 3%.

Com o índice de 3,75% de 2018 já são dois anos de inflação rigorosamente baixa. Com perspectiva de que continue assim, caso as reformas que estão sendo discutidas no momento sejam efetivadas.

Coluna João Borges – G1

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Dia Mundial da Limpeza pela primeira vez em Natal neste sábado

Empresários de água mineral encabeçam ações no evento, que reúne pessoas no mundo todo em prol do meio ambiente

O Sindicato das Empresas de Água Mineral participa neste sábado (15) da maior ação de limpeza voluntária do planeta. Sempre atentos à preservação do meio ambiente, os empresários de águas minerais naturais do RN farão a distribuição de squeezes, água mineral e também ajudarão no mutirão de recolhimento do lixo da cidade.

O evento acontece no mundo inteiro no Dia Mundial da Limpeza, 15 de setembro. Aqui em Natal será realizado pela primeira vez e contará com oito pontos de concentração de onde os mais de 2.500 voluntários sairão para contribuir com a limpeza de toda a cidade. A ação acontecerá das 8h às 13h. Os participantes irão receber um kit com boné, camiseta, squeeze, lixeira para carro, luvas e saco de lixo.

Para os que querem se engajar no movimento em prol de um mundo mais limpo, são pontos de concentração em Natal a Praia da Redinha (em frente ao letreiro e em frente ao Mercado); a Praia da Forte; a Praia do Meio; Praia dos Artistas; Praia de Miami e Areia Preta e Praia de Ponta Negra (em frente ao Manary e ao Morro do Careca).

O que é o Dia Mundial da Limpeza

O evento começou em 2008, em uma pequena ação da Estônia, quando 50 mil pessoas se reuniram para limpar o país inteiro em apenas cinco horas. Esta ação cívica foi realizada por voluntários e os organizadores nomearam a ação “Let’s Do It” ou “Vamos fazer isso!”, que descreve perfeitamente a essência do movimento. O sucesso da limpeza da Estônia se espalhou pelo mundo e agora são mais de 150 países que organizam limpezas baseadas no mesmo modelo. O movimento cresceu para ser a maior organização do gênero no mundo.

Em 15 de setembro, todos esses países, voluntários e parceiros se reunirão para diminuir o lixo no mundo e chamar a atenção para o lixo mal administrado. Uma poderosa “onda verde” de limpezas começará na Nova Zelândia e terminará no Havaí 36 horas depois, com milhões de pessoas trabalhando em um único objetivo: um mundo mais limpo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *