AJUDE: Bebê que está na UTI neonatal da Promater precisa de leite materno

Prezados amigos, PAPO SÉRIO, caso conheçam alguma mãe que esteja amamentando e tenha disponibilidade para doar leite materno, estou recolhendo essa doação a fim de ajudar um bebê que está na UTI neonatal da PROMATER. Chama-se Marina e os jovens pais contam com qualquer ajuda nesse sentido, pois a mãe não tem leite.

É só  ligar que será colhido na sua casa.

Obrigado
Henrique Braz – 9988-4565

Acusado de matar empresário em frente a Promater é condenado a 23 anos

 O juiz José Armando Ponte Dias Junior, da 7ª Vara Criminal de Natal, condenou Christian Quintiliano da Fonseca, acusado de cometer o crime de latrocínio que culminou com a morte de Claudiomar Pereira de Souza, empresário de 60 anos, em junho deste ano, de frente a Promater, a uma pena de 23 anos de reclusão e 160 dias-multa em razão de ser o réu menor de vinte e um anos à data dos fatos.

O réu deverá cumprir a pena privativa de liberdade em estabelecimento prisional adequado, inicialmente em regime fechado. Foi negado ao acusado o direito de recorrer em liberdade, haja vista que persistem inalterados os motivos que deram motivo à decretação da sua prisão preventiva, motivos esses que ganham significativo reforço com a condenação.

Narra a denúncia do Ministério Público que o acusado, em 21 de junho de 2013, em frente ao Hospital Promater, em Natal, agindo em coautoria com um adolescente, subtraiu da vítima Claudiomar Pereira de Souza um veículo Mitsubish L200, tendo a vítima, por ocasião da subtração, e mesmo sem esboçar qualquer tipo de reação, sido alvejada por um tiro de arma de fogo disparado pelo adolescente, vindo a óbito.

A defesa do acusado pleiteou pela nulidade da audiência de instrução em que foram ouvidas as testemunhas arroladas na denúncia, por haver sido realizada sem a presença do réu, requerendo, no mérito, a absolvição do réu por falta de provas suficientes à condenação. Requereu ainda a instauração de incidente de insanidade mental em favor do réu.

Análise judicial do caso

Inicialmente, o juiz não vislumbrou a menor necessidade de instauração de incidente de insanidade mental em benefício do acusado, uma vez que o mesmo, quando ouvido em Juízo, nada fez ou disse que pudesse ao menos suscitar a hipótese de que seria, ao tempo do crime, acometido de doença mental que pudesse lhe ofuscar o entendimento acerca do caráter lícito ou ilícito de suas atitudes.

José Armando enfatizou que a materialidade ficou devidamente provada nos depoimentos testemunhais, pelo próprio Auto de Prisão em Flagrante Delito, e ainda pelo Auto de Exibição e Apreensão do veículo da vítima e da arma de fogo utilizada no crime, Auto esse anexado aos autos, bem como pelo Laudo de Vistoria do Veículo e seguintes e pelo Termo de Entrega, onde consta que foi devolvido à família o veículo recuperado por ocasião da prisão em flagrante do réu.

Com relação à autoria, considerou que os depoimentos testemunhais colhidos na instrução processual, não diferentes entre si, não deixam dúvidas de que o acusado foi um dos autores do roubo ao veículo da vítima, roubo esse, aliás, praticado no momento em que a vítima estava com seu carro estacionado em via pública, de frente ao Hospital Promater, em Natal, por volta das 13h30.

TJRN

Após duas horas de reunião Unimed e Hospitais não chegam a um acordo

O imbróglio envolvendo a Unimed e os hospitais Promater, São Lucas e do Coração está longe de um final feliz. Nesta quarta-feira, uma reunião de mais de duas horas não trouxe nenhuma novidade para o caso.

Os hospitais rejeitaram a proposta do plano que não chegou nem próximo do que os donos esperavam, segundo informações recebidas pelo Blog do BG, o atendimento da Unimed nesses hospitais deve ser suspenso após o fim do contrato atual.

O atendimento chegou a ser suspenso no último dia 2 de agosto, conforme antecipou o Blog do BG, mas uma medida do MP garantiu a continuidade dos serviços até a próxima sexta-feira (10).

Os hospitais apresentaram planilhas de custos mostrando que não há possibilidade de sustentar o atendimento com os valores atuais, que giram em torno de R$ 65 por atendimento. Segundo os diretores das unidades de saúde, o valor repassado não cobre os custos do serviço prestado e vem causando prejuízos a muito tempo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Apaulacosta disse:

    Hoje precisei levar minha avó que esta doente ao pronto socorro,liguei para o Hospital do Coração por ser o mais próximo da minha casa e perguntei se já estava atendendo Unimed,me falaram que sim,levei minha avó lá,chegamos as12:35,porém só fomos atendidas 2 horas depois.Minha avó com 81 anos,passou 2 horas sentada em uma cadeira de rodas e sempre que eu perguntava a recepcionista quanta pessoas tinha na frente e que minha avó era preferencial,ela me respondia que a médica sabia e que dependia dela chamar os pacientes.Ai eu me pergunto de que adianta pagar tão caro por um plano de saúde???Unimed mais respeito com seu usuários!

Unimed apresenta proposta para hospitais até próxima sexta; atendimento continua

Os hospitais Promater, São Lucas e do Coração haviam suspendido o atendimento aos usuários do plano de saúde Unimed ontem. Hoje pela manhã, uma reunião entre as entidades envolvidas confirmou a continuidade dos serviços até a próxima sexta-feira (10), quando a operadora do plano de saúde apresentará uma proposta para os hospitais.

Os diretores das unidades de saúde, durante a reunião, apresentaram planilhas de gastos mostrando que não tem condições de sustentar os atendimentos com o valor repassado hoje, que gira em torno de R$ 65. A Promater, o São Lucas e o Hospital do Coração apresentaram argumentos para mostrar que os preços pagos pelo plano não cobrem os custos.

A Unimed se prontificou a analisar a situação e apresentar uma proposta na próxima semana. Até lá, para que os clientes-pacientes não sejam prejudicados, os hospitais mantém o atendimento. A situação ontem ficou tão difícil para os usuários da Unimed que até o Ministério Público interviu através de uma ação cautelar protocolada na Justiça.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria disse:

    Os hospitais devem cobrar mais mesmo, mas vamos ver se vão colocar mais médicos para atenderem no PS.
    Pelo menos até meia noite era pra ter mais médico, mas não existe preocupação ou respeito com o paciente.
    Os planos e os Hospitais se importam APENAS com o lucro.

Hospitais que suspenderam serviços da Unimed recomendam usuários a procurar outras unidades

O BG divulgou com exclusividade, na manhã desta quarta-feira (1º), que os hospitais Promater, São Lucas e do Coração suspenderam os atendimentos aos usuários da Unimed. A Unimed emitiu uma nota de esclarecimento dizendo ter sido pega de surpresa com a decisão “unilateral” e que estava cumprindo tudo o que determinava o contrato.

Agora, também por meio de nota assinada pelos diretores, os três hospitais explicam que a suspensão se deu em virtude de uma queda na qualidade na prestação dos serviços em função de um baixo repasse  financeiro do plano de saúde, aliada a grande demanda de usuários do mesmo. No documento, as unidades recomendam que os usuários da Unimed procurem outros hospitais.

Confira a nota na íntegra AQUI.

Acompanhe o caso na cobertura exclusiva do BG:

Três grandes hospitais deixaram de atender Unimed hoje no pronto-socorro

Hospitais só voltarão a atender clientes Unimed no pronto-socorro quando valor pago for o mesmo de outros planos

 UNIMED Natal esclarece que foi pega de supresa por atitudes dos Hospitais

Pelo Twitter, Promater informa que está funcionando normalmente

Acabou tudo bem. Após o incêndio de ontem, confirmado pelo corpo de bombeiros, o funcionamento do Hospital Promater foi normalizado.

Pelo twitter, hoje, o hospital informou que foi “o ar-condicionado da nutrição que gerou muita fumaça”.  Não confirmaram prejuízos nem danos à estrutura. “Sem maiores problemas, hospital funcionado normal”, diz o post no twitter.

Todo o incêndio foi relatado pelo BlOG DO BG em tempo real. 

Grande incêndio atinge a Promater

Foto: Emanuel Fontes

 

O blog acaba de ter a confirmação de que um grande incêndio acaba de atingir o hospital Promater.

Duas viaturas de combate a incêndio já estão no local, mas reforços estão a caminho, porque o incêndio é grande.

Ainda não há informações sobre feridos, mas cinco ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já foram deslocadas para o hospital.

Na recepção do hospital, ninguém atende o telefone, mas a informação foi confirmada pelo tenente Christiano Couceiro, do Setor de  Comunicação do Corpo de Bombeiros.

Atualizado às 20h19:

De acordo com o Corpo de Bombeiros o incêndio começou no subsolo. Ainda não se sabe o que provocou o início do fogo.

As chamas já foram controladas, mas a fumaça ainda é grande dentro do hospital. Muita coisa foi destruída. As equipes de emergência continuam no local.

As últimas notícias de testemunhas dão conta que bebês prematuros tiveram que ser retirados às pressas do berçário da Promater, em decorrência do incidente.

Testemunhas ainda relatam a saída de mães com recém-nascidos de dentro da Promater.

Pacientes do hospital disseram que todos os pacientes do 2º andar estão bem, mesmo com a fumaça preta tomando conta dos corredores. O fogo não chegou até lá. O 4º andar está trancado, mas todos também estão bem.

Graças a Deus não houve registro de feridos e tudo não passou de um grande susto.

Foto: Sérgio Costa

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucia Wagner disse:

    De acordo com o ocorrido do incêndio, nada grave aconteceu, graças à Deus, os profissionais estão de parabéns pela eficácia e eficiência, e os danos foram apenas de uma sala, os materias. Graças à Deus, ele proteegeu a todos.

  2. […] Todo o incêndio foi relatado pelo BlOG DO BG em tempo real.  Postado em: 16/04/2012 às 10:40 Deixe seu comentário Tweet stLight.options({ publisher:'wp.e5614253-674e-4af0-8262-7c08ebb4f316' }); /* […]

  3. Cuncuncruz disse:

    Que os bombeiros com a ajuda de Deus retirem todos sãos e salvos.

  4. GRAÇAS A DEUS QUE NAO TIVEMOS ITIMAS

  5. Soraia disse:

    Que Deus proteja a todos nós. O serviços de saúde em Natal é precário, qualquer avaria é grave. Que tudo seja controlado sem vítimas e transtornos. 

  6. Felipe disse:

    Lamentavel! 🙁

Promater é condenada a pagar multa a paciente por erro médico

O Tribunal de Justiça do RN determinou que o Hospital Maternidade Promater Ltda pague, a título de indenização por danos morais, o valor de R$20 mil a uma paciente vítima de erro médico durante a realização de um parto cesária, na qual foi utilizada dosagem errada da substância heparina (anticoagulante). O Desembargador Osvaldo Cruz negou provimento ao recurso interposto pela unidade de saúde – que pedia a redução da indenização – e confirmou a sentença da 9ª Vara Cível de Natal.

Em sua defesa o hospital alegou que em nenhum momento deixou de reconhecer a falha humana no caso, porém, ressaltou que tomou todas as providências devidas para reverter o quadro após a imediata percepção do equívoco, o que justifica a redução – para R$3 mil – da quantia fixada a título de indenização.

E que deve ser levado em conta a disponibilização de todos os meios para a realização do tratamento e atenção destacada à paciente, inclusive com tratamento especial e diferenciado.

“O argumento de ter dispendido toda atenção necessária para corrigir o erro cometido por sua equipe de enfermagem, o que, diga-se, nem poderia ser diferente, entendo que o valor arbitrado, R$ 20 mil reais deve ser mantido, eis que se encontra dentro do justo e razoável e vai ao encontro de precedentes desta Corte”, determina o Desembargador Osvaldo Cruz.

O Desembargador destaca ainda que o valor foi definido levando em conta à posição social da parte ofendida e à capacidade econômica do causador do dano e que o valor inferior ao determinado, representaria quantia ínfima em relação ao porte da apelante, que não sofreria nenhum desestímulo a reincidência da prática dolosa.

Fonte: assessoria