Atividade física dentro do condomínio é caminho para quem busca praticidade, segurança e otimização do tempo

O novo ano chegou e, com ele, as cobranças e lista de resoluções feitas no fim de 2018. Para grande parte das pessoas, a prática de atividade física é um dos compromissos e que precisa ser conciliado com os afazeres do dia a dia. Nesse cenário, as modalidades para mente e corpo têm sido cada vez mais realizadas dentro dos condomínios e cresce a importância de locais com estruturas adequadas, tanto pela praticidade de já estar “em casa”, quanto pela questão da segurança, já que há quem não faça exercícios ao ar livre por medo da violência das ruas.

Em Natal, foi-se o tempo de apenas piscina e quadra poliesportiva como diferenciais de imóveis. Segundo o especialista em mercado imobiliário e Diretor Comercial da Habitax Urbanismo, Edson Borba, uma das principais tendências do setor nos âmbitos nacional e local é o desenvolvimento de atividades esportivas que estão em alta nas academias, como espaços para pilates ou yoga ao ar livre, por exemplo, dentro dos residenciais. A expectativa acompanha o maior interesse de brasileiros por atividade física. Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, o tempo gasto com atividade física semanalmente cresceu 24,1%, de 2006 até o ano passado.

Alguns empreendimentos lançados no Rio Grande do Norte já estão atentos à essa realidade, como o Condomínio Reserva YBY Natureza, que tem pista de cooper de 2,2 km, trilha ecológica com 1,6 km, quadras de tênis, beach tênis e poliesportiva, estruturas que permitem a realização de diversas práticas – da yoga às artes marciais, passando pelo investimento em espaços de corrida, uma vez que de acordo com o mesmo estudo do MS, a quantidade de atletas corredores aumentou 194% no país.

Moisés Dantas, Diretor Executivo da Habitax Urbanismo, responsável pelo lançamento do YBY Natureza, lembra que além de oferecer as estruturas para atividades, o condomínio reserva montou o próprio Plano Diretor de Segurança para garantir que os moradores possam fazer seus exercícios sem preocupação. “A ideia do YBY é proporcionar mais qualidade de vida e as atividades físicas são um dos principais pontos. Os moradores vão poder viver, realizar atividades prazerosas dentro de casa e ao mesmo tempo em meio à natureza, sem perder tempo no trânsito e sem se preocupar com a violência”, explica Moisés.

Efeito de 30 ou 60 min de exercícios é o mesmo, diz estudo

Fazer  trinta minutos de exercícios diários são tão efetivos na redução de peso e de massa corporal quanto 60 minutos, segundo um estudo dinamarquês.

A  pesquisa realizada por especialistas da Universidade de Copenhague, acaba de ser publicada na revista científica American Journal of Physiology.

Durante 13 semanas, a equipe da Faculty of Medical and Health Sciences monitorou 60 homens obesos – porém saudáveis – que tentavam melhorar sua condição física.

Metade dos participantes seguiu um programa de uma hora de exercícios diários e a outra metade fez apenas meia hora de exercícios. Enquanto se exercitavam, os dois grupos usavam um medidor de batimentos cardíacos e um contador de calorias

Os exercícios tinham vigor suficiente para produzir suor. Os resultados do experimento surpreenderam a equipe dinamarquesa.

Em média, os participantes que fizeram 30 minutos de exercícios diários perderam 3,6 quilos em três meses. Os que fizeram uma hora de exercícios, no entanto, perderam apenas 2,7 quilos. Nos dois grupos, a perda de massa corporal foi a mesma – 4 quilos.

Segundo um dos pesquisadores, Mads Rosenkilde, os 30 minutos de exercícios ofereceram uma vantagem adicional: “Os participantes que fizeram 30 minutos de exercícios por dia queimaram mais calorias do que deveriam em relação ao programa de treinamento que criamos para eles”.

Em contrapartida, “observamos que fazer exercícios por uma hora em vez de meia hora não oferece perda adicional de peso ou gordura. Os homens que fizeram mais exercícios perderam pouco em relação à energia que queimaram correndo, andando de bicicleta ou remando”.

“Trinta minutos de exercícios concentrados dão resultados igualmente bons na balança”, concluiu.

A equipe sugeriu algumas possíveis explicações para os resultados. Segundo Rosenkilde, fazer 30 minutos de exercícios por dia é uma meta tão possível de ser alcançada que os participantes tinham vontade e energia para mais atividades físicas após sua sessão diária de exercícios.

Além disso, o grupo que passou 60 minutos se exercitando provavelmente comeu mais, portanto perdeu um pouco menos peso do que o esperado.

Alameda criada há menos de três meses já sofre com descaso do poder público

Inaugurada oficialmente no dia 12 de janeiro, a Alameda Marilene Dantas, trecho da avenida Alexandrino de Alencar, devidamente sinalizado, iluminado e preparado para a prática de caminhadas e corridas, já está sofrendo com o descaso e descuido das autoridades públicas.

A Alameda funciona todos os dias a partir das 17h30 até as 6h30 em uma das vias com acesso exclusivo a pedestres, sempre com segurança de policiais militares e o controle de fiscais de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). O problema é que verdadeiros esgotos já estão atrapalhando a prática dos exercícios e reduzindo o número de pessoas que utilizam o local para ter uma vida mais saudável.

A corredora Ana Paula Cortez procurou o blog para denunciar o caso. Ela foi fazer a caminhada de rotina por volta das 19h quando se deparou com uma poça de água suja e fétida. Ou seja? Esgoto mesmo. Ela relatou quem o mau cheiro é insuportável. Não bastando, em determinado ponto da alameda no sentido Hermes da Fonseca-Parque das Dunas ainda existe uma poça dessa “água”. Caminhar do lado dessa lagoa de esgoto já é um incômodo, mas lembremos que na via também trafegam veículos. Conclusão: Os carros e motos saem espalhando a podridão pra tudo que é lado, inclusive pra cima das pessoas que estão praticando atividades físicas. É um verdadeiro banho de m… .

O blog não conseguiu identificar quem seria o responsável pela solução do problema se a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) ou a Secretaria de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi). O fato é que a ausência de ações práticas por parte do poder público tem incomodado bastante.

A Alameda

A Alameda Marilene Dantas tem um quilômetro de extensão e foi criada através da Lei Nº205/2011, de autoria do vereador Assis Oliveira (PR)  Júlia Arruda(PSB) e Fernando Lucena(PT) funcionando todos os dias durante a noite e durante a madrugada. O nome do local foi escolhido em homenagem a teóloga e filósofa potiguar. Natural do município de Patu, Marilene Dantas formou-se em Teologia e  Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC). Ela trabalhou na Pastoral Universitária.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vendasrn disse:

    Existe um outro local onde está se formando um verdadeiro lixão, fica por traz do estacionamento do chama e fogo. Um local em reforma retira suas metralhas e LIXO, MUITO LIXO  e está jogando no muro do estacionamento sem ser incomodado pela orgão responsável  urbana.