Com previsão de conclusão para o fim de 2021, obras do ‘Gancho de Igapó’ são iniciadas e interdições no trânsito começam em novembro

Foto: DER-RN

Orçada em cerca de R$ 39 milhões, com recursos federais do Ministério da Infraestrutura, as obras de readequação do ‘Gancho de Igapó’, na Zona Norte de Natal, foram iniciadas e as interdições nas vias que passam pelo local serão iniciadas em novembro. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (11) em uma reunião entre representantes das instituições envolvidas na intervenção urbana.

Estão dentro do pacote a construção de um viaduto, a adequação da rotatória já existente e a construção de um túnel em “Y”, da Avenida das Fronteiras para São Gonçalo do Amarante e Natal. O serviço foi iniciado pelas marginais, no entanto, a partir do mês de novembro, será necessário fazer desvios nas rotas dos veículos que circulam na região. Carros e motos serão desviados pelo binário das ruas Henrique Dias e Santa Luzia.

Os ônibus e vans do transporte alternativo terão faixa exclusiva para circulação. Segundo os representantes, nas próximas semanas outras reuniões como essa serão realizadas para adequar o projeto, com o objetivo de minimizar os transtornos, principalmente para o usuário do transporte público e para os comerciantes da área.

A previsão é de concluir os trabalhos em dezembro de 2021.

Com acréscimo de informações do G1-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. manezinho disse:

    O acesso do aeroporto consegue ficar pior…

  2. Assis disse:

    Essa obra com passos de tartaruga só vai terminar em 2040, isto é uma vergonha.

Começam nesta segunda as inscrições para o Enem

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam hoje (25), exclusivamente pela internet, no site do Enem. Os interessados podem se inscrever a partir das 10h, no horário de Brasília, até as 23h59, do dia 5 de junho. As provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro em mais de 1,7 mil municípios em todo o país. O Ministério da Educação (MEC) espera que mais de 9 milhões de pessoas se candidatem aos testes.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão concluindo o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Não importa a idade nem o ano do término do curso, basta que o interessado faça sua inscrição na página eletrônica do Enem. Estudantes que não terminarão o ensino médio este ano podem participar como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior.

Neste ano, para fazer a inscrição, o participante deverá ter um e-mail próprio. O sistema não aceitará a inscrição de mais de um participante com o mesmo endereço eletrônico. O exame custará R$ 63, que deverão ser pagos até o dia 10 de junho.

Estudantes que vão concluir o ensino médio este ano em escolas públicas e participantes que declararem carência são isentos da taxa. Podem solicitar a isenção por carência, aqueles que têm uma renda renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada. As informações devem ser comprovadas pelos participantes e receber a aprovação do MEC. O participante deve acompanhar na página de inscrição se o pedido de isenção foi aceito.

É também na inscrição que os participantes podem solicitar atendimento especializado ou específico. O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia (alteração neurológica que dificulta a aprendizagem de números) ou com outra condição especial.

Já o atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas – pessoas que, por convicção religiosa, guardam o sábado.

Após fazer a inscrição, participantes transexuais e travestis podem pedir o uso do nome social, também pela internet, entre os dias 15 e 26 de junho.

Agência Brasil