Auditor fiscal e consultor do Banco Interamericano é o novo secretário da Receita Federal

O novo secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, durante entrevista no Senado em 2015 — Foto: Pedro França/Agência Senado

O auditor fiscal aposentado José Barroso Tostes Neto será o novo secretário da Receita Federal. Escolhido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ele assumirá o posto deixado por Marcos Cintra, demitido pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 11.

Especialista em gestão fiscal, Tostes foi apresentado a Bolsonaro no fim da tarde de quarta-feira (18), quando a escolha foi chancelada pelo presidente.

Depois de enfrentar resistência da corporação da Receita com a escolha de Marcos Cintra, Paulo Guedes optou por um nome da carreira, ainda que Tostes esteja afastado. Atualmente, ele ocupa o posto de consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), primeiro em Washington e agora em Brasília.

No ano passado, Tostes concorreu à lista tríplice para o cargo de secretário da Receita Federal, em eleição promovida pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco). Ele não ficou entre os três da lista, entregue ao governo como sugestão.

Durante a campanha, em vídeo em que divulga alguns de seus posicionamentos, Tostes afirma: “Nosso sistema tributário necessita de muitos ajustes. São inúmeras distorções, desequilíbrios, ineficiências. Tornam imperativo fazer algum tipo de reforma em sua estrutura”.

Currículo

De acordo com o perfil de José Tostes em uma rede social, ele é engenheiro mecânico pela Universidade Federal do Pará e administrador de empresas pela Universidade da Amazônia.

Em 2009, foi diretor regional da Escola de Administração Fazendária do Ministério da Economia (ESAF). De 2011 a 2015, secretário estadual de Fazenda do Estado do Pará. No mesmo período, presidiu o Conselho de Administração do Banco do Estado do Pará.

Ainda segundo o perfil, Tostes deixou os dois cargos para atuar no Banco Interamericano de Desenvolvimento. Também foi consultor do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Com informações do G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Naldin disse:

    Muito competente, enorme conhecimento, conheço-o de encontros dos especialistas em finanças públicas, muito bem intencionado, se deixarem, fará um excelente trabalho.

A multiplicação dos Fatores na terra de Poti. Mas seu Barãoooo!!!

Acompanho a blogosfera local há muitos anos. Durante esse período fui separando o joio do trigo. Aqueles que me informavam – e que eu acreditava – e aqueles que claramente tinham conteúdos tendenciosos. Entre os que eu acreditava e confiava na informação estava o blog do ilustre professor da UFRN, Ricardo Rosado, publicitário bem sucedido, com uma história de sucesso no ramo da propaganda e professor queridíssimo pelos companheiros e alunos da UFRN.

Sempre dizia pra mim mesmo: “Esse cara é punk”. Professor, publicitário, jornalista, profundo conhecedor… É para poucos. Tudo o que ele colocava no Fator RRH eu acreditava. Juro!

Após colocar o Blog do BG no ar, passei a entender um pouco desse mundo jornalístico, mesmo sem entender muito do assunto e ser ruim de português. Aí, já por dentro das coisas, comecei a pensar: “Como pode um blog cobrar tanta probidade? Cobrar tanto moralismo dos servidores públicos e de quem exerce papeis no Legislativo e até no Judiciário se ele tem anúncios públicos?”. Mas, tudo bem, o que importava era a credibilidade do dito cujo.

Na minha função de blogueiro, fui acompanhar os depoimentos da CEI dos Contratos, da Câmara Municipal de Natal. Para minha surpresa, está lá o nome da pessoa que eu achava o máximo, dizendo que ele tinha um contrato pelo qual recebia R$ 5 mil mensais para manter um anúncio da Prefeitura do Natal no Fator RRH.

Documentos que comprovam que o blog FatorRRH recebeu R$ 5 mil da PMN (Para vê-los maior copie a URL e cole no seu navegador)

Realmente, foi uma surpresa desagradável. Como posso fazer uma crítica à gestão da prefeita se recebo verbas publicitária da Prefeitura? De repente passei a entender tantas críticas iradas à CEI dos Contratos.

Como sou um homem de boa fé, achei que isso era normal. De repente uma pessoa pode ter um blog e mesmo recebendo recursos públicos pode ter uma opinião independente.

Não quero com isso dizer que quem recebe verba publicitária de órgãos públicos não tenha ética. Nada disso. Não estou fazendo mau juízo do rapaz. Nem de ninguém. Estou apenas infomando.

Resolvi pesquisar mais e vejam só o que eu encontrei:

Ricardo Rosado, além de comentarista da TV Ponta Negra e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, também é consultor de Comunicação e Publicidade da Fiern. Mais uma surpresa: como pode ele ser consultor de comunicação e publicidade e o blog ter vários anúncios da Fiern e outras entidades do Sistema S (Sebrae/Sesi/Senai)?

Expediente do Site da FIERN comprovando a consultoria em Comunicação e Marketing de Ricardo Rosado
Post no Blog FatoRRh com os anúncios da Fiern, Sesi, Senai, IEL e Sebrae

Quer dizer que ele mesmo autoriza os anúncios para o blog dele? Por intermédio da agência dele? Qual o critério? Acessos? Visibilidade? Estou curioso.

Mas, minha surpresa aumentou ainda mais. Conferindo o site da agência de propaganda dele, a FazPro (antiga Faz Propaganda, aliás deve estar em moda a mudança de nome) constato, de queixo caído, que a agência dele também atende a conta da Fiern.

Espelho no site da Agência FAZ mostrando os clientes Fiern, Sesi, Senai e IEL

Gente, quer dizer que ele é o consultor em comunicação e publicidade, autoriza o anúncio para o blog e a agência dele ainda atende a Fiern? Houve licitação? Quantos concorreram? Macacos me mordam! É dinheiro demais. Será que ele é sócio da Fiern?

Vamos recapitular: o blog, que não sei por qual critério, recebe verba publicitária de todo o Sistema S e da Fiern. A agência  do publicitário, blogueiro, consultor e professor de Jornalismo (será que ele ensina ética aos alunos do curso de Jornalismo da UFRN?) toma conta da verba publicitária da Fiern. Alguém pode me explicar essa situação? É ético, imoral ou engorda?

Com a palavra o presidente da Fiern, Amaro Sales.

Só para encerrar, fazendo uma pesquisa ainda mais minuciosa, eu descobri que o blogueiro e professor que também é ao mesmo tempo cliente, consultor e agência da Fiern , também é assessor do deputado Henrique Eduardo Alves. Com tanta isenção e depois de tantos fatores, eu encerro por aqui.

Será que é por isso que dizem que a ordem dos fatores não altera o produto. Tudo multiplicado, rende uma grana boa por mês. E a ética? A ética que vá às favas.

Mas, seu Barãoooooooooo?

 

 

 

 

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elves Alves disse:

    Antes que meu silêncio me agrida: e quando a Assembleia Legislativa e a Câmara Municipal de Natal vão deixar de se configurar os maiores 'cabides de emprego' de jornalistas por metro quadrado do Rio Grande do Norte? E quando estas mesmas CMN e AL vão, afinal, promover o primeiro concurso público para preencher as vagas de jornalistas em suas respectivas TVs públicas? E quando o inoperante Sindjorn vai parir uma inédita e improvável "nota à opinião pública" assumindo sua máxima consciência culpada em silenciar ante tais absurdos?

  2. Elves Alves disse:

    Antes que eu me esqueça, sempre tive para mim que jornalismo é a profissão dos que não têm profissão. E qual seria, então, a profissão de talentos como Drummond, Millôr, Joel Silveira, Davi Nasser, Nelson Rodrigues, Armando Nogueira, Dorian Jorge Freire, Franklin Jorge, Edgar Barbosa…? Es-cri-to-res, num continente tropical que se exubera por seu analfabetismo, funcional ou absoluto. Gente culta e humanista, capaz de distinguir oxo de oxum, não se deixa derramar na vala putrefata das manjadas redações de imprensa. Eles têm, no mínimo, uma realidade paralela, muito mais digna de seus esforços.

  3. Nilson Moura Messias disse:

    Caro Bruno, descobri seu blog, por sugestão de um amigo. 
    Se você fizer esta pesquisa na mídia do Rio Grande do Norte, 98% dos blog, portais, fms, jornais, enfim, todos eles são financiados, subservientes, domesticados, sem ética, sem independência e sem imparcialidade.
    A mídia potiguar é um escândalo. 
    Bruno, sem blog ganhou mais um leitor/internauta.
    Feliz Natal.

  4. Convidado disse:

    Bruno, o mais curioso é que até agora estamos esperando o nobre blogueiro e colunista da Tv Ponta Negra, de propriedade da prefeita Micarla e por acaso, o maior crítico da CEI que investiga a gestao da mesma, se pronunciar sobre essa singular relação com a Fiern.
    Até agora nada.Ao invés disso, prefere atacar os que estão apenas cumprindo o seu papel. Parabéns, vc não precisa de diploma. Tem coragem e caráter, coisas que não se aprendem em sala de aula.

  5. JUSTIÇA CEGA, SURDA E MUDA!!! disse:

    Espantado!!!  Qtos 'justos e honestos' fecharam os olhos e abriram os bolsos pra se formar esse circo? 

  6. Karl Leite disse:

    Fato bastante lamentavel esse do Blog FATOR RRH. Jamais esperei que o RH recebesse $$$ da PMN. Lembrando o líder politico Dinarte Mariz, "todo politico tem seu preço"… nesse caso basta trocar politico por jornalista. Não é ´so o RH que recebe $$$ de órgãos publicos outras "raposas" seguem o mesmo caminho. E dificil ter uma mídia sem comprometimento.

  7. Marcos disse:

    É bom saber que você é só mais um canalha envergonhado trabalhano para interesses escusos. Você sabe que a canalhice quando é burra tem vida curta. Seja feliz lambendo o saco dos outros. Um pobre coitado como você não dura muito.

    • Anônimo disse:

      Calma Marcos(foi o nome que vc colocou), olhe a pressão, cuidado com o coração. Sua indignação não deveria está voltada para esse blogueiro. Mas como disse antes, se acalme, estamos apenas no 1º capitulo. UM FELIZ NATAL para vc.
      Sobre trabalhar para interesses escusos, vc deve entender bem mais do que eu. hehehe
      Sobre não dura muito é ameaça de morte?
      Vamos ter que rastrear seu IP né?

    • Marcos disse:

      Minha indignação (você sabe muito bem disso, mas os leitores engandos do seu blog não sabem) está voltada à sua manipulação da informação, escondendo o comentário onde eu pedia que você esclarecesse 4 pontos que tornariam a sua postagem jornalística. Como você preferiu ocultar o assunto, eu entendi qual é a sua função "jornalística". Quanto ao "durar pouco", não é ameaça de morte: é constatação de sua curta carreira "jornalística". Quando o seu patrão perder o poder, você vai sumir na lama da história junto com ele. Só isso. Feliz Natal pra você também.

    • Anônimo disse:

      Patrão? Meu patrão é o leitor, diferentemente de vc e dos seus. Vamos da tempo ao tempo e veremos que vai sumir e quem vai ficar. Afinal, o tempo se encarrega de tudo. Abraços marcos, ricardo, joão ou quem quer que seja. Entendeu né?

  8. Carlos-alencar disse:

    Caríssimo, a herança maldita da ditadura botou os meios de comunicação no colo dos políticos e tudo na mídia gira em torno de seus interesses. Nesta esteira, o mal se alastrou para blogosfera, que, não toda, está sendo paga dessa forma denunciada. Veja o assédio dos políticos nas redes sociais, quando não diretamente, o faz através do famoso (A). Quando a notícia lhe é favorável, aparece o político; sendo desfavorável, suge sua fantasia na máscara do (A).

  9. Luiz Carlos disse:

    BRINCADEIRA!!!
    Tem que ser investigado!!!
    Cadê o MP nessa hora???
    Quero ver a imparcialidade deste órgão. 
    Isso é uma denuncia pública, a qual obriga o MP a se manisfestar.
    Parabéns pelo blog tão responsável. Vc caminha para ser o mais acessado blog. O Fator RRH, esse mal olhava, agora então…

  10. Convidado disse:

    BG, tem como ver nessa lista quanto Jean Valério paga pelos anúncios na revista RN Econômico, que é dele mesmo? Assim, ele pede pra Prefeitura anunciar, ele autoriza a publicação, ele paga a revista e ele recebe, entendeu? Fácil, né?

    • Anônimo disse:

      O Secretário Jean Valerio informou na CEI que não tem nenhum trabalho dele que receba recursos da Prefeitura

    • Anonimo disse:

      Mas ele tem sim. O nome da revista é RN Negócios (e não RN Econômico, como informei antes) e ele passou para o nome da sua irmã.

Operação ÊPA: Consultor de ONG investigada pela PF dirige associação que fechou contrato de R$ 1,6 milhão com Parnamirim

Depois de averiguar bastante os detalhes dessa Operação Êpa, deflagrada hoje pela Polícia Federal (PF) para investigar um esquema de desvio de dinheiro público através de Organizações Não Governamentais (ONGs), com o velho olhar crítico e investigativo de sempre, o blog chegou a um fato, no mínimo, inusitado: Ângelo Márcio Fernandes de Sousa, consultor e auxiliar administrativo da Cooperativa dos Trabalhadores Autônomos (CTA) visitada pelos investigadores da PF, é também presidente Associação de Promoção do Desenvolvimento Social (APDL), que ontem fechou um contrato de R$ 1.617.000,00 com a Prefeitura de Parnamirim.

A contratação, inclusive, está no Diário Oficial do Município (DOM) desta terça-feira (13), com validade até agosto de 2012 para serviços técnicos especializados em ações de Qualificação Social e Profissional (QSP) – atividade prevista no Programa Projovem Trabalhador.

O blog não está incriminando ninguém. Pelo contrário. Está apenas mostrando uma mera coincidência, já que, segundo a PF, o Instituto ÊPA! [Espaço de Produção ao Desenvolvimento Sustentável] e a CTA, utilizavam-se do quadro societário e de outras empresas e pessoas relacionadas para fazer o desvio dos recursos públicos, ou seja, os desvios aconteciam nas contratações dos mesmos serviços que estão sendo prestados em Parnamirim até o próximo ano. No esquema, ainda de acordo com a PF, a CTA foi benecifiária de recursos federais na ordem dos R$ 28 milhões. Bagatela!!!

O blog não conhece pessoalmente o senhor Ângelo de Sousa e o contrato da APDL pode até ser lícito. Isso ninguém está questionando. Mas, que é muita coincidência, isso é!

Segue os documentos que comprovam o que o blog está postando:

Nome de Ângelo de Sousa nas propostas como Consultor CTA
Nome de Ândelo como presidente da Associação
Contratação publicada no DOM de Parnamirim

Baixaria no PSB do Ceará revela que Ciro Gomes recebe R$ 22 mil como consultor

Folha

Sem mandato desde fevereiro, o ex-deputado Ciro Gomes recebe mensalmente R$ 22 mil do PSB do Ceará.

A pedido do irmão Cid Gomes, governador cearense e mandachuva do PSB no Estado, Ciro foi designado “consultor político” do partido.

A revelação veio à luz nas pegadas de uma conflagração do diretório do PSB no Ceará, que se encontra em pé de guerra.

O conflito acentuou-se após recente troca de comando da legenda.

O novo presidente, Karlo Kardozo, acusa o antecessor, Sérgio Novais, de ter inviabilizado as finanças do PSB cearense.

Kardozo anuncia que levará o caso à polícia, registrando boletim de ocorrência sobre R$ 140 mil que, segundo diz, Novais sacou indevidamente da conta do partido.

Em meio ao lufalufa, Novais esteve na redação de ‘O Povo’, o mais importante jornal do Ceará. Munido de documentação, negou que tenha procedido mal.

Lero vai, lero vem Novais revelou que Cid Gomes disignara Ciro Gomes como consultor do PSB-CE. Mencionou também a remuneração mensal de R$ 22 mil.

Ciro ainda não se pronunciou sobre o episódio.

Josias de Souza

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. cecilia disse:

    Uma auditoria no RN talvez encontrara-se servidores federais prestando consultoria em outras esferas públicas.

  2. Eduardo disse:

    Esse povo só muda de endereço, no restante, são todos iguais. Como é que um partido político tem um consultor político? É muita cara de pau.

Frederico Alecrim lança livro quarta-feira na Siciliano

O Brother Frederico Alecrim, consultor genuinamente portiguar com sucesso em todos Brasil, particulamente um dos melhores que já vi,  lançará na próxima quarta-feira, às 19h, um livro focado no mercado varejista. A idéia do livro surgiu a partir do blog “Uaugomais” escrito por ele e que ganhou ano passado o título de melhor blog na categoria empreendedorismo do Brasil.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES: