Judiciário

Associação de Oficiais denuncia que Justiça está concedendo promoções na carreira de Oficiais PM sem justificativa

Foto: Reprodução

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte (ASSOFME) emitiu nota oficial para denunciar que o Judiciário está interferindo no quadro administrativo da Polícia Militar. No comunicado, a instituição aponta como um dos exemplos o caso de um militar que buscou o judiciário na comarca de Arez e foi promovido por suposto ato de bravura.

A Associação destaca que o critério de “bravura” ocorre para os oficiais apenas em tempo de guerra e a análise técnica, para esse tipo de promoção, é feita por uma comissão de oficiais. A entidade denunciou que o Judiciário concedeu promoção por bravura, quando esse tipo de ato no caso de oficiais, só poderia ocorrer em tempo de guerra.

Leia matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Puliça doida porra. Imagina a seguinte situação: o tenente diz: chama um soldado o tirar um serviço sentinela” aí o outro reponde: “ nessa puliça aqui só tem de sargento pra cima, é uma puliça arrochada” kkkkk

  2. Isso se chama QI, essas leis do Brasil ninguém entende , ninguém respeita, se passaram anos e anos tudo parado sem promoções e nem policiais novos , aí ficou todos saindo sargentos que é seu direito , mais tá uma bagunça da molesta , n8nguem comanda ninguém, cada um querendo ser o melhor, não pensaram no que podia acontecer , todos militares sabem que na guarda ou na VTR tem que ter um SD , um CB, e um SGT, mais tá uma zorra total, foi o que aconteceu em uma um batalhao , todos três sgts, e ninguém se entendia , até que foi separados para outra VTR, então não se planeja nada , aí a zorra e total, mais não temos culpa , foi o estado que enrrolou os policiais a décadas, tem que haver mais concursos para , a hierarquia e a disciplina existir , ninguém respeita ninguem virou uma zorra .

  3. Em um quartel do EB existem uns 500 cabos e soldados, uns 50 sargentos e uns 20 oficias, dentre eles um ou dois Ten-cel. Na PM daqui a unidade tem 30 soldados 470 sargentos e 20 oficiais com poucos tenentes. Que danado de quartel é esse???!?

  4. Sargento tirando serviço de guarda e sem cabo e soldado para ele comandar. Que danado de polícia é essa????entre oficiais não vai existir tenente, só de major p cima kkkkk imagina o capitão atrás de um tenente para dar uma ordem e não encontrar kkkkkkmeu amigo, mude o nome para polícia civil e acabem com essas patentes e todo mundo passa a ser policial militar.

  5. Desde abril de 2015 que o judiciário vem interferindo na hierarquia da PMRN, onde já se vou um policial que entrou na Polícia em 2001 conseguir ser promovido à Sgt ser ter realizado nenhum concurso, e a mesma justiça nega a promoção do Praça 1997

  6. Os militares não tem culpa, governos passaram 15 anos sem contratar 1 policial, durante esse tempo tiveram que trabalhar dobrado pra defender vcs, arriscando a vida, Estado omisso nas contratações, antes se pod trabalhar 3 soldados numa viatura, e por que não se pode trabalhar 3 Sargento? São policiais e precisam lrogredir na carreira militar.

  7. O pior é a administração mlitar promover sargentos recrutas agora em abril, passando na frente dos mais antigos sem nenhuma decisão judicial favorável ou com amparo na legislação vigente. Cabe a PMRN utilizar -se da súmula vinculante que dá o direito de rever os próprios atos, ANULANDO-OS. Vamos comissão de promoção de praças: não se faça de cego em tiroteio, é só cumprir a Lei de Promoção de Praças.

  8. BG.
    Este País não é para amadores. A constituição está sendo estrupada diariamente, só naõ ver quem não quer. Até quando?????

  9. Vai chegar um momento que a polícia vai mais oficias e sargentos que soldados. Que força militar exdrúxula é essa??!!!!

    1. Se foram 14 anos sem concurso pra soldado então como vai ter mais soldado do que sargento e por isso tem para as promoções é?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN repudia o silêncio e a inércia do governo ante as mortes violentas de policiais

A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN – ACS-PM/RN vem a público repudiar a forma como as autoridades do nosso Estado têm lidado com a série de ocorrências que têm vitimado agentes de segurança pública.

No período de seis dias, foram cinco policiais baleados, sendo que três deles, um APC e dois PMs, foram a óbito em consequência da ocorrência, e até o presente momento nada foi feito de forma concreta por parte dos gestores do Estado.

Quantos policiais militares mais terão que morrer para que o Estado adote uma postura mais objetiva direcionada a buscar evitar esse tipo de situação, bem como, dar uma resposta à altura nos casos já ocorridos, com a identificação e prisão dos envolvidos?

O silêncio e a inércia do Governo têm incomodado a categoria, pois mais parece que as mortes dos policiais militares são tratadas apenas como números em estatísticas, desconsiderando que por trás de cada vida policial ceifada existe uma família que foi destruída.

Em decorrência desta situação, a ACS-PM/RN iniciará neste mês de Abril uma campanha de valorização da vida dos Policiais Militares.

Opinião dos leitores

  1. Isso tudo é fruto da política desastrosa da esquerda durante esses 20 anos em defender bandido. Enquanto eu puder votar NUNCA votarei em qualquer partido de esquerda.

  2. Lamento pela perda de pessoas de todas as profissões. Médico, policial, comerciário, comerciante, enfim todos os cidadãos. Não sei porque esse mimimi extra quando se trata de policial.

  3. Esperando uma nota da Associação de Cabos e Soldados, Polícia Militar ou do Ministério Público acerca da legalidade da contratação por empresa privada de serviços policiais. Será que os nobres policiais estão sendo vítimas apenas dos bandidos ou também da omissão das entidades representativas, da própria instituição e dos órgãos de controle por fecharem os olhos para uma situação que além de ilegal só aumenta o risco de morte?

  4. A governadora já se pronunciou…”o cabo estava em atividade extra”, o famoso bico. Essa foi a nota de lamento da governadora.

    1. Realmente uma das genocidas do Brasil a Governadora, já que o STF deixou Governadores e Prefeitos se responsabilizarem.

  5. Não quero desmerecer as vidas perdidas pela violência abominável desses bandidos homicidas ou latrocidas que deveriam mofar na cadeia, mas pelo que vi nas matérias e até nas imagens dos homicídios dos policiais militares, os policiais foram mortos não por serem policiais (sequer estavam fardados) mas sim por estarem armados e tentarem reagir, ou seja, qualquer cidadão naquela situação que estivesse armado provavelmente teria o mesmo fim. Todos os dias morrem vítimas de assalto, INFELIZMENTE, sejam eles professores, comerciários, desempregados, serventes de pedreiro, dentre outros que, da mesma forma que os policiais mortos, são vítimas desses infames bandidos. Mas não vejo motivos para diferenciar os mortos pela profissão, mesmo porque, sequer esses policiais estavam fardados e pelo que vi não foram identificados como policiais para serem mortos… Percebo sim uma inércia dos governos, em especial no estadual, em lamentar as mortes pela violência ou tentar combater com mais afinco esse tipo de ocorrência. Infelizmente, tanto o policial como o cidadão civil estão a mercê desses bandidos !

    1. Vc pode não saber identificar um policial, mas esses vagabundos sabem, já vão sabendo que são policiais. Excetuando o caso de Mossoró, lá não sabiam que se tratava de policial, os demais sabiam sim e fizeram questão de matar por que eram policiais, inclusive uma chácara foi invadida na grande Natal e ao verem uma farda os marginais passaram a torturar o proprietário.
      Se um dia, que Deus o livre, você for assaltado, não reaja, diga apenas que é um policial pra vc ver se o tratamento é diferente.

    2. Você é parasita. Seu comentário é típico de um esquerdopata. Onde esses policiais reagiram? Eles foram sumariamente exercitados só pelo fato de serem policiais. Agora se você um dia receber a visita de um marginal, vá procurar o direito dos manos para lhe ajudar. Esqueça a polícia. Polícia essa que infelizmente hoje está apenas obedecendo ordem para perseguir e prender trabalhador e empresários. A conta está chegando…. E está vindo com juros e correções monetárias.

    3. Brasil acima de todos: vá se tratar! Eu não sou esquerdopata e muito menos defendi o bandido! Vc sabe ler? Se vc só consegue enxergar “esquerdista, comunista, petista,
      lulista ” nos outros tem que procurar tratamento urgentemente! Assim como não diferencio bandido ou corrupto de esquerda ou de direita, Tb não acho certo diferenciar vítimas da violência por ser policial, médico, juiz, desempregado! Todos são vítimas de bandidos ! Mas a lei traz previsões expressas e se algum desses bandidos matou sabendo que se tratava de um policial eles já terão sua pena agravada conforme previsto na lei 13.142/2015.

    4. Não amigo eles foram identificados como policiais, talvez só o caso de Mossoró que não mais os outros foi.

  6. Essa governadora trabalha apenas para atrapalhar e falar mau do governo federal.
    Seus subordinados estão morrendo, professora Fátima. Tenha um pouco de vergonha e trabalhe com afinco. Votei na senhora, mas estás me decepcionando muito. Nosso estado figura entre os piores do Brasil, sem empregos, falido e agora com seus trabalhadores sendo abatidos.

  7. A desvalorização da polícia não é de agora. Faz muito tempo. Esse secretário de segurança tem uma boa conversa, só isso, esse comandante geral está omisso, muito fraco.
    Casos como esses seriam resolvidos rapidamente se dependesse apenas da vontade dos colegas de farda, mas a própria população adora meter o pau na polícia, filmam ações, interferem no trabalho, criticam e por aí vai. Deixando os policiais com medo não de arriscar a vida e sim de perder o emprego e a própria liberdade.
    Vale lembrar que fazemos parte de uma nação apodrecida, que elegem e idolatram políticos curuptos e que não valoriza quem sai de casa para tentar garantir a segurança da sociedade.

    1. Polícia tem salário bom ganhavam igual a um vigilante e hoje ganham 6x mais. Agora a segurança é que só piora. Anda da Prudente de Morais em Candelária, até o Hospital Januário Cicco, se vc encontrar um PM para dar um bom dia tirou a sorte grande. Eu não sei onde esse povo anda. Em São Paulo, na região do centro expandido, em toda esquina a gente encontra duplas de PMs circulando. Aqui não existe isso. Estranhei muito quando cheguei aqui.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

E AGORA SESAP? Associação de Ginecologia e Obstetrícia do RN solta nota se solidarizando com profissionais da Maternidade Januário Cicco e do Santa Catarina

A Associação de Ginecologia e Obstetrícia do RN (SOGORN) expressa sua solidariedade aos colegas plantonistas das unidades de referência de assistência ao parto de Natal, especificamente da Maternidade Escola Januário Cicco e Hospital Santa Catarina, diante da presente situação de superlotação.

Reforçamos que nos preocupamos com as condições de trabalho dos obstetras plantonistas, com a qualidade da assistência possível dentre as atuais condições estruturais e ainda com sua formação profissional. Neste sentido, a Associação tem debatido o problema com a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap-RN), a fim de buscar uma solução para melhoria da assistência obstétrica no RN.

Nosso desejo é que os órgãos competentes atuem juntos a fim de garantir a qualidade no atendimento às pacientes, com a dignidade e assistência que elas e seus filhos merecem e têm direito. Desta forma, a Sogorn reitera estar à disposição no que for necessário para encontrar uma resolução o mais urgente possível.

Opinião dos leitores

  1. O governo de Fátima do PT é o retrato da incompetência e da falta de atitude. É o governo do caos. Em todos os setores.

  2. Sabemos que cada governo seja ele federal, estadual ou Municipal tem sua parcela de culpa na situação que nos encontramos perante a doença, mas o governo Fátima tem uma acima de 70% de culpa, pois se omiti e o pior fica jogando a culpa no governo Federal ou municipal. É triste ver isso, o momento seria d união, mas a governa só pensa em Lula e o povo fica em segundo plano.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Associação de Procuradores emite nota sobre decisão do TRF5 a favor de Flávio Rocha e nega que houve absolvição em caso contra procuradora do RN: “prescreveu”

Foto: Reprodução/Justiça Potiguar

A Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) emitiu nota acerca da decisão do TRF5 no processo envolvendo o empresário Flávio Rocha e a procuradora Ileana Neiva. Os procuradores reforçam que o empresário não foi absolvido, apesar da prescrição de punabilidade. Confira abaixo:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROCURADORES DO TRABALHO – ANPT, entidade que congrega e representa os(as) membros(as) do Ministério Público do Trabalho, vem publicamente esclarecer, acerca da decisão proferida, no último dia 06 de abril, nos autos da Ação Penal nº 0809937-49.2017.4.05.8400, proposta pelo Ministério Público Federal, que a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, diversamente do que afirmaram alguns veículos de comunicação, não absolveu o réu, o Sr. Flávio Rocha, da prática do crime de injúria que lhe havia sido imputada, em virtude de ofensa à honra da Procuradora Regional do Trabalho Ileana Neiva Mousinho.

Aquele Órgão Judiciário, na verdade, especificamente quanto ao referido crime, declarou prescrita a pretensão punitiva estatal, pelo tempo decorrido entre a data da prolação da sentença condenatória e a do julgamento das apelações subsequentes, solução jurídica prejudicial ao exame do mérito, substancialmente diversa da improcedência e, pois, da absolvição.

A ANPT esclarece, ainda, que seus associados e associadas gozam de independência funcional, como garantia constitucional da Sociedade, essencial à defesa eficiente e resoluta, no âmbito das relações de trabalho, da ordem jurídica, da democracia e do interesse público, bem como que a valorosa Procuradora Regional do Trabalho Ileana Neiva Mousinho, associada desde o ingresso no Ministério Público do Trabalho, em 25 de junho de 1997, agiu, como sempre, no exercício das suas atribuições ordinárias e em estrito cumprimento dos seus deveres funcionais.

Esta Associação espera que, conforme se impõe em um Estado Democrático de Direito, os dados e informações veiculados na Imprensa efetivamente correspondam à realidade, assim como que todos os atores sociais, apesar da possível divergência de teses, convicções e interesses, observem o respeito e a urbanidade exigíveis, pois a liberdade de expressão, como os direitos em geral, encontra limites no princípio da dignidade da pessoa humana.

A ANPT reafirma, finalmente, que, em defesa das premissas ora enunciadas, jamais hesitará na adoção das providências necessárias à preservação dos direitos, garantias e prerrogativas institucionais dos associados e associadas, tal como expressamente determina o inciso II do art. 2º do seu Estatuto.

Brasília, 08 de abril de 2021.

JOSÉ ANTONIO VIEIRA DE FREITAS FILHO/LYDIANE MACHADO E SILVA

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROCURADORES DO TRABALHO

Presidente/Vice-Presidenta

Com Justiça Potiguar

Opinião dos leitores

  1. Oushhh… se ngm pode ser considerado culpado sem uma condenação transitada em julgado.

    Culpado ele não foi então, logo, é inocente. Esse povo precisa estudar mais.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Associação de pesquisas do RN estranha contratação de instituto de pesquisa do Piauí por quase R$ 2 milhões pelo Governo do RN

A ASSINP – Associação dos Institutos de Pesquisa do Rio Grande do Norte, que tem em seu quadro de sócios os maiores Institutos de Pesquisa do Estado, ante noticiários locais que atestam que o Governo do Estado do Rio Grande do Norte firmou contrato para execução de pesquisas junto a um Instituto do estado do Piauí, com dispensa de licitação e com valores próximos a dois milhões de reais, vem a público externar sua surpresa com esta contratação, narrar e indagar ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte o que segue:

Primeiramente cabe ressaltar que reconhecemos a importância da referida pesquisa, sendo necessário para o planejamento e estudo do combate ao Covid-19 em nosso estado.

Indagamos o motivo de nenhum dos Instituto filiados à ASSINP – Associação dos Institutos de Pesquisa do Rio Grande do Norte terem sido consultados sobre o interesse em participar da referida pesquisa, em que pese existirem Institutos em nossos quadros com mais de 25 anos de experiência, com serviços prestados em diversos estados, estando todos aptos a realizar tal trabalho.

Nesta oportunidade registramos nosso protesto pelo fato de em um quadro de crise econômica que o estado vivencia, sequer termos sido consultados para um serviço desta magnitude, esperando que nos próximos serviços o Governo do Estado do Rio Grande do Norte se lembre das empresas do seu próprio estado.

Natal, 24 de março de 2021.

Atenciosamente,

Diretoria da ASSINP – Associação dos Institutos de Pesquisa do Rio Grande do Norte

Opinião dos leitores

  1. Por quê não usou esses dois milhões para abrir um hospital de campanha ou para comprar respiradores ??? Tá sobrando dinheiro ??? É muito estranho o silêncio dos órgãos fiscalizadores!!!

  2. Não compreendo essa estranheza. Essas maracutaias fazem parte do petismo desde tempos de antanho. Sempre foi assim e assim permanecerá…..até esvaziar o erário.

  3. Aluguel de ambulâncias, 5 Milhões que sumiram, contrato de pesquisas, compra de respiradores quebrados, fechamento de hospitais, fura filas de vacinas, lockdown, toque de recolher, marginalização de trabalhadores, não fez hospital de campanha, entre outros absurdos desse DESGOVERNO. Ainda falam que o genocida é Bolsonaro.

  4. Dos 5 milhões, 2 milhões já apareceu falta o restante. A pesquisa é mais importante que respiradores, RN sem sorte.

  5. Foi com dispensa de licitação, tem que ser rigorosamente auditado! Alô, Tribunal de Contas do RN.

  6. 5 milhões desviados, sem hospital de campanha, compra de respiradores quebrados, compras suspeitas, ambulâncias super…, RN com vacinação atrasada e dados desatualizados, Agora essa. kkkkKkkk, eu avisei

    1. Governo catastrófico. NADA de positivo para o RN. Triste.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

TRF derruba decisões que liberaram compra de vacinas por sindicato e associação de juízes

Foto: Reprodução

O presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, Italo Fioravanti Sabo Mendes, suspendeu as decisões da primeira instância da Justiça Federal que permitiram a entidades a importação de vacinas contra a Covid-19 para aplicação em seus filiados.

O presidente do TRF1 atendeu a um pedido da Advocacia-Geral da União (AGU).

Com isso, ficam sem efeitos as decisões liminares do juiz Rolando Valcir Spanholo, da 21ª Vara Cível da Justiça Federal no DF, que permitiram a compra de vacinas pelo Sindicato dos Motoristas Autônomos de Transporte Privado Individual por Aplicativos no DF (SINDMAAP) e pela Associação Nacional dos Magistrados Estaduais (Anamages).

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Essa classe tem certeza que são Deuses !
    Tá na hora de baixar a bola e começar a cortar os penduricalhos dessa turma .

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Associação de lojistas diz que governo já ajudou; agora é hora dos estados

Foto: Cristiano Costa

O presidente da Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), Nabil Sahyoun, cobra dos governos estaduais o lançamento de um pacote de medidas de apoio a empresas durante a nova onda de covid-19. Na opinião dele, o governo federal “já contribuiu com o que podia”, concedendo o auxílio emergencial e “bilhões de ajuda a estados e municípios”.

“Tem que cobrar os governos dos estados que abram o caixa. Eles têm a obrigação de ajudar”, afirma Sahyoun.

O presidente da Alshop critica, ainda, as medidas de governadores que restringiram o funcionamento do comércio. Na visão dele, “há outras opções” para conter o contágio do novo coronavírus.

O comércio tem que funcionar de forma restrita. Os governos sabem onde estão os grandes problemas: na periferia não fizeram nada, no transporte público tem a mesma aglomeração, a mesma confusão. Quem implementou os melhores procedimentos [sanitários] acaba se prejudicando.Nabil Sahyoun, presidente da Alshop

Ajuda do governo federal é dever constitucional, diz representante dos estados

Em entrevista anterior ao UOL, o presidente do Comsefaz (Comitê Nacional de Secretários de Fazenda, Finanças, Receita ou Tributação dos Estados e do Distrito Federal), Rafael Fonteles, que representa os secretários de Fazenda dos estados, disse que oferecer ajuda econômica na pandemia é papel do governo federal, que pode se financiar emitindo títulos. Ele reafirmou seu posicionamento em novo contato com a reportagem.

Como nem estados nem municípios podem emitir moeda, cabe à União financiar os entes em momentos de crise como esta, da pandemia. Isso não é favor, é dever constitucional.Rafael Fonteles, presidente do Comsefaz

O presidente do Comsefaz destacou que a ajuda federal é fundamental para evitar o colapso do sistema de saúde dos estados e da economia do país. Para ele, além do socorro aos entes, o governo federal deve também adotar medidas de apoio ao trabalhador de baixa renda e às empresas.

“É claro que há um efeito colateral do aumento do endividamento. É algo que tem que ser observado, mas isso pode ser tratado em médio e longo prazo, principalmente com a sinalização de reformas importantes. (…) Veja que o governo norte-americano acaba de lançar mão de um plano de US$ 1,9 trilhão para ajudar cidadãos, empresas e governos dos estados afetados pela crise da Covid. É o estado atuando para evitar um mal maior”, afirma Fonteles.

Outras entidades cobram medidas do governo federal

Renato da Fonseca, economista-chefe da CNI (Confederação Nacional da Indústria), afirma que o governo federal deve retomar medidas implementadas em 2020 e que acabaram com a virada do ano.

No ano passado, a CNI já avaliava que o governo deveria fazer uma espécie de período de transição para o fim das medidas de auxílio, sem acabar com os programas de uma vez só.

Para Fonseca, com o agravamento da crise sanitária em todo o país, a atividade econômica vai novamente retroceder, e empresários vão precisar de ajuda para não quebrarem.

Estamos revendo o filme [do ano passado]. Há uma possibilidade grande de a gente ter um fechamento [da economia] igual ao de 2020. Com isso, todo aquele auxílio vai ter que voltar, para a população e para as empresas. Não tem conversa.Renato da Fonseca, economista-chefe da CNI

Com novas restrições, empresas estão sem caixa

Segundo Fernando Blower, diretor-executivo da ANR (Associação Nacional de Restaurantes), o setor de restaurantes esperava que, em 2021, não estivesse mais precisando de ajuda.

Com a virada do ano, porém, “algumas coisas mudaram”: o fim do auxílio emergencial diminuiu a circulação de dinheiro na economia, e os donos de restaurantes não tinham mais opções como a redução de jornada e de salários dos funcionários.

Ainda tem um agravamento das restrições. O resultado disso é um nível de faturamento muito baixo. As empresas estão sem caixa nenhum para dar conta desse novo momento.Fernando Blower, diretor-executivo da ANR

No setor de turismo, diante do agravamento da pandemia, algumas empresas podem não sobreviver até o final do mês se a ajuda do governo não chegar.

Se não sair algo até o final deste mês [de março], muitas empresas vão mandar funcionários embora sem nem pagar a rescisão. Vão simplesmente fechar. O governo precisa se apressar.Alexandre Sampaio, presidente da Federação Nacional de Hotéis e Restaurantes e diretor da CNC (Confederação Nacional do Comércio)

Governo federal estuda retomar medidas

Questionado pelo UOL a respeito de quais medidas devem ser retomadas, o Ministério da Economia informou que estuda um novo Programa de Manutenção do Emprego e da Renda, seguindo novos critérios. Nesta quinta-feira (11), o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, disse que o governo deve lançar o novo programa “nos próximos dias”.

A pasta também avalia a reedição da Medida Provisória 927, que permitiu que os empregadores antecipassem férias e estabelecessem o regime de teletrabalho para os funcionários. O texto deve permitir, ainda, que os patrões posterguem o recolhimento do FGTS dos funcionários, da mesma forma que ocorreu no ano passado.

No caso do Pronampe, o governo já anunciou a possibilidade de aumento do período de carência para os empréstimos realizados no ano passado (de oito para 11 meses). O prazo maior depende dos bancos, que precisam autorizar o adiamento da primeira parcela dos financiamentos.

Ainda com relação ao Pronampe, o governo articula a aprovação do projeto de lei 5575/2020 no Congresso, que permite a abertura de uma nova rodada de crédito para os empresários e torna o programa permanente. O texto já foi aprovado no Senado e, agora, será apreciado na Câmara dos Deputados. O governo ainda precisa decidir de onde vai tirar dinheiro para que a retomada do programa seja viabilizada.

O governo também anunciou uma parceria com a CNI, para que pequenos negócios possam solicitar produtos e serviços de instituições financeiras de forma digital.

UOL

 

Opinião dos leitores

  1. Existe um abismo grande em obrigação de fazer, e fazer, e obrigação de fazer e não fazer. O governo federal está na primeira opção. Já o estadual…

  2. A situação não está pior por causa do governo federal. O que os governadores "lacradores" fizeram com os bilhões que receberam do governo federal? Por que não aplicaram esse dinheiro em ações de combate à COVID? Por que não abriram leitos hospitalares, mesmo após UM ANO de pandemia?

  3. Com certeza o governo ajudou! Ajudou a criar conflito entre Governo federal x Governos estaduais!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça autoriza que associação de juízes importe vacinas e imunize membros

Foto: Egberto Nogueira/VEJA

Associação Nacional de Magistrados Estaduais conseguiu a autorização da Justiça para importar vacinas contra o coronavírus e vacinar seus afiliados e familiares.

A decisão foi dada em caráter liminar — isto é, temporário — pelo juiz federal substituto Rolando Valcir Spanholo, da 21ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal.

No despacho, o magistrado diz que não há empecilho legal para a importação das vacinas e autoriza que a entidade “deflagre, se assim desejar, a imediata importação de vacinas destinadas exclusivamente à imunização do coronavírus de seus associados e respectivos familiares (segundo as condicionantes abaixo elencadas), a ser realizada por intermédio de pessoa jurídica legalmente habilitada para tal ato junto à ANVISA (importação de fármacos)”.

Na semana passada, o mesmo juiz já havia atendido a um pedido similar feito por uma associação de motoristas por aplicativo.

Radar – Veja

Opinião dos leitores

  1. Ou seja, o dinheiro público vai pagar a vacina pra os familiares dos nobres magistrados.. é isso?

    Tá certo isso Arnaldo?

  2. É o Titanic! Nosso país se aproxima dos 300mil mortos, sem o mínimo de esperança de sair dessa situação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Associação dos Assessores Jurídicos do Município do Natal parabeniza o desembargador Eduardo Rocha

Foto: Divulgação

A Associação dos Assessores Jurídicos do Município do Natal, por sua Diretoria, vem a público manifestar seu apreço pela nomeação do nosso associado Dr. Eduardo Serrano da Rocha, para o cargo de Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da Vigésima Primeira Região – TRT/21ª. Inicialmente eleito pelos advogados e advogadas para concorrer à vaga oriunda do Quinto Constitucional, nosso colega agora Magistrado, foi nomeado pelo Presidente da República por meio da lista tríplice encaminhada pelo TRT21. Sabendo da capacidade e honradez do novo Desembargador, ensejamos muita prudência e eficácia na sua nova missão.

Dra. Nadjaluce de Carvalho Barros-Presidente/Dr. Pedro Ribeiro Tavares de Lira-Vice-Presidente/ Dra. Clara de Matos Rolim Fonseca-Secretária/Dra. Luiza Karla de Paiva Chaves Tinoco-Tesoureira

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Associação dos Cabos e Soldados da Policia Militar do RN contesta critério de inaptidão da Junta de Saúde

A Associação dos Cabos e Soldados da Policia Militar do RN foi procurada por vários associados que foram surpreendidos pela publicação, no aditamento ao BG nº 179 de 25 de setembro de 2020, do resultado da inspeção de saúde para ingresso no Curso de Formação de Sargentos – CFS, onde receberam o status de INAPTO com base em um novo entendimento da Polícia Militar.

O entendimento equivocado da Polícia Militar toma por base a Portaria SEI nº 1580, de 22 de maio de 2020, publicada no BG nº 096 de 27 de maio de 2020, que em seu inciso II, 4, estipula que o policial militar que houver sido afastado pelo período superior a 180 dias nos dois anos que antecede os cursos de formação ou aperfeiçoamento estaria desabilitado para frequentar o respectivo curso.

Tal dispositivo da portaria na situação prática “proíbe o policial militar de adoecer” caso ele deseje realizar o curso de formação/aperfeiçoamento e ser promovido, mesmo sendo sabido por todos que a profissão policial militar é uma das que mais são causadores de doenças laborais, sejam elas físicas ou psicológicas.

Além da Polícia Militar querer legislar na matéria, esquece que o policial militar não escolhe “está doente”, ele é acometido pela patologia contra a sua vontade, e não poderia jamais ser penalizado por isso, seja a restrição proveniente de ato de serviço (o que é muito subjetivo) ou não.

Lembramos também que a Junta Policial Militar de Saúde – JPMS não pode atestar que o policial está INAPTO com base em informações pretéritas, sendo que o policial militar está APTO para todos os fins na atual inspeção de saúde, pois isso seria permitir que um entendimento administrativo se sobreponha a ciência médica.

Nesse sentido, Associação dos Cabos e Soldados da Policia Militar do RN recomenda a todos os associados que se encontrem nessa situação que requeiram até essa terça feira (29.09.2020) a JPMS o motivo que fundamentou a sua inaptidão, e, com o documento em mãos, procure o jurídico da entidade.

Aliado a isso, a ACS-PM/RN irá solicitar reunião com o comando da instituição para buscar uma solução para o problema, bem como, dará conhecimento aos órgãos que possam ter interesse no ocorrido, em especial, o Conselho Regional de Medicina, Promotoria da Saúde, OAB/RN, dentre outros, haja vista que os policiais militares estão tendo seus direitos tolhidos simplesmente em razão de haverem ficado doentes.

Opinião dos leitores

  1. Quer dizer que o camarada que está doente , não pode progredir , mesmo um médico constatando que ele está doente , sendo homologado na junta , ele não pode progredir? Os políticos cheios de regalias , é o policial militar não pode ficar doente , a culpa da previdência, não é do policial, nem do professor , tão pouco do profissional da saúde, esses como outros servidores da linha de frente , não ganham nem um sexto das grandes castas dentro do sv público.

  2. Eu sempre disse quem tem mais de dez anos de polícia e trabalha na rua , vendo tudo que o policial ver no serviço, é impossível dizer que está com sua saúde mental bem , muitos que trabalham na rua ,enfrenta o ocorrências, má estrutura ,tudo muitas vezes imprensa tá em cima , ou seja é pressionado de todos os lados , as vezes até o cmt da unidade nao ajuda , ou seja se for para um psquiatra com certeza é afastado para tratamento , haja visto todo o estress da profissão, muitos têm sinto-me de pânico, dentre outras patologias , não são culpados são vítimas.

  3. Se incomodam com os heróis policiais honestos (na sua quase totalidade), quando POLÍTICOS CORRUPTOS CONTINUAM MAMANDO E ROUBANDO do povo mais carente.
    A HIPOCRISIA, é ampla em vários comentários do blog. Se querem ganhar a guerra, apontem seus mísseis para a direção e sentido corretos. Caso contrário, continuarão sendo esmagados pelos pilantras com mandato na mão.

    1. Policial é um herói, mas sistema de aposentadoria é outra coisa. Tem dois heróis aposentados e um herói trabalhando, consequentemente vai faltar herói na ativa para bancar herói aposentado. A solução, como fez o RJ, é instituir a figura do herói temporário.

    2. Raul !
      Os temporários podem ser uma boa solução. No Exército, Marinha e Força Aérea Brasileira já existem militares temporários concursados.
      O Policial Militar e sua família precisam de uma segurança social. Não vou enumerar todos os sacrifícios que oferecem no cumprimento de suas missões. Mas são merecedores dos parcos direitos que ainda tem.
      O preço pela segurança é a eterna vigilância.
      Deixei claro que: é do conhecimento de todos, que o problema do Brasil e do RN está na política e nos políticos. Se cortarem o número de políticos pela metade e acabarem com a farra de verbas de gabinete, com aposentadorias de políticos com um ou dois mandatos, com cargos comissionados (cabides de emprego) para funcionários não concursados, com funcionários fantasmas…e assim por diante, não precisaria você se preocupar com os PM.

    3. Socorro tem PM se aposentando com 48 anos!!!! nem políticos estão se aposentado com essa idade Salvem o RN da falênciia

  4. O governador em exercício Cláudio Castro-RJ (PSC) sancionou, na tarde desta segunda-feira, o Projeto de Lei 2884/2020, que regulamenta a contratação de militares por tempo determinado para o Corpo de Bombeiros. Serão chamados cerca de três mil voluntários, que vão trabalhar por até oito anos na corporação. (fonte: O Dia).
    É o que eu tinha falado aqui, já começou o processo de criação da figura do PM temporário, numa tentativa de desarmar a bomba previdenciária construída por essa categoria. pois não tem Estado que aguente esse sistema previdenciário da PM. Hoje já tem duas polícias aposentadas e uma trabalhando(As forças armadas há anos já contrata pessoal temporário e olhe que a previdência federal está menos ruim do que o IPE).

    1. Taí Fátima manda um projeto desse para a Assembléia e suspende os concursos programados, para que os chamados já sejam nesse regime. Sou Cabo aposentado e tenho medo de, do jeito que está, eu pare de receber.

  5. O sujeito entra como soldado, passa dez anos contribuindo como soldado, mais uns dez como cabos, no fim vira sargento e é aposentado com salário de sargento. Como pode isso, se ele não contribuiu integralmente como sargento. Em um sistema sério, teria que ser feita uma média de contribuição para chegar a um valor correto para aposentadoria. O IPE, desse jeito vai falir e ninguém vai receber.

    1. Seguindo a sua lógica, então, um professor, uma policial civil, penal e demais servidores que por tempo de serviço, alcançam uma promoção, uma letra ou nível, também não deveriam crescer profissionalmente…

    2. Pode crescer profissionalmente à vontade, agora no momento da aposentadoria teria que fazer os cálculos em cima cima do que foi contribuído.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

NA BRONCA: Associação dos oficiais militares do RN rebate “desmilitarização” e lembra que ela só é possível mudando a Constituição Federal

Após repercussão sobre projeto de desmilitarização da Polícia Militar no Rio Grande do Norte feita pela Conferência de Segurança, a  Associação dos Oficiais Militares do RN emitiu uma nota, na tarde desta terça-feira (22), e disse em trecho que discussão caracteriza devaneios de operadores de segurança frustrados e ausência total de credibilidade por parte do Governo. Confira a nota na íntegra:

A desmilitarização das polícias só é possível mudando a Constituição Federal, nenhuma unidade federativa tem competência para tanto.

Suscitar esse tema em debates estaduais sobre segurança pública, como foi a Conferência Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, caracteriza devaneios de operadores de segurança frustrados e ausência total de credibilidade por parte do Governo, vez que tem a plena consciência que esse tema foge totalmente a sua competência.

A definição do tal evento que tratou a “desmilitarização da PM como proposta para melhorar a segurança pública do Rio Grande do Norte” é recebida com descrédito e grande preocupação. Afinal, o Governo do Estado não cumpre suas obrigações com o cidadão e ainda se propõe a invadir a competência do Governo Federal, numa afronta a Constituição do nosso país.

Natal, 22 de setembro de 2020

Associação dos Oficiais Militares do RN

Opinião dos leitores

  1. Joca, Lopes e "Encardido"!
    Se o sugeito ingressar com 18 anos, trabalhar 40 anos, terá 58 anos quando for para a reserva ou se aposentar. Imagine um policial militar em seus últimos anos de carreira, com 55 anos, correndo atrás de bandidos com 18 ou 20 anos. Por mais que tenha uma alimentação adequada e se mantenha treinado fisicamente, não conseguirá cumprir seu papel. Logo, teria que, no mínimo, a partir de 45 anos, passar para o setor administrativo.
    Quanto a salários, quem arrisca a vida todos os dias para que outros, como vocês, possam fazer suas críticas, num escritório com ar-condicionado ou numa praia paradisíaca, com seu celular de última geração e internet "top", deve ganhar um bom salário, ter um plano de saúde (descontando nos salários como é hoje) e muito mais. Não tem horas extra, adicional noturno, direito a greve. Somente tem o direito de cumprir seu dever. Eles são heróis desconhecidos do cotidiano.
    Vocês são um revoltados e invejosos que não conseguiram passar nos concursos e descontam suas angústias nos valorosos policiais militares. Todos os policiais tem seu valor. Os civis, principalmente nas investigações, os federais, atuando contra os crimes que ultrapassam as fronteiras estaduais, os policiais rodoviários, mantendo a ordem nas estradas e adjacências e interceptando movimentações ilegais, entre outras tarefas.
    Outra coisa, na proposta que o Joca sugeriu, lembro que a polícia ostensiva que ele citou vai precisar uniforme, caso contrário, não será ostensiva. Criar 15 níveis é quase igual a criar 15 postos ou graduações. Logo, vai trocar 6 por meia dúzia. Informo ainda que na PRF tem hierarquia sim.
    Entenderam?

  2. Emitir opinião em um fórum como esse, onde pessoas se escondem por trás de um apelido, é bem complicado. O nível é muito baixo e as discussões muito rasas. O cerne da matéria é mostrar que o governo está usando de um expediente inconstitucional para tratar de um tema que não é de sua esfera de competência, mas muitos preferem emitir comentários de cortina de fumaça com palavras chulas e depreciativas. Talvez porque sejam os mesmos que ajudaram a produzir esse trabalho nessa tal conferência de segurança: frustrados, covardes e hipócritas.

  3. É o sonho do PT. Desmilitarização das Policias. Já houve até um deles que sugeriu Policia desarmada. Eles tem ódio de militar. O militar tem disciplina e hierarquia. Lembram o Exército. O glorioso Exército de Caxias, que não permitiu e jamais permitirá que o Brasil seja comunista. Eles não perdoam o fato de as FA terem jogado na lata de lixo o sonho deles tomarem o poder em 64. Todo o apoio à gloriosa POLICIA MILITAR DO RN!

    1. Deixa de besta que quando eu servi o Exército a vida dos oficiais e sargentos era malhar com a polícia. Para eles, militar é só das forças armadas, que são treinados para guerra. Polícia querendo posar de guerreiro era só o que faltava.

    2. Maluco, em todo lugar tem polícia, seja comunista ou capitalista. Tu queres polícia mais arrochada do que a da Coreia do Norte.

  4. PEC da desmilitarização das Polícias; Art. 1 – Fica criada Polícia Ostensiva Estadual no Brasil
    Art. 2 – Fica extinta as Polícias Militares
    Art. 3 – As Polícias Ostensivas tem a carreira policial organizadas do Nível 01 ao Nível 15.
    Art. 4 – Ficam extintas todas os postos e graduações. Parágrafo I – todos os policiais que na data da publicação desta PEC tiverem soldo/subsídio superior ao Nível 15, receberá a diferença sob a rubrica VPNI. Só um esboço p ajudar Deputado a começar a fazer.

    1. Policia, assim como o servidores civis, se aposentam com 40 anos de serviço e com proventos limitados ao teto pago pela previdência. Coloca mais este artigo aí.

    2. Coloca o art que passam a ser regidos pelo regime de previdencia do INSS apos a desmilitarizacao. 40 anos de servicos prestados igual a saude. Assim se aposentam com o teto que tanto almejam. Alem do controle de ponto essencial a qualquer profissional civil.

  5. Os oficiais estão de boa.
    A tropa exige uma polícia nos moldes da PRF.

    A polícia verdadeira, os praças, 100% deles querem isso.

    Deixem só os oficiais na PM para vocês verem o caos.

  6. Alguém tem que apresentar uma PEC desmilitarizando as PMs para que fiquem nos moldes da PRF, porém antes temos que esmagar o poderoso lobby das PMs dentro do Congresso Nacional. Eu não não pago PM p ficar fazendo “ordem unida” e ficar com essa conversa de “sim senhor, não senhor”, eu pago para prender bandido e fazer policiamento ostensivo

    1. Ótima ideia. E o salário da PM, vai ficar igual ao da PRF?
      E os adicionais noturnos e periculosidade? Quem vai pagar?

  7. Verdade, a associação que representa os que mandam tem razão, tem que mudar a constituição, mas voltando ao tema, sobre a desmilitarização, o que a representação dos que obedecem acham?

    1. Não se trata de opiniões de associações, mas de qual opção atende melhor a finalidade.
      As Polícias Militares prestam papel de OSTENSIVIDADE por usarem farda militar.
      Não é para ser uma votação para escolher o que atende melhor o funcionário militar.
      Quem está na PM fez concurso por livre e espontânea vontade. Os insatisfeitos podem pedir baixa e ir para outras outras profissões, inclusive a Polícia Civil, caso abram concurso.

    2. Repito, quem se manifestou foi a entidade que representa quem manda, talvez, a que sinta mais, numa mudança tão significativa.
      Fica a pergunta, qual é a posição das entidades que representam quem obedece ou essas entidades não podem se manifestar?
      Se não puder, aí td bem, o que se pode fazer!

    3. Santos!
      Você ainda não entendeu que : A FINALIDADE É ATENDER O POVO QUE CLAMA POR SEGURANÇA E NÀO OS FUNCIONÁRIOS, sejam eles oficiais, graduados ou praças. Não é algo para os militates votarem em plebiscito. Quando a Associação dos Oficiais se manifedtou foi para INFORMAR que o assunto é de responsabilidade FEDERAL e que não vê melhora alguma em desmilitarização. Outras associações podem se manifestar, mas seria melhor pedir aos deputados federais ou senadores que estudassem o assunto, pesquisando entre os congressistas se existe viabilidade e apoio de votos para a mudança.
      No entanto, eu como cidadão, não vejo vantagem alguma em apenas retirar a farda, perdendo o poder ostensivo, desorganizando a hierarquia e enfraquecendo a atuação. Já estão filmando/gravando as ações da PM em São Paulo, com cameras acopladas ao fardamento. Isso sim é melhora na segurança do cidadão, trazendo a verdade (real) do que acontece nas ações policiais. Muitas vezes a mídia sensacionalista se apressa em noticiar algo, sem confrontar os fatos, acusando policiais de abuso de autoridade ou morte por balas perdidas, instantes após os acontecimentos. Posteriormente, quando tudo é elucidado, é verificado que os policiais agiram de acordo com a lei, mas não há pedido de desculpas pelos "erros" das reportagens. Mas a mancha injusta na instituição e em seus agentes não é apagada.

  8. O pessoal desvia muito o foco da questão, gostaria da posição da associação dos praças. Até pouco tempo policial era punido por coisas corriqueiras, como não chamar de Sr um superior, coisas como corte de cabelo, barba. Lembra do atual senador, que não pode dar voz de prisão num superior?
    O contexto militar serve para seu próprio ambiente, a polícia se relaciona com a população civil, ninguém quer destruir a polícia, mas atualiza-la.
    Gente que nunca pisou num quartel ou academia de polícia, querendo vir arrotar baboseiras.

  9. A Polícia tem é que ganhar bem e ser melhor preparada. Militarismo é coisa de forças armadas. Desmilitarização já.

    1. Polícia já ganha muito bem, tem que melhorar o salário dos vigilantes armados, pois ganham 1/3 que um PM raso. E se tiver algum PM achando ruim é só pedir p sair e vir para nossa empresa ensinar como se faz greve para aumentar nosso mirrado salário.

  10. Precisamos é DESPETIZAR o Estado e nao destruir a polícia militar. Queremos segurança publica de verdade, e que no atual governo estadual por nao ter projeto nenhum, poe a culpa na farda. No mundo inteiro, onde existe estabilidade e democracia, as policias ostensivas sao militarizadas na sua essencia; basta olhar no google, simples de provar. Precisamos evitar que se formem sindicatos novos que ponham em risco a estabilidade da ordem, e gerem o caos na seguranca. Policia desmilitarizada vive em greve… a exemplo de certas categorias no estado administrada por sindicatos que ha meses nao trabalham sob ameaça constante de greves. É isso que o governo quer?

    1. Falou em desmilitarizar os oficiais se cagam , pq vivem uma vida regada a ordens , explorando os mais modernos , brincando de Deuses … tem que desmilitarizar mesmo.

    2. Oficialato só sabe mandar! Fazem nada! Deixa de ser mané mané!

  11. É o que dá acreditar em quem se diz professora sem ter tido aluno. Que haja mais deputados oriundos das forças de segurança com credibilidade para lutar como CORONEL AZEVEDO.

  12. Quando fala em desmilitarizar a PM os oficiais se arrepiam, pq será? Mas de fato, só mudando a CF88.

  13. Caramba a que Ponto nós chegamos em vez de Melhorias este Governo só complica. Coisas do PT.

  14. O PT não pode acabar com uma instituição de quase 100 anos. A nossa gloriosa POLÍCIA MILITAR foi fundada em 1834. É mais fácil a gente destruir os PTralhas.

    1. Ninguém quer acabar com a puluça, o que se quer acabar é a organização tipo militar dentro da puluça.

  15. A Polícia Militar do RN é um patrimônio do povo, não pode ser destruída. FORA FÁTIMA!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Associação dos Oficiais Militares do RN publica nota de repúdio ao Colégio Marista, e fala em “grande irresponsabilidade e tendência ideológica”

NOTA DE REPÚDIO AO COLÉGIO MARISTA DE NATAL

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte externa toda sua indignação com os atos de calúnia e difamação praticados pelo Colégio Marista de Natal a partir de questões postas em provas aplicadas pela escola.

Com grande irresponsabilidade e tendência ideológica, o referido colégio impôs aos alunos perguntas os induzindo a pensamentos que destoam, completamente, do trabalho desempenhado pelos militares.

Os operadores da segurança pública realizam fundamental trabalho em prol da sociedade, dos cidadãos e, sobretudo, em defesa da vida.

A postura do Colégio Marista de Natal choca e causa extrema revolta, essa instituição vai na contramão do processo democrático do país e (pior!) distorce a honrosa e digna profissão de militar.

Atitudes como dessa escola precisam ser coibidas ferozmente por toda sociedade, que é testemunha do destemido e importante trabalho dos operadores da segurança pública.

Natal, 2 de setembro de 2020

Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte

Opinião dos leitores

  1. Ainda bem que li essa reportagem.tenho horror da ideologia comunista ,que é a raiz do mal.Estava até pensando em voltar a trabalhar como coordenadora pedagógica; iria levar o meu currículo para essa instituição de ensino,mas já que o comunismo chegou lá, vou não,quero não.Deus é mais.

  2. Ainda bem que li essa reportagem.tenho horror da ideologia comunista ,que é a raiz do mal.Estava até pensando em voltar a trabalhar como coordenadora pedagógica; iria levar o meu currículo para essa instituição de ensino,mas já que o comunismo chegou lá, vou não,quero não.Deus é mais.

  3. E A TAL LIBERDADE DE EXPRESSÃO?
    SÓ VALE PARA OS BOLSOMÍNIOS PEDINDO O FECHAMENTO DO STF E DO CONGRESSO?
    BOLSONARO E SEUS ALIADOS PODEM FALAR O QUE BEM QUISEREM E NINGUÉM PODE DIZER NADA QUE É ATENTADO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
    MAS QUANDO É AO CONTRÁRIO…
    "FAÇA O QUE DIGO, MAS NÃO FAÇA O QUE FAÇO!"

    1. Vale pra jumento como você também. Você também é contra as Forças Armadas? É a favor fo que? De bandidos. Típica posição de um covarde.

    2. Típico comentário de um ignorante . Você sabe o que é liberdade de expressão e o que é doutrinação? Pra começar a liberdade de expressão não está valendo só pra aqueles que vc chama de bolsomínions, já que eles é que estão sendo presos por falar o que pensam. Vai estudar(não no Marista, senão vai ficar na mesma) depois fale de política. Por enquanto procure algo que você entenda , se é que vc entende de alguma coisa.

  4. Até no Marista o comunismo se infiltrou? Isso de se infiltrar nos orgaos de cultura é diretriz deles há muito tempo. Comunista nunca gostou de policia nem das FA. A diferença é que, com as redes sociais, os atos deles não são mais sorrateiros.

  5. O que precisa ser coibido é a intensa militância política direitista dentro dos quadros do oficialato PMRN. Reclamam dos antifascistas, mas esperneiam quando a carapuça cabe. As questões foram realistas e o colégio está de parabéns. Quem precisa de reformas para melhor contribuir com o progresso democrático brasileiros é essa corporação viúva do ridículo Regime Autoritário Cívico-Militar.

  6. O professor quis tirar os estudantes do lugar, além dos muros do Marista, sair do conto de fadas e mostrar a realidade que ocorre todos os dias na periferia do Brasil, as charges são o retrato fiel do racismo estrutural que impera na PM Brasileira. A carapuça serviu p os arrogantes de coturno e p os papis que acham que o mundo gira em torno de Alphaville, onde a polícia é humilhada e põe o rabo entre as pernas p os ricos, brancos e poderosos.

    1. Pede um senso de etnia do efetivo da PM para ver qual a prevalência. Negros e Pardos.
      Procura ver qual a etnia dos mortos mortos em maioria na PM. Negros e pardos.
      Procura saber qual o bairro que mora a maioria da tropa. Periferia.
      Para de conversar bosta e deixa de defender discurso de bandido vagabundo!

    2. Faltou ele mostrar os bandidos, que hoje no rio já está em número maior que o efetivo da polícia.

  7. A doutrinação é diária e não é só no colégio Marista não. Graças as mídias sociais as verdades têm aparecido. Sempre foi assim e só tem piorado. Antonio Gramsci foi perfeito no seu plano de como o comunismo/socialismo tomaria o poder. Isso é apenas um dos tentáculos ( a doutrinação da juventude). A maioria dos pais sequer tem noção do nível que pode chegar. A doutrinação sempre esteve presente, a diferença é que agora passamos a enxergar

  8. BG, cobre um posicionamento do Comandante Geral da PM do estado e do Delegada Geral da PC.

    Eles devem vim a público defender os nomes das corporações. Se não fizerem isso estarão envergonhandos seus comandados.

    Será que serão demitidos pela Governadora do PT?

    Terão que ser honrados para isso

  9. Para não ir muito longe façamos um levantamento de quantos Policiais morreram nos últimos 5 anos defendendo a sociedade e quantos padres do Marista foram vistos fazendo caridade nas ruas e aí ficará claro a quem nós devemos mais respeito e a quem devemos direcionar nossas críticas.

    1. Parabéns pelo seu comentário, Antônio. Está perfeito.

  10. Tirei todos os meus filho da instituição, qdo vi a qualificação decrescer tão rapidamente. Uma pena, tem muita história.

  11. E eu que pensava que se tratava de uma Escola Séria, me enganei totalmente infelizmente estar conrropida pelo mal, já alienando a juventude para no futuro não terem futuro

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça Federal no RN nega pedido de Associação para autorizar cultivo vegetal da Cannabis

Foto: Reprodução

O Juiz Federal Janilson Bezerra de Siqueira, titular da 4ª Vara Federal no Rio Grande do Norte, negou pedido feito pela Associação Reconstruir Cannabis Medicinal, que pretendia ter legalizado o cultivo de Maconha nas suas instalações e o preparo do extrato da planta para tratamento dos associados. Na sentença do processo número 0809462-59.2018.4.05.8400, o magistrado afirmou se sensibilizar com as histórias dos associados da entidade e o esforço das pessoas envolvidas, sem esquecer o trabalho técnico e administrativo dos colaboradores.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Estudo inglês relata novos casos de associação entre Covid-19 e danos cerebrais

Foto: Lucy Nicholson/Reuters

Um estudo realizado por pesquisadores da University College London (UCL) traz novos evidências sobre possíveis danos cerebrais relacionados ao novo coronavírus, que causa a Covid-19. Nesta quarta-feira (8), os cientistas responsáveis alertaram sobre complicações neurológicas aparentemente relacionadas ao vírus, incluindo inflamação, psicose e delírio.

A pesquisa descreveu 43 casos de pacientes com Covid-19 que sofreram disfunção cerebral temporária, derrames, danos nos nervos ou outros efeitos cerebrais graves. As conclusões se somam a estudos recentes que também descobriram que a doença pode danificar o cérebro.

“Se vamos ver uma epidemia em larga escala de danos cerebrais ligados à pandemia – talvez semelhante ao surto de encefalite letárgica nas décadas de 1920 e 1930, após a pandemia de influenza de 1918 – ainda está para ser visto”, disse Michael Zandi, do Instituto de Neurologia da UCL, que co-liderou o estudo.

A Covid-19 é em grande parte uma doença respiratória que afeta os pulmões, mas neurocientistas e médicos especialistas em cérebro afirmam que as evidências emergentes de seu impacto neurológico preocupantes.

“Minha preocupação é que tenhamos milhões de pessoas com Covid-19 agora. E se daqui a um ano tivermos 10 milhões de pessoas recuperadas e essas pessoas tiverem déficits cognitivo? Isso afetará sua capacidade de trabalhar e sua capacidade para realizar atividades da vida diária”, disse Adrian Owen, neurocientista da Western University no Canadá, em entrevista à Reuters.

No estudo da UCL, publicado na revista Brain, nove pacientes que tiveram inflamação no cérebro foram diagnosticados com uma condição rara chamada encefalomielite disseminada aguda (ADEM), que é mais comum em crianças e pode ser desencadeada por infecções virais.

A equipe disse que normalmente vê cerca de um paciente adulto com ADEM por mês em sua clínica especializada em Londres, mas isso aumentou para pelo menos uma por semana durante o período do estudo, algo que eles descreveram como “um aumento preocupante”.

“Como a doença existe há apenas alguns meses, talvez ainda não saibamos que dano a longo prazo o que a Covid-19 pode causar”, disse Ross Paterson, que co-liderou o estudo. “Os médicos precisam estar cientes dos possíveis efeitos neurológicos, pois o diagnóstico precoce pode melhorar os resultados dos pacientes”.

Owen afirmou que as evidências já encontradas sublinham a necessidade de estudos grandes e detalhados e coleta global de dados para avaliar quão comuns essas complicações neurológicas e psiquiátricas são.

“Esta doença está afetando um número enorme de pessoas”, disse Owen. “É por isso que é tão importante coletar essas informações agora.”

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Associação de juristas entra com ação para decretação de lockdown na região metropolitana de Natal e Mossoró

Foto: Reprodução

A Associação de Juristas Potiguares pela Democracia e Cidadania ingressou esta segunda-feira, 1, com ação civil pública pedindo que a Justiça decrete lockdown na região metropolitana de Natal e Mossoró.

A ação foi distribuída para a 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal e será julgada pelo juiz Geraldo Mota.

A associação pede que seja decretado o lockdown de pelo menos 15 dias e embasa os argumentos em consultas feitas ao secretário adjunto de Saúde, Petronio Spinelli e o cientista Ricardo Valentim, do Comitê Cientifico da UFRN.

As informações são do Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

    1. Assuma então os efeitos da devastação econõmica na vida das famílias, como nos vindouros casos de desagregação familiar, crimes, alcoolismo, abuso de demais drogas, depressão, suicídios, pessoas jogadas no desespero.

    2. Parabéns, Juristas, pela iniciativa. O RN, bem como vários Estados do Brasil, ainda não entendeu a gravidade desse Vírus, na maioria das vezes, letal. Vocês estão corretos por impetrar essa Ação. Com o devido respeito por outras categorias, são as pessoas mais inteligentes e que fazem jus ao seu Diploma. Novamente, Parabéns!

  1. Parabens pela posições e atitudes tomadas, quem o conhece, sabe do seu compromisso com a saúde do estado e agora município. Não da para fazer de conta e ficar segurando um babador, vc é um homem sério, honesto, humilde .

  2. Eu já estou armado para garantir a minha proteção e da minha família contra esses grupos que querem tirar o meu direito de ir e vim

    1. Qdo alguém seu morrer, e outros estiverem sem respirar, saberá o que é ir e vir. Arroche

  3. Ai aproveita e fica sem pagar os salários dela por 3 meses, lockdown! Falar com o salário na conta é bom demais!

  4. Engraçado que a maioria desses aí que impetraram com a ação pedindo lockdown tem seus salários garantidos mensalmente, na faixa dos R$ 7.000,00.
    E os que dependem dos R$ 1.045,00? Perdendo os empregos? Esses aí, vão pagar nossas contas? Ou morrer de fome é uma morte/doença natural? POVO SEM NOÇÃO! Conservar as vidas sim, mas matando outros NÃO!

    1. engraçado como vc e mal informado, estamos a quase 90 dias de isolamento e tem bons resultado, agora se a 30 tivesse o lockdown nos já estava saindo do isolamento mais por causa de pessoas como vc que diz que o povo vai morrer de fome que estamos nessa situação.

    2. Kkkkk 7.000,00 mil kkk kkk multiplica por 3 que vc chega perto.

    1. Aí bota um bocado de gente obrigada a ficar trancada com indíviduo de risco.

    1. Vc não passar de uma pessoa sem sentindo, o povo morrendo e vc com esse ditado de esquerda ou direita, suas setas esquerda ou direita pode te leva para o cemitério. mente pequena essa sua

  5. Foi esse comitê que fez aquela projeção de 11,3 mil mortes para 15 de maio?
    Pra mim, isso é política.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Associação de delegados da PF diz que Ramagem tem “qualificação técnica para o exercício do cargo” e pede que Bolsonaro garanta “total autonomia” ao novo diretor-geral

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Após a oficialização do nome do delegado Alexandre Ramagem para comandar a Polícia Federal, a Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) divulgou nota solicitando ao presidente Jair Bolsonaro que garanta “total autonomia” para o novo diretor-geral da instituição.

No domingo, a associação havia divulgado uma carta aberta a Bolsonaro alertando para o clima de “instabilidade” e “perda de confiança” dentro da PF, devido às acusações do ex-ministro Sergio Moro de que o presidente estava tentando interferir politicamente na instituição e frear investigações. A dura manifestação acirrou os ânimos com o Palácio do Planalto.

Nesta manifestação divulgada para cumprimentar Ramagem pela nomeação, a ADPF elogia seu currículo e cita que ele possui “qualificação técnica para o exercício do cargo, acumulando experiências em diversos setores da instituição. Mas volta a rechaçar a possibilidade de interferência política e pede a Bolsonaro que garanta a independência da instituição, enviando projetos ao Congresso Nacional para estabelecer mandato ao cargo de diretor-geral e autonomia à PF.

“Ao ensejo, a ADPF reitera a necessidade de manifestação do senhor presidente da República quanto ao compromisso público de que o novo Diretor-Geral da Polícia Federal terá total autonomia para formar sua equipe e conduzir a instituição de forma técnica e republicana, bem como o envio urgente de projeto de legislação ao Congresso Nacional, estabelecendo mandato para o cargo de Diretor-Geral e autonomia para a Polícia Federal, nos termos da carta publicada no dia último dia 26 de abril”, diz a nota da ADPF.

Na Polícia Federal, o clima ainda é de apreensão com a nomeação do novo diretor-geral. Integrantes das diversas categorias da corporação aguardam as primeiras medidas de Ramagem e a montagem de sua equipe, mas nos bastidores rejeitam qualquer possibilidade de interferências indevidas.

Nesta terça-feira, as diversas associações e entidades das categorias da PF enviaram manifestações em privado a Ramagem lhe desejando sucesso e colocando à disposição para dialogar. A sinalização busca evitar um clima de confronto e iniciar uma pacificação interna dentro da corporação.

O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *