AGORA NO DAILY MAIL: Ivermectina e seus estudos são destaque em um dos principais jornais ingleses

Foto: Reprodução/Mail Online

É destaque nesta quinta-feira(25) no MailOnline -site do Daily Mail, jornal no Reino Unido: “Um medicamento barato e seguro amplamente usado contra parasitas reduz infecções, hospitalizações e mortes de Covid em cerca de 75 por cento, mostra um estudo”.

Leia restante de matéria abaixo:

Mais de 30 estudos em todo o mundo descobriram que a ivermectina causa “melhorias repetidas, consistentes e de grande magnitude nos resultados clínicos” em todos os estágios da doença.

O estudo revisado por pares, a ser publicado no jornal americano Frontiers of Pharmacology, diz que as evidências são tão fortes que a droga – usada para tratar piolhos e sarna – deve se tornar uma terapia padrão em todos os lugares, acelerando assim a recuperação global.

O co-autor do estudo, Professor Paul Marik, diretor de emergência e atendimento pulmonar da Eastern Virginia Medical School, nos Estados Unidos, disse: ‘Os dados são impressionantes – estamos em uma pandemia e esta é uma maneira incrivelmente eficaz de combatê-la. Se usarmos ivermectina amplamente, nossas sociedades podem se abrir. ‘

Outros medicamentos têm sido apontados como tratamentos eficazes para combater o coronavírus, apenas para os testes frustrarem as esperanças – notadamente com a hidroxicloroquina, o medicamento antimalárico.

Um estudo anterior do professor Andrew Hill, da Universidade de Liverpool, também concluiu que a ivermectina reduz as taxas de mortalidade em cerca de três quartos.

Ele recomendou que deveria haver testes maiores antes de ser aprovado pelos reguladores do Reino Unido. Um novo teste de ivermectina como tratamento Covid deve começar em breve na Universidade de Oxford.

A Dra. Tess Lawrie, diretora da Consultoria de Medicina Baseada em Evidências em Bath, convocou uma cúpula online de especialistas internacionais na semana passada para discutir os novos dados. Ele incluiu evidências de que o uso generalizado de ivermectina em partes da Índia e da América do Sul levou a uma grande redução de infecções e mortes.

Ontem, o Dr. Lawrie apresentou um relatório de 97 páginas à Organização Mundial da Saúde, instando-a a recomendar imediatamente a ivermectina para o tratamento de Covid.

O medicamento, tomado em comprimidos ou gotas, é licenciado na Grã-Bretanha apenas como tratamento para vermes parasitas, piolhos e sarna.

Tem sido usado por centenas de milhões de pacientes nos últimos 30 anos, principalmente nos países em desenvolvimento, e por cerca de £ 50 por paciente – menos em alguns países – é muito mais barato do que outros novos tratamentos da Covid, como o tocilizumabe para reumatismo, que custa £ 1.000 por paciente.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Saúde do Reino Unido disse estar ciente do estudo global sobre o uso de ivermectina para tratar Covid-19 e que suas evidências seriam revisadas.

Texto na íntegra abaixo:

https://www.dailymail.co.uk/news/article-9297449/Drug-used-treat-lice-scabies-drug-cut-Covid-deaths-75-research-suggests.html?ito=amp_whatsapp_share-top

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Matheus disse:

    O Daily Mail é um dos piores senão o PIOR jornal do reino unido. Eles vivem compartilhando notícias pouco confiáveis. Não entrem no jogo desses estudos pagos pelas indústrias farmacêuticas pro pessoal comprar os remédios que não servem pra nada. NAO ACREDITEM EM TUDO QUE VÊEM NA INTERNET.

  2. FRANCISCO CARLOS disse:

    Não sou potiguar, mas se por acaso eu pegasse essa Covid e alguém me dissesse que ginga com tapioca curava, eu ia comer ginga com tapioca "até umas horas". Quem tá doente não está interessado em picuinha ideológica. Ou os esquerdistas vão simplesmente esperar a morte porque nenhum deles apresenta uma solução ou remédio?

  3. ricardo disse:

    O maior negacionista é BA, ele é pura torcida pra querer ter razão do que pra se tenha solução, o pior é que muitos não tomam por seguir a opinião de jornalistas como ele que se apegam a ideologia

  4. Exausto disse:

    A única coisa que o PT e Bolsonaro conseguiram fazer foi implantar o ódio no coração das pessoas. Precisamos de mais empatia hj do que em qualquer outra fase da nossa história, mas só sinto ódio nas palavras dor comentários. Todos querem ser donos da verdade e estarem certos. Enquanto isso vamos morrendo e os instigadores do ódio (Lula e Bolsonaro) tem vaga garantida no Albert Einstein em SP.

    • Almeida disse:

      Tome a ivermectina como profilaxia e não assista a Globo e nem leia o estadao, folha, uol, etc. O PT, PSDB, DEM, PSol, a esquerda caviar, a mídia convencional fazem parte da patota do "fica em casa" e quer destruir a economia para tirar "na mão grande" o presidente eleito por 57 milhões de pessoas. Escolha melhor suas fontes e pare de falar besteira.

  5. Paulo disse:

    Se funciona ou não eu não sei.
    Quando o esquerdista pega covid, fica em casa esperando a morte chegar.
    Por que ele vai para um hospital se não há tratamento algum com eficácia comprovada?
    Alguma coisa ou outra ajuda.
    Dexametasona, respirador.
    Mas não garantem curar ou vida do paciente.
    O esquerdista acredita na "ciência".
    Por isso fica em casa tomando chá de boldo esperando a morte chegar.
    Nada de ivermectina ou cloroquina.

  6. Pixuleco disse:

    PIXU leu o artigo . PIXU domina a língua inglesa . PIXU leu várias vezes o artigo . Esse remédio de piolho não funciona .

  7. Sandro disse:

    Os bolsominions tentam, a todo custo, promover esse medicamento, impressionante.
    Minha gente, Natal INTEIRA já tomou ivermectina e aqui não para de morrer gente.
    Não passem tanta vergonha!

    • Baldok80@gmail.com disse:

      Tu ou algum parente seu pegar, tu sejas bem escroto e diga ao médico que não vai tomar, por questões políticas, aí depois tu conta aqui o resultado.

    • Evandro disse:

      Não precisa vc tomar, mora feliz, Petralha bom, é Petralha morto.

    • Humberto de Souza disse:

      Aí, só tem ptralhas, vivem de migalhas e bolsas do governo. Tem q morrerem mesmo.

  8. José Mário disse:

    Parabéns Dr Albert Dickson por defender o certo. Até britânicos já concordam. Só não os esquerdopatas.

  9. Pixuleco disse:

    PIXU domina a língua inglesa e já lei o artigo do começo ao fim 3 vezes e conclui triste , que o texto éininclysjvo e precário de dados confiáveis do ponto de vista científico . É a nadam coisa de dizer que lambedor é bom gripe , funciona pois na gripe vice tem o cidmclj da doença é vc realmente toma e duva bom de qualquer jeito . A ivermectina não teM efetividade e pronto . Já está dito. desdito s comprovado . PIXU não médico nem epidemiologista , mas PIXU é letrado , bem informado e inteligente .

    • Patriota disse:

      Então morra desgraça !!!!
      Esquerda nunca mais!!!!!

    • Francisco Isaías Sobrinho disse:

      Esquerdopatia é uma doença grave, pior que coronavírus, não tem cura nem vacina. Ninguém está afirmando que a ivermectina cura definitivamente. O que se vê na prática e centenas de médicos famosos estão alardeando diariamente na internet é que a ivermectina reduz a infecção e a mortalidade. Eu mesmo sou prova disso. Todos da minha família tomamos ivermectina e três filhos, duas noras e três netos tiveram COVID-19 e todos se salvaram sem necessidade de internação hospitalar. Apenas um filho, tratou-se mesmo em casa ficou uma semana em repouso , os demais não pararam suas atividades, sem contar que eu estou passando incólume com meus 87 anos bem vividos, apesar de nesse meio, ter uma filha que torce a favor do vírus. Tirem suas conclusões.

  10. Irany Gomes disse:

    A esquerdalha pira, porque quanto mais mortes, melhor para eles…

  11. Xhadoamazonas@gmail.com disse:

    Se funcionasse Natal não estaria vivendo esse pesadelo. Conheci três pessoas que tomaram IVERMECTINA e hoje estão mortos . A causa da morte COVID. Precisamos de vacinas urgentemente.

    • Olegariosilva disse:

      Então a culpa eh da máscara . Todos usará máscaras . Petista fica quieto 🤫

  12. Lucianobrito disse:

    Apareçam os negacionista da ivermectina .

  13. David disse:

    Mas o retardado mental pixuca, Zé gado, Manoel… outros fez o experimento, só que introduzindo no traseiro, com peia do jumento. Comprovou q não faz efeito. Agora vai introduzir 2 pêia e ver. Rsrsrs

  14. A VERDADE CIENTÍFICA disse:

    A IVERMECTINA vem sendo testada, aprovada e usada no tratamento do covid no Japão, na Coreia do Sul, Israel, Eslováquia, India, além de vários médicos e associações médicas terem publicado comunicados sendo favorável a medicação. Assim como a cloriquina.
    Se continua a dúvida, é só acessar a publicação do American Journal of medicine de 01/01/2021 que é o top dos top da medicina que vai encontrar mostra trabalho científico, nas páginas 16 a 21 que aprovou o uso da Azitromicina, Hidroxicloroquina e o Zinco e o FDA reconhece a eficácia da ivermequitina. Se isso não é comprovação científica, então nada mais é.
    Então fica o questionamento: Quem foi contra o uso dessa medicação e chegou até a proibir, cometeu algum erro contra a vida?

  15. Chicó disse:

    Infelizmente politizaram a ivermectina e tiraram a chance de muitas pessoas sobreviverem !!! Esses são os verdadeiros genocidas.

  16. Vini disse:

    A pesquisa, no entanto, tem problemas. "É tão mal feito que não dá para tirar qualquer conclusão, o que os próprios autores reconhecem no fim do artigo", aponta Marcio Sommer Bittencourt, cardiologista no Hospital Universitário da USP e editor do periódico científico Circulation: Cardiovascular Imaging…. – Veja mais em https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/01/22/covid-19-por-que-estudo-que-indica-eficacia-da-ivermectina-nao-e-confiavel.htm?cmpid=copiaecola

    • Naderson disse:

      Pesquise em sites europeus, pq esses da UOL, Folha, não tem respaldo algum…kkkkkkkk

    • Luciano disse:

      E a pesquisa que a médica petista disse q 90% tomou? Kd ela? Onde foi que ela tirou esses dados? Perguntou a cada paciente, foi?

  17. Silva disse:

    Aí vem a infectologista petista, sem provas, sem nenhum estudo, sem nenhum dado, dizer que não.
    Essa mulher é uma irresponsável. O Governo da Fátima é um desastre. Pede para essa médica perguntar onde foi parar os 5.000.000,00 milhões dos Respiradores. Eu sei: empresa fantasma nos EUA.

Prefeitura de Parnamirim reabilita leitos clínicos e de UTI para tratamento da Covid-19

FOTO: ASCOM

Para melhor atender a população e a atual demanda, a Prefeitura de Parnamirim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), está reabilitando leitos clínicos e de UTI, na Maternidade Divino Amor e no Hospital de Campanha para atendimento exclusivo aos casos da COVID -19.

A prefeitura irá contar com o suporte de 20 leitos a mais, sendo 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), todos em pleno funcionamento, na Maternidade. Já no Hospital de Campanha, 10 leitos clínicos também serão reabertos.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o município conta ainda com 19 leitos clínicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Esperança, 6 na Unidade de Saúde Suzete Cavalcante, em Nova Parnamirim, além de 31 leitos de retaguarda não Covid no Hospital Márcio Marinho, em Pirangi.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antenado disse:

    O hospital de campanha do Estado vai inaugurado quando? Vai ser no PAPI mesmo?

Médica do comitê científico do RN diz que mais de 90% dos internados em UTIs no estado usaram remédio “sem eficácia comprovada” contra Covid-19

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

A médica infectologista Marise Reis, membro do comitê científico do estado, criticou o uso de medicamentos como a ivermectina como medida de prevenção à doença. Em entrevista a Bom Dia RN nesta terça-feira(23), disse que mais de 90% dos pacientes internados nas UTIs com Covid-19 no Rio Grande do Norte tomaram remédios “sem eficácia comprovada” contra a Covid-19, assim classificou.

Marise Reis Ela também criticou o incentivo ao uso da ivermectina para proteger contra o novo coronavírus. “Essa defesa nesse momento é um acinte. É um acinte ao conhecimento médico, ao conhecimento científico. É inaceitável”, declarou Marise.

“Não adianta a população, as pessoas, se esconderem por trás de um comprimido de ivermectina, achando que ele vai te proteger. Não vai. A literatura já é clara em relação a isso. Não há evidências de que esse medicamento protege contra a Covid. Então, o apelo que nós fazemos é: não tome remédio e saia por aí achando que você não vai adoecer”.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Diogo silva disse:

    EU TIVE E TOMEI IVERMECTINA, E O QUE GANHEI FOI UMA BELÍSSIMA DIARREIA!!

  2. Diogo silva disse:

    VEJO QUE A MAIORIA QUE AQUI COMENTA E O GAFO RAIVOSO!!
    ACHO QUE É MUITO SIMPLES ELA CHEGAR A ESSES NÚMEROS, QUE QUASE TODO MUNDO JA SÁBIA, É SÓ OS MÉDICOS FAZEREM UM LEVANTAMENTO JUNTO AOS PACIENTES!!

  3. Thiago lira disse:

    Como ela chegou a esses números?

  4. Direita radical. disse:

    Pela cara, é esquerdista. Sem credibilidade.

  5. Nelson disse:

    O petista fala, fala e depois acaba pisando em cima da língua.
    Baseado em qual estudo a Dra Faz essa afirmação????

  6. Carlos disse:

    Isso é chute. Não é ciência. Onde esta publicado essa estudo??

  7. Virgínia disse:

    Por favor, BG, faça uma entrevista com alguém do Comitê Cientifico de Natal ou com a infectologista do Giselda Trigueiro, que tem defendido a ivermectina, e pergunte se a informação dessa senhora procede. Não acredito que seja verdade, parece mais um discurso negacionista (palavra que eles amam) dos mesmos de sempre.

  8. LINDENBERG DINIZ DE ARAUJO disse:

    Boa tarde, quem fez essa estatística para essa médica. Está falando besteira.

  9. Ivan disse:

    Essa "miséra" é do comitê q disse q estaríamos em 12.000 óbitos em Agoosto?? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, tem muita credibilidade mermo….Nem eles acreditam mais no que dizem…

  10. Antonio Araujo disse:

    Dra. Marise? Comitê científico ideológico? Me poupem…

  11. João Juca Jr disse:

    Que afirmação ridícula! Quer dizer que ela foi de leito em leito perguntar se o paciente tinha tomado Ivermectina? Será que ela quis insinuar que as pessoas estavam doentes por terem usado Ivermectina? Isso é ciência? Só se for ciências ocultas e letras apagadas.

  12. Mucio disse:

    Essa tem cara e discurso de PETISTA, não precisa falar mais nada ! Joga no lixo o que ela falou .

  13. Antonio Turci disse:

    Coitadinha. Morta de vontade de aparecer, de estar na berlinda!!! Deve petista.

  14. Gustavo disse:

    O engraçado é que as centenas de relatos sobre a eficácia do referido medicamento são sumariamente esquecidos, enquanto a negação da eficácia é tida como certeza absoluta. Por mais credibilidade que tenha aquele que defende a utilização, e por mais desconhecido que seja aquele que nega.
    Na verdade, nunca foi falado que a ivermectina previne o contágio, mas que reduz a carga viral do paciente, ou seja, mesmo tomando a substância, a pessoa pode ser contaminada, mas a evolução da doença para os estágios mais críticos torna-se mais difícil.
    Se algum ignorante toma e vai aglomerar, o problema é do ignorante e não do medicamento. Querem politizar até isso. Quem não acredita, não toma. Simples.

  15. Lucis disse:

    Médica excepcional.Tudo que disse com toda certeza tem respaldo técnico e teórico.E para quem desconhece : todas as vezes que se tem um atendimento médico é normal o mesmo perguntar se o paciente faz uso de alguma medicação.Sendo assim foi daí que se afirma que fizeram sim o uso de ivermectina.Aceitem que os médicos que defendem o fármaco são políticos.Se não o são trabalham para eles.

  16. Flávio disse:

    Hipocrisia em ação, como esta comitê e favorável apenas na confirmação científica. A profissiinal não poderia levar em consideração este dado, pois se baseia apenas em dafos aleatórios e empíricos. Mas agora ela acredita no empirismo, qual será o motivo ?

  17. Jorge disse:

    Todas as partes estão certas. Todos estão tomando invermectina e somente por isso achando que estão imunes à doença e relaxando nos cuidados de prevenção.
    Então podemos até tomar o medicamento, mas não relaxemos de todos os demais cuidados: não aglomeremos, usemos máscaras, lavemos as mãos e usemos álcool em gel.

  18. Santos disse:

    O problema é que o gado não entende que usar a Ivermectina não pode está desassociada do uso de máscaras, maior frequência na lavagem das mãos, evitar o contato físico e evitar aglomerações, então tomam o remédio pra piolho e fazem o que o rei do gado manda, viver a vida normalmente.
    Parabéns dra, tem q desenhar pra esse pessoal.

  19. Eduardo disse:

    meu amigo, e quantos tomaram e não foram hospitalizados? Pqp que pesquisa BOSTA

    • Yago disse:

      Exato. Eu sempre tomei o remédio, tive o Covid e não fui hospitalizado. Quantas vidas a Ivermectina salvou.

  20. Luciano disse:

    Qual a fonte dessa pesquisa? Pq não existe nada que comprove que o paciente tomou ou não ivermectina… Não sou de acordo que o paciente tome, mas é critério de cada médico. Se vc ver o perfil dessa cidadã, só vai ver Haddad

  21. Analista disse:

    Minha imunidade vêm de uma dose de Samanau Prata, com uma colher de chá de Mel de engenho e 1/2 limão. Mistura tudo e toma em jejum. Nunca peguei uma gripe, desde os 16 anos. Estou com 35!!!

    • henrique disse:

      MELHOR REMÉDIO, mas libera qualquer cachaça. kkkkk
      PINGA e COVID, não se dão bem.

  22. Neto disse:

    Estou com os Drs. Fernando Suassuna, Alberto Dickson, Carla Dickson e INÚMEROS outros médicos renomados do Estado que indicam a Ivermectina como profilaxia, bem como, no início do tratamento da doença. Na minha família seis pessoas foram curadas, sem internação hospitalar, logo após o aparecimento dos sintomas. Parabéns aos médicos que defendem a vida e prescrevem a Ivermectina como profilaxia. Toma quem quer. Quem fizer uso dessa medicação deve conversar com algum especialista e saber qual a periodicidade com que deve ser ministrado o remédio. Um medicamento de baixo custo, portanto, acessível a quase todo mundo, que tem, quer queiram ou não admitir, salvado vidas.

    • Carlos disse:

      Com ctz, estes tem propriedade para falar do assunto e não essa esquerdopata que só pelo discurso nota-se a ideologia . Estamos cheio de petistas entranhados não adm pública , foram 14 anos de sementes plantadas. Descobriram somente 300 empregados de Jose Dirceu na Petrobras . Somente.

  23. joaozinho disse:

    É preciso ela fazer um estudo clinico primeiro e um apurado de dados, para saber se estes pacientes receberam ivermectina de fato. E se receberam, foram tratados no inicio (recomendado) ou na fase mais grave (sem efeito). So depois se pronunciaria a respeito disso da forma que ela ta fazendo. Da forma NEGACIONISTA em que o assunto é tratado, sem dados cientificos clinicos, ela cai tambem em descredito pelas alegacoes devido a pouca literatura cientifica que existe da medicacao. E o fato de haver pouca literatura, tambem nao significa que seja ineficaz ate se provar ao contrario. No momento, todos os meios clinicos de pacientes internados nao estao certificados como tratamento correto, sao para tratar consequencias. Vamos deixar morrer as pessoas pelo negacionismo, se houver uma chance de estarem certos ou errados? Deixe o medico prescrever o que ele acredita como o mais certo.

  24. Direita Honesta disse:

    Esse tal comitê é uma piada. Com base em quê essa senhora faz tal afirmação? Será que fez uma pesquisa estatística bem fundamentada? Muitos médicos e entidades médicas recomendam o uso desse medicamento, dentre outros, que tem demonstrado bons resultados, AMENIZANDO os efeitos do vírus. Ninguém nunca disse que, usando tal medicamento, se poderia "sair por aí, achando que você não vai adoecer". Essa senhora está deturpando tudo, como os "lacradores" sempre fazem.

    • Onaireves Caba de Peia disse:

      Para fazer uma afirmação dessas ela deve ter feito algum estudo, incluindo o universo que não foi hospitalizado, dividindo em:

      a) quem tomou medicamentos de forma PRECOCE;
      b) outros que tomaram em fases mais adiantadas (e em quais);
      c) quem não tomou nada.

      Analisar só quem chegou ao hospital e daí fazer um raciocínio indutivo (generalizar) é uma falha científica que certamente o nosso infalível Komitê Cientifico não deixaria ocorrer, né?

    • Direita Honesta disse:

      Em tempo, já foi detectado nas redes sociais que essa senhora é apenas mais uma petista de carteirinha, tendo feito campanha para Haddad/Manuela na eleição passada. Tinha de ser.

  25. Luciano Brito disse:

    Mais uma negacionista contra a ivermectina,essas pessoas curadas no RN foi com coca cola?

  26. Mauricio José de Garcia Maia disse:

    A médica contou? Sou mais Fernando Suassuna!!!

  27. Natal sofrida disse:

    E as que se viraram com o remédio? Eu por exemplo. E muitos que conheço.

    • Onaireves Caba de Peia disse:

      Essas estão fora da amostra da Dra. Salvo erro.
      Que parece que só tabulou quem foi para o hospital.
      Tem que saber também a partir de que fase os hospitalizados
      começaram a fazer uso da invermecina. Ciência é isso.

  28. Onaireves Caba de Peia disse:

    Pergunta científica (no meu pressuposto de esses 90% são dados cientificamente tabulados, não chute): se o universo analisado é o de hospitalizados, onde estão os que tomaram e não foram parar no hospital? Não estariam fora da amostra?

    • André Fortes disse:

      Eu tive e tomei remédio pra dor e suco de cajá todos os seis dias que fiquei ruim. É batata!

    • Antenado disse:

      👏👏👏👏👏

    • Onaireves Caba de Peia disse:

      Beleza, André. Consiga mais um mil relatos desse que eu cogito levar à sério.

  29. Maria disse:

    Tenho certeza que a Médica ao informar tal dado tem isso documentado e publicará tal estudo em um veículo da área. #SQN

  30. Railucio disse:

    Entre a Dra Lucy Kerr e a senhora…Fico com Dra Lucy…!!!!!

    Passaria um dia inteiro mostrando de forma transparente e eficaz , exemplos de sucesso da ivermectina no combate e profilaxia do covid.
    Mais vou citar apenas um exemplo…Eu e minha família somos testemunhas vivas da sua eficácia.
    No mais… quem nega ou não acredita….tome um danoninho de forma preventiva que talvez resolva.
    Blz…..

    • arqueiro -) disse:

      Eu e minha família tomamos café todo dia, e eu não parei de trabalhar pois sou do ramo de serviços essenciais, e não peguei COVID, seguindo sua linha de raciocínio logo podemos alegar que CAFÉ previne o COVID. Vamos tomar café……….

    • Potiguar disse:

      Railucio, esse é seu exemplo? Sendo assim, lá em casa somos em 3, não tomamos nenhum desses remédios para, supostamente, combater a covid, não deixamos de trabalhar, meu filho está indo para a escola e não pegamos também.

  31. Manoel disse:

    Parabéns Dra Marise.
    Pelo menos esse povo nao vai ter problema com Lombriga se nao morrer com complicações no figado ou ter a flora intestinal destruída.

    • Onaireves Caba de Peia disse:

      Só se tomar fora da dosagem prescrita.
      Não diga besteira, dotô.

Bolsonaro conversa com Israel para participação do Brasil na 3ª fase de testes do spray EXO-CD24, que registrou sucesso no tratamento da covid-19 em casos graves

Foto: Reprodução/Instagram

Através das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira(12) uma conversa com o Primeiro-Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu . Dentre outros assuntos, a participação do Brasil na 3ª fase de testes do spray EXO-CD24, medicamento israelense que, até o momento, vem obtendo grande sucesso no tratamento da covid-19 em casos graves.

O remédio citado por Bolsonaro está sendo desenvolvido no Centro Médico Ichilov, em Tel Aviv. De acordo com o The Times of Israel, o hospital disse que a substância EXO-CD24, que se trata de um spray, recuperou 30 pacientes em casos graves ou moderados de coronavírus.

Bandidos encapuzados invadem estação de tratamento de esgotos em Cidade Verde e roubam arma e colete de vigilante

Foto: Reprodução/TV Tropical

Três bandidos armados invadiram a estação de tratamento de esgotos, em Cidade Verde, em Parnamirim, e assaltaram dois funcionários da Caern e um vigilante. Entre os objetos roubados estão um colete balístico, uma arma e um carro.

Após o crime, os suspeitos fugiram. Ao visualizarem uma viatura da PM, eles abandonaram o veículo e fugiram pela mata. No veículo, os policiais encontraram alguns objetos que haviam sido roubados, como o colete e a arma do vigilante.

Na delegacia, as vítimas informaram que o grupo criminoso entrou encapuzado no local, agiu com violência e ainda se alimentou no local durante a ação.

Portal da Tropical

VÍDEO: “Que sirva de bom exemplo”, desabafa paciente do AM ‘bem tratado’ em Natal em mensagens ao seus governantes

Um paciente de Manaus, transferido da capital amazonense para Natal, rasgou elogios a estrutura do hospital de apoio, em hotel cinco estrelas, e ainda o tratamento dos profissionais de saúde na capital potiguar, no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. “Estamos sendo muito bem tratados”.

Em um vídeo de 5 minutos, “feito para que sirva de bom exemplo”, entre comparações, o homem faz um desabafo aos governantes de sua terra: “Aqui não falta nada. Não faltam insumos. A equipe médica solicitou uma radiografia do meu pulmão, e foi feita imediatamente. Solicitou tomografia computorizada, e foi efetuado imediatamente num equipamento de última geração, em perfeito estado, a favor da vida”, disse.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jacques disse:

    Ainda bem que o manauara no foi parar no Walfredo Gurgel.

  2. Bixa bixerrima disse:

    Por isso que quando tem concurso aqui impesta de gente, eu amo Natal, a qualidade de vida é absurda de boa.

  3. Henrique disse:

    Pixulezo é lezo mesmo viu kkkk

  4. Calígula disse:

    Graças ao Véio Bolsonaro que mandou verbas para a prefeitura e o prefeito Álvaro Dias soube investir.
    Já a Governadora do Decreto Fátima Bezerra PT gastou 5 milhões para comprar respiradores e até hoje não recebeu, nem os respiradores, nem o dinheiro de volta.

  5. Lourenço disse:

    Pixu 😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭

  6. Brasil livre!! disse:

    👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  7. Pixuleco disse:

    Obrigado governadora Fátima ! A senhora com sua eficiente gestão ajudou ao prefeito a realizar esse projeto . Se fôssemos depender de Tonho da lua , estaríamos no ozônio e sem máscara 😷.

    • Neco disse:

      Aí fala merda.

    • João Soares disse:

      Babaca, o paciente falou dez vezes o nome do prefeito, seu otário

    • Roberto disse:

      Obrigado, Prefeito Álvaro Dias, pelo brilhante enfrentamento do covid 19. O Hospital de Campanha, os Centros de Triagem e o protocolo de medicamentos livraram muitos da morte. O natalense reconheceu seu empenho e agradeceu com a sua eleição em primeiro turno. Hoje, até os pacientes de outros estados acolhidos pela saúde municipal, são gratos pelo tratamento recebido. Se Natal fosse depender da incompetência do desgoverno de Fátima Bezerra, provavelmente atingiria o número de mortos divulgado, irresponsavelmente, pelo Secretário Estadual de Saúde, que tocou terror na população e nem um hospital de campanha construiu (embora tenha recebido verbas para esse fim), bem como não orientou a população a fazer profilaxia com o protocolo de medicamentos (Ivermectina, Azitromicina), que evitou tantos sofrimentos e mortes, pelo contrário, só fez criticar.

    • Chega de CANALHAS disse:

      A esquerda é assim, quando não rouba dinheiro rouba a idéia e o trabalho feito pelos outros!!!! Ah RAÇA RUIM🤮🤮🤮

Respeitada revista britânica The Lancet publica estudo que destaca sinais positivos da ivermectina no tratamento da covid

Foto: Reprodução

A respeitada revista britânica, The Lancet. publicou em 19 de janeiro mais um estudo sobre o uso da ivermectina no tratamento contra a covid. No artigo, “O efeito do tratamento precoce com ivermectina na carga viral, sintomas e resposta humoral em pacientes com COVID-19 não grave: um ensaio clínico piloto, duplo-cego, controlado por placebo, randomizado”, destaca-se em trecho “uma redução acentuada de anosmia / hiposmia autorreferidos, uma redução da tosse e uma tendência para diminuir as cargas virais e os títulos de IgG mais baixos, o que justifica a avaliação em ensaios maiores”.

O estudo via proporcionado via SGlobal, Instituto de Saúde Global de Barcelona e Clínica Universidad de Navarra, também cita  “sinal positivo encontrado neste piloto, juntamente com evidências emergentes de modelos animais e outros ensaios clínicos, garante a realização de ensaios maiores usando ivermectina para o tratamento precoce de COVID-19”.

Ainda nesse sentido, o piloto mostra uma tendência a diminuir as cargas virais no grupo da ivermectina, uma tendência a diminuir os títulos de IgG que podem refletir doença mais branda e benefício clínico nos sintomas cardinais de COVID-19 associados a danos nos tecidos: anosmia / hiposmia e tosse. “Esses resultados estão de acordo com as evidências emergentes de ensaios em Bangladesh [10,11] e Argentina [12] mostrando uma eliminação viral mais rápida em participantes tratados, bem como com dados recentes de um modelo de hamster SARS-CoV-2 do Instituto Pasteur que também mostrou uma dicotomia sexual marcada no efeito da ivermectina na anosmia / hiposmia [24]”, destaca.

Enquanto se aguarda a confirmação desses resultados, o estudo lança alguma luz sobre o potencial mecanismo de ação da ivermectina contra COVID-19. “Este piloto aponta para um uso potencial de ivermectina em COVID-19 que justifica uma exploração mais aprofundada em ensaios maiores, com resultados clínicos em pacientes com fatores de risco ou doença mais grave. Isso é de particular importância para ambientes com recursos limitados, devido ao baixo preço da ivermectina, ampla disponibilidade e escalabilidade dos processos de fabricação”, diz o artigo.

Um outro trecho do estudo destacado pelo The Lancet faz um resumo do piloto, citando várias limitações importantes que garantem uma interpretação cuidadosa dos resultados. “Em primeiro lugar, foi desenhado para explorar um sinal potencial para o uso da ivermectina no COVID-19, não para fornecer evidências definitivas sobre o assunto, daí o seu pequeno tamanho de amostra. Em segundo lugar, este piloto foi restrito a indivíduos com doença não grave e sem fatores de risco para os quais o tratamento foi fornecido nas primeiras 48 horas de febre ou tosse, isso deve ser levado em consideração para o desenho de quaisquer estudos confirmatórios a serem realizados. Além disso, a quantificação da carga viral apresentada é intrinsecamente limitada pela heterogeneidade nas amostras, mesmo se todas fossem obtidas pelos mesmos médicos, a padronização contra um gene de célula epitelial humana seria necessária para garantir que as cargas virais sejam verdadeiramente comparáveis ​​[39]”, diz.

Por fim, o artigo do The Lancet enaltece o sinal positivo encontrado nesse piloto justifica a realização de estudos maiores usando ivermectina para o tratamento precoce de COVID-19. “Esses ensaios devem incluir pacientes com fatores de risco para doenças graves, bem como pacientes com pneumonia. O potencial para um mecanismo de ação diferente do efeito antiviral direto também abre a porta para a profilaxia pré-exposição em grupos de alto risco”, encerra.

Íntegra de artigo:

https://www.thelancet.com/journals/eclinm/article/PIIS2589-5370(20)30464-8/fulltext

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ildeu Mendes disse:

    Boa tarde!!
    Eu minha família estamos tomando a evermectina. E com ajuda de Deus juntos venceremos a luta!!
    Atenciosamente!!
    Mendes Cabeleireiro!!
    Da cidade Montes Claros MG

  2. Ivan disse:

    E agora petistas adoradores do vírus??? Essa "ciência" num vale…Çey…kkkkkkkkkkkkkkkkkk…Fiquem em casa e só procurem um médico qnd estiverem com falta de ar…

  3. João Macena disse:

    Ricardo Carvalho, vc foi sensacional no seu comentário irônico e inteligente. Parabéns! João Macena.

  4. Arthur disse:

    Venham conhecer Natal, a primeira capital a erradicar os piolhos de sua população. kkkkkkk

  5. Tico de Adauto disse:

    Tomem o remédio, então, gados bovinos. Kkkkkk

    • Ricardo Carvalho disse:

      Você não pode tomar, Tico, ivermectina mata vermes e parasitas! kkkkkkkkkkk

    • Direita radical disse:

      Vc não pode tomar porque não serve pra jumentos, só pra gados.
      #FechadosComBolsonaro

  6. Henrique disse:

    Esses “tratamento precoces” com as “inas” é como tratamento Homeopático: se o paciente não piorar ou morrer, pronto, conclui-se logo que o tratamento é eficaz.
    Se cloroquina e ivermectina dessem certo Manuas não estaria como tá, pois recebeu chuvas desses remédios.

  7. Paulo Henrique disse:

    Ivermectina, irei tomar enquanto não tomar a vacina. Dr. Albert. parabéns. Pelo conhecimento e uso profilático. Além do tratamento dos infectados.👏👏👏

  8. Adriano disse:

    Análise de estudos sobre ivermectina indica eficácia potencial contra Covid-19

    Da CNN, em São Paulo
    21 de janeiro de 2021 às 19:22
    Atualizado 22 de janeiro de 2021 às 09:06

    Parabéns ao Dr Albert Dickson que foi o 1° a levantar essa Bandeira.

    • Bawer disse:

      Sinto orgulho dele por isso. Outro dia ouvir o apresentador Salatiel debochar dele pelo uso e indicação da ivermectina. Deveria perdir perdão agora pela asneira que disse na época.

  9. Manoel disse:

    Sei que pode ser contra a natureza dos ruminantes bovinos pensarem , mas tirem a viseira e leiam: https://www.gazetadopovo.com.br/mundo/didier-raoult-medico-frances-estudo-hidroxicloroquina. Acreditar na ciência e na comprovação científica não eh ser de esquerda, comunista muito menos votar no PT!!! Não existe pílula mágica contra a covid, só Maduro e Bolsonaro querem fazer o povo acreditar nisso! O MINTOmaníaco inepto quer fazer o povo tomar um remédio que JÁ HÁ COMPROVAÇÃO QUE NÃO AJUDA EM NADA CONTRA A COVID! Sabe o porquê ele quer fazer o povo tomar cloroquina? Pq comprou estoque gigante e agora o o ministro da saúde está sofrendo reprimendas do TCU por gastar dinheiro do SUS em mais um devaneio do MINTOmaníaco… Saiam dessa bolha de narrativas bolsopetistas e pesquisem… Não vai doer pensar um pouco, muito menos vai transformar ninguém em petista ou comunista kkkk

    • Neco disse:

      Famosa falácia da falsa proclamação de vitória, com base na seleção direcionada de evidências.

    • Neco disse:

      Vou repetir o que disse há pouco: Bolsonaro não obrigou ninguém a fazer nada. No máximo fez uma aposta errada (mas essa discussão tá longe de ser encerrada), num momento em que estava todo o mundo batendo cabeça, sem saber o que fazer. Vide as indas e vindas da OMS sobre muitas abordagens. Sem sequer existir algo devidamente submetido a todos os trâmites científicos (demoram, demandam observação de longo prazo). A clorquina serve para um monte de coisa (pesquise). Se uma parte se estragar, paciência. Ninguém sabia o que fazer mesmo (tinha muito profisisonal renomado recomendado, Marina Bucar,m para citar um nome). Falar em ciência agora que as vacinas estão mais ou menos confiáveis é fácil. Imputar a isso uma tentativa de matar pessoas ou negar a ciência é só narrativa vigarista de perdedor.

    • Direita radical disse:

      Vc com certeza tomaria as "gotitas" do maduro né?
      #CloroquinaMitoCura

  10. Geofla disse:

    Chupa esquerdopatas negacionistas do quanto pior melhor.

  11. Dr. Veneno disse:

    Só não acredita quem não quer.
    Até os médicos q a condenam já tomaram.
    "Faça o q eu digo, mas não faça o q eu faço"

  12. João Dantas disse:

    tomei, tomo e continuarei tomando, eu e minha família, Dr. Albert sempre teve razão.

  13. Lucianobrito disse:

    Aproximadamente 8 milhões de curados no Brasil, essas pessoas foram tratadas com coca cola ou tratamento precoce inclusive com ivermectina? Bolsonaro tem razão esperando 2022.

  14. Roberto Araújo disse:

    O Pateta do Planalto comprou cloroquina para vinte anos e vejam vocês, todos os estudos mostraram nenhum efeito benéfico no tratamento para covid e em alguns casos causaram problemas cardíacos. A azitromicina assim como todo antibiótico combate bactérias, portanto caso sua a covid NÃO se desenvolva para um quadro inflamatório (assim como 80% dos acometidos pela doença, que são quatro leves ou automáticos) não é necessária sua prescrição. O único medicamento que mostrou alguma possibilidade de resultados positivos foi a ivermectina e esse mérito não é do Pateta

    • Deodato disse:

      Roberto você é mais um que nega a realidade.
      Desde sempre Bolsonaro defendeu a ivermectina e a cloroquina contra o covid.
      Tanto que a ivermectina acabou nas farmácias no primeiro semestre de 2020.
      Passou a ser remédio comprado só com receita, depois voltaram atrás.
      Quem NEGOU A EFICÁCIA DA IVERMECTINA FOI O GOVERNADOR DE SÃO PAULO, seguido pelos GOVERNADORES DO NORDESTE. O discurso deles para enganar o povo, era que "não tinha comprovação científica". Isso é de conhecimento público e existem incontáveis vídeos para provar. NÃO MINTA ROBERTO

    • Neco disse:

      Bolsonaro não obrigou ninguém a fazer nada. No máximo fez uma aposta errada (e essa discussão tá longe de ser encerrada), num momento em que estava todo o mundo batendo cabeça, sem saber o que fazer. Vide as indas e vindas da OMS sobre muitas abordagens. Sem sequer existir algo devidamente submetido a todos os trâmites científicos (demoram, demandam observação de longo prazo). A clorquina serve para um monte de coisa (pesquise). Se uma parte se estragar, paciência. Ninguém sabia o que fazer mesmo. Falar em ciência agora que as vacinas estão mais ou menos confiáveis é fácil. Imputar a isso uma tentativa de matar pessoas ou negar a ciência é só narrativa vigarista de perdedor.

    • Bawer disse:

      Quando vc pegar o covid19 é o que vc vai receber e com certeza vai tomar, ivermectina/azitromicina, caso piore para o estado grave, passará a toma hidroxocloriquina.

  15. Ricardo césar disse:

    Bruno Araujo Guevara, o negacionista

  16. Faça o bem disse:

    Só não pode misturar com leite condensado.

    • Direita radical disse:

      Também tá contra indicado para jumentos.
      Gado pode.
      #FechadosComBozoParaSempre

  17. JUAILSON VIEIRA DANTAS disse:

    Depois dizem que o PR é negacionista, vários depoimentos por médicos, revista científica, pessoas que usaram, mas mesmo assim os esquerdopatas continua negando a eficiência, é só não tomar, eu já fiz dois tratamento precoce com IVERMECTINA, mas o bom que não é obrigatório, toma quem quer.

  18. Sérgio disse:

    Tomei e tive bom resultado, nos SINTOMAS. Quanto a evitar a Covid, pelo jeito só a a vacina mesmo. Venha de onde vier.

  19. Rato Branco disse:

    Bom dia. Entendo que o tratamento precoce é usar máscara e não andar em locais com aglomeração de pessoas, lavar as roupas quando sair, limpar as mãos e lavar as máscaras diariamente
    A covid é novidade para a ciência. é como ovo. Um dia a ciência diz que é bom para a saúde, no outro, diz que não presta.
    Prevenção é o melhor modo de evitá-la

    • Calígula disse:

      Essas máscaras não protegem nem contra peidos, vai proteger contra vírus.

    • Natanael disse:

      O povo se contenta com o que a mídia vende e aceita a manipulação.
      Só as máscaras não vão evitar, deveria estar usando luvas descartáveis também.
      Existem centenas de estudos PROVANDO QUE A MEDICAÇÂO PREVINE CONTRA O VÍRUS, aumentando a resistência do organismo.
      Mas os crentes viciados nas narrativas da esquerda, duvidam dos estudos científicos e acreditam nas versões criadas pelos políticos sem qualquer fundamento.

  20. ZéGado disse:

    Coloquem no feijão também

    • Bawer disse:

      Cara faz algum comentário sensato, só falar asneiras. Se tivessem ouvido os infectologistas e médicos e não a OMS e a mídia comprada e adepto do "quanto pior melhor" muitos estariam vivos pra contar vitória.

  21. joao disse:

    Pelo visto a cada dia o presidente tinha razao. Remedios simples e baratos podem salvar vidas. O prefeito de Natal e os verdadeiros infectologistas estao de parabens pela coragem. Esse povo da esquerda e da globo é que sao genocidas.

  22. Tarcísio Eimar disse:

    Fiz antes da ser COVIDADO, durante e após recuperação continuo fazendo. Creio q por isso meus sintomas foram leves, nada que chegasse a afeta meu sistema respiratório.

  23. Júlio César Pessoa disse:

    Eita que o BA agora endoida!!!

  24. Diabinho disse:

    Será que o senador Frances do PT ja leu sobre isso??? Acho que nao… pq nao é favoravel a narrativa deles de quanto pior, melhor.

  25. Chicó disse:

    Aqueles que negam o tratamento precoce deveriam responder criminalmente pelas inúmeras mortes que poderiam ser evitadas. Eles são os verdadeiros negacionistas e genocidas !!!

    • Manoel disse:

      Não existe tratamento precoce em lugar nenhum no mundo! Quanto ao coquetel que querem empurrar no povo sem comprovação alguma estão a cloroquina e a azitromicina, aliás, esses dois já tem vários estudos que comprovam que não há beneficio NENHUM contra a covid! Sobre a ivermectina há alguns estudos iniciais e alvissareiros…

    • Neco disse:

      Tem vários estudos que atestam a eficácia da azitromicina e HCQ. Além de muitos relatos empíricos ainda não tabulados. As prssoas pinçam os frutos que confirmam as suas crenças e ignoram as que a contrariam.

    • Paulo Roberto disse:

      Esse Manoel é um ser desprezível. Um coveiro. Vai de retro!

  26. Romeiro disse:

    Agora eu farei uso

Professora Julianny Barreto Ferraz lança o “Curso Descomplicando o tratamento de feridas”

Julianny Barreto Ferraz, Enfermeira Dermatológica e Pioneira em Terapia Larval, residente da Cidade de Natal, localizada no Rio Grande do Norte lança um curso totalmente online para profissionais da saúde, com início em 25 de janeiro de 2020.

O Curso Descomplicando o tratamento de feridas, tem como objetivo desenvolver o raciocínio clínico direcionando o foco do cuidado à pessoa com feridas. Descomplicar a assistência dá celeridade ao processo o que repercute em menos custos, maior satisfação do portador e empoderamento do profissional.

Serão 40 horas mescladas com atividades de fixação, quiz, lives, leitura de material disponibilizado em um drive e aulas expositivas dialogadas que trarão a prática baseada em evidência científica para transformar o seu fazer profissional.

O Curso está custando a partir de R $300,00 e poderá se inscrever através da plataforma Sympla, no link que segue abaixo.

Para mais informações, pode-se acompanhar Julianny Ferraz pelas redes sociais.

Instagram: @enfjuliannyferraz

Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/curso-descomplicando-o-tratamento-de-feridas__1089653

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Julianny Ferraz disse:

    Agradeço pela oportunidade de divulgar o meu trabalho.

Novos estudos destacam resultados positivos da ivermectina no tratamento profilático e na redução da carga viral da covid

Foto: Prefeitura de Itajaí/Divulgação/Arquivo

Estudos em mais de 20 países destacam a ivermectina no tratamento profilático e na redução da carga viral da covid-19. Nos últimos meses, diversos artigos de hospitais e pesquisadores atestam: a droga antiparasitária popular, atua no SARS-CoV-2 evitando que as proteínas virais entrem no núcleo da célula.

A Sociedade Internacional de Doenças Infecciosas, em artigo em destaque AQUI, destaca que o rastreio de drogas virtual recente identificou a doxiciclina como um potencial inibidor da protease semelhante à papaína SARS-CoV-2 (Wu et al., 2020). Um estudo observacional no qual os pacientes foram tratados com uma dose única de ivermectina e várias doses de doxiciclina para o tratamento de COVID-19 produziu melhorias consideráveis ​​nos sintomas e na resposta viral (Alam et al., 2020).

“Um estudo retrospectivo recente descobriu que pacientes hospitalizados que receberam ivermectina com outros tratamentos (por exemplo, azitromicina e hidroxicloroquina) tiveram uma mortalidade mais baixa do que aqueles que não receberam ivermectina (Rajter et al., 2020). Mais estudos são necessários para verificar esses achados. Esta necessidade é ainda mais enfatizada pela observação de que o SARS-CoV-2 se multiplica rapidamente no trato respiratório e que a evidência de modelos animais mostra níveis três vezes mais altos de ivermectina no tecido pulmonar do que no plasma em 1 semana após a dosagem oral (Chiu e Lu, 1989, Lespine et al., 2005 Lespine et al., 2005). Este estudo piloto foi realizado para avaliar a rapidez da eliminação viral e a segurança de um ciclo de 5 dias de ivermectina ou uma dose única de ivermectina + um ciclo de 5 dias de doxiciclina no tratamento de COVID-19 leve em adultos”, destaca trecho de artigo.

Artigos abaixo:

https://www.ijidonline.com/article/S1201-9712(20)32506-6/fulltext

https://c19ivermectin.com/

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Virgínia disse:

    DR ALBERT DICKSON..QUE INICIOU A LUTA..AGORA TODO MUNDO QUER SER O PAI .. PARABÉNS SIM..A DR. ALBERT DICKSON

  2. Lulaladrão disse:

    Pode usar Ivermectina companheiros, aqui quem fala é Lula o ladrão mesmo!

  3. ? disse:

    Interessante é ver que o estudo foi financiado por uma farmacêutica que vende ivermectina. Curioso…

  4. Francisco disse:

    Meu Deus! Vão aprender a ler.
    A droga demonstra em ensaio observacional um potencial só isso e mais nada, como muitas outras drogas.
    TEM POTENCIAL E DEVE SER ESTUDADA.

  5. Souza disse:

    Somente os esquerdopatas não admitem. É uma doença.

  6. joao disse:

    vai ver que na china remedio de piolho é profilatico…

  7. Calígula disse:

    #BOLSONARO TEM RAZÃO

    • Maria disse:

      Muita calma nessa hora, o sei Boso migrou pra ivermectina , qdo ela já tinha estudos científicos. O seu Boso deveria ser punido pela compra da CLOROQUINA , comprou a matéria prima da Índia , mandou milhões para os laboratórios militares e a empurra de goela a baixo , a droga não tem indicação em nenhum país para a COVID, até quem é leigo poderia juntar as coisas, em Manaus , a população toma direto e o índice de mortes é altíssimo. Agora o seu Boso se apega na ivermectina pra se salvar das críticas . Em abril já saiu o primeiro estudo da ivermectina e seu presidente só falava na cloroquina de Jesus.

  8. ROBERTO disse:

    Não consigo entender como alguns médicos dizem que a ivermectina não adianta nada.
    ADIANTA SIM,
    BOLSONARO 2022

    • Zé de Joca disse:

      Tenho certeza que você não é médico. Arriscaria dizer que é semi analfabeto pela lógica do comentário que postou.

Ivermectina pode ser a responsável pela baixa mortalidade da Covid-19 na África, destaca Bolsonaro; presidente também cita estudo que reconhece a nitazoxanida

Foto: Reprodução/Instagram

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender, nesta 3ª feira (5.jan.2021), o uso precoce de medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento da covid-19. Em publicação no Twitter, o chefe do Executivo atribuiu a baixa taxa de óbitos por coronavírus em países africanos à distribuição em massa da ivermectina.

A imagem divulgada pelo presidente lista 9 países que integram iniciativa da OMS (Organização Mundial de Saúde) de distribuição do medicamento no Programa Africano para Controle de Oncocercose, doença chamada também de “cegueira do rio”.

Os dados apresentados na tabela apontam que, até 4 de janeiro de 2021, entre os países listados, o Quênia tinha o maior número de mortes por milhão de habitantes (32,1). O Brasil, até 1º de janeiro deste ano, era o 21º país do mundo em mortes por milhão de habitantes (923).

Na mesma publicação, Bolsonaro também fez apologia ao uso do medicamento antiviral nitazoxanida, conhecido como Anitta. Segundo ele, o vermífugo é capaz de reduzir a carga viral de pacientes infectados pelo coronavírus.

O presidente afirmou que estudo sobre o remédio foi publicado em “conceituada revista científica internacional”. O mandatário anexou à publicação um áudio de reportagem do programa de rádio A Voz do Brasil sobre a veiculação, pela revista científica European Respiratory Journal (íntegra, em inglês – 2 MB), de artigo científico com resultados do estudo financiado pelo governo federal.

De acordo com a pesquisa, a carga viral dos 194 pacientes que se trataram com a nitazoxanida caiu 55% depois de 5 dias. Entre os 198 voluntários que tomaram o placebo, a carga viral teve redução de 45% no mesmo período. O vermífugo não levou à redução dos sintomas da covid-19. Os pesquisadores concluíram não haver evidências de que o medicamento seja uma terapia efetiva para pacientes com casos leves de covid-19.

Um membro da Sociedade Brasileira de Infectologia, ouvido pela reportagem do Poder360 e que não quis se identificar, disse que o estudo não apresenta “dados clínicos relevantes“. “O artigo é muito fraco. É impossível recomendar qualquer coisa baseada nele“, afirmou.

O trabalho foi enviado ao European Respiratory Journal em 5 de outubro. Foi aceito em 4 de dezembro e publicado em 24 de dezembro. É assinado por 29 pesquisadores, coordenados pela professora Patrícia Rocco, da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Em outubro, o governo federal promoveu evento para divulgar os resultados desse estudo, mas não apresentou os dados. Usou um gráfico genérico, comprado em banco de imagens, para ilustrar a apresentação.

Com acréscimo de informações do Poder 360

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Kennedy Diniz disse:

    Se A IVERMECTINA DESSE RESULTADO POSITIVO, NATAL NÃO TERIA TIDO TANTOS ÓBITOS. Natal é uma das cidades que mais teve óbitos por milhão de habitantes no mundo. A Ivermectina aqui em Natal foi é está sendo distribuída igual a RECEITA DE BOLO. Se desse resultado, não teríamos tido tantas mortes aqui em Natal.

  2. Kennedy Diniz disse:

    Só LEMBRANDO que a TAXA DE MORTALIDADE POR COVID EM NAT É UMA DAS MAIORES DO MUNDO POR MILHÃO DE HABITANTES. Aqui em Natal IVERMECTINA É RECEITA DE BOLO NOS GINÁSIOS DE ESPORTES E POSTOS DE SAude, se desse resultado, NATAL NÃO TERIA MORRIDO TANTA GENTE.

  3. Minion de Peixeira disse:

    Pra esses genocidas petralhas, nenhum remédio. pra. uso precoce serve. Sintomática essa campanha odiosa contra rudo o que aparece. Só serve trancar todo o mundo pra ferrar os empregos e depois. sapatear em cima das cinzas, pra politizar.

  4. Bergamin disse:

    Ôôôh Véi arrochado da cota serena.
    Mais arrochado do que C… de sapo.
    Num tá vendo que eu não troco um homi desse por esses ladrões do PT.
    Deus me livre e guarde.
    Mito 2022.

  5. Direita-Honesta disse:

    Entendo ser MUITO difícil fazer oposição a um presidente honesto (estamos no meio do mandato e NENHUM caso de corrupção), patriota, democrata, realmente preocupado com o povo brasileiro (inclusive com sua LIBERDADE) e que já demonstrou estar certo em TUDO o que já disse com relação a essa pandemia. Resta aos lacradores o único recurso a mentiras e baixarias, expondo de maneira explícita a sua má índole e seu despreparo. Fazer o quê?

  6. Manoel disse:

    Como uma pessoa faz uma irresponsabilidade dessa? O imbecil ataca de novo.
    Esse ignóbil quer holofotes e capim para alimentar seu gado.
    Impressionante que nenhuma nação do primeiro mundo usa esses placebos contra essa vírus.

  7. H4CK3R disse:

    Os comentários agora estão legíveis depois que o moderador deu "ban" em um certo doente.

  8. Mínion de Peixeira disse:

    Cloriqiuina é defendida por dos mais renomados virologistas e infectologista do Mundo.
    Aqui uma horda de delinquentes faz campanha contra. Gente deliquente mesmo.

    • Queiroz disse:

      Se você está se referindo aquele francês picareta pode pesquisar um pouco mais e saber que o próprio está mais do que desmoralizado na comunidade científica.

    • Minion de Peixeira disse:

      Em vez de apelar para esse tipo de argumento, drefute-o com suas palavras pq ele está errado. Não é só ele..

    • Minion de Peixeira disse:

      *refute-o

    • Minion de Peixeira disse:

      Poderia linkar uma cacetada de estudo. Uso precoce….não com gente com o pé na cova…mas não vou perder tempo com que já decidiu que não vai dar o braço a torcer.

  9. Mínion de Peixeira disse:

    Os que ficam criticando os estudos referidos por Bolsonaro não são capazes de ler nada (nem contra nem a favor) de fonte primária. Mal falam Português. Só passam o dia em zurros histéricos.

    • Flavio Lisboa disse:

      Apresente um link de um estudo que esse comprimido cura a COVID-19, que é eficaz, etc.
      Não quero saber se Dr Fulano aconselha tomar, etc.
      Mostre um estudo.

    • Aluísio Valença disse:

      É que "estudo" e Bolsonaro são incompatíveis. Bolsonaro nunca estudou, o próprio Mourão já comentou a respeito do QI baixo do "gênio" que nos guia.

    • Minion de Peixeira disse:

      Tem uma cacetada de relatos empíricos. Isso também é ciência. Virou birra mesmo. Vc não sabe o que é isso.

  10. Célia disse:

    As sementes de feijão do pastor Valdemiro Santiago tem se mostrado muito eficaz contra a Covid19.

  11. Pedro disse:

    Talvez seja porque a expectativa de vida nesses países seja baixa… Em regra, inferior a 60 anos. E a COVID vitime mais idosos.

  12. ZéGado disse:

    Ivermectina é meus cunhão

  13. ZéGado disse:

    Falou o Veterinário da boiada brasileira.
    Incompetente, ele e o min da saúde “especialista” em logística, que não sabe transferir uma seringa de um estado pra outro.

    • Deomedes Fernandes disse:

      Espera até 22 e elege o Lula que entende de transferências. No momento, criticar o Presidente é desrespeitar o voto da maioria. Eleito para governar, não para ficar ouvindo sugestões.

  14. ROBERTO disse:

    OS MELHORES E BEM MAIS CONCEITUADOS MÉDICOS DE NATAL, RECOMENDAM A IVERMECTINA.
    QUEM É CONTRA, É PORQUE DEFENDE O "QUANTO PIOR, MELHOR"

    FORA PETRALHAS.

  15. Tico de Adauto disse:

    O bobo da corte exercendo seu papel com maestria.

  16. Antenado disse:

    Já já os lacradores…1,2,3…
    Vão produzir alienados
    Mito 2022

    • Maria disse:

      O que ele vai fazer com a cloroquina de Jesus, que comprou milhões de comprimidos? Ah já sei, vai transformar em líquido, armazenar em bisnagas e sugerir a utilização nos mesmos moldes do ozônio.

Curto-circuito na Estação de Tratamento de Água de Extremoz deixa bairros na Zona Norte de Natal e em São Gonçalo sem abastecimento

FOTO: CAERN/ASSECOM

Um problema elétrico interno na Estação de Tratamento de Água de Extremoz (ETA Extremoz), na madrugada desta terça-feira (29), deixou sem abastecimento alguns bairros da Zona Norte de Natal e de São Gonçalo do Amarante. A interrupção foi causada por um curto circuito no disjuntor geral da subestação da ETA. Equipes da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) já estão trabalhando para reparar o defeito.

Em Natal, estão sem fornecimento os bairros de Igapó, Nossa Senhora da Apresentação, Potengi, Redinha e Salinas. Também foram atingidos parcialmente Lagoa Azul e Pajuçara. Em São Gonçalo do Amarante, os bairros afetados são Conjunto Amarante, Jardim Lola, Olho D’Água dos Carrilhos e Nova Zelândia.

A previsão é que a Caern conclua o serviço ainda na manhã desta terça-feira. Após a religação do sistema, no entanto, é preciso aguardar um prazo de até 72 horas até que o abastecimento esteja completamente normalizado.

COVID-19: Análise em cima de série de estudos destaca efeitos positivos da ivermectina e confirma eficácia no tratamento precoce ou logo após o aparecimento de sintomas

Foto: Getty Images

Estudos significativos sobre o uso de ivermectina para COVID-19 mostram o tamanho do efeito e o valor associado para resultados em comparação com um grupo de controle. Conforme análise, a ivermectina é eficaz contra o novo coronavírus.

Em cima da interpretação de estudo (em destaque na íntegra no fim do post) disponibilizado nesta quinta-feira(26), 100% das análises relatam efeitos positivos. A probabilidade de um tratamento ineficaz gerar resultados tão positivos quanto os 19 estudos até o momento é estimada em 1 em 524 mil (p = 0,0000019).

“O tratamento precoce é mais bem-sucedido, com uma redução estimada de 91% no efeito medido usando uma meta-análise de efeitos aleatórios, RR 0,09 [0,02-0,40]”, diz introdução.

A introdução do estudo ainda destaca que 100% dos 8 Ensaios Controlados Randomizados (RCTs) relatam efeitos positivos, com uma redução estimada de 72% no efeito medido usando uma meta-análise de efeitos aleatórios, RR 0,28 [0,13-0,59].

“Também foi realizada uma análise simples da distribuição dos efeitos do estudo. Se o tratamento não fosse eficaz, os efeitos observados seriam distribuídos aleatoriamente (ou mais provavelmente negativos se o tratamento fosse prejudicial). Podemos calcular a probabilidade de que a porcentagem observada de resultados positivos (ou superior) possa ocorrer devido ao acaso com um tratamento ineficaz (a probabilidade de> = k caras em n lançamentos de moeda ou o teste de sinal unilateral / teste binomial). A análise do viés de publicação é importante e podem ser necessários ajustes se houver um viés para a publicação de resultados positivos”.

A Figura em destaque(abaixo) mostra os estágios de possível tratamento para COVID-19. A Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) refere-se a tomar medicamentos regularmente antes de ser infectado, a fim de prevenir ou minimizar a infecção. Na Profilaxia Pós-Exposição (PEP), a medicação é tomada após a exposição, mas antes que os sintomas apareçam. O Tratamento Precoce refere-se ao tratamento imediatamente ou logo após o aparecimento dos sintomas, enquanto o Tratamento Tardio se refere ao tratamento mais tardio.

Foto: Reprodução

Discussão

A publicação é frequentemente enviesada para resultados positivos, que precisaríamos ajustar ao analisar a porcentagem de resultados positivos. Para ivermectina, atualmente não há dados suficientes para avaliar o viés de publicação com alta confiança. Um método para avaliar o viés é examinar estudos prospectivos e retrospectivos. É provável que estudos prospectivos sejam publicados independentemente do resultado, enquanto estudos retrospectivos são mais propensos a exibir viés. Por exemplo, os pesquisadores podem realizar análises preliminares com esforço mínimo e os resultados podem influenciar sua decisão de continuar. Os estudos retrospectivos também fornecem mais oportunidades para as especificações da extração de dados e ajustes para influenciar os resultados. Embora alguns efeitos não sejam estatisticamente significativos quando considerados isoladamente, atualmente todos os estudos com ivermectina relatam efeitos positivos. Notamos que 12 dos 19 estudos são estudos prospectivos.

As metanálises típicas envolvem critérios de seleção subjetivos, regras de extinção de efeitos e avaliação do viés do estudo, que podem ser usados ​​para desviar os resultados em direção a um resultado específico. Para evitar vieses, incluímos todos os estudos e usamos um método pré-especificado para extrair os resultados de todos os estudos. Notamos que, atualmente, para a ivermectina, seria uma forma extrema de escolha seletiva por meio de critérios de seleção, regras de extração de efeito e / ou avaliação de viés, a fim de evitar um resultado positivo estatisticamente significativo.

Conclusão

A ivermectina é um tratamento eficaz para COVID-19. A probabilidade de um tratamento ineficaz gerar resultados tão positivos quanto os 19 estudos até o momento é estimada em 1 em 524 mil (p = 0,0000019). O tratamento precoce é mais bem-sucedido, com uma redução estimada de 91% no efeito medido usando uma meta-análise de efeitos aleatórios, RR 0,09 [0,02-0,40].

Íntegra de estudo pode ser conferida em https://ivmmeta.com/#fig_treatment.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Todos aqui em casa tomaram a Ivermectina e Zero Infecção

  2. José Macedo disse:

    A resposta para esses tipos de tratamento sem " DADOS CIENTIFICOS" é, toma quem quiser, se você quer pelo menos tentar diminuir o efeito do vírus tome ele e outros, se não quiser por não acreditar em nenhum medicamento porque não tem nada comprovado cientificamente, aguarde a tubalina e boa sorte.

  3. Arthur Santana disse:

    O estudo é bom pra quem não entende de pesquisa, porque pela discussão você já vê que trata-se de um amontoado de estudo sem qualidade. Na ciência, quando não se tem evidências suficiente a hipótese é numa!
    Xau.

  4. Rebecca disse:

    Kkkkk… Milhares de pessoas morrendo mundo e o município de Natal com todo conhecimento da cura.
    Vacina pra quê???
    Kkkkkkk…

  5. Luciano Brito disse:

    Não tome e fique em casa, você só vai ao hospital pelas mãos dos outros.

  6. ricardo disse:

    Marca Bruno Araújo aí e as pessoas que ele convenceu a não tomar (e se lascaram)

  7. Antonio Turci disse:

    Ivermectina para todos. Vantagem: o vírus pode até entrar. Mas não mata.

  8. N Oliveira disse:

    Este estudo foi publicado em periódicos e revisado por pares? É apenas enas uma revisão, na verdade um amontoado de estudos e relatos de casos, sem qualidade suficiente para estabelecer a eficácia da Ivermectina. Não muda nada em relação ao que já tínhamos. Não há um estudo clínico de qualidade (randomizado e controlado) mostrando eficácia dessa medicação.
    A maioria das pessoas se recupera de Covid com ou sem Ivermectina. Por outro lado, nas UTIs Covid há pacientes muitos que fizeram uso desse fármaco.

  9. Inácio Boulos disse:

    Não tomem o remédio do Bôzo. Fiquem em casa. Inclusive fique em casa o resto a gente ver depois!

  10. Gustavo disse:

    Só procure atendimento médico em caso de falta de ar. Foi o que disse o antigo ministro da saúde, com ampla divulgação e apoio dos cientistas midiaticos e o pessoal da esquerda fique em casa.

  11. Pepe disse:

    A sociedade de infectologia do Brasil e dos EUA têm que analisar os dados e defenir uma posicão,a priori o estudo foi feito,com ampla bibliografia.

  12. Santos disse:

    Eu já sabia! Aqui em casa, todos tomamos preventivamente. Zero infecção (Ou, se alguém foi contaminado, zero sintomas).

    • Maria disse:

      Qual é a posologia para covid ?
      Obrigada.

    • Santos disse:

      Posologia Ivermectina:
      Como prevenção: 1 comprimido 6mg para cada 30 kg de peso. Repetir 30/60 dias.
      Crianças com menos de 30 kg não devem tomar. Grávidas e mães que amamentam devem consultar seu médico antes.
      Como tratamento precoce, procurar orientação médica, pois, além da Ivermectina, os médicos (com algumas variações) estão receitando também Hidroxicloroquina, antibiótico, anti-inflamatório, anticoagulante, suplementos de Vitaminas C, D e Zinco, etc

  13. PEDRO VERDADEIRO. disse:

    Difícil fazer com que alguns doutores saibam. interpretar essa matéria, fazer o que? Se para alguns doutores, ávidos por exposição na mídia, isso é difícil, imagine para os Pixulecos, touros tungoes E Manoeis Manes da vida, todos interesseiros ou burros mesmo.

  14. Chico 200 disse:

    Lógico que isso tinha salvado a vida de milhões de pessoas, se não fosse a questão política, inclusive, do "maneta" .

Família na Grande Natal faz campanha para custear tratamento de menino de 3 anos com doenças raras

Ravi tem 3 anos e nasceu com uma deficiência na perna esquerda — Fotos: Cedidas

O portal G1-RN destaca o drama de família de um menino potiguar de três anos que tem duas doenças raras está fazendo uma campanha para tentar custear o tratamento da criança no Paraná e evitar a amputação da sua perna.

Manoel Ravi Carvalho tem três anos de idade, mora em Parnamirim, na Grande Natal, e já enfrentou muitos desafios desde o nascimento. Ele tem duas doenças raras: neurofibromatose – doença que provoca a formação de tumores no cérebro, na medula espinhal e nos nervos – e pseudoartrose congênita da tíbia – uma doença caracterizada por uma “articulação falsa”.

No primeiro ano de vida, os médicos não tinham esperanças de o menino andar. “A médica falou que Ravi nunca iria andar enquanto não fizesse a cirurgia. Quando eu recebi a notícia, meu mundo caiu, desabou”, conta Ingrid Sayonara, mãe do garoto.

O tratamento disponível no Rio Grande do Norte é a base de muitas cirurgias e com possível amputação da perna. “Aqui no estado o processo envolve várias cirurgias para serrar o ossinho dele. Já pensou? Todo esse sofrimento, serrando o osso? Até chegar o momento de amputar a perninha dele. Eu não aceito”, diz Ingrid.

Leia reportagem completa com contato para ajuda clicando AQUI.

COVID: Médico e deputado Albert Dickson destaca pesquisa sobre ivermectina para uso profilático que aponta “redução de 92 % de chances de adquirir a doença”

Foto: Reprodução/Instagram

O médico oftalmologista e deputado estadual Albert Dickson (Pros-RN), voltou a destacar a Ivermectina de uso profilático (antes da doença chegar), no combate ao novo coronavírus, com pesquisa em destaque que apresenta redução de 92 % de chances de adquirir a doença.

O médico destaca em suas redes sociais a pesquisa em anexo publicada pela Universidade de Zaga Zig. “Confirma nosso protocolo implementado a 5 meses. Por isso continuo defendendo a ivermectina antes de chegar a doença”, disse.

Íntegra de posts com documentos abaixo:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Rodrigues disse:

    Mais uma vez Dr Albert Dickson trazendo a informação correta a população. Sem as informações dele no início da pandemia muitos estariam mortos .

  2. Manoel disse:

    Universidade de Zagazig?
    Será que Trump e os imstitutos de pesquisas dos EUA nao leram esse artigo, Sr. Dickson?
    Será que as pessoas nao pensam?
    A maior potência do mundo nao indica esse remédio contra VERME pois nao funciona.

  3. Marcia disse:

    Excelente, grande dr Albert dikson

  4. Chicó disse:

    Quantas vidas teriam sido salvas se não fosse o radicalismo ideológico da esquerda ??? Pregavam que toda vida importa, mas com suas ações condenaram muitos a morte. Aos poucos a verdade está aparecendo.

  5. Henrique disse:

    A ivermectina pode até ser eficaz; já o português do doutor está na UTI (há) tempos!

    • Marcia disse:

      O português de Dr Albert está excelente.ja o seu português e a sua inveja está grande.deus te abençoe

Álvaro Dias determina disponibilização de kits de medicamentos como hidroxicloroquina, cloroquina, ivermectina, azitromicina e outros para o tratamento de COVID-19 na rede SUS/Natal

LEI N. º 7.044 DE 08 DE JULHO DE 2020

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, determinou a disponibilização gratuita de kits de medicamentos, como hidroxicloroquina, cloroquina, ivermectina, azitromicina ou outros fármacos, para o tratamento de COVID-19 na rede SUS/Natal durante o período de pandemia, e ainda deu outras providências. O documento foi publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira(31). Veja abaixo:

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DO NATAL,

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DO NATAL aprovou e que sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Fica a Secretaria Municipal de Saúde – SUS/Natal, autorizada a disponibilizar, gratuitamente, 01 (um) kit de medicamentos aos pacientes infectados pela COVID-19 que possuam receita médica com a indicação de tratamento com tais fármacos como hidroxicloroquina, cloroquina, ivermectina azitromicina ou outros fármacos que venham a ser liberados e preconizados pelo Ministério da Saúde, Conselho Federal de Medicina (CFM) e Conselho Regional de Medicina – RN (CREMERN).

I – O uso das medicações está condicionado à avaliação médica, a partir do momento de identificação de sintomas ou sinais leves da doença, com realização de anamnese, exame físico e exames complementares, em Unidade de Saúde.

II – O médico é responsável pelo tratamento do paciente e, caso prescreva os referidos medicamentos, deverá aplicar o Termo de Ciência e Consentimento caso prescreva o uso da Cloroquina.

Parágrafo único. O kit de medicamentos constantes no Art. 1º será distribuído de acordo:

a)com a receita médica utilizando o protocolo regulamentado pelo Ministério da Saúde;

b)adultos (maiores de 18 anos);

c)o kit deverá ser entregue em um sistema organizado por etapas, de forma que evite aglomerações à população;

d)o receituário médico deve ser de controle especial em nome do paciente;

e)para retirar o medicamento, o paciente, acompanhante ou responsável pelo paciente, deverá apresentar receita médica legível em nome do paciente e documento oficial com foto.

Art. 2º Esta Lei terá o prazo de vigência em consonância com o período de aplicação das medidas e restrições de deslocamento decorrentes do vírus COVID-19 estabelecidas pela

Prefeitura do Natal.

Art. 3º O Poder Executivo regulamentará a presente Lei.

Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação

Palácio Felipe Camarão, em Natal, 08 de julho de 2020.

ÁLVARO COSTA DIAS
Prefeito

íntegra leia AQUI na página 1.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Dantas disse:

    Lei Municipal da Ex Vereadora Carla Dickson (agora Deputada Federal), e Lei Estadual do Deputado Albert Dickson

  2. ricardo disse:

    Palmas, palmas, palmas

  3. CANINDE MACEDO disse:

    CANINDÉ MACEDO
    PARABÉNS PREFEITO, CONTO CONOSCO.

  4. Isabel disse:

    Parabéns Prefeito!!
    Lucidez e iniciativa nesta disponibilização, em respeito aos médicos que, de acordo com seus conhecimentos e convicções técnicas, prescrevem o que compreenderem devido para seus pacientes. Tão lógico e razoável que cansa.

  5. Augusto disse:

    Aí sim!!!! É isso que se espera de um gestor. Coragem e atitude!! Excelente iniciativa !!!

Ministério da Saúde quer sugestões sobre protocolo para tratamento de obesidade

Foto: © Ginecomastia.org/Direitos Reservados

O Ministério da Saúde abriu, nessa quarta-feira (29), consulta pública para receber contribuições sobre o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) do Sobrepeso e Obesidade em adultos.

Representantes da sociedade civil e profissionais de saúde podem contribuir por meio de produções científicas ou relatos de experiências até o dia 10 de agosto.

De acordo com a pasta, o material foi elaborado para subsidiar profissionais, gestores e usuários para a importância de práticas de cuidado multiprofissionais como instrumento para prevenção e controle da obesidade e do sobrepeso no país.

O protocolo tem informações sobre prevenção, diagnóstico e tratamento da condição de sobrepeso e obesidade. Inclui ainda orientações relacionadas ao monitoramento, além de indicações para gestores.

A obesidade é uma das doenças que mais tem crescido nos últimos anos em nível global. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que os índices de obesidade e sobrepeso quase triplicaram desde 1975. Em todo o mundo, existem pelo menos 650 milhões de obesos.

De acordo com Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2018, no Brasil uma em cada cinco pessoas é obesa e mais da metade da população das capitais estão com excesso de peso.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raimundo disse:

    Eu sugiro a abertura de centros de combate à obesidade nas cidades.
    Seriam formados grupos com orientações, atividades físicas e metas, tipo o programa medida certa da Globo onde famosos eram acompanhados por um período.
    Deveriam ser locais espaçosos tipo Sesi onde pudesse haver atividade física e até restaurantes com refeições com calorias contadas.
    Tipo fornecer pratos com 350 calorias para acostumar as pessoas.
    Os grupos fariam reuniões semanais, com a participação de nutricionistas, psicólogos para conscientizar a população.
    O governo também proibir restaurantes de incentivar a obesidade.
    Tipo, o suco de 300 ml é 10 reais. Leve o de 500 ml por 12 reais.
    Onde já se viu alguém "encher a barriga" com meio litro de líquido?
    Ou pipocas de um litro em cinema.
    Antigamente era aquela pipoca pequena.

    • Manoel C disse:

      Amigo, sobre a quantidade, deixa o mercado vender o que quiser ao preço que quiser.

  2. Josmari de Sales Costa disse:

    Dieta, exercicio físico, e principalmente, vontade, paciencia, disciplina.
    Pronto aí o protocolo.