Economia

Ministério da Economia diz que resultado do PIB demonstra recuperação em ‘V’, mesmo com o maior tombo da atividade econômica da história do país com 2020 de pandemia

FOTO: MARCOS CORRÊA/PR – 05.02.2021

Mesmo com o maior tombo da atividade econômica da história desde 1996, a SPE/ME (Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia) afirmou em nota técnica que o resultado do PIB (Produto Interno Bruto) para 2020, divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE, demonstra recuperação da economia na forma de “V”.

A expressão é comumente usada pelo ministro Paulo Guedes ao se referir à retomada da atividade econômica a partir do segundo semestre do ano passado.

Impactada pela pandemia do novo coronavírus, a soma de todos bens e serviços produzidos pelo Brasil desabou 4,1% em 2020, mesmo após registrar uma forte retomada no segundo semestre. Trata-se do primeiro encolhimento anual da economia brasileira desde a recessão encerrada em 2016 e o maior tombo da série histórica, iniciada em 1996.

Conforme avaliação da SPE, o rombo poderia ser bem maior. “O conjunto de ações de estímulo à economia durante a pandemia evitou que o PIB tivesse uma queda superior a 9%, conforme apontavam as previsões mais pessimistas.”

“Os resultados do PIB corroboram a recuperação das expectativas de melhora da atividade econômica ao longo do segundo semestre de 2020 e demonstram o acerto das medidas adotadas de enfrentamento à Covid-19 e a pronta reação da economia brasileira”, destaca.

Entre as medidas implantadas em 2020, às quais na avaliação da SPE evitaram um derrocada ainda maior na atividade econômica brasileira, estão o avanço na agenda de fortalecimento de marcos legais, com a aprovação de novas legislações referentes a saneamento básico, licitações e falências.

A SPE destaca ainda que a retomada no segundo semestre foi “vigorosa”, aumentando o nível da atividade econômica, o que abriu espaço para a construção de um maior crescimento em 2021. A atual previsão oficial é de crescimento do PIB de 3,2% neste ano.

Reformas

No entanto, a SPE alerta que para consolidar esse espaço de crescimento, é necessária a aprovação das reformas estruturais e medidas que viabilizem a consolidação fiscal.

Entre as reformas que o governo luta para aprovar no Congresso estão a tributária e administrativa. Mas antes delas, a equipe econômica precisa que o Senado aprove, nesta quarta (3), a PEC Emergencial, que viabilizará a criação do novo auxílio emergencial. O novo benefício, consenso entre oposição e governo, deve atender cerca de atingir 40 milhões de brasileiros, incluindo os do Bolsa Família, com valor de R$ 250.

Para reforçar a tese de que a atividade econômica está em recuperação, o Ministério da Economia se apoia, principalmente, no resultado do PIB referente ao quarto trimestre de 2020, que foi de crescimento 3,2% na comparação com o trimestre imediatamente anterior, com ajuste sazonal. O resultado representou o segundo aumento consecutivo.

“Tais dados demonstram a recuperação da economia na forma de ‘V’, aponta a SPE. […] A SPE lembra que as projeções para o PIB foram sendo ajustadas a partir da pronta resposta às medidas de combate aos efeitos da crise da Covid-19”, diz nota da secretaria do Ministério da Economia.

R7

Opinião dos leitores

  1. De uma coisa até a esquerda há de concordar:
    Além do ataque do COVID ainda tem os comunistas agindo contra o crescimento do Brasil e dos brasileiros.
    Vergonhoso isso, né.

  2. Deve tá falando do banco q adquiriu carteiras “podres” do BB de vultosa monta por uma ninharia, não foi banqueiro Guedes?

  3. paulo guedes entende o que de economia?
    bolsonaro entende o que de administração?
    se eu fosse eles pedia pra ir cagar, saia de fininho!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Operação Verão 2021 no RN: abordagens, fiscalizações ou ações pontuais das polícias e bombeiros resultam em prisões, autuações e salvamentos; veja números

Fotos: Divulgação

O Governo do Rio Grande do Norte por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) intensificou o trabalho e deu atenção especial aos municípios litorâneos durante a Operação Verão 2021. Em meio ao período de pandemia do coronavírus, que resultou na suspensão do Carnaval no Rio Grande do Norte, as instituições de segurança reforçaram as ações do Pacto pela Vida e realizaram inúmeras atividades de patrulhamento e fiscalização, que resultaram em prisões, apreensões, autuações e advertências.

Com investimento de R$ 7 milhões de reais para um reforço extraordinário de 800 agentes de segurança pública, entre homens e mulheres da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, ITEP, a SESED atuou com base no planejamento definido pela Política Estadual de Segurança Pública, desenvolvendo atuações estratégicas de forma ostensiva, investigativa e de fiscalização, principalmente em apoio aos cumprimentos dos decretos estaduais e municipais para coibir aglomerações.

Além das instituições de segurança, também ficou estabelecida a participação, de forma integrada, do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-RN), do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-RN), do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA-RN), da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP-RN) e da Secretaria de Estado do Turismo (SETUR-RN).

Polícia Militar

No cumprimento as ações específicas da Operação Verão, em abordagens, blitzes, fiscalizações ou ações pontuais, a Polícia Militar, por parte do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) registrou a prisão de 245 pessoas em flagrante delito, a recuperação de 211 veículos e 83 armas apreendidas.

Nas estatísticas do Comando de Policiamento do Interior (CPI), 227 pessoas foram presas em flagrante, 136 veículos foram recuperados e 40 armas de fogo foram apreendidas pelo interior.

Nas ocorrências de trânsito, o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) fiscalizou 53.833 veículos, conduziu 51 pessoas à delegacia, recuperou 18 veículos, apreendeu 5 armas de fogo e prendeu 36 pessoas.

Polícia Civil

Em atuação no litoral do Rio Grande do Norte, a Polícia Civil trabalhou com delegacias fixas e móveis em locais estratégicos de veraneio na região da grande Natal e também no interior. Foram realizadas 30 prisões em flagrante, sendo cinco prisões por tráfico de drogas, cinco por porte ilegal de arma de fogo e três por embriaguez ao volante. Também houve registro de 298 assinaturas de Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) e 3 boletins de ocorrência para atos infracionais.

A instituição também atendeu a uma ocorrência importante na praia de Barra de Maxaranguape, ao encerrar uma festa e conduzir 33 pessoas à delegacia, com autuação por descumprimento do decreto estadual.

Corpo de Bombeiros

Ao realizar constantes ações de prevenção nas praias do litoral potiguar, o Corpo de Bombeiros Militar registrou 18.988 orientações e 8.318 advertências no período da Operação Verão. A ocorrência mais registrada por parte da corporação foi de resgate de vítima em meio liquido com 65 episódios, sendo 27 somente na praia de Pipa e 16 na praia do Meio.

ITEP

De 1º de janeiro a 17 de fevereiro, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) confeccionou 25.343 registros gerais (RGs).

CIOSP

No período em que estava deflagrada a Operação Verão, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), responsável por receber as notificações e distribuir as ocorrências da região metropolitana de Natal, registrou 6.254 ligações com denúncias de perturbação de sossego. Desse quantitativo, 3.379 notificações aconteceram em Natal.

Operação Integração 167

Durante a agenda oficial do Ministro da Justiça e Segurança Pública André Mendonça ao Rio Grande do Norte, a SESED, com apoio das instituições federais de segurança, realizou a Operação Integração 167, em que foram realizadas 158 prisões entre cumprimentos de mandado de prisão e autos de prisão em flagrante.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Governo do Estado publica resultado das matrículas da 2ª turma do Curso de Formação da Polícia Militar do RN

Foto: Elisa Elsie/ASSECOM-RN

A Secretaria de Estado da Administração (Sead), por meio da Comissão Permanente de Concurso Público, divulgou nesta quinta-feira (24) a lista dos candidatos matriculados na segunda turma do Curso de Formação, referente ao Concurso Público para provimento de vagas do quadro de praças da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte. A relação com o resultado da entrega da documentação para o ato de matrícula foi publicada no Diário Oficial do Estado e também está disponível no site da Sead: www.sead.rn.gov.br.

As listas foram apresentadas de forma separada entre os candidatos sub judice e os regularmente habilitados, conforme orientação da Procuradoria Geral do Estado. Além destas, foram publicadas as relações dos candidatos excluídos do certame, em razão de pendências de documentação necessária para a efetivação do ato de matrícula ou porque faltaram à apresentação na data de convocação para entrega dos documentos.

O candidato em que o nome esteja listado na relação de inabilitados por causa de pendências de documentação, conforme o item 2.4.2 do Edital n° 003/2018 — SEARH/PMRN – 05 de julho de 2018, caso queira, poderá interpor recurso, impreterivelmente, nos dias 28 e 29 de dezembro de 2020, o qual deverá ser encaminhado para o e-mail searh.srh@gmail.com. Vale ressaltar que não serão aceitos recursos interpostos após esse prazo.

A nova turma do Curso de Formação de Praças da PMRN está prevista para iniciar no dia 04 de janeiro de 2021, conforme Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte.

Informações gerais referentes ao Concurso Público podem ser obtidas através do site www.ibade.org.br ou por meio dos telefones: 0800 628 2175, (21) 3674-9190 – Rio de Janeiro, (84) 3026-0575 – Rio Grande do Norte, ou pelo e-mail atendimento@ibade.org.br.

Opinião dos leitores

  1. Realmente, Fátima já incluiu mais de 1000 novos Pms, já Vilma prendeu mais de 1000 Pms, sem fanatismo, Fátima melhor governadora que o RN já viu.

    1. Babal ou Babão ? Kkkkkk um troço desse , projeto de governadora, fraca demais homi, deixe de brincadeira kk

    1. Fátima para chegar aos pés de Vilma precisa nascer de novo. Tenho até pena de quem pensa como vc.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Emprego formal no Brasil tem melhor resultado da série histórica em novembro com criação de 414,5 mil vagas com carteira assinada no mês

Foto: © Agência Brasília

Pelo quinto mês consecutivo, o número de contratações com carteira assinada superou o de demissões no Brasil. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (23) , o país criou 414.556 vagas de emprego em novembro. O número é o melhor da série histórica da pesquisa, iniciada em 1992.

Diante da sequência de dados positivos, o saldo acumulado em 2020 ficou positivo pela primeira vez e chegou a 227.025 postos de trabalho criados ao longo do ano.

O desempenho no ano foi motivado especialmente pelo programa do governo que permitiu a suspensão de contratos de trabalho e a redução de salários e jornada, medida que, segundo especialistas, evitou um número maior de demissões.

Ao avaliar os dados, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o fato dos setores de comércio e serviços, os mais atingidos pela pandemia, com 179.261 e 179.077 postos respectivamente, terem sido destaques na geração de emprego, significa o Brasil apresenta uma “retomada em V da economia”.

“Como eu disse, o Brasil está surpreendendo o mundo. As reformas prosseguiram, em ritmo mais lento, mas seguem acontecendo, e a economia brasileira voltou em V, como poucos acreditavam. Em vez da destruição de 1,5 milhão de empregos, como na recessão de 2015, da destruição de 1,3 milhão em 2016, nós já estamos, antes de chegarem os dados de dezembro, com 227 mil empregos criados”, destacou.

Vacinação

Guedes agradeceu a resiliência dos brasileiros neste ano e disse que todo o esforço em 2021 será para uma vacinação em massa contra a covid-19.

“Foi um ano muito difícil para todos nós. Eu espero que vocês se mantenham em boa saúde e celebrem a vida com as famílias. No que vem, nossa esperança, e nosso trabalho, vai ser a vacinação em massa para salvar vidas, garantir um retorno seguro ao trabalho e garantir a retomada do crescimento econômico brasileiro”, afirmou o ministro.

Texto, título e linha fina foram alterados às 12h05. O texto foi ampliado com a inclusão de declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. PARABÉNS PRESIDENTE BOLSONARO, a sua preocupação constante com a ECONOMIA mostra os bons resultados.
    Enquanto muitos influenciados pelo PÂNICO difundido pela mídia lixo não enxergavam a importância da questão, o PRESIDENTE corajosamente alertava para a necessidade de salvar os empregos e a economia do país.
    Os bons resultados agora chegam, e mostram que o país vai conseguir superar a pandemia sem quebrar toda a economia, salvando muitos empregos e evitando assim a miséria, a fome, e vários outros males decorrentes.

  2. Resultado esperado, pois com a enxurrada de demissões no início da pandemia e com a retomada da econômia nos últimos meses, essas pessoas teriam que ser recontratadas novamente.

  3. Manoel, Pixuleco e Samuel Uel, meninos traquinas onde vcs estão? Vamos ler e fazer o dever de casa, se vcs pensam que vão continuar na ignorância, esmola, desemprego e analfabetismo estão enganados. Precisamos de vcs, temos muito o que fazer, depois da terra agarrada deixada por nove dedos e a Anta.

    1. Eu não estou na ignorância. Não tenho político corrupto de estimação! Por mim tanto lulaladrao como o MINTOmaníaco já estariam presos junto com toda a corja de políticos corruptos. Mas aqui no Brasil a gente eh roubado e ainda se apega a defender esses nossos empregados!!! Quanto a matéria em questão, como o desemprego está muito alto, eh normal a retomada indicar altos índices também…

    2. O Brasil esfolado, economia só os frangalhos, dólar nas alturas, inflação para pobre altíssima, desemprego galopante, tarifas públicas subindo a toda hora, gasolina acima de 5 reais e o idiota feliz.
      A gente nao merece esse tipo de gente.

    3. Alguém esqueceu que estamos em um período de PANDEMIA que ainda não acabou, com muitas restrições, e o Brasil mantém o crescimento de emprego e PIB acima da média mundial. Na Europa com as medidas restritivas falta alimentos e NEM COM PREÇOS MAIS ELEVADOS a população consegue comprar, por aqui , país em desenvolvimento você encontra tudo nas prateleiras, e os índices positivos batendo recordes por que será?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Secretário de Estado de Trump fala em ‘segundo mandato’ do presidente e tensão cresce nos EUA

Donald Trump, acompanhado de seu secretário de Justiça, Mike Pompeo, no Salão Oval Foto: ALEX EDELMAN / AFP

A vitória de Joe Biden foi confirmada segundo projeções há quatro dias e, até agora, não há sinais de que Donald Trump pretenda reconhecer sua derrota, deixando os Estados Unidos à beira de um impasse.

Nesta terça, em entrevista coletiva, o secretário de Estado, Mike Pompeo, se tornou a pessoa com mais alto cargo, além de Trump, a pôr em dúvida a vitória do democrata, afirmando que haverá um segundo mandato do republicano.

— Haverá uma transição tranquila para um segundo governo Trump — disse Pompeo em entrevista coletiva.

A tensão política cresceu na noite de segunda-feira, após o Departamento de Justiça autorizar inquéritos federais para apurar supostas fraudes eleitorais denunciadas pelo presidente, mesmo sem quaisquer provas de sua existência.

A decisão de William Barr, o secretário de Justiça, gerou repúdio dentro de seu próprio departamento. O diretor do braço responsável por crimes eleitorais, Richard Pulge, pediu demissão e, em um e-mail para colegas, afirmou que a conduta do secretário “revoga uma política de não interferência de 49 anos para investigações de fraudes eleitorais”, que são apuradas primeiro pelos tribunais estaduais.

Enquanto a alta cúpula republicana no Congresso apoia a cruzada jurídica do presidente, outros grupos dentro do partido começam a repudiar a conduta do presidente e de Barr. Quatro ex-secretários de Segurança Nacional dos governos de George W. Bush e Barack Obama assinaram um comunicado afirmando que as eleições foram justas e que as tentativas de Trump de questionar o resultado da eleição não devem impedir a transição.

Em outro comunicado, ex-funcionários do Departamento de Justiça, entre eles o ex-conselheiro de Segurança Nacional de George W. Bush, Ken Wainstein, lembraram que “os eleitores decidem a eleição, não o secretário de Justiça”.

“Não vimos absolutamente quaisquer evidências de nada que possa impedir a certificação dos resultados, que é algo que cabe aos estados, não ao governo federal”, afirmaram. “O povo americano falou claramente, e agora o país precisa se mover em direção a uma transição pacífica de poder.”

Nos próprios escritórios de advocacia que representam Trump, diz o New York Times, há preocupações sobre os riscos do comportamento do presidente. Em duas das maiores firmas do país, a Jones Day e a Porter, Wright, Morris & Arthur, houve reuniões internas sobre o assunto. Ao menos um advogado se demitiu em protesto.

Apoio republicano

Se nos anos 1970, conforme ficava claro que Watergate custaria o mandato de Richard Nixon, uma série de parlamentares e lideranças republicanas foram à Casa Branca afirmar que não apoiariam o presidente, desta vez o cenário é outro na alta cúpula republicana no Congresso. As principais figuras do partido não fazem quaisquer esforços públicos para convencer o presidente a admitir a derrota e espalham a desinformação.

Enquanto reconhecem como legais os resultados na Câmara e no Senado, onde os republicanos tiveram ganhos, questionam a vitória de Biden na disputa pela Presidência. O poderoso líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, disse nesta terça que o comportamento do presidente “não é motivo de alarme”:

— Não é incomum, não deveria ser alarmante — ele afirmou, em entrevista coletiva. — Em algum momento, nós saberemos, finalmente, quem foi certificado vencedor em cada um destes estados, o Colégio Eleitoral determinará o vencedor e esta pessoa tomará posse em 20 de janeiro. Não há razão para alarme.

Parte desta retórica deve-se a tentativas de manter a base mobilizada até as eleições especiais na Geórgia, que determinarão qual partido terá a maioria no Senado. Como nenhum candidato obteve mais da metade dos votos, haverá um novo pleito em 5 de janeiro.

Kelly Loeffler e David Perdue, os dois pleiteantes republicanos, vieram a público demandar a saída do secretário de Estado local, o republicano Brad Raffensperger, após ele defender a integridade da eleição. Biden lidera no estado sulista, um antigo reduto republicano, por uma margem pequena de votos — resultado de um esforço do Partido Democrata para registrar mais eleitores negros e diminuir a supressão de votos.

Raras vozes dissonantes dentro da sigla, como o senador Mitt Romney, afirmam que é necessário convencer Trump a recuar, visando a saúde da democracia americana, mas o presidente não dá quaisquer sinais de que pretende mudar de posição. Pelo contrário, a chefe da agência responsável por liberar as verbas para que a transição de governo possa começar oficialmente, Emily Murphy, ainda sequer o fez.

Processos judiciais

Trump já se declarava vencedor antes mesmo do resultado oficial ser anunciado, retórica que só endureceu após a confirmação da vitória de Biden. Ao se recusar a admitir a vitória do adversário, o presidente põe em xeque princípios básicos de uma democracia saudável, argumentou o comentarista político do site Vox, Ezra Klein. Para o jornalista, autor do livro “Por que estamos polarizados?”, Trump tem poucas chances de ter sucesso em seus avanços, mas isto não significa que eles não sejam perigosos.

“Milhões acreditarão em Trump, verão as eleições como roubadas”, ele disse. “É a construção de uma realidade alternativa confusa, em que a eleição foi roubada de Trump e republicanos fracos estão deixando os ladrões escaparem.”

Trump lança mão de uma série de processos judiciais, até o momento mal-sucedidos, tentando convencer tribunais a deslegitimar votos favoráveis a Biden nos estados-chave e pedir recontagens. Em paralelo, seus advogados fazem pressão no sistema Judiciário, onde o presidente realizou uma revolução conservadora nos últimos três anos e meio — nos EUA, juízes federais são nomeados pela Casa Branca.

Eles miram os votos pelo correio, que tiveram adesão maciça entre os democratas neste ano, diante das limitações impostas pela pandemia. Diante do recorde de 65 milhões de votos por esta modalidade, vários estados estenderam o limite para a entrega de votos postados dentro do prazo pré-estabelecido, evitando que atrasos nos correios impedissem sua aferição. São estes os votos que Trump falsamente diz serem “ilegais”.

As cédulas nestas condições, no entanto, seriam insuficientes para reverter a margem de Biden. Em 2016, Trump ganhou os estados de Michigan, Pensilvânia e Wisconsin por um total de 80 mil votos somados. Neste ano, Biden já soma uma vantagem que ultrapassa 214 mil votos nestes estados. Nos outros três estados em que ainda não é possível projetar o vencedor, Biden lidera no Arizona e na Geórgia, e Trump apenas na Carolina do Norte.

2020 não é 2000

Haverá recontagem ao menos em Wisconsin e na Geórgia, onde a margem entre os candidatos é pequena. Grandes mudanças, no entanto, são improváveis: segundo a agência Associated Press, houve ao menos 31 recontagens estaduais desde 2000. Delas, apenas três mudaram o resultado da eleição, todas elas com margens inferiores a 300 votos. Em ambos os estados, a diferença entre os candidatos é superior a 10 mil votos. Na Pensilvânia, os republicanos demandam uma auditoria. Lá, a diferença entre os candidatos é superior a 45 mil votos.

A situação também é diferente da de 2000, quando a disputa acabou sendo decidida só em dezembro. Naquele ano, a vitória no Colégio Eleitoral do republicano George W. Bush ou do democrata Al Gore ficou dependendo do resultado apenas de um estado, a Flórida. Na época, a Suprema Corte determinou em 12 de dezembro a suspensão da recontagem no estado, onde Bush ganhou por apenas 500 votos, o que lhe garantiu a Presidência com 271 votos no Colégio Eleitoral, contra 266 de Gore. Agora, Biden já tem garantidos 279 votos no Colégio Eleitoral, nove a mais do que os necessários para a vitória.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Iludindo os Minions de lá…kkkkkkk
    Mas é bom pra gente sorrir…se entrega não Donald…se amarra na escada, chora, esperneia, grita…
    (Ah, e prepara os bolsos, são 900 milhões de dólares pra pagar em impostos atrasados)..
    ???????

    1. O jogo vai virar. A alegria dos comunas vai acabar kkk.
      Globo é globo, CNN, a Globo americana. Só sai globo e CNN.

  2. Bg coloque reportagem de canais que defendem a recontagem e as provas que eles indicam.
    Sugiro ser mais democrático,

    1. Colocar o quê? As fakenews que você recebe pelo Gabinete do Ódio? Se está curioso, e não confia na imprensa nacional, vá colher na fonte! Procure fontes de informação dos EUA!

  3. O Globo não tem isenção. Essa narrativa tenta induzir as pessoas a criticarem um direito legítimo do atual presidente. Por que não apurar? Por que o medo? Por que o medo da transparência?

  4. Hô Galegão invocado, Hô homão corajoso, Hô Galegão brabo.
    Donald Trump presidente.

  5. Quando os democratas contestaram o resultado das eleições em 2000, não houve essa confusão toda. Se a legislação permite a recontagem dos votos, qual é o problema?

  6. BG, se possível, coloque um reportagem que mostre o lado favorável ao posicionamento de Trump. Há vários
    relatos e denúncias de fraudes, inclusive com mortos votando. Sabemos que a Globo é pró-Biden.

    1. Por isso que seu nome é Manoel kkkkkk burro demais…. Deve ser português

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Lei Aldir Blanc: Governo do RN divulga resultado preliminar de contemplados

Foto: ASSECOM/RN – Sandro Menezes

O Governo do Estado, através da Fundação José Augusto, divulgou nesta terça-feira (20), no Diário Oficial do Estado (DOE) e no site www.cultura.rn.gov.br o resultado preliminar dos cadastros realizados para a solicitação do Auxílio Emergencial da Lei Aldir Blanc aos trabalhadores e trabalhadoras da Cultura no RN.  O valor estimado dos recursos é de R$ 12 milhões.

O resultado preliminar foi obtido através da comparação dos dados informados no cadastro a partir de dados do Governo do Estado.

Os requerentes aos benefícios listados permanecem sob análise até o resultado final pela Dataprev, órgão responsável por dar suporte ao Governo Federal na identificação dos solicitantes que serão atendidos pelo auxílio emergencial.

Será divulgada uma lista dos cadastros homologados que não tenham impedimentos, de acordo com o artigo 6 da Lei Federal 14.017/2020 e do Artigo 6 do Decreto Estadual n° 29.975/2020.

No site www.cultura.rn.gov.br será divulgada uma relação de documentos obrigatórios para análise final, além de um link no qual o requerente irá preencher um termo autodeclaração que deverá ser enviado para o email auxilioemergencial.fja@gmail.com.

O requerente, cujo nome não figure na lista, poderá consultar o link cadastroleialdirblanc.rn.gov.br, através do CPF e data de nascimento e entrar com recurso administrativo no prazo de dois dias úteis até as 18h do dia 22/10/2020. O link e e-mail para interposição do recurso estará disponibilizado no site da Fundação José Augusto.

“Foi exposta esta lista que passou pelo crivo do Ministério Público Estadual e que agora seguirá para a Dataprev. Através da divulgação dessa lista os inabilitados no RN tomarão conhecimento dos motivos das suas inabilitações”, declarou o Diretor-Geral da FJA, Crispiniano Neto.

A lista completa com os nomes também está disponível no DOE no endereço http://webdisk.diariooficial.rn.gov.br/Jornal/12020-10-20.pdf

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ministro do Turismo tem resultado de teste positivo para coronavírus

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, teve resultado positivo em seu teste para coronavírus. O resultado foi anunciado nesta sexta-feira (18).

“O ministro encontra-se assintomático e seguirá trabalhando de casa, adotando todos os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde”, diz a nota do Ministério do Turismo.

R7

Opinião dos leitores

  1. Mané mané tu tomasse foi? Que glória, o ministro não havia tomado. Tomar qualquer medicamento é uma decisão pessoal, vc tomou a sua e apesar das baboseiras está vivo e remoendo ou roendo de ciúmes pela eleição do atual presidente, que derrotou o poste leso do teu.

  2. Todos os dias vemos exemplos de Autoridades contaminadas, imaginem o povão? Tomara que o futuro não seja de calamidade.

    1. Nao é só suco de laranja, tem tb remédio contra lombriga, contra malária e ozônio no fiofó. Nada resolveu.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Inquérito das fake news deu resultado, afirma Gilmar Mendes

Foto: CNN

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes defendeu, nesta quinta-feira (25), em entrevista à CNN, o inquérito das fake news e afirmou que já foram apresentados resultados decorrentes da investigação.

“O inquérito das fake news deu resultado, identificou doadores, quem estava atacando pessoas, algumas delas foram presas, estão respondendo”, disse o ministro.

“Temos agora o inquérito dos atos antidemocráticos, a partir da manifestação feita no QG [do Exército], com participação do presidente, é verdade. Os parlamentares que organizaram o evento estão sendo responsabilizados”, completou.

Gilmar disse também que, entre outras coisas, a investigação serviu para debelar a organização que espalhava notícias falsas, mas também para identificar criminosos que estavam se articulando. “Daqui a pouco são milícias, daqui a pouco tem armas, todos defendem muito o porte.”

Sobre a duração do inquérito, o ministro afirmou que é preciso verificar com seu colega de Corte, Alexandre de Moraes, que preside a investigação, mas acredita que ela deva continuar mesmo após o fim da gestão de Dias Toffoli à frente do STF, em setembro.

Questionado se já havia sido, ele próprio, vítima de fake News, Gilmar afirmou que sim, já que a internet é “terreno para pessoas excêntricas e algumas delas se imaginam um pouco dotadas de poderes divinos”.

“É preciso que esse cuidado seja mantido e que as pessoas tenham noção de que o uso da palavra, o uso de ataques e coisas do tipo pode ser cobrado criminalmente”, afirmou.

O ministro do STF também falou mais sobre uma proposta sua, classificada por ele como esboço, para que seja criado algum tipo de órgão regulador para monitorar as redes sociais.

“A despeito da legislação, que deve dar responsabilidade aos provedores, eu imagino que é necessário uma agência e pensei que o modelo ideal seria dessa autoridade fiscal independente e que pudesse ter a participação de pessoa da imprensa, do Judiciário, do Legislativo e do Executivo para acompanhar, sugerir medidas e, eventualmente, expedir regulações”, detalhou.

Ele disse que essa ideia, no entanto, precisa ser debatida em profundidade. “Algo precisa ser feito. Temos que saber o que fazer.”

Julgamento de Moro

Gilmar Mendes também afirmou que pretende levar à 2ª turma do STF, antes da aposentadoria de Celso de Mello em novembro, o processo que julga o pedido da defesa do ex-presidente Lula sobre a anulação da atuação de Sergio Moro no caso.

“Sim, virá antes. Eu espero que já no segundo semestre nós retomemos a turma em um plenário físico, porque não é muito fácil, embora estejamos agindo bem em fazer esse sistema do julgamento virtual, não é muito fácil dialogar com as pessoas e perceber o entendimento ou não entendimento nesse plenário virtual”, disse.

Ele afirmou esperar que isso ocorra em agosto ou setembro, quando espera que haja condições para a retomada dos julgamentos presenciais, mas que, se necessário, o caso será decidido também pela internet.

“No limite, sim [faz de forma virtual], mas, a princípio, eu desejava que discutíssemos isso num diálogo muito aberto e franco na bancada.”

Investigação de milícias

Gilmar defendeu também uma atuação mais contundente do Ministério da Justiça e da Segurança Pública no combate às milícias e disse que sentiu falta disso no programa que Moro manteve à frente da pasta.

“Não é razoável que venham notícias de que em Rio das Pedras, aqui ou acolá, haja um grupamento que domina territorialmente uma dada região e faz exploração econômica e coisa do tipo. É preciso que isso entre na agenda do ministério da Justiça”, cobrou.

Ele disse esperar que o atual ministro, André Mendonça, “cuide bem dessa temática” que poderia, inclusive, ser foco de uma possível intervenção da Polícia Federal.

Com CNN Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Esse STF é o que de pior existe na justiça, até hoje ninguém sabe o porque estão sendo processados.
    Indica, investiga, julga e processa.
    E se dizem democratas.

  2. Esse boca de sapo é uma das piores coisas que o STF já produziu. Quem cai na narrativa dessas excrescências merece todas as mazelas que eles já produziram e que estão lutando para que continuem a produzir. São idiotas úteis que contribuem para que o pais continue na mesma merda de sempre.

  3. De fato, tenho notado que diminuiu muito a presença dos robôs nas caixas de mensagens. Mas, ainda há uns poucos boçais analfabetos tentando defender o indefensável. Chega a ser comovente (ou patético) o malabarismo dialético para comprovar que a Terra é plana.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

SAÚDE: Prefeitura de Parnamirim divulga resultado de processo seletivo e convoca aprovados

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Parnamirim, através da secretaria de saúde (Sesad), divulgou nesta quinta-feira (4), em edição do Diário Oficial do Município, o resultado do processo seletivo simplificado para contratação temporária de excepcional interesse público. A relação nominal dos aprovados pode ser consultada no DOM desta quinta-feira.

Posterior ao resultado, a Sesad convocou os aprovados a comparecer na Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim, localizada na Rua Altino Vicente de Paiva, nº 210, Edifício Cartier – Monte Castelo – Parnamirim-RN, conforme o cronograma:

Dia 04/06, das 8:30h às 17h:

Todos os convocados para Técnico em Enfermagem

Dia 05/06, das 8:30h às 17h:

Todos os convocados para Enfermeiro, Farmacêutico, Farmacêutico Bioquímico, Assistente Social, Psicólogo, Técnico de Laboratório, Auxiliar de Farmácia, Nutricionista, Técnico em Nutrição e Dietética.

Dia 06/06, das 8h às 14h:

Todos os convocados que não conseguiram se apresentar nos dias anteriores.

No ato do comparecimento, o candidato deverá apresentar a documentação especificada no Diário Oficial do Município de 4 de junho.

A Sesad esclarece que o resultado divulgado foi parcial. De acordo com o Item 6 do Edital 004/2020, foram priorizados os aprovados no concurso público de Parnamirim regido pelo Edital 001/2019 na convocação do Processo Seletivo. Os demais profissionais serão chamados posteriormente, à medida que os serviços forem sendo abertos.

As demais vagas serão ocupadas pelos candidatos obedecendo os critérios da avaliação curricular, conforme item 7 do Edital 004/2020, sendo o resultado publicado posteriormente no Diário Oficial do Município.

O candidato que não comparecer dentro do prazo de convocação será desclassificado do Processo Seletivo, sendo substituído, imediatamente, pelo candidato classificado subsequentemente.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Elevado número de inscritos adia resultado de processo seletivo da Secretaria Municipal de Saúde em Natal

Foto: Arquivo

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal informa que a data da publicação do resultado preliminar da Processo Seletivo Simplificado para Contratação Temporária de Excepcional Interesse Público para fins de enfrentamento à Covid-19 que aconteceria nesta terça(19), será prorrogada conforme previsto no subitem 12.1 do Edital 001/2020, em virtude do grande número de inscritos.

“Considerando que as análises curriculares estão sendo feitas de forma criteriosa, objetivando a segurança e transparência do Processo Seletivo, o cronograma com as novas datas será publicado posteriormente na página da Secretaria Municipal de Saúde”, encerra a nota.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

MAIS UMA BOA NOTÍCIA: Empresa dos EUA anuncia resultado inicial positivo da vacina do coronavírus

Foto: Getty Images

A Moderna, empresa de biotecnologia dos EUA, anunciou nesta segunda-feira(18) que testes preliminares com uma possível vacina para o novo coronavírus tiveram resultados positivos.

Veja mais – Laboratório americano diz ter descoberto anticorpo contra covid-19: “Queremos enfatizar que existe uma cura. Existe uma solução que funciona 100%”

Oito pacientes receberam doses pequenas e médias da vacina e desenvolveram níveis de anticorpos semelhantes ou superiores aos encontrados em pacientes já recuperados da doença.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Esse laboratório é comunista. Tem que prescrever cloroquina, a droga do enviado para salvar o mundo.

    1. Ele defende essa m… de cloroquina pq o exercito gastou uma fortuna produzindo isso em seu laboratório e se não usar vai ficar bem escancarado o esquema dos generais!

  2. Espero que o presidente finja ser contra essa vacina.
    Só assim os lulanáticos não serão contra a cura.

    1. Nego a pergunta seria: será que o asno do presidente vai aceitar?? Porque graças a não participação do Brasil na ação de Colaboração Global para Acelerar o Desenvolvimento, Produção e Acesso Equitativo a diagnósticos, tratamento e vacina contra o covid-19, pq o asno do pesidente estava mais preocupada em livrar seus filhos da PF, O BRASIL PODE IR PRO FINAL DA FILA PRA RECEBER ESSAS VACINAS. TA BOM NE?

  3. Se Deus quiser vai dar certo. Assim eu acredito, pesquisa, comprovações baseadas em conhecimento científico, com testes e resultados… Não em senso comum, crenças, achismos, fantasias… Criadas na cabeça de Governantes semi analfabetos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Lewandowski será o relator no STF do pedido para que Bolsonaro revele o resultado do exame para Covid-19

Foto: Agência O Globo

Ricardo Lewandowski será o relator no Supremo do recurso impetrado pelo jornal “O Estado de S. Paulo” contra a sentença de João Otávio de Noronha, presidente do STJ, que monocraticamente decidiu que Jair Bolsonaro não é obrigado a revelar o resultado do seu exame para detecção do coronavírus.

No recurso apresentado ao STF, os advogados do jornal relatam que Noronha antes de decidir em favor de Bolsonaro já havia antecipado o seu voto em uma entrevista.

Com informações de auro Jardim – O Globo

Opinião dos leitores

  1. BG , tenho certeza que os admiradores do quase futuro ex -presidente concordam com a divulgação na íntegra da reunião . Dessa forma acabaríamos logo com esse problema . O Bozo , votei nele e me arrependo , pareceu-me meu abatido na sua chegada em casa . Aspecto de cansaço visível e a maior característica que algo estava errado . Ele. estava calmo e educado . O BOZO , votei nele e me arrependo , calmo e educado é sinal de algo errado . Aos admiradores sugiro paciência , calma e bom senso . O presidente vai precisar de muito ombro amigo . Keep Calm , tamô junto , afinal o importante é o Brasil ??.

  2. como está esse país, quer dizer que agora toda reunião do Planalto tem que ser Aberta ao público ? eu imagino se fossem abrir as reuniões quando era Lula ou Dilma, definitivamente não deixam o presidente trabalhar , tudo é errado , tudo é polêmica, isso é sinal que Bolsonaro está incomodando, que está no caminho certo.

  3. Sinceramente isso já passou de fuleiragem, só falta querer saber quantos dias ele passa pra cagar, que sacanagem essa que estão fazendo com um político honesto, se ele fosse ladrão estava todo mundo batendo palmas pra ele. Isso é imoral, deixem o cara em paz.

    1. Isso é fácil, por baixo é um dia sim outro não.
      Pela boca é todo dia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Estado divulga resultado de processo seletivo e convoca 888 profissionais da saúde em combate ao coronavírus

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou na edição desta quinta-feira, 16, do Diário Oficial do Estado (DOE), o resultado da análise curricular referente ao processo seletivo simplificado para reforçar o sistema de saúde pública do Rio Grande do Norte durante o período de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com a Coordenadoria de Recursos Humanos da Sesap, inscreveram-se no processo 3.540 profissionais, dentre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, biomédicos, técnicos de enfermagem e de radiologia, higienista hospitalar e maqueiros. Foram selecionados cerca de 2.500 profissionais para cobrir, inicialmente, 888 vagas do Edital, gerando um quadro de reservas para as necessidades do plano de contingência de enfrentamento à Covid-19.

As chamadas serão feitas imediatamente por ordem de prioridade do plano de contingência. Eles serão contratados pelo período de seis meses e atuarão em quatro regiões de saúde do Estado, ampliando a assistência hospitalar e o processo de abertura de leitos de UCI e UTI planejados para atender pacientes com a Covid-19.

Diário Oficial do Estado

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Coronavírus: Brasil terá resultado muito melhor que países da Europa, diz cardiologista

O Sistema Único de Saúde deve sair fortalecido após a pandemia do novo coronavírus. Essa é a avaliação do cardiologista Roberto Kalil Filho, que contraiu a covid-19 e está internado. “O SUS é brilhante, mas faltam recursos. Com certeza ele vai sair fortalecido dessa pandemia.”

Em entrevista ao Jornal da Manhã, o também professor titular de cardiologia da Faculdade de Medicina da USP disse que o Brasil teve mais tempo que outros países para se preparar para a chegada da doença.

“Demos a sorte da doença vir fora e pegar classes mais altas primeiro. O SUS teve tempo de se preparar, programar hospitais de campanha, Hospital das Clínicas também, muito antes do pico. Eu acho que o Brasil terá um resultado melhor que vários países da Europa em relação ao tratamento.”

Kalil lembrou que 80% das pessoas que serão infectadas não vão ter sintomas, 15% terão poucos sinais e apenas 5% vai precisar de hospitalização e tratamento intensivo. No caso dele, a confirmação da doença veio após uma pneumonia.

Ele não afirmou se fez ou não uso da cloroquina, mas disse que tomou “vários medicamentos” e confia no tratamento proposto pela equipe que o trata. “Em relação a esse remédio, existem muitos estudos que mostram benefícios e espero que mostrem sua eficácia. Mas tem vários estudos com vários remédios no mundo inteiro.”

Segundo Kalil, a confirmação de que o isolamento social tem efeitos positivos no combate à doença só vai vir com o tempo. “De acordo que a curva vá sendo achatada, os governantes podem flexibilizar. É preciso levar em conta que as regiões são diferentes, São Paulo é diferente. As atitudes devem ser mais radiais nesses estados.”

Jovem Pan

Opinião dos leitores

  1. Esse bom resultado e o tempo para a saúde se preparar foi graça as decisões acertadas dos governadores. Se fossemos depender do lunático do Planalto estaríamos ferrados.

  2. Pobre de espírito, em uma hora dessa chamar um imb….. desse de mito. Só ae for mito do inf…… kkkkkkk

  3. Se fosse na pegada desse doido "o minion" estavámos ferrados. Por sorte, temos no país pessoas ousadas que foram contra e tomaram medidas responsáveis. É completo desgoverno.

  4. Claro, com as recordações que a maioria dos governadores e prefeito tiveram, esse é o resultado. Se dependesse do Bozo, seria uma catástrofe.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Xand Avião e esposa revelam resultado positivo em teste de coronavírus

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (24), o cantor Xand Avião confirmou que ele e sua esposa, Isabele Temoteo, tiveram o resultado positivo para o novo coronavírus. O cantor gravou vídeos, no modo Stories do Instagram, confirmando estar com a doença.

Xand revelou que realizou os testes na segunda-feira (16) junto com sua esposa e sua filha, Maria Isabella. O resultado positivo do casal saiu na última segunda (23) e nesta terça-feira (24), enquanto o resultado da filha saiu negativo.

O cantor aproveitou o momento para parabenizar o Brasil por ficar em casa e deixar uma mensagem de conscientização. “A gente quer pedir a vocês que fiquem em casa, lavem bem as mãos com sabão, não saia pra nada, pra a gente poder passar por isso”.

Diário de Pernambuco

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Resultado do Datafolha mostra que Guedes está no rumo certo, diz Planalto

Foto: Reprodução

Os resultados da pesquisa Datafolha, divulgados no domingo (8), mostrando que a queda na popularidade do presidente Jair Bolsonaro foi estancada, indicam que a política econômica do ministro da Economia, Paulo Guedes, está no rumo certo.

A avaliação foi feita ao blog por assessores presidenciais. Segundo eles, o levantamento reforça a confiança do presidente em Paulo Guedes.

“A velocidade da recuperação da economia ainda não é a que desejamos, mas estamos no rumo certo. Melhor ir devagar para depois acelerar com segurança”, disse ao blog um assessor presidencial.

Para ele, a pesquisa divulgada neste fim de semana mostra uma retomada da confiança da população na melhora da economia, o que vai se refletir mais à frente em melhora da avaliação do próprio presidente.

O Datafolha mostrou que, após oito meses de queda, a popularidade do presidente se manteve estável.

“É o primeiro passo para uma melhora”, afirmou outro assessor presidencial. Ele lembrou que, em outros governos, a economia foi acelerada artificialmente, o que gerou uma boa avaliação presidencial mas que, logo depois, caiu de novo.

Paulo Guedes chegou a ter sua política econômica questionada dentro do governo exatamente pela demora na reação do crescimento econômico do país.

Porém, desde a divulgação do resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, quando o Brasil cresceu 0,61%, o ministro da Economia ganhou pontos positivos no governo. Agora, com a pesquisa Datafolha, ele teve sua posição ainda mais reforçada.

Nesta segunda-feira (9) foram divulgados dados da pesquisa Datafolha sobre a aprovação dos ministros do governo Bolsonaro.

De acordo com o levantamento, Guedes é o segundo ministro mais conhecido pela população (80% dos entrevistados disseram conhecê-lo), e só fica atrás do ministro da Justiça, Sergio Moro (93%).

Entre os que dizem conhecer os ministros, 39% consideram a atuação de Guedes ótima ou boa. Nesse quesito, o titular da Economia só perde para a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves (43%) e para Sergio Moro (53%).

Blog do Valdo Cruz – G1

Opinião dos leitores

  1. A quem interessa pesquisa do Datafolha e do Ibope que durante o anos de 2002 a 2016 foram financiados para dar números positivos ao governo?
    A quem interessa essas pesquisas que ninguém sabe onde foi feita e ninguém viu os pesquisadores?
    O Datafolha até fechar a contagem do último voto em 2018 dava vitória a todos os postes, menos que Bolsonaro ganharia.
    Qual a credibilidade que um instituto de pesquisa desse tem? Só mesmo a globo para levar ao ar suas "pesquisas". Precisa dizer mais?

  2. Guedes tá errado, sabe de nada…Certo mesmo era Mantega e Ciro Gomes, quando diziam q a política econômica de Chavez levaria a Venezuela à condição de Potência econômica…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, petistas admiradores de criminosos de colarinho branco, vc são ilários…kkkkkkkkk

    1. Certos eram os nossos desenvolvimentistas-keynesianos-unicampistas.
      Acreditam que se aumenta o nível dá água da piscina, tirando baldes da parte funda
      para despejar na superfície. Tira dinheiro de um canto, bota no outro que ele se multiplica.

  3. Só aqueles velhos 30% que apoia o presidente chibata! P quem anda nos seus carros importantos aqui em Natal,deve tá achando ótimo. Mas eu sei que essa galera come ovo p arrotar caviar!

    1. Depois de querer dividir as pesssoas com base na etnia, sexo, região, comportamento sexual, classe social, os esquerditas agora querem também dividir as pessoa com base na faixa etária. E é bem típico de um esquerdista a inveja (nunca revelada, escondida sobre o manto do discurso da igualdade), manifestada no ressentimento contra quem pode dirigir um carro melhor.

    2. Vcs estão desesparados com a possbilidade da economia engrenar.

  4. kkkk A política econômica deve estar certíssima. Gasosa ultrapassando os R$ 5,00. Salário mínimo com reajuste sem aumento real. Cortes em todas as áreas sociais usando o argumento da política de ajuste prejudicando unicamente a população. Mercado interno chegando a recessão, retração e depressão. Essa crise, a recessão, a depressão são as justificativas pra vender todos os bens móveis, imóveis e estatais. Pense num kamikase essa política.

    1. -A gasolina está a esse preço para que a Petrobras possa ser recuperada da pilhagem petista.
      -A regra do salário mínimo são aquelas criadas pelo PT.
      -Algumas áreas estão, de fato, sofrendo cortes. Fruto de um orçamento engassado por despesas vinculadas.
      -Não estamos em recessão, muito menos em recessão. Recesão deixou Dilma.
      -Estamos numa lenta e consistente retomada do crescimento.

    2. *-Não estamos em recessão, muito menos em depressão. Quem lançou o Brasil numa depressão foi Dilma.

    3. O preço da gasolina depende também dos impostos estaduais. olha o preço da gasolina em outros estados.

    1. Arruma aí um lugar pro Tarcísio e pra Damares também.
      Ou deixa todos nos respectivos ministérios.
      Biroliro sabe escolher, né?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *