Prefeito de São Gonçalo do Amarante confirma exame positivo para Covid-19, e faz tratamento em casa, sob isolamento

Foto: Divulgação

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, Paulo Emídio, comunicou nesta sexta-feira(03) o exame positivo para Covid-19. ” Meus amigos, recebi hoje o resultado do teste que fiz para COVID-19 desde que passei a sentir sintomas da doença: deu positivo. Estou em tratamento em casa, junto com Terezinha que também foi contaminada. Estamos sem maior gravidade até o momento. Apenas o incômodo dos sintomas que são duros”.

O prefeito, inclusive, reforçou que está sem contato social há mais de uma semana. ” Estou sem contato social há mais de semana. Desde que surgiram os primeiros sinais, me recolhi com Terezinha e passei a me cuidar. Apesar dos dias difíceis, consigo algum momento de alívio para acompanhar os acontecimentos e decidir as medidas que temos tomado no combate ao vírus em nosso município”, disse.

Por fim, Paulinho deixou um recado para a população de São Gonçalo do Amarante: “Os sintomas que tenho sentido aumentam a convicção do quanto todos devemos nos resguardar. E do quanto nós, autoridades, devemos lutar para que as pessoas não sejam atingidas por este vírus e não tenham que passar pelo que eu, Terezinha e tantas outras pessoas estamos passando. Agradeço aos que se preocupam e aos que nos mandam preces. Tudo vai passar e vamos sair disso mais fortes e ainda mais próximos”.

São Gonçalo do Amarante: Secretaria de Tributação oferece todos os serviços online

Foto: Junior Santos

Desde essa segunda-feira (30 de março), a Secretaria Municipal de Tributação (SMT) de São Gonçalo do Amarante/RN, está com serviços 100% online, através do ‘Portal do Contribuinte’, no site oficial da Prefeitura, que já possuía algumas funcionalidades. A plataforma ‘1Doc Atendimento’ reforça as solicitações virtuais.

Dessa forma, todos os serviços que eram feitos de forma presencial, podem ser solicitados virtualmente, o que gera mais comodidade e agilidade aos processos. Entre as solicitações, o parcelamento de débitos, reclamações contra lançamento, pedido de revisão cadastral, alterações de cadastros, cadastramento de empresas fora da Redesim, pedido de Restituição de Indébito, pedido de compensação, entre outros.

Para ter acesso a esses serviços, basta acessar o endereço eletrônico da Prefeitura de São Gonçalo (saogoncalo.rn.gov.br) e navegar na aba “Portal do Contribuinte”. Vale ressaltar que, além dessa ferramenta, a Prefeitura disponibilizou, na última semana, o aplicativo ‘1Doc Atendimento’, para que a população possa protocolar documentos e requisitar serviços sem sair de casa. o app pode ser adquirido gratuitamente nas lojas virtuais da Aplle Store (iOS) e Play Store (Android).

Coronavírus: Prefeito de São Gonçalo do Amarante decreta calamidade pública e estabelece regime de quarentena no município

Foto: Divulgação

Por 90 dias, a partir desta quarta-feira (25), data da publicação, o prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio, o Paulinho, decretou calamidade pública no município em virtude da pandemia de Covid-19. O documento foi publicado no Jornal Oficial do Município (JOM) e ainda estabelece regime de quarentena.

Durante o período, que pode ser prorrogado, estão autorizadas a funcionar, exclusivamente, atividades privadas indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis à comunidade, como saúde, assistência social, transporte público e serviços de alimentação, sempre respeitando as medidas de proteção e prevenção ao coronavírus.

Ainda de acordo com o decreto, o Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Saae) está autorizado a suspender cobrança e pagamento da tarifa de água e esgoto na categoria “residencial social”, ou seja, as famílias que têm renda per capta de até R$ 178 inscritas no Programa Bolsa Família.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Só Comento disse:

    Os profissionais de comércio e dos serviços que estão desautorizados a funcionar nesses 90 dias (a maioria esmagadora) vão botar comida pra dentro de casa e pagar as contas como Sr. prefeito?

  2. Jair Bala disse:

    Existe casos assim na cidade?

  3. rodrigo disse:

    acho que realmente talvez o clima nao permite a proliferação do virus, haja vista o interior quente do Estado nao ter aparecido nenhum caso.

    • JR Laranjeiras disse:

      Eita que a UDI (Universidade da Internet) não para de formar infectologistas, por enquanto percebemos uma paradinha na expedição de diplomas em direito (de preferência em juiz de instâncias superiores) em tudo hoje o povo quer meter o bedelho, nam

BOMBA: Em virada inesperada, MDB decide apoiar a pre-candidatura do prefeito Paulinho em São Gonçalo do Amarante

O blog teve acesso, há pouco, a uma informação que muda a política em SÃO GONCALO: a de que o tradicional partido de oposição de São Gonçalo do Amarante, o PMDB, com sua marcante cor verde e seu número 15, que teve grande simbolismo nas últimas campanhas, vai se somar à pre-candidatura à reeleição do prefeito Paulo Emídio.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Oswaldo disse:

    Oxente, e vai ter eleições em 2020?!? Não é justo com q população ter se aglomerar para votar nesses canalhas e ainda correr o risco de se contaminar

  2. Gilvan disse:

    Pronto agora se lascamos de vem se o Novo Santo Antônio tinha alguma esperança agora foi tudo pro LIXO, tudo farinha do mesmo saco.

  3. WILTON XAVIER disse:

    Essa bola foi cantada ainda no ano passado essa turma vive unida por todos os lados…

Governo lança edital para pavimentação da Estrada da Produção em São Gonçalo do Amarante

O edital para contratação das obras de pavimentação da Estrada da Produção em São Gonçalo do Amarante foi lançado nesta sexta-feira,13. A rodovia tem dois trechos conectando o centro de São Gonçalo do Amarante (SGA) aos distritos de Serrinha, Maçaranduba, Canto de Moça e faz ligação ao acesso sul ao Aeroporto.

A Estrada da Produção também fará a ligação do polo empresarial de SGA aos distritos e à via Metropolitana de Natal, que por sua vez dá acesso às BR’s 406 e 226. Isso vai contribuir para o melhor escoamento de produtos, incrementar o turismo e efetivar uma nova conexão da Região Metropolitana de Natal com os municípios do interior e a outros estados.

O valor dos serviços é de R$ 23,5 milhões, com financiamento do programa Governo Cidadão. São 12,9 quilômetros de extensão em dois trechos. O primeiro com 7,9 quilômetros ligando SGA ao distrito de Serrinha próximo ao entroncamento do acesso sul ao aeroporto e às RN 312. O segundo trecho tem 5 quilômetros e acessa o distrito de Boa Vista.

O secretário de Estado de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Programa Governo Cidadão, Fernando Mineiro disse que “o lançamento do edital é resultado de muito esforço e correções de itens do projeto pelos nossos técnicos e pessoal do Idema. Tivemos muito trabalho para resolver detalhes do projeto e chegar a está fase de lançamento do edital”, afirmou. As empresas têm até 15 de abril para apresentar proposta.

“Tivemos muito trabalho para remover entraves e corrigir falhas de projeto. Mas superamos as dificuldades, e por isso agradeço de público toda a nossa equipe de Governo, agora que estamos lançando o edital para contratação da obra”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

Ela lembrou que SGA é o quarto maior município do Estado e sedia o aeroporto internacional. A Estrada da Produção vai fazer a interligação do município a rodovias federais e à Via Metropolitana. “Hoje damos o primeiro passo para construir a estrada que representa desenvolvimento, emprego, cidadania e qualidade de vida, e fortalece a economia de todo o Estado”, completou.

A governadora também informou sobre a reunião em Brasília como o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas sobre a devolução da gestão do aeroporto pelo grupo Inframérica. “Em reunião com o ministro em Brasília e com o secretário Nacional de Aviação Civil tivemos a garantia de que não haverá problemas nos serviços do aeroporto. Uma nova licitação será feita e a nova empresa assumirá já com as regras estabelecidas pelo novo marco regulatório”. A governadora também disse que o ministro informou que já há uma empresa francesa interessada em participar da nova licitação para administrar o aeroporto.

Prefeito de SGA, Paulo Emídio de Souza considerou o lançamento do edital “um marco para o desenvolvimento de São Gonçalo e do Estado, vez que a estrada atende população de 10 mil pessoas na área mais produtiva do município e onde será construído um polo empresarial. Parabenizo o Governo e a governadora Fátima Bezerra, que escreve uma página bonita no desenvolvimento do RN”.

Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaime Calado considera a Estrada da Produção “uma ferramenta para o desenvolvimento de todo o Rio Grande do Norte. Além de estar localizada na área mais produtiva de SGA ela faz ligação ao porto e ao aeroporto e acessa área de 50 hectares de propriedade da prefeitura onde será implantado um polo empresarial”. Jaime informou que já estão em curso entendimentos para instalar naquela área uma fábrica de baterias de lítio.

O ato de lançamento do edital contou também com a presença do vice-governador Antenor Roberto, do secretário de Estado Gustavo Coelho (Infraestrutura), adjunto da Infraestrutura, Haroldo Azevedo Filho, diretor do Departamento de Estradas de Rodagem, Manoel Marques. Também participaram o vice-prefeito de SGA, Eraldo Paiva, secretários municipais e vereadores, padre Murilo, pároco de Parnamirim e capelão dos Mártires de Uruaçu, ex-prefeito Parnamirim, Maurício Marques e representantes do IFRN de São Gonçalo.

ANAC analisa relicitação do aeroporto de São Gonçalo do Amarante para trâmites para nova concessão

Posicionamento da Agência Nacional de Aviação Civil(ANAC) sobre relicitação do aeroporto de São Gonçalo do Amarante

A adesão à relicitação é um ato voluntário da concessionária e consiste na devolução amigável do ativo com a consequente realização de novo leilão e assinatura de contrato de concessão com outra empresa, nos termos da Lei nº 13.448/2017 e do Decreto nº 9.957/2019. O requerimento da concessionária Inframérica para relicitação do Aeroporto de Natal foi formalizado hoje na ANAC, que analisa a viabilidade técnica e regulatória da relicitação. Posteriormente, o processo é encaminhado pela Agência para o Ministério da Infraestrutura.

O processo de relicitação, com as manifestações da agência e do ministério, é então submetido ao Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), previamente à deliberação do presidente da República. Após a qualificação do aeroporto pelo PPI são iniciados os trâmites preparatórios para a nova concessão, inclusive quanto à necessidade de aprovação de novo plano de outorga e aos requisitos previstos na legislação. A partir dessa fase o prazo previsto em lei é de 24 meses até a realização do novo leilão.

A ANAC entende a relicitação amigável como um mecanismo que traz segurança jurídica para os contratos, além de permitir a continuidade da prestação de serviços aos usuários.

Primeira parcela: Governo Federal libera 2,5 milhões para construção do hospital de São Gonçalo do Amarante

Foto: Divulgação

Pelas redes sociais, o prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio, o Paulinho, agradeceu ao ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, em nome do Governo Federal, e ao deputado federal João Maia pelo empenho na liberação de 2,5 milhões de reais, primeira parcela, dos recursos para construção do hospital geral na cidade que foi enviada nessa quinta-feira (5).

A unidade hospitalar contará com 135 leitos, UTI Adulto e Infantil, e serviço de urgência e emergência infantil e adulto, com classificação de risco, e atenderá também a Região Metropolitana de Natal, que concentra uma população de mais de 1,3 milhão de pessoas. O valor da obra é de R$ 50 milhões.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo Souza disse:

    Eles deveriam colocar para funcionar a contento os hospitais regionais que já existem, e não construir mais. O de Parnamirim funciona aos trancos e barrancos. O de Macaíba do mesmo jeito. São José de Mipibú, idem. Os de Natal, nem se fala. Daí vão construir mais um em SGA para ficar sucateado. Se os que existem hoje na região metropolitana funcionassem plenamente, não precisaria mais um. Deveriam mandar esse dinheiro para o Rui Pereira.

  2. Ricardo disse:

    Bruno, pública meu comentário sobre Fátima ingratidão com Paulinho

  3. Iza disse:

    Ali é para construir presídios, um presídio em cada esquina e talvez ainda não dê conta.

  4. Timóteo disse:

    BG hoje você resolveu pegar briga com todos, como pode colocar no ar uma notícia assim? Como o governo vai se apoderar desses recursos e dizer que é local?
    Nas viaturas, armas e material entregues a PM no estado, para ser usado na segurança, o governo federal, responsável 100% por tudo que foi entregue, simplesmente foi ignorado nos discursos, como se tudo tivesse origem por ação do governo estadual. Não foi assim? Olhe as notícias publicadas e de conhecimento público.

Prefeito de São Gonçalo do Amarante emite nota e esclarece sobre a Inframérica e o Aeroporto

Foto: Elisa Elsie/AssecomRN

Participei, junto com Jaime Calado e outros secretários, hoje, da reunião com a nossa governadora Fátima Bezerra e dirigentes da Inframérica que vieram comunicar oficialmente ao Estado que a empresa decidiu submeter o contrato de concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante ao processo de RELICITAÇÃO previsto na Lei 13.448/2017.

O que isso significa para a operação do aeroporto?

Em princípio, nada. Não muda nada de como está agora. Não haverá qualquer mudança no funcionamento do aeroporto. Continuará, inclusive, com os investimentos na sua melhoria e na expansão de vôos. As normas das concessões garantem isso.

A relicitação, se e quando acontecer (daqui a um ou dois anos), resultará na possível troca de comando do aeroporto por outra empresa do mesmo ramo, talvez com melhores condições de investir mais na expansão das suas atividades.

Quais os motivos alegados pela Inframérica?

Motivos regulatórios. O contrato assinado da concessão do aeroporto de São Gonçalo, por ter sido o primeiro do país, desequilibrou-se financeiramente ao longo do tempo. Os outros aeroportos, concedidos depois, tiveram contratos melhores. E a única forma de melhorar o contrato do nosso é colocando ele para relicitação. A nova empresa que ganhar e assumir vai ter melhores condições pra operar e investir mais no aeroporto.

Prefeito Paulinho
São Gonçalo do Amarante

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nordestino disse:

    O choro desse povo é que eles queriam o aeroporto no quintal da casa deles, chega a ser hilário falando na barraquinha que operava em Parnamirim,

    • Medeiros disse:

      Verdade. O movimento de um aeroporto se deve ao crescimento da economia e não a distância do aeroporto ao centro da cidade, Pelo contrário, todo aeroporto tem de está afastado de área de moradia por questão de segurança.

  2. Cigano Lulu disse:

    Ainda que – hipoteticamente – não tenha embolsado nada por debaixo da mesa, Jaime Calado é de longe o grande beneficiado com a trágica transferência do aeroporto de Natal para São Gonçalo do Amarante.
    Esbravejando a lorota de que SGA seria automaticamente transformada em cidade-aeroporto, com a inauguração do terminal, Jaime Calado convenceu o eleitor bocó que o elegeu prefeito, reelegeu e ainda elegeu o seu sucessor.
    A fictícia 'cidade-aeroporto' foi tão bem usada, eleitoralmente, que culminou na eleição da mulher de Jaime para o Senado Federal. E pavimentou o caminho dele próprio para o primeiro escalão do governo Fatão GD.

  3. Antonio Turci disse:

    Os norte-riogandenses foram ludibriados. Este aeroporto é um engodo. Ideal será o retorno do Aeroporto AUGUSTO SEVERO, em Parnamirim. É difícil? Pode ser. Mas não faz mal sonhar um bom sonho.

  4. Chicó disse:

    Parabéns ao prefeito de São Gonçalo do Amarante pela clareza e concisão !!! Deu uma aula ao governo estadual.

    • Lobinha disse:

      Kkkkkkk, melhor dizer, vão nos foder mais ainda, o pt e nós fudemos Natal com esse elefante branco, agora terminamos com tudo

  5. Antenado disse:

    Esclareceu primeiro que o próprio governo do Estado, inoperante como sempre. Se o que diz a nota vai se concretizar, são outros quinhentos. Mas, ao menos prestou algum esclarecimento. Nem pra isso o governo do Estado serve.

  6. Lira disse:

    Esse aeroporto fica em SGA município que, perdoem-me os cidadãos de bem que lá moram, é o maior depósito de bandidos sem futuro do RN. Quando penso em voar e lembro o trajeto para o aeroporto desisto na hora. O risco de morrer no caminho é muito grande, até carro blindado estão oferendo para o transporte.

  7. Teresa disse:

    Engana que eu gosto. O Brasil tá como tá pq fomos enganados durante anos. Vamos deixar de lorota e mentiras e mostrar a realidade.

  8. Almir Dionísio disse:

    o motivo é que é uma barca furada.

Inframerica solicita à União devolução amigável do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal

(Foto: Jobson Galdino/Divulgação)

A Inframerica, concessionária do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, solicitou à União a devolução do terminal potiguar. Se a solicitação for aprovada, haverá um processo de licitação e a operação do Aeroporto de Natal será transferida para um novo operador. Com isto, a Inframerica deverá receber uma indenização, baseada principalmente no valor dos investimentos não amortizados, a ser determinada pelos órgãos competentes.

Durante o trâmite administrativo de análise do pedido, e até que haja a relicitação e a entrada de um novo operador, a administradora manterá todas as operações do aeroporto, com a mesma qualidade e segurança, bem como a execução de todos os contratos em vigor com seus colaboradores, cessionários fornecedores e companhias áreas. A concessionária informa que o pedido de devolução está circunscrito exclusivamente à concessão do Aeroporto da Grande Natal.

O Aeroporto da Grande Natal foi o primeiro aeroporto do Brasil transferido para a iniciativa privada, em 2011, e o primeiro aeroporto federal a ser construído do zero pelo setor privado. A concessionária iniciou suas operações em maio de 2014, oito meses antes do prazo previsto em contrato de concessão, e deu à população local um aeroporto novo, moderno e confortável, inclusive com obras não obrigatórias realizadas pela Concessionária. Nos anos de 2016 e 2017, o terminal aéreo recebeu o prêmio de “Melhor aeroporto da região nordeste do Brasil” e “Melhor do país” em sua categoria. A administradora já investiu no Aeroporto da Grande Natal aproximadamente R$ 700 milhões em valores nominais até dezembro de 2019.

Alguns fatores determinaram a decisão da Companhia em buscar a relicitação da concessão. Uma das justificativas é em relação ao tráfego de passageiros que foi negativamente impactado principalmente pela severa e longa crise econômica enfrentada pelo país, ocorrida justamente no período inicial da concessão e que impactou diretamente o turismo na região. Nos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) feitos pelo Governo Federal no início da concessão, a expectativa era que o terminal potiguar movimentasse 4,3 milhões de passageiros em 2019. Contudo, o fluxo registrado foi de 2,3 milhões, cerca da metade do que era previsto nos estudos. Além disso, as tarifas de embarque de Natal são 35% inferiores se comparado aos demais aeroportos privatizados do país sob o mesmo regime tarifário (dados de dezembro de 2019). As tarifas de navegação aérea do Aeroporto da Grande Natal também estão defasadas. Os valores cobrados pelas outras torres de controle chegam a ser 301% mais altas que a do Aeroporto da Grande Natal.

Apesar do déficit recorrente da operação aeroportuária, que tem requerido que os acionistas realizem aportes anuais para a manutenção do empreendimento, a administradora está adimplente com todas as suas obrigações estabelecidas no contrato de concessão e pactuadas junto às instituições financeiras, a exemplo do pagamento das outorgas e financiamentos com o BNDES.

“A devolução amigável e relicitação, na forma prevista pela legislação, é a melhor saída para a concessão do Aeroporto de Natal. Diversos fatores nos levaram à decisão. A operação do terminal acabou se mostrando financeiramente desafiador, e esta é a maneira de se encerrar o Contrato de forma amigável, sem traumas, e sem impacto para a operação aeroportuária, lojistas, turismo, passageiros, e operações aéreas. Queremos assegurar também o compromisso com todos os nossos funcionários, que não serão prejudicados durante o processo de análise até a relicitação, quando uma nova empresa assumirá a administração. Reiteramos nosso compromisso com o desenvolvimento da infraestrutura no Brasil, e continuamos atentos a novas oportunidades de investimentos no país”, esclarece o presidente da Inframerica, Jorge Arruda. O executivo ainda pontua que todo o processo está sendo feito observando as regras de governança corporativa e compliance, com estrito cumprimento à legislação.

O pedido de relicitação ora proposto é medida prevista na legislação brasileira. Em 2019 abriu-se a possibilidade de relicitação pelo Governo Federal. Em agosto do ano passado foi feito o decreto e em novembro saiu a Resolução da ANAC, disciplinando como funcionaria a devolução amigável. O pedido da concessionária passa, agora, a tramitar nas instâncias competentes.

A Inframerica reforça que o Aeroporto da Grande Natal seguirá operando com as mesmas condições de segurança e excelência na prestação do serviço, e honrará com todos os seus compromissos. Nenhum passageiro, funcionário, fornecedor ou companhia aérea será prejudicado no transcurso do pedido de devolução. Toda operação acontecerá normalmente e em observância às normas de segurança da aviação civil, e com a parceria que sempre teve com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Com este pedido de relicitação, a concessionária acredita que um novo operador, com novas condições contratuais terá mais chance de ter uma operação sustentável a longo prazo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MAURICIO disse:

    AGORA VEMOS GRANDES ENTENDIDOS COMENTARISTAS, E ESQUECEM QUE O RN PERDEU ESPAÇO PARA O AEROPORTO DE JOÃO PESSOA PORQUE LÁ O GOVERNO TEVE VISÃO DE FUTURO, BAIXOU O VALOR DO ICMS DO QUEROSENE DE AVIAÇAO, AI PERDEMOS MUITOS VOOS, É SÓ ISSO, A EMPRESA TAMBEM É FRACA NÃO TEM UM PROJETO PARA CAPTAR MAIS VOOS CHEGANDO E SAINDO DE NATAL

  2. Almir Dionisio disse:

    Este foi um presente de grego que D Rosalba junto com os ALVES deixaram para terminar de afundar o RN – a construção desse aeroporto em terreno dos alves e a arena das dunas que contribuíram para as dividas do RN.
    Tínhamos um aeroporto central e que atendia com mais alguma reforma as necessidades do estado, fizeram um elefante branco e agora entregam o pacote .
    Vergonhoso e agora o antigo foi transformado em museu e o RN?

  3. Lourdes Siqueira disse:

    Essa foto já diz tudo. Quem precisa ficar a espera de um vôo, sofre nesse aeroporto. Até a farmácia que tinha lá dentro fechou. A pessoa morre com uma dor de ouvido( o que é comum) e não tem uma "píula" pra tomar. Tem que andar com kit do deserto.

  4. Maciel disse:

    Acho que houve falta de planejamento, venderam uma utopia deste aeroporto, sem fazer um estudo sério de mercado e estrutura do estado, infelizmente quem pagou caro foi a população, porém não tem desculpa, pois nesse mesmo período houve um crescimento de movimento exponencial nos aeroportos de Fortaleza e Recife, Fortaleza sendo hoje referência em voos internacionais. A verdade que infelizmente RN não tem condições estruturais de concorrer com CE e PE. Sou a favor do livre mercado, mas infelizmente o liberalismo que se prática neste país não condiz com a realidade, quem investe alto, assume um risco de ganhar e perder, mas aqui a visão do empreendedor é apenas de falar o seguinte jargão " Difícil empreender no país" só querem o bônus sem assumir o ônus, colocando culpa nos governos de esquerda e direita, isto é, independente do perfil ideológico. Diante disso, hoje estou com receio sobre os ganhos reais das privatizações para sociedade como todo.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Excelente o seu comentário, especialmente no que tange aos "liberais de ocasião", que é o que mais se vê no nosso Brasil.

PF deflagra operação contra tráfico internacional de armas de fogo e cumpre mandados em Natal, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante

Operação Gun Express visa desarticular grupo que importava, guardava, remetia e transportava armas ilegalmente

Foto: Ilustrativa

A Polícia Federal desencadeou, na manhã de hoje (05/03), a operação Gun Express para desarticular grupo especializado na prática do crime de tráfico internacional de armas de fogo, acessórios e munições.

No Rio Grande do Norte os mandados foram cumpridos nas cidades de Natal, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante. Além do RN, também foram efetuadas ações no Paraná, Bahia, São Paulo, Paraíba, Sergipe, Santa Catarina, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul. A operação inteira envolveu 310 policiais federais que estão cumprindo 62 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão preventiva.

A investigação teve início no primeiro semestre de 2018, quando a Polícia Federal identificou que armas de fogo estariam sendo remetidas pelos Correios, escondidas dentro de equipamentos de treino para artes marciais, como aparadores de chute, luvas e caneleiras. A partir daí a PF identificou que um grupo de pessoas dos estados do Paraná, Bahia e Rio Grande do Norte atuavam em associação na importação, guarda, remessa e transporte de armas de fogo, acessórios e munições, que teriam como destino diversos outros estados do país, com destaque para Bahia e Rio Grande do Norte.

Foram realizadas, também, apreensões de armamentos e acessórios escondidos em tanques de combustíveis de veículos, usados durante o transporte para alguns dos Estados do nordeste.

A estimativa é de que o grupo remeteu e transportou, desde o ano de 2016, mais de 300 armas de fogo, investindo cerca de dois milhões de reais na compra do armamento. Foi identificado que parte do pagamento das armas era feito por intermédio de empresas de fachada controladas por suspeitos da Bahia e do Rio Grande do Norte para dar aparência lícita aos repasses financeiros feitos pelo sistema de transferências bancárias.

Estão sendo executados 27 bloqueios judiciais de contas bancárias e aplicações financeiras, bem como sequestro e arresto de bens de 26 pessoas físicas e 1 pessoa jurídica, além da constrição judicial de 10 veículos em nome de terceiros.
Foram decretadas ainda 6 medidas cautelares diversas da prisão para outras pessoas envolvidas na investigação.

A Polícia Federal indiciará 28 pessoas pela prática do crime de tráfico internacional de armas de fogo, lavagem de dinheiro, associação criminosa e falsidade ideológica.

Com informações da Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR

São Gonçalo do Amarante sedia Campeonato Potiguar de Beach Soccer

O Campeonato Potiguar de Beach Soccer, o futebol de areia, inicia neste sábado (8) em São Gonçalo do Amarante. A competição, organizada pela Federação da modalidade no Rio Grande do Norte (FBSRN) contará com a participação de oito equipes: ABC, América, Corintians, Atlético Potengi, Força e Luz, Parnamirim, Riachuelo e Visão Celeste.

Os jogos serão realizados na Arena Jardins, localizada no conjunto Cidade das Flores, Bairro Jardins. Haverá premiação para a equipe campeã, vice-campeã, 3º colocado, melhor jogador, artilheiro e melhor goleiro. A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer apoia a competição que vale vaga na Copa do Brasil e Copa do Nordeste.

Confira a tabela completa dos jogos aqui.

Consórcio Inframérica deve R$ 17,3 milhões de IPTU a São Gonçalo do Amarante; sentença judicial determina pagamento dos débitos tributários

Reportagem do Agora RN nesta quarta-feira(05) destaca que o Consórcio Inframérica, responsável pela administração do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, acumula uma dívida de R$ 17,3 milhões em tributos não pagos, segundo a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante. A empresa não pagou o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) entre os anos de 2013 e 2016. Em decorrência, a disputam na Justiça pelo pagamento dos tributos.

“Em seu argumento, a Inframérica alega que todo o espaço ocupado pelo aeroporto deve ser tratado como se fosse integralmente um bem público, uma vez que parte da área é de propriedade da União Federal e outra parte é de propriedade do Estado do Rio Grande do Norte, sendo ilegítima a cobrança do IPTU sobre o uso da área ocupada pela concessionária. Já o município de São Gonçalo do Amarante, alega que a imunidade na cobrança do benefício – em razão de o terreno ser da União – é proibida de acordo com a Constituição Federal. A defesa da prefeitura ainda reforça que o impedimento para a cobrança do IPTU não é válido para atividades que objetivem lucro, e diz que a Inframérica explora uma atividade lucrativa, sendo, desta forma, obrigada a pagar o imposto”, esclarece reportagem.

Atualmente, uma sentença em favor da Prefeitura, do dia 21 de janeiro deste ano, aguarda que a Inframérica efetue o pagamento dos valores referentes ao IPTU do período entre 2013 e 2016.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rômulo© disse:

    A prefeitura está errada em cobrar IPTU do aeroporto, sim, porque é um imposto sobre área urbana. Pela localização do aeroporto-fazenda, a prefeitura deveria cobrar Imposto Territorial Rural!

  2. Laedson disse:

    Esse aeroporto é um gigantesco Desrespeito à população! Qualquer pessoa que o utiliza está em risco!!! Números de voos menor que o Augusto Severo. Cheiro de fossa nos banheiros, instalações elétricas precárias, gesso caindo, áreas desativadas, desaprovação maciça da população, acessos perigosos, custo alto para o deslocamento. O povo SEMPRE tomando a pior…Nenhum político para nos defender deste ABSURDO chamado: Aeroporto Aluísio Alves

  3. Gonçalo Alves disse:

    Muito engraçada essa tal de Inframérica. Chega a ser cômica.
    Na hora de faturar com taxas, aluguéis de espaços, cobrança a prestadores de serviços e exploração de passageiros, a empresa é privada. Mas…na hora de pagar impostos alega que o terreno é público.
    Ok. Se o terreno é público, que se acabe com o absurdo da cobrança de pedágio (única no planeta) e que se permita a presença de autônomos, ambulantes e prestadores de serviços privados.
    O problema é que os "mentores" dessa armação perderam o poder, viraram réus e acabou-se a boquinha. Se é privado que paguem os impostos e pronto – como fazem todos os contribuintes.

  4. Jacques disse:

    O aeroporto está jogado as traças. Tudo que foi plantado já se destruiu. O ar condicionado da área de embarque é pífio. Tomara que esse aeroporto quebre e voltemos a usar o maravilhoso Augusto Severo. Essa mudança de aeroporto foi um crime sem precedentes para o estado.

  5. Papa Jerry Moon disse:

    Esse aeroporto é uma vergonha. Cobra para o acesso às suas instalações, por isso deve pagar o imposto e multa sem chiar. No resto do mundo a cobrança é só para os estacionamentos mas aqui é diferente, o povo é manso e é roubado à luz do dia.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Devemos agradecer aos políticos que idealizaram este presente de grego para os potiguares. Aqueles de boa lembrança lembram muito bem.

  6. Humbabomber disse:

    Tá errado!
    Se a propriedade num é da InfraAmérica nem é terreno urbano, como pode ser exigido o Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana?

Transparência da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante é considerada ‘altamente efetiva’ pelo TCE

Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN é destaque em mais um índice de efetividade. Dessa vez de Transparência Municipal analisado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN). Os dados divulgados nesta quarta-feira (22) colocam a gestão do prefeito Paulo Emídio, O Paulinho, como ‘altamente efetiva’ (A+).

O Índice de Efetividade da Transparência Municipal é realizado pelo projeto Nossas Cidades do tribunal e busca apresentar para sociedade um diagnóstico dos Portais das Transparências das Prefeituras Municipais e Câmaras Municipais do estado.

Foram analisados todos os 167 municípios do RN, em seis categorias: planejamento, contas, receitas, despesas, licitações e comunicação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Paulinho quando concluir o estágio que esta excelente será im fortíssimo candidato ao Governo do Estado.
    Parabéns pela gestão.
    Não me interessa o partido o que importa é exercer o cargo com competência e responsabilidade.

  2. Leandro disse:

    A conta é simples de fazer: Responsabilidade!

Concurso público em São Gonçalo do Amarante oferece 583 vagas em cargos para níveis fundamental, médio e superior

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) estão com inscrições abertas para o Concurso Público para cargos no município. São oferecidas 547 vagas na prefeitura, e mais 36 vagas para o SAAE, ambos nos níveis fundamental, médio e superior.

As inscrições seguem até às 22h do dia 6 de janeiro de 2020, e poderão ser feitas através do endereço www.ibfc.org.br. A taxa para inscrição é R$ 45 para nível fundamental, e de R$ 55 para os cargos de nível médio. Já para os cargos de nível superior, o valor da taxa de inscrição é R$ 70.

O concurso será divido em três etapas: prova objetiva (para todos os cargos); prova de títulos (para os cargos de nível superior); e teste de aptidão física e avaliação psicológica (para guarda municipal). As provas objetivas acontecem nos dias 16 de fevereiro e 8 de março, a depender do cargo escolhido, e terão duração de 3h.

Para conferir todas as informações sobre cargos, datas, conteúdos programados e atribuições gerais dos cargos, basta conferir o edital disponível no site da prefeitura (saogoncalo.rn.gov.br).

Desembargador nega liminar para realocar delegados e policiais civis na Grande Natal

Foto: Reprodução

Em decisão monocrática, o desembargador Expedito Ferreira, do Tribunal de Justiça do RN, indeferiu pedido de antecipação de tutela em Agravo de Instrumento proposto pelo Ministério Público Estadual com o objetivo de realocar delegados, escrivães e agentes de Polícia Civil para reforçar o efetivo no município de São Gonçalo do Amarante.

A decisão do desembargador foi expedida em recurso interposto pelo MP contra decisão da 1ª Vara da comarca de São Gonçalo do Amarante que já havia indeferido o pedido de realocação de “pelo menos 26 policiais civis, sendo 3 delegados, 3 escrivães e 20 agentes”.

Na ação ajuizada contra o Estado do Rio Grande do Norte, o Ministério Público alegou que “o efetivo policial civil do Estado está distribuído sem respaldo normativo, de forma irregular e sem critério objetivo” de modo que considera haver “exacerbada concentração dos policiais civis na capital, em detrimento do interior”.

Todavia, o desembargador Expedito Ferreira indeferiu o pedido considerando que a insuficiência de pessoal da Polícia Civil está presente em todo o estado do Rio Grande do Norte, de forma que não há condições de atender as reivindicações solicitadas “sem prejuízo do policiamento mínimo nas demais comarcas, ou melhor, municípios do Estado”. Desse modo seria inviável essa modificação, sem o devido planejamento de atribuições do ente competente.

Nesse sentido, o magistrado reforçou que para esse tipo de questão “é necessário ponderação de outras circunstâncias que não apenas a falta de segurança e efetivo policial local, visto que o problema, por si, alcança todo o Estado do Rio Grande do Norte”, implicando inclusive na distribuição de competência discricionária da Administração para distribuição deste grupamento de policiais.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. LISA disse:

    Em Mossoro, tem mais PM no Forum do que servidor.

  2. Francisco Alves disse:

    A gritante falta de efetivo da Polícia Civil é uma flagrante realidade, que se agrava ainda mais devido a distribuição do efetivo que, segue regras, digamos, não tão ortodoxas. No que tange aos delegados, é uma briga por cargos dentro instituiçã. Tem delegado chefe de setor pessoal, chefe de setor financeiro, chefe administrativo etc. Ou seja, essas chefias deveriam ser ocupadas por pessoas tecnicamente qualificadas, e não por bacharéis em direito que deveriam estar na sua atividade fim nas delegacias, seja da capital ou do interior. O MP deveria sim, dar uma olhada nisso.

    • Paula disse:

      Assim como acontece tambem com agentes e escrivaes, que, inclusive, estao cedidos a outros orgaos.

  3. Beto Araújo disse:

    É gritante a falta de efetivo de policiais civis e militares , mas é muito, muito grande também a quantidade de policiais a disposição de "autoridades".

Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, terá 668 voos extras na alta temporada de verão

Foto: Divulgação

A Inframerica, administradora do Aeroporto de Natal, terá para os meses de dezembro e janeiro cerca de 668 voos extras para atender a demanda da alta temporada de verão.

Para os dois meses a concessionária prevê um fluxo entre 550 mil e 595 mil passageiros. A movimentação aérea esperada para o período é de 3.687 pousos e decolagens.

Os dias de maior fluxo de passageiros devem ser 20, 21 e 22 de dezembro, vésperas das comemorações de Natal, e 27 e 28 de dezembro, saída para o Ano Novo.

A maioria dos voos que chegam a Natal vem de São Paulo, Recife, Rio de Janeiro e Brasília. O movimento internacional também deve aumentar. A expectativa é que 28 mil embarques e desembarques aconteçam no período. A TAP aumentou a frequência e a Corendon está realizando voos charters de Amsterdã para a capital potiguar.

Para quem for viajar, a Inframerica recomenda que cheguem com pelo menos 1h30 de antecedência para voos nacionais e 2h30 para internacionais. Além disso, para agilizar o andamento dos processos na fila de raio-x, o passageiro deve retirar todos os objetos metálicos que estiver carregando – cintos, relógios, chaves, moedas e celulares. Notebooks também devem ser retirados de malas e mochilas e depositados nas caixas plásticas.

Vale lembrar que alguns itens são proibidos na bagagem de mão, como objetos cortantes ou perfurantes, líquidos e inflamáveis. Para evitar o descarte dos objetos no canal de inspeção, transporte-os em sua bagagem despachada.

Outra dica importante é sobre a quantidade, volume e peso de bagagens de mão. Confirme com a sua companhia aérea as regras para não precisar despachar a bagagem quando estiver embarcando. Este processo pode atrasar o voo.

Veja outras informações importantes para ter uma viagem tranquila:

Os horários de pousos e decolagens podem ser acompanhados pelos monitores espalhados pelo terminal, pelo site: www.natal.aero

Para embarcar é necessário apresentar documento com foto. São aceitos: passaportes, carteiras de identidade, carteiras de motoristas e carteiras de trabalho.

A Inframerica lembra que os objetos esquecidos e perdidos no aeroporto são enviados ao “Achados e Perdidos”. A sala fica localizada no piso mezanino, na sala do protocolo, na área administrativa do Aeroporto. Horário de atendimento de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h (intervalo: das 12h às 13h). Após este horário, buscar atendimento no balcão de informações. O telefone de contato é o (84) 3343-6060. Objetos esquecidos dentro das aeronaves são de responsabilidade das companhias aéreas.

Malas e bagagens de mão devem estar sempre acompanhadas de seus donos. Por motivos de segurança, não deixe seus pertences desacompanhados.

O conteúdo das malas é de responsabilidade do passageiro. Fique atento, pois transportar objetos de terceiros pode ser um risco.

Em caso de dúvidas, procure os funcionários da Inframerica no balcão de informações.

Ao optar por transporte por aplicativo ou táxi, preste atenção ao embarcar​. O serviço de táxi possui uma área própria e credenciada para o serviço no Aeroporto. Motoristas de aplicativo não abordam passageiros, as corridas devem ser feitas pelo sistema da empresa em seu celular. Confira a placa e o nome do condutor do veículo antes de entrar no carro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. nasto disse:

    O RN é uma LÁSTIMA em termos de SEGURANÇA. Acorda GOVERNADORA , já é tempo, coloca a polícia na rua. É carro da policia pra cima e pra baixo e ação nada. Tem muita gente fardada passeando nos carros da policia pelas ruas de Natal e interior do estado, mais ação que é o que importa não acontece. Não se vê um policial nas ruas e os marginais a vontade agindo de todo lado.

  2. Almir Dionisio disse:

    Tragam seguranças particulares pq circular pelo RN virou um risco de vida para a população – não podemos ir a bares, restaurantes -arrastões e assaltos….
    Cadê a policia na rua Governadora?
    Foram para a CHINA tb?