Vereadora Júlia Arruda assina ficha de filiação no PDT

JuliaFora do PSB desde a chegada do deputado federal Rafael Motta, a vereadora Júlia Arruda decidiu que vai pro PDT. Já tem até registro fotográfico da filiação dela na nova legenda.

Júlia estava indefinida entre vários partidos como PC do B, PDT, PMDB, PR e até PSDB. Todos oficializaram convites pra ela com projetos diferentes. Até a semana passada, ela não sabia para qual partido iria se filiar. Essa semana ela decidiu.

Com a nova filiação, o PDT, que não tinha eleito um parlamentar sequer nas eleições de 2012, passa a ter a maior bancada da Câmara com cinco parlamentares. Júlia se soma a bancada formada por Raniere Barbosa, Chagas Catarino, Ary Gomes e Júlio Protásio, que também aproveitaram a janela de transferências para ir para o partido do prefeito Carlos Eduardo Alves.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Verdade seja dita disse:

    Vou vomitar, PDT, Carlos Lupi como presidente, Ciro Gomes vou vomitar de novo.

  2. Punisher disse:

    Ela é uma princesinha..

  3. Nelson Tavares disse:

    Isso tem que muda !!!

  4. Eduardo Cosme. disse:

    O pdt foi quem ganhou uma bela parlamenar.

  5. Charles disse:

    Esse Psb vai acabar. Graças a Deus. Menos uma praga.

Em 59 municípios não haverá posse de prefeitos eleitos em 2012

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;
mso-fareast-language:EN-US;}

Nem todos os 5.564 municípios brasileiros verão os prefeitos eleitos em 2012 tomarem posse neste 1º de janeiro. Em 59 cidades, os candidatos que tiveram mais de 50% dos votos concorreram com os registros de candidatura indeferidos e isso levará à realização de novas eleições. Nestes casos, os presidentes das câmaras de vereadores irão assumir as prefeituras até que o novo pleito aconteça.

Em sete municípios as novas eleições já estão marcadas. É o caso de Guarapari (ES), onde a Justiça Eleitoral já convocou a nova votação para o dia 3 de fevereiro. Em Campo Erê (SC), Criciúma (SC), Tangará (SC), Balneário Rincão (SC), Bonito (MS) e Camamu (BA), os pleitos estão marcados para o dia 3 de março.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não conseguiu encerrar o ano do Judiciário, no último dia 19, tendo julgado todos os processos relativos às eleições municipais de 2012. Apesar disso, a presidenta do tribunal, ministra Cármen Lúcia, anunciou que 90% dos 7.781 recursos sobre registros de candidaturas foram julgados e tiveram alguma decisão. Com isso, cerca de 780 recursos ainda ficaram pendentes de decisão e os casos devem ser resolvidos em 2013.

Ao todo, os processos referentes às últimas eleições municipais somaram 9.189 casos. Entre esses e outros casos, o tribunal julgou um total de 14.048 processos em 2012. Segundo o TSE, a quantidade de processos distribuídos em 2012 foi 30% maior do que a das eleições municipais de 2008. Naquele ano, a corte recebeu 6.026 processos sobre registros de candidatura, sendo que 96% haviam sido julgados até o encerramento do ano

As últimas eleições foram as primeiras com plena aplicação da Lei da Ficha Limpa. Aprovada em 2010, a norma endureceu as regras para que um político possa se candidatar. O percentual de julgamento de recursos da Lei da Ficha Limpa é ligeiramente menor que a média geral: dos 3.366 recursos recebidos pelo TSE, 2.971 foram julgados, cerca de 88%.

As sessões de julgamento do plenário do TSE serão retomadas em 1º de fevereiro, mas o tribunal funciona em esquema de plantão até o dia 6 de janeiro com a presença da presidenta Cármen Lúcia. No entanto, ainda não é possível saber se os processos pendentes sobre as últimas eleições poderão ter decisões monocráticas da ministra, ou se deverão aguardar pelo retorno das atividades plenárias.

Em 59 municípios não haverá posse de prefeitos eleitos em 2012

MP Eleitoral intensifica trabalho de fiscalização e realiza apreensões em Monte Alegre e Pedra Preta

Com a proximidade do pleito eleitoral 2012, o Ministério Público Eleitoral e a Polícia Federal têm intensificado o trabalho de fiscalização nas Zonas Eleitorais do estado.  Durante o sábado (29) Ministério Público e Polícia cumpriram mandados de busca e apreensão nas cidades de Monte Alegre e Pedra Preta. Além da apreensão de material possivelmente distribuído em benefício de candidatos, uma pessoa foi presa em flagrante.

Nos últimos dias, a Procuradoria Regional Eleitoral no RN (PRE/RN) expediu recomendação às 69 Promotorias Eleitorais do Estado para que os promotores eleitorais permaneçam continuamente em suas zonas até o dia das eleições, atentos às denúncias que possam surgir na reta final da campanha.

Em Monte Alegre, o pedido de busca feito pelo Ministério Público e deferido pelo Juízo Eleitoral da 44ª Zona, surgiu depois do recebimento de denúncias de que estaria havendo distribuição de bens, no Mercadinho Pai e Filho, em benefício  do candidato a prefeito Severino Rodrigues da Silva (PMDB), conhecido como Severino da Irmã Dulce.

Como resultado do trabalho foram apreendidas caixas de medicamentos,  material farmacêutico em geral, tais como seringas, coletores e preservativos, totalizando mais de 200 itens. Além disso, a Polícia encontrou cigarros contrabandeados e até pólvora, chumbo e espoleta, material com venda restrita e controlada pelo Exército Brasileiro, fato que resultou na prisão em flagrante do dono do estabelecimento, o empresário João Maria de Melo Júnior.

No município de Pedra Preta, que pertence a 17ª Zona Eleitoral, o mandado de busca e apreensão foi cumprido em um posto de combustível e em residências da cidade. O material apreendido aponta para a existência de possível esquema de compra de votos que beneficiariam o candidato a prefeito Adriano Félix Teixeira (PMDB).  A ação foi desencadeada após o MP tomar conhecimento de um vídeo, onde o referido candidato, em busca de apoio político, revela a existência de uma rede de corrupção na Prefeitura, montada para beneficiar determinadas empresas.

O material apreendido já se encontra na sede da Polícia Federal em Natal. A promotora Juliana Lucena aguardará a conclusão do inquérito policial para ingressar com as medidas judiciais cabíveis.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Incrível como nos dois casos o partido seja o PMDB…

A uma semana das eleições municipais, Justiça Eleitoral alerta sobre cumprimento da lei

A uma semana das eleições municipais, a Justiça Eleitoral aumenta a fiscalização sobre o cumprimento da legislação que determina uma série de regras às vésperas da votação. Aproximadamente 140 milhões deverão ir às urnas para escolher prefeito e vereador.  De terça-feira (2) até o dia 9 nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto em flagrante delito ou devido a sentença criminal condenatória por crime inafiançável e desrespeito a salvo-conduto.

Três dias antes das eleições, na quinta-feira (4), está fixado o limite para os candidatos fazerem campanhas de rua e comícios. Também a partir dessa data os juízes eleitorais poderão expedir salvo-conduto em favor de eleitor ameaçado de violência moral ou física que ponha em risco sua liberdade de votar.

Na quinta-feira (4) será o último dia para a veiculação da propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de  rádio e televisão, assim como em reuniões públicas ou comícios, com a utilização de aparelhagem de som.

Dois dias antes das eleições, na sexta-feira (5), será o último momento para a divulgação paga, na imprensa escrita e na internet, de jornal de propaganda eleitoral. A véspera da votação, no dia 6, é o último dia para o eleitor receber a segunda via do título. Também é a última oportunidade de fazer propaganda eleitoral usando alto-falantes e amplificadores de som.

As votações, no dia 7, ocorrem das 8h às 17h. Nesse dia, os eleitores podem manifestar publicamente suas preferências, usando camisas, bonés e adereços dos candidatos, mas é proibida a propaganda eleitoral por meio de grupos de pessoas e carros de som. A partir do fechamento das urnas, há a emissão dos boletins de urna e o início da apuração e da totalização dos resultados.

Com informações da Agência Brasil

Eleições em Natal: emoções na última semana

Da Roda Viva no Novo Jornal,

O desembargador Vivaldo Pinheiro tem uma bomba na gaveta, já há alguns dias.

É o processo de impugnação da candidatura de Carlos Eduardo, líder nas pesquisas de intenção de voto.

Mesmo com as últimas decisões do TSE, de que são as Câmaras Municipais e não os Tribunais de Contas que definem a inelegibilidade dos prefeitos com suas contas reprovadas, Pinheiro ainda não se pronunciou.

Uma decisão nas próximas horas pode ter capital importância no voto de domingo.

Não julgando, pode ter um problema ainda maior:

1 – Carlos Eduardo ganhando logo no primeiro turno, os adversários podem pedir sua impugnação;

2 – Indo para o 2º turno, o terceiro colocado pode lutar para disputar o turno decisivo com o outro classificado.

Confira a agenda dos principais candidatos a prefeito de Natal para este domingo (30)

No último domingo de campanha, candidatos vão as ruas tentando conquistar o voto dos indecisos.

Confira a agenda dos candidatos:

 

Rogério Marinho (PSDB)

10h – Caminhada no Leningrado

12h – Reunião no Conjunto El Dourado

13h – Reunião na Guarita

16h – Caravana 45 em Mãe Luiza

 

Hermano Morais (PMDB)

8h30 – Reunião política com candidato a vereador no Alecrim

9h – Reunião política com candidato a vereador no Barro Vermelho

10h – Carreata com candidato a vereador na Ribeira

12h – Carreata com candidato a vereador em Igapó

13h – Reunião política com candidato a vereador no Vale Dourado

14h – Reunião política com candidato a vereador no Bairro Nordeste

19h30 – Reunião política com candidato a vereador nas Quintas

 

Fernando Mineiro (PT)

9h – Carreata Natal Vota 13. Concentração na Via Costeira (perto da entrada de Mãe Luíza)

 

Carlos Eduardo (PDT)

9h – Reunião com segmento profissional

11h – Grande Carreata da União Por Natal – Zonas Sul, Oeste, Norte e Leste

Largada: av. Gastão Mariz, Cidade Verde (em frente ao Colégio Extensivo)

17h – Reunião com moradores das Quintas

 

 

Robério Paulino (PSOL)

Manhã: Reúne-se com coordenação de campanha

15h – Participa de carreata na Zona Norte, concentração no Parque dos Coqueiros

 

O candidato do PCB, Roberto Lopes, não divulgou sua agenda para este domingo.

 

 

 

Pesquisa Perfil/JH aponta vitória de Jurandir Marinho em Canguaretama

O Instituto Perfil e o Jornal de Hoje, divulgaram na tarde deste sábado (29) pesquisa sobre as intenções de votos dos eleitores de Canguaretama.

O candidato Jurandir Marinho (PSD), pai da deputada estadual Gesane Marinho, apresenta 12 pontos percentuais sobre o segundo colocado tanto na espontânea quanto na estimulada.

A pesquisa Perfil –Jornal de Hoje está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 155/ 2012, e ouviu 450 pessoas nos dias 22 e 23 de setembro.

Veja os números da Espontânea

Jurandir Marinho (PSD) – 39,12%

Wellinson (PR) – 27,11%

Indeciso – 18,22%

Edmilson (DEM) – 10,44%

Tatá (PHS) – 3,11%

Branco/ Nulo – 2,00%

Veja também os números da Estimulada

Jurandir Marinho (PSD) – 42,00%

Wellinson (PR) – 30,44%

Edmilson (DEM) – 12,00%

Indeciso – 10,00%

Tatá (PHS) – 3,78%

Branco/ Nulo – 1,78%
Os entrevistados foram questionados sobre a possibilidade de mudarem o voto, 79,11%  afirmaram que não alterariam sua opção.

 

Pesquisa START mostra empate técnico em Parnamirim

A pesquisa do Instituto Start  – Jornal de Hoje confirma empate técnico entre os dois principais candidatos a prefeitura de Parnamirim.  De acordo com dados da pesquisa, o candidato Gilson Moura (PV) cresceu, e o candidato Mauricio Marques (PDT) caiu e o pleito hoje está empatado.

A pesquisa foi realizada no dia 27 de setembro de 2012 e entrevistou 626 pessoas. A margem de erro é de 3,9%  para mais ou para menos. O estudo está registrado no TRE sob o número RN 000154.

Confira os números da pesquisa Estimulada:

Maurício Marques 39,1%

Gilson Moura 37,9%

Não Sabe/Não Respondeu 14,5%

Nenhum/Branco/Nulo  5,3%

Prof. Tita Holanda  2,9%

Camarada Leto 0,3 %

Confira os números da Espontânea:

Maurício 30,0%

Gilson Moura 28,6%

Não Sabe/Não Respondeu 26,2%

Nenhum/Branco/Nulo  12,6%

Prof. Tita Holanda  2,4%

Camarada Leto  0,2%

Rejeição:

O candidato lidera Gilson Moura o índice de rejeição com 26% e Maurício Marques tem 24,1%.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. naldimar disse:

    eu queria saber como em um dia uma pesquisa dá empate em parnamirim e dois dias depois uma pesquisa dá diferença de quase 20%, quem tá mentindo? 

  2. Souzaa Neto10 disse:

    O MEU DEUS É DEUS DE JUSTIÇA,E ELE VAI FAZ AGUARDE!***PARNAMIRIM NATAL RN: 01/ DE OUTUBRO DE 2012//

Alto índice de cidades potiguares pedem reforço de tropas federais, TSE revela preocupação com pedidos

Em matéria publicada na Tribuna do Norte deste sábado, o Tribunal Superior Eleitoral questiona a quantidade de pedidos de Tropas Federais para o Estado. Cerca de 111 cidades, um total de 66% dos municípios solicitaram o reforço, de maneira que o Rio Grande do Norte é o segundo estado que mais solicitouo auxílio de tropas federai para as eleiç~poes municipais de 2012 .

Confira a matéria:

Antes de aprovar o pedido de reforço pelas forças federais para o Rio Grande do Norte, nas eleições de 7 de outubro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai requisitar mais informações ao Tribunal Regional Eleitoral, do Estado. Pelo menos, quatro ministros do TSE, entre eles, a presidente, ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, estão preocupados com o alto número de pedidos de ajuda das Forças Armadas encaminhados pela Corte potiguar.

Na noite de quinta-feira, 27, em sessão administrativa do Pleno do TSE, o julgamento do principal processo, que envolve a requisição de homens do Exército Brasileiro para 111 municípios (66,4% do total de cidades do RN) foi suspenso, por um pedido de vistas da ministra Cármen Lúcia. Esse pedido ocorreu após a relatora do processo, ministra Laurita Vaz, votar pela aprovação do envio de força federal para esse lote maior de cidades potiguares, em razão das justificativas apresentadas pelos Juízes Eleitorais. Um segundo processo, que abrange sete municípios, ainda está em análise pela ministra Nancy Andrighi.

No total, o TRE-RN solicitou  o procedimento especial das Forças Armadas, chamado de Garantia de Lei e Ordem (GLO), para 118 municípios [por erro de digitação no processo, o nome da cidade de Mossoró foi duplicado, por isso a soma anterior divulgada pelo TSE era de 119, mas foi corrigida, ontem). Proporcionalmente, o RN é o estado que tem o maior número de municípios, 70,6% do total, com pedido de reforço federal no TSE. No Piauí, 63,8% dos municípios querem reforço e no Pará, 46,8%.

Em números absolutos, o Piaui lidera o ranking, com pedido de tropas federais para 143 municípios. O RN é o segundo, e o estado do Pará, o terceiro, com 67. Ontem, o presidente da Corte Potiguar, desembargador João Batista Rebouças disse à TRIBUNA DO NORTE, através de sua assessoria de Comunicação, que “recebeu com tranquilidade” o pedido de vistas. “Todos os procedimentos recomendados pelo TSE”, afirmou o desembargador João Rebouças, “foram cumpridos e, quando esse novo pedido de informações chegar, vamos responder aos questionamentos de imediato”.

Segundo ele, em relação às últimas eleições, não houve discrepância no pleito encaminhado pelo TRE-RN. Em  2010, a Corte Eleitoral do Estado requisitou tropas federais para 107 municípios – doze a menos. Até ontem, o TSE não havia oficiado a Corte Potiguar com esse novo pedido de explicações.

Em entrevista na manhã da quinta-feira, 27, o presidente do TRE potiguar aguardava a aprovação do pleito em sua integralidade. “Na reunião que tivemos com a ministra Carmem Lúcia, já estava praticamente acertado o envio de tropa para os 111 municípios, listados no primeiro processo. Ela queria apenas ouvir a governadora [Rosalba Ciarlini], que já fez ofício à ministra Laurita Vaz concordando com o pleito”, afirmou o desembargador.

Antes do pedido de vista da presidente do TSE, indeferiram a solicitação feita pelo TRE potiguar os ministros Marco Aurélio, Dias Toffoli e Nancy Andrighi. Em sua justificativa, a ministra Cármen Lúcia teceu críticas: “a eleição é um dia de normalidade democrática por excelência. Há mais pessoas nas ruas, há a necessidade de maior garantia de ordem pública, mas não a esse ponto”. Até agora, o TSE aprovou o envio de forças federais para 143 municípios,  de nove Estados (Amazonas, Amapá, Alagoas, Maranhão, Pará, Paraíba, Tocantins, Sergipe e Rio de Janeiro).

Eleitor levará em média 40 segundos para votar, calcula TSE

A oito dias do primeiro turno das eleições municipais, marcado para 7 de outubro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou hoje (24) que o tempo médio de votação será 40 segundos. O cálculo se baseou em informações coletadas em eleições anteriores. O tempo de votação foi calculado a partir do momento em que o eleitor se dirige à urna até o instante em que confirma o voto para o segundo cargo.

No próximo dia 7, o eleitor votará primeiro para vereador, depois para prefeito. Em cidades com mais de 200 mil eleitores, se o primeiro colocado não obtiver, no primeiro turno, mais de 50% dos votos mais um, haverá segundo turno. No dia 28 de outubro, está marcado o segundo turno das eleições municipais.

No pleito municipal de 2008, cada eleitor levou 31 segundos, em média, para votar nos candidatos a prefeito e a vereador, em 5.563 municípios. Agora as eleições ocorrem em 5.568 municípios.

Já o tempo médio de atendimento ao eleitor foi de 39 segundos, em 2008, segundo o TSE. O tempo de atendimento é calculado a partir da digitação do número do título do eleitor por parte do mesário até a confirmação do voto no segundo cargo.

A Justiça Eleitoral estimula que os eleitores levem a chamada cola no dia da votação. No papel devem conter os números de seus candidatos. O TSE colocou à disposição um modelo de cola que pode ser imprimido e preenchido com os dados dos candidatos a prefeito.

Clique aqui para visualizar e imprimir a ‘cola’. 

Confira a agenda dos principais candidatos a prefeito de Natal para este sábado (29)

Hermano Moraes (PMDB)

08h: Reunião política com candidato a vereador no Alecrim.

09h: Reunião política com candidato a vereador no bairro de Felipe Camarão.

09h30: Caravana 15 na Zona Norte (concentração: Estrada da Redinha, próximo ao Caju).

19h: Reunião política com candidato a vereador em Igapó.

 

Fernando Mineiro (PT)

9h: Blitz 13 Zona Sul.

15h: Carreata na Zona Oeste.

19h: Reunião no Jardim Progresso (Zona Norte).

 

Carlos Eduardo (PDT)

7h30: Encontro com segmento profissional.

9h: Reunião com moradores de Capim Macio.

16h: Caminhada em Mãe Luíza (largada: Rua 2 de Novembro, próximo à Igrejinha).

19h: Reunião com moradores do Alecrim.

20h30: Reunião com militância e apoiadores.

 

Rogério Marinho (PSDB)

09h: Caravana 45 na Redinha/África.

15h: Sabatina com escoteiros.

15h40: Reunião no Jardim Progresso.

16h: Caravana 45 no Igapó.

19h30: Reunião na Pompeia.

 

Os candidatos Professor Robério (PSOL)  e  Roberto Lopes (PCB), não divulgaram a agenda para este sábado.

Poucas mudanças na pesquisa Consult em uma semana

A pesquisa divulgada hoje pela 98FM/Consult sobre a sucessão em Natal mostra que Carlos Eduardo (PDT) passou de 44,6% para 47% das intenções de voto em uma semana, enquanto Hermano Morais (PMDB), na segunda colocação, abriu 10,4 pontos percentuais de vantagem sobre o petista Fernando Mineiro (19,2% a 8,8%).

Em relação à pesquisa 96FM/Consult, divulgada no dia 21 de setembro pelo Blog do BG, Hermano cresceu de 16,8% para 19,2%, enquanto Mineiro passou de 7,2% para 8,8%. Já o candidato Rogério Marinho (PSDB) mantém a quarta posição nas pesquisas, crescendo de 5,8% para 7,7%.

A nova pesquisa também aponta que o eleitor natalense  já está mais decidido em relação ao seu voto no próximo dia 7 de outubro. O número de indecisos caiu pela metade em relação a outra pesquisa e ficou com o percentual de 6.4% e o dos que votariam em branco ou nulo com 8.9%. A pesquisa manteve a mesma quantidade de entrevistados, 1000 pessoas.

21/09
Hoje

Candidato de Arapiraca-AL propõem guerra civil municipal

Por Paulo Marcello

A frase “Criar Guerra Civil Municipal” causou uma verdadeira pandemia nas redes sociais no início desta tarde, em Arapiraca. Tudo por conta da matéria intitulada “Propostas de Rogério Teófilo para Segurança Pública” postada no site oficial do candidato.

A assessoria de imprensa do candidato tucano não prestou atenção na redação e, com isso, causou as mais diferentes reações nesta corrida eleitoral do município.

“Com toda certeza foi uma tremenda gafe mas, nessa altura do campeonato isso só pode demonstrar que tem gente batendo cabeça na coordenação da campanha”, comentou um dos coordenadores do candidato Alves Correia (PTdoB).

De imediato a matéria já foi clicada e compartilhada por outros sites e redes sociais ganhando notoriedade pela falta de revisão quando se trata de assunto de tamanha relevância como a segurança pública do município.

Até o fechamento desta matéria, às 14h14min, desta quinta-feira, 27 de setembro de 2012, a informação “truncada” ainda estava no site do candidato Rogério Teófilo (PSDB).

Leia a matéria na íntegra:

Propostas de Rogério Teófilo para Segurança Pública

Neste ponto iremos trabalhar para dar mais segurança e paz para os moradores da cidade. Com medidas firmes e objetivas vamos trabalhar para combater o tráfico de drogas e à criminalidade, com iluminação adequada, programas sociais para jovens e crianças e ocupação dos espaços públicos com parques e praças poliesportivas.

Propiciar um salto de qualidade do desempenho dos órgãos municipais ligados à segurança e à justiça;

Articular com a administração estadual a revisão da política de segurança pública de segurança para o município;

Viabilizar a implantação de sabes de polícia comunitárias da Política Nacional de Segurança;

*Criar a Guerra Civil Municipal;

Assegurar o funcionamento das quatro delegacias distritais e da delegacia da criança e do adolescente e a criação da delegacia anti-drogas;

Elaborar e implantar um plano de combate ao uso de drogas;

Promover a inserção dos egressos do sistema prisional no mercado de trabalho;

Envolver os jovens de áreas de risco em atividades construtivas;

Fortalecer o Gabinete de Gestão Integrada Municipal e o Conselho Municipal de Segurança;

Desenvolver e implantar programas que usem a cultura e o esporte como instrumento de inserção dos jovens;

Estruturar adequadamente o Conselho Tutelar para o cumprimento do estatuto da criança e do adolescente;

Adotar experiências exitosas de outros municípios no contexto da segurança pública.

*No final desta tarde o site do candidato corrigiu o erro mudando para: Criar a Guarda Civil Municipal 

Carlos Eduardo vira popstar na Guararapes

Diretores e colaboradores da unidade de produção da Guararapes localizada em Extremoz, na Grande Natal, tiveram sua rotina quebrada nesta quinta-feira (27) ao receberem a visita de Carlos Eduardo (PDT), candidato a prefeito de Natal. Recepcionado por diretores do grupo empresarial, entre eles Nevaldo Rocha e Flávio Rocha, Carlos Eduardo foi ovacionado em todos os setores da fábrica por onde passou.

Entoando coro de “já ganhou”, os funcionários interromperam suas atividades para acompanhar, cumprimentar e solicitar fotos com o candidato. A visita impressionou a todos, inclusive aos diretores da Guararapes, pela intensidade, pela espontaneidade e pela animação com que Carlos Eduardo foi recebido. Uma parte dos colaboradores até improvisou movimentos com lenços azuis, em referência à cor predominante adotada pela campanha do ex-prefeito.

Alguns funcionários ainda lembravam que, há algumas semanas, outro candidato também passou pela unidade, mas recebeu um tratamento diferente. “Não saíamos nem das nossas máquinas, apenas acenávamos de longe, por educação. Hoje, está uma loucura isso aqui, com todos correndo para ver Carlos Eduardo de perto”, comparou uma operadora de produção.

A cada saudação que recebia, Carlos Eduardo fazia questão de retribuir e de ressaltar seu agradecimento. “Mais que gratificados, nos sentimos emocionados por receber tanto carinho e ainda mais responsáveis por ver que representamos as esperanças de tantas pessoas em ter uma cidade melhor para se viver, com uma administração séria, dedicada e que defenda verdadeiramente os interesses da população”, revelou ele, estendendo o agradecimento a toda a diretoria da Guararapes pela acolhida.

 Inauguração

Antes da visita à unidade de produção da Guararapes, Carlos Eduardo atendeu ao convite de Nevaldo e Flávio Rocha para participar da inauguração da nova ala do shopping Midway Mall, pertencente ao mesmo grupo. O candidato ajudou os empresários a cortar a fita da inauguração, simbolizando a abertura oficial do espaço que marca a expansão do shopping e abriga novas lojas.

Hélio de Mundinho lidera em Guamaré

Veja os números da pesquisa Start em Guamaré, realizado no dia 21 de setembro. Foram feitas 600 entrevistas.  A margem de erro estimada para mais ou para menos é de 4,7%, em um intervalo de confiança de 95%. A sondagem foi registrada junto à Justiça Eleitoral e Protocolada sob o nº RN 00130/2012

Na Estimulada, eis os números abaixo:

Hélio de Mundinho  – 53,6%
Mozaniel – 35,1%
Ninguém/Branco/Nulo – 9,8%
Indeciso – 1,5%

Na Espontânea, eis os números abaixo:

Hélio de Mundinho  – 51,8%
Mozaniel – 32,9%
Ninguém/Branco/Nulo – 13,5%
Indeciso – 1,5%
João Pedro – 0,3%

Carlos Eduardo é punido por manipulação de pesquisa

Por Sílvio Andrade
DO NOVO JORNAL

O juiz eleitoral José Dantas Paiva condenou ontem a coligação União por Natal de Carlos Eduardo Alves, candidato a prefeito de Natal pelo PDT, a pagar 10 mil (R$ 10.600,00) à coligação Natal Merece Respeito de Hermano Morais (PMDB) por divulgação de informações inverídicas de resultados de pesquisas eleitorais na propaganda de tevê.

Na mesmas decisão divulgada às 17h de ontem, o juiz determinou a suspendou de dois minutos e doze segundos do tempo na propaganda eleitoral de Carlos Eduardo. É a primeira vez que Hermano Morais tem uma representação acatada contra a propaganda eleitoral de Carlos Eduardo na tevê.

“No nosso entendimento não há qualquer ilegalidade em se divulgar o resuldo de pesquisa eleitoral com seus votos válidos sendo essa, inclusive, a forma pela qual a justiça eleitoral divulga o resultado da eleição”, analisou o advogado da coligação União por Natal, Rodrigo Alves. O advogado Rodrigo Alves amanhã deve entrar com recurso no Tribunal de Justiça contra a decisão do juiz eleitoral.

“O juiz entendeu que eles (Carlos Eduardo e sua coligação) manipularam os dados das pesquisas na forma de alteração na divulgação”, disse o advogado de Hermano Morais, Sanderson Mafra. “O juiz acatou integralmente os argumentos de nossa representação. Eles procuraram demonstrar que na maioria das pequisas ele tinha mais de 60% dos votos válidos”, argumentou Mafra.

A decisão do juiz é solidária e, portanto, o pagamento da multa é para Carlos Eduardo Alves e sua coligação. Na apresentação do mérito, o juiz destaca que o Tribunal Superior Eleitoral “define como votos válidos os votos efetivados pelos eleitores”, descontados os votos em branco e nulos.  E cita o  que o artigo 45 da Resolução TSE 23.370/2011, inciso I, que “transmitir, aind que sob a forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisas ou de qualquer outro tipo consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível indentificar o entrevistado ou em que haja manipulação de dados.

Segundo Camila Cavalcanti, assessora do cartório eleitoral de Natal, pelo fato de a sentença de ter sido divulgada ontem, a decisão de suspensão de tempo no horário eleitoral de Carlos Eduardo será enviada somente hoje à emissora geradora, a TV Ponta Negra para que a medida seja cumprida na próxima sexta-feira, quando será exibido o programa dos candidatos a prefeito.