COVID: Prefeitura intensifica fiscalização em bares, restaurantes e locais de shows em Natal

Foto: Divulgação Semdes

Bares e restaurantes da zona Sul da capital foram fiscalizados na noite dessa quinta-feira (26), pela Prefeitura do Natal. A medida contou com o apoio do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) e reuniu agentes do Procon, da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e da Vigilância Sanitária com intuito de averiguar as normas previstas nos decretos de prevenção e combate ao coronavírus na capital.

O coordenador do Gaam/GMN, CGA Isaac Cruz, explicou que a operação tem como foco a observação das medidas sanitárias de adequação à nova realidade de contenção ao contágio do Covid-19. Os bares e restaurantes passam por uma criteriosa avaliação de todos os itens normativos para que o estabelecimento possa abrir as portas e atender a clientela com segurança. “Estamos em um período de fiscalizações intensas em bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais da nossa cidade, verificando o cumprimento dos decretos e condições de funcionamento. Nesta semana, esse trabalho irá até o domingo”, informou.

Os guardas e fiscais averiguaram desde o distanciamento social, passando pela localização das mesas e cadeiras, acesso ao álcool gel 70% aos clientes, uso de máscaras de proteção por funcionários, utilização de equipamento para aferir a temperatura, entre outras determinações legais. A mesma metodologia está sendo empregada na fiscalização de estabelecimentos que atuam com utilização de música e shows ao vivo. “A Prefeitura sabe que a sociedade não pode relaxar, pois o coronavírus continua contaminando pessoas. Pedimos que os empresários sejam parceiros nessa luta e cumpram sua parte que está estabelecida nos decretos municipais”, solicitou a secretária de Segurança Pública e Defesa Social de Natal, Mônica Santos.

A fiscalização percorreu vários bares e restaurantes na região do bairro de Candelária. Todas as irregularidades encontradas pelas equipes de fiscalização foram notificadas aos responsáveis dos estabelecimentos alvos da ação. A adequação as regras deve ser imediata, caso contrário os locais podem ser punidos com até mesmo interdição e multa.

De acordo com o Decreto Municipal, as fiscalizações do cumprimento legal das normas dos decretos são de responsabilidade da Semdes, Procon, Guarda Municipal do Natal (GMN), Semurb, Semsur e SMS. Denúncias de desrespeito aos decretos podem ser feitas ligando para o telefone 190, do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), no 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb), no horário das 8h às 12h, ou pelo 181 (Disk Denúncia- Polícia Civil).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Adalberto disse:

    Hipocrisia pouca é bobagem! A prefeitura não tem moral alguma, pós comícios e eleições, de fiscalizar qualquer local.

    Para sair nas ruas aglomerando e apoiando o prefeito a polícia não interviu, agora quer ter moral para fiscalizar?

    Prefeito Fanfarrão que usou-se da pandemia para se eleger e não teve moral nem ética para evitar aglomeração em seus próprios comícios.

  2. Romero Cezar da Câmara disse:

    Comentei o assunto, por que não foi publicado?

  3. Lucis disse:

    Fiscalizar também escolas privadas.

    • Ricardo disse:

      As escolas privadas vêm sendo fiscalizadas por alguns órgãos, inclusive a PMN. Os bares é que estavam fazendo que queriam e bem entendiam.

  4. Matheus disse:

    Na minha opinião, é vergonhoso a guarda municipal estar fiscalizando se marmanjos estão usando máscara enquanto a criminalidade rola solta na cidade. Eu não tenho nada a ver com quem está bebendo ou deixando de beber na quarentena, então meus impostos não deveriam ser utilizados para isso. Infelizmente, a população elegeu Álvaro Dias em primeiro turno, então esperem que agora o chicote virá

  5. Antônio Soares disse:

    Cacetada. Preparem os hospitais que agora tá chegando o resultado das eleições, que eram " seguras".

  6. Aos Covidiotas disse:

    Desde quando uma "máskra" protege contra um vírus mortal???

  7. Calígula disse:

    Demagogia pura do prefeito Álvaro Dias.
    Nas campanhas eleitorais estava tudo liberado, liberou geral e no povo levou foi pau.

    • Pixuleco disse:

      Aqueles rapazes musculosos que estavam no bugre eram todos seus sobrinhos ? Ou eram afilhados ? Povo alegre heim ? 🧐 Hummmmm
      Aí Papai ! Muito hipoglicemia em Imperador ? Num sol daquele !

  8. João disse:

    Na campanha política não tinha fiscalização

    • Nunes disse:

      Nem precisa fiscalizar nada ,basta as pessoas usarem o bom senso ,quem quiser contrair o vírus que ande sem máscara vá farrear,Se aglomeram,quem não quiser contrair tomem os cuidados que todos sabem quais são.

SET-RN reforça fiscalização às empresas e nas BR’s e apreende R$ 1,6 milhão em mercadorias

A Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN) intensificou a fiscalização e está apertando o cerco no combate à sonegação de impostos no Rio Grande do Norte. Dessa vez, três operações simultâneas foram deflagradas nesta semana para coibir irregularidades e identificar crimes contra a ordem tributária tanto no fluxo de mercadorias transportadas pelas principais rodovias do RN quanto diretamente nas empresas. Envolvendo 60 auditores fiscais e 30 técnicos da secretaria, além de agentes policiais, a força tarefa encerrou na manhã desta sexta-feira (20) com mercadorias apreendidas orçadas em R$ 1,6 milhão.

O eixo central das operações foi a parte de itinerância fiscal, em que os auditores fazem uma inspeção in loco nos estabelecimentos comerciais para identificar inconformidades quanto à inscrição estadual, uso de máquinas de cartão – já que todos os equipamentos obrigatoriamente precisam estar cadastrados no mesmo CNPJ da empresa – e sobretudo os estoques.

Nesse período, foram visitados dezenas de estabelecimentos do setor atacadista e também do varejo em várias partes diferentes do estado. Pelo menos sete deles foram autuados por irregularidades no valor de R$ 232,3 mil, além de duas notificações para comprovação de documentos fiscais. Outras 13 empresas estão com documentação sendo averiguada.

De acordo com o coordenador de Fiscalização da SET-RN, Rodrigo Otávio Cunha, a intenção é tornar esse tipo de operação de visita in loco rotineiro, notadamente durante o ciclo natalino e vendas de fim de ano. “Esse trabalho vai continuar pelos próximos meses. O combate à sonegação busca equalizar a competição justa de mercado minimizando a concorrência desleal.. Queremos unir forças contra esse tipo de crime, que traz prejuízos para consumidores, demais empresários e para o Estado”.

Mercadorias em trânsito

A força tarefa, no entanto, teve outras duas ramificações com as operações de fiscalização de mercadorias em trânsito na BR-101, na altura do município de Canguaretama, e na BR-304 na região de Mossoró, com a parceria da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM) e Departamento Estadual de Estrada de Rodagem (DER-RN). Juntamente com a fiscalização aos estabelecimentos, as operações resultaram em R$ 1,6 milhão em artigos apreendidos, o que representa uma sonegação fiscal da ordem de R$ 400 mil, que deixariam de entrar para os cofres públicos.

De todos os materiais apreendidos ao longo da semana, 47% eram calçados e artigos de confecção. Mas também foram retidos equipamentos eletrônicos, acessórios para celular, material de construção, bebidas alcoólicas, ração animal e peças automotivas – como resultado da ação dos agentes e auditores.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Tá vendo como é fácil arrecadar, basta trabalhar. Agora imaginem o quanto não se perde por falta de fiscalização, q por sinal a própria SET sabe q existe desvios mesmo, porque é o pau q mais tem é mercadoria pra vender sem nota de origem

  2. Roberto disse:

    Muito bem, agora queremos retorno desse dinheiro, segurança, saúde, boas estradas, multar para engordar o próprio bolso é fácil, quero ver fazer melhorias no estado.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Parabéns a toda equipe da SET. Agora nós contribuintes aguardamos a devolução dos R$ 5 milhões por parte da governadora Fátima. O silêncio é total com relação a isso.

Governo cria força-tarefa para auxiliar fiscalização da orla de Pipa

Foto: Hudson Helder/ASSECOM/RN

O Governo do Estado está mobilizando as forças de segurança e os órgãos ambientais para a criação de uma força-tarefa que irá auxiliar a prefeitura de Tibau do Sul na função de assegurar o isolamento e a fiscalização da orla da Praia da Pipa. A decisão foi determinada pela governadora Fátima Bezerra em reunião na tarde desta quinta-feira (19) com o Ministério Público Federal, representado pela chefe da Procuradoria da República no RN, procuradora Cibele Benevides, e os procuradores Victor Mariz e Daniel Fontenele, que estão conduzindo a investigação do desmoronamento da falésia que resultou na morte de uma família na terça-feira (17).

O Governo garantiu aos representantes do MPF-RN a estrutura para isolamento da orla, no trecho do centro de Pipa até à Praia do Madeiro, protegendo banhistas e comerciantes que atuam no local. “Em que se pese a necessidade, independe das prerrogativas, o governo se coloca à disposição. Sabemos que o município não tem aparato de fiscalização para atender a uma necessidade de urgência como essa. Portanto, asseguro aos senhores que estamos em curso para organizar o destacamento para que nós possamos fazer o isolamento tão necessário”, assegurou a governadora Fátima Bezerra.

O secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Francisco Araújo, relatou que de imediato ao acidente o Corpo de Bombeiros Militar do RN (CBM-RN) entrou em campo e a Polícia Militar do RN (PM-RN) fez o isolamento da área. “Compreendemos a gravidade da situação e vamos articular uma força-tarefa com bombeiros, policiais militares, Defesa Civil estadual, Itep (Instituto Técnico-Científico de Perícia( e Idema (Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente), além dos órgãos municipais. Amanhã nos reuniremos para traçar como será feiro o trabalho. Já antecipo que o Itep fará estudos específicos no local”, disse o secretário.

O coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel bombeiro Marcos Carvalho, explicou que foi iniciada a primeira fase de análise de dados a partir das coletas de amostras de solo e rochas das falésias. “O estudo geológico deve demorar uma semana e, após essa fase, será preciso mais uma semana para análise em nível de engenharia. A partir desse diagnóstico, teremos condições de adotar as medidas cabíveis”, afirmou o coordenador da Defesa Civil, que esteve presente na praia com a equipe para vistorias.

Também participaram da reunião o geólogo Wellington Borges e a engenheira civil Aline Costa, membros da Secretaria Nacional da Defesa Civil que foram designados para o trabalho em Tibau do Sul. Ela explicou que a conclusão do estudo inicial dará condições para a equipe de engenharia analisar os possíveis riscos das construções localizadas no topo da falésia. Ambos ressaltaram a importância dessa união em torno do isolamento e da fiscalização, como forma de assegurar a consciência das pessoas que circulam na orla.

MPF ALERTA SOBRE RISCOS

De acordo com relato da procuradora Cibele Benevides, o MPF-RN – que tem 18 ações ambientais em curso no município de Tibau do Sul, que dizem respeito a construções irregulares em bordas de falésias – está agindo o mais rápido possível para evitar que novos deslizamentos ocorram. Para tanto, a primeira providência foi orientar a prefeitura a interditar os empreendimentos situados no topo da falésia. “O estudo que está sendo feito nos dará condições de avaliar se os empreendimentos podem continuar a funcionar, ou se terão de ser interditados ou se continuarão de maneira reduzida”, explicou.

A governadora determinou que seja feita outra reunião, nesta sexta-feira (20), com a presença do prefeito de Tibau do Sul, Modesto Macedo, para formalizar a parceria para fins de isolamento e fiscalização da orla de Pipa. No encontro de hoje, estavam presentes, ainda, o vice-governador Antenor Roberto, o Procurador Geral do Estado (PGE), Luís Antônio Marinho, o diretor do Idema, Leon Aguiar, e o assessor jurídico do Gabinete Civil, Altair Filho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roosevelt disse:

    Kd os cinco milhões do consórcio Nordeste?

CONFUSÃO E AMEAÇAS: Leocadio “utilizou cargo para ameaçar e tentar fugir de fiscalização da PRF”

É destaque no Blog do Dina – por Dinarte Assunção nesta terça-feira(10).

Os agentes rodoviários federais Alberto e Marinho cuidavam da fiscalização no posto de Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa, naquele 14 de janeiro de 1998.

Estavam parando os carros que utilizavam película escura demais e ou exigindo que os motoristas a retirassem ou que deixassem o carro no local para ser recolhido ao pátio da autoridade de trânsito.

Pouco antes das 10h, dois carros já estavam parados junto ao posto com seus respectivos motoristas tirando as películas, quando um Pálio cinza, que seguia de Natal para Recife se aproximou, e os agentes federais sinalizaram que parasse.

Repetindo a abordagem em veículos anteriores, os agentes explicaram que o condutor do veículo, acompanhado pela mulher e pela mãe, precisava remover a película de seu carro, escura demais, se quisesse prosseguir com a viagem.

O condutor do veículo exibiu os documentos do carro e explicou que estava tudo regular.

Mas os agentes da PRF se mantiveram irredutíveis e explicaram que a parada não foi por irregularidade na documentação do carro, mas pela película escura, que deveria ser retirada.

Foi então que o condutor do veículo, o então delegado da Polícia Civil do RN Sérgio Fernando Leocádio Teixeira, afirmou:

– Polícia não tem satisfação a dar a terceiros. Somos colegas, deixa isso pra lá e eu vou embora.

– Não, senhor. A coisa não é assim. Ou o senhor retira as películas ou o veículo ficará retido. – Redarguiu o PRF Alberto.

– Retido? Meu carro? Mas não fica mesmo! – Desafiou Leocádio.

O PRF Alberto acenou, então, para o colega, Marinho, lhe pedindo ajuda. Com a esposa e a mãe de Leocádio presenciando a cena, o engodo prosseguiu:

– Não me grite! – Bradou o delegado.

– Não estou gritando. Mas o senhor vai ter que retirar a película.

Leocádio, então, deu nova investida verbal contra os policiais, pedindo que fossem tomar na parte final do sistema digestivo.

– Vá se lascar! Vá tomar no cu! – E voltou-se para o carro para pegar sua pistola contra os agentes da PRF.

O movimento levou o agente Marinho a intervir. O que até então era contato verbal, passou a ser físico. O estopim para uma crise maior era iminente.

Mas um terceiro agente federal chegou para acalmar os ânimos. Inspetor do posto da PFR, o agente Márcio Roberto Montenegro pediu que os dois auxiliares se afastassem.

Ele mesmo retirou a película do carro do delegado Leocádio e comunicou que o levaria para delegacia da Polícia Federal. Mas Leocádio não baixou a guarda.

– Estou com uma pistola com 15 tiros. Eu ia atirar no PRF Marinho. Quinta-feira, vou passar aqui indo pra Flores, pra pegar um preso. Eu venho com policiais e dá vontade de parar e dar um cacete nesse Marinho se este tiver aqui.

O cacete prometido jamais foi dado, mas a ameaça e todo o transtorno causado naquele 14 de janeiro de 1998 levaram a Polícia Federal a indiciar Leocádio por resistência à autoridade policiai, evento depois do qual veio a atuação do Ministério Público Federal com a acusação formal.

O caso já havia sido mencionado em reportagem anterior do Blog do Dina. Mas como não era possível saber exatamente o que tinha acontecido, a reportagem decidiu não contar sobre o processo. E o faz agora após obter os detalhes do caso que tramitou na Justiça Federal da Paraíba.

Leia desfecho aqui em matéria completa no Blog do Dina – por Dinarte Assunção.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Felipe Nobrega disse:

    Independente da atitude reprovável (mesmo sem ter como certificar o que DE FATO ocorreu), é muita coincidência essa matéria nesse momento. Nem BG nem dinarte descobriram isso antes?? Vcs jornalistas poderiam poderiam pelo menos ter respeito pela própria profissão e não fazer um papel desse… Um lixo profissional completo. Pena de quem dá audiência a vcs…

  2. Val Lima disse:

    É justamente por esse tipo de postagem com fato requentado, que me leva a acreditar q o delegado vai para o segundo turno…. Kkkkk

  3. Sincero Natal. disse:

    Notícia patética. Notícia comprada. Parcial. Ridícula

  4. Arcanjo do bem disse:

    A principal questão a ser alvo de reflexão nesse episódio de 1998 , são aqueles inerentes a personalidade humana. Pois, Respeito á lei, honestidade(nós policiais ñ ….) As pessoas se revelam nas atitudes.

  5. Oswaldo disse:

    Eita baixaria no Blog, pauta do século passado e blogueiro mostrando sua “parcialidade” política.

  6. Luiz disse:

    Acho inoputuno que uma história como essa depois de 22 anos seja apresentada a sociedade… Tem apenas um fim, prejudicar a candidatura de Leocádio! O Dinarte assunção Pisou na bola! Amigo são 22 anos… Muita coisa muda em 22 anos… Só pra registrar, não voto no Leocádio, mas só por conta dessa matéria, que tem um fim tendencioso, talvez mude meu voto para o o delegado Leocádio!

  7. Marcos Augusto disse:

    BG deixe de ser parcial, so pq o Leocadio esta em segundo estao levantando matérias de 22 anos atrás.

    Vergonha.

    Seja mais imparcial.

  8. Torres disse:

    Bg, seja mais imparcial…
    Você é um agente de comunicação.
    O pau que bate em Chico bata em Francisco também!

  9. Marcelo disse:

    Eu não voto nesse sujeito e nem gosto do discurso dele, mas pra estarem requentando um fato de 1998 deve ser pq o tal delegado deve estar incomodando o candidato do BG em Natal. Huahuahuahua

    • Maicol disse:

      Quanta maldade e covardia querer desmoralizar a imagem do Dr Sérgio leocadio porcausa de uma futilidade dessas .. só Jesus na vida desses repórteres e influenciadores das grandes massas

  10. Maricelio disse:

    Essa é a pior matéria em toda história do
    Blog.

  11. Miro disse:

    É a velha e famosa carteirada. ontem mesmo teve um que botou a pistola na boca de um motociclista de aplicativo. Mas vou dar um crédito a ele, como faz muitos anos, acho que nessa altura da vida ele já não faria uma merda dessa.

  12. celino disse:

    BG. um dia eu cheguei a acreditar em sua imparcialidade. Porem nestes últimos dias fique muito triste em ler o que o senhor escrevendo. Espero do fundo do meu coração que um dia o senhor volte as origens.

  13. Chico Doido disse:

    É o Blog da fofoca! Kkkk
    Tão com medo do omi ir pro segundo turno e virar

    • Pobre de direita ultra conservador disse:

      Ele não chega nem perto do segundo turno , independente dessa reportagem… Só no universo paralelo que vc deve viver, aliás em seu mundo ele já deve ser prefiro . Gado veioo

  14. Pixuleco disse:

    Será que o delegado está incomodando ? Sei não viu . O negócio está muito esquisito . Oara botar esse tipo de notícia nessas alturas do campeonato .

  15. Luciano disse:

    Notícia de 98? Kkkkk esse blog tem oq fazer não?!

    • Jr disse:

      Em 98 o delegado já mostrava quem era! Se diante de policiais teve essa postura, imagine com os cidadãos comuns!

  16. Marcus disse:

    Mais um cidadão de bem… esse tipo de gente tem que ser exterminado da politica do pais, que eles tenha as suas ideologias ou q que quer que seja isso, mas na politica não pode, é um emburrecimento das massas… estamos regredindo devido esse tipo de gente.

  17. TURMA DO NARO disse:

    Essa turma de Naro é assim. Naro já fez isso mesmo com um agente do IBAMA.

    • Paulo disse:

      O esquerdista age igual a zumbi.
      Pertence a uma seita.
      A seita faz uma lavagem cerebral.
      O zumbi todos os dias recebe a ração diária de ódio repassada pela cúpula.
      A seita age de forma organizada.
      A seita tem muito dinheiro, como já dizia Gilmar Mendes.
      A seita tem gente importante nos meios de comunicação, nas instituições.
      O objetivo da seita é tomar o poder.
      Para isso, precisa iludir a população.
      As estratégias são traçadas por marqueteiros, contratados a peso de ouro.
      As táticas são conhecidas.
      Usar palavras agressivas e pejorativas contra o presidente da República e contra cidadãos de bem.
      A seita não quer que a população saiba que quer a derrota do presidente para implantarem o comunismo
      A população não pode saber dessa estratégia.
      A seita tem muitos seguidores.
      Pessoas que passaram por lavagem cerebral .
      Adélio Bispo é seguidor da seita
      O zumbi de esquerda age igual aos militantes do estado islâmico.
      Acham estar agindo em nome de uma boa causa.
      Perdem a noção do ridículo.
      Agem feito cães loucos, falando baboseiras, soltando baba pela boca…

Conselho Nacional de Trânsito publica requisitos para fiscalização da velocidade de veículos

Foto: Divulgação/PRF

A partir de 1º de novembro, entram em vigor os requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, elétricos, reboques e semirreboques definidos pela Resolução Nº 798, publicada em setembro pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Com as medidas, o Contran, órgão vinculado ao Ministério da Infraestrutura, pretende privilegiar o caráter educativo, em vez do meramente punitivo, em suas fiscalizações ostensivas no trânsito.

A Resolução 798 apresenta regras e critérios técnicos para instalação e uso de radares fixos ou portáteis, de forma a evitar que sejam instalados em locais pouco visíveis. A norma determina que os locais em que houver fiscalização de excesso de velocidade por meio de medidores do tipo fixo sejam precedidos de sinalização, de forma a garantir a segurança viária e informar, aos condutores, a velocidade máxima permitida para o local.

Segundo o presidente do Contran e diretor-geral do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Frederico Carneiro, o propósito das mudanças é fazer com que o condutor seja alertado do limite de velocidade da via, perceba os riscos, reduza a velocidade do veículo e, com isso, reduza as chances de sofrer acidentes.

“O que se pretende é fazer com que os limites de velocidade sejam obedecidos em vez de simplesmente multar o condutor. A fiscalização ostensiva e educativa fortalece medidas preventivas e de segurança, evitando violações de normas”, acrescentou Carneiro, em e-mail enviado à Agência Brasil.

Entre as mudanças implementadas estão também a proibição do uso de equipamentos sem dispositivo registrador de imagem; a restrição do uso do radar do tipo fixo redutor em trechos críticos e de vulnerabilidade de usuários da via, especialmente, pedestres, ciclistas e veículos não motorizados; e a publicação da relação dos trechos e locais aptos a serem fiscalizados nos sites da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eu disse:

    So precisa garantir que tenha sinalização da velocidade no trecho, o resto ébesteira , tem placa na via velocidadetem que ser respeitada.

Após capotamento de jipe, MP recomenda que órgãos fiscalizem e proíbam circulação de veículos nas dunas de Búzios

Foto: Reprodução

Após a divulgação de imagens de um acidente com diversos capotamentos de um veículo tipo jipe no último fim de semana, na conhecida “Duna do P”, na praia de Búzios, o Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça de Nisia Floresta, emitiu recomendação ao Idema, Detran-RN, Companhia de Policiamento Ambiental e Prefeitura de Nisia Floresta para fiscalizarem e impedirem o tráfego de veículos no local.

Segundo a recomendação assinada pela promotora de justiça, Danielli Pereira, “ o Diretor-Geral do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), ao Comandante da Companhia Independente de Proteção Ambiental – (CIPAM) e ao Departamento Estadual de Trânsito do RN (DETRAN) que providenciem fiscalização efetiva nas dunas de Búzios em Nísia Floresta, sobretudo nos locais em que os veículos motorizados não credenciados costumam fazer manobras, tal como a chamada Duna do P, enviando a esta Promotoria documento hábil que demonstre a inclusão das áreas em Nísia Floresta/RN no seu planejamento estratégico de fiscalização, de modo a coibir essas práticas ilícitas, identificando os veículos e respectivos condutores que forem flagrados transitando no local e aplicando-lhes as sanções administrativas cabíveis. Requisita resposta no prazo de 30 (trinta) dias”.

Além disso, recomenda a Prefeitura, “sob a orientação do IDEMA, coloque placas de proibição de acesso na “Duna do P” e em outros locais na região de Búzios que sejam comumente frequentados por condutores de veículos motorizados, como 4×4, bugres, motos e quadriciclos, sob pena de responsabilização administrativa e criminal do infrator (crimes dos arts. 40 e 48 da Lei 9.605/98 e infração de trânsito do art. 187 do Código de Trânsito Brasileiro), devendo as placas serem afixadas estrategicamente nas entradas/pontos de acesso das trilhas. Requisita resposta no prazo de 30 (trinta) dias”.

Ainda segundo a promotora, caso tais medidas não sejam cumprida, sernao tomadas medidas judiciais.

Confira recomendação AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Franci disse:

    O turismo do RN deve estar de vento em popa. Pois acho que O MP e o governo do estado não estão fazendo questão de turismo. Estão perdendo uma boa parcela de arrecadação. Cada vez mais o estado do RN está afundando. Tenho 4×4 , e de Buggy eu e a grande maioria dos que tem 4×4 com certeza não vai para o RN para passear nas dunas, isso fica para turistas que vêm de longe. A galera do mimimi só perde com isso. Sigo com o meu lema: Se eu gostasse de mimimi eu comprava um gato gago. @sem_paciencia1967

  2. De olho👀 disse:

    Tráfego nas dunas assim como no asfalto precisa ser disciplinado, regiões demarcadas e fiscalização dos condutores e veículos. Só isso.

  3. Carlos Brasileiro disse:

    Eita, Augusto, com esse seu entendimento os buggys também não podem andar nas dunas.
    Será que vão proibir os buggys também?

  4. Antonio Turci disse:

    Duna não é estrada. No máximo, é espaço pra camelo, lá pras bandas da África e da Ásia.

  5. No money, no funny! disse:

    Pois então é pra colocar um par de guarda em cada duna? Pode usar verba do MP pra contratar os guardas? Daí poderia também contratar mais guardas pras esquinas da cidade, onde o crime corre solto?

  6. Carlos Brasileiro disse:

    Fico aqui fazendo uma analogia com tudo isso.
    Carros batem e viram nas dunas, ruas, avenidas e estradas.
    O Ministério Público sugere fiscalização e PROÍBE a circulação de todos.
    Por que não proíbe também a circulação nas ruas, avenidas e estradas, uma vez que o número de "acidentes" é exponencialmente maior?

    • Augusto disse:

      Ruas estradas e avenidas são para o tráfego de automóveis, dunas não. Só isso.

    • Paulo Soares disse:

      Parabéns Augusto, você é muito esperto. Em todo o mundo existem amantes do off road, quem pega seu carro e entra nessas áreas está se responsabilizando… Se preocupar com as dunas que sempre serviram de lazer e esporte estão de sacanagem, deixem de mimimi. Se não gostam ou se não tem condição de comprar um veículo desses acredito que mesmo assim tenham maiores problemas para se preocupar, mas é sempre a vontade de acabar com a liberdade do outro por aparentemente ter maior condição que você.

  7. Alguém disse:

    Mostrar as maravilhas do RN para o mundo capotando, ótimo cartão de visitas.
    Tem mais é que fiscalizar mesmo, pois depois quando morrer gente por inexperiência ou falta de habilidade vão culpar os orgão por não fiscalizarem.

    • DeSacoCheio disse:

      Alguém que não conhece do assunto p/ mim é um Ninguém

    • Paulo Soares disse:

      Alguém, porque não se preocupa com a reta tabajara que é uma rodovia onde veículos e caminhões com famílias deveriam passar com segurança e agilidade e está a mais de década em obra… com previsão vergonhosa para final do próximo ano ainda, o país das tartarugas e dos estupidos como você.

  8. Nordestino disse:

    MP, só o que tem é ladrão solto pelas ruas, isso vcs não se preocupam, só o que tem acontecido no interior é aglomeração que parece um carnaval fora de época, isso vcs não fazem nada, acorda para vida .

  9. DeSacoCheio disse:

    Taí, era só o que faltava mesmo. Vai caçar vagabundo MP, deixa o pessoal do Offroad continuar a apresentar as maravilhas do RN p/ o mundo! Era tudo o que os "credenciados" queriam, monopólio das dunas.

  10. AZ disse:

    A cipam tá quase fechando as porta sem efetivo,vai sobra pra vtr da área que patrulha nizia floresta,Piúm e as praias de pirangi do sul até malenba é pequeno à área kkkkk.

Polícia Civil realiza fiscalização em sucatas e oficinas em Natal e região, e registra interdição na Zona Norte

Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), com apoio do Corpo de Bombeiros, deu continuidade, nesta quinta-feira (03), a Operação “Sucata”, com o objetivo de fiscalizar sucatas e oficinas em Natal e na Região Metropolitana.

Além disso, a ação visa cadastrar e investigar a atividade específica de vendas de peças e veículos, promovendo ainda consultas sobre a numeração dos sinais identificadores contidos nas peças encontradas nas oficinas.

Nesta quinta-feira (03), uma grande sucata e oficina de motos da Zona Norte, localizada no bairro Potengi, foi interditada e proibida de continuar o seu comércio, por infringir várias normas estaduais.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

“É hora de manter o isolamento para conter o avanço da pandemia. O nosso litoral tem 50% da população”, alerta Mineiro, sobre fiscalização

Foto: Ilustrativa/Divulgação

Sobre o apoio estadual às fiscalizações nos municípios localizados no litoral do estado, o secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do programa Governo Cidadão, Fernando Mineiro, reafirmou que as atividades desenvolvidas pelo Governo têm o objetivo claro de barrar o avanço da contaminação e de novos casos de Covid-19. “Importantes ações estão articuladas pelo Estado junto aos municípios. O RN tem posição positiva comparado a outros Estados, mas é preciso manter o controle e a vigilância para impedir novos casos da doença. E isso só é possível se avançarmos na prevenção”, registrou.

Ações articuladas funcionaram bem no fim de semana passado e continuarão neste sábado (1º) e domingo (02). “O sistema de vigilância do Ciosp da Secretaria Estadual de Segurança Pública, está à disposição da prefeitura de Natal, funciona 24 horas e cobre, ao vivo e on line, a movimentação de Ponta Negra à Redinha. Hoje teremos nova reunião para organizar a fiscalização. Não é hora ainda de aglomerações. Queremos evitar o efeito sanfona como aconteceu em outros Estados e países. É hora de manter o isolamento para conter o avanço da pandemia. O nosso litoral tem 50% da população, mas tem entre 60 e 70% do número de casos e de mortes por Covid”, afirmou Fernando Mineiro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alicia disse:

    Quem danado é esse mineiro para emitir opinião sobre isolamento social, pior ainda são vocês jornalistas transcreverem notícias desqualificadas de fonte desacreditada!

  2. AADF disse:

    A única ação que esses ladrões do PT sabem fazer. KD o dinheiro q foi para o bando do nordeste????

  3. Gustavo Fonseca disse:

    Qual é e onde especificamente ocorreu esse efeito sanfona??? Em nenhum ligar no mundo houve segunda onda! Casos vão continuar existindo, pois a doença será endêmica, asim como diversas outras!!!

MONITORAR IRRESPONSÁVEIS NA PANDEMIA: Fiscalização é reforçada nas praias de Natal, em três turnos, e mais 22 municípios

Foto: Elisa Elsie / ASSECOM/RN

Uma reunião na manhã desta quinta-feira, 23, no quartel do comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte com representantes da prefeitura de Natal definiu a atuação conjunta na fiscalização do cumprimento das medidas de proteção no enfrentamento à Covid-19 na orla marítima no trecho entre as praias de Ponta Negra e Redinha, onde, no último final de semana, ocorreram grandes aglomerações e desrespeito às regras de distanciamento social e uso de máscara.

O secretário de Gestão de Projetos e Metas, coordenador do programa Governo Cidadão e do Pacto Pela Vida, Fernando Mineiro, explicou o assunto na entrevista coletiva de prestação de contas das ações do Governo e atualização dos dados da pandemia: “Iniciamos hoje uma ação concreta e integrada do Estado com município de Natal para conter o avanço da pandemia. Agradeço em nome da governadora Fátima Bezerra e do vice-governador Antenor Roberto o entendimento que vai proteger e salvar vidas, que é função de cada instância da gestão pública”.

Mineiro informou também que as ações conjuntas ocorrerão nos outros 22 municípios da região litorânea. “A partir da convocação da governadora foi possível traçar um conjunto de ações com os municípios que terão o apoio dos órgãos do sistema de segurança do Estado, Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. Faremos ações em todas essas cidades, e é fundamental que a população se some aos esforços na contenção da pandemia”, afirmou.

Ele lembrou que as 23 cidades praianas têm quase metade da população do Estado e concentram a maior incidência de contaminações e mortes – 65% e 70%, respectivamente. “É preciso atenção especial. As ações já estão ocorrendo e serão reforçadas nos finais de semana, de Tibau, na região Oeste a Baía Formosa, na região Agreste. É um grande esforço conjunto do Estado e municípios, pessoal da saúde e da segurança que estão colocando em risco suas próprias vidas para conter a pandemia e proteger a população”.

FISCALIZAÇÃO EM TRÊS TURNOS

O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), coronel Francisco Araújo, informou que as ações integradas na fiscalização da orla marítima em Natal vão acontecer nos três turnos – manhã, tarde e noite.

“Vamos fazer o controle dos acessos aos estacionamentos na orla marítima, exigir o uso de máscara e não é permitido o consumo de bebida alcoólica, aglomeração de pessoas, a prática de esportes coletivos e paredões de som”, destacou ao dizer que o policiamento normal, das polícias civil e militar, continua e será acrescido por efetivo recebendo diária operacional.

“Agentes, escrivães e delegados da Polícia Civil e oficiais e praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros estão nas ruas para fazer cumprir as regras dos decretos de combate à Covid, inclusive em veículos descaracterizados. Nos outros 22 municípios com orla marítima também acontece a fiscalização”, afirmou Araújo.

 

FOTOS: Prefeitura do Natal intensifica fiscalização das praias com apoio da PM; veja como denunciar desrespeito aos decretos de combate a Covid-19

Fotos: Alex Régis

A Prefeitura do Natal avança com ações preventivas de combate ao Covid-19 com uma megaoperação unindo as secretarias municipais da capital ao sistema de segurança do Governo do Estado, assegurando que as medidas de isolamento social sejam cumpridas, garantindo que o processo de retomada das atividades ocorra, na capital potiguar, sem sobressaltos em relação à pandemia. A medida solicitada no início da semana pelo prefeito Álvaro Dias de unir esforços do Município e do Estado virou realidade nesta quinta-feira (23) quando a Polícia Militar foi integrada à operação de fiscalização do município, que percorreu a orla urbana.

Em Ponta Negra, local que gerou polêmica após uma aglomeração promovida no último final de semana com pessoas sem máscaras de proteção, a Guarda Municipal, junto com a Semurb, comanda a operação. A ação abrange um trabalho de fiscalização e conscientização que se estende desde a faixa litorânea da praia da Redinha até Ponta Negra. Os agentes orientam as pessoas sobre o uso obrigatório de máscaras de proteção, a proibição de aglomerações e uso de equipamentos de som, além de agir contendo qualquer ação que desrespeite as regras preventivas de contágio expedidas pelo Decreto Municipal, que aponta para um planejamento técnico de retomada das atividades levando em consideração a segurança sanitária.

Além disso, os comércios também são averiguados pelas equipes que analisam critérios legais, de acordo com as normas estabelecidas pelos decretos municipais. “A Prefeitura está fazendo a sua parte e precisamos que toda a sociedade se una a nós, pois somente assim venceremos esse vírus”, disse a titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), Mônica Santos. Ela lembra que desde o início da pandemia todo o aparato da Prefeitura esteve e continua a serviço da contenção e combate ao coronavírus, refletindo na queda no contágio, de internações e na retomada gradual do comércio em Natal. “O prefeito Álvaro Dias apresenta mais uma medida inteligente quando solicita o apoio do Estado colocando o interesse público e o bem da coletividade como prioridade da sua gestão”, comentou.

A meta é que, com essa ação, a capital possa seguir o trabalho exitoso realizado ao longo da pandemia, diminuindo os casos de infecção pelo coronavírus e colocando toda a orla sob uma constante supervisão, levando mais segurança à população, garantindo a retomada da economia e o achatamento da curva de contágio na cidade. De acordo com o comandante da Guarda, Alberfram Grilo, todos os estabelecimentos comerciais, barracas e cidadãos que estiverem à beira-mar serão abordados. “Estamos ampliando ainda mais a fiscalização da Prefeitura. O governo do estado atendeu ao pedido do prefeito e passa também a nos dar apoio. Nós da Guarda, junto com o efetivo do 5° batalhão, sob o nosso comando, estaremos cobrindo toda a área de Ponta Negra, que é uma área sensível. Já o primeiro batalhão da PM ficará com a região das praias do Centro”.

DENÚNCIAS

O cidadão pode denunciar qualquer desrespeito aos decretos de combate ao Covid-19 ligando para o telefone 190, do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que as viaturas da GMN serão acionadas para averiguar a denúncia. A denúncia pode ser feita também no 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb), no horário das 8h às 12h, ou pelo 181 (Disk Denúncia- Polícia Civil).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juliano bugueiro disse:

    Culpa do Prefeito.

  2. Paul disse:

    Enquanto isso a violência rolando solto e a sociedade se tornando um verdadeiro X9. Estão conseguindo manter a boiada controlada. Não que aglomeração, não saia de casa. Fique em casa. Agora ser X9, aí é demais. Hipocrisia sem tamanho.

  3. Faça o bem disse:

    E COMO FICA A FISCALIZAÇÃO DAS PRAIAS DE NÍSIA FLORESTA?. PRINCIPALMENTE EM BARRETA, ONDE TODO FINAL DE SEMANA NAS CASAS É SOM ALTÍSSIMO, AGROMERAÇÕES E MUITA BEBIDA, COMEÇANDO NA SEXTA E SE ESTENDENDO ATÉ O DOMINGO A NOITE?

    • Idiota completo disse:

      E desde quando é proibido ficar em casa e beber?????

    • carlos disse:

      Nísia Floresta é cidade sem lei. Quem tem algo a dever com a justiça ou simplesmente não consegue fazer o que quer em outra cidade vai para lá.

  4. AND disse:

    dia de semana não tem aglomeração…tem que fiscalizar sexta sabado e domingo

Forças de Segurança Pública intensificam fiscalização na orla de Natal

Foto: Pedro Santiago

Na manhã desta quinta-feira (23), as forças de Segurança Pública do Estado (Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros) intensificaram as ações do Pacto Pela Vida na orla marítima de Natal, atendendo à solicitação de apoio feita pelo município de Natal.

Iniciativa do Governo do Estado e pactuada com diversos municípios do Rio Grande do Norte, o Pacto Pela Vida segue realizando ações para o cumprimento dos decretos estaduais, visando o combate da pandemia do coronavírus.

“Há meses trabalhamos diariamente na fiscalização do cumprimento dos decretos estaduais. Agora, atendendo a uma solicitação do município de Natal, iremos apoiar as fiscalizações desses órgãos em toda orla marítima”, apontou o secretário estadual de Segurança Pública, Coronel Francisco Araújo.

Ao todo, mais de 8.600 denúncias foram recebidas no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que iniciou o sistema de videomonitoramento de todas as praias urbanas da capital. A Polícia Civil confeccionou 38 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), dos quais a maioria foi relacionada com estabelecimentos que descumpriram os decretos (19) e festas que promoveram aglomerações (6). No caso das festas, em dois casos foram instaurados inquéritos policiais.

Já o PROCON/RN, que atua nas ações do Pacto Pela Vida, aplicou 550 multas, que variam de R$ 5 mil a R$ 50 mil. Antes das penalidades cabíveis, o órgão primeiramente faz uma notificação e orientação. Porém, em caso de reincidência, as multas são aplicadas, podendo ainda haver a suspensão e interdição do estabelecimento.

Todos os decretos do Governo do Estado são baseados nas orientações do Comitê Científico do RN criado especialmente para lidar com a pandemia do coronavírus. Esse comitê se baseia no que existe de mais atualizado na Organização Mundial de Saúde (OMS). Quem quiser denunciar o descumprimento dessas medidas, basta ligar para o 190. Após a verificação das chamadas, as ocorrências são atendidas pelo efetivo da Polícia Militar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio disse:

    Tem que fiscalizar as barracas das praias do litoral ( Camurupim, Pirangi do sul, Cotovelo) nos finais de semana, dia de semana na via costeira e ponta negra é mole.
    no final de semana não tem mesa pra tanta gente nessas barracas e zero de medidas de precaução, só muita cerveja e caranguejo.

Covid-19: Forças de segurança do Governo apoiam fiscalização com a Prefeitura de Natal

Foto: Sandro Menezes

O Governo do RN recebeu nesta quarta-feira, 22, solicitação formal da prefeitura de Natal para apoio das forças de segurança do Estado às equipes municipais de fiscalização. A solicitação veio após reunião, na tarde dessa terça-feira, 21, do Governo do Estado com os 23 municípios que têm faixa litorânea no Rio Grande do Norte, quando foram definidas as estratégias para fiscalização das regras de vigilância sanitária no enfrentamento à Covid-19.

“A governadora Fátima Bezerra se reuniu com os 23 prefeitos e reafirmou o compromisso de apoio para as ações da vigilância sanitária municipal. A forças de segurança irão trabalhar nos fins de semana em todo o litoral do Estado para exigir o cumprimento das normas”, explicou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), coronel Francisco Araújo, na entrevista coletiva diária para prestação de contas das ações da administração estadual e atualização dos dados epidemiológicos da Covid-19.

A atuação das forças estaduais – Polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros – ao lado das guardas municipais, guarda civil, vigilância sanitária e Procons – vai observar o regramento para circulação de veículos e estacionamento, proibição da prática de esportes coletivos, o consumo de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento e o uso de máscaras. Todo o trabalho será feito com acompanhamento em tempo real por videomonitoramento. “Quem desobedecer, seja pessoa física ou estabelecimento comercial, será detido e conduzido à delegacia de polícia para procedimentos”, afirmou o secretário estadual de segurança.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. pereira disse:

    Essa é mais uma Piada, pois Jamais houve interesse por parte dos governantes em um Verdadeiro Isolamento e Distanciamento Social, bem como fazerem uma Fiscalização Rigorosa para Cumprimento dessas Diretrizes, Sempre houve um Blá Blá Blá e Faz de Conta, pois sempre pensaram em seus projetos pessoais e politicos e jamais nas vidas da população. Que DEUS TENHA MISERICORDIA DE NÓS.

  2. Pedro disse:

    Homem pela caridade, deixem a governadora falar nesse microfone. Inicialmente era o secreta, depois a adjunto, veio outro secreta de outra área, depois as estagiárias, agora a brisa policial, faltam um ascensores, um vigilante, um papa defunto, um carroceiro, um padre, um cantor de forró e aí, quem sabe, Fatao apareça.

“A pandemia não foi embora, o vírus continua circulando. É preciso cobrar que as prefeituras atuem eficientemente na fiscalização”, diz Fátima

FOTO: ELISA ELSIE/ASSECOM/RN

A governadora Fátima Bezerra afirmou nesta terça-feira, 21, na entrevista coletiva para prestação de contas das ações da administração estadual e atualização dos dados da pandemia da Covid 19, que é preciso reforçar o chamamento à responsabilidade da sociedade e dos gestores municipais para evitar um retrocesso na melhoria na situação da pandemia. “Pela segunda semana o RN aparece no cenário nacional como segundo estado do Brasil que mais reduziu os casos confirmados e óbitos. Isto se deve ao trabalho incansável que realizamos disponibilizando rede de leitos críticos e clínicos e às medidas assertivas tomadas desde o início para o distanciamento e isolamento social. Não podemos perder esse avanço”, destacou.

Diante das grandes aglomerações do último fim de semana nas praias e das filas em bancos, a governadora convocou os prefeitos dos 22 municípios litorâneos, empresários do turismo, bares e restaurantes e os ministérios públicos para reunião às 16 horas na tarde desta terça-feira. “Estas aglomerações não podem continuar sob pena de pôr em risco todo o trabalho de prevenção que estamos realizando. Por isso convocamos os prefeitos para colocar a necessidade e a obrigação dos municípios assumirem seu papel no cumprimento das normas. As prefeituras têm papel fundamental. Evocam para si, inclusive indo à Justiça, como fez a prefeitura de Natal, a flexibilização da retomada da economia. A elas também deve ser cobrada a fiscalização para o cumprimento das normas protetivas”, declarou a chefe do Executivo estadual.

Fátima Bezerra justificou sua preocupação e a necessidade da atuação do poder público: “A pandemia não foi embora, o vírus continua circulando. É preciso cobrar que as prefeituras atuem eficientemente na fiscalização. É preciso proibir o consumo de bebidas alcoólicas, garantir o isolamento social, que todos se integrem ao Pacto pela Vida e fazer valer o cumprimento dos decretos existentes em respeito à vida”.

A governadora destacou que a retomada às atividades econômicas obedece um planejamento. “O governo autorizou a retomada gradual e responsável de algumas atividades, mas outras continuam suspensas, como as aulas. Isso porque o momento ainda não permite. Há grande sacrifício e abnegação dos profissionais de saúde e da segurança no combate à Covid. O quadro está melhorando no estado, mas isso não pode significar descuidar das medidas sanitárias que são imprescindíveis para garantir assistência ao povo e ter ambiente seguro para dar continuidade à retomada das atividades econômicas”, registrou.

REFORÇO

Como forma de apoiar e reforçar a atuação dos municípios nas ações visando o cumprimento das medidas sanitárias e protetivas, o Secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (Sesed) coronel Francisco Araújo, enfatizou que os órgãos de segurança como a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros estão autorizados pela governadora para apoiar as ações dos municípios que estão pactuando com o Governo no Pacto pela Vida. “Estamos prontos e com efetivo disponível para dar apoio às guardas municipais, à vigilância sanitária e guarda civil em todas as regiões do Estado e no litoral para garantir as ações do Pacto Pela Vida e o isolamento e o distanciamento social”.

DADOS

Os dados atualizados da Covid-19 no RN foram apresentados pela coordenadora de Redes de Atenção à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Samara Dantas, que ressaltou a necessidade de manter todos os cuidados como o uso de máscaras, o distanciamento e o isolamento social: “Não podemos relaxar, a pandemia continua”.

A taxa geral de ocupação de leitos hoje é de 85%. Na região Oeste, o índice chega a 81% e atinge o percentual de 88% nas regiões Metropolitana de Natal e de Pau dos Ferros. Já nas regiões do Mato Grande e do Seridó, os índices marcam, respectivamente, 50% e 76%.

Nas redes de hospitais públicos, privados e filantrópicos há 544 pessoas internadas, acometidas de covid-19. Destas, 280 estão em leitos críticos e 264 em leitos clínicos. Os casos confirmados chegam a 44.267; os suspeitos, 56.143; os descartados, 68.806. Há 1.621 óbitos confirmados (9 nas últimas 24 horas) e 201 óbitos em investigação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gui morais disse:

    Volte pra casa, vc é muito fraca como governadora.

  2. Observando. disse:

    Governo não cumpre seu proprio decreto. Taxa ocupação leitos UTI acima de 80 por cento. E reabertura continua.

    • Valdo1976 disse:

      Imagine se no Decreto, houvesse uma obrigação de fechamento de tudo quando o índice de ocupação de 80% dos leitos críticos de UTI fosse ultrapassado ! !
      Nunca haveria efetivamente o processo de reabertura das atividades, tanto econômicas quanto sociais ! !
      Mais produtivo da sua parte, seria cobrar a taxa de 60% de isolamento social da população do Estado ! !
      Para dessa forma, termos a continuidade na diminuição na taxa de contágio e mortes pela Covid-19 ! !

  3. Gibira disse:

    Vixe , foi passada kkkkkk

Gilmar Mendes sugere órgão de fiscalização para fake news

Foto: © Carlos Moura/SCO/STF

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), sugeriu nesta segunda-feira (15), como uma das soluções no combate à disseminação de notícias falsas (fake news), a criação de um órgão de fiscalização no âmbito do Congresso, com poder, por exemplo, de retirar do ar conteúdos que entenda impróprios.

“Aqui se coloca inclusive um grande desafio, que é a criação de um órgão com capacidade regulatória, que pudesse monitorar e fazer algum tipo de supervisão do que vai na rede [mundial de computadores]”, disse Mendes. “Tem que ser um afazer contido, em que há algum tipo de checagem ou verificação. Os fatos evidentemente falsos devem ser retirados na primeira impugnação”, acrescentou.

Tal órgão poderia ter moldes parecidos com os do Instituto Fiscal Independente (IFI) do Senado, criado em 2016 para acompanhar o estado das contas públicas e o atendimento às normas fiscais.

A sugestão foi feita durante um seminário online com o tema Liberdade de Comunicações em Tempos de Crise, organizado pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), uma faculdade particular de Brasília.

Mendes fez a observação após recordar projeto de lei sobre fake news que tem sido discutido no Congresso e chegou perto de ser votado nas últimas semanas. “Claro que haverá dificuldades para instituir um órgão deste perfil. Eu mesmo tenho dito que uma das soluções seria criar o órgão no âmbito do próprio Congresso”, disse o ministro ao fazer a sugestão.

Ele avaliou que a comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) e o inquérito que tramita no Supremo sobre fake news, que investigam o financiamento e a propagação de notícias falsas, podem apontar caminhos para uma legislação sobre o assunto. “Certamente aguardamos medidas que vão ser tomadas neste inquérito”, afirmou.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    tem que tem um para fiscalizar os escritórios dos amigos e familiares que sempre conseguem seus pedidos na corte, o Brasil todo sabe disso!

  2. Irany Gomes disse:

    Esse é um dos canalhas do STF, Joaquim Barbosa disse que ele é bem pior que isso!!!

  3. João Dantas de Lima disse:

    Onde estão os jornalista, os esquerdo patas que defende a liberdade de expressão, pois essa ideia de Gilmar Mendes e nada mais do que censura a liberdade de expressão, querem fazer e acontecer e não serem importunados.

  4. Marco Antonio disse:

    Que tal denominar esse órgão de “censurador”?

  5. FElipe disse:

    Parece que o livro de George Orwell 1984 está virando realidade no Brasil. O STF criando o ministério da verdade. Querem censurar quem supostamente , apelidado de fake news. Hoje uma moça soltou foguete e foi presa eqto estupradores e líderes de facções são soltos.

Pacto pela Vida: São Gonçalo do Amarante intensifica fiscalização de cumprimento de decretos; Bradesco é interditado

Fotos: Divulgação

Secretaria Municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Municipal, secretarias de Saúde, Vigilância em Saúde, e de Meio Ambiente e Urbanismo, junto com as polícias Civil e Militar iniciaram, nesta quinta-feira (5), a ‘Operação Pacto pela Vida’, que fiscaliza o cumprimento de medidas de prevenção e enfrentamento à Covid-19 em São Gonçalo do Amarante/RN.

O grupo, composto por 40 agentes, está visitando estabelecimentos, bares, bancos, feiras livres e movimentação em áreas públicas, como ruas e praças, entre outras. Agência do Bradesco de Jardim Lola foi um dos locais interditados nesta quinta. “As equipes estão trabalhando dia e noite para aumentar o índice de isolamento social na cidade, e fiscalizar o cumprimento de decretos relacionados ao combate do novo coronavírus”, disse João Eider, secretário de Defesa Social.

O Pacto pela Vida foi proposto pelo Governo do Estado em reunião com os prefeitos da Grande Natal na segunda-feira (1). São Gonçalo do Amarante já vinha realizando fiscalização no município com apoio da Polícia Militar.

COVID-19: Comitê Científico que assessora Governo no Estado recomenda fiscalização rigorosa para ampliar isolamento social

Fotos: Demis Roussos

As medidas que endurecem as regras com o objetivo de ampliar o isolamento social a partir desta quinta-feira, 04, foram discutidas com os poderes, municípios e com a sociedade civil e têm a recomendação do Comitê Científico de especialistas que assessora o Governo no Estado nas ações de combate à Covid19. “O Comitê Científico entende que é necessário o endurecimento das medidas para que melhorem os índices de isolamento social e para fazer valer as regras previstas no decreto que coloca mais algumas restrições à circulação das pessoas”, afirmou hoje em entrevista coletiva o coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN, professor Ricardo Valentim.

Valentim orienta o aumento da fiscalização, como já previsto no Pacto pela Vida, proposto pela governadora Fátima Bezerra. “O Comitê monitora diariamente os dados da pandemia e observamos a redução do isolamento social, o que é preocupante porque tem impacto direto nos índices de contaminação. É necessário endurecer a ação fiscalizatória do Estado e dos municípios para evitar mais contaminação e mortes”, declarou.

O novo decreto com as normas para enfrentamento da pandemia amplia restrições e retira o funcionamento de salões de beleza e armarinhos como atividades essenciais. “Mediante o quadro apresentado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e pelo Comitê Científico do Estado, com crescimento do número de infectados, de pacientes internados e de óbitos, o Governo publica novo decreto diante da necessidade de crescimento da taxa de isolamento social que deve ter índice entre 60 e 70%”, informou o secretário de Estado da Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

Ele argumentou que a administração estadual vem fazendo todos os esforços possíveis. “O Governo abriu 309 leitos exclusivos para Covid, sendo 189 críticos. Ou seja, o Governo tem feito o seu papel de expandir a rede de assistência, mas com a queda do isolamento, cresce o número de infectados e cresce a demanda por leitos críticos. Então o novo decreto tem regras mais rígidas para que as pessoas fiquem em casa”.

RESPIRADORES

Na manhã desta quinta-feira, a Sesap recebeu mais 40 respiradores do Governo Federal. Esses equipamentos vão permitir a abertura de novos leitos de Covid-19 no Estado.

FISCALIZAÇÃO

O programa Pacto pela Vida teve início desde as primeiras horas desta quinta-feira, em Natal, alguns municípios da Região Metropolitana e do interior. O pacto é um esforço governamental para fazer a integração com os 167 municípios e aumentar o isolamento social.

O sistema de segurança, por meio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, está agindo de forma integrada com agentes de saúde, guardas municipais e agentes de trânsito dos municípios. O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Araújo, compara as ações de fiscalização a uma “operação de guerra cujo inimigo é o novo coronavírus e é invisível”. O efetivo que vai atuar é o mesmo efetivo de serviço que está nas ruas normalmente, acrescido de policiais que receberão diárias operacionais para a jornada extraordinária de serviço.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS

A maior incidência de infecção pelo novo coronavírus no RN acontece em Natal e Região Metropolitana da capital, na região de Mossoró e no Vale do Assu. A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi disse que hoje há 9.282 casos confirmados, 19.516 suspeitos, 16.057 descartados, 378 óbitos confirmados e 68 óbitos em investigação.

A fila de regulação tem 98 pessoas, sendo 33 para leitos críticos (UTI e semi-UTI). Estão internados nos hospitais das redes pública e privada 606 pacientes, dos quais 317 críticos e 289 clínicos. A taxa de ocupação de leitos covid é de 100% em Mossoró, 83% em Pau dos Ferros, 72,7% no Seridó e 93,9% em Natal e Região Metropolitana.

TESTAGENS

O Governo tem 37.028 mil kits de teste RT-PCR em estoque, com fluxo diário de distribuição para os municípios. No caso dos testes rápidos, o Estado já distribuiu 51.400 aos municípios, 38.990 ainda disponíveis nos estoques municipais.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Seridoense disse:

    Enquanto a população não se conscientizar e ficar em casa , não tem decreto que dê jeito. Sei que tem muita gente que precisa sair para trabalhar , mas vamos ser sincera que tem muita gente andando , perambulando sem causa justa . O remédio pra essa doença é ficar em casa, um remédio meio amargo , mas é o que nós temos pra o momento. Nós seres humanos , temos o mal hábito de colocar a culpa sempre no outro , dizer que a culpa é do prefeito , do governo , do presidente e nos omitir de fazer a nossa parte enquanto cidadão. Então vamos deixar o egoísmo de lado e por mim , por vc e por todos vamos ficar em casa em prol de uma causa justa, que é o controle e consequentemente o fim dessa pandemia que nos assola .

  2. Lair solano vale disse:

    Toque de recolher após 23 horas, até 15 de junho.
    Guarda Municipal descaracterizada para fiscalizar melhor.

  3. Véio de Rui disse:

    Teve os sintomas, ivermectina e cloroquina, e manda pra casa

  4. Pedro disse:

    Amigo Joaquim, essa opinião divide os estudiosos do mundo, portanto discutível. Porém de uma coisa tenho absoluta certeza, o isolamento ou seu inverso, deveria ser uma política de estado, para não ficarmos no meio dessa discussão. Até onde conheço ( um pouco) , o grande problema é não termos como, por despreparo, em como assistir a população em caso de excesso de pacientes, todos num mesmo momento. Que será ocasião de irmos para escolha de Sofia, " ….quem já poderemos descartar e quem vai continuar entre os vivos", um dilema complicado.

  5. Joaquim disse:

    Isso é a maior babaquice do século

    • Nildo disse:

      Babaquice é o povo na rua, se vc ficar doente por favor não procure os hospitais tipo de pessoas do seu tipo tem q morrer em casa.

    • Neco disse:

      Quanto ódio, Nildinho. Cuidado que retorna