Administração do estado na gestão Fátima será comandada pela coordenadora do programa de Carlos Eduardo ao governo do estado

Virginia Ferreira, Carlos Eduardo e Fátima Bezerra em audiência com o então ministro Paulo Bernardo

 

A economista Virginia Ferreira, que comandou o Planejamento das gestões Carlos Eduardo e foi um dos principais nomes ligados ao ex-prefeito foi quem coordenou o programa de campanha do pedetista ao Governo do Estado nas eleições deste ano teve o seu nome anunciado oficialmente na semana passada para comandar a Administração Fátima Bezerra.

Fátima chama para dentro da sua gestão a pessoa que foi a mentora do programa de governo do candidato que tentou derrota-la no segundo turno.

Virginia, tempos atrásm pertencia aos quadros do PT, pediu desfiliação do partido quando o PT resolveu romper com a gestão do filho de Agnelo, e optou por continuar secretaria.

Cabe agora à Virginia ser a administradora da gestão de Fátima Bezerra e voltar aos braços do partido que ela deixou pela administração de Natal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo disse:

    Virginia é uma técnica eficiente, a governadora fez com esse convite um gesto de grandeza, não importando quem votou nela e sim quem pode contribuir mais com sua gestão.

  2. Romeu disse:

    Essa secretária é extremamente técnica e competente. Merece todos os convites por literalmente agregar a qualquer equipe.

  3. aldayr disse:

    Mas todos sabem que Vírginia é uma tecnica muito competente e sempre teve livre trânsito tanto no PT quanto em outros partidos.

  4. Luciana Morais Gama disse:

    Será q ela votou e pediu votos pra Carlos Eduardo?? Claro que nao!!

Carlos Eduardo vai faltar ao debate da TV Ponta Negra e Fátima Bezerra diz que ele é fujão

O candidato ao governo do Rio Grande do Norte Carlos Eduardo Alves não confirmou presença no debate que a TV Ponta Negra marcou para esta terça-feira, 23 de outubro.

Segundo as regras acordadas em reunião na sede da emissora e assinadas pelos representantes das candidaturas ao governo do Estado, os candidatos tinham até as 18h desta segunda-feira (22) para confirmar presença.

No entanto, a direção da TV Ponta Negra só recebeu a confirmação de presença por parte de Fátima Bezerra.

A ausência do candidato da família Alves se dará uma semana depois do primeiro debate do segundo turno, realizado pela TV Bandeirantes.

Na ocasião, Fátima Bezerra teve desempenho superior ao adversário, confrontando Carlos Eduardo Alves em temas relacionados à sua gestão municipal.

Por mais de uma vez, Alves se atrapalhou com o tempo e chegou a dizer que estava satisfeito com o efetivo de 455 guardas municipais de Natal para tentar justificar porque não realizou concursos públicos, esquecendo que há lei indicando a necessidade de efetivo três vezes maior, de 1.500 guardas municipais.

Esta será a segunda ausência do candidato da família Alves ao debate da TV Ponta Negra. Ele já havia faltado no primeiro turno. Na semana passada, ele também se ausentou de debate realizado pelo SEBRAE, com micro, pequenos e médios empreendedores.

Mesmo diante da fuga de Carlos Eduardo Alves, a assessoria de Fatima Bezerra, da coligação Do Lado Certo, cumpriu rigorosamente o acordo e manteve a confirmação no debate.

De acordo com as regras acordadas, em caso de falta de um dos candidatos, será realizada uma entrevista com o candidato que comparecer, ou seja, com Fátima Bezerra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jhunyor Figueiredo disse:

    Safado medroso e covarde

  2. luiz fernando disse:

    Debater o que, se não tem plano de governo ela tem. Lula livre?

    • Eduardo disse:

      Eu acho que ele não deve ir, já passou vergonha 1 vez, já basta. o homi tava mais perdido que cego em tiroteio. #testadoeAPAVORADO.

    • Ceará-Mundão disse:

      Qual é o plano de governo dela? Aquele copiado do Piauí ou aqueles papéis em branco que ela entregou depois? Ou será que ela também vai consultar o presidiário na cadeia toda vez que pensar em fazer alguma coisa?

  3. Carlos Alexandre disse:

    O povo do RN sabe bem escolher seus governantes… Ao ver defenderem Fátima, como se a mesma fosse um exemplo de gestora, se percebe como puderam eleger Robinson e Micarla. A situação é critica no RN e com a vitória de Fátima, não se pode esperar coisa melhor… Há, mas vão aparecer uns eleitores muito espertos, dizendo que o importante é tirar os Alves e Maia, como se um sobrenome determinasse competência. Pobre RN

    • JOSIVAN disse:

      Na verdade não podemos ser tão inocente a achar que algum dos dois se apresenta como mudança. Tanto Carlos Eduardo já pediu apoio para Fátima, como a própria Fátima, já pediu voto para Carlos Eduardo. Até bem pouco tempo atrás o governo Federal desejava dinheiro no governo municipal, fruto da parceria municipal com o Governo Federal. O próprio PT fez parte da Administração do governo de Carlos Eduardo. Tudo junto e misturado.

    • Eduardo disse:

      Chore não, ela também será sua governadora.

    • Ceará-Mundão disse:

      E tem uma questão bem simples: Bolsonaro será o Presidente da República e não haverá ajuda financeira alguma para o RN, que já enfrenta grandes dificuldades há vários anos. Eleger essa mulher para governadora será o suicídio do RN. Onde Fátima irá conseguir dinheiro extra? O povo potiguar precisa ter juízo e deixar dessa bobagem de "oligarquia", de "tirar os Alves e os Maias" do poder. E por quem? Fátima? Pensem bem. Nem dinheiro para pagar os salários dos servidores ela terá. E ainda terá que arrumar empregos para uma porção de "cumpanheros" que estão sendo desempregados pelo Brasil afora. Juízo, RN. A coisa pode ficar bem pior do que está no governo Robinson que, a propósito, foi eleito junto com o PT. Pelo menos tentem aprender com o sofrimento passado.

  4. Waldemir disse:

    Dia 28 é dia de terminar a faxina contra as oligarquias aqui no RN, vai cair mais um Alves. Glória

    • Victorino disse:

      O choro é livre. Desespero total, total, total, total… A esquerda estar desesperada, entrou em parafuso de rosca sem fim, são capazes de tudo para não largar o osso, povo brasileiro, honestos, que pensam num futuro melhor para nossos filhos e netos, temos a maior arma contra esses esquerdopatas, VAMOS AGORA NO SEGUNDO TURNO VOTAR 17. PT nunca mais.

  5. Alcides disse:

    Fora Fatao

  6. Ceará-Mundão disse:

    O RN é um estado pobre, que vem enfrentando grave crise financeira há vários anos. Precisa de ajuda externa para sair dessa crise. Bolsonaro será eleito Presidente da República e o PT é o seu grande adversário, podemos até chamar de INIMIGO. Bolsonaro acabou de dizer em entrevista na Band que não haverá qualquer diálogo com o PT em seu governo. Tirem suas conclusões, potiguares. Será uma boa idéia eleger essa senhora para governadora? E eu nem vou falar na falta de competência e na porção de "cumpanheros" que ela trará de todo local do Brasil para empregar por aqui. Precisamos ter muito juízo nesse momento. É o nosso futuro que está em jogo.

    • Avante Brasil ?? disse:

      Brilhante análise. Carlos Eduardo tirou Natal da lama deixada por Micarla. Administrou em plena crise.

  7. Joao disse:

    Fátima melhor para o RN!! #ForaFamiliaAlves

  8. Eduardo disse:

    Acho que Carlos Eduardo está adotando a estratégia errada, ele tá pensando que é Bolsonaro é? kkkkk. Onde ele chega só falta dizer que é da família de Bolsonaro (um brincante rsrs), homi deixe de tentar surfar em uma onda que não é sua, vc é ALVES, todo mundo sabe disso.

    • Marcelo Moura disse:

      e Fatão num surfa na onda de Lula faz 30 anos … fora PT … agora e 12 e 17..

  9. Ceará-Mundão disse:

    Bolsonaro será eleito presidente, com larga maioria de votos. O povo brasileiro já decidiu. E o RN? Vai eleger para governá-lo exatamente um membro notório do partido que é o maior desafeto do Presidente da República, partido com o qual ele acaba de anunciar (em entrevista na Band) que não haverá conversa alguma em seu governo? De onde o RN obterá os recursos necessários para sair dessa grave crise financeira que o assola há anos? Quem irá socorrer o estado? O Chapolin Colorado? O RN é um estado pobre, não pode se dar ao luxo de ser oposição ao governo federal. E já há o exemplo do atual governador, eleito junto com o PT. Não está conseguindo um tostão sequer para o RN. E ele nem é tão odiado pelo governo federal quanto o PT será pelo próximo presidente. Os servidores públicos do RN estão sofrendo faz tempo. E os seus salários com Fátima governadora? Haverá dinheiro para pagá-los? Criem juízo, potiguares. PT não! PT nunca mais!

  10. Ceará-Mundão disse:

    O PT vem caindo em desgraça junto ao povo brasileiro. Em 2016, foi escorraçado das prefeituras. O poste do presidiário, atual candidato a presidente, perdeu a eleição de forma vergonhosa, ainda no 1º turno. Ele obteve menos votos que os brancos e nulos, tendo perdido em TODAS as 58 regiões eleitorais da capital paulista. E tem o desplante de se apresentar como a "solução para o Brasil". O PT elegeu 70 deputados federais em 2014. Agora, elegeu apenas 57. A esquerda, em geral, teve sua bancada diminuída no Congresso e alguns expoentes petistas foram escorraçados pelo eleitorado, entre eles a "louca", o 1º poste do presidiário. Enfim, o povo brasileiro está eliminando o PT pouco a pouco, NAS URNAS, NO VOTO. Prova disso é que tiraram o chefe da quadrilha, preso por corrupção e lavagem de dinheiro, da propaganda eleitoral do seu 2º poste. Também mudaram de cor, substituindo o vermelho tradicional. Os petistas estão envergonhados, votando apenas em defesa de interesses particulares. Mas o Brasil vencerá. Bolsonaro neles!

    • Leo disse:

      PT 4 governadores
      PT 7 senadores
      PT 56 federais
      E ainda aliados do PDT, PSB, PSOl…
      Piada é não entender de política
      Seu fascista nao terá moleza.

    • Waldemir disse:

      Léo
      Deram sanduíche de mortadela e suco de novo kkkk BOLSONARO presidente
      Carlos Eduardo governador
      Dia 28 aqui só vai dar 12 e 17 confirme

    • Neto disse:

      Leo, vc já estocou rivotril para tomar no domingo? Cuide da sua saúde, pq dia 28.10.18 será a confirmação do desejo da maioria esmagadora dos brasileiros: o fora PT. A ditadura petista, enfim, chegará ao fim. Deus é Pai!

  11. Raul Seixas disse:

    Amigos o prefeito Carlos Eduardo está a 16 anos ai na prefeitura vcs São sadomasoquista é isso? Qualquer político só era pra ser permitido ficar um mandato em cada legislatura é depois procurar outra coisa pra fazer de sua vida, é não querer trasferir o poder pra filhos e netos.

  12. Urbano disse:

    Realmente o povo decidiu dar essa oportunidade a Fátima. Nos resta agora apoiar e torcer para que faça um bom governo.

  13. Wescleyy disse:

    PT 4 governadores
    PT 7 senadores
    PT 56 federais
    Piada é não entender de política

  14. Carlos disse:

    Não se Debate com uma professora que cola e só sabe falar gopi..

  15. francisco de assis disse:

    Esse tipo de debate, com certos tipos de pessoa, não vale o que o gato enterra,como dizia minha vó. O PT em sí já é uma piada…

  16. Wescleyy disse:

    Fátima, já eleita!

    • Waldemir disse:

      Kkkkk vai perder a boquinha kkkk
      A mamata acabou vai ter que trabalhar
      Adeus sanduíche de mortadela e suco grátis kkkk

  17. Éber capistrano disse:

    B 17 & C 12 para o bem do BR & e do RN

Carlos Eduardo tem faltado com o eleitorado: ausência de candidato ao Governo do Estado em debate repercute

Artigo do Blog do Barreto tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira(20). Íntegra abaixo, intitulada “Um candidato blasé”, relata ausência do candidato ao governo do Estado, em momentos importantes para o eleitorado. O caso mais recente destaca a sua falta no debate da TV Ponta Negra. Confira:

Vivi para ver um candidato estagnado nas pesquisas e correndo sério risco de perder o pleito no primeiro turno se recusar a participar de um debate. Quem está em primeiro se esconder já é feio, imagine quem está atrás.

Pouco importa se o candidato ao Governo Carlos Eduardo Alves (PDT) tem algum problema de ordem pessoal com a TV Ponta Negra. Nem sei se tem, mas se tiver não justifica porque é falta de respeito não com a emissora, mas com o povo.

Mas o perfil candidato blasé de Carlos Eduardo Alves não para por aí. Mesmo com a popularidade em baixa em Natal ele achou que dava para renunciar ao cargo de prefeito de Natal mesmo prometendo cumprir o mandato até o final.

Mesmo com a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) impopular em Mossoró ele achava que bastava ter o filho dela como vice bastaria para vencer no segundo colégio eleitoral do Rio Grande do Norte.

Todos os colegas com quem converso afirmam que é uma dificuldade extrema conseguir uma entrevista com o candidato pedetista. Para ele ir a Intertv Cabugi é o que basta.

Carlos Eduardo vai tendo dificuldades no interior do Estado, mas acha que é apenas por ser “desconhecido”. Não é bem assim. Os relatos sobre a célebre antipatia dele ganham força.

Temos um candidato blasé no Rio Grande do Norte.

Blasé: é quem exprime completa indiferença pela novidade, pelo que deve comover, chocar etc. Quem está embotado pelo excesso de estímulos (sensoriais, afetivos, intelectuais etc.) ou de prazeres, e que se tornou insensível ou indiferente a eles.

Blog do Barreto

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Selieno Atanásio da silva disse:

    Carlos Eduardo tem que lembrar que o governo do PT roubou a refinaria que seria construída em Guamaré,tirando assim,milhares de empregos dos potiguares,e pra melhorar,levou pra o Pernambuco, lá pra Abreu e Lima,nunca saiu nem da terra plenagem, será que isso é ou não relevante pra opinião dos eleitores de fátima?esqueci que os eleitores de fátima não trabalham,só vivem mamando nas tetas de quem trabalha….

  2. Mol disse:

    Não pede nada debate fracos

  3. Alcides disse:

    Pior Governador que vive fantasiado sobre sua administração

  4. Breno disse:

    Ninguém lembra que ele não comparecia aos debates para prefeito? E mesmo assim, o povo que AMA OS ALVES fez com que ele vencesse?

  5. Rômulo disse:

    Carlos Alves já deve saber que Fátima ganhará no primeiro turno e já jogou a toalha!

    • Sales disse:

      deuzulivre!!
      esquerda fajuta nunca!
      é melhor ficar com o menos ruim, no caso, robin.

Peleja contra Carlos Eduardo por abuso de poder político é exemplo para Robinson em processo eleitoral movido pelo MP

O governador Robinson Faria foi processado eleitoralmente pelo Ministério Público por conduta vedada.

O parquet o acusa de se promover através de propaganda institucional, desequilibrando o pleito eleitoral.

Longe de prestar consultoria jurídica, mas coincidentemente, no fim do mês passado, o Tribunal Superior Eleitoral pôs fim a uma peleja que o deputado estadual Fernando Mineiro travava contra Carlos Eduardo na campanha para prefeito em 2016.

Mineiro o acusava de utilizar-se da propaganda institucional da prefeitura para promover sua canidatura à reeleição.

Eis o que escreveu a ministra Rosa Weber:

“É toda e qualquer utilização dos bens públicos que é reputada ilegal? Não nos parece seja assim. Não há proibição de filmagens dos prédios e monumentos públicos, nem de obras públicas, para serem as imagens utilizadas em campanha eleitoral, porque aí não haverá utilização ou cessão do bem em sentido próprio, que tenha qualquer teor de ilicitude. Se um prédio público era abandonado e esquecido, tendo sido posteriormente reformado pela Administração, poderá ser mostrado para o eleitorado, como prestação de contas da atividade administrativa. Nada obstante, sendo de ruína as imagens, também elas poderão ser exploradas pelos adversários”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eleitor disse:

    Casos diametralmente distintos! Neto tem rezai, não há semelhança entre uma coisa e outra. Vergonha a defesa intransigente de um governo pelo blog.

  2. Neto disse:

    Em que pese a tentativa de defesa jurídica do fato ocorrido, utilizando de decisão da ministra do STF, os temas em foco são bem opostos. No caso de Carlos Eduardo, ele usou e reproduziu em propaganda eleitoral a apresentação e imagens de trabalho realizado quando prefeito. Não se trata de publicidade institucional paga com dinheiro público que é proibida de veiculação durante campanha eleitoral. Já no caso de Robinson: “A propaganda institucional, sobretudo porquanto custeada pelo erário, não pode, assim, fazer as vezes de propaganda eleitoral por afrontar claramente a isonomia do pleito eleitoral”. é ainda está posta em outdoor, material de veinculacao proibido período eleitoral. São dois pesos e duas medidas distintas.
    Afirmo, ainda, que a justificativa da defesa de que os outdoor’s foram postos anteriormente ao início de campanha não justifica a falta de sua retirada, a partir de 16 de agosto, data inicial da campanha eleitoral. Simples assim. Porém, agora, com a palavra a justiça eleitoral, diante dos fatos e provas.

  3. Rodrigo disse:

    Hilário…

Palanque de Carlos Eduardo se desestrutura com falta de coordenação

O grupo de sustentação do palanque do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves está apreensivo com os rumos que a campanha do candidato do PDT tem tomado.

Como patina em horizontal, sem movimentação ascendente, a hora do salve-se quem puder começa a se desenhar com integrantes da chapa proporcional preferindo apostar as fichas que têm na própria sobrevivência, preterindo a chapa majoritária.

Em decorrência de conflitos que se avolumam, a sintonia entre Carlos Eduardo e os aliados começa a estremecer.

A relação com o prefeito Álvaro Dias já não é a mesma. Sem ter obrigações legais com Carlos Eduardo, Álvaro está livre para prestar contas apenas à sua consciência, que prefere eleger o filho deputado estadual a se dedicar com afinco a eleger Carlos Eduardo governador.

De mais a mais, o prefeito tem uma cidade imersa em problemas administrativos para resolver. Entre o inadiável e o preterível, ele faz as escolhas lógicas que estão custando o desgaste com Carlos Eduardo.

Para piorar a situação desse núcleo, a prisão de Batata, prefeito de Caicó e aliado de Álvaro Dias, azedou de vez o humor palaciano. Coordenador da campanha de Carlos Eduardo no Seridó, Batata se arrastou para o fogo levando um pouco do capital político do palanque do ex-prefeito.

Em outra vertente, tendo experimentado crescimento nos levantamentos recentes, Antônio Jácome nem tem o que comemorar ainda pois experimenta o dissabor das divergências que refletem a falta de organização do palanque do ex-prefeito. Em sua campanha ao Senado respinga a desorganização.

A falta de coordenação se mostra ainda em agenda sem eventos de capilaridade – recentemente, a equipe de campanha teve que ficar um hotel sem absolutamente nada para fazer no interior do RN.

Coroa a situação de alerta a falta de retorno ao apoio de Rosalba. Mossoró não reagiu ao nome de Carlos Eduardo e o deputado Beto Rosado agora vê ameaçado o seu projeto de continuar na Câmara dos Deputados.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raquelzinho disse:

    O povo ESTUDOU os CURRAIS eleitorais não funciona mais como na época dos nossos AVÓS kkkkk EU acho é pouco.

  2. nando disse:

    AS oligarquias apostaram que comandariam cada curral ao seu modo. E, que todo gado tinha dono ,eles seriam os eternos proprietários da boiada. A idade de Mossoró, na sua grande maioria sabe da incompentenia do vice, Kadu.

  3. vilanir.gurgel disse:

    Realmente estamos perdidos.
    E se o Estado, na situação em que está, cair nas mãos do PT, ai sim será o FIM.

    • jorge disse:

      Ai !!! se cair nas maos do PT o na do SENHOR FAZ NADA…. O Robson Farias ai lascou tudo…….kkkk

  4. Francisco de Paula disse:

    Carlos Eduardo, que só foi prefeito de Natal por causa de Wilma Maia e Micarla (cada uma deu sua contribuição) e que esconde o nome Alves (poderia colocar Luz), sonhou em ser governador mas vai acordar dia 08 de outubro com uma ressaca grande.

  5. Observador disse:

    Inapelavelmente, o bacurau que já foi candidato a governador e não foi nem pro segundo turno em 2010, vai perder de novo.

  6. Carlos Eugênio disse:

    A vida tá difícil pro Carlos Eduardo Alves e pro Jácome.
    O deputado tinha uma eleição garantida mas caiu no canto da sereia dos Alves e Rosado.
    Resultado: vai ficar sem emprego.
    O ex-prefeito de Natal, todo pavão, pensou que ia ser governador, mas seu destino deve ser o do seu primo Henriquinho, férias e sem previsão de volta.
    Bem feito pra quem enganou os natalenses.

  7. paulo martins disse:

    "Estuturada" está a campanha à reeleição de Robinson 'Que' Faria: 59% de rejeição ao seu nome, além de 81% de reprovação popular ao "Governo da Segurança".

  8. Fernando Pontes disse:

    Lamentável ver a falta de apoio que o prefeito vem dando a Carlos Eduardo. Natal virou uma cidade sem administração, cheia de buracos, ruas escuras, canteiros com terra ou mato. Vai perdendo seus atrativos aos poucos e junto aos descaso do prefeito e os erros de campanha de Carlos, dificultando seu crescimento e ajudando os adversários.
    O RN vai acabar de vez se tiver um governo do PT, será o estado mais atrasado do nordeste e um dos pior do Brasil. O PT mostrou a que veio quando passou 13 anos dando as ordens e fazendo as negociatas políticas.

    • M.D.R. disse:

      O PT , ñ é brincadeira. Veja bem, o que fez com EX-GOVERNADOR, JACKSON WAGNER , BAHIA. Cozinhou, triturou e esteve na mídia mas ñ era a preferência de LULA e, sim, AHADAD que é pior para o NORDESTE.
      Acorde, PTelhada!!!!…..

TJRN remete ação penal contra Carlos Eduardo à primeira instância; juiz decidirá se ele vira réu

O juiz convocado Cícero Macedo, em atuação no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, determinou a remessa à primeira instância da ação penal em que o Ministério Público do Estado acusa o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, de crime de responsabilidade.

A decisão foi tomada no início do mês após provocação ao procurador-geral de Justiça, Eudo Rodrigues Leite.

O caso tramitava no TJRN em razão do foro privilegiado do prefeito. Mesmo após renúncia, em abril, o caso continuou parado na Corte de Justiça potiguar.

O processo será distribuído a uma vara criminal de Natal. O TJRN decidiu rejeitar a denúncia contra o ex-prefeito e o Ministério Público do Estado recorreu.

Agora, caberá a um juiz e não a um colegiado de desembargadores, decidir se converte Carlos Eduardo em réu ou não.

A denúncia diz respeito à antecipação do pagamento do IPTU, taxas de lixo e outras em 2015 e 2016. A legislação proíbe a antecipação, devendo as taxas serem cobradas apenas no ano correspondente ao exercício fiscal. Ao todo, R$ 100 milhões foram antecipados com a manobra fiscal.

Carlos Eduardo usa estatística duvidosa sobre natalense para justificar estelionato eleitoral


O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, em entrevista à 98 FM na noite de segunda-feira, afirmou que renunciou para disputar o governo porque tinha pesquisa indicando que os natalenses queriam sua saída para o propósito eleitoral.

“Não estou sendo carreirista. Não cheguei ontem nem anteontem. Fui o prefeito com mais serviços prestados na cidade. Nenhuma cidade do mundo reelege um incompetente, um ladrão, desonesto. Só reelege um prefeito que trabalha”, disse ele.

O candidato do PDT ao governo não deu mais detalhes sobre a pesquisa a que se referiu. A renúncia voltou a ser alvo de adversários porque ele prometeu que não deixaria a prefeitura para disputar o governo.

Levantamento do instituto SETA divulgado pelo BlogdoBG em 20 de março deste ano, um mês antes da renúncia do prefeito, mediu esse impacto.

35% dos entrevistados desaprovavam a saída do prefeito e 53% não tinham opinião formada sobre o assunto.

Apenas 12% aprovavam a renúncia para disputar a eleição.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jose antonio disse:

    Como tudo na vida tem seu tempo , o blog do BG acabou , perdeu a credibilidade, virou palanque do governo quebrado e não da as principais notícias como : semana passada a policia federal foi na kz de FLAVIO PISCA ( irmao de BG) e não saiu nada aqui! Vergonha.

  2. JOÃO GRANDÃO disse:

    ISSO É UM BLOG OU UM PALANQUE DO GOVERNADOR ROBINSON FARIAS ……………………

  3. Chiquinho Canuto disse:

    Vcs falam de Carlos e Robinson mas a Fátima também não fica por baixo todos mentirosos… infelizmente não temos bons nomes…

  4. CLT disse:

    O blog tem partido é?

  5. Observador disse:

    Ele já foi candidato a governador e não foi nem pro segundo turno.
    O Boneco de Olinda vai levar peia de novo!

    • Sena disse:

      Vai mesmo. Ele ainda não entendeu que o POVO não suporta mais esses acordões????

  6. Paulo César disse:

    Ainda tem gente que cai na lábia dos Alves, Maia e Rosado?

    • Sena disse:

      O povo não é mais besta não!
      Eles vão quebrar a cara!!!!!
      Robinson vc está reeleito!!!
      Não tem nenhum candidato pra fazer frente a vc.

  7. Francisco disse:

    Carlos Eduardo quer enganar quem com esse discurso?
    Ele pensou que fez um firo mas fez um giral.
    O natalense não aprovou a renuncia e, inapelavelmente, dirá não a sua candidatura.
    Vai ficar de férias após 07 de outubro.

    • Paulo disse:

      Vai mesmo.
      Natal está só buraco.
      Tem mais cratera que a lua.
      Não tá nem aí para os natalenses. Quer simplesmente o poder pelo poder.
      Robinson vc terá meu voto e de toda minha família.

    • Adailton disse:

      Nos bastidores da família Alves cientes da derrota já estão planejando lançar Eduardo Alves candidato a prefeito de Parnamirim. Bem bestinha essa família …

  8. José disse:

    Quem mente uma vez, mente sempre!
    Demitiu 241 funcionários públicos da Urbana. Assim cometendo ato ilegal, pôs, empregado público só pode ser demitido por justa causa com processo administrativo. A justiça mandou reintegrar, e ele como sempre ele não cumpre a lei.

Presidente do PDT/Mossoró, ex-vereador Tomaz Neto anuncia que não vai apoiar Carlos Eduardo

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) não terá o apoio do presidente do seu próprio partido em Mossoró. Em contato com o Blog do Barreto, o ex-vereador Tomaz Neto informou que não votará no pré-candidato ao Governo. Confira detalhes aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. nando disse:

    Grande coisa. Kklkkk

    • #robinsongovernador2018 disse:

      Pra quem não tem consideração para os seus filiados imagine com vc norteriograndense como seria tratado por este ex-prefeito, que até pouco tempo antes de sair do cargo, mantinha os salários dos funcionários da prefeitura de Natal atrasado, só atualizou quando decidiu ser candidato de fato. A frase que ele disse aos funcionários que foram cobrar seus salários: "Vão olhar as luzes da cidade pra relaxar um pouco,,," a consideração dele com os funcionalismo é este. O atual governador tenta de todas as maneiras colocar o salário em dias, porém sempre tem um ALVES, pra atrapalhar, seja no TCE, seja ex-deputado, botando areia.

Delações da ‘Cidade Luz’ iluminam segredos da Semsur e escurecem futuro de Carlos Eduardo

Ex-prefeito enfrenta procedimento de investigação que ainda está no Tribunal de Justiça e não desceu à primeira instância

 

Nove dias após ter sido reeleito prefeito de Natal no primeiro turno, em 11 de outubro de 2016, o então prefeito Carlos Eduardo Alves caiu em grampo da Operação Cidade Luz. À época, ele não era investigado, mas falou do telefone do então secretário de Serviços Urbanos, Antônio Fernandes, com o presidente da comissão de licitação da secretaria de Obras, Raul Araújo.

Na conversa, o prefeito afirmava que chegara a uma ‘solução salomônica’ para a decoração natalina daquele ano. Por muito tempo, questionou-se o que o prefeito quis dizer com tal solução. Delações premiadas celebradas com o Ministério Público por investigados da ‘Cidade Luz’ explicam essa solução.

Em 19 de fevereiro deste ano, o delator Felipe Gonçalves de Castro explicou aos promotores Giovanni Rosado e Marcelo de Oliveira Santos que a solução era um acordo simples: as empresas Enertec e Real Energy desviaram da Semsur R$ 280 mil para a campanha de Carlos Eduardo com o intermédio do secretário Jonny Costa. Em contrapartida, este se comprometeu a lhes dar mais contratos. A decoração natalina de 2016 teria sagrado esse pacto.

Carlos Eduardo Alves foi procurado para comentar a matéria e preferiu não se manifestar. Jonny Costa concedeu entrevista ao blog em que refutou as acusações com veemência. Ele afirma que qualquer um tem direito de declarar o que quiser, mas isso exige a responsabilidade de provar. Ele se disse tranquilo sobre o assunto.

Solução

Dois dias após a ligação indicando a solução salomônica, o Diário Oficial do Município falou. Em 13 de outubro de 2016, Real Energy, Lançar e BKL Construções arremataram a concorrência pública de cerca de R$ 3 milhões para decorar Natal para celebrar o nascimento do menino Jesus. Todas as empresas integram o que a promotoria considera um grupo criminoso articulado para desviar recursos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur).

Para a acusação, apesar de formalmente três delas terem vencido o certame, os acordo de fraudes tinham responsabilidades rateadas entre as demais envolvidas, incluindo a Enertec, que não aparece como vencedora da licitação.

Mas, para chegar aos acordos, houve divergências. Em depoimento à Promotoria Pública, Alan Emmanuel, outro delator, relatou que o então secretário da Semsur Antônio Fernandes apresentou a solução de que as vencedoras seriam as que tiveram seus nomes publicados no Diário Oficial, com o compromisso das demais serem contratadas por fora. Tudo, disse o delator, com o conhecimento e autorização do então prefeito de Natal.

Em um dos depoimentos, Allan Emanuel revelou que discutiu com outro investigado a preocupação sobre o contrato de eficientização do parque de iluminação pública. A conversa foi com Maurício da Guerra, da Enertec, que teria lhe dito que o contrato que estava por vir iria dar certo porque ele havia cumprido sua parte com Carlos Eduardo, ou seja, com os repasses. A Enertec levou o contrato.

Os depoimentos apontam que uma das reuniões que ocorreram para tratar dos desvios se deu dentro da Prefeitura do Natal entre Alan Emanuel, Jonny Costa e Carlos Eduardo. Os demais encontros teriam ocorrido no escritório da prefeitura em Candelária, tendo Carlos Eduardo escalado Jonny para administrar o assunto. As reuniões foram no começo de 2016.

Ainda segundo os delatores, todos os valores envolvido seriam destinados apenas à campanha.

As revelações levaram a Procuradoria Geral de Justiça a abrir procedimento criminal contra Carlos Eduardo Alves no Tribunal de Justiça por conta de seu foro privilegiado. Apesar de ter renunciado ao posto de chefe do Executivo da capital, todavia, os procedimentos seguem no TJ e não desceram para a primeira instância do Judiciário.

Outro lado

O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, foi procurado pela reportagem para comentar a matéria. Ele preferiu não se manifestar.

Jonny Costa afirmou que as declarações dos delatores não são verdadeiras.

“Desconheço as informações porque as reuniões a que ele se referiu nunca aconteceram”, afirmou o atual secretário da Semsur. “Não conheço e nunca vi o Felipe Gonçalves e o Allan Emannuel eu conheci quando ele me procurou para eu tratar do assunto do irmão dele, que era da juventude do PDT e buscava um reposicionamento da administração”, explicou Jonny, que frisou ainda: “Meu contato com Allan se limitou a esse episódio do irmão dele”.

Ainda segundo o secretário, ele suspeita que o delator lhe atribuiu informações inverídicas porque o irmão pediu para sair da gestão depois que Jonny vetou um pedido para que ele fosse dispensado dois dias de seu expediente. “Não faço isso por ele nem por qualquer outro. É como eu trabalho. A partir desse episódio, eles passaram a me difamar na administração”, explicou o secretário.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. silva disse:

    Finalmente esta chegando a hora em que o povo poderá , caso seja esperto), mudar a roupagem da política nacional, acabar com a hegemonia de alguns políticos!!!!

    A hora é esta!!!!

    Acorda Brasil!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. gilvanir disse:

    Tá no DNA, altamente dominante!!! Cadeia neles. Na prefeitura foi assim, imagina no comando do Estado, não vai sobrar absolutamente nada!!!

  3. Roberto Araújo. disse:

    Não devemos ter bandidos de estimação, não é mesmo?????

  4. Ricardo disse:

    Se forem corruptos, que sejam condenados e se prostrem envergonhados, perante si e a família.

  5. José disse:

    Agora chegou…

  6. joao gomes disse:

    todo ano é essa putaria. Todo mundo sabe que esses led são bem baratos e que são 2 caminhões da URBANA que colocam esses enfeites na cidade, são reciclados e se cobra milhões em contrato com essa porcaria todo ano. MP não faz nada pq deve receber algo em troca também pra ficar calado pq esse é o país dos ladrões!

Carlos Eduardo revela acesso ao MP e esvazia denúncia de delatores

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves afirmou nesta sexta-feira, ao renunciar, que se sente tranquilo sobre as denúncias publicadas na imprensa, segundo as quais delatores afirmaram ter lhe repassado R$ 280 mil em propinas em 2016.

“Entre o que foi publicado e o promotor, eu acredito no promotor”, disse o prefeito.

Segundo explicou, ele procurou um membro do Ministério Público que teria lhe garantido que não existe nada contra ele.

Na sequência, o prefeito disse que as reportagens se enquadram em um movimento midiático.

Carlos Eduardo aguarda pesquisa qualitativa para decidir se renuncia para disputar governo

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, aguarda uma pesquisa qualitativa de intenção de voto sobre o humor dos 2,39 milhões de eleitores do Rio Grande do Norte para decidir se renuncia para disputar o governo ou permanece prefeito.

Ao contrário da pesquisa quantitativa, que chega ao noticiário sobre quem está liderando a corrida eleitoral, a qualitativa mede aspectos do comportamento. Por exemplo, uma das dúvidas pode ser sobre a disposição do eleitor em votar em um candidato a governador em cujo palanque estarão personagens implicados na Lava Jato.

A confirmação de eventual renúncia foi dada pelo prefeito à Tribuna do Norte, onde ele destaca que a aliança vitoriosa de 2016, com MDB e DEM, tende a se manter.

Na sexta, o deputado federal Felipe Maia já havia afirmado que o pré-candidado do partido ao governo é o prefeito de Natal.

O prefeito tem até 7 de abril para tomar a decisão se renuncia ou não.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano Gomes disse:

    Sr. Carlos Eduardo, entregar a prefeitura de Natal a um aventureiro é uma traição ao povo natalense. O eleitor está decepcionado

Recurso sobre denúncia contra prefeito Carlos Eduardo Alves não deve prosperar

por Dinarte Assunção

O Ministério Público do Estado anunciou nesta quarta-feira que irá recorrer contra a rejeição da denúncia sobre o prefeito Carlos Eduardo Alves.

A peça foi recusada em placar de 4×4 no Tribunal de Justiça.

A vigorar o entendimento do STF, será mantida a decisão do TJRN.

No STF, dúvida é pró-denunciado.

O primeiro recurso do MP será ao Superior Tribunal de Justiça.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Pelo mesmo motivo Dilma sofreu impechiment. Aqui isso não vale??

Advogado do prefeito Carlos Eduardo esclarece sobre denúncia rejeitada

Por Dinarte Assunção

O advogado do prefeito Carlos Eduardo Alves, Gleydson Kleber de Oliveira, contatou o blog para esclarecer sobre a denúncia contra o prefeito que foi rejeitada na manhã desta quarta-feira pelo Tribunal de Justiça.

“Informo que o TJRN reconheceu a atipicidade da conduta, isto é, a faculdade conferida ao contribuinte de recolher antecipadamente o IPTU não constitui crime. Só haveria a pedalada fiscal, se a cobrança antecipada fosse compulsória”, pontuou Gleydson.

Com placar empatado, de 4 x 4, a denúncia foi rejeitada. Seis desembargadores não votaram por questões de suspeição.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Vixe, esse advogado é do mesmo escritório que defende HENRIQUE ALVES….

  2. jv disse:

    Penso que tá na hora, do tribunal de justiça convocar desembargadores de fora do Rio Grande do Norte, pois a grande maioria deles, não sei porque cargas d´agua, sempre se consideram suspeitos pra julgarem autoridades locais. só se acham capazes de julgarem os zé ninguem da vida.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Liberou geral. Vamos pedalar!!!

  4. Luiz Fernando disse:

    Ficou só na vontade kkk

Desgaste pode desmoronar superpalanque com Garibaldi, Agripino e Carlos Eduardo

Na opinião do vereador Paulinho Freire, em entrevista ao Meio Dia RN, o provável palanque que se desenha com Garibaldi e Agripino, para o Senado, e Carlos Eduardo para o governo pode ruir pelos desgastes.

Os senadores enfrentam a Lava Jato e isso pode puxar o palanque todo para baixo.

Por outro lado, a estrutura de que gozam no interior, avaliou ainda Paulinho, pode ser força motriz para impulsionar e compensar eventuais perdas.

“Caberá a eles avaliar se essa formação vai atrapalhar ou ajudar mais”, destacou o vereador.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mané disse:

    A opção é a Fátima do Gópi?

  2. Roberto disse:

    E esse Paulinho hein? É inocente ou mais do mesmo….?

  3. Eleitor disse:

    Eleições 2018… votemos em qualquer outro que não pertença aos grupos que hoje estão destruindo o País… Seja um eleitor consciente

  4. Vinicius Rodrigues disse:

    SUPERPALANQUE?? quem pensa isso definitivamente ainda ta achando que essa galerinha daqui do estado ainda terão vida fácil… por mais lento que seja, os eleitores, principalmente da capital, estão mudando de perspectiva, esse pessoal ai não se elege ninguém! pode anotar

  5. Luta contra hipocrisia disse:

    Mais do mesmo?! O estado do RN e o Brasil precisam de representantes verdadeiros e que estejam em conexão com a realidade. #mudaBrasil

MP apura participação de Carlos Eduardo em fraudes na Semsur

O prefeito Carlos Eduardo Alves é alvo de um Procedimento de Investigação Criminal (PIC) instaurado em caráter sigiloso pelo procurador-geral de Justiça, Eudo Rodrigues Leite.

A investigação é para apurar o envolvimento do chefe do Executivo de Natal nas fraudes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal (Semsur), no âmbito da Operação Cidade Luz.

As informações foram confirmadas por fontes que acompanham a investigação e que informaram ainda que a apuração, até o momento, revela que a situação do prefeito é menos complicada que a dos demais investigados, haja vista ele aparecer distante das provas dos crimes, mas muito referido nos diálogos que levaram o Ministério Público do Estado a descortinar as fraudes na Semsur.

Um desses diálogos que revelou a proximidade do caso com o prefeito que foi gravado. O telefone dele não estava interceptado, mas um dos investigados passou o telefone para Carlos Eduardo tratar da decoração natalina de 2016.

Na chamada, prefeito Carlos Eduardo diz ao presidente da Comissão de Licitação que Antônio [ex-titular da Semsur] chegou “a uma solução salomônica, pois a cidade não pode deixar de ligar essa decoração na primeira semana de novembro”. Em seguida, o prefeito informa que Antônio vai se encontrar com Raul [presidente da comissão de licitação] em seguida para dar as orientações. Nem o problema, nem a “solução salomônica” são descritos por telefone.

De acordo com o MP, houve frade na decoração natalina de 2016. Todas as empresas hoje investigadas por suspeitas de fraudes no setor de iluminação pública de Natal e por superfaturar contratos foram vencedoras da licitação da decoração de Natal.

Na época em que essa revelação veio à tona, em agosto de 2017, o procurador-geral de Justiça foi interpelado por repórteres na Procuradoria Geral de Justiça e indagado se havia procedimentos contra o prefeito. Ele nem confirmou, nem negou em razão dos sigilos do caso.