Empresário Caio Fernandes nega categoricamente que seja candidato nas próximas eleições em São Miguel do Gostoso

Após enorme repercussão causada por uma enquete que colocou seu nome como potencial candidato à prefeitura de Gostoso, nas próxima eleições, o empresário do ramo imobiliário, Caio Fernandes, teve o cuidado de redigir uma nota negando categoricamente tal possibilidade. O mesmo se sentiu lisonjeado mas correu para mostrar que os laços entre ele e a cidade é de gratidão por ter sido muito bem acolhido na cidade que hoje ele considera o seu refúgio. O seu “carregador de bateria”, como ele mesmo costuma brincar.

Na carta aberta que viralizou na praia mais badalada do Litoral Norte, Caio conta um pouco de como chegou há 03 anos, em Gostoso, e pede para continuar ajudando como pode os gostosenses, porém, no anonimato e sem comprometimento político eleitoral.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Hulkenberg disse:

    Agora vai!!!

  2. Juvenal disse:

    ÇEY… A conversinha é essa…

Datena: “Desta vez, se eu for pré-candidato, serei candidato até o fim”

Foto: Reprodução/Band

José Luiz Datena, em entrevista exclusiva a O Antagonista, admitiu que poderá ser candidato à Prefeitura de São Paulo, embora tenha deixado claro que ainda é uma possibilidade.

“Mas, desta vez, se eu for pré-candidato, serei candidato até o fim. Se eu der minha palavra, não voltarei atrás”, ponderou.[

Por duas vezes, o apresentador ensaiou tentar entrar na política: em 2016, chegou a ser anunciado como pré-candidato à própria Prefeitura de São Paulo pelo PP e, no ano passado, quase encarou a corrida para o Senado pelo DEM.

“Falam muito assim: ‘O Datena diz que vai, mas não vai’. Não é isso. Se eu não sentir firmeza, não vou mesmo. E outra: pré-candidato não é candidato. Acho que quem fala assim tem medo de que eu vá mesmo.”

Perguntamos o que ele quer dizer quando fala em “sentir firmeza”.

“Sentir firmeza em todos os sentidos. Sentir que tenho apoio do partido inteiro, e não de duas ou três pessoas. Sentir que querem você pelas suas convicções. Sentir que você vai poder tomar decisões à revelia do partido. Não adianta se candidatar e ser eleito para um cargo de executivo e não ter liberdade para executar, ficar decidindo pelos outros. Se aceitarem esse jogo, eu jogo. Se não, que sigam em frente e eu estou fora. E foi justamente isso o que aconteceu nas últimas vezes.”

O registro das candidaturas só ocorrerá no ano que vem. Atualmente, Datena está sem partido.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wellington disse:

    Esse Cara vive metendo o pau nos políticos e agora quer ser um deles! Muito estranho

  2. Carlos Bastos disse:

    É o fim do mundo, esse babaca que ser candidato.

    • Anti-Político de estimação disse:

      Babaca na política é só o que tem . E quanto mais babaca o político for, mais o povo (babacas úteis, que sustentam a festa) idolatra .

Justiça proíbe Estado de inabilitar candidato a doação de sangue por sua orientação sexual

Os desembargadores que integram a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RN, à unanimidade de votos, julgaram procedente recurso de um cidadão que teve negada sua habilitação para ser doador de sangue em virtude de sua opção sexual. O autor da ação judicial, do sexo masculino, foi impedido de realizar a doação de sangue por ter informado, em entrevista reservada, ser homossexual e ter se relacionado sexualmente com pessoa do mesmo sexo nos últimos doze meses anteriores à entrevista.

A negativa do Estado do Rio Grande do Norte e da médica do Hemocentro Dalton Barbosa Cunha foi baseada no item b.5.2.7.2, Letra “D”, do Anexo I da Resolução RDC nº 153/2004 da ANVISA, vigente à época (2010), norma reconhecida como inconstitucional em sede de controle difuso pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, em sessão plenária do dia 29 de agosto do ano passado.

Assim, o relator da Apelação Cível, desembargador Cornélio Alves, proibiu o Estado do RN de inabilitar o autor da ação para doação de sangue humano, com base exclusivamente na norma da ANVISA ou outra posterior de semelhante dicção, sob pena de pagamento multa de R$ 5 mil por cada negativa, limitada a R$ 50 mil, sem prejuízo de majoração ou adoção de outras medidas coercitivas pelo Juízo da execução, em caso de recalcitrância.

O caso

O autor alegou nos autos do recurso ao TJRN, que embora o Estado faça campanhas conclamando o povo à solidariedade e à doação de sangue, o ente público o impede de ser doador de sangue, simplesmente por sua opção sexual.

Ele narrou que no dia 28 de novembro de 2010, ao se apresentar voluntariamente como candidato à doação de sangue ao Hemocentro Dalton Barbosa Cunha, foi impedido de doar sangue ao responder afirmativamente uma das perguntas realizadas na triagem, qual seja, se nos últimos 12 meses havia se relacionado sexualmente com outros homens.

Sustentou que a conduta do Estado e da médica se baseou na Resolução RDC nº 153/2004 da ANVISA, a qual desrespeita os arts. 1º, III, 3º, IV e 5º da Constituição Federal, atentando ainda contra o princípio da razoabilidade, uma vez que agrava o quadro de escassez de bolsas de sangue no Estado do RN.

Defendeu que os atos praticados pelos réus são ilícitos e estes, portanto, devem ser responsabilizados pelos danos morais deles decorrentes, além de impedidos de continuar praticando a discriminação. Ele anexou aos autos julgados do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e vasta doutrina a respeito.

Assim, requereu a reforma da sentença para que o Estado do Rio Grande do Norte passe a considerá-lo como legitimado a doar sangue, e seja proibido de fazer perguntas que visem a identificar sua orientação sexual, na entrevista feita antes do processo de doação, bem como pediu condenação dos réus por danos morais.

Decisão

Ao proferir seu voto, o desembargador Cornélio Alves salientou que o ato regulatório da ANVISA teve sua inconstitucionalidade reconhecida pelo Plenário do Tribunal de Justiça do RN, por não proteger os potenciais receptores de sangue de um comportamento de risco do pretenso doador, mas sim, por vias indiretas ou transversas, impor uma restrição apriorística à orientação sexual do doador, o seu próprio direito de ser, inerente à sua dignidade.

“Em outras palavras, se o requerente eventualmente se enquadrar em uma das situações de risco constitucionalmente admitidas, como, por exemplo, o uso de drogas injetáveis, sexo desprotegido ou com vários parceiros, etc., o Estado do Rio Grande do Norte, por meio de seus prepostos, pode e deve inabilitá-lo para doação de sangue”, concluiu o relator.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Que mimimi danado! Eu sou hetero e já fui rejeitado mais de duas vezes em entrevistas para doar sangue !!! Vou entrar na justiça por não concordar com normas que visam proteger o receptor de meu sangue? Que país é esse?!

    • Víctor Varela disse:

      Você não foi barrado por ser hetero, mas provavelmente porque relatou práticas sexuais inseguras/desprotegidas ou outro impedimento cientificamente coerente. Manter relações sexuais com pessoas do mesmo sexo não pode ser uma justificativa científica para proibição de doação de sangue, a não ser que a relação relatada tenha ocorrido sem proteção e/ou que seja uma prática com múltiplos parceiros, o que pode trazer mais chances para eventuais acidentes mesmo que haja proteção. Nestes dois casos não o impedimento não teria a ver com o sexo biológico dos praticantes/doadores a priori, mas com a prática em si.

Advogado Eduardo Gurgel é candidato à vaga de Desembargador do Trabalho

A disputa pela vaga de Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-21) começou oficialmente nesta sexta-feira (10). Considerado o ponta-pé inicial do processo, o sorteio dos números dos candidatos foi realizado nesta manhã, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN), o que permite a partir de então, a divulgação de propaganda de campanha oficial de todos os candidatos. O eleito irá substituir o Desembargador José Rêgo Júnior.

Eduardo Gurgel, advogado com mais de 18 anos de atuação profissional, em especial nas áreas trabalhista, civil, imobiliária, empresarial e societária, é também sócio-fundador do escritório Eduardo Gurgel e Advogados Associados. Formado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e tendo atuado como docente da Universidade Potiguar, possui intensa atuação na advocacia trabalhista e presta serviços de assessoria jurídica contratual, consultiva e contenciosa.

Presente ao ato do sorteio, o advogado Eduardo Gurgel, concorrente à vaga do Quinto, abordou a importância da disputa respeitosa durante a campanha ao importante cargo. “Agora identificados pelo número, entramos na fase mais intensa da campanha que prossegue até o próximo dia 12 de julho e culmina com a eleição na qual os colegas advogados poderão escolher seis nomes entre os mais de 20 que estão concorrendo ao pleito. É uma eleição com candidatos altamente gabaritados, com alto nível comprovado, o que engrandece não só a disputa, mas, principalmente, a quem vier a substituir o desembargador do TRT-21. Este período de dois meses de campanha será bastante intenso, mas tenho a certeza de que estamos trabalhando de maneira idônea e de que estamos no caminho certo, uma vez que vários colegas têm demonstrado voluntariamente apoio ao nosso nome”, pontua Eduardo Gurgel.

O Processo

Ao todo, 24 candidatos se inscreveram para disputa à vaga do Quinto Constitucional. A primeira fase será encerrada no dia 12 de julho, data escolhida para a eleição na qual os advogados inscritos e em dia com a OAB/RN irão eleger seis nomes para formar a lista sêxtupla. A partir dela, a lista tríplice é formada pelos votos dos Desembargadores do Trabalho. Esta lista tríplice é enviada para o Presidente da República, Jair Bolsonaro, a quem cabe escolher o novo desembargador do TRT-21.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fabio disse:

    Entende nada de trabalhista,o
    Conheço de perto e sei o que estou falando.

  2. Thiago Franco disse:

    Alguém tem dúvida de que é o melhor?

  3. Joaquim disse:

    Não tem atuação na área. Se brincar nunca nem leu a CLT. Sejamos honestos. Quem milita na área conhece.

VÍDEO: Agressor de Bolsonaro diz que deu “resposta a ameaças” do candidato

Com frases pausadas e bom vocabulário, Adélio Bispo de Oliveira, que esfaqueou Jair Bolsonaro na última quinta-feira (6) em Juiz de Fora (MG), disse que “pretendia dar pelo menos uma resposta, um susto” ao candidato do PSL à Presidência.

Referindo-se ao ataque como “incidente” e “imprevisto” e sem citar nenhuma vez o nome de Bolsonaro, o agressor deu a seguinte explicação: “Eu, como milhões de pessoas, pelos discursos da pessoa referida [Bolsonaro], me sinto ameaçado literalmente, como tantos milhões de pessoas. Aquela certeza de que cedo ou tarde ele vai cumprir aquilo que está prometendo tão veementemente pelo país todo, contra pessoas como eu exatamente.”

O video em que Adélio Bispo fala pela primeira vez foi gravado durante a audiência de custódia, ocorrida na última sexta-feira (7) em Juiz de Fora, e está disponível nas redes sociais.

Ele admite ter cometido o atentado por motivos políticos e religiosos. Revela também, perguntado pelos advogados de defesa, que não tem tomado medicações psiquiátricas. Ele também afirmou que, desde o momento em que foi preso, sofreu em Juiz de Fora “humilhações verbais” e agressões de agentes prisionais supostamente simpatizantes de Bolsonaro.

Adélio foi indiciado na Lei de Segurança Nacional pela Polícia Federal, por admitir a motivação política do crime, e foi transferido pela Polícia Federal (PF) para o presídio federal de Campo Grande, onde encontra-se isolado, por questões de segurança, dos demais detentos. O inquérito apura se há mais envolvidos no ataque a Bolsonaro – hipótese negada pelo agressor.

Dores e remédios

No início da audiência, Bispo alegou dificuldades para falar por sentir dores nos pulmões e nas costelas, por conta das agressões sofridas desde o momento de sua prisão, ao ser imobilizado por policiais e agredido por supostos militantes do PSL.

O agressor foi preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), onde, segundo ele, dividiu com outros seis presos uma cela projetada para duas pessoas.

Perguntado sobre medicações controladas receitadas por psiquiatras, ele disse já ter tomado remédios bastante fortes, mas que, como não tem ido ao médico, não tem usado nenhum nos últimos dias.

“Já tomei diferentes tipos de remédios controlados. Tem um, que não me recordo o nome, que é extremamente forte e derruba em menos de 15 minutos. Também fiz uso do Pamelor 50 [antidepressivo], que é mais brando. Fiz uso de um terceiro que não me lembro mais, mas não estou fazendo uso regular neste momento. Faz um bom tempo que não visito o médico”, disse o autor do atentado.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dedé disse:

    Sujeito de fala mansa, bem explicada, coloca as palavras certas, tranquilo, frio e dissimulado!
    Características psicopatas.

  2. ribamar disse:

    Tão inteligente, tão bem articulado, com um português impecável e não atentou para a obrigatoriedade de CURVAR A PONTA DA FACA E TIRAR RODANDO.
    Que pena.

  3. Victor disse:

    Um desempregado que estav em Juiz de Fora a 10 dias com hospedagem e alimentação pagas.
    Um desempregado que tem cartão de crédito internacional.
    Um desempregado que já foi filiado ao PSOL e tem fotos com a turma do PT.
    Um desempregado que conta com a ajuda de 04 advogados particulares pertencente a um dos escritórios mais caros de Minas.
    Um desempregado que tem 04 celulares
    Um desempregado que tem 02 laptop
    Diante de tanto poder aquisitivo do "desempregado", resta a pergunta: Quem estava bancando suas despesas? Quem estava por trás dele? Quem financiou tudo isso?

  4. joão gomes disse:

    aos 8 e 58 ele fala: "pretendiáMOS"…

    vamos lá esquerda, admitam que pagaram ele

Barroso deve indeferir candidatura de Lula e determinar retirada do nome do ex-presidente da urna, assim como também em campanha como candidato

Foto: Adriano Machado/Crusoé

FICHA SUJA. A revista eletrônica Crusoé informa nesta segunda-feira(20) que o relator das impugnações da candidatura de Lula à presidência, no Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, deve indeferir o registro do petista. Além disso, também deve determinar a retirada do nome do ex-presidente, condenado e preso, da urna e vetar campanha usando o seu nome.

A avaliação no seu entorno é a de que a lei Ficha Limpa é bem objetiva ao não permitir que condenados em segunda instância disputem a eleição.

Leia matéria e detalhes aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio José de Souza disse:

    Vence a eleição Lula ou no caso de ser impedido de disputar, vence quem ele apoiar. E vence por que o povo tem memória curta é verdade, mas não esquece os tempos áureos em Lula governou país. Tempo em que, principalmente, os menos favorecidos foram tratados com dignidade. Olhem para nosso RN, que tinha 02 (dois) IFRN. Isso mesmo, apenas 02 (dois) e hoje tem mais mais de uma dúzia distribuído em todas as regiões do nosso estado. Vejam os números da economia e do emprego na era Lula. O povo dará a resposta é nas urnas no dia 07/10/2018. E não adianta, tentar impedir, pois quando o povo quer não tem jeito não.

  2. Jorge disse:

    o povo ficar gastando energias se focando em impedir que Lula seja presidente, não entendo o porquê desse gasto de energia com algo que a gente sabe que a Justiça ja esta cuidando disso. Energias eram para estarem sendo gastas em impedir a eleição de Carlos Eduardo p/ governador e p/ impedir que Alckimin seja presidente do Brasil, porque ninguem aguenta mais nenhum governante que so governa p/ grandes empresários nao. Se voce pensa em poder ter dinheiro para comprar até os produtos básicos nos próximos 4 anos é bom nao votar no Alckimin porque ele com certeza vai ajudar a aumentar os lucros dos grandes empresários e p/ isso, voce eleitor, tera que pagar bem mais. Se voce pensa em fazer concurso nos proximos 4 anos é bom não votar no Cadu porque ele prefere nomear p/ cargos comissionados e temporários (a gente ja sabe ate o motivo) e detesta fazer concurso e quando faz é porque o MPRN teve que entrar com ação judicial para que ele fizesse concurso. Vamos deixar de sermos eleitores mais burro do que o próprio animal que assim se chama.

  3. Brasil é verde e amarelo disse:

    Vermes PTralhas comecem a aprender a trabalhar!!! Acabou a roubalheira

  4. Expedito Junior disse:

    Gente está na hora de um basta nesta palhaçada do Condenado Corrupto, lavador de dinheiro, todo mundo sabe que ele está inelegível.

  5. Manoel disse:

    Aos que defendem o presidiário candidato só resta cair na real que o PT está somente orquestrando mais uma fraude: a pseudo candidatura de Lula pra depois tentar eleger o poste da vez: Haddad… A farsa está caindo!

Marqueteiro anuncia: Temer é candidato!

O marqueteiro de Michel Temer, Elsinho Mouco, anda para lá de animado com as possibilidades de dividendos políticos com a intervenção no Rio.

Reporta no Globo de hoje Bernardo de Mello Franco que o marqueteiro já anunciou: Temer é candidato à reeleição.

Mas já? Nem esperaram os primeiros resultados efetivos da intervenção?

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mafaldo disse:

    E quem danado vai votar nele?
    Vixe, me lembrei que elegeram uma Anta para presidente.
    Tudo é possível em Bananalândia

  2. JUNIOR PINHEIRO disse:

    TENHO PENA DAS CRIANÇAS QUE SE ASSSUSTARÃO COM O VAMPIRAO DA TUIUTI NO FUTURO!!!! O MAIS REJEITADO QUER CONTINUAR….!!

  3. Júnior disse:

    Assim só uma implosão para resolver o problema do Brasil.

  4. Lucas disse:

    Tirar Lula da jogada, detonar a esquerda e os aliados e queimar Bolsonaro, tem uma só intenção: VAMPIRÃO PARA PRESIDENTE!
    DARTH VADER se prepara para próxima fase da implantação do IMPÉRIO, controlado pelo Senador Palpatine, recém-eleito chanceler da República Galáctica dos Estados Unidos.
    Quem assistiu Star Wars, sabe do que estou falando. Quem não assistiu, recomendo assistir para ver as semelhanças e coincidências entre as ações dos Americanos implantando o Império e colonizando ou recolonizando (como é o caso do Brasil, Argentina e os outros países da América Latina) com ajuda de seus agentes (no caso do Brasil, Darth Vader Vampirão Temer, Aécio, Serra, FHC, Gilmar Mendes, Moro, Dalagnoll…Rede Globo).
    Muitos vão rir disso hoje, como riram no passado quando dizíamos que os objetivos eram os que hoje vemos sendo executados: Reforma Trabalhista, Previdenciária, etc…)

  5. Nêmesis disse:

    Tem que manter isso ai viu?…kkkkkk e viva a ignorância

    • Júnior disse:

      Como o grande pacto nacional será retratado nos livros de história no futuro?

  6. felipe januario disse:

    Gostei da piada, muito boa

  7. Rafael disse:

    Meu presidente!!! Como ja ouvi de alguns colegas petistas, "corruptos todos são". Ou seja, se aceitam um grau de corrupção, por enxergarem benefícios próprios (no geral, servidor público), temer colocou a maquina pra funcionar com medidas pertinentes. Temer, meu corrupto de estimação!!!

    • Pato Amarelo disse:

      Kkkkkkkk. É por pensamentos como esse que NUNCA seremos uma Suécia. Respeito e dignidade não caem do céu, se conquistam.

    • JUNIOR PINHEIRO disse:

      A AMEBA DA ARGENTINA JÁ COMEÇOU A FUNCIONAR NO BRASIL!!!

  8. Carlos Bastos disse:

    Usar os militares para fazer política, só no Brasil!

Cartórios de Natal podem ter candidato a vereador em 2016

Com o espaço político aberto entre os cartórios após a eleição de Carlos Augusto Maia pra deputado estadual, os cartoriais e tabeliões estão se articulando em torno do nome do jovem João Rafael, do PPS, para lançá-lo candidato a vereador de Natal nas eleições do próximo ano.

O blog foi informado por pessoas da área que a categoria quer um representante na Câmara Municipal de Natal e que João Rafael é um nome de consenso entre os grandes cartórios com boa projeção de votos.

Filiado ao PPS, ele deve enfrentar uma grande disputa interna já que o PPS possui outros grandes nomes como o secretário municipal de Esporte, Dudu Machado, e a suplente de deputada Laura Helena, filha do presidente estadual da legenda Wober Júnior.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ESTAMOS DE OLHO! disse:

    Está fácil…. é só o povo ficar ligado e não votar nestes candidatos!!

  2. Jean disse:

    A Câmara do Povo agora é a Câmara das Classes? O povo não existe?

  3. SURPRESO disse:

    Já combinaram com o povo?

  4. Por um Brasil melhor disse:

    O carro na frente dos bois, os políticos escolhe os políticos a serem eleitos, e o dono do voto como é que fica, que pena que maioria da população não abriu os olhos prá isso, que o importante na eleição é ele e não quem monta maracutaia.

  5. moacir disse:

    Será que haverá algum representante do povo?

  6. Junior pinheiro disse:

    Mais gente que nao faz nada na politica, país miseravel!!!!seria tao bom se o povo estudasse mais um pouco, pra dar um basta nesses aproveitadores….!!!!!

Candidato político tira a roupa no coração de Nova York

George Davis, candidato à Comissão de Supervisores (órgão que avalia a administração pública em condados de vários estados americanos) de São Francisco (Califórnia, EUA), resolveu tirar a roupa, na quarta-feira (6/8), em protesto no coração de Nova York. A manifestação foi contra a proibição da nudez em público em São Francisco, aprovada em 2013. O projeto tem a autoria de Scott Wiener, adversário político de Davis. O político defende que a nudez em locais públicos é uma afirmação da liberdade de expressão garantida pela Constituição americana.

102_756-blog-nude-02

102_754-blog-nude-01

102_756-blog-nude-03

Fonte: O Globo

“Acho incoerente um coordenador de campanha querer dividir palanque”, declara George Soares

George-Soares

Reunir adversários políticos no mesmo palanque não tem sido algo agradável para muitos candidatos ao pleito de 2014. O deputado estadual e candidato à reeleição George Soares (PR), por exemplo, achou incoerente o prefeito de Assu, Ivan Júnior (PROS) coordenar a campanha do candidato ao Governo, Henrique Eduardo Alves (PMDB) no vale do Assu, já que ele vota em Fátima (PT) para o Senado e em Fábio Faria (PSD) para a Câmara Federal.

 “O prefeito se propôs a ser coordenador da campanha. Acho um pouco incoerente um coordenador de campanha querer dividir palanque. De minha parte não vejo problema em ter um único palanque em Assu, até porque o slogan da campanha é união”, declarou o deputado ao Jornal de Hoje,  nesta quarta-feira (23).

Ivan Júnior é adversário político de George Soares na região do Vale do Assu, porém vai ter que se unir a equipe liderada pelo prefeito de Assu em prol da eleição do líder do PMDB. Mesmo não digerindo muito bem a notícia, o candidato deixou claro que não será problema pra ele esse novo “apoio” e que o importante é a vitória de Henrique e dos candidatos do grupo.

 “Esse trabalho do apoio do prefeito já vinha sendo divulgado na imprensa no sentido de que o prefeito ia apoiar Henrique Eduardo. O deputado nos chamou e disse que isso estava sendo conversado. Deixei claro a Henrique, na presença de João Maia e Benes Leocádio, que é coordenador da campanha, que o nosso grupo seria solução e não problema. Disse também, que o nosso intuito nessa eleição é a vitória de todos. Portanto, quem quer vencer tem que somar”, disse.

 George lembrou que Ivan Júnior é prefeito de uma cidade importante e polo do Vale do Assu, porém acha que o gestor municipal encontrará dificuldades para explicar a população sobre suas escolhas.

 “O prefeito tem o grupo que ele lidera e votará em candidatos que ele terá dificuldades de subir no mesmo palanque. Por exemplo: o prefeito vota em Henrique Eduardo, em Fátima Bezerra e em Fábio Faria. Já nosso grupo apoia a chapa completa, Henrique Eduardo, João Maia e Wilma de Faria, tendo como deputada federal, Zenaide Maia, que está na mesma coligação formada por PMDB/PR/PSB. Então, o nosso grupo irá fazer um trabalho de fortalecimento e o prefeito irá fazer o mesmo, mas em parte”, lembrou George Soares.

 Sobre o grande número de partidos aliados na coligação União pela Mudança, o deputado defendeu o líder Henrique Eduardo Alves como um bom articulador.

 “Inicialmente foi difícil arrumar as coligações proporcionais, mas entendo que Henrique Eduardo trabalhou bem, de forma sábia e equilibrada os compromissos com essa reunião de vários partidos”, disse.

 A entrevista completa foi publicada na edição desta quarta-feira (23), do Jornal de Hoje.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. bosco disse:

    Fico imaginando a distribuição(fatiamento ) do Estado falido, será que vai sobrar algum real para investimento?

Governo de Minas fez aeroporto em fazenda de tio de Aécio

O governo de Minas Gerais gastou quase R$ 14 milhões para construir um aeroporto dentro de uma fazenda de um parente do senador tucano Aécio Neves, no fim do seu segundo mandato como governador do Estado.

Construído no município de Cláudio, a 150 km de Belo Horizonte, o aeroporto ficou pronto em outubro de 2010 e é administrado por familiares de Aécio, candidato do PSDB à Presidência.

A família de Múcio Guimarães Tolentino, 88, tio-avô do senador e ex-prefeito de Cláudio, guarda as chaves do portão do aeroporto. Para pousar ali, é preciso pedir autorização aos filhos de Múcio.

Segundo um deles, Fernando Tolentino, a pista recebe pelo menos um voo por semana, e seu primo Aécio Neves usa o aeroporto sempre que visita a cidade, onde o senador mantém seu refúgio predileto, a Fazenda da Mata, a 6 km do aeroporto.

Dono do terreno onde o aeroporto foi construído e da fazenda Santa Izabel, ao lado da pista, Múcio é irmão da avó de Aécio, Risoleta Tolentino Neves (1917-2003), que foi casada por 47 anos com Tancredo Neves (1910-1985).

A pista tem 1 km e condições de receber aeronaves de pequeno e médio porte, com até 50 passageiros. O local não tem funcionários e sua operação é considerada irregular pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Critérios adotados pelo governo foram técnicos, diz Aécio

O candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves, afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que a construção do aeroporto de Cláudio seguiu critérios técnicos, e que o governo de Minas não levou em consideração o fato de o proprietário do terreno ter parentesco com ele.

A assessoria ressaltou que, durante o processo de definição e execução da obra, não houve qualquer gestão pessoal de Aécio, que governou Minas Gerais de 2003 a 2010.

“Não se levou em conta de quem era a propriedade do terreno. É importante observar que a desapropriação da área contrariou o interesse do antigo proprietário, que move ação na Justiça contra o Estado”, diz a nota, referindo-se à disputa judicial em curso entre o Estado e o tio-avô do senador, Múcio Tolentino.

Fonte: Folha de S. Paulo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    Descobriram a pista de pouso da helicoca air. O negócio era avançado, tinha seu próprio ponto de pouso. O aecin é danado, fez de minas o seu paraíso. Concordo quando dizem que sua chapa não foi bem escolhida. O ideal seria, para presidente, Aécio vice Adão.

  2. Paulo disse:

    Descobriram a pista de pouso da helicoca air. O negócio era avançado, tinha seu próprio ponto de pouso. O aecin é danado, fez de minas o seu paraíso. Concordo quando dizem que sua chapa não foi bem escolhida. O ideal seria, para presidente Aecio, vice Adão.

  3. Luciano disse:

    Eu até aceito algumas pessoas quererem mudanças, mas votar em uma pessoas conhecida como "playboy do Leblon" ou ainda "Aébrio do volante" é demais…..Politicamente é só apertar mais que aparece muito mais coisas, afinal ele é do PSDB, o terceiro partido mais corrupto do país!

  4. Frasqueirino disse:

    No RN governo Garibaldi Alves houve o chamado "Escandalo da Adutora do Bode" onde houve desvio para abastecer terras de um mui amigo do entao governador. Coisas do Brasil.

  5. Rafael Vale disse:

    Construiu na fazenda de um familiar.
    Desapropriou, ou seja, o familiar recebeu dinheiro, mas é quem administra, tem as chaves dos portões e é preciso pedir autorização a ele para pousar.
    Fico imaginando se uma situação dessas fosse com um político do PT.
    Esse é o jeito PSDB de governar.

  6. Carvalho disse:

    Os órgãos de controle e fiscalização e o Ministério Público tem que apurar essa denúncia.
    A sociedade não pode aturar ou admitir que haja mal uso do dinheiro público ou atos de improbidade administrativa.

Henrique visita comunidade de Nova Natal e vai ao São João do grupo Ale

O candidato do PMDB ao Governo do Estado, Henrique Alves, visitou na noite deste sábado (19) a comunidade de Nova Natal, a convite do vereador Chagas Catarino (PP). Henrique foi recebido com festa pelo povo da comunidade e discursou para os presentes, acompanhado da candidata ao Senado, Wilma de Faria (PSB), e do vereador Rafael Motta (PP), candidato a deputado federal.

Henrique Alves destacou a liderança de Chagas Catarino como vereador presente nas comunidades da capital. “Chagas, quando eu for governador, se assim o povo do RN quiser, serei sempre um amigo para lutar pela comunidade de Nova Natal e pelas outras comunidades da capital do Estado”, afirmou. E complementou: “A quem está presente aqui nesse encontro eu peço para pensar no futuro da sua cidade, do seu bairro, dos seus filhos, do seu Estado. Pense como será ter Henrique, Wilma, Carlos Eduardo, o prefeito de Natal, Chagas Catarino, Rafael Motta, lutando juntos por esse Estado, para tirar esse Estado da dificuldade”.

A candidata ao Senado, Wilma de Faria, destacou a necessidade de mudança no RN. “Estamos com um candidato com histórico de luta para mudar o quadro que temos hoje, de notícias negativas na saúde, na segurança e em tantas áreas. Esse candidato é Henrique”, garantiu. O vereador Rafael Motta também falou sobre a capacidade de agregar do candidato do PMDB. “Henrique poderá trazer os investimentos que o RN precisa receber”, disse.

São João

No fim da noite, Henrique Alves foi até o tradicional São João da Ale, onde foi recebido pelo presidente do Grupo Ale, o potiguar Marcelo Alecrim. A Ale é uma das maiores empresas de distribuição de combustíveis do país. O São João da Ale acontece todos os anos com a presença de funcionários e diretores do grupo.

19072014-_MG_0530

 19072014-_MG_1003

Candidato de Arapiraca-AL propõem guerra civil municipal

Por Paulo Marcello

A frase “Criar Guerra Civil Municipal” causou uma verdadeira pandemia nas redes sociais no início desta tarde, em Arapiraca. Tudo por conta da matéria intitulada “Propostas de Rogério Teófilo para Segurança Pública” postada no site oficial do candidato.

A assessoria de imprensa do candidato tucano não prestou atenção na redação e, com isso, causou as mais diferentes reações nesta corrida eleitoral do município.

“Com toda certeza foi uma tremenda gafe mas, nessa altura do campeonato isso só pode demonstrar que tem gente batendo cabeça na coordenação da campanha”, comentou um dos coordenadores do candidato Alves Correia (PTdoB).

De imediato a matéria já foi clicada e compartilhada por outros sites e redes sociais ganhando notoriedade pela falta de revisão quando se trata de assunto de tamanha relevância como a segurança pública do município.

Até o fechamento desta matéria, às 14h14min, desta quinta-feira, 27 de setembro de 2012, a informação “truncada” ainda estava no site do candidato Rogério Teófilo (PSDB).

Leia a matéria na íntegra:

Propostas de Rogério Teófilo para Segurança Pública

Neste ponto iremos trabalhar para dar mais segurança e paz para os moradores da cidade. Com medidas firmes e objetivas vamos trabalhar para combater o tráfico de drogas e à criminalidade, com iluminação adequada, programas sociais para jovens e crianças e ocupação dos espaços públicos com parques e praças poliesportivas.

Propiciar um salto de qualidade do desempenho dos órgãos municipais ligados à segurança e à justiça;

Articular com a administração estadual a revisão da política de segurança pública de segurança para o município;

Viabilizar a implantação de sabes de polícia comunitárias da Política Nacional de Segurança;

*Criar a Guerra Civil Municipal;

Assegurar o funcionamento das quatro delegacias distritais e da delegacia da criança e do adolescente e a criação da delegacia anti-drogas;

Elaborar e implantar um plano de combate ao uso de drogas;

Promover a inserção dos egressos do sistema prisional no mercado de trabalho;

Envolver os jovens de áreas de risco em atividades construtivas;

Fortalecer o Gabinete de Gestão Integrada Municipal e o Conselho Municipal de Segurança;

Desenvolver e implantar programas que usem a cultura e o esporte como instrumento de inserção dos jovens;

Estruturar adequadamente o Conselho Tutelar para o cumprimento do estatuto da criança e do adolescente;

Adotar experiências exitosas de outros municípios no contexto da segurança pública.

*No final desta tarde o site do candidato corrigiu o erro mudando para: Criar a Guarda Civil Municipal 

Casa de candidato a prefeito em Monte Alegre é alvo de tiros de 12

(Foto: Francis Paiva e Thathiagns Marcelino/ Cedida ao G1)

A campanha em Monte alegre não está para brincadeira. Um homem em um veículo não identificado atirou de um espingarda contra a casa do candidato ao executivo Severino Rodrigues da Silva (PMDB), durante a madrugada desta terça-feira (11).

O candidato não estava em casa, mas os tiros atingiram a placa da campanha que fica em frente ao muro da residência. Na imagem de Severino ao lado de sua vice, os projeteis atingiram o seu  rosto.

No momento em que os disparos foram efetuados, só estavam na residência o caseiro e um assessor de Severino.

A Polícia Militar foi acionada logo em seguida, mas ninguém foi localizado ou preso.

Certus aponta vitória de Fernando Cunha em Macaíba com mais de 20% de maioria sobre Marília Dias

Sob o protocolo RN-00082/2012, o instituto Certus em parceria com O Jornal de Hoje, divulgou na tarde desta quarta-feira (05), a mais nova pesquisa da sucessão de Macaíba, na Grande Natal. A pesquisa ouviu 400 eleitores no último sábado (1º) em oito bairros e em nove comunidades rurais do município.

De acordo com os dados, o ex-prefeito Fernando Cunha (PMN) lidera a corrida com mais de 20,75% de maioria sobre a prefeita Marília Dias (PMDB), que disputa a reeleição. Na estimulada, Fernando pontou 50,75% enquanto Marília atingiu 30,00%. Dr. Menguita (PSB) foi citado por 6,60% na pesquisa estimulada. Nenhum somou 2,50%, Não Sabe 10,00% e Não respondeu 0,25%.

Fernando Cunha também lidera a espontânea com 44,25%, enquanto Marília conseguiu 28,00%. Dr. Menguinta 4,50%. Ainda na espontânea, outros 25,00%, Nenhum 2,25%, Não Sabe 20,25% e 0,50% Não Respondeu.

Rejeição

A pesquisa Certus/Jornal de Hoje apontou que a prefeita Marília Dias (PMDB) lidera o quesito rejeição com 29,5%. O médico Menguita (PSB) obteve 28,25%. Já o ex-prefeito Fernando Cunha (PMN) só foi rejeitado por 14,5%.