Natal terá a primeira MARATONINHA do Nordeste

As inscrições já estão abertas para a primeira Maratoninha da cidade do Natal e a primeira que acontece na região Nordeste. O evento busca integrar a criança e a família com atividade física. A corrida de rua vem crescendo em todo o Brasil e para fazer com que a criança tenha referência com o esporte é preciso o envolvimento dos pais.

Estão sendo esperadas três mil pessoas entre crianças e responsáveis, em uma prova que acontecerá na Avenida Engenheiro Roberto Freire, em área plana, e cartão postal da cidade do Natal.

A Maratoninha também visa a inclusão social, então as crianças que possuem alguma deficiência poderão participar do evento e da festa, porque onde tem criança tem festa e alegria, para isso a coordenação da Trilhando Esportes está preparando várias atrações. Para participar dessa festa, basta ter entre 3 e 10 anos de idade. A largada acontecerá às 7 horas da manhã, em várias etapas, com distâncias de 100 a 600m.

Serviço:

Data do evento: 24/11/2019
Local: Av. Roberto Freire próx. a Ponta Negra Fiat
largada: 7h
Idade: 3 a 10 anos
Distância: 100 a 600 m
Inscrições: www.maratonadonatal.com.br
Mais informações através do e-mail: [email protected]

Primeira advogada trans do interior do RN será diplomada nesta quinta na OAB em Mossoró

Foto: cedida

O portal Justiça Potiguar noticia, com informações do Blog da Carol Ribeiro, em Mossoró.“Me graduei na Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido), universidade que amo e prezo muito, e colecionei vários “títulos” que só revelam a exclusão das pessoas trans no ambiente acadêmico: sou a primeira mulher trans a obter o bacharelado em Direito da Ufersa, a primeira mulher trans a ingressar num curso de pós-graduação em Direito na Ufersa, a primeira mulher trans a ser representante discente num colegiado de pós-graduação e a primeira mulher trans a ingressar num Mestrado em Direito no interior do Nordeste”, disse em entrevista recente.

Maitê também possui experiência profissional trabalhando enquanto fotojornalista e noticiando a pauta sindical em Mossoró e região. Veja mais aqui 

 

Japão aprova primeira experiência de hibridização entre humanos e animais

(ugurhan/Getty Images)

Pela primeira vez, a ciência japonesa vai fazer fazer experiências com seres híbridos, com células humanas e de animais de outras espécies. Até o início deste ano, era terminantemente proibido no Japão desenvolver qualquer tipo de pesquisa com embriões de bichos que contivessem células humanas.

Em março de 2019, o ministro da educação e ciência do país autorizou a prática. Ainda assim, ninguém pode sair fazendo pesquisas com quimeras (esses seres com células de mais de uma espécie) no quintal – pelo menos, não legalmente. Pesquisas específicas precisam ser submetidas e autorizadas pelo comitê do mesmo ministério.

A primeira aprovação governamental veio agora, para o pesquisador Hiromitsu Nakauchi. Especialista em células-tronco, ele esperava pelo consentimento do governo para o seu projeto há dez anos.

A pesquisa será conduzida pela Universidade de Tóquio em conjunto com a Universidade de Stanford. O cientista pretende transplantar células humanas em embriões de ratos e camundongos. Então, os embriões serão inseridos no útero da mãe para se desenvolverem normalmente.

Mas esses camundongos híbridos não chegarão a ter uma vida fora do útero. O experimento deve ser interrompido depois de 14 dias, apenas tempo suficiente para verificar como se desenvolveram os órgãos dos animais experimentais.

Há uma preocupação ética muito grande em estabelecer os limites de desenvolvimento desses animais híbridos. Ainda não se sabe que efeitos as células humanas podem ter sobre diferentes aspectos do organismo do animal – como as células sexuais ou o cérebro. Mas, para evitar o pânico, já avisamos que o efeito deve ser bastante pequeno. Quanto mais inicial a pesquisa, menor a proporção de células humanas usada no experimento – e mais provável que elas tenham quase nenhuma contribuição na constituição final do organismo do bicho.

O grande mistério é justamente, verificar o que acontece conforme a proporção de células humanas usadas aumenta. Mas a ciência das quimeras ainda não atingiu esse patamar, mesmo fora do Japão. Nos Estados Unidos, já foram criados embriões de porco e ovelha contendo células humanas. São animais maiores e mais complexos, mas algumas preocupações seguem sendo as mesmas – e também nesses casos os fetos híbridos não chegaram a nascer.

Com um debate ético tão complexo, é natural que surja a questão: para que tudo isso? O uso mais propagandeado para as quimeras do futuro é o transplante de órgãos. Faltam órgãos humanos saudáveis que possam ser transplantados a pessoas doentes. Há décadas, cientistas sonham em poder cultivar órgãos humanos em outros animais – e aprender muito sobre genética no caminho.

Muito por isso, a equipe de Nakauchi busca concentrar as células humanas na formação de um órgão específico no corpo dos ratos. Primeiro, são feitas alterações no embrião do animal para que ele não tenha o gene necessário para o desenvolvimento de um órgão – o pâncreas, por exemplo. Então, os pesquisadores injetam células-tronco humanas, que podem originar qualquer tecido do corpo. De maneira muito simplificada, o objetivo é que o organismo do animal use as células humanas para produzir o órgão que ele não consegue fabricar por si só.

Esse experimento já foi feito em 2017 pela equipe de Nakauchi, mas usando células de camundongos em embriões de rato. Por se tratarem de espécies geneticamente próximas, o rato produziu um pâncreas feito inteiramente de células de camundongo. Esse órgão foi então transplantado para um camundongo diabético. E deu certo: o pâncreas controlou os níveis de açúcar no sangue e curou o camundongo da doença.

Acontece que fazer isso com humanos é bem mais complicado. No caso do experimento com ovelhas, o embrião resultante resistiu à intervenção. A maior parte das células humanas foi descartada pelo organismo, justamente por causa da distância genética entre as duas espécies. Na fase final do experimento, os órgãos das ovelhas continham quantidades ínfimas de células humanas, insuficientes para fazer qualquer diferença. Foi um balde de água fria nos cientistas que sonhavam com “fábricas animais de órgãos humanos” – mas uma contribuição essencial para a tão complexa ciência das quimeras.

Super Interessante

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Severino disse:

    As UFs daqui já fazem isso há anos. Especialmente na área de humanas. Não vou mencionar os bichos para não dar confusão.

Sesap realiza primeira captação de órgãos deste ano

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), realizou nesta quarta-feira (08), a primeira captação de órgãos deste ano. Foram retirados os dois rins de um doador com morte encefálica comprovada. Apesar do Rio Grande do Norte realizar o transplante de rim e possuir pacientes na fila de espera, não foi encontrado nenhum receptor compatível. Por essa razão, os órgãos extraídos serão enviados, na tarde de hoje, para o Rio Grande do Sul, onde há um paciente receptor.

Os rins seguirão do HMWG, armazenados em uma caixa térmica, direto para o aeroporto Augusto Severo, em um voo comercial, sob a guarda do comandante da aeronave. Chegando ao destino, será imediatamente levado para a unidade de saúde onde será feito o procedimento cirúrgico.

O sucesso da captação dos rins só foi possível graças à ação conjunta de vários atores como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Macaíba (onde o paciente estava internado), o HMWG (que realizou a captação dos órgãos) e o Samu Metropolitano (que fez o transporte do paciente).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Aurélio disse:

    Frisando ainda, Armando, que as vezes o que estamos querendo dizer é que a "mera presença" de policiais (em duplas) a pé ou de carro, fazendo rondas, um posto policial aberto com efetivo mínimo necessário de homens e veículos para intervenções rápidas ou mesmo somente assistência, já SERVEM PARA "INIBIR" a ação de possíveis criminosos. Essa me parece a questão de fundo, A PRESENÇA INIBIDORA. Não estou querendo tecer comentários sobre toda a complexidade que envolve a questão da Segurança como um todo, pois quando se trata de "outras inseguranças no país" a culpa é sempre do Governo Federal e esquecem de que essa complexidade descrita pelo senhor existe e influencia fortemente o esquema todo, além dos fatores já expostos nos filmes TROPA DE ELITE I E II.

  2. Marcos Aurélio disse:

    Armando, a questão não é de se botar a culpa em alguém. pois não atribuí a culpa a ninguém especificamente, só descrevi o quadro da SEGURANÇA PÚBLICA NO RN. Porém acredito que muita gente deve saber quem é RESPONSÁVEL por tal GARANTIA CONSTITUCIONAL consolidada no DIREITO ADMINISTRATIVO, não é?
    Isso mesmo, o(a) responsável é o(a) GOVERNADOR(a) do Estado, que nomeia um Secretário competente para SERVIR a pasta (e não apenas para se promover, se filiando a partidos políticos e se viabilizando para candidaturas como temos visto em nossas plagas) e dá todas as condições viabilizando a construção de um Plano de Segurança dentro das possibilidades e limitações que estão postas. Planejamento, essa palavra que nesse Governo atinge os maiores patamares de calamidade, pois não somos ingênuos ao ponto de afirmar que o tema Planejamento já foi muito melhor tratado em outros governos, mas verificamos que nesse atual Governo esse é um dos piores temas retratados. Sem CREDIBILIDADE não há LIDERANÇA. Sem LIDERANÇA não há VISÃO DE FUTURO, CONFIANÇA E MOTIVAÇÃO. Sem PLANO DE GOVERNO ou mesmo, sem VISÃO DE ESTADO, nos limitamos ao velho e carcomido "FEIJÃO COM ARROZ" da politicagem do "toma lá dá cá" da politicagem mesquinha recheada de CORONELISMO, ARROGÂNCIA, PREPOTÊNCIA, FALTA DE DIÁLOGO COM A SOCIEDADE, INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS, ENTIDADES POLÍTICAS E SOCIAIS, ETC, não se pode vislumbrar outra coisa senão o CAOS instalado que já supera e muito, o desastre protagonizado pela BORBOLETA MICARLA, apoiada pelos mesmos interlocutores, que hoje fogem da Rosa de Mossoró como o diabo foge da cruz, na liderança do Senhor José Agripino Maia.
    Assim, Armando, se vc reparar bem o que escrevi, ou melhor, transcrevi de uma reportagem que já está em todas as edições de jornais do estado, é a pura realidade, sem qualquer juízo de valor direto, apenas uma alusão aos apelos propagandísticos de que estão sendo investidos recursos na tal SEGURANÇA PÚBLICA, que não consegue mais nem proteger os seus servidores, quanto mais a sociedade que paga os seus salários. É ou não é a DECRETAÇÃO DA FALÊNCIA?

  3. armando disse:

    Amigo marco Aurelio você não deve botar a culpa toda na policia, quando esses bandidos forem presos pela policia vai se constatar o seguinte 1 já foram presos anteriormente, 2 no minimo um ou dois esta no regime semi aberto 3 um ou mais esta foragido do sistema prisional porque tinha bom comportamento e foi passar o natal em casa, 4 no meio do bando tem menor infrator e nois sabemos o que da para o menor ou seja nada. Então por fim a policia não e deus e nem deputado.

  4. Marcos Aurélio disse:

    RETRATO DA SEGURANÇA PÚBLICA NO RIO GRANDE SEM SORTE:
    POLÍCIA – 08/01/2014 – 14:01
    "Delegada é assaltada na praia de Zumbi, procura a polícia e não consegue achar."
    "A gente sabe que o assalto pode acontecer, mas é complicado procurar o atendimento da polícia e não conseguir. Fica o sentimento de revolta". O relato é da delegada Virgínia Karla Gomes, que foi uma das vítimas de um assalto a uma casa na praia de Zumbi, no litoral Norte do estado. Assessora da Corregedoria Geral da Secretaria Estadual de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed) e integrante do Conselho Superior da Polícia Civil do Estado, a delegada e outras nove pessoas tiveram quase todos os seus pertences roubados na última segunda-feira (6), desabafou a delegada. (FONTE: BLOGDEASSIS)
    E AMEGA OPERAÇÃO PRAIA SEGURA, HEIN?
    E O simulador de tiros HEIN?
    E O HELICÓPTERO HEIN?
    CORRAM QUE A POLÍCIA VEM AÍ!

Resultado da primeira fase do vestibular da UFRN sai amanhã

A Comissão Permanente de Vestibular da UFRN (Comperve) irá divulgar às 18h desta terça-feira, 13, o resultado da primeira fase do Vestibular 2012. O resultado das provas objetivas poderá ser consultado no site da Comperve (www.comperve.ufrn.br).

Mais de 30 mil candidatos concorrem as 6.209 vagas oferecidas pela Instituição, distribuídas nos campi de Natal, Currais Novos, Mossoró, Caicó e Santa Cruz.

Fonte: DN Online