Saúde

Parnamirim disponibiliza ônibus itinerante para vacinação contra Covid-19 e Influenza

FOTO: ASCOM

A Prefeitura de Parnamirim, em parceria com a Cruz Vermelha está disponibilizando um ônibus itinerante que irá realizar a vacinação contra a Covid-19 e a Influenza (HIN1) em diferentes pontos da cidade. A cada dia, durante 15 dias, o veículo estará em uma área diferente do município para melhor atender a população.

Além da vacinação, serão realizados testes rápidos de sífiles e hepatite. O ônibus itinerante é totalmente equipado com todo o suporte necessário para a realização dos serviços.

Confira a programação desta semana:

Quarta-feira (28/07) – Passagem de Areia (em frente ao Ginásio e próximo a UBS).

Horário: de 8h às 12h.

Quinta-feira (29/07) – Em frente ao CCPAR UnP, no bairro de Santos Reis.

Horário: de 8h às 12h.

Sexta-feira (30/07) – Em frente ao Rede Mais Select, próximo ao Colégio Salesiano, na Avenida Ayrton Sena.

Horário: de 8h às 12h.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

IMUNIZE-SE: Natal amplia vacinação contra Influenza para toda a população a partir de seis meses de idade

Foto: Secom

Por orientação do Ministério da Saúde, o município de Natal ampliou nesta segunda-feira (05), dentro da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a imunização para toda a população a partir dos seis meses de idade.

Para receber o imunizante, a Prefeitura do Natal colocou à disposição da população dois pontos extras, um na zona Leste, localizado na Praça Augusto Leite, e um na zona Norte, com acesso pelo portão 3, do Ginásio Nélio Dias, além de mais de 20 Unidades Básicas de Saúde. A lista com endereços, horário de funcionamento dos locais e documentação necessária podem ser acessados através do https://vacina.natal.rn.gov.br/ .

“O único alerta a ser feito é que, quem tomou a primeira dose da vacina contra Covid-19 deve aguardar o intervalo de 14 dias para receber a vacina contra gripe”, alerta George Antunes, Secretário de Saúde de Natal.

 

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vacinação contra influenza inicia terceira etapa nesta quarta-feira em Natal; confira a lista dos locais

Foto: Secom

A Prefeitura do Natal começou a vacinar nesta quarta-feira (9) um novo público contra a influenza. Nesta terceira etapa estão incluídos doentes crônicos e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além da população privada de liberdade.

Os pontos definidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) para receber o imunizante na capital são 20 unidades básicas de saúde, o drive-thru do Ginásio Nélio Dias (portão 03) e o ponto para pedestres da Praça Augusto Leite, no Tirol. É necessário levar no ato da vacinação a caderneta vacinal, documento com foto e comprovante de residência de Natal. As pessoas com alguma comorbidade devem estar munidas de atestado médico para comprovar a existência da doença crônica e os profissionais também precisam apresentar os crachás de trabalho ou documento que mostre vínculo empregatício para receber a imunização.

Em 2021 a campanha acontece paralela à vacinação contra a Covid-19 e deve haver intervalo de 14 dias entre as aplicações. Quando coincidir o público-alvo das etapas, deve ser priorizado concluir o esquema vacinal da dose de Coronavac. Para o público que recebeu Oxford ou Pfizer, é possível receber o imunizante contra a gripe entre a primeira e segunda dose, desde que respeite o intervalo preconizado pelo Ministério da Saúde.

“Como estamos em duas grandes campanhas de vacinação, é importante que a população atente-se aos prazos de intervalo entre as doses. A gente também pede aos públicos prioritários que observem a documentação comprobatória. Se você pertence a um dos grupos das etapas anteriores também pode comparecer a um ponto e se vacinar”, comenta George Antunes, Secretário Municipal de Saúde.

O público de crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde da fase 1; bem como idosos com 60 anos e mais, professores do ensino básico e superior de escolas públicas e privadas contemplados na fase 2 também podem receber o imunizante durante a terceira fase da campanha.

Confira a lista dos locais de vacinação:

Drive Nélio Dias – Av. Guararapes, s/n. Lagoa Azul (Portão 03 – diariamente das 08h às 16h).

Praça Augusto Leite (seg a sex das 08h às 16h)

Vinte salas de vacinação com horário de funcionamento das 8h às 11h30 e das 12h30 às 16h.

Distrito Sanitário Norte I

USF Vista Verde – Rua Linda Batista, 18 – Pajuçara

USF África – Av. Dr João Medeiros Filho, 02 – Redinha

USF Cidade Praia – Rua São Caetano, 520 -Lagoa Azul

USF José Sarney – Rua dos Lírios, 231 – Lagoa Azul

Distrito Sanitário Norte II

USF Potengi – Av. Itapetinga, 02. Conjunto Santarém

USF Igapó – Rua São Tiago, 01. Igapó

USF Parque dos Coqueiros – Rua das Pedrinhas, s/n. Parque dos Coqueiros

USF Pedra do Sino – Rua Pedra do Sino, s/n. Conjunto Soledade I

Distrito Sanitário Leste

USF Aparecida – Rua Guanabara, 1050 -Mãe Luiza

Distrito Sanitário Oeste

USF Guarapes – Rua Lagoa Seca, 74.

USF Bom Pastor – Rua Augusto Calheiros, 01

UM Felipe Camarão – Rua da Tamarineira, 25

UBS Quintas – Rua dos Paiatis, 1854

UBS Esperança – Av. Pernambuco, 214

USF Novo Horizonte – Rua dos Paiatis, 128

USF Felipe Camarão III – Rua Itamar Maciel, 360

Distrito Sanitário Sul

UBS Ponta Negra – Rua José Medeiros, 01

UBS Pirangi – Av. São Miguel dos Caribes, 650

USF Planalto – Rua Comunidade Shalom, 15

UBS Jiqui – Rua União dos Palmares, 11

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Campanha de vacinação da influenza no RN tem baixa procura, alerta Sesap

A baixa procura pela vacina contra a influenza tem sido motivo de preocupação para os gestores da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Em sua terceira etapa de execução, apenas 20% das pessoas do público-alvo compareceram aos postos. As salas de vacinação em todo o Rio Grande do Norte estão aplicando a vacina desde o dia 12 de abril e seguirão até 09 de julho.

A Enfermeira Katiucia Roseli, que está coordenando a Campanha de Influenza, reforça que as doses continuam disponíveis para todos os que são dos grupos prioritários. “Toda a população que não se vacinou na primeira e na segunda fase pode procurar as unidades básicas de saúde para receber a dose”.

Ela explica que, assim como a vacinação contra a covid 19, a campanha para a influenza tem importante papel da saúde coletiva. “Pedimos para que a população se conscientize de que a influenza também gera internação, também causa o óbito e somente a vacina proporciona a segurança necessária”.

A meta é vacinar mais de 1,3 milhão de potiguares, entre crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos e mais e professores. Também pertencem ao público-alvo pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação e liberdade e população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Com a baixa procura pela população, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alerta os potiguares a buscarem uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu município para tomarem o imunizante contra a gripe.

Intervalo entre vacinas

Como a campanha de vacinação contra influenza coincide com a realização da vacinação contra a Covid-19, é importante que seja priorizada a aplicação do imunizante contra a Covid.  Vale salientar que, as pessoas contempladas nos grupos prioritários para a vacinação contra influenza e ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, ao buscarem uma UBS, deverão, preferencialmente, tomar a vacina contra a Covid e agendar a administração da vacina contra a influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Opinião dos leitores

  1. Eu mora no bairro lagoa nova, o local que tem a vacina da gripe, mas próximo é Neópolis ou cidade esperança, imagine quem não tem carro ou não pode pegar um carro de aplicativo, porque Ônibus é inviável, como chegar nesses lugares! Porque não vacinar nos postos de cada bairro? Além disso tentei ligar pra 5 postos, nenhum atende o telefone! Vejo esse um dos motivos pela a não procura da vacina.

  2. Claro, que esta baixa a vacinação, os professores não, foram vacinados ainda! Vacina sim, somo seres humanos e trabalhamos com pessoas, em formação!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Campanha contra a Influenza segue em Natal com 23 pontos de vacinação

Foto: Alex Régis/Secom

Após o início da segunda etapa da campanha de vacinação contra Influenza, os pontos de imunização estão registrando um movimento maior. Na manhã desta quinta-feira (20), o drive-thru instalado no Palácio dos Esportes foi bem procurado pelo público-alvo abarcado nesta fase que começou no último dia 11 e se estenderá até 08 de junho. Estão sendo vacinados neste momento, professores e idosos a partir dos 60 anos. Ainda podem ser vacinados os grupos da primeira etapa que são crianças a partir de seis meses até 5 anos; trabalhadores da saúde; gestantes/puérperas e povos indígenas. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, 15 mil pessoas já foram imunizadas em Natal.

A aposentada Maria Lira, 99, foi com a família se vacinar no drive-thru do Palácio dos Esportes. Esbanjando alegria e lucidez, ela contou que sempre se imuniza contra a gripe e incentivou todas as pessoas a fazerem o mesmo: “Precisamos sempre cuidar da nossa saúde e estar em dia com as vacinas é muito importante. Hoje vim me vacinar e foi tudo muito tranquilo e rápido. As meninas foram atenciosas e não doeu nada”, disse a simpática senhora que completará um século de vida no próximo mês de agosto.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) planeja atingir 90% do público de 323.842 pessoas conforme meta do Ministério da Saúde. A aplicação da vacina contra a Influenza acontece em dois drives-thrus: Palácio dos Esportes e Nélio Dias, além de 20 unidades de saúde e a Praça Augusto Leite, somando 23 locais de vacinação no município.

A próxima fase da campanha contra a influenza vai começar em 09/06 e vai vacinar doentes crônicos e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Vacinação contra Influenza Praça Augusto Leite

Av. Rodrigues Alves esquina com R. Joaquim Fabrício, Tirol.

segunda a sexta-feira das 08h às 16h

Drive Nélio Dias – Av. Guararapes, s/n. Lagoa Azul (Portão 03).

Drive Palácio dos Esportes – Rua Trairi, 516. Petrópolis (EXCLUSIVO PARA INFLUENZA).

Distrito Sanitário Norte I

USF Vista Verde – Rua Linda Batista, 18 – Pajuçara

USF África – Av. Dr João Medeiros Filho, 02 – Redinha

USF Cidade Praia – Rua São Caetano, 520 -Lagoa Azul

USF José Sarney – Rua dos Lírios, 231 – Lagoa Azul

Distrito Sanitário Norte II

USF Potengi – Av. Itapetinga, 02. Conjunto Santarém

USF Igapó – Rua São Tiago, 01. Igapó

USF Parque dos Coqueiros – Rua das Pedrinhas, s/n. Parque dos Coqueiros

USF Pedra do Sino – Rua Pedra do Sino, s/n. Conjunto Soledade I

Distrito Sanitário Leste

USF Aparecida – Rua Guanabara, 1050 -Mãe Luiza

Distrito Sanitário Oeste

USF Guarapes – Rua Lagoa Seca, 74.

USF Bom Pastor – Rua Augusto Calheiros, 01

UM Felipe Camarão – Rua da Tamarineira, 25

UBS Quintas – Rua dos Paiatis, 1854

UBS Esperança – Av. Pernambuco, 214

USF Novo Horizonte – Rua dos Paiatis, 128

USF Felipe Camarão III – Rua Itamar Maciel, 360

Distrito Sanitário Sul

UBS Ponta Negra – Rua José Medeiros, 01

UBS Pirangi – Av. São Miguel dos Caribes, 650

USF Planalto – Rua Comunidade Shalom, 15

UBS Jiqui – Rua União dos Palmares, 11

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Com baixa procura no RN, Sesap alerta população para vacinação contra a influenza

Está em curso em todas as salas de vacinação do Rio Grande do Norte a 23ª Campanha de Vacinação Contra Influenza, que teve início no dia 12 de abril e segue até 09 de julho. Com a baixa procura pela população, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alerta os potiguares a buscarem uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu município para tomarem o imunizante contra a gripe.

Segundo dados da plataforma RN Mais Vacina, até a manhã desta terça-feira (18), cerca de 82 mil potiguares receberam a vacina da influenza, correspondendo a pouco mais de 6% de 1.295.751 de pessoas do público-alvo.

No atual estágio da Campanha, entre 11 de maio de 08 de junho, estão sendo vacinados idosos com 60 anos e mais e professores. Porém, as pessoas inclusas na 1ª fase (crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes; puérperas; povos indígenas e trabalhadores da saúde) e que ainda tomaram a vacina contra a influenza devem procurar as salas de vacinação para tomar o imunizante.

A próxima etapa da campanha, de 09 de junho a 09 de julho, contempla o seguinte público-alvo: pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação e liberdade e população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Intervalo entre vacinas

Como a campanha de vacinação contra influenza coincide com a realização da vacinação contra a Covid-19, é importante que seja priorizada a aplicação do imunizante contra a Covid. Vale salientar que, as pessoas contempladas nos grupos prioritários para a vacinação contra influenza e ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, ao buscarem uma UBS, deverão, preferencialmente, tomar a vacina contra a Covid e agendar a administração da vacina contra a influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Recomendações

A Sesap recomenda para os municípios a adoção de todas as medidas de prevenção à transmissão da Covid-19 nas ações de vacinação contra a influenza. Para isso, é aconselhável evitar a formação de filas e aglomerações, como destinar local específico para a vacinação de idosos; optar por locais abertos e ventilados; ofertar as doses em locais como escolas e igrejas; e, realizar a vacinação domiciliar para pessoas acamadas ou com dificuldade de locomoção, de acordo com as condições de cada município.

Opinião dos leitores

  1. Porque não liberam para todas as idades? Está claro que muitos não estão preocupados a não ser com a Covid.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vacinação contra influenza possui postos exclusivos em Natal; veja locais

Foto: Donato Fernandes/Secom

A Prefeitura de Natal está enfrentando um desafio inédito: realizar duas campanhas de vacinação ao mesmo tempo. As vacinas contra a Covid-19 e contra a Influenza estão sendo aplicadas na capital em pontos diferentes, garantindo mais segurança para os cidadãos e evitando longas filas.

Para receber a dose da vacina contra a Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde está disponibilizando 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS), o drive-thru do portão 03 no Ginásio Nélio Dias e o drive do Palácio dos Esportes (este exclusivamente com a oferta da vacina contra Influenza). A secretaria disponibilizou 58 profissionais especificamente para essa campanha vacinal.

Segundo dados da SMS, até o último domingo (18), foram aplicadas entre 14 mil a 16 mil doses da vacina. O secretário municipal de Saúde, George Antunes, faz um alerta para quem precisa tomar as vacinas contra Influenza e contra Covid-19 em períodos próximos. “Aqueles que forem ser vacinados contra a influenza precisam observar o intervalo de 14 dias entre as aplicações, quando coincidir o público-alvo das etapas, priorizando o esquema vacinal das doses de Coronavac ou Oxford”, explica ele.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) planeja atingir 90% do público de 323.842 pessoas, conforme meta do Ministério da Saúde. De acordo com o planejamento, a SMS deve enviar as doses dos trabalhadores da saúde dos serviços de urgência e emergência para imunização no próprio local de trabalho.

O Ministério da Saúde preconiza que a campanha de Influenza aconteça de 12 de abril a 09 de julho em três fases:

Fase 1 (12/04 à 10/05) – Crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde;

Fase 2 (11/05 à 8/06) – idosos com 60 anos e mais, professores do ensino básico e superior de escolas públicas e privadas;

Fase 3 (09/06 à 09/07) – doentes crônicos e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Confira a lista dos locais de vacinação:

Drive Nélio Dias – Av. Guararapes, s/n. Lagoa Azul (Portão 03).
Drive Palácio dos Esportes – Rua Trairi, 516. Petrópolis (EXCLUSIVO PARA INFLUENZA).

Distrito Sanitário Norte I

USF Vista Verde – Rua Linda Batista, 18 – Pajuçara
USF África – Av. Dr João Medeiros Filho, 02 – Redinha
USF Cidade Praia – Rua São Caetano, 520 -Lagoa Azul
USF José Sarney – Rua dos Lírios, 231 – Lagoa Azul

Distrito Sanitário Norte II

USF Potengi – Av. Itapetinga, 02. Conjunto Santarém
USF Igapó – Rua São Tiago, 01. Igapó
USF Parque dos Coqueiros – Rua das Pedrinhas, s/n. Parque dos Coqueiros
USF Pedra do Sino – Rua Pedra do Sino, s/n. Conjunto Soledade I

Distrito Sanitário Leste

USF Aparecida – Rua Guanabara, 1050 -Mãe Luiza

Distrito Sanitário Oeste

USF Guarapes – Rua Lagoa Seca, 74.
USF Bom Pastor – Rua Augusto Calheiros, 01
UM Felipe Camarão – Rua da Tamarineira, 25
UBS Quintas – Rua dos Paiatis, 1854
UBS Esperança – Av. Pernambuco, 214
USF Novo Horizonte – Rua dos Paiatis, 128
USF Felipe Camarão III – Rua Itamar Maciel, 360

Distrito Sanitário Sul

UBS Ponta Negra – Rua José Medeiros, 01
UBS Pirangi – Av. São Miguel dos Caribes, 650
USF Planalto – Rua Comunidade Shalom, 15
UBS Jiqui – Rua União dos Palmares, 11

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Campanha de vacinação contra influenza inicia segunda-feira; estimativa no RN é imunizar mais de 1 milhão de pessoas

FOTO: EDUARDO MORALES/EFE

A 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será realizada no período de 12 de abril a 09 de julho. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários: crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos e mais, povos indígenas, professores e trabalhadores da saúde.

No Rio Grande do Norte a estimativa é vacinar 1.319.147 pessoas para reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação. A vacina influenza trivalente utilizada no Brasil em 2021 apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação. Por ser constituída por vírus inativados, fracionados e purificados, não contêm vírus vivos e não causam a doença.

A vacinação será dividida em três etapas:

1ª Etapa – de 12/04 a 10/05

· Crianças (6 meses a < de 6 anos)

· Gestantes

· Puérperas

· Povos indígenas

· Trabalhadores da saúde

2ª Etapa – de 11/05 a 08/06

· Idosos com 60 anos e mais

· Professores

3ª Etapa – de 09/06 a 09/07

· Comorbidades

· Pessoas com deficiência permanente

· Caminhoneiros

· Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário Passageiros Urbano e de Longo Curso

· Trabalhadores Portuários

· Forças de Segurança e Salvamento

· Forças Armadas

· Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade

· População privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

A campanha de vacinação contra a influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19. Assim, é importante que seja priorizada a administração da vacina Covid-19. As pessoas contempladas no grupo prioritário para a vacinação contra influenza que buscarem uma Unidade Básica de Saúde, e ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, preferencialmente, deve ser administrada a vacina Covid-19 e agendada a vacina influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Além disso, todas as medidas de prevenção à transmissão da covid-19 nas ações de vacinação contra Influenza deverão ser adotadas. O Ministério da Saúde ressalta a importância da vacinação contra a influenza em 2021. A imunização vai prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Natal tem 70 mil doses de Vacinação contra Influenza disponível para população

Foto: Divulgação SMS

A Campanha de Vacinação contra Influenza realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) foi responsável pela imunização de mais de 190 mil pessoas, entre março e junho de 2020. Ao total, 192.061 pessoas foram vacinadas durante a campanha, totalizando uma média de 87,72% da população prioritária da capital. Natal conseguiu superar as metas para idosos e profissionais da saúde dentro dos públicos alvos. Encerrada esta etapa, a vacina está disponível agora para todos os interessados com demanda aberta.

Com o fim da campanha para grupos prioritários, a Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza para o público geral 70 mil doses distribuídas dentre as 63 salas de vacinação da cidade. A vacina protege dos principais vírus causadores de gripes, como influenza A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B.

Para ter acesso à imunização, o interessado basta comparecer à Unidade de Saúde (UBS) mais próxima portando documento original com foto, cartão sus e cartão de vacina. Vale ressaltar que cada sala de vacina tem horários e dias específicos de funcionamento, de acordo com escalas. Logo, é indicado entrar em contato previamente com a UBS desejada antes da visita presencial para se vacinar.

“Houve uma baixa procura em em relação ao esperado por adultos, gestantes, puérperas e crianças, mas para esse público fica o recado de que ainda dá tempo de se imunizar. As doses que restam nas unidades básicas de saúde agora estão destinadas a todo e qualquer indivíduo que desejar se vacinar”, finaliza Vaneska Gadelha, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis de Natal.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN fica em 7º lugar em cobertura vacinal da influenza no Brasil alcançando 93,65% da população

O Rio Grande do Norte superou a meta de vacinação contra a gripe alcançando 93,65% da população. A Campanha de Influenza 2020, que teve início no dia 23 de março e terminou dia 30 de junho, tinha como meta vacinar no mínimo 90% dos grupos elegíveis. Com o resultado positivo, o RN encontra-se em 3º no Ranking e cobertura da Região Nordeste e em 7º lugar no Brasil.

Das 8 regiões de saúde do estado, 6 alcançaram a meta e 2 estão entre 85,14 e 89,12%. Quanto a cobertura dos municípios, 127 (76,04%) estão com meta acima de 90%.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (SUVIGE), informou, ainda, que as pessoas que não pertencem aos grupos elegíveis e desejam se vacinar, devem procurar uma unidade de saúde próxima para conferir a disponibilidade das vacinas.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vacinação contra Influenza imunizou mais de 190 mil pessoas em Natal; doses remanescentes ficam disponíveis para qualquer pessoa

Foto: Divulgação/SMS

Encerrou nessa terça-feira (30) a campanha de vacinação contra Influenza. Mais de 190 mil pessoas foram atendidas pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) nas salas de vacinação do município. Com início em 23 de março, a campanha foi dividida em etapas que tinha público alvo composto de idosos acima de 60 anos, profissionais de saúde, professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto até 45 dias, pessoas de 55 a 59 anos e população indígena em geral. A partir de 01 de julho, as doses remanescentes nas unidades de saúde ficam disponíveis para qualquer pessoa que buscar a imunização.

Durante a campanha, 192.061 pessoas foram vacinadas na capital, totalizando uma média de 87,72% da população prioritária. Destas, 112.451 são idosos (131.70%), 33.909 trabalhadores da saúde (109.38%), 16.589 adultos de 55 a 59 anos (49.55%), 4.162 gestantes (48.18%), 619 puérperas (43.59%) e 24.920 crianças (41.84%). O Ministério da Saúde sugere cobertura vacinal de 90% para esses públicos e Natal conseguiu superar as metas para idosos e profissionais da saúde.

“Algumas estratégias foram utilizadas para alcançar as metas estabelecidas, como o drive para idosos no Arena das Dunas na primeira fase, que teve boa aceitação das pessoas. Por outro lado, devido à preocupação do público em comparecer aos postos de saúde com a pandemia do novo coronavírus, houve uma procura abaixo do esperado de adultos, gestantes, puérperas e crianças. Com isso, a partir de hoje, as doses que restarem nas unidades básicas de sáude ficam destinadas a todo e qualquer indivíduo que desejar se vacinar”, comenda Vaneska Gadelha, Chefe de Agravos Imunopreveníveis de Natal.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vacina contra influenza é prorrogada até 30 de junho

Foto: Ilustrativa

A campanha de vacinação contra influenza, que teve início em 23 de março, segue prorrogada até 30 de junho devido ao baixo índice de comparecimento das crianças, gestantes, puérperas e adultos de 55 a 59 anos, que não atingiu a meta de 90% estabelecida pelo Ministério da Saúde.

O Núcleo de Agravos Imunopreveníveis da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) informa que crianças de 06 meses a menores de 06 anos têm apenas 30% da cobertura atingida; gestantes e puérperas, 38% e 35% da meta cumprida, respectivamente; e adultos de 55 a 59 anos, 42% de comparecimento às salas de imunização.

O município faz chamamento ao público. “Imunizar essa população é garantir imunidade às gerações futuras, por isso é muito importante o comparecimento desse público específico, que está abaixo do esperado, em uma das nossas 63 salas de vacinação. Também é uma oportunidade de indivíduos dos demais grupos prioritários, que não conseguiram se vacinar ainda, ficar imunizados contra a gripe”, indica Vaneska Gadelha, chefe de Agravos Imunopreveníveis de Natal.

Natal tem 82,06% do público prioritário vacinado até esta segunda-feira (01), com meta batida para idosos (128%) e profissionais da saúde (104%). O município aplicou 179.667 doses da vacina e segue com perspectiva de atingir 90% conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde. O Núcleo de Agravos Imunopreveníveis da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) informa que 218.942 pessoas integram os grupos da campanha na capital. Resta menos de 8% para atingir a meta na cidade.

A vacina protege contra os principais tipos de gripe: Influenza A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B. Vale ressaltar a importância dos cuidados em relação ao novo coronavírus, onde é preciso comparecer às unidades de saúde com máscara, manter a higienização das mãos e cumprir o distanciamento na fila.

No calendário, já foram contemplados idosos a partir de 60 anos, profissionais da saúde, forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, pessoas com deficiência, indivíduos de 55 a 59 anos e professores da rede pública e privada.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Campanha contra influenza chega à reta final em Natal

Foto: Ilustrativa

Pessoas de 55 a 59 anos e professores da rede pública e privada já podem se vacinar contra a gripe de 18 de maio a 05 de junho de 2020, nas unidades básicas de saúde de Natal. A reta final da campanha, direcionada a esse público, estima atingir mais de 45 mil indivíduos nesse período.

O público das fases anteriores, contudo, podem buscar uma das 63 salas de vacinação da cidade para tomar a vacina até o término da campanha. A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) já imunizou 175.525 pessoas esse ano contra a influenza. A Vacina protege dos principais vírus causadores de gripes, como influenza A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B.

A reta final também é momento de chamar da população que ainda não conseguiu se vacinar para tomar a vacina até 05 de junho. “Estamos com algumas metas a cumprir. Precisamos vacinar 59 mil crianças entre 6 meses a menores de 6 anos, mas somente 9 mil nos procuraram até o momento; entre as gestantes, nossa meta é 8 mil, mas conseguimos 1749 até agora; já entre as puérperas, das 1420 doses destinadas a elas, apenas 237 foram aplicadas”, indica Vaneska Gadelha, Chefe de Agravos Imunopreveníveis de Natal.

No calendário, já foram contemplados idosos a partir de 60 anos, profissionais da saúde, forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e pessoas com deficiência.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Unidade Mista de Felipe Camarão em Natal é arrombada e vacinas contra Influenza são perdidas

Fotos: Divulgação

Ao chegar para trabalhar nesta quinta-feira (06), os funcionários da Unidade Mista de Felipe Camarão foram surpreendidos: o prédio foi arrombado e o alvo foi a sala de vacinação. Ao todo foram desperdiçadas 1.369 doses de 16 tipos de vacinas. Só de Influenza, foram 340 doses.

“Não acreditamos quando vimos o ocorrido. Recebemos todas as doses do mês da vacina contra influenza e elas foram desperdiçadas. Tanta gente procurando para ficar imune ao H1N1, que é um vírus que também mata, e simplesmente alguém joga tudo fora”, comenta Sérgio Albuquerque, diretor da unidade.

Além das vacinas contra influenza, a unidade de Felipe Camarão perdeu todas as vacinas oferecidas pela rede pública, inclusive a pentavalente, responsável por proteger contra doenças como tétano, difteria e hepatite. Essa vacina estava em falta havia meses e só agora a situação tinha sido regularizada. A vacina pentavalente é aplicada nas crianças aos 2, 4 e 6 meses.

O prejuízo na unidade não ficou somente nas vacinas. Os assaltantes ainda levaram bens materiais como a caixa térmica de recebimentos das vacinas, um monitor de computador, termômetro e tensiômetro. Ainda espalharam todos os insumos pelo chão.

O vigia da unidade acredita que o assaltante entrou pela lateral do prédio, no momento que ele fazia a ronda do prédio. O diretor da Unidade registrou o Boletim de Ocorrência na Delegacia do bairro e espera a elucidação do caso.

Opinião dos leitores

  1. Bandido não fica em isolamento, distanciamento social, lockdown ou qualquer raio que o parta. Bandido sempre vai fazer o que ele sabe fazer: o mal ao proximo.

  2. O RN está cada dia mais inseguro, a população cada vez mais acuada e o Governo do Estado nada faz! Todos somos vítimas da incompetencia e irresponsabilidade da nossa (des)governadora.

    Salvem o RN! Fora Fátima Bezerra

  3. BG
    Tem nada não, quando a Policia prender esses facínoras, terá uma audiência de custodia em que o Juiz vai perguntar aos bichinhos se eles levaram algum cocorote da Policia, logo a segui rua pra eles. Ou País maravilhoso aqui é tudo ao contrario e BANDIDOS é quem tem vês.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Segunda fase da vacinação contra influenza acontece de 16 de abril a 08 de maio

Foto ilustrativa: Nilcem Fernandes/Governo do Tocantins

Profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 15 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade serão público-alvo da segunda etapa da campanha contra influenza, que acontece de 16 de abril a 08 de maio. A Secretaria Municipal de Saúde de Natal vai disponibilizar as doses nas 63 salas de vacinação das unidades básicas (UBS) da cidade. A meta é imunizar cerca de 43 mil pessoas na segunda fase.

“Vale lembrar que a vacina age contra os principais tipos de gripe, que são Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B. O imunobiológico não previne o novo coronavírus que provoca a doença COVID-19. Não há necessidade de todas as pessoas buscarem os postos nos primeiros dias, é preciso evitar aglomerações”, destaca Juliana Araújo, Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Natal.

As pessoas com alguma comorbidade devem estar munidas de atestado médico para comprovar a existência da doença crônica. Os profissionais também precisam apresentar os crachás de trabalho ou documento que mostre vínculo empregatício para receber a imunização. Pela primeira vez o Ministério da Saúde inclui no público-alvo os caminhoneiros e motoristas de transportes coletivos.

A terceira fase da campanha contra Influenza será de 09 a 22 de maio, atenderá professores de escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência.

SOBRE A CAMPANHA DE INFLUENZA 2020

A primeira da fase da campanha de Influenza foi destinada ao público idoso, a partir de 60 anos e aos profissionais da saúde. Natal conseguiu atingir a meta de idosos em apenas cinco dias vacinando 90% do público idoso. Para os profissionais da saúde foi destinada vacinação no próprio local de trabalho e/ou nos postos da Prefeitura.

Até o final da campanha o município estima atingir 250 mil pessoas em 2020.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

UFRN segue com campanha de vacinação contra Influenza

Foto: Luciana Eduardo

Dando continuidade à campanha de Vacinação contra Influenza, a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) da UFRN vacina, até 22 de maio, pessoas com 60 anos ou mais de idade e profissionais da saúde. O atendimento ocorrerá a partir das 7h30, no auditório da Diretoria de Qualidade de Vida, Saúde e Segurança no Trabalho (DAS) ou pelo sistema drive thru, que permite a vacinação sem sair do carro.

De acordo com a DAS, o horário de atendimento pode sofrer variações em função da quantidade de vacinas recebidas diariamente da Secretaria Municipal de Saúde. Dessa forma, o atendimento está condicionado ao estoque de vacinas.

Com identidade, quem tem 60 anos ou mais deve se dirigir ao auditório da DAS, na entrada em frente à parada do circular na Praça Cívica do Campus Central. Já os profissionais da saúde devem ir à entrada principal da DAS, com comprovante de profissão. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected]

Com informações da UFRN

Opinião dos leitores

  1. Gostaria de parabenizar a Diretoria de Atenção a Saúde do Servidor por mais essa ação em prol do bem estar da população.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *