Rede Globo anuncia documentário sobre a história de Marielle Franco

Foto: Mario Vasconcellos/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/Arquivo

O Globoplay anunciou nesta sexta-feira (6) o lançamento da série “Marielle – O Documentário”, sobre a história de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro. Ela foi morta a tiros no dia 14 de março de 2018 no centro do Rio. O motorista do carro, Anderson Pedro Gomes, também morreu. A principal hipótese da polícia é de execução.

O primeiro episódio será exibido no dia 12 de março na Globo, após o “BBB20”. A estreia no Globoplay é no dia seguinte, com todos os seis episódios disponíveis, que variam entre 40 a 65 minutos. A história de Marielle Franco também será tema de seriado dirigido por José Padilha.

Foram cinco meses de produção de “Marielle – O Documentário”, que contém conteúdo audiovisual inédito. O seriado marca o início da produção de séries documentais do Jornalismo da Globo para o Globoplay.

A série original Globoplay registra momentos da adolescência da vereadora e de quando o motorista descobriu que seria pai. Conta com entrevistas com os familiares das vítimas, policiais, jornalistas que cobriram o caso, procuradores e autoridades políticas.

Marielle se tornou mãe na adolescência, formou-se em ciências sociais e virou uma importante voz no combate à LGBTfobia. Ela saiu do Complexo da Maré para virar notícia no mundo, tendo se transformado em símbolo na luta pelos direitos humanos. A morte causou comoção pelo Brasil. Veja o que se sabe sobre as mortes.

“Estamos muito entusiasmados com mais esse espaço que se abre. É uma oportunidade sem igual para mostrar o talento de nossos profissionais em mais esse formato, a série documental. Jornalismo em profundidade, mostrando temas complexos em suas múltiplas facetas, seguindo os princípios do bom jornalismo que fará o público, tenho certeza, não perder um capítulo sequer. É uma linguagem diferente do que habitualmente fazemos, mas igualmente com grande qualidade. Marielle, o documentário, é uma excelente estreia. Outros títulos vão surpreender e agradar”, diz Ali Kamel, diretor de Jornalismo da Globo.

“Quando decidimos contar histórias em documentário no Globoplay, nós decidimos ‘qual a história que a gente quer contar?’ E não existe história mais urgente no Brasil hoje do que a história da Marielle Franco. Em nenhum momento a gente tenta investigar quem matou Marielle. Não é uma investigação que nós entendamos que seja uma responsabilidade nossa, mas acho que o documentário responde à pergunta: por que até hoje ninguém disse quem matou e quem mandou matar Marielle?”, diz Erick Brêtas, diretor de produtos e serviços digitais da Globo.

“O conhecimento acumulado ao longo deste tempo sobre a história de Marielle e sobre o crime que a levou é enorme. E esse conhecimento foi o ponto de partida para as entrevistas. Quem assiste ao documentário, se emociona e se informa com a história da menina da Maré que chegou à Câmara de Vereadores, e descobre uma Marielle ainda desconhecida, que teve baile de debutante, foi rainha da primavera e frequentou baile funk”, diz Ricardo Villela, diretor-executivo de Jornalismo da Globo.

Sobre a estrutura narrativa da série, o diretor Caio Cavechini explica que há duas cronologias: “É um caso ainda sem respostas, com algumas reviravoltas ao longo desses dois anos. Isso é o que basicamente guia o documentário. Existem duas cronologias que correm paralelamente. A história de vida da Marielle e a do 14 de março até os dias de hoje, desde a investigação até a repercussão do caso, o impacto nas famílias e o surgimento das fake news.”

“Essas duas narrativas acabam acontecendo de forma paralela, pois ao mesmo tempo em que avançamos numa determinada linha de investigação, mostramos algum detalhe da vida dela que o público ainda não sabe”, resume Cavechini.

O documentário tem direção e roteiro de Caio Cavechini, edição e roteiro de Eliane Scardovelli e edição de Rafael Armbrust e Felippe Ferreira. A reportagem é de Leslie Leitão, Arthur Guimarães, Marco Antônio Martins, Felipe Freire, Sara Pavani e Tyndaro Menezes. A pesquisa é de Maria Morganti e Camila Azevedo Souza. A fotografia é de Mariane Rodrigues, Pedro Henrique Machado e Douglas Lopes. A produção executiva é de Ali Kamel, Erick Brêtas e Ricardo Villela.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ubiratan disse:

    Alguém é obrigado assisti a Globo

  2. Adriano disse:

    Bozo é chefe de milicia mas tem uma legião de mentes limitadas seguindo ele kkkkkkkk massa de manobra é triste.

  3. Donavan disse:

    A PERÍCIA NOS CELULARES DO CAPITÃO (ARQUIVO MORTO) ADRIANO, CERTAMENTE NOS TRARÃO MAIS PROVAS DE QUEM FORAM OS MANDANTES DA MORTE DA VEREADORA DO RIO DE JANEIRO QUE DENUNCIAVA OS MILICIANOS LIGADOS A FAMÍLIA QUE MORA NO MESMO CONDOMÍNIO DOS CHEFES DO ESCRITÓRIO DO CRIME.
    VAMOS AGUARDAR PARA VER QUEM VAI RIR POR ÚLTIMO.

  4. Amon Carlos de Oliveira disse:

    Esses petitas sem futuro e mamadores do dinheiro publico, não tem moral para falar em melicianos, os melicianos João Pedro Stedile, que invade propriedades alheias, e depois as vende, e Guilherme Boulos que invade predios alheios e depois os aluga, estes sim são melicianos, a mamata acabou, procurem uma lavagem de roupas

  5. Araújo disse:

    A CNN Brasil tá chegando, Bye, Bye Globo.

  6. Sandra disse:

    O que foi que esda mulher fez mesmo hem??
    Produziu o que mesmo pro país???
    E o rapaz que morreu junto com ela, caiu no esquecimento foi?
    ESSA GLOBO É UMA PIADA DE MAL GOSTO.
    pegou o cadáver dessa VEREADORA, pra BODE EXPIATÓRIO MESMO.
    UMA VERGONHA!!
    besta é quem se deixa enganar por essa emissora de desonestos.
    Não e a toa que está em queda livre, diminuindo e muito de tamanho.
    Já já é a globinho.

  7. Sandra disse:

    A GLOBO LIXO TOMOU PARTIDO DE VEZ!!
    NÃO HÁ MAIS DUVIDAS QUE SAO DESONESTOS.
    VEJAM A OPÇÃO QUE ESCOLHERAM.
    foram pro time dos ladrões.

  8. Flavio disse:

    Acho que tinha que fazer uma novela e a música séria briga das aranhas de Raul Seixas. Kkkkk

  9. Paulo disse:

    BG.
    Eu quero ver eles fazerem um documentário sobre Toninho do pt e de Celso Daniel. Essa rede bobo tem que ser fechada mesmo, só propaga Indecência e safadeza. As novelas lixo dela que só fazem uma coisa, mostrar putativa aos olhos de quem assiste sua péssima programação .

  10. Antonio Agnaldo De Freitas disse:

    Parabéns a Globo, ela tá se mostrando que é uma empresa séria mesmo à partidária

  11. Coelho disse:

    Mostra logo a cara desses ASSASSINOS da familia dos bolsotralhas MARGINAIS …..VAGABUNDOS MILICIANOS

    • Pão com mortadela vencida disse:

      Falta ainda uns 22 anos pela frente com a trupe de Bolsonaro. Se acalme ou vai pra Cuba pois isso que você imagina na mente alucinada não é surreal.

  12. Antônio disse:

    👏👏👏👏👏👏👏

  13. Teresa disse:

    Mas espero que mostre a verdade!! Não uma fachada mentirosa como a Globo lixo que fazer Marielle de santinha. Próxima atração deve ser uma novela no horário nobre. Título: Marielle vive enchendo o saco.

  14. Guto disse:

    Será a próxima beata?

  15. Zuza disse:

    Só porcaria ideológica de esquerda!

  16. Zanoni disse:

    E um documentário a respeito da professora Heley de Abreu, que, em Janaúba/MG, salvou diversas crianças, quando um criminoso tentava queimá-las?

  17. Eleição disse:

    Muitos outros assuntos de maior importância, essa rede globo inventando moda…

  18. Pedro disse:

    Eita… será que vai aparecer a casa 58 ? E o vivendas da Barra?
    E uma tal ligação telefônica?
    E as armas? E as fotos dos milicianos?
    Hummm… é esperar pra ver…

  19. Antonio Turci disse:

    A Globo continua forçando a barra….

  20. Janilson Ovidio disse:

    Que merda!!!!! a Globo lixo está se superando

    • Carlos Alberto disse:

      Amigo janilson, com documentário sobre essa sapatão fuleira, sem vergonha, só mostra o grau de decadência desse lixo chamado rede globo de televisão, isso e uma afronta as famílias de bem. Fica aqui o meu repúdio e minha indignação.

    • lula presidente Theucu disse:

      Não posso deixar de perder esse porcomentário!!

Agência de classificação de risco Fitch rebaixa nota de crédito da Rede Globo e cita mercado adverso

Foto: Reprodução/ Grupo Globo

A agência de classificação de risco Fitch rebaixou na última semana a nota de crédito da Rede Globo, citando a migração de receitas com publicidade para o meio digital e o desempenho operacional do veículo no mercado externo. As informações são do site Money Times.

A empresa tem uma dívida de R$ 3,3 bilhões em títulos no mercado, sendo que alguns em moeda estrangeira. Ainda assim, a Fitch e outras agências de risco destacam que a Globo está longe de ter seu caixa comprometido e que a empresa aposta na produção de conteúdo próprio para compensar a queda na receita.

Além disso, a Fitch considera incerto que a Globo consiga usar sua posição no mercado para se beneficiar a perspectiva de recuperação da economia brasileira. Para a agência, a empresa terá dificuldades para enfrentar a contração do mercado publicitário e a diminuição na participação no mercado de TV por assinatura.

EMBATES

As dificuldades da Rede Globo não ficam apenas no contexto financeiro. A emissora está em pé de guerra com o Palácio do Planalto, e é alvo frequente de críticas por parte do presidente Jair Bolsonaro e governistas.

Bolsonaro tem priorizado a sua exposição a empresas concorrentes, notadamente o SBT e a Record. Levantamento do Poder360 mostra que essas duas emissoras receberam mais entrevistas do presidente ao longo de 8 meses de governo. As duas entrevistaram o presidente 5 vezes cada, enquanto a rede Globo apenas 2. Ele também recebe mais executivos da empresa do bispo Edir Macedo na comparação com outros veículos.

A apresentadora e filha de Silvio Santos Patrícia Abravanel disse que o SBT “é muito pró-governo” durante participação em 1 programa em agosto. O pai e proprietário da emissora participou junto a Edir Macedo (Record) e Marcelo de Carvalho (RedeTV!) do desfile de 7 de Setembro ao lado de Bolsonaro.

Poder 360, com Money Times

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Globolixo a caminho do fundo do poço.

  2. Burochagas. disse:

    A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR.
    SERÁ QUE O JN VAI BOTAR UM ESPECIALISTA PRA COMENTAR???
    Quando é o risco Brasil, aparece no mínimo três.
    MIMIMimimimimi.
    Kkkkkkkkkkkk.
    Aguenta, ta só no começo.
    É porque o IBOPE disse semana passada que a globo lixo se fortaleceu, no episódio do porteiro. Pense num Instituto pra divulgar mentiras.
    Vão anotando aí, conheça melhor esse IBOPE e Data folha e tire suas conclusões.
    Kkkkkkk

  3. Alacaa disse:

    A globo ja apoiou Collor e Aécio, e agora ela é Lulista? Daonde…

  4. João disse:

    A Globo já bateu em FHC, Lula, Temer, Dilma só não pode bater no jumento do Bozo , ele não aguenta ser político deixa o cargo p o vice , povo Brasileiro devia ter orgulho de uma emissora de sucesso empresa como a Rede Globo que dá emprego para o povo brasileiro, inclusive não só tem artistas tem gente que precisa do emprego

  5. Cidadão disse:

    O gigante sentiu, e vem mais porrada ai, as demissões já começaram, 100 de uma lapada só.

    • julio disse:

      Fazem de tudo e a Globo não cai. Nessa hora, acho-me consciente, quando a Globo acabava com Lula, quando recebeu na bancada do jornal nacional a cartilha do Bozo falando mal do Hadad, eu estava lá assistindo aos jornais minhas, novelas, sou noveleiro fanático e daí? o SBT tá aí, falando ?bem do Bozo, tem a mesma audiência que a Globo?

Movimento realiza nesta quinta “Bate Panelaço” em Natal contra a Rede Globo em frente a InterTV Cabugi

Reprodução

O Movimento Força Democrática RN convoca em suas redes sociais para a um “Bate Panelaço” a partir das 18h desta quinta-feira(31), em frente a InterTV Cabugi.

Na pauta, o protesto contra a matriz, Rede Globo, em defesa do governo Bolsonaro, alvo de reportagens recentes no Jornal Nacional.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Frank disse:

    BG.
    Bota uma foto do que foi esse protesto, não pude ir. Tava no morre em pé, tomando uma meota de cana.
    Kkkkk

  2. BrasilRN disse:

    A programação da Globo há muito tempo não presta. Atualmente só vem piorando. Agora, o mais inteligente é não assistir nada desse canal, eles sobrevivem de audiência.

  3. Minion arrependido disse:

    Pessoas que se dizem tumultuam o direito de transitar pela vizinhança da TV. Como são apoiadores do mito acham que todos são obrigados a ouvir suas asneiras.

  4. Val Silva disse:

    Aproveitem é subam para Rede Record e SBT, lá acontecem coisas semelhantes(Ideologias) a Globo!
    Acorda Brasil!

  5. Luciana Morais Gama disse:

    GLOBOSTA!

  6. Henrique disse:

    Enquanto esses desocupados vão bater panela o faturamento da intertv bateu record em 2018 e vai repetir em 2019.

  7. Aneline disse:

    Boa!!
    Isso tem que se espalhar no Brasil inteiro, até a globo parar de fazer políticagem baixa igual a C… de cobra.

    • itaecio melo disse:

      O pior do ser e a cegueira
      E o desconhecimento
      Lamentável a pobreza de espírito ao condenar a imprensa

  8. natalsofrida disse:

    A melhor forma de protestar contra esse lixo, é não assistir os lixos produzidos por eles. Quero ver a audiência lá embaixo, aí sim, o dinheiro se acaba, isso é estratégia inteligente.

    • Henrique disse:

      Isso mesmo amigo, muitos que reclamam são doidos pelo big Brothers, Ana Maria Braga e Fátima Bernardes.

  9. Rômulo© disse:

    Vão bater panela! Não se esqueçam de limpar a merda do cabo dela antes! KKKKKKK!

  10. Teresa disse:

    GLOBO LIXO. Estarei lá batendo panela.

  11. Ivanildo Souza disse:

    Força Democrática? É isso mesmo?

  12. Carlos disse:

    Quando a Globo aplaudia tudo que o Moro fazia, qdo foi a primeira emissora a divulgar o áudio de Dilma que o Moro autorizou, qdo a Globo arrotava a toda hora a prisão de Lula, qdo a Globo recebeu de Bolsonaro o encarte que nunca autorizou a distribuição nas Escolas, etc aí a GLOBO prestava , agora nåo serve mais?

    • Cristian disse:

      Quando a globo editou o debate de lula e collor, atacou Brizola, destrinchou Edir Macedo e fez lobby para Aécio45 ela era boa.

    • YAGO disse:

      Nunca prestou, e agora tá um lixo mesmo, criando factóides a todo tempo incriminar o MITO, perda de tempo, ele vai ajeitar o Brasil e se reeleger, quem tiver com raivinha, enfie o dedo no ouvido e pule dum pé de alface. Chuuuuuuuuuupa.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Exatamente leitor, na mosca !!!!! é absolutamente SURREAL essa "ética seletiva" dos brasileiros exercida para defender seus políticos queridos.
      Depois, ninguém entende porque nunca chegaremos a ser uma "Suécia", rsrsrsrsrsrsrsrsrs……….

VÍDEO: Prefeito do Rio quer que Globo devolva, via Fundação Roberto Marinho, R$ 214 milhões aos cofres públicos

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 25, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), afirmou que toda a transparência cobrada pela Rede Globo de Televisão à prefeitura será dada, começando pela análise de mais de uma dúzia de contratos com suspeitas de fraude e sem licitação.

Segundo Crivella, os contratos são voltados para as áreas de arquitetura e acompanhamento de obras – todas destinadas à Fundação Roberto Marinho. Na avaliação do prefeito, uma investigação rigorosa será feita porque ele acredita que a fundação não tem a “expertise” para executar as obras. Todos estes contratos dão um somatório de R$ 214,5 milhões. Além disso, há mais R$ 150 milhões pagos em publicidade, totalizando R$ 354,5 milhões.

O prefeito disse, ainda, que estes recursos foram pagos em 2016 – exatamente um ano antes de iniciar sua gestão. “Toda a transparência exigida pela Globo será aplicada com empenho. Não se tratam de suspeitas, mas de indícios suspeitíssimos”, disse o prefeito, que vem enfrentando um noticiário agressivo pela emissora na capital fluminense. Crivella esclareceu que, até 2016, a Globo recebia – da Prefeitura do Rio – dez vezes mais em publicidade na comparação com as concorrentes da tevê aberta.

Posicionamento do Grupo Globo

O atual prefeito do Rio, mais uma vez, mente e manipula fatos para esconder as graves denúncias que atingem a sua gestão. A tentativa do prefeito de equiparar a Fundação Roberto Marinho ao pacote de verbas que a sua administração na Prefeitura aprova sem licitação, é, no mínimo, irresponsável.

O Grupo Globo repudia com veemência as declarações do prefeito e reafirma que os contratos assinados pela Fundação Roberto Marinho com o município do Rio de Janeiro estão em perfeita conformidade com a legislação aplicável, em especial a Lei 8.666/1993. Passaram por todos os estágios de aprovação necessários e foram executados dentro dos princípios da transparência, moralidade, legalidade e eficiência. Todas as ações da Fundação Roberto Marinho podem ser acompanhadas por qualquer cidadão pelo site http://frm.org.br/acoes/

Vale destacar ainda que a Fundação Roberto Marinho é permanentemente fiscalizada pelo Ministério Público, sendo uma instituição sem fins lucrativos, que há quase meio século dedica sua expertise única no país exclusivamente a projetos de interesse público, inclusive na área museológica. Foi responsável pela criação e implementação de alguns dos museus mais visitados do Brasil, entre eles o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio.

Esses ataques inconsequentes do atual Prefeito do Rio reforçam a necessidade de uma imprensa atenta e vigilante, que leve ao cidadão carioca a real situação de sua cidade, trabalho que o jornalismo do Grupo Globo tem feito e continuará a fazer, independentemente das retaliações do prefeito.

Sorte teria o cidadão carioca se a criatividade e a competência que o prefeito demonstra para inventar denúncias pudessem ser aplicadas à sua gestão.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Humberto disse:

    Os contratos com o sr. Ricardo Teixeira do futebol também "foram executados dentro dos princípios da transparência, moralidade, legalidade e eficiência" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Roberto disse:

    Globo quebrada.

VÍDEO: Crivella acusa a Rede Globo de chantageá-lo e a emissora esconde

Foto: R7/Twitter

Ao se indispor com uma repórter da Rede Globo durante uma entrevista com vários jornalistas sobre a tragédia das chuvas, o prefeito do Rio Marcelo Crivella acusou: “O que a Globo quer é dinheiro na sua propaganda, o que ela quer é que a gente faça uma festa no carnaval e ela possa vender R$ 240 milhões com a Prefeitura pagando todo o carnaval. Isso está errado. Então, o que elas fazem é chantagem, é chantagem, isso não tem nada a ver com interesse da cidade. E seguramente não vão colocar isso no ar”.

Dito e feito, a fala de Crivella foi editada para passar a interpretação de que o prefeito achava corriqueira a tragédia da chuva. E pior: a Globo omitiu o trecho em que é acusada de chantagem e manteve apenas a referência ao Carnaval. Ao acusar a emissora de chantágea-lo, Crivella toca numa ferida aberta há décadas: as controversas relações da Globo com o poder, em todas suas esferas.

Antecessor de Crivella, Eduardo Paes, foi generoso com o grupo Globo, não só em montantes de verbas publicitária mas em acordos firmados entre a Prefeitura e a Fundação Roberto Marinho e o Infoglobo. Com o então governador Sérgio Cabral preso e condenado a penas que chegam a quase 200 anos de prisão, a relação também, foi, digamos cordial.

Em 2011, por exemplo, o então secretário de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, recebeu do jornal “O Globo” o Prêmio Faz Diferença de Personalidade do Ano pela implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), modelo que se mostrou ineficiente no combate do crime nos morros do Rio e não reduziu a criminalidade, ao contrário. Não se viu na Globo o mesmo ímpeto de outras emissoras em expor os escândalos de Sérgio Cabral até eles se tornarem gigantescos.

Afago para uns, arsenal pesado contra outros. Na eleição de Leonel Brizola em 1982 a Globo embarcou no famigerado escândalo da Proconsult, empresa que divulgava números fraudados para minar a eleição de Brizola, que durante todo seu governo andou as turras com a emissora.

Em1989, é famosa a edição do debate entre Lula e Collor que ajudou a sepultar a vitória do metalúrgico, sem contar o descaso e a indiferença da emissora em noticiar a mobilização pelas eleições diretas no país em 1983 e 1984 que reuniram mais de um milhão de pessoas nas ruas de São Paulo e Rio de Janeiro. Vem daí o slogan: “O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”

A relação umbilical com Ricardo Teixeira, investigado por negócios escusos envolvendo fraudes e recebimento de propinas de patrocinadores da seleção brasileira, também é sempre lembrada. Ao deter o monopólio das transmissões dos principais campeonatos do futebol brasileiro, inclusive as edições da Copa do Mundo, a Globo se tornou uma das principais parceiras comerciais da CBF de Texeira e segundo o próprio dirigente parceiro também no jornalismo.

Numa célebre entrevista a revis Piauí, Teixeira afirmou sobre as denúncias de corrupção que se avolumavam contra ele: “Só vou ficar preocupado, meu amor, quando sair no ‘Jornal Nacional’. É isso aí. A Globo foi a última emissora a “perceber” que Ricardo Teixeira estava mergulhado num mar de corrupção, que só começou a ser mostrado pela emissora quando ela ficou ameaçada de perder os privilégios da CBF.

Assista a entrevista de Crivella na íntegra

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Quero nem saber. Desse povo de religião eu nunca entendi bem. E prezo muito pela minha ignorância.

  2. Robert disse:

    Nao esquecam que o Rio de Janeiro, de onde o Clã Bolsonaro é originário, é dominado pelos milicianos de um lado e as quadrilhas organizadas de outro.
    Para em ver e se manter no poder num território como esse, como é o caso de Bolsonaro e seus filhos, é preciso ter muita força, do jeito ou ligações com grupos como o liderado por Queiroz.
    A Igreja Universal e a Rede Globo são duas rivais brigando por poder.

  3. Contribuinte Eleitor Cidadão da Silva disse:

    Não se esqueçam quem é o responsável pela ascensão de Crivella na política ( Edir Macedo ) . E também não esqueçam que a TV Record é inimiga figadal da Rede Globo.
    Nessa briga eu prefiro não botar minha mão no fogo por ninguém.

  4. Dionísio disse:

    As máscaras estão caindo, as verdades estão aparecendo e cada vez mais os favorecidos entram em pânico. As redes sociais estão prestando um serviço valioso ao povo, levando informações que os meios de comunicações tradicionais não levam ao ar.
    Tem muita podridão a ser exposta e aos poucos elas vão aparecendo.
    Quem diria que um ministro do STF, "amigo do amigo de meu pai", seria relacionado em planilhas de favorecimentos de empresa, isso é muito grave, o STF não merece ser jogado na lama da corrupção.
    Começa a ficar claro a razão de tanta oposição raivosa, odiosa e caluniosa contra o atual governo.
    Não votei em Bolsonaro, mas tomando conhecimento dos fatos vejo que esse país precisa ser passado a limpo e tem muita coisa ruim a ser revelada.

    • João Batista disse:

      lembre que esse Crivela é filhote de Edir Macedo que tem um verdadeiro imperio de comunicações graças a igreja universal, portanto amigo não tem santo nessa terra, só interesses mútuos.

Mossoró Cidade Junina é destaque no São João do Nordeste da Rede Globo


18602023119_9f6372026f_zFotografia: Gildo Bento

O Mossoró Cidade Junina é destaque na programação da Rede Globo neste sábado, 20. O programa São João do Nordeste trará os principais festejos juninos do país ao vivo para toda a região.

Após o programa Zorra Total, o público que não puder comparecer à Estação das Artes acompanhará de casa a festa comandada por Calypso e mais Bonde do Brasil, Pegada de Luxo e pelos artistas locais do São João da Terra, através de links ao vivo.

“A transmissão do nosso MCJ pelo São João do Nordeste fortalece a festa e reafirma sua grandiosidade. Convidamos a população para participar do evento e mostrarmos o motivo de estarmos entre os maiores arraiás do Brasil”, afirmou Isolda Dantas, secretária da Cultura.

Marin chama clubes, Bom Senso e Rede Globo para reunião na CBF

 jose-maria-marin-presidente-da-cbf-e-o-vice-presidente-da-entidade-marco-polo-del-nero-caminham-na-camara-dos-deputados-1382394041531_615x300O presidente da CBF, José Maria Marin, marcou uma reunião para a próxima segunda-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro, às 14h, e convidou membros do Bom Senso FC, grupo de jogadores que se reuniram para pedir mudanças no calendário do futebol brasileiro, além de sindicatos, comissão de clubes, associação dos árbitros e também a Rede Globo de Televisão, detentora dos direitos de transmissão dos campeonatos nacionais.

Em nota oficial divulgada nesta terça, a CBF diz que a reunião foi marcada para “encontrar alternativas eficazes e delinear sugestões comuns que atendam a todos os interessados”. Entre as associações e sindicatos convidados estão o Sindicato Nacional das Associações de Futebol Profissional, a Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol, a Associação Nacional dos Árbitros de Futebol.

O convite para a reunião surge um dia após a CBF não ter respondido às demandas do grupo de jogadores, que pediu que novo encontro fosse realizado. A primeira reunião entre o Bom Senso FC e a confederação foi realizada no último dia 7 de outubro.

O Bom Senso FC surgiu após uma união de centenas de jogadores contra o calendário anunciado pela CBF para a temporada do ano que vem. Em virtude da realização da Copa do Mundo no Brasil, entre junho e julho, os Estaduais tiveram seu início antecipado no calendário original, fazendo com que alguns clubes tivessem apenas quatro dias de pré-temporada.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, jogadores fizeram abraços coletivos no meio do campo antes do início das partidas para demonstrar união e apoio ao movimento. Algumas federações estaduais já anunciaram o adiamento do início de suas competições em 2014 e a redução de datas para a disputa dos torneios.

UOL Esporte

The Voice Brasil começa com alto nível de concorrentes e repercussão nas redes sociais

A nova atração da Globo parece ter  caído no gosto do público, quem acompanhou as redes sociais durante o programa percebeu a empolgação de muita gente com a novidades. No programa os cantores são escolhidos só pela voz. Formato deixa para trás os constrangimentos entre jurados e concorrentes.

Não há espaço para amadores no The Voice Brasil, o novo reality show musical que a TV Globo estreou neste domingo. No primeiro dia de audições às cegas (de costas para o palco, os quatro técnicos precisam selecionar o candidato somente pela voz), o show de talentos e a boa variedade musical chamaram a atenção – deixando de lado qualquer influência emotiva das histórias pessoais de cada concorrente. Dos sucessos internacionais aos clássicos nacionais, passando pelo sertanejo e o pop, as apresentações iniciais deram uma amostra de que a disputa será acirrada: nesta primeira fase, 105 candidatos – entre os quais há inscritos e também indicados – concorrem a uma das 48 vagas disponíveis na próxima etapa (12 em cada grupo).

Entenda a 1ª fase do programa

• A missão de eleger a nova voz do Brasil está nas mãos de Claudia Leitte, Carlinhos Brown, Lulu Santos e Daniel, os jurados escolhidos pela Globo. Cada um formará seu time, composto por doze participantes escolhidos por eles.

•  De costas para o palco, os jurados ouvem a apresentação do concorrente. Quem quiser que aquela voz faça parte do seu time aperta o botão à frente, e sua cadeira se vira. Só então ele vê a performance.

•  Se só um técnico tiver escolhido o participante, ele passa a fazer parte daquela equipe. Mas se mais de um treinador se interessar por aquela voz, é o competidor quem passa a ter o direito de escolher quem será seu “tutor”. Caso ninguém aperte o botão, ele está eliminado.

E quem duvidava da escolha de Claudia Leitte, Daniel, Lulu Santos e Carlinhos Brown para tutores dos concorrentes precisou dar o braço a torcer já nas primeiras apresentações: como 90% dos cantores já são profissionais, o que eles buscam com o programa é basicamente a visibilidade, os 500.000 reais e o contrato para Universal Music do prêmio final. A escolha por um técnico ou outro torna-se muito mais uma questão pessoal. “Eu me identifico mais com as músicas do Daniel”, justificou Alma Thomas, americana que estava sendo disputada pelos quatro jurados e optou pelo sertanejo. “Quero ter a mesma presença de palco que ela tem”, disse Marllon Breno, que preferiu Claudia Leitte a Carlinhos Brown.

O primeiro dos quatro episódios que compõem a primeira etapa terminou com 11 selecionados. Brown, que apertou o botão para mais participantes, é o que tem o maior número de integrantes na equipe: quatro – dois dos quais só ele quis. No balanço geral, Daniel parece ter saído na frente, com as vozes mais marcantes. Duas das melhores candidatas do dia (Alma e Liah Soares) haviam sido escolhidas por todos os técnicos e quiseram trabalhar com o sertanejo. Claudia Leitte também tem dois membros do time (um selecionado só por ela e outro que disputou com Brown), e Lulu está com três “pupilos”, entre os quais apenas um foi unanimidade entre os técnicos.

O formato do programa elimina as cenas de constrangimento – e risadas – de outros reality shows de música. Como não são inexperientes, nem estão dispostos a se submeter ao ridículo, os concorrentes são elogiados mesmo quando não são selecionados. Bem diferente de atrações como o Ídolos da Record. É fácil quem termina a canção sem ser selecionado receber incentivo dos técnicos, que por vezes lamentam não ter apertado o botão depois que suas cadeiras se viram. O índio Yuri, morador da Aldeia Jatobá, em Tangará da Serra, foi um desses casos. “Estou muito orgulhoso de estar na sua frente e arrependido de não ter batido”, disse Carlinhos Brown. “Somos dois”, exclamou Daniel. “Três”, emendou Claudia Leitte.

Redes sociais

Durante os 70 minutos de duração, hashtags referentes ao The Voice Brasil chegaram a ocupar nove dos dez Trending Topics do país. Seguindo o formato americano, tuítes postados pelos telespectadores eram exibidos ao vivo ao longo de todo o primeiro episódio, que foi gravado na segunda-feira. O apresentador Tiago Leifert – escolhido, segundo a direção, exatamente por sua influência nas redes sociais (tem 1,9 milhão de seguidores no Twitter) -comentou ao vivo as apresentações. “Eu tenho o privilégio de assistir tudo isso ao vivo, sentir a emoção das famílias!”, escreveu ele, que acompanhava dos bastidores os shows, fazendo coro à torcida dos candidatos. “Consolar os caras e a família é muito, muito duro. Em compensação, quando eles passam, eu geralmente ganho o primeiro abraço.”

Com informações da Veja.com

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nayara Simoes disse:

    #TheVoiceBr  Amei o #TheVoiceBrasil falei…

  2. Nayara Simoes disse:

    Ta muito bom esse The Voice. E esse cara então ta melhor ainda!!!

  3. Nayara disse:

    Esse Lulu hem!!!!

  4. Nayara disse:

    Adoro o The Voice Brasil, todo mundo reunido na sala assistindo!!!

  5. Nay_simoes disse:

    The Voice Brasil?
    Adogooooooooo!!!

Anderson Silva acusa matéria da Globo de distorção

Principal astro do MMA mundial, o campeão dos pesos médios (84 kg) do UFC Anderson Silva recebeu duro golpe na última terça-feira (10). E acusou.

Inconformado com o conteúdo do programa Profissão Repórter, que mostrou parte do cotidiano de alguns lutadores, o Spider acusou a matéria de distorcer os fatos por mostrá-lo de forma arrogante, o que, de acordo com o atleta, não corresponde com a verdade.

– Você procura fazer tudo certo, se mantém focado no objetivo que é treinar, pois tem um grande desafio pela frente e alguns preferem te ferir com golpes baixos e destorcidos.

No início da matéria, o repórter do programa tentou abordar Anderson Silva, que, ocupado, repetiu que ele deveria procurar a 9ine, empresa de marketing esportivo que gerencia sua carreira, para agendar um horário para que pudessem conversar.

No entanto, suas frases não saíram como planejado e, ao ver o material no ar, Anderson tratou de criticar a edição do programa em seu Twitter oficial.

– Fiquei muito triste com o que vi hoje, não chegaria até aqui sendo arrogante. Quem conhece minha história sabe do que estou falando.

Figurinha carimbada de programas da Rede Globo, inclusive atuando como comentarista do UFC Rio 2, realizado em Janeiro, o Spider se mostrou insatisfeito com a repercussão de uma matéria da emissora pela primeira vez.

– A cada dia eu aprendendo que não importa o quanto você bate, e sim o quanto se aguenta apanhar. É assim que se ganha.

*Com informações do R7

#BBB12: Polícia abre inquérito para investigar suposto estupro

O delegado Antonio Ricardo, titular da 32ª DP (Taquara), instaurou inquérito para apurar se houve estupro dentro da casa do Big Brother Brasil 12 na madrugada de domingo. Apesar de a Rede Globo ter retirado de seu site as cenas de Monique e Daniel embaixo do edredom, a polícia já tem um vídeo de sete minutos de duração que mostra a loura, aparentemente desacordada após uma noite de bebedeira, sendo bolinada pelo modelo. “Precisamos ter tudo em mãos para analisar as imagens e tentar entender o que de fato aconteceu”, afirmou o delegado ao site de VEJA.

Na festa de sábado, primeiro dia de bebida liberada no BBB, Monique ficou nitidamente embriagada. Antes de dormir, deu um selinho em Fabiana e foi para o quarto Floresta. Sob o edredom, Daniel se atracou com a estudante e é aí que começam as suspeitas de estupro. Na edição mostrada na noite de domingo, a narrativa é de uma “ficada” consentida depois da festa. No pay per view, Monique aparece imóvel enquanto Daniel faz movimentos sob a colcha.

No dia seguinte, Monique foi chamada ao confessionário para esclarecer o que realmente aconteceu. Ela disse não ter sido violentada, mas, depois de ser indagada por Boninho, demonstrou não estar certa de suas respostas. “Me chamaram para perguntar se tínhamos feito alguma coisa. Eu sei que não fiz, mas começo a pirar. Será que eu fiz? Será que não? Estou muito mal com isso”, disse Monique para Analice.

Daniel, por sua vez, negou qualquer abuso. “Não teve momento de sacanagem nossa juntos. Nós nos beijamos no quarto e nos agarramos no edredom com a cabeça para fora”, argumentou o modelo. No vídeo, Monique aparece parada, sem reação, enquanto Daniel movimentava seu corpo embaixo da coberta.

Apesar de não ter visto as cenas, pelo entendimento do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil da secção Rio (OAB-RJ), Wadih Damous, é possível ter havido estupro. “Se ficar caracterizada privação de sentido pela bebedeira, sem que ela pudesse se defender e sem consentimento, pode ser considerado estupro”, afirma. “Se um homem se vale de momentânea imobilização de uma mulher dopada por remédio ou álcool, ainda que não tenha havido agressão, é possível caracterizar como estupro”, explica Damous.

Monique, aparentemente não lembra o que aconteceu na noite de sábado. Por via das dúvidas, já deu o recado para Daniel: “Nunca mais bebo contigo”.

Fonte: Blog BBB12/Veja

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vivian disse:

    policia vai cuidar dos bandidos de Brasilia pelo amor de deus!!!