Bovespa segue exterior e opera em forte alta

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, opera em forte alta nesta terça-feira (24), acompanhando a melhora nos mercados externos, com uma nova ronda de estímulos monetários e orçamentais oferecendo algum alívio em meio aos temores de recessão global.

Às 13h30, o Ibovespa tinha alta de 12,47%, a 71.494 pontos.

Na segunda-feira, a bolsa teve forte queda, recuando 5,22%, para 63.569 pontos. Com isso, o Ibovespa acumulou queda de 45,03% no ano.

Em um esforço global coordenado para estabilizar os mercados financeiros em uma das maiores perdas já registradas, a Alemanha lançou um pacote de estímulos de até 750 bilhões de euros, enquanto o Federal Reserve adotou medidas inéditas para aumentar o crédito em toda a economia.

Avaliação

“Fica cada vez mais claro que o mercado precisa de uma ‘luz no final do túnel’ em relação ao arrefecimento do coronavírus e seus impactos econômicos”, afirmou o estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos.

A iniciativa do Senado dos Estados Unidos de aprovar um projeto de lei de mais de US$ 1 trilhão de reação ao coronavírus continuava travada. Já o Federal Reserve adotou novas medidas agressivas para conter o impacto econômico da pandemia, que incluem a garantia de empréstimos estudantis e compras ilimitadas de títulos da dívida.

Entre as medidas mais recentes anunciadas no Brasil, o Banco Central reduziu a alíquota do compulsório sobre recursos a prazo para 17%, prevendo uma liberação de 68 bilhões de reais na economia a partir do dia 30 de março.

O Conselho Monetário Nacional (CMN), por sua vez, aprovou medida que autoriza instituições financeiras a captarem por meio de depósitos a prazo com garantia especial do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

O governo do presidente Jair Bolsonaro editou no domingo medida provisória que permite aos empregadores suspenderem os contratos de trabalho de seus funcionários por quatro meses sem pagamento de salário. E o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou um pacote de medidas totalizando 55 bilhões de reais, com foco na preservação de empregos.

“Dado o efeito amplamente desconhecido que o coronavírus terá na economia brasileira e o espaço limitado para a política fiscal no Brasil, vemos espaço para mais fraqueza dos lucros (LPS)”, afirmou o Goldman Sachs em relatório enviado a clientes nesta segunda-feira.

Ao mesmo tempo, mais empresas anunciaram suspensão de determinadas atividades, entre elas Klabin, Magazine Luiza, brMalls e Arezzo.

G1

 

Prefeitura de Parnamirim segue convocando aprovados em concursos públicos

A Prefeitura de Parnamirim publicou nesta quarta-feira (11) mais duas convocações em concursos públicos. Ambos os certames realizados em 2015 e 2019 tiveram convocações publicadas no Diário Oficial do Município.

A seleção de 2015, das áreas da educação e administração, teve 6 convocados para o cargo de professor de Educação Física. Os candidatos devem comparecer à Prefeitura de Parnamirim, na Coordenadoria de Gestão de Pessoas da Secretaria Municipal de Administração e dos Recursos Humanos até o dia 17 de março, no horário das 14h30 às 17h.

Já para o certame de 2019, da área da saúde, uma candidata foi convocada para o cargo de Cuidador Social. Ela também deve se apresentar à Secretaria Municipal de Administração e dos Recursos Humanos, em dia diferente, nesta quinta-feira (12), das 8h às 13h, com a documentação especificada no Diário Oficial.

O local de apresentação de todos é o setor de Recursos Humanos, Sala 106, da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos – SEARH, situada na Rua Altino Vicente de Paiva, nº 210, Edifício Cartier em Monte Castelo.

 

Economia brasileira segue em processo de recuperação gradual, conclui Banco Central

Foto: © Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A economia brasileira continua a mostrar sinais de recuperação gradual. Essa é a conclusão do Banco Central (BC), que divulgou nesta terça-feira (18) o Boletim Regional – publicação trimestral cujo objetivo é trazer uma visão das regiões do país a partir de dados e indicadores econômicos.

“Regionalmente, observa-se ritmo mais sustentado de crescimento da economia em todas as regiões do país, refletido na maior disseminação das taxas de expansão das diversas atividades econômicas e do mercado de trabalho”, diz o boletim.

Norte

O boletim destaca que “a evolução recente da economia do Norte foi beneficiada, no trimestre encerrado em novembro, pelo aumento das vendas no varejo, pela continuidade da recuperação no setor de serviços e pela produção agrícola recorde”. “Esses fatores mitigaram os efeitos da retração da produção industrial, resultado da combinação de queda na atividade extrativa (com participação relevante na região) e aumento na transformação, destacando impressão e reprodução de gravações, no Amazonas, e metalurgia no Pará”.

Nordeste

A atividade econômica no Nordeste segue em menor ritmo de expansão na comparação com as demais regiões. “Esse desempenho ocorre em cenário de recuperação gradual do mercado de trabalho, com geração de postos formais, em especial, no setor de serviços e na construção civil. Adicionalmente, houve recuperação da indústria na margem, após quatro trimestres de retração, com destaque para a fabricação de derivados de petróleo e vestuário e acessórios”, diz o BC.

Centro-Oeste

No Centro-Oeste, “a atividade econômica arrefeceu no trimestre encerrado em novembro, após crescimento no trimestre anterior quando foi impulsionada pela colheita recorde da safra de inverno e seus desdobramentos nas atividades relacionadas à cadeia produtiva do agronegócio”. “Houve menor dinamismo da atividade [econômica] nos segmentos de agricultura, transporte e setor público, cujos impactos foram parcialmente neutralizados pelo desempenho favorável da indústria de transformação, construção civil e comércio. As perspectivas seguem positivas para a região, com aumento esperado na safra de soja e nas exportações de carne”.

Sudeste

Segundo o BC, dados econômicos da região Sudeste indicaram aceleração da atividade recentemente. “A economia da região foi estimulada pela retomada consistente da produção industrial e do setor de serviços, enquanto os mercados de trabalho e de crédito continuaram em expansão gradual. No setor de serviços, observou-se retomada mais vigorosa no trimestre encerrado em novembro, acompanhando o ambiente de maior confiança e movimento de gradual e persistente de recuperação do consumo das famílias”.

Sul

No Sul, o Boletim Regional também destaca o processo de recuperação da economia. “A atividade econômica no Sul manteve processo de recuperação gradual ao final de 2019, refletindo, em parte, resultados positivos no setor de comércio e serviços cujos efeitos se sobrepuseram aos da diminuição na produção fabril e da apropriação de colheita menos favorável nas lavouras de inverno. O mercado de trabalho formal segue em trajetória de expansão, com melhora na geração de postos em todos os setores. A economia da região deve permanecer estimulada, influenciada pela continuidade de expansão do crédito e pela perspectiva de safra agrícola favorável”.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos disse:

    Alguns comentários são de cargos comissionados ligados a políticos ou de pessoas que precisam urgente de psiquiatras!
    A Economia tá um fracasso! Basta ir no supermercado ou a um posto de gasolina!

  2. Chico disse:

    Siará-Vagalzão, e sua obsessão pela esquerda. Boquinha, pelo que nos consta, é a que tu tens.

    • Ceará-Mundão disse:

      Apenas mais um típico esquerdopata atacando a reputação alheia. Quanto ao mérito do comentário, NADA. Agem sempre assim.

    • Everton disse:

      E é mentira?

  3. Andreilson disse:

    Crescimento menor q no governo Temer!!! Kkkkkkkkkk

  4. Ceará-Mundão disse:

    Brasil está passando por um período de recuperação econômica, melhora nos índices de segurança pública, abertura de mercados para o agronegócio, e estão sendo executadas importantes obras de infraestrutura no país, algumas há muito esperadas. Mas, os esquerdopata sempre torcem contra o nosso Brasil e se sentem extremamente desconfortáveis com o sucesso do atual governo e, consequentemente, do nosso país. Sabem que esse sucesso acabará por extrrminá-los politicamente. Para quem nunca se conforma com a perda de incontáveis "boquinhas", isso é péssimo. Chego até a compreender seu desespero. Rsrsrs.

  5. gusthenrique disse:

    Os vermes, aqueles que vivem da ruína, da morte e da miséria, rangem de raiva os dentes. Os vermes, que anseiam pela destruição e pela confusão, torcem para o fracasso. Os vermes, que invejam a abundância, que não toleram o sucesso na vida e que não promovem a própria existência, sabotam a prosperidade.
    Os vermes desejam que tudo dê errado. Mas esquecem os vermes que a destruição do corpo de que eles parasitam representa seu próprio ocaso. Vejam o exemplo da Venezuela, da Argentina, de Cuba, da Coreia do Norte e tantos lugares arruinados pela revolução dos vermes.
    Mas o Brasil há de ser vitorioso e os vermes serão expurgados de uma vez por todas.

  6. Alcides disse:

    Tá crescendo igual a rabo de cavalo, só se for.
    O BACEN tá pintando flores onde só cactus.
    Estamos numa recessão braba.
    Dólar alto, combustível e gás de cozinha caros.
    Cesta básica com reajuste de 20% do ano passado para cá. A carne, nem se fala.
    É verdade que os juros de financiamento baixou. Mas, a maioria já tá cheia de dívidas e foge de qq financiamentos. E os jovens que casam hoje não querem mais comprar imóveis, preferem alugar e morar quiser.
    E construção civil em Natal tá parada há uns 3 anos. Quase não vemos construções novas na cidade.
    Enfim, o negócio hoje é sobrevier.

    • Ceará-Mundão disse:

      "Cumpanhero", quando se fala que o Brasil está progredindo, É bom lembrar que isso não se aplica ao RN, INFELIZMENTE. Um povo que, depois de TUDO o que vimos o PT fazer no país, tem o desplante de eleger essa governadora que aí está, que se notabilizou por participar de episódios grotescos (lembram dela almoçando de "quentinha" na mesa da Câmara Federa?), pela defesa intransigente do bandido de 9 dedos (dentre outros do mesmo naipe) e incapaz até mesmo de elaborar um mínimo plano de governo (copiou o do Piauí, lembram?), não pode reclamar do insucesso do estado. Triste Rio Grande sem norte e sem sorte. Enquanto o Brasil segue melhorando.

    • Andreilson disse:

      E o crescimento menor q no governo Temer!!!

  7. Rigoberto Fruta disse:

    Pra frente Brasil

Jorge Jesus chega a Portugal e confirma que segue no Flamengo: “Tenho contrato e vou cumprir”

Foto: Reprodução / A Bola

Jorge Jesus desembarcou em Portugal nesta terça-feira, com a promessa de que retornará ao Rio de Janeiro. Na chegada, em entrevista à imprensa lusitana, o treinador do Flamengo confirmou que cumprirá seu contrato. O vínculo com o Rubro-Negro vai até maio.

– Vou ficar. Tenho contrato e vou cumprir. Regresso ao Brasil no dia 24 (janeiro)

Indagado se algum clube já manifestou interesse em contratá-lo, Jesus brincou.

– Sim, o Flamengo.

O treinador, no entanto, voltou a deixar as portas abertas para clubes europeus e reforçou seu desejo de conquistar a Champions League.

– Já falei que há cinco ou seis equipes na Europa que podem me dar a possibilidade de ganhar a Champions. Vocês sabem quem são (os clubes) melhor do que eu.

Por fim, Jorge Jesus comentou sobre as recentes chegadas de treinadores portugueses ao Brasil. O Avaí contratou Augusto Inácio, e o Santos acertou com Josualdo Ferreira.

– Em pouco tempo, chegaram mais dois treinadores portugueses no Brasil. Agora vamos tentar mostrar que nós treinadores portugueses somos os melhores do mundo.

Globo Esporte

Bolsonaro apresenta distensão abdominal e passa a receber alimentação por sonda; veja boletim médico

FOTO: RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

Após três dias de melhora contínua no estado de saúde, o presidente Jair Bolsonaro apresentou durante a madrugada desta quarta-feira um quadro de lentificação intestinal e distensão abdominal, o que levou seus médicos a decidirem pela suspensão da alimentação oral e a introdução da nutrição endovenosa (alimentação por meio de sonda)no tratamento, segundo boletim médico divulgado na manhã de hoje.

Em razão dos problemas intestinais, os médicos decidiram submeter o presidente à passagem de uma sonda nasogástrica (tubo que vai de seu nariz até seu estômago para nutrição ou drenagem). Seus exames, contudo, continuam estáveis. Segundo o boletim, o presidente permanece sem dor, afebril e sem disfunções orgânicas.

A introdução da nutrição endovenosa é uma diferença em relação às evolução do presidente nos últimos dias. Até esta terça-feira, o presidente estava se alimentando com uma dieta líquida, à base de água, chá, gelatina e caldo ralo. A expectativa é de que nos próximos dias o presidente começasse a comer alimentos pastosos.

De acordo com o boletim, a reintrodução da alimentação por via oral será avaliada diariamente e “ocorrerá no momento oportuno”. O presidente entregou o cargo interinamente até quinta-feira ao vice-presidente Hamilton Mourão. Nesta terça-feira, o porta-voz afirmou que Bolsonaro deveria voltar a exercer o cargo a partir de quinta-feira mesmo do hospital. Com a mudança no quadro clínico do presidente, no entanto, não há confirmação de que isso ocorrerá de fato já que, por ordens médicas, Bolsonaro segue com visitas restritas

.Leia o boletim médico divulgado nesta quarta-feira:

“O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, encontra-se no terceiro dia de pós-operatório, permanece sem dor, afebril e sem disfunções orgânicas. Evoluiu há 12 horas com lentificação dos movimentos intestinais e distensão abdominal, sendo submetido a passagem de sonda nasogástrica e introdução de nutrição parenteral (endovenosa). Os exames laboratoriais encontram-se estáveis. A reintrodução da alimentação por via oral será avaliada diariamente e ocorrerá no momento oportuno. Segue com medidas de prevenção de trombose venosa profunda e realizando fisioterapia motora. Por ordem médica, o paciente segue com visitas restritas.”

O Globo e O Antagonista

GNV segue competitivo no RN

O Gás Natural Veicular (GNV) segue como a melhor escolha quando o quesito é economia no Rio Grande do Norte. Na última pesquisa de preços divulgada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o uso do combustível representa uma economia de até 42% em relação à gasolina. Quando o comparativo é com o etanol, o número sobe para 49%.

Isso é possível porque além de mais barato, a autonomia do GNV é maior do que a dos demais combustíveis e acaba percorrendo mais quilômetros com um metro cúbico de gás. Dessa forma, o custo do quilômetro rodado fica em R$ 0,2724, enquanto que o da gasolina é R$ 0,4677 e o do etanol R$ 0,5349.

“Acaba sendo uma excelente escolha para aqueles que precisam economizar. E não somente para taxistas e motoristas de aplicativos, mas para as famílias que não abrem mão da economia nos gastos mensais em meio à crise que ainda estamos enfrentando”, afirma Franciney Souza, gerente comercial da Companhia Potiguar de Gás.

Além da economia, o GNV engloba uma série de vantagens como colaborar com a preservação do meio ambiente, pois é o que menos emite poluentes entre os combustíveis fósseis. Ainda contribui para o aumento da vida útil do motor do carro e o intervalo da troca de óleo, já que não provoca depósitos de carbono em suas partes internas. O escapamento também ganha sobrevida porque a queima do combustível não gera a formação de compostos de enxofre.

A segurança é redobrada com o abastecimento do veículo sendo feito sem que o produto entre em contato com o ar, evitando a possibilidade de combustão. O motorista conta ainda com a versatilidade já que o kit de conversão torna o veículo bicombustível.

Acesse: www.potigas.com.br ou ligue 3204-8500

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo disse:

    Potigás é um dos fornecimentos mais caros do Brasil.
    Nos nossos vizinhos, Paraíba e Ceará, o GNV acaba sendo até 30 centavos mais barato.
    Faz 3 anos que converti para GNV e me arrependi.

Gripe já matou 99 pessoas no Brasil, sendo quatro no RN; vacinação segue até 31 de maio

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Até 27 de abril, pelo menos 535 pessoas foram hospitalizadas este ano no Brasil por síndrome respiratória aguda grave causada por influenza e 99 morreram em decorrência do quadro.

De acordo com o Ministério da Saúde, do total de óbitos, 90% ocorreram em pessoas que já apresentavam fatores de risco para a gripe, como idosos, pacientes com doença crônica, crianças, gestantes, indígenas e puérperas.

O novo boletim epidemiológico revela que o vírus H1N1 é predominante no país, até o momento, e responsável pela maior parte das mortes por influenza – sozinho, ele responde por 254 casos e 89 óbitos. Foram identificados ainda 54 casos de influenza A (H3N2); 38 de influenza A não subtipado; e 62 casos de influenza B. Outros 127 casos, segundo a pasta, ainda não tiveram o subtipo identificado.

Ainda de acordo com o levantamento, nos primeiros meses de 2019, a circulação de vírus do tipo influenza se deu com maior intensidade e de forma localizada no Amazonas, que registrou 139 casos e 35 óbitos. O estado de São Paulo também se destaca, com 107 casos e 7 óbitos.

Outros estados registraram mortes são: Paraná (11); Pará (7); Espírito Santo (6); Tocantins (5); Rio Grande do Norte (4); Ceará (3); Rondônia (3); Acre (2); Alagoas (2); Sergipe (2); Rio de Janeiro (2); Santa Catarina (2); Mato Grosso do Sul (2); Amapá (1); Bahia (1); Minas Gerais (1); Rio Grande do Sul (1); Mato Grosso do Sul (1), além do Distrito Federal (1).

Campanha

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começou no dia 10 de abril e segue até 31 de maio em todo o país. Devem receber a dose trabalhadores da saúde; indígenas; idosos; professores; pessoas com doenças crônicas e outras categorias de risco clínico; população privada de liberdade, incluindo jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional; e profissionais das forças de segurança e salvamento.

O último balanço da vacinação mostra que, até a última terça-feira (7), 45,3% da população prioritária havia sido imunizada. Entre os grupos, as puérperas registraram maior cobertura vacinal (64,3%), seguido por idosos (52,5%), gestantes (51,2%), crianças (48%) e indígenas (45,1%).

Os grupos que menos se vacinaram foram profissionais das forças de segurança e salvamento (10,9%), população privada de liberdade (11,9%), pessoas com comorbidades (34,3%), funcionários do sistema prisional (35,8%), trabalhadores de saúde (40,3%) e professores (41,2%).

Agência Brasil

 

Concurso da UFRN para preenchimento de vagas em cargos técnico-administrativo segue com inscrições abertas

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com inscrições abertas para o concurso público de provas para provimento de cargo técnico-administrativo em educação. O prazo vai até o dia 13 de maio de 2019.

O procedimento pode ser feito através do site do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve): www.comperve.ufrn.br. As provas estão previstas para serem aplicadas em 30 de junho, o valor da taxa de inscrição do concurso varia de R$ 60 a R$ 80, conforme o cargo.

O edital 012/2019 traz informações sobre os cargos de Psicólogo Clínico, Nutricionista, Administrador, Tecnólogo em Eventos e Produção Cultural, Engenharia de Produção, Assistente em Administração, Desenhista Técnico/Webdesigner, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Enfermagem, Técnico em Agropecuária, Técnico em Eletrotécnica e Técnico de Laboratório/Química.

Com informações da UFRN

Concurso da UFRN para preenchimento de vagas em cargos técnico-administrativo segue com inscrições abertas

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com inscrições abertas para o concurso público de provas para provimento de cargo técnico-administrativo em educação. O prazo vai até o dia 13 de maio de 2019.

O procedimento pode ser feito através do site do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve): www.comperve.ufrn.br. As provas estão previstas para serem aplicadas em 30 de junho, o valor da taxa de inscrição do concurso varia de R$ 60 a R$ 80, conforme o cargo.

O edital 012/2019 traz informações sobre os cargos de Psicólogo Clínico, Nutricionista, Administrador, Tecnólogo em Eventos e Produção Cultural, Engenharia de Produção, Assistente em Administração, Desenhista Técnico/Webdesigner, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Enfermagem, Técnico em Agropecuária, Técnico em Eletrotécnica e Técnico de Laboratório/Química.

Com informações da UFRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sandro disse:

    Estudar o que? Isso é para quem nao tem o q fazer! Vou seguir meu mestre astrologo e autodidata e nao me formar em nada, vou ser empreendedor e se algo der errado faço uma vaquinha na internet para pagar as contas. O pt está em todo lugar até dentro da minha cabeça me perseguindo, só arminha pra me salvar.

    • Humilde Iconoclasta disse:

      Deixa adivinhar, além de petista é terraplanista e jura de pés juntos que o homem nunca pisou na Lua? Faltou alguma coisa?

  2. Isabel Cristina Martins Do Nascimento disse:

    Gostaria e muito poder fazer esse curso pois gosto de de aprender bastante coisas