Bolsonaro troca chefe do Estado-Maior e comandos do Sul, Sudeste e Oeste

Em decreto publicado hoje no Diário Oficial da União, Jair Bolsonaro trocou o chefe do Estado-Maior do Exército, os chefes dos Comandos Militares do Sul, do Sudeste e do Oeste e outros generais em postos importantes das Forças Armadas.

Trata-se de mudança que tradicionalmente ocorre em março. A dança das cadeiras ocorre sempre que generais do Alto Comando atingem seu tempo no posto e vão para a reserva.

A principal troca é a do chefe do Estado-Maior do Exército. O cargo estava vago desde a ida de Braga Netto para a Casa Civil. No lugar dele fica o general Marcos Antonio Amaro dos Santos.

No comando militar do Sul, o comandante general Geraldo Miotto foi para a reserva. Passa a ocupar a cadeira o general Valério Stumpf Trindade.

No comando militar do Sudeste, sai do comando o general Marcos Antonio Amaro dos Santos e entra o general Eduardo Fernandes.

O novo comandante militar do Oeste passa a ser o general Fernando José Soares e Silva. Sai o general Lourival Carvalho Silva, que se torna secretário de Economia e Finanças.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aluizio disse:

    Bg, estou aqui pensando com os meus botões ,já pensou nessa pandemia, fosse Lula presidente, Dilma casa civil, paloce ou Mantega na economia, Jean Willian na cultura, filho de Ze Dirceu na saúde, genuíno na agricultura , e mais uma dúzia no segundo escalão , diga ai, o q seria de nós ?

Governo diz que 13 corpos foram encontrados após naufrágio no Sul do Amapá

Foto: Aparecido Gonçalves/G1

Subiu para 13 o número de mortos no naufrágio de um navio no Sul do Amapá, informou o governo do Estado na noite de domingo (1°). Outras 46 pessoas foram resgatadas. As buscas foram retomadas na manhã desta segunda-feira (2) – a embarcação tinha de 60 a 70 pessoas.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros havia informado que 16 pessoas estavam desaparecidas. Mas, no domingo, o comandante da corporação, coronel Janary Picanço, disse que não há um número oficial, pois a embarcação não tem uma lista de passageiros para orientar as buscas.

Dez corpos estão no município de Gurupá (PA) e aguardam o traslado para Macapá, onde passarão pelo processo de identificação, o que deve acontecer nesta segunda-feira. Entre as vítimas, duas já foram identificadas: Sudelma Araújo e Marlene Souza Alves.

“A gente está buscando agilizar a remoção dos corpos que foram encontrados para que a gente possa fazer necropsia, identificação e entrega desses corpos às famílias”, disse Picanço.

O naufrágio do Anna Karoline 3 ocorreu na madrugada de sábado (29), próximo à Ilha de Aruãs e à Reserva Extrativista Rio Cajari, no Rio Jari (veja no mapa abaixo). A região fica a 130 km de Macapá, em um local de difícil acesso e comunicação – o chamado de socorro foi feito às 5h, e o helicóptero de resgate do governo do estado só chegou ao local por volta das 14h.

Estão no local 18 mergulhadores de resgate dos Bombeiros do Amapá e Pará, além de duas embarcações da Marinha do Brasil. A partir desta segunda, um helicóptero de grande porte vai auxiliar no translado. Além disso, 11 militares da Marinha vão auxiliar no trabalho.

Vanderleia Mendes Monteiro, de 45 anos, sobreviveu junto com o marido e o filho. Segundo ela, tudo aconteceu em poucos segundos após uma embarcação tentar ancorar ao lado do navio. Para escapar, a família saiu pela janela e escalou a lateral do barco, o que ela definiu como uma cena de filme.

As causas do acidente ainda não foram divulgadas. O comandante da embarcação disse à Marinha que um vento forte atingiu o veículo e derrubou passageiros na água. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso.

A empresa dona do navio, Erlonave, informou que a embarcação estava alugada para um terceiro, que não sabe as causas do acidente, e que se solidariza com os sobreviventes e os familiares das vítimas.

O Anna Karoline 3 saiu por volta das 18h de sexta-feira (28) de Santana, no Amapá, em direção a Santarém, no Pará. A viagem entre as duas cidades dura em média 36 horas. A previsão de chegada em Santarém era às 6h de domingo (1º).

G1

APAGÃO: Falha deixa partes do Sul, Sudeste e Centro-Oeste sem energia elétrica

Uma falha no sistema elétrico interrompeu parte da transmissão de energia em cidades das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país nesta terça-feira (4). De acordo com informações do ONS (Operador Nacional do Sistema), a falha ocorreu devido a uma “perturbação” no sistema elétrico nacional.

Ao menos 1 milhão de unidades consumidoras ficaram sem energia. A Eletropaulo, em São Paulo, a Light, no Rio de Janeiro, a Copel, no Paraná, e a Celesc, em Santa Catarina, são algumas das distribuidoras que interromperam o fornecimento de energia elétrica.

O processo de recompor o fornecimento de energia já foi iniciado. De acordo com o ONS, a falha ocorreu por volta das 14h na ligação entre Colinas (TO) e Serra da Mesa (GO), mas a falha não causou interrupção de energia na região Norte do país –o Nordeste também não foi afetado. Ainda segundo o ONS, o processo de normalização foi inciado às 14h41 e ainda não há previsão de quando o problema será totalmente resolvido.

São Paulo

A companhia Eletropaulo informou que detectou a falha às 14h03 e que o fornecimento de energia foi interrompido nos municípios Cotia, Vargem Grande Paulista, Embu e Diadema, bem como nos bairros Capão Redondo, Pedreira, Cidade Ademar, Mooca, São Mateus, Vila Prudente, Itaquera, Vila Mariana, Guaianases e Vila Matilde da capital paulista.

A Eletropaulo informou, ainda, que o problema foi solucionado antes das 15h.

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), a cidade de São Paulo tinha, por volta das 16h40, 47 semáforos com problemas –a empresa não soube dizer se todas as ocorrências são causadas pela falha no sistema nacional. Ainda segundo a companhia, funcionários já atuam nos principais cruzamentos.

Rio de Janeiro

A Light, companhia responsável pelo fornecimento de energia no Rio, informou que cerca de 600 mil clientes estão sem luz desde as 14h desta terça-feira nas zonas norte e oeste da capital e na Baixada Fluminense.

Segundo a companhia, estão sem energia as seguinte localidades: Bangu, Campo Grande, Guaratiba e Jacarepaguá, na zona oeste; Grande Méier, Pavuna, Inhaúma, Irajá, Penha, Cascadura e Madureira, na zona norte; Mesquita, Belford Roxo, Queimados e Nova Iguaçu, na Baixada.

Paraná

A Copel (Companhia Paranaense de Energia) informou que a falha provocou a interrupção do fornecimento de energia em ao menos 548 mil unidades consumidoras, mas que a luz já foi restabelecida para todos os consumidores.

Mato Grosso

A Cemat informou que um levantamento preliminar aponta que houve interrupção do fornecimento de energia na capital Cuiabá e nos municípios de Alta Floresta e Nova Monte Verde. De acordo com a companhia, a luz já foi restabelecida na maioria das localidades.

Mato Grosso do Sul

A Enersul, que serve 74 dos 79 municípios do Mato Grosso do Sul, informou que o problema afetou 14% da sua área de concessão. A falha teve início por volta das 13h e foi completamente sanada às 14h57. Sete municípios foram prejudicados: Campo Grande, Miranda, Bonito, Bodoquena, Dois Irmãos do Buriti, Aquidauana e Anastácio.

De acordo com a companhia, na capital Campo Grande a interrupção do fornecimento de energia atingiu 4% do município.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano disse:

    Nenhum apagão do PT quiçá chega aos pés do mega apagão do governo do tucanalhas que ainda possuem uns fãs perdidos por esse país, como os daqui de baixo.

  2. Sergio Nogueira disse:

    Esperemos as desculpas dos Petralhas para esse novo evento. Lembrando que já gastaram a de ocorrência de raio, queda de urubu no transformador e fio descascado.

    • Eduardo disse:

      Esses PTralhas destruindo a economia Brasileira e falindo a Petrobrás.

    • Rafael Vale disse:

      Bom mesmo era no tempo do PSDB, onde o governo de FHC impôs aos brasileiros e indústria o racionamento de energia e ainda tivemos que pagar taxas extras.

    • Algum disse:

      É Interessante como partidos falidos de oposição tentam sem nenhuma sorte tomar o poder do PT, fazendo comentários de criticas ao governo excelente do PT que vem fazendo no país, que pode ter as suas falhas, mas é absurdamente melhor que os partidos do PSDB, será que eles não veem que a administração do PT foi bem melhor que a deles, acho que eles não cairam na real, mas o povo não quer mais estes partidos no brasil, o povo quer o PT;

População Nordestina morre mais que o dobro de infarto do que a população do Sul e Sudeste

Veja

Menos da metade dos pacientes que dão entrada em centros médicos devido a problemas cardiovasculares recebe prescrição para todos os medicamentos recomendados – o que poderia evitar um novo infarto. O dado alarmante foi revelado pelo primeiro registro cardiovascular já feito no Brasil. De autoria da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), o levantamento mapeou tratamentos, atendimentos e o cumprimento de diretrizes em centros médicos no Brasil.

Divulgada no 66º Congresso Brasileiro de Cardiologia, em Porto Alegre, que termina nesta segunda-feira, a pesquisa aponta ainda uma discrepância significativa entre as regiões do país. Norte, Nordeste e Centro-Oeste registraram 7,8% de mortes no total de atendimento a pacientes com problemas no coração, enquanto Sul e Sudeste, 3,2%. De acordo com Jorge Ilha Guimarães, presidente da SBC, o levantamento mostra que as diretrizes estabelecidas pela sociedade não são seguidas. “Em alguns casos, isso acontece porque a estrutura não permite que o médico cumpra as diretrizes; em outros, porque ele não as conhece ou não foi treinado para segui-las”, diz.

As diretrizes – procedimentos que servem de modelo para o atendimento – são o norte da prática de um cardiologista. Desvios no cumprimento das normas podem significar mau atendimento ou mesmo a morte de pacientes. Segundo o levantamento, isso acontece pela falta de investimento financeiro e humano em saúde. Enquanto algumas regiões detêm não só os maiores investimentos, mas também os profissionais mais qualificados, outras precisam lidar com a precariedade da saúde pública local.

(mais…)

Ed Motta recuou. Tudo não passou de uma brincadeira

VEJA: O cantor Ed Motta voltou a usar as mídias sociais para fazer comentários sobre o Brasil. Desta vez, para culpar a imprensa pela divulgação das frases discriminatórias da última semana, quando disse em seu perfil no Facebook que os moradores do sul – local conhecido pela presença europeia – eram bonitos, e a gente do resto do país era “feia”.

“Os tais comentários infelizes que fiz foram absolutamente todos em tom de brincadeira. Mas é mais fácil acreditar no jornal que precisa vender a todo custo. Todos brincam em bares, nas suas casas etc. Eu estava no meu perfil de Facebook que julgava ser algo pessoal”, escreveu o cantor em seu microblog.

Motta comentou ainda o fato de ser negro – portanto, diferente do esterótipo dos moradores do sul – e de ter criticado nomes da MPB, como Caetano Veloso. Mais uma vez, seria tudo brincadeira. “E, nossa, eu não sou nem de perto um exemplo padrão de beleza. Foi brincadeira e não estou recuando, com medinho, nada. Quando afirmei que detestava Oasis eu assumo e banco até o fim minha opinião. Essa patrulha ideológia em pleno 2011 é realmente um atraso.”

Do Blog: Está bom Ed Motta. Agora responde, Paula Toller é feia? Seu brucutu…

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ed mota é mais um daqueles cantores metidos a besta, que não teem identidade vocal e só conseguem cantar fazendo filuras para encobrir suas deficiências de afinação e outras incapacidades da voz cantada.Esse tipo de cantor só sabe cantar vomitando algumas técnicas desenvolvidas em alguma fábrica de voz artificial.ed mota, você nem é cantor de jazz e nem tem a expressão vocal de um Luís Gonzaga,Estude música brasileira que você pode chegar lar.