Oito dos 32 ministérios de Dilma estão sem titulares permanentes

esplanada dos ministérios
Em meio ao andamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso e diante de uma crise de governabilidade, 8 dos 32 ministérios do governo estão atualmente sem seus titulares.

Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia), Marcelo Castro (Saúde) e Mauro Lopes (Aviação Civil) deixaram seus cargos na semana passada e retomaram os mandatos de deputado para votar na sessão do impeachment. Com exceção de Mauro Lopes, todos votaram contra o afastamento de Dilma.

Por enquanto, a única expectativa de volta é do ministro Patrus Ananias, o que, entretanto, depende da vontade da presidente.

Enquanto isso, nos corredores da Câmara, Pansera e Castro têm dito que não houve um acordo com a presidente de que eles retomariam os cargos na Esplanada após a votação na Câmara. Mauro Lopes, por sua vez, já entregou sua carta de demissão e não voltará.

Já nos casos de Gilberto Occhi (Integração Nacional), Gilberto Kassab (Cidades) e Henrique Alves (Turismo), os ministros de PP, PSD e PMDB, respectivamente, decidiram entregar seus cargos após as bancadas dessas legendas na Câmara se posicionarem favoráveis ao impeachment de Dilma. Nesses três casos, as pastas têm sido administradas de forma interina.

Lula

Outro ministério sem titular permanente é a Casa Civil. Nomeado para o posto no mês passado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve sua posse suspensa pelo ministro do Supremo Tribunal FederalGilmar Mendes, que atendeu a um pedido do PSDB – o partido alega que Lula, investigado na Lava Jato na primeira instância, tentou obstruir a Justiça ao ser nomeado, a fim de obter o foro privilegiado e ser investigado pelo STF.

Até que o plenário do Supremo decida se Lula pode ou não assumir o ministério, está à frente da pasta a ministra-substituta Eva Maria Chiavon, que exercia o cargo de secretária-executiva da pasta na gestão de Jaques Wagner, atual chefe de gabinete da presidente Dilma.

Fonte: G1

Kércio Pinto terá reuniões constantes com diretores de presídios: "Para administrar é necessário contato permanente"

O secretário de Justiça, Kércio Pinto, reuniu-se, na manhão desta terça-feira (31), com diretores do Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte. A reunião organizada pela Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape), ocorreu no auditório da Secretaria Estadual de Administração.

Dentre as metas, o secretário destacou a construção de novas unidades prisionais, como também a implantação de programas de informática para o controle de presos e processos, compra de carros, investimento em armamento e fardamento para os agentes penitenciários. “Estamos trabalhando para melhorar a qualidade dos serviços prestados tanto para os servidores quanto para os presos e seus familiares”, declarou Kércio Pinto.

“É uma reunião que vai acontecer de forma constante com orientações sobre a nossa gestão. Para administrar é necessário um contato permanente com os diretores. Essas reuniões vão possibilitar que nossa administração seja mais próxima nos municípios onde temos penitenciárias”, informou o secretário.

Os diretores tiveram a oportunidade de expor as dificuldades enfrentadas e de compartilhar medidas que estão funcionando no sistema prisional do Estado. O secretário finalizou o encontro reforçando o apoio a todos os agentes penitenciários e diretores das Unidades.

O encontro contou com a presença dos diretores dos Centros de Detenção Provisória (CDPs), Cadeias Públicas, Unidade Psiquiátrica e Penitenciárias de todo o Estado. Também participaram da reunião o coordenador da Coape, Ailson Medeiros; o ouvidor da Sejuc, Irapoã Nóbrega; e os diretores do Grupo de Escolta Penal (GEP) e do Grupo de Operações Especiais (GOE).

Reunião fecha nomes de secretário e de adjunto da Sejuc

Em uma reunião realizada agora há pouco com a governadora, ficou acertado o nome dos novos comandantes da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), pasta que estava sem titulares desde a saída de Fábio Hollanda.

O delegado federal Kécio Pinto, será o novo titular da pasta. Ele foi uma indicação pessoal do também delegado federal Aldair da Rocha, secretário de Segurança (Sesed), que estava respondendo interinamente pela Sejuc. Um nome bastante técnico, já que a Sejuc trabalha quase que em parceria com a Sesed.

Além dele, também ficou acertado o nome do adjunto que será Júlio César Queiroz, que chegou a ser cotado para disputar a prefeitura de Jucurutu, mas foi preterido. Júlio é sobrinho do deputado estadual Nélter Queiroz e um bom articulador.

Os novos dos novos titular e adjunto da Secretaria de Justiça e Cidadania deve ser publicado nos próximos dias no Diário Oficial do Estado (DOE).

Arquiteta será nova titular da Semopi

A arquiteta, Teresa Cristina Vieira Pires, é a nova titular da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutrua (Semopi). Servidora da Prefeitura Municipal do Natal há 35 anos, ela ocupava o cargo de Diretora do Departamento de Planejamento de Obras da Copa na pasta. Ela substituirá o cargo do engenheiro Sérgio Pinheiro, que pediu exoneração no último mês de abril. Desde então, o secretario Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sempla), Antônio Luna, acumulava a função como interino da Semopi.

“Pretendo dar continuidade e intensificar os trabalhos já em andamento da Semopi, assim como também retomar outros projetos como as obras de drenagem da comunidade do Passo da Pátria, assim como os serviços de drenagem e pavimentação dos bairros de Nossa Senhora da Apresentação e do Planalto”, disse a nova titular da Semopi.

Durante sua gestão, Teresa Cristina também buscará atuar de forma articulada e compartilhada com outras secretarias do Executivo Municipal, dando apoio ao desenvolvimento de projetos e orçamentos de obras públicas.

Currículo

A nova titular da Semopi, Teresa Cristina Vieira Pires, é arquiteta urbanista, formada há 30 anos pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com especialização em Políticas Públicas para Promoção de Acessibilidade, pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM). É ainda mestre em Arquitetura e Urbanismo pela UFRN.

Na Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutrua, onde já atua há 35 anos, desde quando entrou no serviço público municipal. Ela trabalhou como gerente de planejamento e participou do desenvolvimento dos projetos de urbanização do Passo da Pátria e de acessibilidade do Centro de Natal, este último que foi pioneiro no Brasil.

Atualmente, Teresa Cristina acompanhava os projetos voltados com vistas a Copa do Mundo de Futebol de 2014, dentre os quais os de mobilidade urbana, assim como também integrava a Comissão Permanente de Acompanhamento das Obras da Copa.