Bolsonaro dá posse a Rogério Marinho como ministro do Desenvolvimento Regional


O presidente Jair Bolsonaro empossou na tarde desta terça-feira (11), em cerimônia no Palácio do Planalto, o ex-deputado federal Rogério Marinho como ministro do Desenvolvimento Regional.

Ex-secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Marinho assumiu o ministério do Desenvolvimento Regional na vaga de Gustavo Canuto, deslocado para um cargo de segundo escalão.

Participaram da cerimônia os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Em seu discurso de despedida, Canuto agradeceu a confiança que recebeu de Bolsonaro e o trabalho dos servidores do ministério. Ele ainda desejou “boa sorte” a Marinho em uma “empreitada” que não será “fácil”.

Marinho foi nomeado para comandar a pasta na semana passada (veja no vídeo abaixo), quando Bolsonaro fez a primeira mudança em sua equipe ministerial em 2020, a quinta desde o início do mandato, em janeiro de 2019.

Ao iniciar o discurso na cerimônia desta terça, Bolsonaro fez um aceno a Maia, Alcolumbre e Toffoli. Agradeceu pela convivência em 2019 e disse relação deles “será muito melhor” em 2020.

“Nós quatro não podemos tudo, mas quase tudo passa pelas nossas mãos. Nossa união, nosso sentimento cada vez melhor para o Brasil realmente fara com que todos façam a diferença”, afirmou.

Bolsonaro também elogiou Marinho, junto com Maia, Alcolumbre e Guedes, pela aprovação da reforma da Previdência. “A nossa economia realmente começou a recuperar a sua confiança dentro e fora do Brasil”, declarou o presidente.

Bolsonaro ainda elogiou o trabalho de Marinho como relator da reforma trabalhista proposta por Temer. “Em parte, devemos a ele a taxa de desemprego não ter explodido”, disse o presidente.

Marinho afirmou em seu discurso que dará o “melhor” de si para “construir pontes”. Ele saudou Mourão e a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), agradeceu o período de trabalho na equipe de Paulo Guedes e afirmou que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é um “amigo” seu e do país.

“Vou dar o melhor de mim, sobretudo, para buscar construir pontes, estabelecer e consolidar relações, porque não vamos a lugar nenhum se formos caminhar sós”, disse o ministro.

Marinho pediu o apoio dos presentes na solenidade e destacou que a missão da pasta é “corrigir desigualdades regionais para permitir que os irmãos brasileiros tenham igualdade de oportunidades”.

Marinho destacou que a missão precisa ser “compartilhada com todos” e citou como exemplo a construção civil e a indústria. Segundo ele, o empreendedor não pode ser tratado como “predador”.

“Tratamos o empreendedor como parceiros que geram emprego, renda e oportunidade”, declarou.

Bolsonaro escalou Canuto para presidir a Dataprev, estatal responsável pelo processamento de dados das aposentadorias. A missão de Canuto, conforme o Planalto, é ajudar a reduzir as filas de pedidos de benefício no Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

No lugar de Marinho na Secretaria de Previdência e Trabalho foi efetivado Bruno Bianco, que era o secretário-adjunto da estrutura. Bianco ficou conhecido pelo apelido “Mickey da Previdência” na época da tramitação da reforma nas aposentadorias.

Segundo o blog do jornalista Gerson Camarotti, colunista do G1, a escolha de Marinho como ministro tenta melhorar a relação do Planalto com o Congresso. Parlamentares estavam insatisfeitos com Canuto por uma suposta demora no atendimento de demandas.

O Ministério do Desenvolvimento Regional foi criado por Bolsonaro a partir da junção dos antigos ministérios das Cidades e da Integração Regional. A pasta tem entre suas principais responsabilidades o programa de habitação Minha Casa, Minha Vida.

Conhecido pelo perfil conciliador e avesso a confrontos públicos, Marinho foi deputado federal pelo Rio Grande do Norte de 2007 a 2018. Como parlamentar, filiado ao PSDB, relatou na Câmara dos Deputados a reforma trabalhista enviada pelo governo Michel Temer.

Após o fracasso na tentativa de reeleição, em 2018, Marinho tornou-se secretário na equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele teve papel de destaque na articulação da reforma da Previdência, aprovada no ano passado pelo Congresso.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Américo Ferreira disse:

    Rogério é Grande, Rogério é maior do que o cargo, Rogério enfrentou corporações, valorizou a Micro e Pequena Empresa (ninguém ainda tinha feito isso), Rogério tornará o RN tão grande quanto ele. Grande abraço Rogério, que Deus o ilumine

  2. Bento disse:

    Momento inesquecivelpara o estado do Rio Grande do Norte.
    Nosso estado lhe aplaude de pé
    Parabéns Ministro Rogério Marinho.

    • Gabriel disse:

      Reze para Rogério Marinho não mergulhar na praia ou em um piscina senão com certeza vossas excrescências, Bento, Rocha Neto e Ceará Mundão morrerão afogados.

    • Bento disse:

      Gabriel Gabriel repreendo suas palavras.
      Você foi envenenado pelo líder de chiqueiro por isto vimita asneira.
      Quando voltar ao normal peça desculpas
      Um dia sentirás nojo pelo teu posicionamento insano

  3. aof disse:

    Parabens, Ministro, o melhor quadro do RN no momento. Desde já faço meus pedidos: transposição do Rio S Francisco e Terceira Ponte Zona leste- Zona norte. O Estado e a cidade agradeceriam.

  4. Rocha Neto disse:

    Que bom o RN ter um dos seus filhos na ala de frente do governo federal.
    Convivi pouco tempo com o vereador/deputado federal/presidente do INSS É hoje ministro federal Rogério Marinho, foi um trabalho político realizado na zona norte de Natal, sendo pra eleger Carlos Eduardo como prefeito da Capital, campanha difícil que tinha como concorrente Luiz Almir, nossa equipe era composta por Micarla de Souza, Eloine, Marta Diógenes (já falecida), Genildo do Pereira, Graça Nota, Lícia Magaly, Rogério Marinho e eu, passávamos as tardes e noites entrando pela madrugada, o trabalho foi intenso mais valeu, Rogério Marinho já havia conquistado o seu mandato de vereador no primeiro turno, Micarla conseguiu o seu mandato de vice prefeita com a vitória de Carlos Eduardo.
    Bem isto que descrevo servirá apenas como um retalho para a história futura.
    Parabéns Ministro Rogério Marinho.
    P.S. Esta equipe de campanha foi uma iniciativa da saudosa governadora Wilma de Faria, que formulou convite a cada um dos seus componentes.

    • Tiba disse:

      Pense numa turma boa, a maioria enrolada con a justiça e com acusações inclusive o santo do RM vulgo saco preto

ALERTA: Ministro confirma caso suspeito de coronavírus em Minas Gerais; estudante de 22 anos esteve na China, recupera-se bem, e está em isolamento

FOTO: EFE/EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmou nesta terça-feira (28) o primeiro caso suspeito de coronavírus investigado no Brasil. A paciente se enquadra nas definições da OMS (Organização Mundial da Saúde), pois esteve recentemente na cidade de Wuhan, na China, epicentro da epidemia.

Temos um caso suspeito em Minas Gerais de uma paciente que foi para Wuhan. O estado da paciente é bom, ela está em isolamento e estamos monitorando”, afirmou, em entrevista coletiva.

Na semana passada, o Ministério da Saúde chegou a informar que ao menos cinco governos estaduais notificaram a pasta sobre viajantes que apresentaram sintomas gripais — e que poderiam ser casos suspeitos —, mas todos foram descartados, justamente por não terem visitado a região de Wuhan e não terem contato com alguém infectado pelo novo coronavírus.

Se confirmado, o caso da brasileira será o primeiro do novo coronavírus na América do Sul.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Algo me diz (ah, essa minha incômoda intuição) que foi Fatão GD quem introduziu o coronavírus na China.

  2. Rivanaldo disse:

    Com o aquecimento global a dengue vai matar muito mais pessoas nos trópicos e equador.
    Ricos: ¯\_(ツ)_/¯

    Com o aquecimento global as epidemias de vírus vão matar todas as pessoas no mundo todo.
    Ricos: EPA

    • Ceará-Mundão disse:

      Aquecimento global é mais uma mentira que faz parte da "nova esquerda" mundial, baseada em bandeiras como ecologia, globalismo (diferente de globalização), direitos humanos, diversidades, liberalismo nos costumes, etc. O mundo sempre passou por mudanças climáticas desde o primórdios dos tempos.

    • Henrique Baltazar disse:

      O Cientista, Ceará-Mundão, junto com o sabe tudo do Bento, não perdem uma oportunidade de ficar calado.

      Eles acreditam que estão corretos e os doutores e cientistas estão errados.

    • Ceará-Mundão disse:

      Há cientistas para todos os gostos. Já li e ouvi comentários de vários deles dizendo exatamente o que expus acima: as mudanças climáticas são cíclicas e independem das ações humanas. Por outra, já presenciamos muita canalhice dessa turma que diz defender o meio ambiente. Gente que, inclusive, não abre mão de NENHUMA das benesses do mundo moderno. Estamos fartos dessa lenga lenga hipócrita e mentirosa.

    • Ceará-Mundão disse:

      Lamento que alguns preferem sair por aí repetindo os discursos que lhes são repassados por seus "senhores", verdadeiros papagaios da esquerdalha.

Ministro do STJ autoriza semiaberto para estuprador de menor

O ministro Jorge Mussi autorizou um homem condenado por estuprar uma adolescente de 14 anos a sair da cadeia durante o dia.

A defesa teve a ousadia de argumentar que o regime fechado foi decretado pelo TJ-SP, na segunda instância, “unicamente” pelo caráter hediondo do crime.

Mussi aceitou o pedido, ao considerar que o homem, condenado a 8 anos de prisão, era réu primário.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fiscalização disse:

    Quando alguém for atacado por eles. Não vão a delegacia. Vão ao fórum, a polícia prende e a justiça solta. É enxugar gelo. E fazer policiais de idiotas essa justiça.

  2. Bruno Ag disse:

    Infelizmente esse é o exemplo de nossas leis.

  3. João Maria disse:

    Comentar o que? onde chegamos, uma pena esse Brasil.

Ministro do TCU vota para manter propaganda do pacote anticrime

FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Em sessão do TCU, o ministro Augusto Sherman conclui seu voto, abrindo divergência à decisão de Vital do Rêgo de suspender imediatamente a propaganda do pacote anticrime.

Ele concorda que a Secretaria de Comunicação da Presidência da República deva dar explicações sobre a campanha — apresentando, por exemplo, cópia do processo licitatório –, mas vota por derrubar a cautelar que impediu a continuidade da campanha.

O Antagonista

Ministro da Educação diz que Enem terá como foco conhecimentos objetivos

Foto: (Arquivo/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano terá como foco conhecimentos objetivos. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a preocupação do Ministério da Educação (MEC) será selecionar os melhores alunos para ocupar as vagas no ensino superior.

“Não vai cair ideologia, a gente quer saber de conhecimento científico, técnico, de capacidade de leitura, de fazer contas, de conhecimentos objetivos”, afirmou o ministro que participou ontem (24) do programa Brasil em Pauta, da TV Brasil, da EBC.

Ele acrescentou que o interesse do MEC é “simplesmente selecionar as melhores pessoas para ocupar as vagas nas faculdades. A nossa preocupação é mérito, só”.

Após polêmica envolvendo questões do Enem no ano passado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação, criou, no início deste ano, um grupo responsável por “identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais” e, com base nessa análise, recomendar que tais itens não fossem usados na montagem do Enem 2019.

O ministro ressaltou, na entrevista, que a aplicação do exame este ano está garantida.

Carteira estudantil será digitalizada

Ele falou ainda sobre a digitalização do MEC, que lançou, este ano, a carteirinha de estudante digital. A ID Estudantil começará a ser emitida em dezembro.

A digitalização também chegará ao Enem, que, ano que vem, terá aplicação por computador realizada de forma piloto.

O Enem 2019 será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios brasileiros. Mais de 5 milhões de pessoas farão o exame em 14 mil locais de aplicação de provas.

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior. Os estudantes podem ainda concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e podendo ser beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rômulo© disse:

    Agora o gado vai conseguir passar!

  2. Maria disse:

    Será que as provas do Enem foram mostradas ao presidente?

    • Antônio Da Rua disse:

      Creio que não, afinal, nosso presidente é tudo, menos objetivo.

Bolsonaro elogia Moro na ONU e diz que ministro é símbolo no país

Foto: Reprodução/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro elogiou o ministro Sergio Moro durante discurso na 74ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) na manhã desta terça-feira (24).

Bolsonaro disse que políticos brasileiros foram “julgados e punidos graças ao patriotismo, perseverança e coragem de um juiz que é símbolo no meu país, o Dr. Sergio Moro, nosso atual Ministro da Justiça e Segurança Pública”.

O presidente disse que presidentes anteriores “transferiram boa parte desses recursos para outros países, com a finalidade de promover e implementar projetos semelhantes em toda a região. Essa fonte de recursos secou”.

Moro disse no Twitter que o discurso de Bolsonaro foi “assertivo” e abordou “pontos essenciais”.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eu disse:

    #MORO2022

  2. Antonio Turci disse:

    Sérgio Moro, uma das esperanças deste país.

  3. Bolsominion disse:

    Só faltou o nosso mito explicar para a plateia da ONU que a terra é plana e elogiar o nosso mestre Olavo de Carvalho.

    • paulo disse:

      BG
      A inveja de um governo serio e decente ponhe em polvorosa os admiradores de ladrões e saqueadores da Nação, que foram enxotados dos seus gabinetes do crime pela maioria do Povo Brasileiro. Fora pt e seus seguidores, vão pra Cuba e Venezuela otários.

  4. Joaquim disse:

    Parabéns Presidente

Eduardo Bolsonaro e ministro Ernesto Araújo terão encontro com Trump nos EUA nesta sexta

Foto: Reprodução/TV Globo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (29) que um dos seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) viajarão para os Estados Unidos, onde terão um encontro com o presidente Donald Trump.

Ele fez a afirmação em discurso no Palácio do Planalto, durante cerimônia de lançamento de um programa para enfrentamento de crimes violentos.

De acordo com o deputado Eduardo Bolsonaro, ele e o ministro viajam nesta quinta-feira para se encontrar com Trump na sexta-feira (30).

O parlamentar disse que deverá tratar na reunião da recente reunião de cúpula do G7, da preservação da Amazônia e de relações comerciais.

Bolsonaro já anunciou que pretende indicar o filho para comandar a embaixada do Brasil em Washington, mas ainda não oficializou a indicação ao Senado, responsável por aprovar nomes de embaixadores.

Trump já elogiou Eduardo Bolsonaro, e o governo norte-americano deu o aval formal para a indicação dele como embaixador, o chamado “agrément”.

Na cerimônia desta quinta, além de informar sobre a viagem, Bolsonaro agradeceu Trump pela “defesa do Brasil” durante a cúpula do G7 (grupo dos sete países mais ricos), marcada por críticas do presidente da França, Emmanuel Macron, ao aumento das queimadas na floresta amazônica. Bolsonaro e Macron trocaram farpas nos últimos dias em razão do assunto.

“Eduardo Bolsonaro daqui a pouco viaja para os Estados Unidos. Vai se encontrar com o Donald Trump. Eu quero agradecer publicamente aqui o senhor Donald Trump, a sua defesa do Brasil por ocasião do encontro do G7”, disse Bolsonaro.

“Espero que o Ernesto seja bem sucedido na viagem, bem como o Eduardo, nesse encontro nos Estados Unidos. Nosso governo, como mudou a direção, nós vamos cada vez mais nos aproximar de países que servem de exemplo para nós, que têm os índices melhores, levando-se em conta grande parte do mundo. São esses exemplos que devemos procurar”, acrescentou.

O presidente também agradeceu o trabalho de Trump para que o Brasil seja aliado extra-Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte], com benefícios na área de defesa, e para que o país ingresse na a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Claudio disse:

    Os dois vão sair assados, kkkk

  2. Alexandre disse:

    HOMI TIRA ESSE DOIDO DAI PELO AMOR DE DEUS….

    • #Lula Na Cadeia sempre disse:

      E coloca um ladrao condenado Lula

    • Bozo Encantador de Asno disse:

      Quem falou de Lula? Ele tá preso. Tem que colocar um profissional de carreira, preparado.

    • Ricardo disse:

      Verdade, bota os que eram de lula, que fizeram negociata com cuba, Venezuela, bolivia, nicaragua, ditaduras africanas, e provocaram um rombo no BNDES de 500 bilhões de reais. Esse aí, é amador.

Universidades: MPF quer manter ministro Abrahan Weintraub como réu em ação por danos morais coletivos

 Foto: Adriano Machado / Reuters

O Ministério Público Federal (MPF) se posicionou pela manutenção do ministro da Educação, Abrahan Weintraub, na lista de réus da ação civil pública (ACP) por danos morais coletivos decorrentes de condutas praticadas desde que ele assumiu a pasta, em abril deste ano. Além do ministro, a União também foi incluída como réu na ACP, que trata das declarações referentes às universidades públicas. Leia mais no Justiça Potiguar aqui

Ministro do STF suspende investigação da Receita contra autoridades

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu nesta quinta-feira (1º) suspender investigação fiscal aberta pela Receita Federal contra 133 contribuintes para apurar suspeitas de irregularidades fiscais. A fiscalização é realizada pela Equipe Especial de Fraudes (EEF), especializada na investigação de autoridades, entre elas, ministros da Corte.

No entendimento do ministro, há graves indícios de ilegalidades na investigação e “direcionamento das apurações em andamento”. Na mesma decisão, Moraes determinou o afastamento temporário de dois servidores da Receita Federal por quebra de sigilo.

“Considerando que são claros os indícios de desvio de finalidade na apuração da Receita Federal, que, sem critérios objetivos de seleção, pretendeu, de forma oblíqua e ilegal investigar diversos agentes públicos, inclusive autoridades do Poder Judiciário, incluídos ministros do Supremo Tribunal Federal, sem que houvesse, repita-se, qualquer indicio de irregularidade por parte desses contribuintes”, decidiu.

Leia mais aqui no portal Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Esse STF é uma vergonha!!
    Cada dia pior.

  2. Cigano Lulu disse:

    Tá vendo, o bebê parido pelo honrado Temer está cumprindo seu papel com reconhecido louvor.

  3. Lobo disse:

    Ótimo, quer dizer que autoridades com movimentação suspeita não pode ser investigado. Agora membros da justiça, que desbarataram uma quadrilha costumaz no roubo e desvio de dinheiro público, prendendo-os e recuperando muitos bilhões, pode ter seu sigilo telefônico roubado e divulgado irresponsávelmente, por trechos tirados de contextos, a conta gotas, sem certificado de veracidade, por site de viés ideológico esquerdalha. Aí está a realidade do país, tudo que combate o crime é retaliado pelo STF, já pessoas e grupos com potencial poder de corrupção e de desvio de dinheiro público, são inocentados, liberados e até bloqueiam as investigações em curso para desvendar. Um absurdo!

Presidentes da Câmara, do Senado e ministro do STJ também foram alvos dos hackers

Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia | Jorge William \ O Globo

Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre estão entre as autoridades que foram alvos dos hackers presos anteontem em São Paulo.

Sergio Moro já avisou a Maia e está ligando de um por um.

Também foram detectadas investidas no Judiciário, como ao ministro do STJ João Otávio de Noronha.

Lauro Jardim – O Globo

Ministro garante a universidades federais que ‘não vai faltar dinheiro’

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, no plenário da Câmara Foto: Jorge William/Agência O Globo/15-05-2019

Em reunião com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), em Brasília, nesta quarta-feira, o ministro da educação, Abraham Weintraub, afirmou que vai cumprir o acordo sobre o descontingenciamento de R$1 bilhão, decidido em negociação sobre o crédito suplementar na Comissão Mista de Orçamento (CMO) na terça.

Fontes ouvidas pelo GLOBO afirmaram que Weintraub garantiu que “não vai faltar dinheiro para as universidades em 2019″ e que ” situações emergenciais das universidades poderão ser tratadas individualmente com o ministério”.

O bloqueio de recursos para as universidades federais esteve no centro da mais recente crise no Ministério da Educação (MEC), que levou milhares de pessoas às ruas em todo país. De acordo com o “Painel dos Cortes”, que compila o valor contingenciado nas instituições federais e é organizado pela Andifes, o MEC bloqueou no total R$2,06 bilhões das universidades. No total, em toda a pasta, houve o contingenciamento inicial de R$7,4 bilhões.

Logo após os protestos do dia 15 de maio, o ministério havia feito o desbloqueio de R$ 1,6 bilhão, mas não esclareceu como iria utilizar a verba. Na terça-feira, após a reunião da CMO, somou-se a esse valor a promessa de descontingencimento de mais R$1 bilhão. O GLOBO entrou em contato com o MEC para saber como o valor será utilizado, mas ainda não obteve resposta.

O encontro com representantes da Andifes, nesta quarta-feira, não aparece na agenda oficial do ministro. Estiveram presentes o presidente da Andifes, Reinaldo Centoducatte, e o secretário executivo da instituição, Gustavo Balduino, além dos reitores Edward Madureira da Universidade Federal de Goiás (UFG), Guida Aquino da Universidade Federal do Acre (UFAC), Cleuza Dias da Universidade Federal do Rio Grande (Furg) e João Carlos Salles da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que chegou a ser acusada pelo ministro de promover “balbúrdia”.

Na agenda oficial de Weintraub consta apenas o encontro com parlamentares da oposição, como os deputados federais Margarida Salomão (PT), Alice Portugal e Érika Kokay (PT), que estiveram na mesma reunião.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucas disse:

    Esse senhor não é capaz de garantir, sequer, sua própria sanidade mental.

  2. Valde disse:

    Ideal seria auditar as contas e fazer um levantamento das reais nescessidades das universidades federais comparando o funcionamento das particulares. Nas público, é tanta gente pra não fazer, que quando chega uma demanda, é um empurrando o serviço pro outro, e funcionando tudo a passos de tartaruga.

    • Junin disse:

      E funciona melhor e com excelência!!! As públicas!!!! Vejo isso como uma espécie de inveja por as pessoas não terem conseguido ingressar numa universidade federal!!! Ê assim também quem so fala mal de servidor publico, nota-se uma magoa, uma inveja! Uma dica é estudar, a EDUCAÇÃO muda tudo, é melhor que red Bull…..!!!!!

Secretário da Previdência, Rogério Marinho pode virar ministro

Rogério Marinho (Valter Campanato/Agência Brasil)

Rogerio Marinho está em alta com Jair Bolsonaro. Quando a reforma da Previdência for aprovada, o capitão quer encontrar uma vaga de ministro para o secretário.

(Por Fernando Molica)

Radar On-Line, Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. manoel vieira de araujo disse:

    acho que ele está fazendo um ótimo trabalho

  2. Junior disse:

    somos obrigado a reconhecer que o ROGERIO MARINHO É UM ADMINISTRADOR competente,merecece o cargo de ministro.Antonio Elias.

  3. Fagner disse:

    Não é de se estranhar. Tudo q não presta cabe nesse governo.

  4. Bento disse:

    Nada a ver herói do sertão, tu tás é com dó de cotovelo. deixa "RM" trabalhar, tem muito talento,
    é capacitado, inteligente, e com certeza, já passou do tempo de ser Ministro e isso acontecendo
    o Brasil só tem a ganhar.
    Disseram-me que antigamente perto do descobrimento do Brasil, teve uma anta como presidente e antes da anta foi um encantador de burros e ninguém reclamava.

  5. Madeira disse:

    Sou trabalhador e apoio Rogério Marinho, já tinha dito aqui merece ser Ministro sim, tem muita
    Capacidade.

  6. Ivan disse:

    Cara competente demais!!! Mas q merecido…Parabéns ao Paulo Guedes por te-lo escolhido p/travar essa batalha por uma previdência mais justa e viável…Vai ficar pra história pelo enfrentamento de temas que mais ninguém teve coragem de encarar.

  7. Jose ivonaldo jerônimo disse:

    Quem defende um sujeito como Rogério Marinho, com certeza não é trabalhador e também nordestino, esse sujeito retirou mais de cem itens de direito trabalhista e anulou o que um militar criou pra proteger os trabalhadores, esse mesmo sujeito está denunciado por tomar de trabalhadores as multa rescisória e multas do FGTS, e a retórica dele que iria existir milhões de empregos com a reforma trabalhista e foi um grande engodo, só enganou os trabalhadores, mas o povo deu a resposta e ele nunca será eleito mas no estado.

    • Severino Carnegie-Rockfeller disse:

      Nenhum direito foi retirado. O que mudou foi que ações judiciais irresponsáveis passaram a ser desistimuladas.

    • Fagner disse:

      A reforma trouxe desemprego e precarizar os q existem. A da previdência será o fim das aposentadorias.

    • Severino disse:

      Nada foi precarizado e as aposentadorias continuarão a existir. Continuem a cair em descrédito.

  8. Lima disse:

    Independentemente desse cidadão ser do RN, esse rapaz é muito sabido (deve ser inteligente também), mas ele disse que com a reforma trabalhista o desemprego ia diminuir e iam aumentar o número trabalhadores com carteira assinada, mas o que se está vendo é o aumento do desempego.

    • Severino disse:

      Falso. O saldo pós-reforma é positivo. Se inexiste relação de causalidade são outros 500.

  9. Antonio Turci disse:

    Excelente quadro técnico e político por vocação. Infelizmente, como nada é perfeito, parte do RN insiste em desvalorizar o ex- deputado Rogério Marinho. Pela competência honra qualquer governo que o aceite como colaborador.

  10. Carlos Bastos disse:

    Agora completou o time, meu Deus tenha pena dos trabalhadores do Brasil.

Ministro de Minas e Energia diz que não há barragem segura no Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Beto Albuquerque, disse nesta quinta-feira (23), que não há barragem segura no país. Em depoimento na Comissão de Meio Ambiente do Senado, sobre segurança de barragens, o ministro disse que “não tem barragem segura. Esse conceito não existe”.

Albuquerque explicou que a probabilidade de rompimento de barragens construídas à montante, como foi o caso de Mariana, Brumadinho e agora de Gongo Soco, todas em Minas Gerais, é muito superior às demais. “O monitoramento é diuturno e ininterrupto. Tudo está sendo monitorado minuto a minuto e as informações estão sendo passadas às pessoas que têm responsabilidade, competência para tomar as ações e medidas, especialmente para não perdermos vidas humanas”, destacou.

Bento Albuquerque disse que em razão do grande número de barragens, cerca de 2 mil, entre elas as que não são só de rejeitos de mineração, o ministério faz pareceria com a Agência Nacional de Águas (ANA) para a fiscalização.

O ministro disse aos senadores que até 2021 todas as barragens serão descomissionadas (esvaziamento das barragens de rejeitos). “O descomissionamento também é uma atividade de risco, que tem que ter planejamento bastante apurado”.

Congresso

Bento Albuquerque destacou importância do papel do Congresso para que haja segurança jurídica não só para os empreendedores exercerem suas atividades na mineração, mas também para as autoridades exercerem seu poder de polícia ou de regulação do setor. Segundo ele, o Brasil é o terceiro país em produção mineral do mundo, atrás de Austrália e Canadá, e responde por três milhões de empregos diretos e indiretos, contribuindo com 4% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços do país).

Medidas

O ministro de Minas e Energia garantiu que até o fim de 2019, todas as barragens do país serão fiscalizadas. “Temos cerca de 500 barragens de rejeitos, 150 delas já foram vistoriadas esse ano, e todas serão vistoriadas este ano”.

Diligência

Nesta sexta-feira (24), senadores da Comissão do Meio Ambiente irão até a região da mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), para uma diligência. De responsabilidade da mineradora Vale, a barragem da mina está, desde a semana passada, em alerta máximo, com risco de rompimento. Os senadores querem verificar os riscos e as iniciativas do Poder Público para minimizar a situação.

“Em razão da gravidade, não podemos esperar. Não podemos deixar que o ocorrido em Mariana e Brumadinho se repita. Precisamos dar uma resposta, afirmou o presidente da comissão, senador Fabiano Contarato (Rede-ES). Ele lembrou ainda que o talude da barragem está se movendo entre 6 e 8 centímetros por dia e que se a barragem se romper, os rejeitos poderão se espalhar por até 75 quilômetros, atingindo os municípios de Barão de Cocais, Santa Bárbara e São Gonçalo, que desde fevereiro foram totalmente evacuados.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Todas as licenças ambientais foram tiradas nos governos do PT. Precisa dizer mais alguma coisa??

  2. Dilson disse:

    Hmmm… Devemos então privatizar? Ah… Mas já são empresas privadas!

Sindicato cita “sugestão desrespeitosa” de ministro para que estudantes assumam serviços de limpeza e critica ideia da PM na segurança das instituições federais no RN

Nesta terça-feira(21), o Sindicato dos Docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte emitiu nota que “rechaça sugestão desrespeitosa do Ministro da Educação”, segundo conta o deputado Rafael Motta, que estudantes da UFRN, IFRN e Ufersa assumam serviços de limpeza das salas de aula em meio ao impasse com terceirizados. A nota ainda critica a ideia de substituir a segurança patrimonial pela Polícia Militar.

Veja nota abaixo:

Como representante dos docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, a Diretoria do ADURN-Sindicato tem mantido uma permanente vigilância sobre as ações do Governo Federal, que têm sido corriqueiramente pautadas por ataques despropositais contra o ensino superior.

Nessa segunda-feira (20) não foi diferente. Em reunião com deputados federais e senadores do Rio Grande do Norte, além de reitores de Instituições Federais de Ensino do estado, para discutir o contingenciamento do orçamento das instituições e apresentar o impacto da medida nas instituições, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, trouxe uma ideia perigosa e uma sugestão desrespeitosa.

A ideia é substituir a segurança patrimonial pela Polícia Militar, o que demonstra, mais uma vez, a falta de conhecimento sobre o ordenamento jurídico que rege as universidades, posto que deslocar o policiamento para dentro das IFES é desconhecer que as mesmas já trabalham em parceria e complementaridade com as Polícias Militar e Federal, de acordo com a Legislação vigente.

Já a sugestão do gestor público, tornada pública pelo deputado federal Rafael Motta, é de que alunos da UFRN, IFRN e Ufersa assumam as atividades de funcionários terceirizados, como limpeza, segurança e manutenção. Consideramos tal “sugestão” absolutamente desrespeitosa, tanto com os funcionários terceirizados, considerados “materiais de descarte” sem importância quanto com os estudantes, que se tornam, aos olhos do Ministro, provedores de mão de obra gratuita, sobrecarregando sua formação.

Diante dessa ideia e dessa “sugestão”, a Diretoria do ADURN-SINDICATO se manifesta no sentido de rechaçar, de forma firme, esse posicionamento do gestor público, que tem se pautado por criar polêmicas irresponsáveis no momento em que estamos numa situação tensa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. M.Vinícius disse:

    Nós brasileiros temos uma cultura equivocada quanto às nossas obrigações na condição de cidadão. A limpeza de ambientes das universidade não é responsabilidade dos alunos, porém, o vandalismo e a sujeira causada por determinados grupos de alunos exige um maior custo de manutenção. Quanto a segurança, concordo que dentro das instalações físicas é necessário um aparato privado, mas, na parte externa, áreas comuns, coletivas o estado deve tomar conta em 100%.

  2. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    É simples de entender, drogados e traficantes não querem a PM por perto.

  3. JOAO MARIA disse:

    CREIO QUE NÃO TEM NADA DEMAIS EM UM ALUNO LIMPAR ONDE ELES FICAM, APROVEITAM ENTRE UMA BAFORADA E OUTRA PARA FAZEREM ALGUMA COISA DE UTIL, PARABENS MINISTRO

  4. Bento disse:

    Quer dizer que é desrespeitoso o colaborador que executa a função de limpeza.
    Seria uma troca perfeita estuda de graça e paga com serviços prestados, aprendendo assim a.valorizar o trabalho. Guerra é guerra, em momento de crise tire o "s" todos devem ajudar,

  5. BarSemLona disse:

    O medo tá grande da PM entrar nesse "redutos federais"…
    Medo de q???????????????
    PTralhas sendo PTralhas…

‘Aliança pode sair da mão de Vélez e ir para a gaveta’, diz Bolsonaro sobre possível demissão de ministro da Educação

Foto: Valter Campanato

Em café da manhã com jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro indicou que pode demitir o ministro da Educação, Ricardo Vélez , no início da próxima semana. Se a saída do ministro for confirmada, ele será o segundo a ser exonerado por Bolsonaro desde a posse. Em fevereiro, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, foi o primeiro.

— Está bastante claro que não está dando certo o ministro Vélez. Na segunda-feira, vamos tirar a aliança da mão direita, ou vai para a esquerda ou vai para a gaveta – disse o presidente, acrescentando que a decisão já está tomada.

O ministério de Vélez enfrenta uma crise desde o início do governo, com uma série de demissões e de problemas administrativos.

Em meio à disputa de poder dentro do Ministério da Educação (MEC), pelo menos 16 pessoas do alto escalão já foram demitidas em menos de três meses de gestão. E essa crise emperra programas importantes da pasta, prejudicando o sistema educacional brasileiro.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Odin disse:

    Uma sequência de erros na política externa causa danos à imagem internacional do Brasil, queimando um capital político construído ao longo de décadas. Bolsonaro em apenas 90 dias de governo causou prejuízos econômicos concretos ao país, aumentando o desemprego e desestruturando cadeias produtivas exportadoras, como a de proteína animal. Pobre Brasil.

  2. Antônio disse:

    Ao menos uma atitude sensata, o senhor não tem a menor capacidade para estar a frente da educação. O estrago já está feito para agenda deste e do próximo ano, mas ao menos se estanca a sangria.

    • Jorge Lobo disse:

      Temos que tirar quem o colocou na pasta, esse sim o verdadeiro problema do Brasil!!!

Lava-Jato identifica contatos de Aloysio Nunes com Gilmar Mendes e pede suspeição do ministro

A Lava Jato encaminhou à PGR pedido de suspeição do ministro Gilmar Mendes nas investigações envolvendo Paulo Preto e o ex-senador Aloysio Nunes Ferreira.

No ofício encaminhado a Raquel Dodge, a força-tarefa anexou extratos de ligações e mensagens trocadas por Aloysio com o ex-ministro Raul Jungmann e menções a contatos feitos com Gilmar, justamente quando o ministro analisava habeas corpus sigiloso impetrado pela defesa de Paulo Preto.

Na sequência de conversas, primeiro o advogado José Roberto Santoro pergunta a Aloysio Nunes: “Caríssimo vc falou com nosso amigo ?”. O ex-senador responde: Falei.

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. judson silva disse:

    finalmente, pensei que nunca iam pegar GM, agora duvido é ele ser preso!

  2. Brasil! disse:

    Lembro-me dos leilões. Leva quem pagar mais.