Política

CPI DA PANDEMIA: Em mensagens no celular de Dominguetti, golpistas citam Lula e falam em oferecer vacinas ao PT

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Nas mensagens de celular do policial militar Luiz Paulo Dominguetti, a CPI da Pandemia também encontrou citações ao ex-presidente Lula e ao PT.

Em determinado momento das conversas, em março, o interlocutor identificado como “Renato Compra Vacinas” propõe a Dominguetti que o grupo procure o PT e o ex-presidente para tentar oferecer imunizantes.

“O que acha de nos oferecer para o PT (sic) Lula falou que estava organizando compra de vacinas”, escreve Renato ao policial em 16 de março.

Não está claro se os golpistas procuraram de fato o PT ou o ex-presidente.

Radar- Veja

Opinião dos leitores

  1. O PT e Lula comprarem vacina?
    😂😂😂😂😂😂😂😂😂
    😂😂😂😂😂😂😂😂😂
    😂😂😂😂😂😂😂😂😂
    O desespero dos Minions tá grande….😂😂😂😂😂

  2. Putssss, meus amigos é incrível como tem dedo do PT em tudo que não presta, não é a toa o homem falta um dedo… Ah ladrão.

    1. Direita Rachada, é o ser mais hipócrita que há na terra (que é redonda 🌎).
      O nome do PT foi citado, a CPI já serve?
      Não tem esforço que salve esse desastre de governo, governo da morte, que não comprou vacinas, que colocou o centrão para governar.

    2. Tentando tirar o foco do Bozo…kkkkkkkkk
      Velha tática…U$1,00..👉👉

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Para atestar autenticidade de mensagens roubadas, peritos sugerem “recuperação nos equipamentos originais”

O presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), Marcos Camargo, soltou uma nota para dizer que o Laudo de Perícia Criminal Federal (Informática) n° 640/2021 – INC/DITEC/PF, produzido no âmbito do inquérito de bolso de Humberto Martins, conclui “não ter sido possível atestar a integridade ou a autenticidade” das mensagens hackeadas.

Ele ressalta que “sob o aspecto forense, essa afirmação não se confunde com a determinação de inautenticidade, no todo ou em parte, dos dados“, mas sugere “a recuperação de dados diretamente dos equipamentos originais, observada a cadeia de custódia”.

Como O Antagonista informou no mês passado, Martins estava preparando uma operação de busca e apreensão contra os procuradores antes de Rosa Weber suspender o inquérito.

Nesta semana, o delegado Felipe Leal, até então responsável pelo Serviço de Inquéritos (Sinq), produziu um relatório de análise com base no citado laudo pericial.

Em manifestação enviada à PGR, o delegado disse que configura crime de abuso de autoridade o uso das mensagens roubadas da Lava Jato para investigar procuradores, vítimas de hackeamento.

O diretor-geral da PF, Paulo Maiurino, que trabalhou com Dias Toffoli e o próprio Humberto Martins, considerou o relatório uma afronta e exonerou Leal.

A nota divulgada por Marcos Camargo sugere que os peritos querem distância da briga política, ao ressaltar que “a perícia criminal federal é responsável por analisar os vestígios de modo técnico e científico, com isenção e equidistância das partes e em consonância com os procedimentos de cadeia de custódia previstos pelo Código de Processo Penal (art. 158 e ss.), aplicáveis tanto para vestígios oriundos de locais de crime como também os arrecadados nas buscas e apreensões”.

“Ainda, os peritos criminais atuam sem qualquer comprometimento com eventuais teses e/ou linhas investigativas referentes à condução da investigação.”

O Antagonista

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

#BG10ANOS PARTE 1: Confiram as mensagens dos leitores do BG. O nosso muito obrigado

Agradecemos a cada uma das mensagens de felicitações enviadas pelos amigos e leitores do BG, dos quais nos orgulhamos muito.

O Nosso muito obrigado.

FOTOS: Divulgação

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Com voto de Cármen Lúcia, maioria na Segunda Turma garante a Lula acesso a mensagens roubadas

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Cármen Lúcia acompanhou Ricardo Lewandowski e votou a favor do acesso de Lula às mensagens roubadas da Lava Jato. Com isso, formou-se maioria na Segunda Turma para que a defesa do ex-presidente continue explorando o material apreendido com hackers.

Assim como Kassio Marques, que também votou a favor de Lula, ela disse que os procuradores de Curitiba sequer tinham legitimidade para recorrer.

Como Lewandowski, ela disse que não avaliaria, neste momento, a legalidade do uso das mensagens como provas.

Somente divergiu, até o momento, Edson Fachin, que disse que o plenário do Supremo deverá antes analisar a legalidade do uso das mensagens.

O próximo voto é de Gilmar Mendes. Mas Lula já ganhou.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Parabéns do STF
    O BRASIL DE PE PEDINDO PERDÃO E POUCO
    O MAIOR PRESIDENTE DOS POBRES
    O MELHOR PRESIDENTE DO BRASIL
    LULA
    LULA
    LULA

    1. Mais o roubo existiu.
      Devolveram bilhões de reais.
      Kkkkkk
      Tem que prender esse vagabundo.

  2. Não serão filigranas e indecências (como essa decisão absurda de considerar dados obtidos de forma ilícita) jurídicas que irão inocentar o canalha, cachaceiro, analfabeto, corrupto e lavador de dinheiro de 9 dedos, já condenado em 2a. Instância em dois processos, com incontáveis recursos já negados (inclusive no STJ e STF) e que chefiou uma ORCRIM camuflada de partido político, com inúmeros membros já condenados (diversos já cumpriram suas penas), incluindo quase todos os seus presidentes (a Gleisi tem sido ajudada por ministros "companheiros") e tesoureiros. O PT é uma excrescência brasileira, liderado por esse amestrador de asnos, o maior enganador que já militou na política nacional.

  3. Sr. ZeGado o povo já sabe quem é Lula paz e amor, por mais que o STF CHULÉ, emita sinais de covardia, esse pingunço está literalmente na lama, ele foi para la.

  4. É esse o fruto do aparelhamento do STF, pretensos juízes travestidos de deuses. Perde o país, em deixar passar a oportunidade de dar fim em algo sério. Engraçado é que esses mesmos doutores, buscam criminalizar essa pratica,quando eles são as vitimas. Como reclamar do atual presidente? O nosso país é sinônimo de conluio, safadeza e proteção aos políticos que cometem crimes.

    1. Inclusive com o voto do recém indicado do MINTOmaníaco pro STF! O inepto mostra muita destreza e competência quando o assunto eh ser contra o combate a corrupção… Quem te viu e quem te vê hein Bolsonaro!

    1. Com esse stf aí, está totalmente provado " o crime compensa " , e o ladrão é o único inocente.

    2. Na matemática é assim: (-) + (-)= +…(Deltan/Moro) + (hackers)= LULA

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Lava Jato vê risco de ‘anulações em cadeia’ com uso de mensagens roubadas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Procuradores da Lava Jato enviaram ofícios hoje ao STJ, à PGR e ao CNMP alertando para o “risco real de anulações em cadeia” de condenações da operação, com o uso das mensagens roubadas da força-tarefa.

“A divulgação dirigida das supostas mensagens no presente contexto, ilícitas e sem integridade aferida, para produzir falsas acusações sem base na realidade, faz parte, nos parece, de um evidente plano de comunicação para influenciar o julgamento da alegada suspeição do ex-juiz federal Sergio Moro e anular condenações bastante sólidas, já confirmadas inclusive pelo próprio Superior Tribunal de Justiça , gerando um risco real de anulações em cadeia que coloque por terra o relevante trabalho de todas as instâncias do Poder Judiciário na operação Lava Jato, que permitiu a responsabilização de centenas de criminosos e a recuperação de bilhões de reais”, diz o documento.

Os ofícios foram enviados na véspera do julgamento, na Segunda Turma do STF, da decisão de Ricardo Lewandowski que deu a Lula acesso a todo o material apreendido com hackers presos na Operação Spoofing, que desmantelou o esquema de invasão de celulares de autoridades.

Na semana passada, a defesa do ex-presidente começou a anexar no processo, que é público, partes dos diálogos. Um deles motivou o presidente do STJ, Humberto Martins, a pedir a Augusto Aras investigação sobre uma suposta tentativa dos procuradores de investigar informalmente ministros do tribunal.

Nos ofícios, os procuradores afirmam que é “absolutamente equivocada” a notícia sobre a investigação e que em todas as vezes em que foram encontrados indícios contra autoridades com foro, as autoridades competentes foram devidamente comunicadas.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Se o juiz fosse honesto, faria seu trabalho e condenaria com base nas provas, sem conluio. Mas preferiu os holofotes, a fama, o poder. Agora perdeu tudo, principalmente a credibilidade.

  2. O MECANISMO é muito forte, e os mega ladrões envolvidos nas investigações da Operação Lava Jato podem se livrar porque o Brasil é o país da impunidade. Esses canalhas, psicopatas ladrões de dinheiro público, são orientados pela fina flor do Garantismo Penal, defensores de bandidos do colarinho branco. Na Itália os corruptos mandaram matar dois juízes e oito policiais. Moro e Dallagnol que se cuidem.

  3. Inversão de valores. Os bandidos sendo "inocentados" e os cumpridores da lei transformados em bandidos. Só no Brasil mesmo.

  4. O mínimo que poderiam fazer, pedir desculpas a Lula.
    Mas o ❤️ do amigo e companheiro Lula não possui tamanho e o sobrenome dele é Perdão.
    A injustiça que fizeram com ele, com Dona Marisa, a morte do seu irmão, a morte do netinho Arthur e esse Homem suportou tudo isso, EU, não tenho dúvidas, Lula é INOCENTE!

    1. Zé gado, qual é o tamanho do teu chifre ? Não entendeu nada da reportagem, deve ser um esquerdopata alienado / cego.

    2. Está menor que a sua?! Você não consegue nem entrar em casa mais, a galhada não deixa. Engancha.

    1. Leia de novo a matéria.
      Tem um trecho aí que fala de recuperação de bilhões.
      *******Se devolveram é porque roubaram.********
      Não se engane, a quadrilha do Petista capitaneado por Lula, roubou e deixaram roubar
      Alguma dúvida?

    1. Você comedor de MERDA , acha que o ladrao do maior roubo da história da humanidade Lula, é inocente??? Todo o dinheiro devolvido e recuperado é tudo MENTIRA??? Você só deve comer MERDA

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Defesa de Lula envia ao STF ‘perícia independente’ de mensagens de Moro e Deltan

Foto: Arte/UOL

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira, 8, o laudo preliminar de uma nova perícia feita nas mensagens apreendidas na Operação Spoofing contra o grupo de hackers que invadiu celulares e copiou conversas de autoridades – atingindo o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro e procuradores da força-tarefa da Lava Jato. Parte do material foi compartilhado com os advogados do petista e as análises têm sido feitas em etapas por um perito independente contratado pela defesa.

O envio acontece na véspera do julgamento, na Segunda Turma do tribunal, para decidir sobre a manutenção ou derrubada do parecer do ministro Ricardo Lewandowski, que autorizou Lula a acessar o material.

No documento que acompanha a perícia, a defesa do ex-presidente observa que as mensagens encaminhadas nesta segunda foram selecionadas em razão de sua ‘relevância’. “Esse novo conjunto de mensagens encontradas reforça que o então juiz Sergio Moro orientava e era consultado rotineiramente para a prática dos atos de persecução, notadamente em relação ao Reclamante [Lula]”, diz um trecho do ofício.

O objetivo da defesa de Lula é justamente usar as conversas para reforçar as acusações de que Moro agiu com parcialidade e encarou o ex-presidente como ‘inimigo’ ao condená-lo a nove anos e meio de prisão no caso do triplex do Guarujá.

Na outra ponta, ex-juiz e procuradores insistem que não o material não foi periciado oficialmente e que a prova não tem validade jurídica por ter sido ‘obtida por via criminosa’.

VEJA TRECHOS DESTACADOS PELA DEFESA DE LULA AO STF:

(mais…)

Opinião dos leitores

    1. Tem que botar esse vagabundo de volta na cadeia.
      Roubou e deixou roubar.
      Devolveram bilhões de reais.
      Independente de mensagens, não importa, a roubarelha aconteceu.
      Tem que botar esse vagabundo de volta na cadeia o mais rápido possível.

  1. Dr. Zé Gado, em Curitiba não há quadrilha. A corja esteve, até a chegada da Lava Jato, centrada em alguns altos escalões de Brasília e em algumas das mais importantes cidades brasileiras. O que estamos testemunhando, pelo andar da carruagem, é uma das maiores inversões de valores da história brasileira quiçá do mundo. Uma equipe de juristas altamente qualificada sendo desmoralizada por uma corte duvidosa onde a maioria dos membros sequer foi Juiz por um dia sequer. Parabenizo todos os membros da Lava Jato nos nomes dos Heróis Drs. Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.

  2. Essa quadrilha de Curitiba vai ter o que merece e vão pagar aqui, não é outro lugar não, vai ser aqui se Deus quiser.
    Como o dia de amanhã é bom….

  3. É preciso entender que há uma forma estabelecida em lei para se investigar e p se processar alguém. Quando fazem bobagem na investigação ou no processo, duas coisas podem acontecer: ou se condena um inocente, ou se beneficia o culpado. Meteram os pés pelas mãos e agora a conta chegou!

  4. Quando pegam bandidos poderosos sempre arranjam uma forma de anular. Foi assim com a Castelo de Areia. Vergonha esse judiciário. Parte do STF garante a impunidade. Não punem ninguém.

  5. Muito dinheiro que esse corrupto tem gastado, mas afinal dinheiro sujo. Bandido sempre bandido.

  6. Pela primeira vez vejo nos bastidores alguém nos defendendo de corruptos bandidos, pensei que nunca iria ver isso. Nessa conversas publicadas o que se ver é somente a preocupação dos agentes públicos preocupados com a lisura do processo legal, o andamento e atos dentro do ordenamento jurídico. Em momento algum percebe inclusão de provas falsas ou tentativas de decretar impunidade a quem saqueou o patrimônio público dessa nação. Portanto, conclui-se que a preocupação de todos era defender o país dos corruptos, e isso era pra ser uma linha geral a ser seguida por todo servidor público.

    1. Ainda que Lula seja um bandido, não observaram a separação entre Estado-Juiz e Estado-Acusação; ora, se a moda pega, qualquer um pode ver duas forças contra si. Proteger o sistema acusatório é se proteger!

  7. Seria cômico se não fosse trágico: no Brasil político ou bandido rico nunca conseguem provar a inocência mas tão somente consegue fazer de tudo (recorrendo com advogados caros pagos com o dinheiro ilegal ou anulando o processo por minúcias) para adiar o julgamento ou extinguir o processo… Assim está sendo com Lulaladrão e também com o filho corrupto do MINTOmaníaco! E agora? Vão devolver pros corruptos todo o dinheiro que foi apreendido e recuperado também?

  8. O luladrao na verdade é inimigo do estado, todos os órgãos deveriam se juntar para combater a maior quadrilha já formada nesse país pelos PTralhas e seus cumplices.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juiz dá a Lula acesso a mensagens da Operação Spoofing que apura a invasão de celulares de autoridades por hackers

Foto: Sérgio Lima/Poder360 

O juiz Gabriel Zago Capanema Vianna de Paiva, novo responsável pelo plantão da 10ª Vara Federal de Brasília, autorizou o acesso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a mensagens da Operação Spoofing que apura a invasão de celulares de autoridades por hackers.

O acesso às mensagens foi determinado pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), em 28 de dezembro. A defesa de Lula solicitou então que o conteúdo fosse entregue, mas o responsável anterior pela 10ª Vara Federal, o juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, negou a requisição, sob o argumento de que esse tipo de pedido não poderia ser apreciado durante o recesso judiciário.

A defesa voltou a acionar o STF, e Lewandowski oficiou novamente a primeira instância da Justiça Federal para afirmar que sua decisão é expressa, devendo ser cumprida de imediato, o que ocorreu nesta terça-feira (5).

O juiz Gabriel Zago Capanema Vianna de Paiva oficiou a Divisão de Contrainteligência da Diretoria de Inteligência da Polícia Federal para que entregue o conteúdo pedido pelos advogados de Lula, nos termos da decisão do ministro do Supremo.

A defesa do ex-presidente quer acesso às mensagens sob o argumento de que nelas há diferentes menções aos processos contra Lula na Operação Lava Jato, conforme série de reportagens da imprensa.

Nas conversas, há por exemplo trocas de mensagens entre o ex-coordenador da Lava Jato no Paraná, o procurador Deltan Dallagnol, e o ex-juiz Sergio Moro, antigo titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela operação.

Na decisão de 28 de dezembro, Lewandowski ordenou o compartilhamento no prazo de dez dias, sob supervisão de peritos da Polícia Federal (PF), das mensagens arrecadadas pela Operação Spoofing que digam respeito ao ex-presidente “direta ou indiretamente, bem assim as que tenham relação com investigações e ações penais contra ele movidas na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba ou em qualquer outra jurisdição, ainda que estrangeira”.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Esse sim é um véi macho, arretado… só em ver dar vontade de chorar .. saudades de tu, véi galado

  2. Esse cão dos infernos tem acesso rápido ao STF.
    Tenho até nojo da cara desse rato nojento.
    Sem postura e compostura.
    Parece um gabirú saindo de um esgoto.

    1. Mais amor no seu coração, incendiador de Roma.
      Assinado: Lula ♥️?

    2. Cacá ( Calígula para os íntimos ). Você não é assim Cacá . Cadê aquele titio sapeca que faz cafuné nos sobrinhos ? Deixe de brabeza criatura ! Quem te conhece sabe que vc é um cinquentão do bem . Coração ? de ouro e se brincar da até o fundo das calças ? . Aí Papai !

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Advogados de Lula terão acesso a mensagens apreendidas pela Operação Spoofing, que mirou hackers que invadiram celulares de Moro e integrantes da Operação Lava-Jato

Foto: Gibran Mendes/CUT-PR

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e determinou que a 10ª Vara Federal do Distrito Federal compartilhe com os advogados do petista as mensagens apreendidas pela Operação Spoofing.

A operação mirou um grupo de hackers que invadiu os celulares do ex-juiz Sergio Moro e de integrantes da força-tarefa da Operação Lava-Jato de Curitiba, entre eles o procurador Deltan Dallagnol, que deixou o comando do grupo em setembro.

De acordo com o despacho de Lewandowski, com o apoio de peritos da Polícia Federal, e dentro do prazo de até dez dias, os advogados de Lula devem ter acesso a todo o material que tem relação com investigações e ações penais que tramitam na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba ou em qualquer outra jurisdição, ainda que estrangeira.

O ministro também afirma que o conteúdo das mensagens deve permanecer em sigilo. “Considerando que os arquivos arrecadados compreendem cerca de 7 TB de memória, envolvendo inclusive terceiras pessoas, advirto que os dados e informações concernentes a estas deverão permanecer sob rigoroso sigilo”, afirmou.

Parte dessas mensagens, publicadas inicialmente pelo site The Intercept Brasil, no ano passado, sugerem uma ação coordenada entre Moro e os procuradores da Lava-Jato de Curitiba, o que é proibido por lei.

Valor

 

Opinião dos leitores

  1. A operação da PF também apreendeu mensagens de ministros do STF, de acordo com Moro, então ministro da Justiça.
    Eu quero ter acesso às mensagens dos ministros do STF.
    Com que eu falo?
    Lewandowski?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Marcius Melhem revela mensagens trocadas com Dani Calabresa

Foto: Reprodução/TV Globo

O ator e ex-diretor da Globo Marcius Melhem enviou uma notificação extrajudicial para a atriz Dani Calabresa em relação às acusações de assédio moral e sexual contra ele. A defesa do ator também revelou trocas de mensagem entre ele e Calabresa. O objetivo dele é provar que ambos mantinham uma relação íntima e amigável entre os anos de 2017 e 2019, época em que os assédios teriam ocorrido. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, a notificação é uma medida preparatória para fundamentar um futuro processo contra a revista Piauí e a atriz. No documento, uma das conversas reproduzidas seria de uma mensagem de voz enviada por Calabresa no dia 12 de novembro de 2017, oito dias depois da confraternização em que ela teria sofrido assédio sexual de Melhem.

Conforme a Folha, no áudio, a atriz agradece Melhem por uma postagem feita no grupo de WhatsApp do programa “Zorra”, da TV Globo, felicitando Calabresa pelo seu aniversário.

“Chefe, estou mandando este áudio para agradecer a mensagem linda que você mandou no grupo. Todas as mensagens que você manda sempre de apoio e de carinho. Nossa, você não tem ideia como fico feliz de saber que você me acha talentosa. Eu sou sua fã para caralho”, afirma Calabresa na mensagem.

Calabresa ainda teria agradecido Melhem pelo que chamou de um “trabalho tão legal”. “Estou muito feliz de verdade. Te amo muito. Um beijo para as suas filhinhas lindas. Vamos para a Disney juntos”.

Advogada da atriz cita “estratégia de intimidação”

Em nota à Folha, a advogada Mayra Cotta, que representa a atriz, diz que a “interpelação repete estratégia comum a casos similares”. “Objetiva intimidar não apenas uma vítima específica mas outras que ainda permanecem protegidas sob sigilo e até mesmo testemunhas, como se isso fosse capaz de apagar os graves fatos narrados e cuidadosamente checados com dezenas de pessoas citadas pelas matérias.”

A defesa de Melhem alega que o ator está se defendendo do que chamou de “narrativa falsa” sobre a qual Calabresa ainda não se manifestou. Ainda de acordo com Melhem, ele está mostrando um trecho minúsculo, que não expõe a atriz.

“Estou mostrando coisas que expõem a relação amistosa que temos. Não é expor uma suposta vítima. Estou mostrando que eu e a suposta vítima tínhamos uma relação no período que a revista diz que ela estava traumatizada comigo”, disse à Folha.

Melhem afirmou também que contratou uma empresa especializada para realizar os procedimentos forenses de coleta e guarda das mensagens, o que comprovaria a integridade das informações.

A defesa ressalta ainda que toda a correspondência posterior entre eles evidencia que a relação pessoal e profissional dos dois “se manteve harmoniosa, com a mesma afetuosidade, nos meses e nos anos seguintes à festa” que foi relatada pela revista Piauí.

Isto É

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Babá consegue comprovar vínculo empregatício com mensagens do WhatsApp no RN

Foto: Ilustrativa

Uma trabalhadora que prestava serviços como babá conseguiu comprovar a existência de vínculo empregatício no Rio Grande do Norte tendo como prova conversas estabelecidas com a reclamada pelo WhatsApp.

Para negar o vínculo de emprego, a reclamada alegou que a autora do processo trabalhou como babá apenas por dois dias em sua casa, para que fosse testada, e depois, a trabalhadora passou a prestar serviços como folguista de duas babás e uma empregada doméstica.

No entanto, a juíza Karolyne Cabral Maroja Limeira, da 5ª Vara do Trabalho de Natal, do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN), constatou, pelas conversas estabelecidas entre as duas pelo WhatsApp, os requisitos necessários para o reconhecimento de vínculo, como a continuidade na prestação dos serviços, que não seriam apenas dois dias por semana, como alegado pela reclamada.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

 

Opinião dos leitores

  1. Faça isso.no EUA, por isso que temos essa quantidade de desempregado,ninguém quer mais contratar.

    1. Esse tipo de ocupação o estadunidense rejeita. Só os latino-americanos, que lá são chamados pejorativamente de cucaracha, aceitam tal condição.
      É a senzala do primeiro mundo.

    2. Luiz vc esta redondamente errado, mas é assim mesmo… Nós no Brasil vivemos em alforria né. E viva a liberdade….Como diz o outro…pobre do poder que não pode…..

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro diz que troca de mensagens em grupo é de cunho pessoal: “qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República”

Foto: Reprodução

Em sua primeira manifestação após a divulgação de que compartilhou vídeo convocando suas tropas para o protesto contra o Congresso Nacional e o STF, Jair Bolsonaro afirmou que a troca mensagens foi de cunho pessoal no aplicativo de mensagens.

Segundo o presidente, “qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República”.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Depois dessa notícia meteórica, vou digitar 17 no microondas e "Jair" treinando para 2022. A eleição acabou e o choro é livre !!!

  2. Conselheiro do Human Rights diz que Bolsonaro confessou crime de responsabilidade.
    Advogado criminalista e conselheiro do Human Rights, Augusto de Arruda Botelho, afirmou que Jair Bolsonaro assumiu “que encaminhou o vídeo convocando para uma manifestação que tem como uma das pautas o fechamento do Congresso”. "Ele mandou e assumiu que fez isso. Gravíssimo”, disse o Conselheiro.
    Vão voltar atrás e pedir desculpas?

  3. Essa convocação e muito seria. Vivemos numa DEMOCRACIA, e como tal, o Presidente deve ouvir, dialogar e buscar harmonia com os 3 poderes. Convidar o povo para ir as ruas contra poder A e/ou B é atitude de DITADOR.

  4. Sinceramente Lénio, já votei em nove dedos, vais prefiro chocalho do que algemas e celas putridas, o seu mentor com sua turma de ali babas, cachaçeiros, Fetidos e ladrões sabem o que é isso.

  5. JÁ QUER VOLTAR ATRÁS COM MEDINHO DO IMPECHEMENT?
    SE COLAR, COLOU, NÉ NÃO PRÉ FAKE?
    O ATENTADO JÁ ACONTECEU E FOI DEVIDAMENTE CONFIGURADO.
    NÃO EXISTE ESPAÇO PRIVADO DE PESSOAS PÚBLICAS, QUE PODEM RESPONDER POR SEUS CRIMES COMETIDOS EM QUALQUER ESFERA OU AMBIENTE.
    COMETEU CRIME DE RESPONSABILIDADE SIM. ELE E SEUS MINISTROS.
    FIZERAM ISSO DELIBERADAMENTE E AGORA NÃO ADIANTA DIZER QUE FOI SÓ MAIS UMA BRINCADEIRINHA E PEDIR DESCULPAS COMO TEM FEITO DESDE O PRIMEIRO DIA DE SEU MANDATO CONCEDIDO POR UMA FACADA FAKE.
    VÃO SER EXONERADOS OS MINISTROS QUE ASSUMIRAM O GOLPE PUBLICAMENTE?

    1. Vai cholar até rasgar as pregas… é o Mito presidente até 2027. Cholaaaaaaaa carniça!!!

  6. E é através desse canal de comunicação que os anúncios e convocações são feitas diariamente.
    E O GADO SEGUE FELIZ COM OS CHOCALHOS NA CABEÇA…
    MMMMMMmmmmuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI DAS FAKE NEWS: Dono da Yacows considera ‘insignificante’ número de mensagens para campanha Bolsonaro, e revela mais de 500 mil na do PT, para Haddad

Foto: Reprodução

No depoimento à CPI das Fake News, Lindolfo Antônio Alves Neto, da Yacows, classificou como “insignificante” o número de 900 mensagens enviadas pela plataforma da empresa para a campanha de Jair Bolsonaro — para a campanha de Fernando Haddad, foram mais de 500 mil.

“Concordo que é insignificante o número, pode ser que o número seja um pouquinho para mais, ou um pouquinho para menos. Mas de fato, o que aconteceu é: eles compraram apenas a possibilidade de executar 20 mil envios”, disse.

Mais cedo, ele informou que nem todo o pacote foi utilizado, e que, portanto, apenas 900 mensagens foram enviadas para 900 destinatários.

Na CPI, Rui Falcão, do PT, informou que a campanha de Fernando Haddad contratou a Yacows para mais de mais de 500 mil envios.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Esse senhor manifestou em não jurar falar a verdade, pra não contrair provas contra sí na CPI.
    Aí observando os comentários da pra perceber o nível de esquisofrenia estamos vivendo.
    Os relatos de um mentiroso CONFESSO, são consideradas como verdadeiras, apoiadas e comemoradas!
    Estamos observando uma fenômeno similar a uma espécie de hipnose coletiva.
    Jesus, tem piedade do Brasil!

  2. Tem imbecil que acredita que mensagenzinhas mudam o voto de alguém. Se assim fosse estaríamos sob outro desgoverno do PT.

    1. Exatamente HUMILDE, seria mais fácil induzir o eleitor do PT a votar neles, do que os demais eleitores q tem discernimento na hora de escolher em que votar.

  3. Mais um exemplo do feitiço virando contra o feiticeiro. Primeiro foi aquele Hans, dessa mesma empresa. Agora foi o próprio DONO da empresa que desmascarou a corja petralhas e suas funestas intenções de prejudicar a imagem do presidente. Vejam que diferença: 900 disparos para a campanha do Bolsonaro e MAIS DE 500 MIL disparos para a do poste do condenado de 9 dedos. O que essa cambada vermelha ainda vai inventar pelo amor de Deus? Quando vão parar com essa perseguição movida a mentiras e baixarias e vão aceitar o resultado eleitoral? Por que simplesmente não aguardam as próximas eleições e tentam realçar suas qualidades, se é que existem (não as vejo)? Essa nojeira dessa laia já cansou.

  4. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKLKLKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Chupa adoradores de Ladrão, bi condenado.

  5. Mais um tiro que sai pela culatra. Na CPI das fake news, a cada depoimento mais se comprova que quem se utilizou escandalosamente desse artifício foi a campanha de Haddad! Aliás, nada de novo no modo de fazer política do PT, que sempre foi fundamentada na mentira.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF conclui que eram falsas as mensagens de WhatsApp que resultaram na demissão do general Santos Cruz

Foto:Thomas Mukoya/Reuters

A PF concluiu que eram falsas as mensagens de WhatsApp que resultaram na demissão do general Santos Cruz.

Sim, ele foi vítima de uma trama criminosa.

Segundo a Folha de S. Paulo, a PF não conseguiu descobrir quem foi o autor dessa fraude colossal.

As falsas mensagens do general Santos Cruz foram levadas a Jair Bolsonaro pelo chefe da Secom, Fabio Wajngarten, como revelou a Crusoé.

Nas mensagens forjadas, Carlos Bolsonaro era chamado de “desequilibrado” e Flávio Bolsonaro de “frouxo”.

O próprio presidente era tratado como “covarde” e “imbecil”.

O que se sabe é que o general Santos Cruz foi alvo constante dos ataques de Olavo de Carvalho, que o chamou de “bandidinho”, “politiqueiro de merda”, “um nada” e “bosta engomada”.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Se isto for verdade, o Presidente Bolsonaro deveria dar a mão a "palmatória", pedir desculpas aí General Santos Cruz, e, caso General aceite, tê-lo de volta à equipe.

    1. O fetiche dos Minions é dizer que todos que pensam ao contrário são da esquerda ?

    2. Por definição, todos que pensam o contrário são mesmo esquerdistas. Uns mais, outros menos. Os mais "malucos" e inconsequentes a gente chama de esquerdopatas. Bem simples, sem mimimi. Kkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Corregedor determina que WhatsApp informe se números identificados dispararam mensagens em massa em 2018

Nessa quinta-feira (7), o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Og Fernandes, determinou à empresa WhatsApp INC que informe se as pessoas jurídicas e físicas identificadas pelas operadoras de telefonia VIVO, CLARO, TIM, ALGAR e OI como titulares de linhas telefônicas realizaram disparos de mensagem em massa ou automação durante a campanha eleitoral de 2018. O ministro solicitou ainda que o aplicativo de mensagens esclareça se adotou medidas para bloqueio ou banimento das contas referidas, no período de 14 de agosto a 28 de outubro de 2018.

Em outubro deste ano, a Corregedoria determinou às operadoras de telefonia que informassem as linhas telefônicas de quatro empresas e de seus respectivos sócios alegadamente contratados durante a campanha de 2018 para enviar mensagens pelo aplicativo. As companhias Nextel, Sercomtel, Datora e Terapar declararam não possuir em seus cadastros linhas telefônicas das titularidades solicitadas.

No despacho desta quinta, o corregedor confirmou o recebimento de respostas das operadoras de telefonia oficiadas. Esclareceu, no entanto, que parcela dos números telefônicos é de linhas ativadas somente após o segundo turno das eleições.

Aije

A determinação do corregedor-geral ocorre no âmbito da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) nº 0601782-57, ajuizada pela coligação Brasil Soberano (PDT/Avante) contra Jair Bolsonaro e Antonio Hamilton Martins Mourão, eleitos presidente e vice-presidente da República no último pleito, entre outras pessoas físicas.

A alegação é de suposta prática de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação, nos termos do artigo 14, parágrafo 9º, da Constituição Federal, e do artigo 22 da Lei Complementar (LC) nº 64/1990.

RC/JB, DM

Processo relacionado: Aije 0601782-57 (PJe)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Hacker disse ter roubado mensagens de ministros do STF, e direciona “intimidação” contra Carmem Lúcia

O hacker da Lava Jato disse a Manuela D’Ávila que havia roubado mensagens de Cármen Lúcia, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso, segundo a Veja.

Ele disse também que essas mensagens permitiriam invalidar todos os atos da Lava Jato.

Em sua conversa com Manuela D’Ávila, ele acusou Cármen Lúcia de “fazer piada” com a morte do neto de Lula.

A reportagem reproduziu a conversa:

Reprodução

A trama criminosa contra Cármen Lúcia

O STF está sendo achacado para inocentar Lula e enterrar a Lava Jato.

As conversas do hacker Vermelho com Manuela D’Ávila, publicadas pela Veja, revelam o propósito de constranger e intimidar Cármen Lúcia – e isso ocorre às vésperas do julgamento do caso do triplex.

Com o novo vazamento, há expectativa de uma reação do Supremo de reagir a essa tentativa criminosa de obstruir a lei com mensagens fabricadas.

Com informações de O Antagonista

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

WhatsApp tem falha que deixa hacker ler suas mensagens; evite

Falha no WhatsApp pode ter colocado em risco milhões de usuários de Android — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Uma brecha de segurança no WhatsApp divulgada nesta quarta-feira (2) pode colocar em risco mensagens e arquivos compartilhados por usuários. Segundo um pesquisador conhecido pelo apelido Awakened, hackers podem ganhar acesso ao conteúdo do chat desde que convençam vítimas a compartilharem um GIF malicioso. O bug atinge aparelhos que rodam Android 8 (O) e 9 (P), que respondem por 38,7% de usuários do sistema. Versões anteriores e a mais recente 10, assim como o iPhone (iOS), estariam a salvo do problema.

Em nota enviada ao portal The Next Web, o WhatsApp afirma que a vulnerabilidade já era de conhecimento de seus engenheiros “no mês passado”. Segundo a empresa de propriedade do Facebook, não há indícios de alguém que tenha sido afetado. A falha foi corrigida na atualização mais recente do mensageiro disponibilizada na Google Play Store.

O problema tem a ver com uma vulnerabilidade no sistema de prévia de imagens do WhatsApp ao se deparar com um arquivo GIF modificado pelo hacker. Segundo o especialista que descobriu a brecha, a potencial vítima deve enviar o arquivo comprometido para causar um bug no sistema e abrir caminho para a invasão. A partir daí, o atacante poderia executar comandos remotamente para roubar mensagens, vídeos, imagens e demais conteúdos compartilhados no mensageiro.

O WhatsApp afirma que as características do bug levam a crer que nenhuma pessoa foi afetada. Segundo a companhia, a probabilidade de haver vítimas diminui pois o usuário não pode ser infectado quando recebe o arquivo malicioso, mas sim quando envia. Portanto, para se concretizar, o golpe teria que envolver também algum truque de engenharia social para encorajar o compartilhamento do material.

Como se proteger

Ainda que não haja registro de pessoas afetadas, é importante que todos os usuários de WhatsApp que usam celular com Android 8 ou 9 atualizem o aplicativo imediatamente. A solução para o bug está na presente a partir da versão 2.19.244.

Globo, via Techtudo e The Next Web

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *