Diversos

Governo do Estado diz que todos precisam fazer sua parte referente aos auxílios para o setor produtivo

NOTA

O Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN), informa que ainda não foi comunicado oficialmente da proposta.

No entanto, adianta que é sensível aos desafios do setor empresarial do Rio Grande do Norte, inclusive das empresas que prestam o serviço de transporte público, fundamental para assegurar o deslocamento dos trabalhadores.

E, por isso, o governo foi protagonista, em meio à fase mais aguda da pandemia no ano passado, e estabeleceu uma redução de 50% na base de cálculo do ICMS do óleo diesel para as empresas de transporte – medida que está em vigor e minimizar os custos dessas organizações com o principal insumo daquelas que operam nesse segmento.

Por fim, o Governo do RN entende que, diante dos desafios impostos pela Covid-19, todos precisam fazer sua parte, setor produtivos, entes públicos e sociedade em geral para superar as adversidades do momento.

 

Opinião dos leitores

  1. Fatão, as emissoras de televisão não estão contratando comediantes devido à pandemia. Nem o Stand up devido aglomeração

  2. Chega a ser cômica a sugestão do governo para o setor produtivo “fazer sua parte” na realidade esse setor sempre foi obrigado a “fazer sua parte” e a do governo, que em sua incopetência histórica habitualmente não cumpre com suas responsabilidades.

  3. Quem fecha a economia através de decreto tem obrigação de ressarcir os prejuízos dos setores os quais prejudicou.

  4. A Governadora Fátima tranca rua, agora quer dar uma de comediante Kkkķ.
    Ela já deve tá falando com Fábio Faria, para conversar com o Sogrão Silvio Santos, para reservar uma vaga em 2022, no programa humorístico A praça é nossa ou na Globolixo no Zorra Total Kkkķ HôFátima desmantelada.

  5. Vixe, a Governadora virou comediante ou é uma cineasta de filme de terror Kkkķ
    Rindo até 2022.
    Hô Governo Reiêra é esse do Estado do RN.

  6. O pequeno e médio empresário, que é onde se gera mais empregos, não é beneficiado pela redução de ICMS no diesel e muito menos tem caixa para manter aberta a Empresa com as portas fechadas. O incentivo tem que ser maior e vir tanto do governo estadual como do federal para esses pequenos…

  7. Agora que tá pensando, depois que quebra e destrói quase cem por cento dos ambulantes, micro empresários, e empreendedores do estado. O setor produtivo é quem mantém o estado funcionando, através dos impostos pagos. Portanto, não poderia ter destruído de forma sumária, como fez a governadora. Isso foi um crime contra os potiguares

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

TCE deflagra fiscalização para aquisição de 300 mil vacinas da Sputnik V e de insumos pelo Governo do Estado

Foto: Divulgação

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) deflagrou uma ação fiscalizatória para acompanhar a aquisição de vacinas, insumos, bens e serviços destinados à vacinação contra Covid-19 pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Em primeiro despacho, no âmbito do processo Nº 0992/20021, após sugestão técnica de Auditores de Controle Externo da Diretoria de Administração Direta, o conselheiro Poti Júnior pediu esclarecimentos acerca da vacina Sputnik V.

A Sesap celebrou contrato para aquisição de 300 mil doses da vacina Sputnik V junto à empresa russa Limited Liability Company “Human Vaccine”, representada pela sua empresa administradora RDIF Corporate Center Limited Liability Company. A contratação foi viabilizada pelo Estado da Bahia, que firmou acordo de cooperação com o “Management Company of Russia Direct Investment Fund – RDIF”, visando a aquisição de 50 milhões de doses da Sputnik V, e ofertou aos entes federados que compõem o Consórcio Nordeste a possibilidade de participarem da compra das vacinas reservadas.

No procedimento administrativo deflagrado para a transação no âmbito da Sesap, o secretário Cipriano Maia de Vasconcelos juntou aos autos justificativa para celebração do contrato para aquisição das 300 mil doses, oportunidade em que apresentou os argumentos técnicos e jurídicos que, a seu entender, justificam a contratação. A aquisição foi autorizada pela governadora Fátima Bezerra.

Com base no relatório de auditoria, o conselheiro Poti Júnior, determinou diligências para que a Sesap esclareça, no prazo de cinco dias, se as vacinas Sputnik-V adquiridas pelo Estado serão aplicadas diretamente em ações de imunização no âmbito do Rio Grande do Norte ou se elas integrarão o Plano Nacional de Imunização e serão distribuídas para outros Estados da Federação, a critério do Ministério da Saúde.

Também pediu esclarecimentos sobre os riscos referentes à responsabilidade civil em relação a eventos adversos pós-vacinação, e quais medidas o Estado implementou ou pretende implementar para minimizar o risco, a exemplo de garantias ou contratação de seguro privado. Outro ponto é quanto à possibilidade de o contrato não ser executado. O conselheiro quer saber quais medidas de cautela o Estado implementou para reduzir os riscos envolvidos na aquisição, considerando, inclusive, a previsão de pagamento antecipado.

Além disso, Poti Júnior solicitou a relação de todos os processos administrativos relacionados às aquisições de vacinas contra a Covid-19 e insumos, inclusive de outros laboratórios, e à contratação de bens e serviços de logística, de tecnologia da informação e comunicação, de comunicação social e publicitária e de treinamentos destinados à vacinação contra a covid-19.

 

Opinião dos leitores

  1. Santos, não vi motivo para interrogação e ironia para o termo deflagrou, foi isso mesmo? Agora vc mandou Doriana segurar as férias? Isso mesmo? Esse termo está na zoologia, uma fase Inicial ou intermediária de inseto kkkkkkkkkk

  2. “Fiscalização”. Com as redes sociais e uma população mais informada, acho que esses caras estão começando a sentir vergonha do salário que ganham para trabalhar para inglês ver enquanto as nossas crianças comem bolacha de água e sal com um copo de tang no lanche da creche, aí estão começando a inventar essas pataquadas.

  3. Essa bucha eu não tomo nem amarrado pelos culhões.
    Vai boiar!!
    O presidente da Argentina tomou duas doses, foi a mesma coisa de não ter tomado nada.
    Pegou covid 19 de novo.

  4. E por falar em fiscalização, o que foi feito dos 5 milhões “torrados” com os respiradores que nunca chegaram?

  5. O dinheiro vai ter o mesmo destino quando foram compra os respiradores, desastre de governo.

  6. O lockdown não tem eficácia comprovada no combate ao CORONAVIRUS. Aqui no RN o que se viu foi um aumento exponencial de casos e de mortes durante o trancamento obrigatório. Por outro lado, centenas ou até milhares de empregos foram perdidos. O desejo tirânico dos governantes está sendo alimentado e o povo cada vez mais vulnerável.

  7. Vai submeter a população a uma vacina que sequer foi autorizada pela ANVISA. E, além de tudo, vai derramar dinheiro do povo nessa loucura.

  8. Tem Consórcio Nordeste no meio a coisa fede. Por que tanta vontade do Gov. do Estado do RN em se meter em mais um imbróglio com uma vacina que sequer foi aprovada pela Anvisa? Por que não se esforçar p/ comprar uma vacina já aprovada? Bem, a resposta eu acredito que cada um de nós já desconfiamos não é?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato dos Empregados no Comércio de Restaurantes e Bares de Natal solicita ajuda do Governo do Estado

O Sindicato dos Empregados no Comércio de Restaurantes e Bares de Natal no Estado do Rio Grande do Norte enviou um ofício ao Governo do Estado alertando que o segmento está passando por necessidades. “Neste período várias casas fecharam ou faliram. Fora as demissões de vários pais e mães de família, o sindicato está fazendo novamente uma campanha para arrecadação de alimentos e cestas básicas para Distribuir aos trabalhadores que diariamente ligam pedido ajudar, tem família passando fome os trabalhadores de Bares e restaurantes ficaram desassistidos tanto pelo governo do estado como pela prefeitura da capital”, diz trecho.

Leia o ofício abaixo:

O Sindicato dos Empregados no Comércio de Restaurantes e Bares de Natal no Estado do Rio Grande do Norte – SINDEBARNAT/RN, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 14.010.861/0001-65, com sede na Rua Gonçalves Ledo, n.º 820, Cidade Alta, CEP. 59.025-530, Natal/RN, neste ato legalmente representado pelo seu presidente, o Sr. Flávio Teotônio, vem, respeitosamente, perante V.S. solicitar assistência para a categoria

Venho através dessa relatar a situação dos trabalhadores de Bares e restaurantes, o segmento está passando necessidades. Neste período várias casas fecharam ou faliram. FORA AS DEMISSÕES de vários país e mães de família, o sindicato está fazendo novamente uma campanha para ARRECADAÇÃO de alimentos e cestas básicas para Distribuir aos trabalhadores que diariamente ligam pedido ajudar, tem família passando fome os trabalhadores de Bares e restaurantes ficaram desassistidos tanto pelo governo do estado como pela prefeitura da capital. No final do ano as coisas começaram a dá uma Melhorada mas agora novamente tivemos que fechar nosso sindicato. Como representante dos trabalhadores entendermos a gravidade da covid 19 que já matou muitas pessoas no nosso estado. Somos a favor da vida e por isso pedimos ajuda ao governo do estado dada a excepcionalidade do movimento vivido na pandemia do covid 19 desde de março de 2020 ou seja, um ano atrás solicitamos ao governo do estado do Rio Grande do Norte amparo aos trabalhadores de Bares e restaurantes e similares que carecem de assistência das autoridades em nome dos trabalhadores que o sindicato representa pedimos a suspensão imediata da cobrança das tarifas de água e energia elétrica auxílio aluguel de 600 reais que poderá ser usado para pagamento de prestações da casa própria financiada pelo programa Minha casa minha vida fornecimento de cestas básicas que satisfaça a necessidade de um família da até 5 pessoas ou inclusão dos trabalhadores no programa Renda família com cartão alimentação Duração dos benefícios por um período de seis meses esperamos por parte de nossa experiência sermos atendido em nome dos trabalhadores da categoria

Sem mais para o momento aguardamos a ciência do governo do estado

Atenciosamente,

Flavio Teotônio

Presidente do SINDEBARNAT

Opinião dos leitores

  1. Boa noite bela atitude o sindicato nao tem culpa de nada..esta FAZENDO a parte dele lutando pelos trabalhadores..

  2. Tem que enviar expediente ao governador Sr. Laís Íon Comitê Marise Cientistas, esse povo PHD em não fazer nada e viver como professor substituto da UFRN, que só fala e não tem uma lauda de estudo científico sobre a matéria COVID, saberá tomar uma medida para resolver o problema dos que não estão morrendo de covid, mais sim de fome.

  3. Sindicato pedindo esmolas , cestas básicas ??? Por que não pedem a abertura das atividades com o uso das famigeradas máscaras que de pouco servem ( haja vista o número de casos ) ?
    Sindicato tem que preservar os empregos , não ficar pedindo esmolas a gestores . A Argentina fez o maior lock down e os casos estão na estratosfera , mostrando que para nada de bom serve . Só serve para fazer falir , sofrer , empobrecer , e matar .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeituras dizem que sistema criado pelo Governo do Estado é o grande culpado em manter dados de vacinação desatualizados

Nota de esclarecimento

É fato que o Governo do Estado tem, sim, distribuído em tempo hábil as doses de vacinas contra a Covid-19. Mas, o sistema criado pelo próprio Estado para que os municípios informem o andamento da vacinação é o maior culpado pela dificuldade em manter dados atualizados em tempo real.

Enquanto o tempo para vacinar um cidadão não passa de 1 minuto, o agente de saúde precisa dedicar no mínimo outros 3 ou 4 minutos orientando os usuário, ou mesmo fazendo o cadastramento para atualizar o sistema criado pelo Governo do RN. O Sistema não é ágil, não dá resposta rápida e ainda enfrenta instabilidades constantes na internet, principalmente nas cidades do interior. É um complicador a mais para os municípios que assumem a maior e mais importante responsabilidade, que é vacinar a população com a primeira e segunda dose do imunizante.

A Femurn enfatiza que os municípios potiguares e de todo o país executam campanhas de vacinação há mais de 30 anos. Um trabalho que sempre foi feito com seriedade, cuidado e rapidez. Mas a necessidade de mudança para o novo sistema de atualização do governo estadual, acabou gerando mais burocracia.

Com a absoluta confiança que todos os municípios estão fazendo o seu máximo para que a campanha seja realizada o mais rápido possível, inclusive disponibilizando postos de vacinação aos finais de semana, contratando mais profissionais e ampliando horários de atendimento, a Femurn registra ainda que o Estado poderia estar utilizando o sistema nacional, que já existia e permitia uma atualização mais prática e ágil no cadastramento dos vacinados.

Babá Pereira
Presidente da Femurn

Opinião dos leitores

  1. A culpa é do governo do estado por criar mecanismo de controle e acompanhamento da vacinação? Não prefeito, a culpa é de quem não consegue se organizar, minimamente, para cumprir as recomendações. Instabilidade na internet, também é culpa do governo, ou das prefeituras que não contrataram uma quantidade necessária de mega para suprir a demanda? O prefeito prefere o sistema antigo, vacinou, tá liberado? Sem controle? Prefeito, estão roubando e assaltando vacinas. A informação dos dados é obrigação das prefeituras.

  2. Que legal, nesse momento em que todas as forças deveriam se unir para tentarmos sair dessa situação a Fermurn vem a público apenas reclamar, que bom seria se essa instituição procurasse ajudar de alguma forma, já que segundo o presidente da entidade sabe exatamente qual o problema, né? Uma pena que usam e abusam das mortes por Covid19 para fazer política do mais baixo nível, pena mesmo, e assim vamos nos afundando em uma crise enorme, e saibam que ninguém escapará de afundar também juntos.

  3. Não vejo nem um problema em gastar mais dois ou três minutos para manter o sistema atualizado, organizado e transparente até porque estamos usando mais de um tipo de vacina.

  4. É muito estranho o que vem acontecendo no RN, será se esses Prefeitos realmente tem interesse de VACINAR a população dos seus municipios. É MUITA MENTIRA DE UM LADO E DE OUTRO.

  5. …é o grande culpado em manter dados da vacinação desatualizados. E não atualizados. Assim entendi pela matéria. Título não parece adequado.

  6. Uma pergunta que não quer falar. Qual a dificuldade de seguir o mesmo calendário do Governo Federal?

    1. Simplesmente porque não existe planejamento neste governo genocida federal. Simplesmente isto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Previsto para maio, cronograma de pagamentos de atrasados de servidores do Estado não está garantido

Reportagem da Tribuna do Norte nesta terça-feira(23) destaca que a situação financeira do Governo do Estado com a pandemia da covid-19 pode gerar problemas financeiros aos servidores públicos.

Apesar de não haver, nesse momento, o risco de atraso no cronograma dos salários dos funcionários, o Governo coloca em xeque o pagamento dos dois meses de folha que estão atrasados desde 2018.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News Natal, nesta terça-feira (23), o secretário de Tributação do Estado, Carlos Eduardo Xavier, falou sobre as condições financeiras do Executivo neste momento.

Veja detalhes AQUI em texto na íntegra.

Opinião dos leitores

  1. Os servidores do RN agradeçam ao presidente Bolsonaro por estarem recebendo seus salários. O governo federal já repassou MUITO dinheiro para o RN, que deveria ter sido usado no combate à COVID. E o que foi feito desse dinheiro? Leitos hospitalares não foram criados e NADA foi feito. Mas o dinheiro veio. Entenderam?

  2. É melhor Fátima renunciar. Não dez nada até agora. As vacinas retidas e as pessoas idosas esperando ansiosamente por elas.
    Essa fila precisa andar. Hj melhorou um pouco.
    O MP tem que investigar pq as vacinas foram retidas. Por ordem de quem? Pq? Para que? É muita incompetência num governo só.

  3. Lembrando que a folha atrasada foi herança de Robinson. Fátima está apenas colocando em dia. O dela sempre é pago rigorosamente na data, muitas vezes antes.

    1. JAPIENSE…., quando se assune um governo, se assume a instituição, ou seja , não é pessoa física, hoje o governo é Fátima cadeado, ela assumiu sabendo disso e prometendo e dizendo que ela tinha a solução, lá se vão 2 anos , e olhe que entrou muito dinheiro, os últimos dois meses o governo do rn bateu recorde de arrecadação de ICMS , mas nós sabemos pra onde vai esse dinheiro e q tb quando ela vai botar a folha em dia , a folha ela vai colocar totalmente em dia bem pertinho das eleições que pra enrolar os bestas.

  4. Vai cair a arrecadação com tudo bem fechadinho, mercadinho. E agora? Começou o terrorismo, a chantagem.
    Muito típico desse partido: "qto pior melhor".
    Aguardemos o desfecho da tragédia anunciada.
    A palavra REAGIR não existe no dicionário do potiguar. Todos estão apáticos esperando o maná cair do céu. Tem que sentar na mesa com a governadora, deputados enclausurados, conversar, propor,negociar…ela adora fazer pacto. As contas estão chegando para todos. E agora?
    Valei-nos governo federal.

  5. É só ficar mais em casa que os pagamentos atrasados a gente ver depois. Assim que a petista quer.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Confira o que fecha se o Governo do Estado seguir as recomendações do Comitê Científico

Segundo a recomendação do Comitê Científico da Sesap ao Governo do Estado, as medidas de enfrentamento a alta da covid no Rio Grande do Norte, estão centradas na ampliação das medidas de isolamento social por 21 dias, no alerta para não utilização de medicação sem evidência científica para tratamento da Covid-19 e em manter o uso de máscaras de forma correta.

As novas recomendações emitidas consideraram o aumento do número de casos e óbitos por Covid-19 no RN, a taxa de ocupação de leitos críticos indicando a saturação do sistema de saúde no estado, bem como a lista de espera por leito Covid nas centrais de regulação, que há mais de sete dias mantém uma fila sustentada de mais de 100 pessoas.

Além disso, o comitê levou em consideração que o toque de recolher, instituído pelo Decreto nº 30.388, de 5 de março, não possibilitou o alcance de níveis ideais para o achatamento da curva da pandemia.

VEJA ALGUNS SEGMENTOS QUE O COMITÊ CIENTÍFICO ENTENDE QUE DEVEM FECHAR NO EVENTUAL PERÍODO DE QUARENTENA:

Escolas;

Lojas de automóveis;

Shoppings;

Academias;

Bares;

Cafés;

Restaurantes;

Lojas de departamento, artigos esportivos; conveniências;

Lojas de rua;

Centros comerciais.

Opinião dos leitores

  1. É fácil dizer" fechem tudo" qnd se tem salário certo todo mês, vá falar para um autônomo isso " fique em casa" . Hipócritas, querem transtornar o governo federal causando um caos nacional, lembraremos de vcs governadores ano q vem ,ah se lembraremos.

  2. Excelente!
    Tem que fechar mesmo. Pelo menos ainda sobrou governantes com noção nesse país presidido pelo demônio.

    1. Esquerdista desgraçado, para derrubar ou tentar derrubar o governo BOLSONARO vcs deixam o povo passar fome, canalhas, esquerda no RN está com seus dias contados.

  3. É realmente mto curioso. Os membros do ministério público, os servidores dos estados, municípios e mandatários públicos que, segundo o supremo, não podem sofrer redução ou atraso de salário, são os que definem que aqueles que pagam os impostos que os remuneram, fiquem em casa e percam suas rendas.
    É o poste urinando no cachorro, o queijo devorando o rato.
    A desobediência civil, que anos atrás parecia inimaginável;selvageria, me parece a única saída viável. Se o ódio do bem pode, a aglomeração do bem tb. É preciso ir às ruas aos bandos. Voltar às origens toscas da humanidade e lutar de modo viril (entenda como quiser) pelo direito de sobreviver.

  4. Todos esses fechamentos copiados por todos os governantes do nosso país, é um paliativo para encobrir a incompetência na gestão da Saúde Pública.
    Os corredores dos hospitais públicos sempre funcionaram como funerárias, depósito de cadáveres, o caos não é de hoje. Aí vei o "FENÔMENO"
    Ronaldinho que disse que não se fazia Copa do Mundo com Hospitais. Levaram nosso dinheiro, constríram vários elefantes brancos país afora. E agora Ronaldinho Imbecil?
    Continuamos sendo massa de manobra e daqui a 2 anos votaremos novamente.

  5. Concordo em fechamento geral pois ser vc não perdeu alguma pessoa querida então vc está lutando pra perde então veja pelo lado bom em 15 dias conserteza as cidades vão volta ao normal a não ser que vcs querem quem morram mais pessoas

  6. Invistam na saúde, mais leitos de UTI covid, e deixa o povo trabalhar, porque as contas não param de chegar, e com juros.

  7. As estrelas da UFRN autoproclamados "notáveis" parec que não são norte-rio-grandenses. Se forem, devem detestar o RGN. Querem destruir, junto com a governadora, a economia do Estado, cancelar empregos. Essas figuras são as mesmas que carimbam o Presidente de genocida.

  8. Não apenas isso: exigem o fechamento do funcionamento regular de farmacias, padarias e supermercados. Só os que não puderem manter delivery é que poderão abrir. Nordestão, Carrefour, atacarejos, drogasil, Pague Menos, etc etc: tudo vai ter de fechar, e quem não tiver internet ou telefone que se lixe.

    Não vai sobrar pedra sobre pedra da economia do Estado com 21 dias dessa loucura.

  9. Esses VADIOS estão matando o povo deliberadamente. Eles SÃO MILHÕES DE VEZES MAIS LETAIS que o vírus.
    O inferno vai EXPURGAR ESSAS ESCÓRIAS LATRINAS IMUNDAS CADELAS GENOCIDAS DITADORES. O SATANAS ESTÁ APAVORADO QUANDO CHEGAR O DIA DELES IREM DISPUTAR O TRONO DO SER INOMINÁVEL. Eles são milhões de vezes pior que ele.

  10. Sou a favor de algumas medidas, + dar um crtl-c no que não deu certo no ano passado é só carimbar a incompetência dos nossos governantes! Acredito que existam muitas outras alternativas para não temos mais óbitos e que não penalize o cidadão que tem botar comida a comida na mesa.
    Deus tenha minha misericórdia do nosso estado!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Ministérios públicos propõem que Governo do Estado e Prefeitura de Natal decretem lockdown

Em reunião com autoridades locais e membros do Estado e do Município, o Ministério Público do Estado, Ministério Público do Trabalho e a Ministério Público Federal fizeram nesta quarta-feira(17) uma proposta de que o governo do Estado e a Prefeitura do Natal façam um decreto para estabelecer o lockdown no Estado. No entendimento dos órgãos, a medida seria a forma de achatar a curva de casos da Covid 19 no Estado do Rio Grande do Norte.

Segundo a proposta dos MPs, com exceção dos serviços considerados essenciais, as demais atividades deveriam ser fechadas diante do cenário atual da pandemia no estado. Ainda segundo os órgãos, a quarentena, dessa forma, enquadraria em uma estratégia visando o “achatamento” da curva de casos visando dar tempo de melhor estruturação da rede assistencial do Estado.

Opinião dos leitores

  1. Logico esses funcionários publicos querem ficar em casa e ganhando
    Corte salário deles ai vamos ver o que eles querem mesmo

  2. "Achatar a curva" esse filme é repetido e não foi muito legal. Nossas instituições públicas são uma vergonha, pois, em vez de nos proteger de medidas autoritárias, pelo contrário, contribuem para a violação dos nossos direitos. Nosso sistema de saúde está há décadas esquecido, porém demos quase um ano para dar uma melhorada. Qual o resultado? fizeram politicagem — prometeram criar novos leitos de UTI, hospitais de campanha, só promessas — pensando nas eleições de 2020.

    Ficam os questionamentos: qual o sacrifício dos políticos e funcionários públicos, que tem sua renda garantida pelos que estão no lockdow? onde estão hospitais de campanha? quais medicamentos o governo indica para tomar preventivamente? o governo estadual vai dar algum auxílio emergencial para os desfavorecidos? qual a comprovação científica da eficácia do lockdown?

  3. Sinceramente! Eu não entendo. Os comentários postados Aki, estão sempre batendo em servidor publico e seus salários. Estão sempre pedindo que dividam os salários com quem não ganha salário. Afinal divisão de rendas ( quem estuda,trabalha dá metade pra quem não estuda e não trabalha) e ainda defende Bolsonaro e criticam o PT. Decidam: capitalismo ou comunismo. Afinal precisamos ou não da polícia, médico, juiz, gari, professor? Serviço público ou pagamos tudo

  4. É dar muito cabimento a este MP. Quem governa cidades, estados e países são pessoas eleitas para administra-las. Vão se candidatar e depois administrem. O poder emana do povo. Não sabia que eles tinham virado médicos pra ficar dando palpites.

  5. Por que o MP não interviu nas eleições, nas festas de fim de ano e no carnaval ..??? E agora vem sugerir fechar tudo. As restrições eram para serem mantidas a medida que foram aumentando os casos e não agora com 90% dos leitos ocupados. O MP devia liberar o recurso que tem sobrado em caixa para ajudar aos comerciantes que estão em dificuldade. São uns mercenários e não ajudam à sociedase em nada.

  6. BG
    Esses caras tem salários de marajas ganham acima de 20.00 mil reais por mês, pra eles ficarem dentro de casa só comendo e cagando 10.00 mil dava tranquilo.
    Que tal pegar os outros dez mil e passar pra quem não tem nada.
    Será que eles fazem isso??
    Sugiro que façam até o final do ano.
    Quero saber!!

  7. O papel do MP não seria fiscalizar onde os recursos que vieram para combater a pandemia foram utilizados? Assim como o PGR está fazendo? Ou é ficar balançando a cabeça igual a uma lagartixa concordando com tudo que o PT fala.

  8. Isso parece coisa premeditada, todos governadores e prefeitos sabem que com o começo da vacinação em massa , os casos irão diminuir e eles decretando Lockdown, no futuro vão dizer que o que fez a diminuição dos casos foi mérito do Lockdown.

  9. Quando falta competência, sobra Lockdown.
    Queria que Médicos e enfermeiros tbm fizessem Lockdown, pois vidas de todos interessam ou não?

  10. Desde o inicio da Pandemia que se preparam para conte-la, 1 ano se passou e o discurso é o mesmo. Concordo com fechamento das atividades, desde que arquem com as despesas daqueles que irão ficar sem trabalhar e com isso sem receber dinheiro também.

  11. Quem tem salários garantidos , é fácil falar.
    Esses caras deveriam fazer alguma ação positiva, sugiro passar a bolada de dinheiro do MP dois meses pra população que não tem ganhos certos.
    Topam??
    É só por dois meses.
    E aí??
    Topam???

  12. Concordo 100% desde que os membros do MP abram mão dos seus vencimentos por Equivalente período, aliviando a nossa folha de salário.

    Todos precisam se sacrificar.

  13. Eu quero ver quando os médicos, enfermeiros, maqueiros e todos os demais que estão na linha de frente não aguentarem mais e começarem a parar, o que o sociedade vai fazer…..vai ser um LOCKDOWN.

  14. Concordo com o LOCKDOWN desde que os salários dos promotores também entrem em lockdown. Aí sim!!

  15. BG. Faz uma pesquisa com quais profissões são a favor do Lockdown e quais contra. Aposto em 90% do setor público

    1. Procura conversar com o prefeito de Ceará Mirim e Dr Fernando presidente da Unimed e para de teclar o que vc não sabe.

    2. Parabéns ao Sr João
      Procurem falar com aqueles que enfrentam a dificuldade da regulação de leitos e vejam o quanto neste momento é fundamental atitudes mais rigidas

  16. O MPRN ajudava mais indo investigar onde estão os cinco milhões deviados via Consórcio do Nordeste, pois é muito bom recomendar lockdaw causando desemprego, fome e falência tendo salários milionários todo final de mês. Deviam ter no mínimo vergonha de fazer esse tipo de recomendação. Onde está para o MPRN a defesa da sociedade?

  17. Corta também 50% dos salários dos promotores para que esse dinheiro todo poder custear cestas básicas para aqueles que ficaram e vão ficar desempregados.

  18. Salário gordo garantido no final do mês (fora as regalias) aí é Fácil demais propor isso. Corta 50% que a opinião muda ligeiro.

  19. Depois de 1 ano, o governo estadual não teve tempo de estruturar a rede pública de saúde? Conta outra que essa conversinha não cola mais não. Parece piada pronta contra quem precisa trabalhar de manhã para comer a noite.

    1. Não tem leito que de conta , cidadão . Porque não tem Nem profissionais e nem insumos que deem conta . Não adianta ease diazurso simplista não . O problema é muito mais grave

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

VÍDEO: Governo do Estado envia máscaras transparentes para os trabalhadores da saúde do Walfredo Gurgel, mostra denúncia do SindSaúde-RN

Os servidores da saúde do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel denunciaram ao Sindsaúde/RN no último sábado (13), o EPI (Equipamento de Uso Individual) de péssima qualidade entregue na unidade pelo Governo do Estado. O material em questão, são máscaras cirúrgicas quase transparentes, destinadas aos profissionais da saúde que trabalham no hospital e que estão na linha de frente no combate a Covid-19. As máscaras enviadas para o Walfredo Gurgel, como mostrada no vídeo feito pelo diretor do Sindsaúde/RN, Carlos Alexandre, não aparentam ser seguras, sobretudo para o uso em um ambiente hospitalar, dada a transparência do tecido.

Como afirmou o próprio Secretário de Saúde do RN, Cipriano Maia, na manhã desta segunda-feira (15) em entrevista ao Bom Dia RN, vivemos “a pior situação da pandemia no estado em termos de agravamento nessa segunda onda”, e ainda sim, o Governo Fátima Bezerra (PT) “não respeita nem valoriza a vida dos trabalhadores da saúde ao distribuir máscaras totalmente transparentes e que machucam os profissionais”, como afirma o diretor do sindicato e também servidor do hospital, Carlos Alexandre.

Para o Sindsaúde/RN não basta criar novos leitos, ou editar novos decretos com medidas restritivas, como propõe o Governo do RN, quando sequer os EPI’s fornecidos para os trabalhadores da saúde – que atendem todos os dias pacientes com Covid-19 – são seguros para barrar a disseminação do vírus.

Vídeo cedido pelo SindSaúde-RN abaixo:

Opinião dos leitores

  1. Depois quem é genocida é o presidente, bando de hipócritas essa turma de Fatão é golpi, é golpi, é golpi

  2. Bora lá SESAP, EPI pro pessoal da saúde tem que ser o melhor possível pois nos hospitais é o único lugar que se tem certeza da presença do vírus. Mas observando a imagem me parece mascara cirúrgica descartável comum. O sindicato está agindo corretamente.

  3. Se a luz passa com tanta facilidade , é por que a trama é aberta … imagine a facilidade do vírus passar …

  4. Fátima Bezerra está muito preocupada com a saúde da população. Será que ela usaria esse tipo de máscara?????? Fazer isso é desumano com qualquer pessoa, ainda mais com profissionais da saúde que estão na linha de frente, fazendo um esforço enorme para salvar vidas. Se tivéssemos um Ministério Público atuante nas suas obrigações, esse descaso seria apurado e punido, mas o cidadão sabe que isso jamais acontecerá devido ao aparelhamento realizado pela governadora com os órgãos de fiscalização, desde o início de sua gestão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

SEM ACORDO: Em audiência, prefeito sugere horário de recolhimento de 21h às 6h, e Fátima não leva proposta e é advertida por desembargador

Foto: Reprodução

Em audiência de conciliação em andamento na tarde desta quarta-feira, 10, mediada pelo desembargador do TJRN, Dilermando Motta, que reúne o prefeito de Natal, Álvaro Dias e a governadora do Estado, Fátima Bezerra, o clima de tensão se estabeleceu no momento de discutir o toque de recolher.

Enquanto o prefeito de Natal trouxe a proposta de conciliar no horário de 21h às 06h, Fátima Bezerra não trouxe proposta e apenas tentou impor a continuidade até o dia 17 do horário de 20h às 06h.

“A senhora não trouxe proposta, está apenas defendendo seu decreto, apenas uma hora de diferença não teria essa repercussão”, disse o desembargador.

Dilermando tentou ainda esforço de conciliar mas Fátima se manteve intrasigente e o ponto não foi conciliado.

Justiça Potiguar

Opinião dos leitores

  1. Esse prefeito só tá pensando nas eleições de 2022, ele quer tomar o lugar de Fátima, tá nem aí pro povo.

  2. Incompetência tem nome.
    FATÂO GD.
    essa mulher é igual a papagaio, só fala o que ensinam, ninguém escreveu uma proposta e lhe entregou, então chegou de mãos vazias.
    Governadora totalmente sem capacidade de governar, é tapada.

  3. O Desembargador tem sido intransigente. Aceita a manutenção do Decreto do municipio, mas não aceito o do Estado! Extremamente parcial!!!!

    1. Conciliação é para cada um abrir mão de uma parte. O prefeito abriu mão de haver um toque de recolher das 5 :00 as 22:00. A governadora foi para a conciliação sem querer abrir mão de nada. Nem precisava desperdiçar o tempo do desembargador, era só ter dito que não queira conciliação, simples assim. Precisa desenhar?

  4. Eles nao entram em um acordo e a população que lute. A governadora suspendeu as aulas no estado, o prefeito manda mantes presencial, mas manda suspender a meia passagem do estudante. Não basta o aluno estar de uniforme para ter o direito garantido,as carteiras estao bloqueadas 4h por dia e os estudantes estão pagando a passagem inteira.

  5. A epidemia virou a arma de esquerda para destruí o país e derrubar Bolsonaro, pouco importa quantos morrerão.

  6. Olha essa audiência revelou a postura de cada um, que o julgamento cada leitor faça.
    Mais vou copiar aqui um comentário publicado nesse blog, que não um simples palpite ou comentário apaixonado, mas uma realidade que não pode mais ser contestada e precisa ser de conhecimento público:
    "Vamos fazer um resumo dessa situação:
    A ivermectina é usada a mais de 40 anos contra muitos vírus com comprovada eficiência.
    A patente do medicamento caiu em 1990 e assim vários laboratórios fabricam a medicação barateando o preço.
    Já existem mais de 45 estudos apresentados comprovando a eficiência da ivermectina quanto a diminuição da ação do covid.
    Países como a India, México, Peru e a Africa adotaram a ivermectina desde o início da pandemia e por lá o número de mortes são os mais baixos do mundo. Deve ser coincidência.
    em recente estudo publicado nas revistas científica, ficou provado que:
    A ivermectina tem eficácia se usada em tratamento precoce em 82% dos casos;
    A ivermectina tem eficácia se usada em tratamento tardio em 51% dos casos;
    A ivermectina tem eficácia se usada como profilaxia em 89% dos casos;
    Já tiveram trabalhos publicados na França, Jamaica, Coreia do Sul, Tóquio, Israel, Eslováquia e muitos médicos dos EUA confirmando a atuação da ivermectina contra o covid.
    Mas no Brasil só tem valia a palavra de alguns políticos da esquerda que teimam, sem qualquer conhecimento, denegrir a medicação."
    Por favor BG, coloque esse comentário pois ele está muito acima de qualquer palpite e a quem possa interessar, pode salvar muitas vidas.

    1. Boa tarde, sem brigas políticas, até porque tomei ivermectina, tomei cloroquina quando tive covid-19 e prednisona sem problema algum, sou a favor de tomar qualquer coisa para salvar vidas. Mas, é muito bom postar assuntos sérios e de extrema relevância, sem descrever a fonte. Importante demais você colocar os sites aonde se encontram esses estudos, divulgar aqui, pois o blogueiro que inclusive várias vezes bloqueia meus comentários, e é um bolsonarista, ficaria feliz em poder divulgar essas informações.

  7. Não há conciliação quando uma das partes é comunista. O senhor desembargador está perdendo seu tempo porque o STF deu "super poder" aos Estados. Talvez o STF simpatize com o referido regime.

  8. Esse povo ( Fatima x Álvaro ) querem aparecer. Uma hora + ou – não vai mudar em nada a pandemia. Vão trabalhar, desenvolver ações para combater a pandemia em conjunto, o RESTO é BALELA. Conversa de Político para tentar ganhar votos em cima dos lascados. Tenham vergonha na cara. Não é momento de Picuinha. A eleição só é em 2022.

  9. A atitude da governadora Fátima Bezerra foi de uma autêntica Ditadora.
    Gesto lamentável da desgovernante do RN.

    1. Meta da oposição, quanto pior melhor. O covid no Brasil virou arma da oposição pra derrubar Bolsonaro, se já não bastasse o STF.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bancada quer remanejar R$ 16 milhões da obra da Reta Tabajara para o Governo do Estado comprar vacina através do consórcio do nordeste

O Blog do BG acabou de receber uma informação de dois parlamentares, que o Governo do Estado, através da governadora Fátima Bezerra, está pressionado a bancada aliada a ela, para remanejar R$ 16 milhões da importante obra da Reta Tabajara, da duplicação. Obra essa, que está atrasada ou desejada há 20 anos pela população do Rio Grande do Norte para o Governo do Estado comprar vacinas pelo consórcio nordeste.

Ora bolas, além da Reta Tabajara ser de suma importância, um sonho para o estado do Rio Grande do Norte, é inacreditável o Governo do Estado falar em comprar vacina pelo consórcio nordeste.

A governadora, em vez de pressionar a bancada para que haja esse remanejamento, deveria era devolver os R$ 5 milhões perdidos e jogados fora pelo Governo do Estado, na compra dos respiradores pelo consórcio nordeste. Só pode ser brincadeira. É inacreditável.

Não se está em discussão a necessidade da vacina. Isso é óbvio.

Além disso, o Governo federal acabou de informar hoje de manhã que serão 140  milhões entregues nos próximos 90 dias.

A importância da vacina ninguém discute. Agora. fazer um remanejamento desses e ainda mais para comprar vacina através do consórcio nordeste só pode ser brincadeira.

Opinião dos leitores

  1. Só lembrando João Pessoa – Campina Grande, BR-230, É DUPLICADA há pelo menos uns 10 anos, enquanto Natal – Macaiba…. Pense numa FULERGAEM GRANDE!

  2. As vacinas já estão a caminho ! Precisamos das obras e não de mais desvios !
    Pior é a cara de paisagem do MP , TJ , AL …

  3. As vacinas já estão a caminho ! Precisamos da obra que em décadas está saindo da conversa , não de mais desvios !!!
    MP , TJ , AL … vcs não vão fazer nada para impedir tantos absurdos ???

  4. Peraí, não tem q remanejar novo valor para consórcio. O ESTADO do RIO GRANDE DO NORTE tem SALDO de 5 MILHÕES com o consórcio. Eles DEVERIAM RESTITUIR o ESTADO em vacinas pelos respiradores não recebidos.

    1. Alô MP RN, Alô Governo Federal e TJ RN, vem aí mais um roubo de 16 milhões

  5. Se acontecer isso, nem termina a obra e nem compra todas as vacinas e termina uma parte do dinheiro sendo desviado pelo consorcio nordeste

  6. Um absurdo!
    Agora imagine o prejuízo que acarreta a paralisação de uma obra como essa:
    Custo para desmobilizar e mobilizar máquinas e equipamentos;
    Custo para refazer os estragos provocados pelas chuvas;
    Reajuste nos preços;
    Custos por acidentes que possam ocorrer.
    A vacina é importante, arranje o dinheiro em outras fontes.

  7. CADÊ OS R$ 5.000.0000,00??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????. QUEM COMEU????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

  8. Mais importante é a reta Tabajara. Vacina pra uma gripizinha? Vamos comprar asfalto que melhor.

  9. Tem outras formas de obter esses recursos para a vacina. Aliás , o que não faltou até agora foi dinheiro do governo federal. A verdade é que a intenção é que a tão sonhada obra da reta Tabajara não saia até 2022, ano de eleição para presidente e governador do estado. Pura pilantragem política.

  10. Eu, sou um intransigente guerreiro em defesa do direito à vacina, mais não vejo justificativa de desviar recursos de uma obra de infra estrutura que é de grande interesses para o Estado.
    Vamos arrumar recursos de outras fontes, que a gente sabe que existe.
    Isso que estão propondo é uma sacanagens.

  11. Isso não pode acontecer, é politicagem safada e sede por dinheiro. O Covid caiu como uma luva para esses políticos safados se lambuzarem de dinheiro, o Governo Federal mandou dinheiro a roxo e essa turma de pilantras se valendo do momento de crise e com dispensa de licitação fizeram a festa.
    Se o Estado quer comprar vacina que compre com o seu orçamento.

  12. 16 milhões para comprar vacina no consórcio nordeste não pode. Mais 16 milhões numa estrada que depois de pronta com dinheiro público será entregue para um empresa privada cobrar pedágio. Aí sim pode. Kkkk por isso estamos onde estamos.

  13. É muita cara de pau depois de ter jogado 5 milhões fora agora quer mais 16 milhões , compre os cinco milhões de vacina que já tá pago.

  14. Estão querendo fomentar mesmo a prática de crimes de Robalheira , já não chega o surrupiamento de 5 milhões dos respiradores que nunca foram entregues causando um prejuízo aos cofres públicos de 5 milhões, cadê o dinheiro? Esse consórcio Nordeste é uma vergonha, cadê o ministério público à justiça brasileira pra botar esses caloteiros na cadeia, se tirar dinheiro de obra pra dar pra esse consórcio é mesmo que jogar o dinheiro fora, não é possível que se cometa o mesmo erro duas vezes. Esperamos juízo.

  15. Governadora Fátima Bezerra, pelo amor de Deus! Como bem colocou a matéria, não se discute a importância da vacina. A Reta Tabajara concluída, vai nos dar segurança. Ou seja, preservar vidas. Menos custos para a saúde. Além do mais, comprar vacina ou qualquer outro produto, via Consórcio Nordeste, tá querendo brincar com o povo do RN. João Macena.

  16. Hoje alguns elogiam e brigam pela duplicação da reta tabajara, AMANHÃ vão criticar, brigar e xingar meio mundo porque estão pagando pedágio para trafegar nessa mesma via.

  17. Lembrando que a bancada é com 11 parlamentares e nem de longe 2 aliados podem responder pela maioria. Pura especulação.

  18. Com o PT não se brinca , ainda se acham intocáveis por causa do STF.
    Um dia os governadores e prefeitos que desviaram os recursos para combater o Covid ainda serão presos, com a graça de Deus.

  19. Governo sem credibilidade este de Fatima,. Sumiu com 5 milhões em respiradores, fez contratos absurdos de ambulâncias "de ouro", adquiriu 1,5 milhões em respiradores que não funcionam… Cadê o Ministério Público????????

    1. MP calado como sempre só fazer recomendações e reclama dos aparelhos de celular de ultima geração os procuradores estão dizendo que os celulares de ultima geração não atende eles que são de péssimas qualidade.

  20. A cada dia que passa vamos sendo bombardeados por uma gestão desastrosa. Que isso sirva de lição para quem votou nessa incompetente. Onde anda o ministério público que não resolve os 5 milhões. ?????

  21. Vai ser mais outro desvio. A justiça nem foi atrás dos respiradores.
    Tá louco! Dá dinheiro a canhota!

  22. a cara do PTralhas fazer politicagem, atrapalhar as obras federais e de quebra fazer a população sofrer mais ainda com uma obra que eles não conseguiram fazer.

  23. O Governo Federal já garantiu as vacinas. Não cometam esse erro de dar dinheiro para os bandidos do Consórcio nordeste. Pelo amor de Deus né.

    1. BG
      Isso é de uma cretinice sem limites, fora Fatima, fora pt. Ela quer comprar um novo helicóptero, então cancele a compra e destine o dinheiro pras vacinas. CANALHAS.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Entidades do comércio e do turismo soltam nota conjunta e vão pedir socorro ao Governo do Estado

NOTA CONJUNTA

Antes de mais nada é importante ressaltar que o setor turístico e a Fecomércio RN sempre foram a favor da vida. O recrudescimento dos casos de Covid-19 é um tema grave e precisa seguir sendo encarado com toda a responsabilidade. Nossa postura de atuar na formatação do Plano de Retomada da Economia, do Plano de Retomada do Turismo, dos cursos de capacitação e qualificação para implantação de normas de biossegurança (a imensa maioria deles, gratuita) e no projeto SOS Protocolos, realizado pela Fecomércio RN em parceria com o Sebrae e a CDL Natal, são algumas das provas incontestes deste nosso posicionamento.

O que nos causa preocupação é que, ao limitar, de maneira generalizada, o funcionamento do setor de bares e restaurantes, os decretos (estadual e das principais prefeituras do estado), punem, injustamente, um segmento que já vem sendo um dos mais prejudicados com toda a crise e do qual dependem dezenas de milhares de famílias.

Importante destacar, que defendemos os estabelecimentos que trabalham cumprindo todos os protocolos de biossegurança. E, podemos garantir, eles são a imensa maioria deste universo, por isso a generalização é tão injusta, a nosso ver. Ressalte-se, ainda, que não há nenhuma contaminação comprovada em bares e restaurantes que cumprem os protocolos de biossegurança.

Diante disso, estamos formatando, no âmbito da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio, um pacote de sugestões que pretendemos apresentar ao Governo do Estado e às prefeituras. Trata-se de uma tentativa de evitar que as empresas quebrem, o que não seria nada bom para ninguém. Nem para as empresas, nem para os seus colaboradores e nem, muito menos, para os entes públicos, que deixam de recolher impostos.

Entre outras coisas, pretendemos sugerir ações nas áreas fiscal, tributária, de concessão de crédito, treinamento e suporte à fiscalização dos estabelecimentos. Nosso apelo, repetimos, está centrado em amenizar o forte impacto negativo que prevemos para o setor com mais esta medida. Em paralelo, aproveitamos para reforçar a extrema importância de que os novos leitos de UTI já anunciados pela prefeitura de Natal e pelo Governo do Estado sejam efetivamente postos em funcionamento o mais breve possível, visto que tal medida irá impactar diretamente no salvamento de vidas, que é o foco maior de todos nós.

Marcelo Queiroz

Presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio RN)

George Costa

Coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio RN (CET Fecomércio)

Habib Chalita

Presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN (SHRBS RN), membro da CET Fecomércio

Paolo Passarielo

Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no RN (Abrasel), membro da CET Fecomércio

Abdon Gosson

Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no RN (ABIH RN), membro da CET Fecomércio RN

George Gosson

Presidente do Natal Convention Bureau, membro da CET Fecomércio

Rútilo Coelho

Presidente do Mossoró Convention Bureau, membro da CET Fecomércio

Francisco Câmara Júnior

Presidente do Sindicato das Empresas de Turismo do RN (Sindetur), membro da CET Fecomércio

Michele Pereira

Presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem do RN (Abav RN), membro da CET Fecomércio

José Maria Pinheiro

Vice-presidente da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do RN (Abrajet), membro da CET Fecomércio

Wanderson Borges

Presidente da Associação dos Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (Ashtep)

Opinião dos leitores

  1. Hoje o dinheiro que gastaram com estádio de futebol e aeroporto inoperante, está fazendo falta para investimento em hospitais .

  2. Poder público ineficiente, punindo quem gera emprego. Um ano passou e ainda vem com conversa de fechar. Nota zero! Os ônibus cheios nunca lembraram de fazer um decreto obrigando mais ônibus nas ruas.

  3. Se as pessoas tivessem consciência tvez não estaríamos passando agora por isto e que afeta diretamente a economia do estado.
    Infelizmente as medidas protetivas foram esquecidas ou deixadas de lado qdo da campanha eleitoral ,onde todos que hoje falam em "pacto pela vida" aglomeraram nas carreatas e tudo mais.
    A própria governadora e o prefeito participaram de vários eventos onde tudo era permitido; a população foi junto e contribuiu,
    Agora estamos pagando o preço com vidas sendo ceifadas pela imprudência de todos.
    Fechar o comércio não resolve o problema.

    1. O que resolve é o poder público abrir leitos de UTI pra tratar os infectados como qualquer outra doença já existentes.
      Esse vírus não vai embora tão cedo, vai ficar sempre se renovando.
      É como qualquer vírus.
      O único que foi totalmente extinto, foi o da varíola os outros continuam aí matando.
      H1n1
      Tuberculose.
      HIV
      Etc etc etc…
      O que tem que ser feito por parte dos cidadãos e cidadãs é se prevenir como se previne dos outros.
      O inimigo taí solto, é encarar de frente e em pé com muita fé em Deus.
      O resto é,
      Muito interesse político e financeiro.
      É uma verdadeira cachorrada generalizada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo do Estado quer limitar valor de carro para isenção de IPVA para PCD

A possibilidade de alteração na Lei Estadual nº 6967/1996, proposta pelo Governo do Estado e aprovada na Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa, mesmo ainda a ser colocada em votação no plenário, já preocupa.

A Lei, que dispõe sobre isenção de IPVA para pessoas com deficiência, pode ficar mais limitada, por exemplo, com a isenção do imposto apenas para veículos com valor abaixo de 70 mil reais, enquanto existem pessoas com deficiência com necessidades que vão além disso.

A expectativa dos que necessitam do benefício é que a Assembleia e o Governo do Estado revejam esse projeto.

Opinião dos leitores

  1. Esse calor só dá pra usado. A pessoa anda tanto gasta tanto para provar as limitações. É constrangedor até chegar na loja a dificuldade que ele@ colocam.

  2. Todos os estados do Nordeste, com exceção do Rio Grande do Norte, possuem algum limite de valor para isenção do IPVA. Beneficiar pessoas afortunadas com isenção é tirar dinheiro da saúde, educação e assistência social que beneficiaria os mais pobres .

  3. De fato, considero que não haver limite é injusto. No entanto, considero o valor de R$ 70.000,00 baixo. Dependo da deficiência, com esse valor não possível adquirir um veículo tipo doblo, por exemplo, que é muito utilizado por pessoas com dificuldade de mobilidade. Também é fato que há pessoas que se "beneficiam" desse programa, uma vez que a lei é muito "abrangente". O acesso ao programa não deveria se limitar a questão da deficiência, devendo outras questões serem consideradas, como por exemplo a renda do indivíduo.

  4. Deveriam se preocupar mais com a corrupção generalizada no Brasil e, não com quem tem limitações, e adquiriu, como muito esforço, o direto de possuir um carro pra se locomover. Isso é o mínimo que um PCD necessita.

  5. Projeto mais que justo, um carro de R$ 70.000,00 não atende um cadeirante ou um doente crônico e seu acompanhante? Agora querer luxar em carros de 100.000, 150.000 é de lascar.

    1. O pior é quem compra carros de luxo nesses valores altos são justamente os afortunados q tem uma simples deficiência que podem fazer de tudo, menos dirigir um carro popular.

  6. Justo. Muito justo. O carro pro cadeirante ja tem isenção de icms e IPI. Então um carro no valor de 70 mil reais é um valor razoável para aqueles cadeirantes que queiram ter isenção de IPVA. Nao é concebível um cadeirante comprar um carro de luxo, 180 mil reais por exemplo, e nao pagar nada de IPVA.

  7. Essa é a governadora das minorias, os ASNOS aplaudem, hipocrisia sobra nesse desgoverno, falta mesmo é compromisso, com a saúde, segurança, educação etc

  8. Eh óbvio q uma pessoa, msm q deficiente, q pode comprar um carro acima de 70.000, pode arcar com as taxas do carro. Super válido esse projeto

    1. Nem sempre! No Brasil um carro popular já chegar a quase isso.

  9. Algumas coisas existem para beneficiar quem pode mais e nem se preocupam em esconder.
    Ora, cadeirante que pode comprar carro já é alguém com condições financeiras, aí defendem que tenham desconto tributário e agora que não haja limite para compra do carro.
    Dois pontos: quando se abre mão de tributos alguém abre mão de serviços que seriam prestados por quem aceitou essa situação e pq um carro de R$ 70 mil não faz o que um de 150 faz?
    Precisa ser um carro zero km? Qual carro não consegue transportar o cadeirante, sua cadeira e pelo menos mais uma pessoa?
    Ora, se os carros mais básicos levam até três bicicletas e 4 pessoas, como explicar a luz da LÓGICA esse privilégio?
    O que querem, a meu ver, é dizer: sou cadeirante e por isso tem direito a carro de luxo com imposto reduzido.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

MAIS DE 18 MIL ESPERAM EM FILA: Governo do Estado lança programa para retomar cirurgias eletivas no RN

Foto: Robson Araújo/ASSECOM/RN

O Governo do Estado lançou nesta segunda-feira (19) o Programa de Cirurgias Eletivas “Mais cirurgias, mais saúde”. A meta é investir R$ 6,1 milhões para realizar três mil cirurgias até dezembro. As cirurgias eletivas foram suspensas no último mês de março devido à necessidade de destinar leitos para pacientes que contraíram a Covid-19. A estimativa da Sesap é de que 18 mil pessoas aguardam por cirurgias eletivas como as de hérnia, vesícula e histerectomias.

“Estamos ampliando as cirurgias feitas com recursos do SUS e pela rede credenciada com oferta de procedimentos em todos os hospitais regionais. Vamos priorizar as que têm maior tempo de espera”, declarou o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia

O “Mais cirurgias, mais saúde” terá prosseguimento nos próximos anos. “Atingiremos um novo patamar na assistência à saúde com redução do tempo de espera e de riscos às pessoas”, pontuou Cipriano Maia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Governo do Estado deposita primeira parcela do salário do mês de outubro nesta quinta-feira

FOTO: ASSECOM/RN

O Governo do Estado deposita a primeira parcela do salário do mês de outubro nesta quinta-feira (15). O adiantamento respeita o compromisso firmado entre gestores estaduais e representantes de classe dos trabalhadores no início do ano. Serão aplicados na economia do Rio Grande do Norte mais de R$ 234 milhões. Quase 100 mil servidores serão beneficiados com o adiantamento.

Mais de 39 mil servidores, entre ativos, inativos e pensionistas que ganham até R$ 4 mil (valor bruto), terão o salário integral depositado já no início da manhã. E ainda 30% adiantado para outros 32,3 mil trabalhadores do Estado que recebem acima desse valor. Também recebe o salário integral toda a categoria da Segurança Pública.

O Governo liquida o pagamento de outubro, num total de quase R$ 460 milhões, no próximo dia 30. Os servidores que ganham acima de R$ 4 mil receberão os 70% restantes e o funcionalismo lotado em pastas com recursos próprios terá seu salário integral depositado nesta data.

Opinião dos leitores

  1. Não entendo porque o desgraçado do Robinson passou 4 anos capotando os servidores e com Fátima já teve décimo e tá adiantando salário?

    1. Na verdade, com a quantidade de recursos que o governo federal enviou, ela poderia ter pago as folhas em atraso de 2018 !

  2. Explica governadora quando vão devolver os 5 milhões, usados para compra de respiradores?

    1. Não esquece de explicar tbm o deposito de queiroz na conta de Micheque.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo do Estado revoga artigo que proibia atividades coletivas, eventos de massa, shows e feiras no RN

Governadora Fátima Bezerra assinada decreto publicado no Diário do Estado nesta terça-feira(06), com a revogação do artigo 11, do decreto estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020, que referia a “suspensão de atividades coletivas de quaisquer natureza, públicas ou privadas, incluindo eventos de massa, shows, atividades desportivas, feiras, exposições e congêneres”.

Segundo novo protocolo, as atividades ficam condicionadas à obediência dos protocolos gerais de medidas sanitárias estabelecidos em portaria. Leia íntegra abaixo:

DECRETO Nº 30.035, DE 05 DE OUTUBRO DE 2020.

Revoga o art. 11 do Decreto Estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020, e dá outras providências.

A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 64, V e VII, da Constituição Estadual,

Considerando a decretação de estado de calamidade pública em razão da grave crise de saúde pública decorrente da pandemia da COVID-19 (novo coronavírus) por meio do Decreto Estadual nº 29.534, de 19 de março de 2020;

Considerando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias do País e do Estado, no sentido de se buscar diminuir a aglomeração e o fluxo de pessoas em espaços coletivos mediante o isolamento social, para mitigar a disseminação do novo coronavírus (COVID-19);

Considerando que a manutenção da atual taxa de transmissibilidade (RT) e do baixo índice de ocupação dos leitos clínicos e de UTI para COVID-19 é, no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, condição essencial para evitar o retorno às medidas mais rígidas de isolamento social;

Considerando o início das atividades relativas às campanhas eleitorais, nos termos do calendário previsto na Emenda Constitucional nº 107, de 2 de julho de 2020

D E C R E T A:

Art. 1º Fica revogado o art. 11 do Decreto Estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020.

Art. 2º As atividades anteriormente suspensas pelo revogado art. 11 do Decreto Estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020, ficam condicionadas à obediência dos protocolos gerais de medidas sanitárias estabelecidos pela Portaria Conjunta nº 09/2020 – GAC/SESAP/SEDEC, de 13 de julho de 2020, sem prejuízo do cumprimento dos protocolos específicos de cada setor.

Parágrafo único. A realização de shows ou de eventos de massa não contemplados pela Portaria Conjunta nº 026/2020 – GAC/SESAP/SEDEC/SETUR, de 21 de setembro de 2020, ficam condicionados a autorização específica pela autoridade sanitária, mediante apresentação de protocolo pelo interessado, até que sobrevenha protocolo específico instituído por Portaria Conjunta.

Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal/RN, 05 de outubro de 2020, 199º da Independência e 132º da República.

http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20201006&id_doc=699065

Opinião dos leitores

  1. Agora vai pegar fogo de vez o cabaré. se Desde o Ininio da pandemia as autoridades NUNCA tiveram Interesse no Isolamento e Distanciamento Social, bem como em uma Fiscalização Rigorosa para cumprimento desse Isolamento e Distanciamento. Era e É um Faz de Conta. MORREU, é mais um numero. Só uma Estatistica.

  2. Todo mundo falou, a vacina/remedio/cura do Covid-19 são as eleições no Brasil, só os céticos que não acreditavam.

  3. Depois das eleições que o PT se lascar de vez, essa Desgovernadora Fátima Bokus vai decretar lokcdow o vírus da derrota vai fundir sua cuca kkkkk

  4. Cadê o pessoal do "fique em casa"?
    Alunos na escola não pode. Mas show e comício de político pode?
    Que danado é isso???

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Em nota às servidoras e aos servidores, Governo do RN diz que aprovação de novo regime de previdência estadual era necessária, e que “é uma das que mais isentam de taxação progressiva”

Após um amplo debate realizado pelo Governo do Rio Grande do Norte com os servidores públicos estaduais – iniciado tão logo foi promulgada pelo Congresso Nacional a emenda constitucional que altera o sistema de Previdência Social e que obriga os estados a fazerem ajustes próprios –, a Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira (29) o novo regime de previdência estadual. Leia abaixo restante da nota:

“É importante destacar o papel do presidente da ALRN, Ezequiel Ferreira de Souza, bem como agradecer aos parlamentares, tanto da base quanto da oposição, que tiveram o gesto de maturidade e responsabilidade na aprovação da matéria necessária para o equilíbrio orçamentário, fiscal e financeiro do Estado.

A proposta apreciada e aprovada foi encaminhada no dia 12 de fevereiro por este que é um Governo popular, de uma professora que tem história na luta em defesa dos direitos dos trabalhadores, que fez um grande esforço dentro da lógica de não tratar os desiguais de maneira igual, e olhar, em especial, para os servidores de maior vulnerabilidade. Não podia ser diferente.

A questão era: como, então, enfrentar um cenário tão adverso? E a resposta não podia ser outra: trabalhar com firmeza, transparência e muito diálogo. As discussões, que foram iniciadas ainda na primeira quinzena de novembro do ano passado, trouxeram colaborações importantes do Fórum dos Servidores. Muitos pleitos foram acatados, como as modificações nas regras atuariais, redução de idade mínima para as mulheres, adoção de regras de transição que efetivamente irão beneficiar o funcionalismo público estadual.

Uma das prioridades do Governo do Estado foi amenizar o máximo possível os impactos da reforma para os servidores. Para tanto, implantou no regime próprio de previdência o conceito de alíquota progressiva, ou seja, quem ganha menos vai contribuir sobre uma alíquota menor e quem ganha mais contribuirá com um percentual maior.

A reforma aprovada garantiu a manutenção do abono de permanência aos professores da rede estadual e a redução da idade mínima para aposentadoria dos educadores. As professoras, que teriam idade mínima de 55 anos, passaram para 53. Os professores homens, tiveram redução de idade mínima de 60 para 58.

Dentre as reformas previdenciárias realizadas pelos Estados, a aprovada no Rio Grande do Norte é uma das que mais isentam os servidores de taxação progressiva. Cerca de 60% dos servidores da ativa e 42% inativos não terão modificações, ou seja, quem ganha até R$ 3.500,00 permanecerá com a alíquota de 11%, já aplicada anteriormente. Os servidores que ganham mais, sobretudo os que estão no topo da pirâmide, chegam a contribuir com até 18%.

Importante ressaltar que essa reforma é uma exigência do Governo Federal. Mas que além de obrigatória ela era necessária. Há atualmente no Rio Grande do Norte um déficit de 130 milhões/mês. Em 2019, esse déficit foi 1,57 bilhão ou 15,6% maior que em 2018. E vale lembrar que essa situação não foi de responsabilidade dos servidores, e sim de gestões anteriores que destruíram o Fundo Previdenciário.

Antes de assumir a gestão, a professora Fátima Bezerra verificou um déficit de R$ 1,2 bilhão no Fundo Previdenciário, recursos esses que foram utilizados para pagamento das folhas dos servidores. Eram quatro as folhas em atraso, já foram pagas duas.

O Governo do Estado, na pessoa da governadora Fátima Bezerra, assume o compromisso de continuar lutando em defesa e na valorização dos servidores públicos. A folha está normalizada e os atrasados estão sendo pagos. Se Deus quiser será possível pôr em dia os últimos dois passivos deixados pela gestão anterior.

Essa é uma luta histórica, fundamental e necessária”,

Opinião dos leitores

  1. Butou sem cuspe nos servidores. Atirou pedra a vida inteira. Agora que virou vidraça, agiu pior que os que ela acusava. Mas não esqueceu de primeiro defender o dos amigos, que o diga os procuradores.

  2. Se fosse "servidoras e servidoros" eu até poderia tolerar o título da matéria (que pode até ser uma reprodução da fala do governo). Uma hora a galera do politicamente correto quer que os artigos de gênero seja substituído por "e", outra hora querem que seja mencionado o masculino e o feminino (este sempre primeiro para reparar a dívida histórica com as mulheres! sic). Como disse Glória Maria, o politicamente correto está enchendo o saco. O que esse pessoal quer mesmo é bagunçar.

  3. Será que teremos alguma nota de Fátima dando conta dos Cinco Milhões desviados via Consórcio do Nordeste?

  4. Vergonhosa essa nota do desgoverno eleito mediante estelionato eleitoral, preferimos lembrar os vídeos de Fátima e Antenor conclamando greves para barrar a reforma previdenciária federal, ela comendo carne com as mãos no plenário do Senado Federal, foi nessa Fátima que o povo do RN votou e contou e não nessa incompetente que hoje nós desgoverna.

  5. O governo NÃO fala e NÃO explica por que a UERN e mais alguns órgãos, fazem a sua propria previdencia e se Aposentam direto em suas repartições, se só EXISTE uma previdencia que é o IPERN. POR QUE desses privilegios? Porque se aposentam com o mesmo salario da ativa sem obedecer o teto salarial do estado?

    1. BG, até presente data ainda ñ efetuaram o pagamento do funcionalismo público .
      VIVA O PT ! VIVA O PT !!
      A GOVERNADORA DO PT, radical , XIITA contra a REFORMA DA PREVIDÊNCIA do GOVERNO BOLSONARO e fez pior que TRAIU e os demais correligionário como os SENADORES JEAN PAUL PRATES e ZENAIDE foram contra o funcionalismo praticando com o SILÊNCIO. A resposta vem agora para PREFEITO DA CAPITAL, Ñ AO PT e seu candidato .

  6. Pense em uns troços RUINS são essa cambada. Faz o mal e depois inventam mil e uma história para justificar sua ruindade, maldade, a do governo federal não presta, a nossa é boa, vão se rear, troços

  7. ESSE POVO PENSA QUE O SERVIDOR É BURRO QUANDO ERA UM MERO SERVIDOR O SR. NEREU ERA UM FERRENHO DEFENSOR DA CLASSE AGORA ESTA DO OUTRO LADO AI ESTÁ FAZENDO TUDO AQUILO QUE OS DEMAIS NÃO FIZERAM CONTRA O SERVIDOR.

    1. é para agradecer aos sindicalistas, que colocaram essa pessoa para "gerir", junto com essa equipe fantástica, que está aí 'presenteando' os servidores (já afetados com um congelamento salarial até 2022 para "salvar" os estados) com taxação sobre sua previdência (que sequer têm certeza de, um dia, receber, já que até hoje nem devolveram ao erário o que tiraram do IPERN nesses últimos anos!)… vamos lá, sindicalistas, reelejam em 2022 e vamos terminar de ver esse estado falido se acabar de vez!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *