Diversos

VÍDEO: Vereador Robério Paulino diz que as manifestações da esquerda são justas e da direita são para ‘debochar’

O vereador em Natal, professor Robério Paulino(PSOL), opinou nesta quarta-feira(02) sobre as manifestações da esquerda em tempos de pandemia. Na ocasião, fez a defesa e criticou as realizadas pela direita no país. Veja abaixo vídeo:

Opinião dos leitores

  1. Isso mostra como o ensino no Brasil está e sempre foi com ideologias de esquerda, faça o que eu digo não faça o que eu faço. Pura hipocrisia mostra a qualidade de professores que temos por isso que a educação do país só declina, professores que estão em sala de aula para fazer politica e não ensinar, ele acha que todos são alienado como ele.

  2. Hipocrisia, mentiras e um retumbante fracasso. Afora os “sem noção” de sempre, os já convertidos e saudosos das “boquinhas” perdidas, o povo brasileiro está entendendo o que se passa. E quando se vê idiotas úteis e gente mal intencionada demonstrando a intenção de serem governados por um vigarista, canalha, cachaceiro, analfabeto, sem escrúpulos, mentiroso, preguicoso, vagabundo, corrupto e lavador de dinheiro, a coisa fica ainda mais explícita. A escolha será mais uma vez entre Bolsonaro ou o caos. É só olhar prá Venezuela e agora prá Argentina.

  3. A manifestação da esquerda foi uma atitude desesperada contra um governo que mata deliberadamente a população. Que venham outras e outras. Parabéns Robério pela sua coragem!

    1. Cala boca Teresa Maaaaagda, de nobre vc não tem nada, mais de burra vc tem muito. A ótica e aglomerar mais, para morrer mais? Desespero para morrer? Vc não pode ter família ou filhos, se tiver doe, vc é infame torpe e não representa o espírito das grandes mulheres.

  4. Interessante como a direita se assanha quando alguém fala a verdade. O professor está corretíssimo

  5. Bonito ver os comentários de trabalhadores apoiando o genocida que só retira seus direitos

    1. E a reforma da previdência estadual, feita pela governadora Fátima do PT? E as duas reformas da previdência feitas pelo bandido de 9 dedos? O seu caso é de ignorância ou má fé?

  6. Aproveite o seu primeiro é último mandato e de quebra sua primeira e última vez em um mandato, fraco ao extremo. Kkkk

    1. O primeiro de muitos, eleito com o voto de pessoas conscientes

  7. Deboche/ódio/pornografia/vandalismo/profanação da crença religiosa dos brasileiros sãos os ítens mais presentes
    nas manifestações de esquerda. É vergonhoso. Esse Senhor deve sofrer de cegueira por conveniência. A maioria dos participantes são manipulados e robotizados. Nem sabem porque estão protestando. Mas numa manifestação o número de participantes é o que importa para a esquerda. Mesmo assim, esse número caiu drasticamente na última manifestação.

  8. Esse vereador esquerdopata esta completamente equivocado, é ao contrario, o povo de direita são pessoas do bem, são patriotas, famílias, jovens, crianças, idosos e trabalhadores. agora essas esquerda só tem baderneiros, torcidas organizadas, drogados, bandidos, mulheres nuas; homens nus, essa é a turma da pesada, as imagens estão ai para todo mundo ver. Contra fatos não há argumentos.

  9. Sou contra manifestações durante a pandemia, seja ela de direita, esquerda, centro: O erro dos seguidores do MINTO não justificam outros grupos de promover manifestações…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Confira a entrevista com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, no Meio-Dia RN

Confira abaixo entrevista desta segunda-feira(24) com o ministro das Comunicações, Fábio Faria no Meio-Dia RN, com o BG.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

VÍDEO: Confira a entrevista com o ministro do Turismo, Gilson Machado, no Meio-Dia RN

Confira abaixo entrevista desta segunda-feira(24) com o ministro do Turismo, Gilson Machado, no Meio-Dia RN, com o BG.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lula confirma candidatura presidencial em entrevista a revista francesa

Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

O ex-presidente Lula (PT) confirmou, pela 1ª vez, sua candidatura presidencial nas eleições de 2022. Em entrevista concedida a uma revista francesa, o petista disse que “não hesitará” em disputar o pleito contra o atual presidente Jair Bolsonaro.

A declaração foi feita à Paris Match, publicação impressa que circula na capital francesa. A entrevista foi publicada nesta 4ª feira (19.mai.2021).

Questionado literalmente se será candidato nas eleições de 2022, Lula respondeu: “Se estiver na liderança das pesquisas para ganhar as eleições presidenciais e gozando de boa saúde, sim, não hesitarei”.

“Presidente Lula em 2022, é possível?“, perguntou a revista francesa. “Sim é possível. Basta fazer a pergunta para povo brasileiro“, disse Lula.

“Acho que fui um bom presidente. Criei laços fortes com a Europa, América do Sul, África, Estados Unidos, China, Rússia. Sob meu mandato, o Brasil tornou-se um importante ator no cenário mundial, notadamente criando pontes entre a América do Sul, África e os países árabes, com o objetivo de estabelecer e fortalecer uma relação Sul-Sul e demonstrar que o predomínio geopolítico do Norte não é inexorável”, declarou.

O ex-presidente também respondeu sobre a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que anulou suas condenações feitas pela operação Lava Jato. Lula voltou a criticar a conduta do ex-juiz Sergio Moro nos processos.

“Em meu 1º depoimento, disse ao juiz Moro: ‘Você está condenado a me condenar porque a mentira foi longe demais e você não tem como voltar atrás’. Essa mentira realmente envolveu um juiz, promotores e a grande mídia do país, os quais me condenaram antes mesmo de eu ser julgado. O que eles não sabiam é que estou pronto para lutar até o último suspiro para provar que se uniram para me impedir de ir às eleições”, afirmou.

A relação diplomática entre Brasil e França também foi tema da entrevista de Lula. Ele falou sobre a importância do cultivo da amizade entre os 2 países.

“Acho que a relação entre os nossos dois países sempre foi extraordinária, excepcional! Acho que tem que continuar assim, apesar das diferenças ocasionais. O Brasil não deve procurar entrar em conflito com nenhum país. Nossa última guerra foi contra o Paraguai há 150 anos! Posso ter divergências com o presidente dos Estados Unidos, mas não devo perder de vista que devo manter relações diplomáticas com ele para garantir a democracia, a política de desenvolvimento, as relações comerciais, a ciência e a tecnologia”, concluiu.

Eis a reprodução das duas páginas da iniciais entrevista de Lula na edição impressa da Paris Match:

Foto: Divulgação Paris Match

CRÍTICAS A BOLSONARO

O ex-presidente também não poupou críticas a Bolsonaro. Em uma das declarações, disse quer o atual presidente da República “nunca escondeu de não gostar de movimentos sociais, sindicatos, partidos de esquerda, movimentos feministas, negros, indígenas.”

“Em várias ocasiões, na frente das câmeras, Bolsonaro encorajou as pessoas [a não cumprirem medidas de isolamento], forçando sucessivos ministros da saúde a imitá-lo. Ele também exortou seus apoiadores a não usarem máscaras durante o protestos. Ficar em casa, disse ele, era para maricas”, completou o ex-presidente Lula.

Com Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Uma pessoa razoavelmente esclarecida que deseja ser governada por um canalha, vigarista, cachaceiro, analfabeto, mentiroso, sem escrúpulos, corrupto e lavador de dinheiro está dando prova de sua absoluta falta de caráter. São inadequadas para o convívio com pessoas decentes.

  2. Lula e Bozo são como irmãos siameses. Um precisa do outro pra existir e prosperar. Foi assim na última eleição. Milhões não votaram em Bozo, votaram contra Lula. É por essa razão que a CPI não irá pedir o impeachment do presidente, vai deixá-lo sangrando. Sua candidatura à reeleição dá mais força ainda à volta de Lula. É o feitiço se voltando contra o feiticeiro. Nenhum dos dois vale um traque.

  3. O cara, segundo Obama.

    Já Biden levantou e correu quando bostonaro falou na ONU, desmoralizado. Kkkkkk

    Comentários de desespero logo abaixo:

    1. Já estão no poder…a quadrilha dos Naros…
      Mas vão sair, se Deus quiser…

  4. Só quero saber se a lava jato recuperou quase 10 bilhões de reais do esquema de Corrupção de vários setores da administração do governo luladrão, inclusive os ladrões que devolveram o referido roubo, apontaram esse cafajeste como comandante, inclusive apontaram as propinas, onde foram comprovafas pois estavam em poder do chefe da quadrilha, diante tudo isso, vão inocentar todos, mesmo com os produtos do roubo em poder da quadrilha recuperados? E vão devolver o dinheiro recuperado aos ladrões? Pfv, me respondam.

    1. Capim estragado provoca loucuras. O Lula foi liberado, exatamente, por não term encontradas provas, mesmo depois de cinco anos com a PF, MP, a mídia e o juiz tentarem de tudo, inclusive, cometerem crimes, para sua condenação. É só olhar o processo e dizer onde o Moro apresentou provas. Pelo contrário, condenou por atos de ofício indeterminado. O país precisa sair de novo do maps da fome, precisa acabar com 14 mihões de desempregados, precisa gerar rendas, precisa combater a covid de fato, acabando com muitas mortes desnecessárias, precisa criar reservas, precisa proteger o meio ambiente, precisa deixar de ser pária Internacional, precisa voltar a ser respeitado pelo mundo, precisa voltar a ser o país de um povo Feliz e que o mundo admirava. Isso o LULA sabe como fazer pois já fez e por isso saiu com quase 90% de aprovação.

    2. Onde esse bolsovirus pode chegar, o stf, a 2a instância não o inocentou, embora os advogados de luladrão terem interposto dezenas de recursos, só tiveram exito um recurso em que alegavam que o juiz de Curitiba não poderia ser o julgador dos processos do ladrão, e isso foi uma decisão política, porquê, como um processo é instruído por quase 5 anos, julgado na 1a e 2a instância com centenas de recursos interposto ao stj e stf pela defesa, condenado, já totalmente finalizado, aí no minuto final, um ministro do stf anula o processo porquê não era pra ter sido julgado por um juiz de Curitiba, no entanto todas as provas já tinham sido analisada e confirmadas como válida, mesmo com inúmeros recursos da defesa do ladrão tentando invalidar. Sua ignorância é absurda, não sei de falta cultura ou por mau caratismo mesmo

    3. Que provas são apontadas no processo? Se teve provas, por que foi preciso condenar por atos de ofícios indeterminados? Para vc ver passaram cinco anos cometendo todos os tipos de aberrações processuais para tirar o Lula da eleição,que teria ganho no primeiro turno. Depois que toda a farsa foi desmascarada, os rates tentaram se salvar fazendo o que deveria ter sido feito desde o princípio, nao aceitado o processo por inconsistências na denúncia. Nesse interim, o Brasil que era a 6a economia do mundo passou a 13a,a fome voltou, temos 15 milhões de desempregados, mais 15 de subempregados, tiraram vários direitos do povo, os trabalhadores perderam sua aposentadoria e os parasitas da Familia bolsonaro ficaram mais ricos, levaram para dentro do governo parentes e amigos ganhando um grande salário, passaram a comer picanha de 1.800 reais e mataram mais se 440 mil brasileiros. Por isso, o país pede que o Lula volte. Não é o Lula que precisa do Brasil, é o Brasil que precisa do Lula. É o ùnico com prestigio no mundo pra reverter essa esculhambação que acontece no país.

  5. #Lula2022 Prefiro um ladrão na presidência e que me devolva meu poder de compra, do que um presidente “honesto” onde não consigo comprar um botijão de gás.

    1. Que presidente honesto eh esse? O MINTOmaníaco das rachadinhas ou da “tratorada”? A diferença da corrupção do governo de Lulaladrao e do PT pro do MINTOmaníaco eh tão somente o tempo que cada um teve na presidência… São farinha do mesmo saco!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pedro Bial diz que só aceitaria entrevistar Lula com um “detector de mentiras”

Foto: Reprodução/TV Cultura

Pedro Bial foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter após participar do programa “Manhattan Connection”, da TV Cultura, nessa quarta-feira (15). O apresentador foi questionado existem pessoas que não aceitariam ir ao programa dele, como talvez Lula e Bolsonaro .

“O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas teria que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, disse Pedro Bial. Um polígrafo é um aparelho usado para identificar se uma pessoa está mentindo durante um interrogatório.

IG

Opinião dos leitores

  1. Gostando ou não, Lula foi inocentado hoje pelo stf e vai acabar de entortar o cabeçote do Bozo. A terceira via ainda continua indefinida mas nos últimos dias o nome de Tasso Jereissati foi cogitado. Terá meu voto se confirmar a candidatura.

  2. O Brasil vai resistir e sobreviver a essas duas pragas representantes do gado da extrema direita e da esquerda radical….a esquizofrenia x corrupção…. Vocês tem que cocarem nos seus mínimos miolos moles, que a maioria dos brasileiros, assim como Bial, tem o direito e a liberdade para criticar essas duas bestas feras e seus animais de estimação…Vocês eleitores e inúteis. Parabéns Bial…

  3. Kkkkkk Nando, nove vc estava quando quebraram o Brasil, com aquele bêbado entregando os anéis e os dedos da naçao? Quando aquela PHD Anta em comer macaxeira e estocar vento, que não sabia somar 9 + 4, mais sabia o valor de Pasadena? Estava no governo. Tu ainda acha, com essa sua Santa inteligência, lapidada nos bancos das universidades desse povo, que 57 milhões de brasileiros são idiotas? Vem cá, tu sabes mesmo o nome do seu papito?

    1. Estamos falando do apresentador do melhor programa de TV de todos os tempos, o BBB?
      Deve ser um intelectual brilhante que de tão demente, nem mais sente que quem mais mente é o atual Presidente.
      O gado hurra quando o representante da Globo, que eles tanto amam, fala mal de quem não gostam e zurram quando é o seu Mico que está na ponta da lança.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Agora o Bial vira o queridinho do gado. É muito fácil conquistar os ruminantes abilolados, é só dar uma pancada no Lula com uma lacração básica e correr pro abraço dos debilóides. Não era essa a tal da Globo Lixo? Ou só é quando esculhamba nossas paixões?

    1. Engraçado… O Patriota (que deve achar lindo o regime da Venezuela etc…) Sai correndo em defesa de uma ladrão quando ninguém comentou nada a respeito, mas já sai com sua lacração e dizendo que o que vier a corroborar com isso é “lacração básica”, chama de debilóides, gado… rs… Acuse-os daquilo que vocês são… Entendemos isso já, não precisa sair destilando ódio do bem… Não tenho opinião pessoal sobre a pessoa do Pedro Bial, mas o profissional Pedro Bial é e gosta de ser subutilizado. Se prestou a trabalhos orrendos nos últimos anos e embora que trabalhe numa emissora que tem travado uma guerra pessoal com o Governo Federal, que a emissora possui uma grande que atende a agenda progressista que o BRASIL sabe as razões, acho o Pedro Bial um ótimo jornalista que trabalha numa empresa lixo. Agora a pergunta que não quer calar: Ele falou alguma mentira? O Patriota Bolivariano acha mesmo que Lula fala a verdade, não mente? O gado é iludido? Os minions e o Brasil deve acreditar no Lula cegamente? Patriota, deixa de ser retardado, você é só mais uma peça no jogo da esquerda. Abre teus olhos…

    2. Patriota dos infernos, se você acha que o maior canalha do mundo é honesto, pelo menos na sua fala, essa é a hora dele mostrar sua verdade, ou será desmascarado. Conheces a verdade e a ela o libertará.

    3. Falar em gado, você deve ser daqueles ASININO né? Sem querer desmerecer os quadrúpedes.

    4. Gostei do termo “asininos”. Para conhecimento dos “lacradores”, trata-se do nosso popular JUMENTO. Que também é um tipo de gado. Vc prefere ser um “bovino” ou um “asinino”? Rsrsrsrs

  5. Entrevistou Flordeliz e nem precisou…É um grande lambedor de botas de milico….
    Entrevistou Olavo de Carvalho e chamou de “brilhante pensador”…
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  6. Muito bem, Pedro Bial, não valorize ladrao, lugar de Lula é na cadeia, basta que ele explique de onde tira tanto dinheiro para pagar tantos advogados.

  7. O polígrafo entrará em curto de tanta mentira dita pelo 9 dedos e não esqueça de levarem um bafômetro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Em coletiva sobre drama das inundações no Acre e ações do governo, repórter pergunta a Bolsonaro sobre decisão do STJ favorável a Flávio, e presidente encerra entrevista

O presidente Jair Bolsonaro encerrou a entrevista coletiva que concedia a jornalistas em Rio Branco (AC) na tarde desta quarta-feira, ao ser questionado sobre a decisão da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que anulou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

O jornalista ainda formulava a pergunta quando o presidente o interrompeu e declarou: “Está encerrada a coletiva”. Em seguida deixou a área destinada à entrevista, ocorrida no aeroporto de Rio Branco. Bolsonaro foi ao Acre para visitar áreas atingidas por enchentes do rios no Estado, que já afetaram 110 mil pessoas.

Ontem, por quatro votos a 1, os ministros do STJ anularam a quebra de sigilos bancário e fiscal do senador, parte dos procedimentos em curso no processo sobre o esquema da “rachadinha”, quando ele era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A decisão do STJ pode levar à paralisação das investigações contra o filho do presidente.

Bolsonaro está no Acre para sobrevoar áreas atingidas pelas enchentes e entregar vacinas contra o coronavírus. O estado está com situação de emergência e calamidade pública decretada. Segundo o Ministério da Saúde, seriam entregues quase 22 mil doses de vacinas contra a covid-19.

“Foram realizadas visitas em unidades de saúde para reestruturar o fluxo de entrada de pacientes que buscam atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS)”, informou a assessoria da pasta. “Está sendo feito um monitoramento diário da ocupação dos leitos nos hospitais locais e das demandas dos abrigos com estrutura de saúde para assistir à população atingidas pelas inundações.”

Com Valor e UOL

Opinião dos leitores

  1. Oohhhh arregada da gota serena.
    Pense um cabra frouxo, medroso, corrupto….
    Cabra de peia que se esconde abaixo da saia da mãe quando faz coisa errada.

  2. Quebra de sigilo dos filhos de Naro e de Queiroz é um absurdo. Temos que entender que essas coisas só podiam para os outros. Temos que eleger Queiroz, as ex mulheres, amigos e toda a família do nosso presidente em 2022 para que eles tenham imunidade parlamentar.

  3. Esse Bozo é um covarde imundo, se diz soldado, tira foto com arminha……mas foge de uma pergunta.
    Bozo, o Frouxo.

  4. Acho que Bolsonaro só deve dar resposta sobre qualquer ação judicial depois que todos os processos por formação de quadrilha e corrupção ativa e passiva de Lula e todos os petistas forem sentenciados. Dos poucos condenados, alguns milhões foram recuperados aos cofres públicos.
    Já forma condenados TODOS os ex chefes da casa civil do governo petista, os empreiteiros amigos do ex presidente da odebrecht, OAS, UTC, Eike Batista e muitas outras.
    Se perguntar não ofende: "Quem sabe de onde veio os R$ 72 MILHÕES que D. Marise deixou de herança para os filhos?".

    1. Essa narrativa eh muito boa realmente: lavar a corrupção da família comparando com a do PT…. Show! Eh por isso mesmo que o melhor adversário pro minto eh alguém do PT e ele vai se esforçar pra q seja assim, não a toa fez a faz de tudo pra acabar com a lava jato …

    2. Ze on, vc é desonesto e burro . Primeiro : o PT agora virou álibi pra Bolsonaro e seus filhos roubarem a vontade . O Brasil Entao virou uma competição de ladroes . Segundo: se vc se desse o trabalho de pesquisas um mínimo veria wue esses 72 milhões são um fake news antigo. Tenha vergonha na cara! Pare de defender ladrao !

  5. Realmente, a pergunta foi dirigida à pessoa errada e no momento errado. A coletiva foi concedida para tratar da calamidade no estado e das medidas tomadas a seu respeito. Ademais, o presidente não tem qualquer envolvimento com o caso das "rachadinhas" na ALERJ que envolve muitos parlamentares daquela casa. A propósito, os valores movimentados pelo gabinete do agora senador Flavio Bolsonaro são irrisórios, se comparados com os dos demais deputados. Por que, então, a mídia só fala na sua investigação? E o que o presidente tem a ver com isso? O sobrenome igual será suficiente para associá-lo ao caso? É apenas mais uma clara demknstração da perseguição ao presidente e à sua família.

    1. Só existe uma explicação para esse comentário, vc está sobre o efeito da PAIXÃO e segundo os psiquiatras sua mente bloqueia a RAZÃO, ou seja, vc não responde pelos seus atos kkkkkkkkkkk

    2. Deixe de ser pilantra vaca sevosa do Bozo.
      O Mito é um frouxo.

    3. Escolha um, ou direita, ou honesta, os 2 é impossível. É a mesma coisa que Lula Inocente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

OPORTUNIDADE: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante seleciona currículos para entrevista em fábrica de estofados

Foto: Divulgação

Em parceria com a Madetex− empresa de estofados que está construindo uma fábrica na cidade−, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, através do aplicativo Quero Trabalhar, vai selecionar 20 currículos para entrevista de emprego na sede da empresa em Natal. As vagas são para pessoas que tenham experiência e/ou domínio como estofador, marceneiro de montagem de móveis, costureiro e lixador de pinturas.

A secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Semtasc), Emília Caroline, lembra que as vagas são destinadas exclusivamente aos moradores da cidade, e incentiva o cadastro das pessoas no aplicativo. “Nós iremos aproveitar o Quero Trabalhar para selecionar são-gonçalenses que estão procurando emprego. Se alguém tem esse perfil, ou está buscando emprego em qualquer área, pode submeter seu currículo na plataforma. Estamos sempre buscando novas parcerias e oportunidades para esses cidadãos”, disse.

Os interessados podem cadastrar o currículo no aplicativo e aguardar a possível seleção para entrevista. Todas as dúvidas sobre o manuseio da plataforma podem ser esclarecidas na coordenação do programa na Semtasc, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h.

Conheça mais sobre o funcionamento do programa no endereço: https://bit.ly/2Ot7AGx.

Opinião dos leitores

  1. Moro aqui no conj Santarém zn como poderia me cadastrar pois me encontro desempregado e tenho 50 anos

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

VÍDEO: Recusa de Dom Jaime em falar com repórter em púlpito de igreja viraliza

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, virou alvo de discussão nos grupos das redes sociais, após vazar um vídeo em que se recusa a dar entrevista a um jovem repórter nessa segunda-feira(01).

Ao lado do arcebispo, o jovem inicia a entrevista citando com entusiasmo os devotos da virgem da piedade, na última do noite do novenário de Nossa Senhora da Piedade. Ao ser perguntado qual a sensação de participar da festa da Virgem da Piedade, o arcebispo disse:

“Eu não estou gostando dessa entrevista, não. Tô achando que tão me usando para me ridicularizar, é1?”, indagou Dom Jaime.

O jovem entrevistador disse que “não”, e perguntou como o arcebispo gostaria que a entrevista fosse feita. Em resposta,  Dom Jaime o abençoou, agradeceu e encerrou a “entrevista”. Na sequência, foi convencido a dar a palavra sozinho.

Ele concordou, e disse: “Sozinho,  a gente vive num mundo complexo”.

Opinião dos leitores

  1. Até a turma da lacração já chegou a conclusão de que é necessário cancelar essa cultura de cancelamento. Na dúvida sobre o que estava acontecendo, o bispo preferiu não se expor demais… Ao meu ver a postura foi adequada, percebe-se a surpresa dele o tempo todo.

  2. Pessoas próximas a cena descreveram que por trás das câmeras algumas pessoas estavam dando gargalhadas e o próprio entrevistador também. Dom Jaime acreditou que estavam rindo dele por isso afirmou se o estavam ridicularizando.
    Dom Jaime sempre foi muito disponível a todos e o que a filmagem não mostra com certeza o deve ter pensado isso.

  3. O Dom Jaime fez certo, o repórter sem máscara e falando perto de um idoso, sem nenhum cuidado.
    Tem que se proteger.

  4. O jovem comumicador só se excedeu na empolgação e no gestual, talvez acostumado a se dirigir e conversar com jovens adolescentes da paróquia. Já o Bispo foi de uma deselegância e preconceito nunca visto antes,mostrou que o discurso não condiz com.a prática.

    1. Não recomendo se você "realista" se afasta da Igreja por causa dos mais exemplos. Tente ficar nos inúmeros bons exemplos existentes. Particularmente, não gosto desse bispo, bem como o seu antecessor, mas é o representante maior da Igreja no Estado.

  5. Isso tá claro que foi RACISMO e HOMOFOBIA. A vítima pode entrar na Justiça pedindo indenização. Não precisa de testemunhas. A imagem diz tudo!!

  6. Sinceramente, eu não vi maldade do rapaz, ele só ficou entusiasmado demais…
    O Padre não estava esperando, fora isso não vi NADA além disso.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Fábio Faria corrige erro em relação à Amazônia cometido em entrevista

 

Ver essa foto no Instagram

 

O governo está agindo contra o desmatamento ilegal da Amazônia e mantém preservados 84% da floresta. O vice-pres Mourão detalhou isso aos investidores estrangeiros na reunião de ontem. Estamos investindo muito esforço também para melhorar a imagem do Brasil lá fora, o que é extremamente importante. Quero apontar dois lapsos que cometi em entrevista à CNN ontem à noite, sobre esse assunto. Primeiro, falei que a preservação da Amazônia é de 87% e, na verdade, chega a 84%. O outro foi em relação ao bioma da floresta, que obviamente eu sei que é tropical e falei mata atlântica (sic). O que importa mesmo é nos unirmos em defesa do Brasil. Deixamos claro que o agronegócio não precisa do desmatamento ilegal. Nossa legislação ambiental é uma das mais rigorosas do mundo e o governo seguirá trabalhando pela preservação do ecossistema brasileiro. Vamos trabalhar juntos para melhorar a imagem do país no exterior. ????

Uma publicação compartilhada por Fábio Faria (@fabiofaria55) em

Através das redes sociais, o ministro das Comunicações, Fabio Faria, aponta dois “lapsos” que cometeu em entrevista à CNN ontem à noite, sobre o desmatamento ilegal da Amazônia .

“O governo está agindo contra o desmatamento ilegal da Amazônia e mantém preservados 84% da floresta. O vice-pres Mourão detalhou isso aos investidores estrangeiros na reunião de ontem. Estamos investindo muito esforço também para melhorar a imagem do Brasil lá fora, o que é extremamente importante.

Quero apontar dois lapsos que cometi em entrevista à CNN ontem à noite, sobre esse assunto. Primeiro, falei que a preservação da Amazônia é de 87% e, na verdade, chega a 84%. O outro foi em relação ao bioma da floresta, que obviamente eu sei que é tropical e falei mata atlântica (sic).

O que importa mesmo é nos unirmos em defesa do Brasil.

Deixamos claro que o agronegócio não precisa do desmatamento ilegal. Nossa legislação ambiental é uma das mais rigorosas do mundo e o governo seguirá trabalhando pela preservação do ecossistema brasileiro. Vamos trabalhar juntos para melhorar a imagem do país no exterior”, finalizou.

Opinião dos leitores

  1. Só pode ser brincadeira, que vergonha confundir dois biomas tão distintos em regiões diferentes.

  2. Deveria ter ido para o Ministério da Educação, competeria em inteligência e conhecimento com Weintraub.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS. Aos 40 anos, musa global Deborah Secco, dispara em entrevista: ‘O sexo é 100%, senão casal vira irmão ou amigo’

(Fotos: André Nicolau/ Ed. Globo)

São oito horas da manhã de um domingo ensolarado e Deborah Secco, de 40 anos, se prepara no quarto do hotel para as fotos desta capa. Fotografar tão cedo em seu dia de folga foi o jeito que a atriz encontrou para conseguir pegar um voo para o Rio de Janeiro logo após o almoço e poder curtir o resto do fim de semana com a filha, Maria Flor, de 4, e o marido, Hugo Moura, de 29.

Nos minutos que tem para almoçar, a carioca recebe um roteiro em seu celular e se fecha no quarto para decorar dezenas de cenas de Alexia, uma das protagonistas da nova novela das 7, Salve-se Quem Puder. Deborah sai do quarto empolgada por estar com o texto de cor e atende ao pedido para fazer uma das cenas de sua personagem, divertindo a equipe.

“Minha vida é perfeita! Meus maiores prazeres na vida são comer, dormir, ficar em casa com a Maria e o Hugo e trabalhar. Amo trabalhar. Outro dia a Maria falou: ‘Mamãe, não vai trabalhar, fica comigo’. Eu respondi que a mamãe ia porque amava aquilo e se divertia com aquilo como quando ela ia para o parquinho. Não relaciono trabalho a dinheiro. Relaciono trabalho à diversão. O Hugo fala que quando estou trabalhando viro uma pessoa muito melhor, fico muito mais feliz. Penso em atuar até os últimos dias, talvez em outro ritmo, mas não quero parar. O bem que me faz interpretar é algo que não sei mensurar”, explica.

Atuando em comerciais desde os oito anos de idade e na TV desde os 11, Deborah cresceu diante dos holofotes, mas foi orientada pela mãe, Sílvia Regina, a sempre manter os pés no chão e a ter responsabilidade profissional. “Resolvi trabalhar desde que comecei a me entender por gente, mas nunca fui uma estrela. Em casa sempre fui a menina que queria trabalhar e que tinha que se desdobrar para conseguir ser boa aluna, boa filha e tantas outras coisas. Tenho essa postura até hoje.”

Apesar da rotina de adulto, Deborah não pulava fases. Chorou pelos amores platônicos, vibrou com o primeiro beijo aos 15 anos e se comportou como qualquer outra pessoa da sua idade.

“As pessoas esperavam uma maturidade de mim, mas eu fiz questão de amadurecer no tempo certo. Me permiti ser adolescente e ser uma pessoa que ainda não tinha controle das próprias emoções. Mesmo sendo uma pessoa pública, não abri mão de viver tudo no meu tempo. Na adolescência, quando saía do trabalho, ia brincar de boneca com as minhas amigas, chorava no meu quarto pelos namoradinhos ouvindo música da Mara Maravilha… Tinha a vida de uma menina da minha idade”, relembra.

Na fase adulta, Deborah também se permitiu errar e dividir honestamente suas histórias com o público, como quando contou que antes de se relacionar com o seu marido nunca tinha sido fiel ou que já manteve um relacionamento com um homem casado por dez meses.

“Sempre tentei imaginar o que era viver sem cobrança e esse acompanhamento da sua vida. Mas fui aprendendo a lidar com isso. Ser vista e ser julgada não é tão fácil à primeira vista. Quando você é vista por muitos, é julgada por muitos. Isso pode não ser muito confortável, mas não tinha solução. Minha vida era aquilo. Não sou aquela pessoa que fala uma coisa e faz outra. Eu errei milhões de vezes e erro. Se eu pudesse ter a minha cabeça de hoje antes, ia ser ótimo, mas não tinha. Não me orgulho de tudo o que eu fiz e de tudo que conto, mas prefiro ser sincera do que ser hipócrita e mentirosa. Minha mãe às vezes reclama que eu falo muito. Ela diz que sofre com o que falam de mim. E eu respondo: ‘Você que me ensinou a ter coragem de ser quem eu sou e de não abaixar a cabeça para ninguém’. Existem pessoas que erram menos do que eu e pessoas que erram mais que eu, mas não existem pessoas que não erraram. Pelo menos eu tenho um grande mérito de ser honesta e de tentar aprender com os meus erros”, avalia.

“Hoje lido com isso de forma mais leve. Sou uma pessoa que vive muito em paz com a consciência. Não faço nada que me envergonhe ou que deveria esconder de alguém. Se a opinião das pessoas é diferente da minha, respeito. Mas tenho a consciência tranquila com as minhas escolhas. Já tive momentos em que não estava. Agora que eu estou e entendi que não podia ser essa pessoa de hoje naqueles momentos, me aceito. É um caminho”, conta ela, durante o ensaio no Four Seasons Hotel.

A leveza, por sinal, é uma máxima na rotina de Deborah. Aos 40 anos, ela vive o agora e sem cobranças. “Costumo levar a vida com leveza. O mundo pode estar caindo a minha volta e eu continuo plena e em paz. Acho que o que tem solução, solucionado está. Fui conquistando essa leveza com o passar dos anos. Se eu tenho um problema que não tem solução, ao invés de chorar, sigo adiante. O que eu não posso fazer, delego. Confio muito nas pessoas que trabalham comigo. Acho que sempre fui essa pessoa com excesso de fé, essa pessoa que não sofre. Eu tenho muita certeza de que tudo vai ser para o meu bem, mesmo as coisas mais difíceis”, diz.

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. Concordo plenamente com ela, como dizia Chico Anisisio, com muito tempo de casado vc vai chamar sua esposa de dona Maria.

  2. Daí quando o marido só procura pra copular, fica falando que ele só pensa nisso, nem sequer conversa mais, que o casal também é amigo. Mas, pensando bem, o cara casado com uma mulher dessas, só pensaria em sexo mesmo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Em entrevista ao Roda Viva, na TV Cultura, professor e diretor do Instituto do Cérebro da UFRN defende legalização de drogas e diz que maconha é “remédio incrível”

No Roda Viva, da TV Cultura, Daniela Lima recebeu o neurocientista Sidarta Ribeiro, diretor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN). Na ocasião, defendeu a legalização das drogas e disse que a “maconha é um remédio incrível”. Confira íntegra do programa que foi ar nessa segunda-feira(06). Trecho polêmico a partir de 13 minutos e 30 segundos.

Opinião dos leitores

  1. Além desse comentário sobre essa droga, o blog deveria ter enfatizado o monte de baboseira que esse cientista falou , muita coisa destruindo o governo federal , acredito que ele ta muito nervoso pois as torneiras estão mais vigiada hj em dia, antes a corrupção corria froxa!!

  2. Sem sombra de dúvidas a "Canabis" para uso medicinal é sim um medicamento comprovado que salva inúmeras vidas e vem trazendo melhor qualidade de vida para outras inúmeras, o que acontece é que tem uma falta de conhecimento e o uso disso por pessoas que defendem o uso recreativo que não tem nada haver. Conheço o efeito das duas por isso defendo com conhecimento o uso medicinal é condeno o uso recreativo.

  3. Os minions piram quando unem educação, ciência e desenvolvimento.
    Pra eles professores, cientistas, universidades são os responsáveis pela balbúrdia do país.
    Fonte: Grupos de what's app da Igreja 'não sei que lá' do Reino de Deus, ou do grupo 'vazamentos da República de curitiba.
    Uma mensagem de paz: Fora da educação não há salvação.

  4. Mais um viciado defendendo a causa do vício. Por falar nisso, os surtos psicóticos aumentaram 30% em decorrência do uso diário da maconha. MACONHEIRO VOCÊ É PATROCINADOR DO TRÁFICO DE DROGAS E DAS MAZELAS GERADAS PELO TRÁFICO.

  5. Defender legalizar é por que gosta da baga; agora como remédio é fato verídico que ajuda em várias doenças, principalmente no autismo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Desemprego cairá para um dígito em 2022, prevê Rogério Marinho; confira entrevista

Foto: Silvia Zamboni/Valor

Principal desafio do atual governo, o desemprego deve recuar em ritmo lento para taxa de um dígito no fim do mandato do presidente Jair Bolsonaro, disse em entrevista ao Valor o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. Mas continuará num patamar alto, na casa de 9,5%.

O emprego vai reagir por causa da melhora conjuntural da economia. Mas o mercado de trabalho tem problemas estruturais a enfrentar, alerta: o impacto das novas tecnologias, a informalidade elevada e a falta de oportunidade para os jovens.

“Hoje a sociedade paga uma carga tributária muito maior do que pode suportar. Temos um Estado hiperatrofiado”, disse.

Marinho reconheceu que “não pegou bem” a ideia de taxar em 7,5% os pagamentos do seguro-desemprego para financiar a desoneração de folha do primeiro emprego, batizado de Contrato Verde Amarelo. Agora, diz ele, cabe ao Congresso encontrar uma alternativa de financiamento.

A ideia do governo para a desonerar a folha era o tributo sobre transações financeiras, mais amplo que a CPMF. Detonada ao custo da cabeça do ex-secretário da Receita Marcos Cintra, a proposta está de novo sobre a mesa, conforme informou o presidente Jair Bolsonaro no último dia 16. A questão, diz o secretário, é saber se a ideia está madura a pont

A maturidade do debate permitiu que o Congresso aprovasse, em dez meses do início do governo Bolsonaro, a reforma da Previdência. É o principal legado de sua área neste ano, afirmou o secretário, chamado de “senhor Reformas” pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. A melhora no ambiente macroeconômico reduziu juros, déficit público e a taxa de risc

Marinho frisou que não há hipótese de o governo propor ou apoiar propostas de obrigatoriedade para contribuição sindical ou contribuição assistencial. A seguir, os principais trechos da entrevista. (CLIQUE AQUI).

Valor

Opinião dos leitores

  1. Kkkkkkkkkk
    Esse tá igual a saudosa mãe Diná, faz uma afirmação qualquer aleatoriamente e se um dia a coisa acontece, foi pq ela tinha previsto.
    Mas ta valendo!

  2. O RN perdeu um grande político por pura ignorância de um povo que não sabe votar !! Parabéns Rogério vc é um nome forte no governo Bolsonaro.

  3. Que safado esse RM. Se for com trabalho intermitente esse número deve cair mesmo. TRABALHO PRECARIZADO. Trabalho com garantia de baixo salário. Sei não viu. Cada uma.

  4. O caba trocar um deputado desse naipe, pela apagada Natália Bonavides, é um prejuízo imensurável.

  5. Conheço idiotas que passaram os 16 anos petralhas, defendendo-os, enaltecendo os números forjados da economia, e eles desempregados, só vivendo a bolha economica do bolsa família. Desbaratada a quadrilha e a coisa desandou, lógico, numa roubalheira daquela, nem o EUA se sustentaria. Agora, reclamam da crise, na verdade a crise já existia, só que era mascaradas através de mais endividamento do estado, e deu no que deu. Por sorte estamos com gestores liberais, onde estão afastando custos do estado, assim, talvez a economia possar andar com suas próprias pernas, sem ser sangrada pelo estado, e a iniciativa privada enfim terá resultados positivos com geração de Riquezas e empregos.

  6. Esse é o mesmo que falou que com a reforma trabalhista de Temer, na qual ele foi relator, iriam gerar 6 milhões de empregos. Ainda estamos esperando esses empregos.

  7. O saldo pós-reforma está positivo. Mesmo descontando os ínfimos intermitentes e temporários.

  8. E eu esperando isso com a reforma trabalhista.
    Ah. Pensei errado, será com a reforma da previdência onde muitos trabalharão em sub empregos e isso contará como emprego formal.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Em entrevista, Bolsonaro questiona se matéria quer trazer “crise sul-americana para dentro do Brasil”

Foto: Reprodução

Jair Bolsonaro, em entrevista à Bandeirantes, acusou a TV Globo que tentar desestabilizar o Brasil:

“O que a Globo quer com isso? Nós sabemos o que está acontecendo na América do Sul. Vários países com problemas: o Chile, a eleição na Argentina, a Bolívia, o Equador… Será que ela quer trazer essa crise sul-americana para dentro do Brasil? Esse é o propósito da Globo?”

Em seguida, ele acrescentou:

“O senador Humberto Costa disse, alguns dias atrás, que a minha hora ia chegar. Logo depois teve a questão do Chile, e ele reafirma isso, e faz um montão de acusações a meu respeito. Eles querem o caos no Brasil, querem quebra-quebra, querem ações terroristas para tentar me desestabilizar.

Não vou me submeter aos caprichos de uma televisão que esculacha as famílias 24 horas por dia, que mente o tempo todo, tentando jogar para cima de mim a responsabilidade por tudo o que acontece no Brasil.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. A Globo , e a imprensa em geral, só merecem credibilidade quando falam bem e elogiam tudo que os meus políticos prediletos fazem e dizem. É igual a pesquisa : só acreditam quando seus queridos estão bem na foto.
    Rsrsrsrsrsrsrsrs…..

  2. Tô com pena desse Santo. BANDIDO COM É BANDIDO MORTE!!!!!!

    NUNCA VI O GOVERNO COMO ESSE, DESASTROSO!!!!!
    SÓ FICA NA FALAÇÃO E NAS REDES SOCIAIS.
    AÍ QUANDO O NEGÓCIO É CONTRA ELES…..

    DESESPERO.

    1. Paulo você mora e Cuba ?Só pode ser !Dizer que este governo desastroso!Nunca um governo tem sido tão perseguido com este!Nada do que é feito de bom vcs divulgam!Não é um governo perfeito e nunca haverá neste país!Mas não é um governo corrupto!Pra que maior desastre do que já tivemos por 16 anos o Governo de Lulinha paz e amor e sua quadrilha de ladrões que surrupiada o país!Volte pro Brasil Paulo!Cuba de deixa alienado a lavagem cerebral deles não é fácil curar!

  3. Quem assister o noticiário da Globo, se prestar atenção é isso mesmo que acontece.
    Vão atrás de sogra.
    Fogo na Amazônia.
    Óleo cru nas prais do nordeste.
    Paciata protestando contigenciamento que começou desde FHC e passou pelo governo do ladrão, ou seja.
    Querem sim desestabilizar o governo, so não vê quem não quer.
    A prova cabal, são os âncoras saindo, o primeiro Evaristo Costa, Alexandre Garcia e enfilerou de Monaliza Perrone pra cá.
    Agora, se fosse pelo menos pra derrubar o governo, e trazer alguma coisa melhor, mas não, querem os ladrões de novo pra mamarem nas tetas até enxer o bucho.
    O outro um candidato da cozinha deles Luciano Huck.
    Tem cabimento??
    Cuidado rede globo lixo, o feitiço pode virar contra o feiticeiro, olhe a vidraça e o glamur, pode desmoronar.
    Ou já estar desmoronando???

  4. Coitadinho do bichinho, é um santo.

    É o leãozinho sendo perseguidos pelas Hienas.

    Tu colhes o que vc plantou !!!!!!!!!

    1. Você está certo Bolsonaro não presta e vou listar vários motivos:
      – A CORRUPÇÃO foi IMPACTADA e SEUS BENEFICIÁRIOS SOFREM;
      – O BOLSA FAMÍLIA vai RECEBER o 13 salário;
      – O governo NÃO faz mais AR$TICULAÇÃO para ter seus projetos aprovados;
      – A globo perdeu os contratos com a CEF, CORREIOS, PETROBRÁS e os MILHÕES que o Governo dava a emissora para ter o apoio dela;
      – Foi eleito com o voto popular;
      – O país vem tendo a MENOR INFLAÇÃO dos últimos 10 anos;
      – A economia começa apresentar sinais de recuperação;
      – O Brasil está firmando acordos comerciais com países europeus, árabes e EUA e não com os desenvolvidos e ricos como Cuba, Argentina, Venezuela, Guiné Equatorial;
      – O governo deixou de beneficiar a JBS, Odebrecht, UTC, Camargo Correia;
      – O BNDES deixou de enviar a findo perdido recursos públicos a países com DITADORES;
      São tantas mazelas que o governo vem praticando que o país entrou em choque, tem 15% em pânico…

    2. – articulação do governo contemplou liberar 3 bilhões em emendas pra deputados e senadores aprovarem a reforma da previdência
      – BR volta pro mapa da fome da ONU (mas não há fome no país, pq o presidente não vê pessoas esquelética na rua)
      – inflação realmente é a menor da década, porém inflação abaixo da meta significa que o consumo está estagnado, e com isso a produção é reduzida, aumentando a massa de desempregados
      – índice de desemprego em 11,8%, mesmo nível de 2016, porém a esquerda já saiu do governo há pouco mais de 3 anos
      – 13o do Bolsa Família é fazer o mesmo populismo de esquerda contra o qual fez discurso na campanha. Que contraditório!

      O choro é livre, mas em breve Queiroz e a familícia não!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

VÍDEO: Confira a entrevista com Júnior Bass Groovador no talk show The Noite, no SBT, com Danilo Gentili

O The Noite dessa segunda-feira (7), recebeu o baixista Júnior Bass Groovador, que vem ganhando fama após ter tocado no Rock In Rio 2019. O cantor foi convidado a tocar no festival após ter seu vídeo viralizado na internet e repostado pelo músico Jack Black da banda Tenacious D no Instagram.

Desde então o músico vem conquistando fãs e arrancando sorrisos pelo Brasil. “Minha missão é trazer alegria, não me considero um professor de música, sou um músico que faz a galera sorrir” conta Junior.

Além de tocar ao lado da banda Tenacious D, do ator e músico Jack Black, o baixista, que também trabalha como segurança vigilante, comenta sobre suas inspirações musicais e como despertou o interesse pela música “Começei a escutar rock desde pequeno, quando conheci o baixo, me apaixonei, comprei um e não parei mais desde então”.

SBT

Opinião dos leitores

  1. Genial, maravilhoso, parabéns cara, Deus capacita os escolhidos.
    Orgulho do Rio Grande do Norte e agora do Brasil.
    Representaste muito bem a tua categoria que é ser vigilante e tão pouca valorizada.

  2. Que pena ele ter começado a entrevista falando que é apaixonado pelo Palmeiras/SP, poderia ter dito isso citando um time do RN, por esse motivo, preferi não compartilhar esse vídeo no WhatsApp.
    "Prefiro sofrer com uma camisa que representa meu povo, a idolatrar algo que pertence aos outros"
    Orgulho de ser potiguar e de torcer somente pelo ABC.

    1. Deixa o cara, ele torce para quem quer, a entrevista ele frisa muito o RN e fala também que tem orgulho de ser VIGILANTE, pois como todos sabem é bem díficil a vida de musico no BR.

      Outra engraçada é quando ele fala que começou a receber uma enxurada de telefonemas ( DE OPORTUNISTAS) só porque ia tocar no ROCK IN RIO com TENACIOUS D e do nada todos conheciam o trabalho e etc.

      Mas apesar de tudo, muito sucesso, o cara é uma figura e merece muito mais do que já colheu.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

‘Não houve excesso na Lava Jato. Opinião de militante não conta’;‘Lula está preso porque cometeu crimes. A Petrobras foi saqueada’, diz Moro em entrevista

A maior preocupação do ministro, no momento, é com o futuro da Operação Lava-Jato, especialmente com o STF, que está julgando ações que podem pôr a perder boa parte do trabalho já realizado pela força-tarefa e beneficiar corruptos notórios, como o ex-presidente Lula e o ex-deputado Eduardo Cunha. Sobre a declaração do ex-­procurador-geral da República Rodrigo Janot de que iria matar o ministro Gilmar Mendes e depois se suicidar, revelada por VEJA na semana passada, foi lacônico: “É difícil acreditar nessa história”.

Leia mais: Em entrevista a Veja, Moro diz que ‘Brasília é cheia de intrigas’, fala de ‘tentativas de se indispor com o presidente´, e garante que Bolsonaro ‘é seu candidato em 2022´

“QUAL FOI O EXAGERO DA LAVA-JATO?”

Acusado de parcialidade na condução da Lava-Jato, o ministro vê ataques direcionados para minar os resultados da operação, rebate o discurso de que houve seletividade no que se refere aos alvos das investigações e comenta as revelações feitas pelo ex-procurador Rodrigo Janot, que afirmou ter tentado matar o ministro Gilmar Mendes no STF

.“Não houve excesso, ninguém foi preso injustamente. Opinião de militante político não conta, pois desconsidera as provas. A sociedade tem de consolidar os avanços conquistados pela operação. As pessoas falam em excessos, mas qual foi o excesso da Lava-Jato? Essa entrevista do ex-procurador Janot é coisa dele. Não tem nada a ver com Curitiba. É difícil acreditar nessa história. Agora vem essa discussão de que a ordem das alegações finais seria um erro da Lava-Jato. Os avanços anticorrupção não são de propriedade de juízes ou procuradores. É uma conquista da sociedade, do país. É o país que perde com eventuais retrocessos.”

“NÃO HÁ ILEGALIDADE NAS MENSAGENS”

A divulgação de mensagens captadas ilegalmente nos celulares dos procuradores da força-tarefa levantou suspeitas e gerou acusações de atuação imprópria e de parcialidade do então juiz Sergio Moro

.“No caso das mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil e por outros veículos, mesmo que elas fossem verídicas, não haveria nelas nenhuma ilegalidade. Onde está a contaminação de provas? Não há. É uma questão de narrativa. Houve, sim, exagero da imprensa. Esse episódio está todo superdimensionado. A Polícia Federal está investigando as pessoas que invadiram os celulares. Não está descartada a hipótese de que houve interesses financeiros por trás desse crime. Esses hackers, pelo que já foi demonstrado, eram estelionatários. Mas nada vai mudar o fato de que a Operação Lava-Jato alterou o padrão de impunidade da grande corrupção. As pessoas sabem diferenciar o que é certo do que é errado.”

Veja mais: Em entrevista a Veja, Moro diz que ‘Brasília é cheia de intrigas’, fala de ‘tentativas de se indispor com o presidente´, e garante que Bolsonaro ‘é seu candidato em 2022´

“LULA ESTÁ PRESO PORQUE COMETEU CRIMES”

Condenado a vinte anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente pediu ao Supremo Tribunal Federal que decrete a suspeição de Moro. Se isso acontecer, Lula, que está preso há mais de um ano, poderá ser solto e seu processo voltar à estaca zero.

“Estou bem tranquilo com minha consciência quanto ao que fiz. O ex-­deputado Eduardo Cunha também diz que é inocente. Aliás, na cadeia todo mundo diz que é inocente, mas a Petrobras foi saqueada. Sempre que há um julgamento importante, dizem que a Lava-Jato vai acabar, que tudo vai acabar. Há um excesso de drama em Brasília. As pessoas pensam tudo pela perspectiva do Lula, embora seja possível que o julgamento do STF sobre a ordem das alegações finais leve à anulação da sentença sobre o sítio de Atibaia. Lula está preso porque cometeu crimes.”

“O STF TEM DE AVALIAR BEM AS CONSEQUÊNCIAS”

A confirmação pelo Supremo de que condenados poderiam começar a cumprir pena antes de a sentença transitar em julgado acelerou o processo de punição dos condenados e catalisou as investigações da Lava-Jato. Suspeitos passaram a fechar acordos de delação diante da perspectiva de acabarem atrás das grades a curto prazo. Neste mês, o STF vai analisar novamente a legalidade das prisões em segunda instância e, se voltar atrás, poderá impor o maior de todos os reveses à Lava-Jato, na avaliação do ministro da Justiça.

“A eventual mudança de entendimento do STF sobre a prisão em segunda instância é o que mais me preocupa. Espero, respeitosamente, que não ocorra. O Supremo terá de avaliar bem as consequências de uma eventual reversão sobre o movimento anticorrupção e sobre a esperança das pessoas por um país mais íntegro e mais justo. Agora, como tenho uma formação de agente da lei, de juiz, entendo que toda crítica deve respeitar a instituição, sendo o STF fundamental para a democracia.”

Veja

Opinião dos leitores

  1. O sr tem que ser presidente desse país, nem que seja na marra.
    Vai ser sim!!!!
    MORO PRESIDENTE, se Deus quiser!!!

  2. O nosso Ministro e Herói Nacional Moro está corretíssimo.
    Opinião de militante não conta.
    Será que tem aqui algum .
    Fico com os homens de bem.

  3. A prosperidade do crime de todas as suas modalidades está diretamente ligada a sua forma de combate, pois diante da complacência dos que fazem as normas legais serem cumpridas a coisa só piora.
    É notório que o descrédito que esta sendo construído perante a sociedade e em cima da operação Lava Jato que por objetivo a extinção e por tabela o livramento dos que foram pegos em situação da pratica dos mais variados crimes, tendo o de "lesa pátria" como o mais hediondo.
    Mas nada é feito no Brasil em prol de seu povo, e sim, contra a nação que quando pensa que já viu de um tudo, aparece membros da turminha do onze que fazem de um tudo para o pior dos retrocessos que é o uso do subterfúgio para proteger alguns em detrimento ao devido dever legal que é a punição.
    O trabalho dos que promoveram a operação, é merecedor de muitos créditos, até de publico reconheço que houve alguns exageros mas foram importantes dentro do contexto para que a sociedade toma-se conhecimento de como funcionava e funciona o submundo do crime do colarinho branco.
    Agora fazer o quê diante de um congresso composto 594 membros e estando boa parte deles inseridos na operação e devidamente comprovados as suas participações.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Em entrevista a Veja, Moro diz que ‘Brasília é cheia de intrigas’, fala de ‘tentativas de se indispor com o presidente´, e garante que Bolsonaro ‘é seu candidato em 2022´

Foto: (Cristiano Mariz/.)

O restaurante requintado no centro de Brasília ainda estava vazio quando Sergio Moro chegou para almoçar na última quarta-feira. Para o ministro da Justiça, nem isso é ato corriqueiro. Dois dias antes, sua assessoria fizera uma precursora no local, verificou as entradas e as saídas, observou a configuração das mesas e concluiu que era preciso reservar quatro — uma para o ministro e seus convidados, uma para a equipe de segurança e outras duas que deveriam permanecer vazias formando um raio de isolamento em torno da mesa principal. Os agentes são os primeiros a entrar no estabelecimento. Moro aparece em seguida. Duas senhoras logo o reconhecem e o cumprimentam efusivamente. O maître indica a mesa, localizada estrategicamente num dos cantos. O ministro se senta, mas parece incomodado com o fato de ficar de costas para dois homens que ocupam uma das mesas que deveriam estar vazias. Falha. A menos de 2 metros de distância, os seguranças, atentos, não tiram os olhos dos intrusos. Isso já é parte da rotina do ministro mais popular de Jair Bolsonaro, embora muita coisa tenha mudado nestes primeiros nove meses de governo.

As ameaças contra ele, por exemplo, se intensificaram. O ministro não gosta de falar sobre o assunto, porém admite que os cuidados com a segurança precisaram ser redobrados. Os desafetos que colecionou ao longo de cinco anos de Operação Lava-­Jato ganharam o reforço de facções criminosas como o PCC. “Sempre recebi ameaças, mas agora toda cautela é necessária, porque estamos enfraquecendo essas organizações”, ressalta. Ele teme principalmente pela família. “Vocês viram o absurdo que fizeram com a minha filha?” O ministro se refere ao curta-­metragem que circulou pela internet que conta a história do sequestro da filha de um certo ministro “Célio Mauro”, tramado para exigir a liberdade do ex-presidente “Luiz Jararaca da Silva”. No filme, dentro do cativeiro há mensagens em favor da liberdade do verdadeiro Lula. Por ordem de Moro, a Polícia Federal abriu inquérito para investigar o caso. “Está cheio de louco por aí. É bom ter cautela”, diz.

O ex-juiz também tem sido alvo de múltiplas especulações. No início do governo, ele era o talismã, a âncora que deixava claro o compromisso do presidente Bolsonaro com o combate à corrupção. Em Brasília, o ministro conheceu a outra face do poder. No Congresso, enfrenta a resistência dos parlamentares, muitos deles envolvidos até o pescoço com a Lava-Jato. No Supremo Tribunal Federal (STF), assiste ao que pode vir a ser o desmantelamento dos principais pilares que sustentaram o sucesso da operação. Mas é de dentro do próprio governo que surgem os maiores fantasmas. Moro é alvo da desconfiança de alguns aliados, muitos deles despachando em gabinetes importantes no 3º andar do Palácio do Planalto, bem pertinho do presidente, de onde pipocaram informações de que o ministro já foi demitido, já levou descomposturas humilhantes do chefe e, a mais recorrente, de que estaria pavimentando o caminho para disputar a Presidência da República em 2022 — no que seria um ato imperdoável de traição a Bolsonaro, que se anunciou candidato à reeleição.

Essa hipótese, combinada com uma série de acontecimentos políticos, tem provocado fissuras na relação entre dois grupos que caminharam juntos desde a eleição — os bolsonaristas e os lavajatistas. O primeiro vê no segundo a ameaça a um projeto de poder. O segundo vê no primeiro sinais de afastamento do compromisso de priorizar o combate à corrupção. “É tudo intriga”, diz o ministro. Moro garantiu que não vai disputar a Presidência da República, que Bolsonaro é seu candidato em 2022 e que as relações entre os dois são “ótimas”. A maior preocupação do ministro, no momento, é com o futuro da Operação Lava-Jato, especialmente com o STF, que está julgando ações que podem pôr a perder boa parte do trabalho já realizado pela força-tarefa e beneficiar corruptos notórios, como o ex-presidente Lula e o ex-deputado Eduardo Cunha. Sobre a declaração do ex-­procurador-geral da República Rodrigo Janot de que iria matar o ministro Gilmar Mendes e depois se suicidar, revelada por VEJA na semana passada, foi lacônico: “É difícil acreditar nessa história”.

O almoço terminou por volta das 14 horas. Um pouco antes disso, um garçom pediu para tirar uma foto ao lado do ministro. “Lá em casa o senhor tem seis votos”, disse o rapaz. Moro, que havia acabado de garantir que não será candidato a nada, sorriu meio sem graça, mas não retrucou. Paciente, posou ao lado de outros dois funcionários do estabelecimento que lhe pediram a mesma coisa. Àquela altura, o restaurante já estava lotado — e o ministro ainda passou pelo constrangimento de cruzar todo o salão sob aplausos dos clientes, aos quais ele retribuiu com acenos de agradecimento. A seguir, os principais trechos da entrevista a VEJA.

“MEU CANDIDATO EM 2022 É O PRESIDENTE BOLSONARO”

Bolsonaristas mais radicais acreditam que Moro está usando o governo como trampolim para uma futura candidatura à Presidência da República. O ministro diz que não tem perfil de político e que essa hipótese nunca lhe passou pela cabeça.

“Eu digo ao presidente que essas notícias sobre uma eventual candidatura minha são intrigas. Ele sabe que eu não vou ser candidato. Primeiro por uma questão de dever de lealdade. Como é que você vai entrar no governo e vai concorrer com o político que o convidou para participar do governo? Também não vou me filiar ao Podemos nem vou ser candidato a vice. Não tenho perfil político-partidário. Meu candidato em 2022 é o presidente Bolsonaro e pretendo fazer um bom trabalho como ministro até o fim.”

“NUNCA CHEGUEI PERTO DE PEDIR DEMISSÃO”

O ministro diz que demorou um pouco a entender o funcionamento de algumas engrenagens em Brasília mas se surpreendeu com a máquina de intrigas. Diz que é vítima de muitas teorias conspiratórias e que não consegue identificar com precisão a origem delas.

“Brasília é uma cidade onde as intrigas ganham uma dimensão irreal. As mais recentes afirmavam todo dia que eu estava saindo do governo. Há dentro do governo, no Congresso e no Supremo interesses múltiplos que nem sempre são convergentes, mas não entendo muito a lógica dessas intrigas. Toda relação de trabalho tem seus altos e baixos. Minha relação com o presidente é muito boa, ótima. Nunca cheguei perto de pedir demissão. As pessoas inventam histórias. Sei que é mentira, o presidente sabe que é mentira. Não sei direito de onde essas intrigas vêm.”

“TENTATIVA DE ME INDISPOR COM O PRESIDENTE”

Moro, no entanto, admite que parte dessas intrigas tem origem dentro do próprio governo, inclusive da Polícia Federal, que está sob a jurisdição do Ministério da Justiça.

“Esse caso envolvendo o deputado Hélio Negão (aliado e amigo do presidente Bolsonaro) é curioso. Um delegado do Rio de Janeiro recebeu a informação de que um tal Hélio Negão estaria envolvido numa fraude previdenciária. A descrição da testemunha dava conta de que o suspeito tinha características físicas completamente diferentes das do deputado. Espalhou-se que a Polícia Federal estava investigando ilegalmente o deputado com o aval da cúpula. Foi mais uma tentativa de me indispor com o presidente.”

“A INTIMIDAÇÃO ACABARÁ EXISTINDO”

O Congresso derrubou uma sequência de vetos do presidente Bolsonaro e reativou parte da Lei de Abuso de Autoridade, que prevê punições até de prisão para juízes e membros do Ministério Público que exorbitarem de suas funções.

“Até entendo os motivos que levaram à edição da lei pelos parlamentares: um receio quanto a abusos. O risco, porém, é o efeito inibidor, principalmente juízes, promotores e policiais deixarem de cumprir o seu dever por receio de ser indevidamente responsabilizados. Esse temor pode impactar a segurança pública. A intimidação acabará existindo, e isso não é excesso de drama. Mas não acho que houve uma vingança do Congresso em resposta à Operação Lava-Jato, como alguns defendem.”

“QUEM ME CONSIDERA VILÃO ESTAVA DO OUTRO LADO DA LEI”

Muitas das propostas que o Ministério da Justiça apresentou no chamado pacote anticrime acabaram sofrendo alterações no Congresso. Moro descarta a possibilidade de estar sendo vítima de boicote ou retaliação por parte dos parlamentares.

“O combate à corrupção é uma conquista da sociedade nos últimos anos. O Brasil foi elogiado no mundo inteiro pelos avanços. Algumas pessoas me dizem que recuperaram o sentimento de dignidade de ser brasileiro. É um erro pensar que o combate à corrupção é uma batalha da Lava-Jato. Essa é uma tarefa que cabe ao governo, ao Congresso, ao Judiciário, à sociedade civil e à imprensa. Sou apenas um agente da lei, mas cumprir a lei pode ser às vezes um desafio contra interesses poderosos. Os avanços contra a corrupção foram produto de ação institucional. Quem me considera vilão estava do outro lado da lei.”

“QUAL É O RISCO À DEMOCRACIA?”

O ministro diz que as políticas implementadas pelo ministério já tiveram impacto no dia a dia da população e critica quem vê nas ações e propostas do governo ameaças à democracia.

“O balanço desses primeiros meses de governo é positivo. A taxa de homicídios tem caído. Sete mil pessoas deixaram de perder a vida. A queda da taxa de homicídios também é trabalho do governo federal. As organizações criminosas estão na defensiva e enfraquecidas. As celas onde estão presos integrantes de organizações criminosas não respondem mais a um comando central. Falam em risco à democracia. É um exagero. O governo não tem o controle do Congresso, não tem o controle do Judiciário. A imprensa fala o que ela quer. Qual é o risco à democracia?”

Veja

 

Opinião dos leitores

  1. BG
    E os CALHORDAS chorando pelo ladrão de 09-dedos. Tem jeito não da prisão para o cemiterio e fim de papo.

  2. Oportunista….medíocre….energúmeno……mala falsa……mentiroso…..mal feitor…..vigarista……cheleleu , oh cheleleu

  3. Ainda bem que a população brasileira esta vendo e é testemunhas, só os ladrões, corruptos, bandidos, reclamam das ações do Ministro da Justiça Sérgio Moro.
    Por quê será heim!!!!!!!!!!!!!

  4. Pra mim é o brasileiro número 1. Primeiro juiz brasileiro a impor medo nos nos peixes graúdos. Os corruptos faziam de tudo pra que seus processos não caíssem nas mãos dele. Precisa dizer mais alguma coisa?

  5. Bolsonaro irá ser candidato em 2022? Ele não iria acabar com a reeleição? Ah lembrei, não se escreve o que ele fala.

    1. É triste ver um lulista reclamando pela evolução do Brasil .

    2. Ele tem o interesse de acabar com à reeleição, contando que o legislativo endureça as leis contra a corrupção, que votasse a previdência de forma rápida ( que não aconteceu e foi desidratada). Ele não é ditador, só o congresso pode fazer a reforma política e finalmente acabar com a reeleição. Seria ótimo, dessa forma ex político e bandido tb não poderiam tentar concorrer a um cargo que outrora fora ocupado pelo mesmo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *