Manifestantes atiram pedras na CMN e ainda depredam carro da TV Ponta Negra

333333333Manifestantes do Movimento #RevoltadoBusãoNatal realizaram mais um manifesto em frente a Câmara Municipal da cidade na tarde desta terça-feira(6). Como no último ato realizado, os jovens cobram dos vereadores explicações referente ao conflito ocorrido na área interna do prédio, que envolveu a Guarda Legislativa, no dia 18 de julho. Além disso, o movimento ainda pediu atenção aos vereadores ao Projeto de Licitação do Transporte Público na capital, para que atenda as necessidades dos jovens. Contudo, o que caminhava para se resumir em um dia proveitoso para os jovens, perdeu novamente seu brilho, como veremos no fim do texto.

Os jovens também aproveitaram o retorno dos trabalhos na “Casa”, após um recesso em decorrência de obras de melhoria na área de segurança para o local. Na ocasião, um grupo de estudantes e permissionários do transporte alternativo na capital tiveram cerca de 10 minutos, como direito à voz na Tribuna, na Câmara Municipal.

Entre as reivindicações já conhecidas, o momento que mais chamou  a atenção na “sessão” foi o pedido de desculpas do Presidente de Casa, o vereador Albert Dickson(PP), em relação a resistência ao acesso ao prédio. Logo em seguida, a chave de energia do prédio foi misteriosamente desligada e o local esvaziado.

Ato perde força com novo episódio de vandalismo

No lado externo, como de costume, uma minoria seguiu arrancando tapumes na entrada e ainda arremessaram pedras em direção ao prédio, inibindo o trabalho da imprensa e de quem passava nas proximidades. No fim da tarde, não satisfeitos, os “vândalos”, como destacado pelo blog, em sua minoria, quebraram o retrovisor e o parabrisas do carro da TV Ponta Negra e, por fim, caminharam pelo Centro da Cidade para promover o famoso roletaço.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Felipe disse:

    Acho que essa história já tem que ter um fim, toda vida é a mesma coisa, baderna e destruição não vão levar a lugar algum. O que que tem haver um carro de uma emissora de TV ser depredado? Nada! CHEGA DE VANDALISMO! Isso tem que acabar. O Passe Livre iria servir pra que? Já que muitos "Estudantes" não vão pra escola, faculdade, etc. Uma manifestação sem expressão, sem força e que só está servindo para restringir o direito de ir e vim dos cidadãos, uma vez que esse delinquentes (que vivem de cara escondida) fecham as ruas.

  2. Ismael disse:

    Pessoal, não há muito o que se esperar dos integrantes desses movimentos. So em estarem nas ruas nos horários de expediente, já mostra a ausência do que fazer. Outrossim, pagamos impostos e devemos esperar mais de nossa policia. Dano e crime e, contra o patrimônio, maior ainda. Quem sao esses que sugerem interesses de defender o publico e dilapidam o que dispõem a defender? Cadeia nossos marginais que, em nada sao diferentes dos que ficam do lado oposto ao dos protestos. Policia neles. E o mínimo esperado.

  3. primo das primas disse:

    Esse movimento só teve valor quando aconteceu de reunir 15 mil sonhadores que estavam inconformados com a corrupção e que nao estavam pensando no passe livre, nem em politica. O passe livre so interessa aos donos de empresa de onibus, que terão garantido o seu lucro com o dinheiro de nossos impostos, faça chuva ou sol. O passe livre so pode ser proposto por politicos safados que nunca trabalharam e precisam de financiamento para a tal revolução bolivariana. As vans ou alternativos entrariam em falência por não ter como competir com o transporte gratuito. Esse falsos "estudantes" nao ficam na frente da CMN de graça, nem porque sao idealistas. São organizados, tem celular, internet, advogados da OAB, agem com planejamento, tem apoio logístico (alimentaçao, coquetel molotov, bomba). Tem que ter alguém financiando ou estimulando. Ninguem é imbecil de perder o seu tempo brigando por algo impraticável como o transporte de graça, porque todos sabem que é inviável com uma prefeitura quebrada. As reunioes democraticas desses alienados sao direcionadas por grupos infiltrados para induzir a massa por uma decisao ja planejada. O povo ridiculo.

    • Fabiano Abreu disse:

      Isso mesmo, Primo! E só acrescentando: esses vagabundos que não querem trabalhar, nem estudar, não tem dinheiro para pagar o ônibus (algo em torno de R$ 66,00/mês, se multiplicarmos 30 dias por R$ 1,10 por 2), mas arranjam grana para comprar um smartphone de última geração para gravar e fotografar toda a baderna e lançar na rede. Só sendo um perfeito idiota para olhar tais manifestações com romantismo e acreditar numa causa que bem sabemos qual é.

  4. Maurício Giovani disse:

    Esse movimento terminou de forma patética assim como começou

  5. Jorge Maciel disse:

    Não existe mais "minoria"! O que restou desse movimento foram verdadeiros "marginais" que não podem de forma alguma terem a complacência das instituições, tampouco da opinião pública (imprensa e população em geral).

Manifestantes ganham voz na Câmara, local tem "queda de energia" e lado externo está tenso

Um grupo de estudantes e permissionários do transporte alternativo na capital tiveram cerca de 10 minutos, como direito à voz na Tribuna, na Câmara Municipal. Entre as reivindicações já conhecidas,  o momento que mais chamou  a atenção na “sessão” foi o pedido de desculpas do Presidente de Casa, o vereador Albert Dickson(PP), em relação a resistência ao acesso ao prédio. Logo em seguida, a chave de energia do prédio foi misteriosamente desligada e o local esvaziado.

No lado externo, como de costume, uma minoria seguiu arrancando tapumes na entrada e ainda arremessaram pedras em direção ao prédio, inibindo o trabalho da imprensa e de quem passava nas proximidades.

Movimento #Revoltadobusão realiza ato de silêncio no Centro e discute novos rumos

Os manifestantes do movimento #RevoltadoBusãoNatal realizaram na tarde desta quinta-feira(1), o ato de silêncio, em frente a Câmara Municipal, em protesto ao conflito ocorrido com a Guarda Legislativa, na área interna do prédio, no meio do mês passado.

Durante o manifesto, percebeu-se poucos presentes, principalmente, em decorrência dos últimos acontecimentos em que um grupo de vândalos infiltrados promoveram uma baderna no Centro da cidade, ofuscando o objetivo dos jovens.

Pacificamente, eles ocuparam a Avenida Campos Sales e Rua Jundiaí e seguiram no fim da tarde até a Praça Cívica, onde realizam nova plenária sobre o rumo de novos protestos, com estudantes de colégios da região.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Transparência RN disse:

    O Teto Remuneratório (cerca de R$ 26.000,00) é observado no pagamento dos servidores públicos do TJ-RN ?

    Veja em: http://ww4.tjrn.jus.br/portalTransparencia/arquivos/ANEXO_VIII_MAI_2013_ATIVOS.pdf

Wladimir Capistrano: “Órgão competente para julgar as contas de Carlos Eduardo é a Câmara”

O advogado Wladimir Capistrano, especialista em Direito Administrativo e Eleitoral, afirma que o órgão competente para julgar as contas do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves é a Câmara Municipal de Natal. Segundo ele, essa definição está na Constituição Federal e Estadual, e também na Lei Orgânica do Município. “Quanto à questão da competência para julgar as contas, a Lei das Inelegibilidades não diz que deve ser feito por um órgão competente sem especificar qual. Essa definição está na Constituição, tanto a federal, quanto a do Estado, e na lei Orgânica do Município. No caso das contas anuais, que o ex-prefeito presta, a competência final é da Câmara Municipal”, explica. “É tanto que o TCE só emite um parecer prévio, e a Câmara é que julga as contas”, completa.

No caso da Câmara Municipal de Natal, continua o advogado, se o parecer do Tribunal de Contas do Estado tiver sido pela aprovação das contas, para que as contas sejam rejeitadas na Câmara, são necessários dois terços dos vereadores, no caso, 14 votos, para haver a rejeição das contas. Já se o parecer do TCE for pela rejeição, a Câmara terá que ter dois terços para modificar. “No caso das contas anuais não há dúvida de que a competência para analisar é da Câmara. A decisão da Câmara Municipal é que é a decisão do órgão competente. O TCE apenas emitiu o parecer técnico. Agora, a própria Constituição já impõe que, se a Câmara quiser julgar diferente do parecer prévio do TCE, tem que fazer isso com dois terços dos seus membros”, explicou o jurista, resumindo assim o trâmite do processo de julgamento de contas na CMN.

Segundo o advogado Waldemir Capistrano, porém, existem aspectos que devem ser analisados na decisão da Câmara. Segundo ele, o dispositivo da lei diz que a irregularidade que levou à rejeição precisa ser insanável e configurar ato doloso de improbidade administrativa. “Ou seja, o ato danoso que levou à rejeição da Câmara tem que ter essas características. Se por acaso a Câmara ou o TCE, isto é, os órgãos que têm competência para julgar, rejeitar a contas e o ato administrativo que levou à rejeição das contas, não se enquadrar nesses caracteres, não gerará inelegibilidade. E se essa decisão impõe inelegibilidade, pode-se recorrer, tanto para atacar a decisão como os efeitos dela. A própria lei da ficha limpa prevê isso”, esclareceu.

Fonte: Jornal de Hoje

Audiência Pública na CMN debaterá os péssimos serviços prestados pela TIM em Natal

Atendendo a reivindicações de internautas nas redes sociais será realizada hoje, às 10 horas, na Câmara Municipal, uma audiência pública para tratar dos serviços prestados pela operadora TIM na cidade do Natal.

Devido ao grande número de reclamações dos natalenses contra os problemas o Vereador Júlio Protásio irá discutir, próxima quinta-feira, soluções para acabar com os transtornos sofridos pelos usuários da operadora. A audiência contará com a presença de representantes do Ministério Público, PROCON estadual e municipal, Anatel e MADECON (movimento em defesa do consumidor).

Lei dos Postos vai a votação hoje!!!

Nunca visto antes na Câmara uma celeridade tão grande numa votação de um projeto, isso mostra que quando o Presidente da casa quer, as coisas acontecem. Segue reportagem da Tribuna do Norte:

O projeto de lei que permite a instalação de postos de combustíveis nos supermercados e hipermercados de Natal deve ser apreciado hoje em segunda e definitiva votação. O presidente da Câmara Municipal de Natal (CMN), vereador Edivan Martins (PV), destacou ontem a disposição de pôr a matéria para julgamento dos parlamentares após três comissões – a de Legislação, Justiça e Redação Final; Planejamento Urbano, Meio Ambiente, Transportes e Habitação; e de Defesa do Consumidor – haverem se manifestado favoravelmente à proposta de autoria do vereador Raniere Barbosa (PRB). Ainda hoje outras duas comissões – Finanças, Orçamento e Fiscalização; e  Planejamento Urbano, Meio Ambiente, Transportes e Habitação – também devem opinar sobre o projeto antes do desfecho em à plenário.
Edivan explicou que a condição para que a matéria pudesse ser posta em votação, no caso a Audiência Pública que debateria o assunto com os principais entes envolvidos, já se concretizou e não havia motivos para protelar a pauta da matéria. Com isso,  a perspectiva da semana passada – que dava conta de pelo menos mais dois meses de discussão antes da apreciação final pelo legislativo – acabou em derrocada. “Nós desprendemos esforços consideráveis para que esse projeto pudesse ser viabilizado e votado o mais rápido possível. As Comissões entenderam isso e tiveram participação determinante nesse processo”, registrou Raniere Barbosa.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Corre na "RADIO RUA" que tem dois vereadores que vao comemorar o Ano Novo na França com tudo pago, inclusive com direito a levar familiares.

A sessão de hoje da Câmara Municipal vai pegar fogo

Na sessão de ontem terminou não acontecendo a discussão e votação do Projeto de Lei que permite a venda de combustíveis em supermercados e hipermercados de Natal. E não houve porque sumiram com os pareceres das comissões de Justiça, Finanças e Planejamento Urbano.

O presidente  da Câmara, Edivan Martins, deu prazo de 24 horas para que os pareceres sejam enviados ao plenário.

Mas, segundo o vereador Enildo Alves hoje na 95FM, os pareceres não desapareceram. Ele disse, em entrevista por telefone ao Jornal da Manhã,  que os pareceres, de acordo com o livro de protocolo, foram disponibilizados ao vereador Raniere Barbosa no dia 18 de maio.

(mais…)

Prefeitura pede autorização a Câmara para novo financiamento

Tribuna do Norte

A Prefeitura de Natal desistiu ontem do pedido de urgência, feito à Câmara Municipal de Natal (CMN), para votação do projeto de lei que busca autorização legislativa para contratação de operação de crédito até o limite de 100 milhões de dólares junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (Bid). O recuo se deu em virtude da impossibilidade de coleta das 14 assinaturas parlamentares necessárias para a dispensa de tramitação. A proposta objetiva viabilizar o chamado “programa de desenvolvimento urbano no âmbito da Copa do Mundo de 2014”. Três das cinco proposições que intentam “normalizar à administração e retomar o equilíbrio financeiro”,  em médio prazo,  foram encaminhadas à CMN pelo Poder Executivo. As outras duas tratam da readequação do Imposto sobre Transmissões Intervivos (ITIV), que visa regularizar a situação de imóveis em Natal; e também da redefinição de auxílio doença como benefício previdenciário.

(mais…)

Sargento Regina faz acusação séria contra Albert Dickson

A vereadora Sargento Regina foi enfática hoje em entrevistas nos jornais, ao afirmar que o colega vereador Albert Dickson não teria isenção para ser relator da CEI dos alugueis porque uma clínica de oftalmologia  que pertence a ele ou familiares tem contrato de prestação de serviço com a Prefeitura do Natal. A clínica tem, inclusive, o nome do vereador. Ainda segundo a vereadora e policial militar, o vereador tem interesses maiores do que apurar a verdade sobre os alugueis pagos pela Prefeitura do Natal. O que a vereadora Sargento Regina afirma, com todas as letras, é muito sério. Com a palavra o vereador Albert Dickson.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elves Alves disse:

    A vereadora sargento Regina pode ter todos os defeitos deste mundo, mas está corretíssima no que afirma em relação a seu colega Albert Dickson. Conheci-o cerca de um ano antes das convenções em que postulou a sua candidatura, numa feira de artesanato realizada no centro de convivência da UFRN. Ele já estava à solta catando eleitores e simpatizantes quando lhe indaguei por qual partido sairia candidato. "Muito provavelmente o PMN", disse-me, alegando que a chapa proporcional do PV deveria ficar muito congestionada atém as convenções. E fez questão de ressaltar que era amigo particular de Micarla de Sousa, além de ser seu oftalmologista e de familiares.

Sucessão na Câmara de Natal começou.

Faltando ainda 18 meses para o início da próxima legislatura, corre nos bastidores da Câmara Municipal de Natal que o Vereador Edivan Martins, já negocia com alguns pares, sua reeleição, mesmo tendo uma eleição no meio, no caso a de 2012. A reeleição numa mesma legislatura foi proibida, justamente na eleição de Edivan, mas, em legislatura diferente PODE. Coisas da nossa eficiente Casa Legislativa. Se numa legislatura a reeleição foi vedada, porque então valer numa próxima? O Blog conversou com três vereadores que confirmaram as negociações de Edivan para continuar Presidente. Será que não é muito cedo para tais negociações?

Edivan, hoje é um interlocutor eficiente da Prefeita Micarla de Souza. As indicações de Carlos Paiva e Walter Fonseca têm o seu aval. A força do Presidente da Câmara hoje é vista a olho nu. Contatos, principalmente com o Deputado Henrique Alves, o credencia desta forma.

(mais…)