Política

VÍDEO: Vice-presidente da CPI da Covid-19, Randolfe Rodrigues, expulsa deputado governista da sessão

O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acionou a polícia legislativa para retirar do auditório o deputado federal Reinhold Stephanes Júnior. Ele se retirou da sessão após ser repreendido, antes da chegada da polícia legislativa. Ao ser abordado por uma oficial, ele reagiu de maneira desrespeitosa.

O parlamentar estava ao fundo do auditório, gravando um vídeo para suas redes sociais, no qual afirmava que a “CPI faz um mal ao Brasil”.

Na saída do plenário, o deputado criticou Randolfe, afirmando que se tratava de uma “prepotência e arrogância”.

“Querem construir uma narrativa para prejudicar o presidente”, disse a jornalistas.

O deputado ainda desrespeitou jornalistas. Disse que um deles era “petista” por ele ter questionado o motivo de ter entrado no plenário.

Após o episódio, Randolfe Rodrigues afirmou que o caso seria encaminhado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para as devidas providências.

“Vimos um ato de desrespeito a essa comissão do deputado Reinhold Stephanes Junior. Garantiremos a todos os parlamentares, sejam senadores ou deputados, o livre acesso à CPI. Entretanto essa CPI não admitirá tentativas de tumultuar o trabalho dessa comissão ou ao mesmo tempo atos de provocação, de intimidação aos membros da CPI”, disse.

“Comunicaremos ao deputado Arthur Lira o ocorrido desta manhã. Determino a secretaria que faça o devido comunicado e, se possível e necessário, um comunicado ao conselho de ética da Câmara”, completou.

Com Folha Press

Opinião dos leitores

  1. Um dos únicos argumentos que os bolsonaristas, os bolsopetistas e o gado tem para falar quando confrontamos eles com a realidade: vc é petista! Graças a Deus eu não sou petista nem esquerdista nem lulista, apenas acordei pra realidade que o governo do MINTO das rachadinhas é tão ruim e corrupto quanto um governo petista… Mas a realidade desagrada tanto aos adoradores do MINTO quanto do Lulaladrão…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Academia de Natal expulsa aluno e mulher após polêmica em redes sociais

Alegando “má conduta”, a academia Body Tech do Natal Shopping expulsou, na manhã desta quinta-feira (21), dois alunos, marido e mulher, após repercussão nas redes sociais de um vídeo publicado pelo aluno em suas redes sociais referindo-se às mulheres que treinam na academia e dizendo que teria vontade de se masturbar após observá-las. Além dele, a mulher do aluno, que o defendeu das críticas, inclusive, de assédio, também foi expulsa.

Segundo o agora ex-aluno, que é engenheiro civil, os funcionários da academia onde ele treinava o pressionavam para utilizar a máscara e, já com a intenção de rescindir o contrato, ele não seguia as normas. Além disso, ele se referiu de maneira pejorativa às mulheres que praticam atividades físicas na academia anterior, enaltecendo as que treinavam na BT Natal Shopping.

“Aqui você usa máscara e ninguém fica pentelhando. Foi a melhor coisa que eu fiz. De mulher, não tem nem comparação. Tá certo que eu sou casado, tenho minha mulher e não estou aqui atrás de mulher, mas p… Tem um milhão de gatas aqui. Na (nome da academia) só tinha velha (sic). De rocha mesmo. Eu saio daqui e tenho vontade de sair correndo para casa para bater uma p…, porque dá vontade de fazer isso, porque só tem gata, e a (nome da academia anterior) só tem velha”, postou o aluno.

Após essa postagem, vários comentaram surgiram nas redes sociais e uma outra aluna da academia usou sua conta no Instagram para criticar a postura do aluno, que reagiu e, sem citar o nome da outra pessoa que treina no local, fez diversas ofensas. A esposa do engenheiro civil, em resposta também em videos, criticou a aluna, e usos palavras consideradas como ameaça, segundo a academia.

“O referido e a esposa não são mais nossos alunos. Pela manhã, demos a explicação, através do nosso corpo jurídico. Nosso contrato prevê a rescisão unilateral em caso de má condutas dos alunos, o que foi o caso. Tanto pelo que foi dito na academia e nas redes sociais, como pelo discurso (da mulher) ameaçando outra aluna”, explicou o gerente da BT Natal Shopping, Alonso Filho.

Com acréscimo de informações da TN

Opinião dos leitores

  1. Na minha época de boy, se comentava isso entre os amigos e só. Hoje esses Zé Ruelas saem falando merda e ainda chama a platéia… kkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PSL de SP expulsa Valéria Bolsonaro por infidelidade partidária

Foto: Divulgação Alesp

A deputada estadual Valéria Bolsonaro foi expulsa do PSL. A executiva de São Paulo do partido tomou a decisão em reunião na noite de terça-feira após o acolhimento de uma representação do senador Major Olimpio. O episódio é mais um desdobramento da crise iniciada no ano passado depois que o presidente Jair Bolsonaro rompeu com a legenda pela qual foi eleito.

Valéria é parente distante de Bolsonaro. Ele tem o mesmo sobrenome porque o avô de seu marido era irmão do avô do presidente. A deputada estadual se elegeu na onda bolsonarista de 2018, com 54.519 votos.

Olimpio apresentou a queixa contra Valéria por causa de um áudio vazado em que a deputada estadual pedia que fosse feita uma campanha contra o senador em grupos de Whatsapp da cidade de Americana, no interior do estado. A campanha teria a autoria camuflada e seria uma retaliação ao fato de Olimpio ter, quando presidia o diretório estadual, nomeado dirigentes do PSL na cidade, que faz parte de sua base eleitoral.

No processo interno, a defesa de Valéria admitiu a autenticidade do áudio, mas alegou que a mensagem foi obtida de forma ilegal. A representação acabou aprovada por unanimidade pelo Conselho de Ética do partido. A executiva estadual ratificou a decisão.

Em postagem no Twitter, Valéria atribuiu a sua expulsão ao apoio ao presidente. “Acabo de saber que fui expulsa do PSL, me acusaram de infidelidade partidária por apoiar nosso presidente. Sou mulher, apoio o presidente e nunca tive medo de enfrentar absolutamente nada. Saio honrada e de cabeça erguida. Tenho força, caráter e jamais trairia quem eu acredito”, escreveu.

O presidente estadual do PSL, Junior Bozzella, rebateu Valéria.

— Se fosse por apoio ao presidente, teria que expulsar 50% da bancada do PSL em São Paulo. Ela foi expulsa por infidelidade partidária. Gerou inconveniente por agressões ao senador Major Olimpio e apoio a candidatos adversários do PSL. Aos poucos, vamos fazendo a faxina necessária e separando o joio do trigo.

O Globo

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Família é expulsa de avião após filha de 2 anos se recusar a usar máscara

(Fotos: Reprodução/Instagram)

A coach de saúde e bodybuilder norte-americana Eliz Orban estava com a família a caminho de Nova York para seguir com a tradição que tem há anos de ver a árvore de Natal Rockefeller, mas ela, o marido e a filha de 2 anos do casal, Edeline, não puderam seguir viagem, uma vez que a criança se recusava a permanecer de máscara dentro do avião e, por isso, a família foi convidada a retirar-se da aeronave.

Em vídeo e post compartilhados no Instagram, Eliz contou aos seguidores, chorando, a situação pela qual passou com a família. No texto na legenda da publicação ela escreveu:

“Fomos expulsos de um voo da United. Isso aconteceu há 7 horas e ainda estou sentada aqui em confusão, descrença, nojo e humilhação. Meu marido cresceu em Nova Jersey, eu morei lá duas vezes antes de nos casarmos e passamos muito tempo lá juntos. É realmente nossa segunda casa. Uma tradição que temos é ir ver a árvore Rockefeller todos os anos. É uma tradição que também queríamos que nossa filha de 2 anos experimentasse. Alguns de nossos amigos / familiares mais próximos com quem crescemos (incluindo seu melhor amigo de infância, que se mudou para a Eslováquia anos atrás e nem mesmo conheceu nossa filha, e alguns de nossos outros amigos que chamamos de família, estavam viajando de Cleveland) estarão lá esta noite e amanhã para que possamos passar um tempo juntos pela primeira vez em anos. Estávamos muito animados com essa viagem de fim de semana para Jersey / NYC. Nós somos clientes fidelizados da @united, então sempre voamos com eles. Na verdade, já tínhamos voado com Edeline 4 vezes desde a pandemia, sem nunca ter tido um problema. Hoje, fomos convidados a deixar o avião depois que ele começou a andar pela pista, eles tiveram que trazê-lo de volta ao portão, porque nossa filha de 2 anos não iria “obedecer” e manter sua máscara. Ela fará 3 [anos] em abril de 2021, para todos que perguntarem. E o que me impressiona ainda mais é que as recomendações OMS são contra máscaras faciais para menores de 5 anos. CONTRA. E esta decisão foi ‘baseada na opinião de especialistas sobre marcos de desenvolvimento da infância, desafios com a conformidade com a máscara e a autonomia necessária para usar uma máscara adequadamente.’ Isso vale uma pesquisa no google. ⁣Como nossas malas não foram retiradas do avião (eles pegaram nossa cadeira de criança) – temos que esperar até amanhã para que eles entreguem em nossa casa em Breckenridge, que fica a 2 horas do aeroporto DIA. Definitivamente não vou jantar em Jersey esta noite.”, desabafou Eliz.

No vídeo compartilhado por ela, há cenas gravadas dentro do avião também, inclusive é possível ver o marido de Eliz tentando fazer com que Edeline, a filha do casal, permanecesse de máscara, até o momento em que um membro da tripulação pede para que eles se retirem do avião: “Olá, senhor, terei de pedir-lhe que pegue seus pertences e saia da aeronave”, disse o funcionário da companhia aérea ao marido de Eliz.

O que diz a OMS e a United Airlines

De fato, no site da OMS, eles não recomendam o uso de máscara às crianças menores de 5 anos, mas a United Airlines – segundo eles, sob a orientação do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças, uma agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos) e parceiros de saúde – decretaram regras preventivas contra a Covid-19 nos voos que inclui o uso de máscara a todos as pessoas maiores de 2 anos:

“A saúde e a segurança de nossos funcionários e clientes é nossa maior prioridade, e é por isso que temos um conjunto de políticas em várias camadas, incluindo a obrigatoriedade de que todos a bordo que tenham de dois anos ou mais usem uma máscara. Esses procedimentos não são apenas respaldados pela orientação dos [Centros federais para Controle e Prevenção de Doenças] e nossos parceiros na Clínica Cleveland, mas também são consistentes em todas as grandes companhias aéreas.”, notificou a United Airlines ao portal Heavy.

Sobre o incidente com Eliz e sua família, a companhia aérea declarou: “Estamos investigando esse incidente específico e entramos em contato com a família. Também reembolsamos os bilhetes e devolvemos a cadeirinha e as malas.” A companhia aérea também negou que a família tenha sido banida da United Airlines para sempre, como disse Eliz no vídeo.

GQ – Globo

Opinião dos leitores

  1. Esse povo tá doente da cabeça, criança não consegue usar máscara, 2 anos?!?! Tá de sacanagem!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

DEM expulsa deputado Arthur do Val, o ‘Mamãe Falei’

Foto: Reprodução

DEM de São Paulo expulsou o deputado estadual Arthur do Val, o Mamãe Falei, que é integrante do Movimento Brasil Livre (MBL). A informação é da revista Crusoé.

A decisão foi tomada durante reunião extraordinária da executiva nacional do partido nesta segunda-feira (18). O deputado, no entanto, ainda não se pronunciou sobre a expulsão.

Os dirigentes do partido avaliaram que o parlamentar descumpriu o estatuto do partido ao não votar com a bancada, mas pesou também as críticas reiteradas que Arthur do Val fazia contra o governo Doria (PSDB) – tanto na tribuna da Assembleia Legislativa como nas redes sociais. O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, é o presidente estadual do DEM.

O MBL já havia anunciado a intenção de lançar Arthur do Val como candidato à prefeitura de São Paulo em 2020 para disputar com Bruno Covas, atual prefeito, que tem o apoio do DEM.

Jovem Pan

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

BOMBA NA TV: Finalista Hariany é expulsa após empurrar com força excessiva amiga Paula no ‘Big Brother Brasil 19’; produção constatou agressão

A participante Hariany, uma das finalistas do BBB 19, foi expulsa do reality show após ter agredido sua amiga Paula durante uma festa na noite de quarta-feira, 10. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 11.

“Hoje de madrugada houve incidente envolvendo Hariany. Após análise das imagens ficou constatada uma agressão. Hariany infringiu uma regra do programa. Hariany esta desclassificada. Paredão de hoje tá mantido”, informou o apresentador Tiago Leifert, aos participantes restantes após Hariany ter sido chamada ao confessionário.

Durante uma festa, as duas discutiram e acabaram se desentendo. Em certo momento, Hariany empurrou Paula, que caiu de costas no chão e afirmou ter machucado o quadril.

Por volta das 14h, houve uma interrupção na programação da emissora para falar sobre o Big Brother Brasil. Segundo o apresentador Tiago Leifert, para mostrar ao público um “fato relevante que estava sob análise” da direção do BBB. Uma nova inserção foi feita posteriormente durante a exibição da Sessão da Tarde, ainda sem novos fatos.

Agressão de Hariany no BBB 19

Após uma discussão entre Paula e Hariany, a goiana saiu do quarto, deixando Paula e Carol. Pouco depois, ela retornou, aos gritos. As duas, aparentemente, estavam sob efeito de álcool.

“Se eu sou amiga da pessoa, e tô falando que vou falar depois, vou falar depois, larga de ser ridícula! Se tô falando que vou falar depois, vou falar depois, c***! Que menina chata!”, exclamou. Paula deu risada.

“Se você é acostumada a ter as coisas na hora que você quer, você tem na hora que você quer! Você é minha amiga e eu tô falando na hora que você quer… “, prosseguiu Hariany.

Em seguida, Paula se levanta e vai sorrindo em direção a Hariany, que a empurra. Paula cai e fica no chão.

Hariany continua: “Tô falando sério, ‘véi’! Eu amo ela, mas ela às vezes me tira a paciência! É sério! Para de ser assim! Tô tentando te falar as coisas e você não quer me entender!”

No mesmo momento, a participante se dá conta de que pode ser punida pela agressão e até expulsa do BBB: “Eu posso ter perdido um milhão e meio agora por te empurrar! Você tá entendendo?!”

“Espera, você quebrou meu quadril! [risos] Só espera a dor passar! Não tô entendo nada! Amiguinha, eu te amo!”, responde Paula.

“Eu vou ser expulsa dessa desgraça porque empurrei ela. Vou ser expulsa sim!”, continua Hariany.

Emais – Estadão

Opinião dos leitores

  1. Pôxa! Tantas outras coisas pra se noticiar. Fala sério! Há de aparecer alguém por aqui dizendo que isso é cultura.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Família é expulsa de avião após chilique de filha de 2 anos

Uma família que voltava de férias nas ilhas caribenhas de Turcks e Caicos rumo a Boston foi expulsa de um avião da companhia JetBlue depois que sua filha mais nova, de apenas dois anos de idade, deu um chilique, se recusando a sentar, informam sites e TVs americanos.

Colette Vieau, o marido e as duas filhas – Natalie, de 2 anos, e Cecilia, de 3 anos – estavam a bordo do avião prestes a decolar quando Natalie se recusou a sentar, informou a WJAR-TV, na quinta.

Natalie teve que ser contida pelos pais, que conseguiram, com alguma dificuldade, atar o cinto de segurança na menina e ainda cuidas de Cecilia, ao mesmo tempo.

“Com esforço, conseguimos segurá-la e colocar o cinto”, contou Vieu. “Com as meninas sentadas, disse: ‘Agora que conseguimos que elas sentassem, podemos ir?'”

No entanto, o capitão da aeronave estabeleceu que não poderia decolar com a família a bordo e ordenou que os quatro saíssem do avião. Como não havia outro voo saindo da ilha naquela noite, a família acabou gastando US$ 2 mil com hotel e novos bilhetes aéreos.

“Fizemos o que nos pediram para fazer. Não fomos beligerantes, não estávamos bêbados, agressivos ou gritando. Estávamos apenas tendo problemas com nossas crianças”, comentou Vieau, segundo a Fox News. A mãe de Natalie, no entanto, disse não saber se poderia culpar a JetBlue. “Acho que isso é generalizado, em todas as companhias aéreas. Fiquei chateada com a forma como a aeromoça lidou com o caso”.

Em um comunicado, a JetBlue disse que o voo tinha passageiros “que não estavam agindo de acordo com as instruções da tripulação durante um longo tempo. O capitão determinou a saída destes clientes de forma a garantir a segurança de todos os demais a bordo”.

Fonte: BBC Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social

Mulher é expulsa de restaurante após reclamar no Twitter

Techtudo/Globo.com

Se você acha que a Internet é um local seguro para poder desabafar e reclamar do seu dia a dia, pense de novo! Uma mulher foi expulsa de uma restaurante após tuitar que o garçom que estava lhe atendendo era um “imbecil”.

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. se a moda pega aqui…
    Alguns tuiteiros acham que o twitter é um SAC dos restaurantes. Tudo bem que é democrático, mas tem situações que enche o saco. Tem gente que assim que chega no bar/restaurante já diz: "o garçom do @_____ tá demorando a me atender;… eu já pedi o suco, mas não chegou; a conta deu errada; o gelo não está gelado… às vezes insuportável.

  2. O negócio é sério!! As pessoas esquecem que estão criando provas contra si mesmas, divulgam certas informações e comentários [via rede social] sem se dar conta q podem ser processadas…Vou me policiar mais, rsrsrs.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *