Saúde

RESPONSABILIDADE SOCIAL – (VÍDEO): Ação da Interjato conecta pacientes internados com covid-19 a familiares e eleva chances de recuperação dos doentes

Um dos dilemas mais difíceis de se enfrentar na pandemia de covid-19, o isolamento de pacientes internados, tem sido superado no Hospital dos Pescadores em Natal graças a uma ação de conectividade da Interjato.

Como os pacientes não podem receber visitas, a aflição virou rotina tanto para eles quanto para a família, que no máximo consegue obter notícias através do serviço social. A Interjato preencheu a lacuna doando um equipamento para videochamadas pronto para ser utilizado.

“A chegada desse tablet foi de suma importância. A gente tem recebido muita demanda de paciente que não consegue falar com o familiar. Agora a gente tem assegurado o suporte familiar. Com essa solução, a gente consegue estabelecer o vínculo entre eles e isso contribui muito para a melhora do paciente”, explicou a psicóloga Ana Luisa.

Foi o caso de Ana e Maria, nomes fictícios para mãe, internada, e filha, respectivamente. Elas tiveram finalmente a oportunidade de se comunicarem durante a internação da paciente.

Na videochamada que comoveu os trabalhadores em saúde do Hospital dos Pescadores, a mãe, idosa, contou como está ansiosa para voltar para casa. O contato com a família ajudou no restabelecimento e ela evoluiu para alta, podendo voltar ao convívio familiar, curada da covid-19.

“Participar dessa ação, onde levamos conectividade, e ligar famílias que estão distantes por causa da covid, é sem igual. E com muito amor, com o coração muito quente, que a gente entrega um tablet para o Hospital dos Pescadores”, celebrou Aloisio Lemos, um dos gestores da Interjato que cuidou da entrega do equipamento.

Essa foi mais uma ação voltada para responsabilidade social, que faz parte da cultura da Interjato. Desde o início da pandemia a empresa doou tablets com conectividade e também no ano passado, disponibilizou gratuitamente recursos tecnológicos para otimizar o teletrabalho e o atendimento à população pelos órgãos públicos, além de linhas telefônicas direcionadas para a central de atendimento onde profissionais da área da Saúde e voluntários orientam sobre a Covid-19.

CEO da Interjato Soluções, Erich Rodrigues, reforça a importância de empresas apoiarem o desenvolvimento social: “Acima de uma contribuição material, sempre tentamos agregar nosso conhecimento para entregar uma solução. Nesse caso a motivação foi imensa e muito recompensadora”, ressalta.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra o maior número de pacientes internados com Covid-19 desde o início da pandemia

O Rio Grande do Norte registrou o maior número internações pela doença, desde o início da pandemia, nessa quarta-feira (3), com 871 pessoas internadas por Covid-19.

O boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado aponta 464 pessoas em leitos de UTI e semi-intensivos e 407 em leitos clínicos, entre redes pública e privada.

Opinião dos leitores

  1. Vamos esquecer direita ou esquerda, sobre os recursos que o governo federal manda pra estados e município não é do governo, é nosso dos nossos impostos, é obrigação dele passar para os Estados para que possam atender a população, outra coisa resta também a população deixar de ser irresponsável e fazer sua parte, não há mais necessidade de dizer a ninguém o que tem que fazer , todos sabem como prevenir e não sair contaminado os demais

  2. Obrigado Bozo pelo que você transformou o Brasil!!! Se sobrar eleitor , em 2022 você vai embora!!!

  3. Não adianda "fechar tudo" e não fiscalizar as aglomerações clandestinas, terá muito mais eficiência se manter aberto com protocólos rígidos, fiscalizar e punir quem não segue a risca as determinações, de outra forma é tapar o sol com a peneira, a população não adianta que a população não fica mais em casa, é só dar uma voltinha na ZN por exemplo.

  4. Não é esquerda ou direita,
    bem ou mal,
    liberdade ou tirania,
    democracia ou ditadura,
    verdade ou mentira,
    ciência ou ideologia,
    vacina ou cloroquina,
    petismo ou bolsonarismo,
    paz ou guerra.
    É sobre vida ou morte.
    De que lado você está?

    1. Do lado dos leitos que fecharam.
      Ou seja do lado da ciência.
      Jamais deveria ter acontecido isso, governo irresponsável.

  5. Tubo bem que vão fechar tudo, mas como esse povo vai sobreviver com tudo fechado? Volto a sugerir um Empréstimo Compulsório de 70% encima do salário de Juízes e Procuradores afim de que seja revertido em Auxílio para a população do Rio Grande do Norte.
    Por outro lado tenho escutado relatos dos sintomas apresentados por parentes de conhecidos e muito destes sintomas se assemelham aos da DENGUE

  6. Governadora e o prefeitos fuleiros!

    Deixarem o Carnaval comer no centro, taí o resultado

    Eram pra ter proibido e fiscalizado aglomeração na época

    Quem paga o pato agora é o comércio

  7. Governado pelo PT, querem o quê? Que o RN seja modelo de algo que preste?
    Hô Governadora incompetente e reiêra.
    MITO TEM RAZÃO
    MITO ETERNAMENTE
    CONTINUO 100% BOLSONARO

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Com ‘superexposição’ de mais jovens e novas variantes, quase metade dos pacientes com Covid-19 em leitos críticos no RN tem menos de 60 anos

Foto: Reprodução

Reportagem do portal G1-RN nesta quinta-feira(25) destaca que o número de pacientes com menos de 60 anos de idade que estão em leitos críticos nos hospitais do Rio Grande do Norte representa atualmente 47,66% de todos os internados. Os números constam no Regula RN, plataforma que monitora em tempo real as internações e o perfil dos pacientes no estado.

Atualmente, 112 pessoas abaixo dos 60 anos estão em leitos críticos. Segundo destaca reportagem, dois fatores contribuem para esse atual cenário: a superexposição dos jovens ao vírus, o que facilita o contágio e também a circulação, e as novas variantes.

Opinião dos leitores

  1. O MP deveria investigar as festas em Pipa. A Governadora e o Prefeito de Natal precisam se unir e impor Lockdown rigoroso. A nova variante deve está no RN, fato, o grande aumento do número de casos ja justifica.

  2. Se fizesse uma pesquisa com os internados veremos que muitos foram a Pipa, SM Gostoso ou outras festas durante o Carnaval. A irresponsabilidade cobra seu preço.

    1. E com um Presidente da República que desdenha da ciência e estimula as aglomerações criticando o uso de máscaras e as medidas de contenção dos Estados e Município…
      O papel de quem líder é fundamental para nortear a população. E nesse aspecto as desorientações vindas do Presidente incentivaram a muita gente desacreditar no poder do vírus e no seu potencial destrutivo.

  3. MAIS uma VEZ repito. TODOS são CULPADOS. população Irresponsavel, Inconsequente e Criminosa. Autoridades SEM INTERESSE. SEM DETERMINAÇÃO e SEM VONTADE POLITICA para EXIGIREM se for o CASO com FORÇA POLICIAL e Muito SPRAY de PIMENTA e CASSETETE, para ESSE povo ficarem em casa e USAREM mascaras. Chega de FAZ de CONTA, MENTIRAS e ENGANAÇÃO. SEM Fechar o que NAO é ESSENCIAL e BOTAR esse povo DENTRO de CASA, jamais vamos combater a disseminação do covid-19. PAU NELES E MUITO SPRAY DE PIMENTA.

  4. Não aguento mais vê a hipocrisia desse povo ,que para atacar o presidente fala"mais é só uma gripizinha " homem deixar de ser besta que no começo quem dizia que era uma gripizinha era o lacrador Dr.Dráuzio Varella,na emissora lacradora que colocou no bbb um monte de lacrador para passar vergonha, outra vamos deixar de politicagem com a doença pessoas estão morrendo de COVID e de outras doenças, pela falta de cirurgias eletivas, falta tratamento de outras doenças etc, conheço alguém que infarto e não queria ir para o hospital veja bem onde chegamos. Há sim, e covid é perigoso sim ,se cuidem ,vamos vencer essa guerra.

  5. E agora? Os arrogantes que diziam que era uma gripezinha que só pega em velho e pessoas sem "passado de atletas", como ficam? Santa ignorância e extremo descaso com a ciência. A maior lição dessa pandemia, talvez tenha sido o comportamento e o exemplo dos nossos líderes… Infelizmente.

    1. Frase dita pelo Médico da Globo Dráuzio Varella.
      MITO TEM RAZÃO

    2. Drauzio só é um cara da midia(e tem sua resposabilidade pela besteira que falou)… Mas o MITO é o PRESIDENTE DA NAÇAO… da nem pra comparar as responsabilidades de cada um!

    1. Sigam os conselhos do Minto.
      Afinal, não é só uma gripezinha?
      Não temos a Ivermectina?
      E a Cloroquina?

  6. É pessoal da arrogância, que se acha inatingível, já dizia minha saudosa vovozinha: quem não ouve conselho, ouve coitado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Anti-inflamatório tocilizumabe é eficaz na redução de mortes entre pacientes internados com Covid grave, aponta estudo preliminar de Oxford

Foto: Jeff Pachoud/AFP

O medicamento anti-inflamatório tocilizumabe, usado para tratar artrite reumatoide, foi eficaz em reduzir mortes entre pacientes internados com Covid grave, apontaram resultados preliminares divulgados nesta quinta-feira (11) pela Universidade de Oxford.

Os cientistas também descobriram que o medicamento conseguiu diminuir o tempo de internação dos pacientes e reduzir a necessidade de ventilação mecânica (intubação).

O estudo faz parte dos ensaios “Recovery”, que envolve milhares de pacientes no Reino Unido e testa várias drogas que já existem para descobrir se fazem efeito contra a Covid. A pesquisa ainda está em fase de revisão por outros cientistas e não foi publicada em revista científica.

O médico Marcio Bittencourt, pesquisador do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP), enfatiza que a indicação é apenas para casos graves de Covid. “Só para caso grave. Indicação restrita”, afirma.

Veja os principais pontos da pesquisa:

Os cientistas compararam 4.116 pacientes no ensaio, que foram divididos em dois grupos de forma aleatória. O primeiro grupo, de 2.022 pessoas, recebeu o tocilizumabe por infusão intravenosa. Os outros 2.094 não receberam.

82% dos pacientes estavam tomando um esteroide sistêmico, como a dexametasona. Até o momento da análise, estavam disponíveis os resultados de 92% dos pacientes envolvidos.

O tratamento com tocilizumabe reduziu significativamente as mortes: depois de 28 dias de estudo, 596 pacientes que estavam tomando o medicamento morreram, o equivalente a 29%. No grupo que não tomou, esse número foi de 694, o equivalente a 33%.

Isso significa que, para cada 25 pacientes tratados com tocilizumabe, uma vida a mais seria salva no grupo que recebeu o medicamento.

O medicamento também aumentou a probabilidade de alta dentro de 28 dias de 47% para 54% (a outra possibilidade considerada foi o paciente falecer).

Esses benefícios foram observados em todos os subgrupos de pacientes – desde os que receberam oxigênio por meio de uma máscara facial até os que foram intubados.

Entre os pacientes que não estavam intubados quando foram incluídos no estudo, o tocilizumabe reduziu a chance de morrer ou de precisar de intubação de 38% para 33%.

No entanto, não houve evidência de que, uma vez que o paciente já estivesse intubado, o medicamento ajudasse a parar a necessidade de ventilação mecânica.

No ano passado, o “Recovery” também constatou que a hidroxicloroquina não era eficaz contra a Covid e que podia agravar os casos da doença. O mesmo ensaio também viu benefícios no uso da dexametasona, um corticoide, em pacientes graves com o coronavírus.

Com os novos resultados, os pesquisadores concluíram que os benefícios do tocilizumabe se somam aos dos esteroides, como a dexametasona. Os dados, segundo eles, sugerem que em pacientes com Covid que precisam de suporte de oxigênio e têm inflamação significativa podem se beneficiar com a combinação dos dois medicamentos.

De acordo com os cientistas, pacientes que recebam ambos os tipos de remédio podem ter a mortalidade reduzida em um terço, se não precisarem de intubação, e em quase metade se estiverem intubados.

Para Peter Horby, professor de Doenças Infecciosas Emergentes da Universidade de Oxford e investigador-chefe adjunto do “Recovery”, os resultados são positivos.

“Agora sabemos que os benefícios do tocilizumabe se estendem a todos os pacientes com Covid com baixos níveis de oxigênio e inflamação significativa. O duplo impacto da dexametasona mais tocilizumabe é impressionante e muito bem-vindo”, afirmou.

Martin Landray, professor de Medicina e Epidemiologia de Oxford e investigador-chefe adjunto, afirmou que os resultados “mostram claramente os benefícios” de ambos os medicamentos.

“Os resultados do ensaio ‘Recovery’ mostram claramente os benefícios do tocilizumabe e da dexametasona no combate às piores consequências da Covid-19 – melhorando a sobrevida, encurtando a internação hospitalar e reduzindo a necessidade de ventiladores mecânicos. Usados em combinação, o impacto é substancial”, avaliou.

“Esta é uma boa notícia para os pacientes e para os serviços de saúde que cuidam deles no Reino Unido e em todo o mundo”, afirmou Landray.

“Nós simplesmente não saberíamos disso se não fosse pelo incrível apoio dos pacientes e funcionários do NHS [serviço de saúde público britânico que inspirou o SUS] nas mais desafiadoras das circunstâncias”, concluiu o pesquisador.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Às vésperas do Natal, ao menos 23 mil pacientes estão internados na rede pública em decorrência da Covid-19

Foto: SILVIO AVILA / AFP

Pelo menos 23 mil pessoas estão internadas em decorrência da Covid-19 no Brasil em leitos UTI ou enfermaria da rede pública, de acordo com levantamento do GLOBO feito em 25 estados e o Distrito Federal realizado entre segunda (14) e quarta-feira (16). E, às vésperas das festas de fim de ano, pelo menos sete unidades da federação — inclusive o Rio de Janeiro — apresentam taxa de ocupação acima de 80% de leitos de UTI da rede pública destinados à doença.

Do total de internados na rede pública por Covid-19, cerca de 11 mil pacientes estão em leitos de UTI. Márcio Bittencourt, especialista do Centro de Pesquisa Clínica e Epidemiológica do Hospital Universitário da USP, destaca que esse é um número impressionante.

— São muitas pessoas. E, se observarmos a quantidade total de leitos de UTI que o Brasil tem (22.541 na rede pública, segundo dados de outubro do Ministério da Saúde), mesmo se considerarmos os leitos extras que foram abertos no país, temos uma indicação de que estamos deixando de atender os cidadãos por outros motivos. As UTIs públicas, normalmente, costumam ter grande ocupação, com ou sem pandemia — afirma.

Bittencourt também ressalta que ter quase metade dos casos de Covid-19 em UTIs pode indicar outro problema: nem todas as pessoas que deveriam estão sendo internadas nas enfermarias.

— Em média, a quantidade de casos de Covid-19 que precisam ir para a UTI em relação aos que vão para a enfermaria é próxima de 25-30%. Se a proporção for muito diferente, ou as pessoas estão sendo mandadas de volta para casa quando não deveriam ou chegando em estado muito grave e sendo mandadas direto pra UTI — diz.

Com O Globo

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN tem 176 pacientes internados no tratamento da covid e registra taxa de ocupação de leitos de 37,6%

Foto: Reprodução/Sesap

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) divulgou no fim da tarde desta quinta-feira(22) o boletim epidemiológico sobre a situação da covid no Rio Grande do Norte. Neste momento, o estado registra uma taxa de distanciamento social de 36,8%.

Quanto ao número de internados em hospitais públicos e privados, a Sesap informa que são 176. E, sobre a taxa de ocupação de leitos, conforme monitoramento do Laboratório de Inovação Tecnológica (LAIS) da UFRN, o Estado registra no fim desta tarde uma taxa de 37,6%. A região Oeste continua com o maior índice, em 48,5%.

Foto: Reprodução/LAIS/UFRN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra ocupação de 94% dos leitos para Covid-19; pacientes internados somam 751; óbitos em investigação são 113

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta terça-feira(16). Na coletiva, foi informado a ocupação de 94% dos leitos para covid-19. Também foi detalhado o cenário em regiões e ainda os óbitos em investigação(113 neste momento).

Segundo o secretário adjunto de Saúde, o médico Petrônio Spinelli, quanto ao número de pessoas internadas, neste momento são registradas 751, entre pacientes suspeitos, confirmados, clínicos(enfermarias) e críticos(367 pessoas do total), em hospitais da rede pública, privada ou filantrópicos.

A ocupação dos leitos, por região, apresenta o seguinte quadro:

Alto Oeste – Pau dos Ferros: 100%

Região metropolitana de Natal: 98,9%

Mossoró e região: 93%

Mato Grande: 100% (São dois leitos disponíveis nesta região, com mais três sob instalação)

Seridó: 74%

Opinião dos leitores

  1. A governadora quando entrevistada fala de números astronômicos, centenas de leitos mais na prática nada,o RN não tem vagas em hospitais faz muito tempo ,é muita incompetência em uma só gestão. Ah e o dinheiro do consórcio nordeste chega quando?não vem dar uma de João sem braço não viu?vamos esquecer não viu

  2. Em Caicó, o hospital Regional do Seridó, antes do governo Fátima Bezerra tinha apenas DEZ leitos de UTI, hoje tem VINTE E SETE, A 3 anos um Tomógrafo encaixotado, no atual governo , foi instalado e já está funcionando

  3. Quem vê esses boletins da sesap fica muito amedontrado, mas sinceramente 100% dos leitos do hospital de Pau dos Ferros ocupados significa que os 5 leitos de UTI disponíveis estão ocupados, apenas 5 leitos para atender 36 cidades e quase 300 mil habitantes, antes de qualquer epidemia esses únicos 5 leitos sempre estiveram com 100% de ocupação, nenhuma novidade, só a incompetência do governo do estado em abrir novos leitos e ampliar o atendimento a saúda da população do alto oeste.

    1. É por isso que Fátima prefere divulgar apenas a porcentagem. Assim ninguém vê o absurdo que é Pau dos Ferros ter apenas 5 leitos de UTI. Esse governo do estado é um desastre total. Nenhum plano de ação para retomada de economia nem criação de hospitais de campanha.

  4. Vamos deixar de falar em porcentagem e mostrar a quantidade de leitos, para que todos vejam o tamanho do descaso.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid-19: RN tem 681 pessoas internadas e segue com ocupação de leitos em situação crítica

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, no fim da manhã desta terça-feira(09). Na ocasião, foram informados a ocupação de leitos e registro de pessoas internadas.

A taxa de ocupação de leitos no Oeste é de 97,8%, com o Alto Oeste, no município de Pau dos Ferros, com 4 dos 6 leitos que atendem pacientes com Covid ocupados. A região metropolitana de Natal registra 97,2% e o Seridó (67%).

Pessoas internadas somam 681, sejam suspeitas, graves ou sob acompanhamento, em hospitais privados, públicos ou filantrópicos – sendo desse total, 351 em situação crítica e 330 em clínico.

Opinião dos leitores

  1. CADE OS RESPIRADORES QUE FORAM PAGOS ADIANTADOS, E SUPERFATURADOS, SEM O ESTADO DO RN TER RECEBIDO? 5 MILHÕES,O POVO QUER SABER,ALÔ MPF!!!!

  2. 5 milhoes para o consórcio Nordeste. Creio que dava para ajudar muita gente. Dizer o que desse governo. Pobre povo do RN. Espero que o povo lembre nas eleições

    1. Quem tem o mínimo de inteligência não reelege Seu ninguém. No país inteiro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN tem 582 pessoas internadas por covid-19; ocupação de leitos no Oeste, Alto Oeste e região metropolitana de Natal perto de 100%

Ainda na coletiva no fim da manhã desta segunda-feira(01), a Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou a ocupação dos leitos no tratamento do coronavírus no Rio Grande do Norte.

Nesse momento, o Estado tem 582 pessoas internadas por covid-19, sendo 284 em quadro crítico, que significa CTIs ou UTIs públicas, privadas ou filantrópicas.

Sobre a ocupação dos leitos, o Alto Oeste apresenta 100%, seguida da região metropolitana de Natal(98%), Mossoró(95%) e Seridó(50%).

 

Opinião dos leitores

  1. E onde estão as medidas que DEVERIAM ter sido tomadas pelo estado para preparar o sistema de saúde do RN para a epidemia? O que foi feito?

    1. Teve muita gente da diteita fascista, dita honesta, pedindo pro povo furar o isolamento.
      Agora estão dando uma de preocupados. Desonestidade é a cara desse povo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid-19: atualização da Sesap informa que RN tem 350 pacientes internados

Foto: Demis Rousso

A atualização dos dados epidemiológicos e ações do Governo do Rio Grande do Norte no combate ao novo coronavírus confirma que há, nesta sexta-feira, 15, 350 pacientes internados em leitos de UTI, semi-uti e enfermaria para assistência à Covid-19 nas redes pública e privada. “Apesar de todos os esforços para abertura de novos leitos, é um número muito alto. Estamos vivenciando uma pressão acima do projetado na ocupação de leitos críticos”, avaliou Petrônio Spinelli, secretário adjunto de Saúde do Estado, durante entrevista coletiva na Escola de Governo, em Natal.

O secretário informou que a segunda semana de maio de encerra com taxa de ocupação de leitos melhor que a semana anterior. Mas isto ocorre em função da abertura de novos leitos, não por redução do número de casos. “Todo dia aumenta o número de internados. A situação hoje é menos ruim que sexta-feira passada, mas ainda é muito grave”, disse. A gravidade se dá devido ao baixo isolamento social. Ontem foi de apenas 42,34%, índice muito aquém do ideal que seria, no mínimo, de 60%.

Esta semana o Governo do RN abriu 10 novos leitos no Hospital Rafael Fernandes e mais 5 no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. Neste final de semana, outros 5 leitos estarão disponíveis no Tarcísio Maia, totalizando 20. Também em Mossoró, no Hospital São Luiz, está sendo trabalhada a expansão de leitos.

Esta semana, o Governo do RN abriu mais 11 leitos no Hospital Giselda Trigueiro, que passou a ofertar 33 leitos críticos. Os 11 novos leitos estão recebendo a montagem dos respiradores para atenderem como UTI. Nesta sexta-feira, dos 23 leitos de UTI com respiradores do Giselda, 22 estão ocupados.

No Hospital da Polícia Militar, em Natal, o Governo do Estado abriu mais 5 leitos de UTI esta semana, ampliando a disponibilidade para 15 leitos. Destes, 11 estão ocupados. Para os próximos dias está programada a abertura de mais 5 leitos totalizando 20, somente no Hospital da PM.

O Hospital Rio Grande, da rede privada em Natal e contratado pelo Governo do Estado para atendimento SUS, está com 100% de ocupação dos leitos. Em Natal, o Hospital Municipal, administrado pela Prefeitura, tem 100% de ocupação dos leitos críticos, clínicos e de estabilização. Na Região Metropolitana de Natal a taxa de ocupação é de 88,8%.

A taxa de ocupação de leitos Covid-19 na região Oeste, nesta sexta-feira, chegou a 80%. Em Pau dos Ferros não há internações. Já no Seridó, em Caicó, a taxa de leitos ocupados é de 61%.

Nesta sexta-feira, 15, a fila de regulação para internações tem dois pacientes com prioridade 1 (UTI), seis pacientes com prioridade 2 (semi-uti) e 38 pacientes com prioridade 3 (leitos clínicos e enfermaria).

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) mostra que hoje o RN tem 8.988 casos suspeitos, 2.786 confirmados, 7.052 descartados, 122 óbitos confirmados e 61 óbitos em investigação.

Os registros da Sesap apontam que dois indígenas vieram a óbito. Spinelli alerta que indígenas, quilombolas e populações vulneráveis, como moradores de rua, são do grupo de risco e devem ter maior acompanhamento da atenção básica em saúde e da assistência social, serviços que são de responsabilidade dos municípios.

COMITÊ

Sobre a saída do professor Ricardo Valentim do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, Spinelli disse que foi decisão pessoal e que o coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN, continua integrando o Comitê Científico do RN. “Existem dois comitês científicos: o do Consórcio Nordeste e o do RN. Por decisão pessoal, Ricardo Valentim deixou o Comitê Científico do Consórcio Nordeste. O Governo do RN reafirma que os dois comitês são muito importantes e fundamentais para a tomada de decisões, por critérios técnicos e científicos, com o objetivo de preservar a saúde da população”, considerou Petrônio Spinelli.

“Estamos vivenciando um drama no sistema de saúde. Todos os dias prestamos contas do que está sendo feito e como a pandemia está evoluindo. Sempre informamos a verdade sobre a vigilância, sobre o isolamento social e sobre a montagem progressiva de estrutura para enfrentar a Covid-19”, finalizou o secretário adjunto.

Opinião dos leitores

    1. Vende-se tinta para cabelos em supermercado (acho), mas não tenho certeza.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid-19: RN registra 109 internados, sendo 26 confirmados com a doença e 83 sob suspeita

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) detalhou nesta terça-feira(14) a situação de pessoas internadas em leitos clínicos, de terapia intensiva ou de terapia semi-intensiva.

Ao todo, o Rio Grande do Norte registra 109 internados, sendo 26 pessoas com diagnóstico do coronavírus e 83 com suspeita da doença.

Vale destacar que esse post se refere ao número de pessoas internadas com a doença. Outros casos confirmados realizam sua quarentena e tratamento de forma domiciliar.

Conforme boletim da Sesap desta terça-feira(14), o Rio Grande do Norte tem 377 casos confirmados(37 nas últimas 24 horas), além de 2.430 suspeitos e 1.948 descartados. Óbitos somam 18.

Opinião dos leitores

  1. Quem sabe qdo termina é Deus, num são vcs não. Se Deus quiser acabar amanhã ele acaba. Vão rezar ao invés de prever mentiras. As televisão não tem outro assunto, vcs enche o saco

  2. BG, qual a informação correta? Essa ou a outra abaixo? Eu sei que fatona tá querendo chegar aos dez mil, mas o Criador não vai deixar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *