Passagem de trem em Natal sofre segundo aumento em 2020 e passa a custar R$ 2,00 a partir deste sábado, 7 de março

Foto: CBTU/Divulgação

De maio de 2019 até o aumento que passa a vigorar a partir deste sábado (7), a tarifa saltou de R$ 0,50 até chegar nos R$ 2,00 atuais. Até ontem, o valor da passagem era R$ 1,75. Em 2019 foram quatro reajustes.

Conforme a CBTU, trata-se do cumprimento à sentença proferida pela 15ª Vara da Justiça Federal em Minas Gerais, por isso a CBTU realiza neste sábado (07/03), mais uma fase do reequilíbrio tarifário, que ocorre de maneira progressiva em todas as capitais onde a empresa atua.

O escalonamento tarifário foi definido após audiência de conciliação realizada em 24 de abril de 2019 e começou a ser aplicado, em maio daquele ano, pela CBTU depois de 13 anos sem reajustes nas tarifas em Belo Horizonte, 15 anos em Natal, Maceió e João Pessoa e sete anos em Recife, o que resultou em elevada defasagem em relação ao custo de manutenção do sistema.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Eu acho ótimo isso.
    Estamos vivendo um periodo tão maluco que até o conceito de inflação se perdeu no tempo e no espaço.
    Parece que é um processo de idiotização coletiva muito robusto que está acontecendo.
    O preço de tudo aumentou a cesta básica, combustíveis, luz, gás, carne, significativamente, vc vai ao supermercado o que não aumentou de preço, teve sua quantidade reduzida nas embalagens para manter o preço, ou seja, ficou mais caro, só essa tarifa de trem que custava R$0,50, num periodo de 2 anos aumentou R$300% e a inflação está "controlada", os juros são os "memores da história". Nossa moeda está sofrendo um processo de desvalorização contundente, o valor do dolar batendo recorde de alta, fuga recorde de capital estrangeiro da bolsa de valores e etc…
    Que conversa mais absurda é essa?
    Estão nos jogando no abismo e tem gente que aplaude….
    Isso certamente não é de Deus!

  2. Everton disse:

    Mais um ataque do governo Bolsonaro aos trabalhadores…

Passagem de estrela pelo Sistema Solar poderia tirar a Terra de órbita

De acordo com o astrofísico Paul Sutter, uma estrela relativamente grande pode sim ‘chutar’ a Terra para o espaço interestelar; vida seria dizimada rapidamente. Foto: Sistema Solar/NASA/JPL

Na escola aprendemos sobre o Sistema Solar. Desde pequenos sabemos a posição da Terra em relação aos outros planetas. No entanto, de acordo com os argumentos de um astrofísico, há uma chance de que estrelas que passam pela Terra possam tirá-la do lugar e lançá-la no espaço interestelar. Já imaginou as consequências disso?

Durante uma entrevista ao site Space, o astrofísico Paul Sutter disse que isso é possível de acontecer. O resultado, segundo ele, seria que “nosso planeta seria arremessado para as profundezas do espaço interestelar, condenado a vagar no frio de nossa galáxia, com qualquer vida sendo dizimada rapidamente”.

O principal responsável por isso é a gravidade. Em um momento que ela mantém um planeta em órbita em torno de uma estrela, essa mesma gravidade pode enviá-lo para as profundezas do espaço.

Os planetas do Sistema Solar são relativamente pequenos, e, embora afetem a órbita da Terra, não têm “poder” suficiente para tirá-la do lugar. Para que isso ocorra, algo com uma massa muito grande deve passar por perto.

O risco é que a Terra seja “chutada” por uma estrela que estiver passando pelo Sistema Solar. Esse fenômeno é chamado de “problema dos três corpos”, em que o movimento dos corpos é imprevisível quando envolve três ao invés de apenas dois deles.

“O problema é que, com três objetos, qualquer pequeno desvio ou mudança pode levar a grandes alterações em um período surpreendentemente curto”, explicou Sutter. No entanto, não há com o que se preocupar. Sutter observa que, para que a Terra seja tirada do lugar, uma estrela com uma massa muito grande deveria passar “dentro da órbita de Júpiter para ter uma chance decente de nos tirar de órbita”.

Obviamente, esse cenário não ocorreu nos últimos quatro bilhões de anos, mas isso não significa que não possa ocorrer no futuro. Claro que, embora isso cause certo temor, as chances de acontecer são infinitesimalmente pequenas. Melhor assim…

Olhar Digital, via Futurism

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rafael Pinheiro disse:

    O mundo se acaba e a caloteira da Governadora não paga os atrasados!!

  2. Rivaldo disse:

    Isso ninguém deve ter medo. É só consultar Isaías 45.18

  3. Araújo disse:

    Bora governadora, pague logo os atrasados antes que esse muído aconteça.

ABC contrata volante com passagem pela Seleção Sub-20

O novo presidente do ABC, Fernando Suassuna, ainda não tomou posse, mas já iniciou o trabalho diário no clube. Nessa terça-feira (27), o mandatário se reuniu com o executivo de futebol, Giscard Salton, e acertou mais um reforço para a temporada 2019. O novo contratado abecedista é o volante Joílson, que estava no Bahia/BA.

Joílson tem 21 anos e passagens pelas categorias de base do Vitória/BA, Cruzeiro/MG e Palmeiras/SP. O bom desempenho nas bases do clube paulista levou o defensor a ser convocado pela Seleção Brasileira Sub-20. Na atual temporada, o volante defendeu o CSA/AL, o Santa Rita/AL e o Bahia/BA.

O defensor chega alvinegro por empréstimo junto ao Santa Rita/AL até o término do Campeonato Potiguar, com a possibilidade de renovação até o fim do Campeonato Brasileiro da Série C.

Confira a ficha técnica do jogador:

Joílson Evangelista dos Santos Júnior – Joílson
Posição: Volante
Nascimento: 04/08/1997 (21 anos)
Naturalidade: Salvador (BA)
Clubes: Vitória/BA (2014), Cruzeiro/MG (2015), Palmeiras/SP (2016-2017), CSA/AL (2018), Santa Rita/AL (2018) e Bahia/BA (2018).

Com informações do ABC

Servidores da saúde em greve invadem reunião e protestam contra reajuste da passagem

DSC03796Cerca de 30 servidores da saúde do estado e do município protestaram mais cedo contra o reajuste da passagem de ônibus em Natal. Um grupo de trabalhadores, convocado pelo Sindsaúde, interrompeu a reunião do Conselho Municipal de Transporte, que discutia o reajuste da passagem. O protesto suspendeu a sessão e servidores usaram a palavra para criticar o reajuste e pedir que a sessão fosse adiada.

“Vocês não podem aprovar um aumento desses. O Walfredo está cheio de pacientes que sofreram acidentes de moto. Eles estão lá porque não existe transporte público. Se a passagem aumentar, mais gente vai parar naquele corredor”, afirmou Ângela Maria Ramos, técnica de enfermagem do Walfredo Gurgel e diretora do Sindsaúde.

Após o protesto, os servidores permaneceram com um ato do lado de fora, enquanto uma comissão acompanhou a reunião. A proposta de reajuste de R$ 2,65 recebeu 13 votos, contra 7 votos pelo adiamento da discussão e 1 voto a favor da proposta do Seturn, de R$ 2,90. A maior parte dos votos veio de representantes de secretarias da Prefeitura.

Os servidores cobraram do prefeito que não assine o reajuste. “O prefeito congelou os salários e não cumpriu a data-base até agora. E agora o nosso salário ainda vai diminuir com esse aumento, pois pagamos passagem de ônibus todos os dias”, criticou Célia Dantas, do Sindsaúde.

Durante o dia de hoje, os servidores em greve estão realizando a atividade “Saúde na Praça’, no Calçadão da Rua João Pessoa, com atendimento para a população e orientações de saúde.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Helio Motta disse:

    Esse povo é louco. Então os irresponsáveis motociclistas estão no HWG porque a passagem de ônibus aumenta?
    Vamos então decretar a gratuidade na passagem e todos eles vão vender suas motos e o o hospital ficará livre dessas internações?
    Nunca vi um sindicalista com argumentações razoáveis, mas os de hoje estão exagerando.

TSE decide que prefeito e vice de Passagem retornem aos cargos

O prefeito de Passagem, José Pereira Sobrinho (DEM), e a vice-prefeita, Josefa Cristiane Chacon (PMDB), cassados na última quinta-feira pelo TRE, retornarão ao cargo. A decisão foi do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli.

O ministro concedeu medida liminar determinando que os gestores voltem a ocupar o cargo até que o plenário do TSE analise o recurso especial, impetrado pela defesa do prefeito, contra decisão do TRE.

O principal argumento apresentado pelo advogado Erick Pereira, que defende o prefeito, foi rebater a acusação de “alistamento de eleitores”, já que Passagem possuía em número de eleitores duas vezes a população.

O advogado afirmou que o meio processual para apurar a fraude no alistamento eleitoral não era a Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

Fonte: Panorama Político

Passagem de ônibus interestadual fica 6,9% mais cara a partir desta quinta

66pfgdi79483e3s6a0fu99up4O preço das passagens de ônibus rodoviários interestaduais e internacionais será reajustado em 6,981% a partir desta quinta-feira (3), de acordo com resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (2). Em 2012, o aumento foi de 2,7% .

De acordo com a agência, o aumento só vale para trechos a partir de 75 km. Há 2.652 linhas de ônibus de longo curso em operação no País. Para distâncias inferiores, um índice específico ainda será divulgado.

O valor do reajuste é calculado com base no índice de reajuste do óleo diesel, do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Sobre ele incidem impostos, tarifas de pedágio cobradas em rodovias cedidas em concessão para a definição do preço final da passagem paga pelo usuário do serviço.

O reajuste deveria ocorrer no dia 1º de julho, mas foi adiado em meio à série de protestos de junho em todo país.

IG

Tarifa de ônibus em Natal baixa para R$ 2,30 a partir de terça, garante prefeito

A tarifa de ônibus em Natal sofrerá nova mudança. Mas desta vez para um valor mais baixo. Ao invés de R$ 2,40, que começaram a ser pagos pelos usuários no último dia 18, as passagens vão custar R$ 2,30. Foi o que garantiu o prefeito Carlos Eduardo Alves nesse sábado (01) em sua página no Twitter.

twitter-carlos

Segundo Carlos Eduardo, a diminuição vai acontecer por conta da medida do Governo Federal em zerar o pagamento do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguiridade Social (Cofins) aos proprietários de empresas de ônibus.

De acordo com especialistas, mesmo sem esse gasto para as empresas, a passagem deveria custar R$ 2,33, mas como esse valor criaria uma dificuldade na questão do troco, ficou mais prático arredondar para R$ 2,30.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ronaldo disse:

    È bom lembrar que esta redução teve por iniciativa a redução de imposto federal, e não por iniciativa do Prefeito de Natal.

  2. Marcílio Rodrigues disse:

    Só gostaria de lembra ao prefeito que a STTU não existe mas, agora é SEMOB.

Carlos Eduardo determina novo cálculo para tarifa de ônibus em Natal

O prefeito Carlos Eduardo determinou à secretaria de Mobilidade Urbana, Elequicina dos Santos, que sejam feitos os cálculos para diminuição da tarifa de ônibus assim que o governo federal publicar a Medida Provisória que isenta da cobrança do Cofins e do PIS o sistema de transporte coletivo.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou hoje que o governo federal vai adotar medidas para desonerar do PIS e da Cofins as passagens de ônibus, em mais uma das iniciativas para combater a inflação. “Está confirmada sim, a retirada do PIS/Cofins das passagens de ônibus”, disse o ministro hoje, indicando que a redução tributária poderá ser feita por medida provisória.

“Caso seja mesmo publicada a Medida Provisória iremos sim reduzir os preços das tarifas e para isso já determinei à Semob que calcule de quanto poderá ser a redução” , afirmou o prefeito.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FERNANDO fF disse:

    E EU EM WILMA.

Seturn anuncia suspensão da integração gratuita nos ônibus de Natal

Está circulando nas redes sociais a informação de que a partir de segunda-feira (17) a integração gratuita não poderá ser mais realizada nos ônibus de Natal.

De acordo com informações apuradas pelo BG, o anúncio estará circulando amanhã nos principais jornais da cidade.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Karla Costa disse:

    Quero saber como vai ficar a situação de Nova Natal e Cidade Praia, já que estamos sem onibus para zona sul

  2. […] Seturn anuncia suspensão da  integração gratuita nos ônibus de Natal […]

  3. Indiguinado do RN disse:

    Mentira né?! 

  4. Gurgel disse:

    Vergonha. agora sim vamos ter que fazer algo de verdade.

Diário Oficial publica revogação do aumento da passagem de ônibus. A partir de hoje volta a R$ 2,20

Rafael Barbosa Do G1 RN

A revogação da portaria 047/2012 da Prefeitura do Natal para o reajuste da passagem de ônibus, voltando o valor para R$ 2,20, foi publicada no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (7). Os vereadores decidiram nesta quinta-feira (6) pela revogação.

O valor das passagens havia aumentado de R$ 2,20 para R$ 2,40 no último dia 28 de agosto. Também na edição de hoje do Diário Oficial, a Prefeitura se pronunciou a respeito da revogação em um comunicado destinado à população da cidade. A prefeita Micarla de Sousa afirmou lamentar o ato dos vereadores pois, segundo ela, o aumento é legal.

No comunicado, a chefe do Executivo justificou o aumento com a alegação de que ele é necessário para evitar o “desequilíbrio econômico-financeiro das empresas permissionárias e levando em conta dois reajustes salariais da categoria dos rodoviários e e do aumento dos insumos que compõem a planilha tarifária”.

#AumentoNão e #RevoltadoBusão: Os transtornos valem a pena?

Nessa última semana, Natal vivenciou um dos maiores protestos organizados por jovens desde o #ForaMicarla. Centenas de jovens se reuniram nos movimentos #AumentoNão e #RevoltadoBusão em prol de uma causa coletiva: a revogação do aumento das passagens de ônibus de R$ 2,20 para R$ 2,40, ou seja, contra um aumento de quase 10% de reajuste na tarifa dos ônibus urbanos de Natal.

O primeiro dos encontros foi realizado no dia 29 de agosto, na marginal da BR-101. Os jovens interditaram a via e, após alguns minutos, seguiram uma caminhada pela BR-101. Um enorme trânsito foi formado. Pessoas que trabalham a noite levaram falta no expediente. Um verdadeiro caos foi instalado. Caos esse, que foi encerrado após um confronto com policiais militares do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque).

O segundo protesto foi realizado em frente a Prefeitura do Natal, no dia 31. A equipe da Prefeitura ao saber do ato, suspendeu as atividades. Os jovens estudantes terminaram protestando para o vento, já que até a Assembleia Legislativa já se encontrava encerrando o expediente normal. Para não ficarem esquecidos, os jovens seguiram rumo a Ribeira, mais precisamente em frente ao prédio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), que foi utilizada como fachada para anunciar o aumento, evitando um desgaste ainda maior da prefeita Micarla de Sousa. Afinal, quando foi pra anunciar que não iria ter aumento, ela não usou porta-voz, ela colocou a cara e falou. Agora? Se escondeu. Mas, o expediente da Semob se encerra as 14h. Diante disso, os jovens decidiram inciar uma verdadeira peregrinação pelas ruas de Natal até o cruzamento das avenidas Bernardo Vieira com Salgado Filho. Conclusão? Trânsito, transtorno, estresse, caos, atrasos, só que dessa vez generalizado.

Existe o chamado direito constitucional de reunião, pelo qual todas as pessoas podem convocar reuniões em locais abertos ao público, desde que o encontro seja pacífico, lícito, sem armas e desde que não prejudique outras anteriormente convocadas para o mesmo lugar. O direito é exercido independentemente de autorização. Exige-se apenas um aviso prévio às autoridades. Só.

Deu pra entender que apesar de algumas  badernas, atos de vandalismos, dos confrontos com a Polícia, da tentativa de impedir o trabalho jornalístico dos veículos de comunicação, das hostilidades praticadas contra quem tentava furar o protesto, e de tudo o que houve de ilegal, o protesto pode ser considerado legal. Veja bem: pode. O Blog não afirma que é ou não, e nem quer entrar nesse mérito. O Blog não é contra qualquer tipo de protesto. Cada um deve protestar, sim, pelo que acha injusto ou errado. O Blog quer fazer apenas uma reflexão: Será que isso tudo vale a pena?

Vejam bem: as passagens de ônibus em Natal aumentaram R$ 0,20. Estudantes pagam meia, ou seja, o aumento real pra eles foi de R$ 0,10. Isso mesmo! Pode ler: dez centavos.  Considerando que um estudante gasta duas passagens por dia, uma para ir para casa e outra para voltar, lá se vão R$ 0,20 de aumento por dia. Considerando-se 30 dias do mês, temos um aumento de R$ 6 por mês. Por causa de R$ 6 por mês toda a sociedade tem que ser penalizada? Porque não protestar contra as pessoas certas? Contra os verdadeiros responsáveis pelo aumento? Será que um protesto que provoca prejuízos diretos e indiretos a toda uma sociedade vai fazer os verdadeiros responsáveis por esse aumento voltarem atrás? Esses R$ 6 por mês devem realmente fazer uma falta grande no bolso de alguns, mas com certeza não no de todos. Enquanto essa bagunça continua nas ruas, os verdadeiros responsáveis pelo aumento devem ficar rindo. Ainda mais quando parte dos jovens perdem o foco do protesto e se desvirtuam em atitudes ilícitas. Eles devem acompanhar em confortáveis poltronas, de camarote, tudo o que acontece. O único compromisso do jovem é com seu estudo, mas o donos e donas de casa, que tem famílias para sustentar, vai bem mais além disso.

O BG só espera que esses movimentos #AumentoNão e #RevoltadoBusão não tenha um viés político, porque está sendo utilizado, demasiadamente, em alguns programas políticos de candidatos desesperados na busca por votos. Inclusive temos noticias qu

Amanhã teremos uma nova rodada de transtornos para todos. Os jovens devem, novamente, fechar a BR-101. Então natalenses, vão se preparando. Amanhã, está marcada uma nova concentração do #AumentoNão e #RevoltadoBusão na parada do circular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), às 16h. O novo protesto deve seguir os mesmos moldes do realizado no último dia 29. De antemão, repito: vale a pena prejudicar todo mundo por causa desse aumento?

Antes que algum atacadinho venha se precipitar, querendo falar algo, essa reflexão vale para todos.

Veja a programação completa prevista para esta semana:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Henrique8000 disse:

    Este movimento tem dois lados:

    O primeiro é o de causar transtorno na vida de cidadãos que tem responsabilidades em casa e no trabalho, sejam eles pais de família, profissionais da noite, ou somente gente cansada que acabou de ter um dia chato, alugando e invadindo a vida de quem quer (ou precisa) pagar os R$ 2.40. Como o Bruno falou, pra muita gente reconheço que faz falta, mas pra outros não faz.

    O segundo lado é o de quebrar a omissão e devolver a autoridade ao povo, que normalmente é omisso e "medroso" diante dos atos cometidos por empresários e corporações, e semelhantes. Neste lado, este R$ 0,01 (1 centavo) retirado do bolso dela sem aviso prévio é falta de respeito, principalmente porque já sabemos que a maioria dos ônibus são velhos, eles param quando querem paras pessoas e não dá pra ir pra muitos cantos em Natal após as 22h.

    Eu só espero assim como o BG, que isto não esteja sendo motivado por políticos safados e que o protesto tenha mesmo autenticidade; que parece ter. Eu já ví o PSTU usar isso na televisão e isso só pode ser ou aproveitamento da situação ou manobra.

    O movimento de uma forma geral tem ações erradas no meio, pixar, engarrafar  o trânsito, fazer baderna, dar pancadas em ônibus, e reagir a polícia, demonstra que o usuário está com muita raiva, mas vai mudar o que de fato? o empresário é cara de pau mesmo, ele quer dinheiro, ele está dando risada com isto tudo. Nenhuma revolta intimida se perder a razão e o respeito.

  2. Lbmedeiros disse:

    Muitos trabalhadores também pegam onibus. Mas engraçado que, quando o que subiu foi o preço da gasolina, nenhum dos motoristas se incomodou não é?! Cada um luta pelos seus direitos e os egoístas olham apenas para o seu próprio umbigo, ao inves de olharem para a bagunça que o país inteiro está se tornando. Mas a bagunça não é o protesto não, e sim, a quantidade de roubos muito maiores que acontecem diariamente nas nossas contas e que ninguem faz nada!

  3. Renanmarques49 disse:

     Eu quero saber, só que pega onibus é estudante???????

#AumentoNão: Estudantes começam a se concentrar sob olhar do Batalhão de Choque

Tiago Medeiros / Nominuto

Já começou a concentração para mais um protesto do movimento #AumentoNão, contra o aumento na tarifa das passagens de ônibus urbanos de Natal de R$ 2,20 para R$ 2,40. Jovens estão nesse momento concentrados em frente ao Palácio Felipe Camarão, onde está instalada a Prefeitura do Natal. Prefeitura, aliás, que suspendeu todas as atividades.

Da última vez que os os integrantes do movimento protestaram, o trânsito ficou caótico na BR-101, levando transtornos a várias pessoas. O protesto terminou após um confronto com a Polícia Militar, que foi pega de surpresa com a mobilização.

Agora, a PM já mobilizou um forte esquema de segurança. Os integrantes do #AumentoNão querem começar o protesto oficialmente ás 14h30, mas desde 13h que policiais do Policiamento Tático Móvel (Patamo), do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) já estão na frente da Prefeitura.

O forte esquema de segurança foi solicitado pela Guarda Municipal de Natal (GMN). Até agora o clima é ameno.

Tiago Medeiros / Nominuto

 

Jovens organizam novo protesto contra aumento das passagens de ônibus para a próxima sexta

O protesto intitulado #AumentoNão que praticamente parou Natal na noite de ontem vai se repetir na próxima sexta-feira (31), porém com bem menos impacto para o trânsito e transtorno para o povo natalense. Jovens já estão programando uma segunda edição do protesto e divulgando o novo ato através das redes sociais. Dessa vez, em frente a Prefeitura de Natal, de onde partiu a autorização para o reajuste de R$ 2,20 para R$ 2,40 na tarifa de ônibus urbano da capital potiguar.

Os manifestantes vão começar a se concentrar em frente ao prédio da Prefeitura a partir das 14h30. Os avisos estão circulando por todas as redes sociais. Resta saber se vai ter alguém da Prefeitura em plena sexta-feira a tarde pra reclamar, além dos guardas municipais.

Confira algumas das imagens que estão circulando pelas redes sociais Twitter e Facebook:

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Simonesamaramara disse:

    NÃO VAI DAR EM NADA DE NOVO, HA NÃO SER VIOLÊNCIA!!!

Seturn estuda pedir reajuste da tarifa

Em matéria da Tribuna do Norte, por Andrielle Mendes

O litro do óleo diesel ficará, em média, 4% mais caro nos postos a partir de segunda-feira (dia 16). O incremento é reflexo do reajuste de 6% no preço do diesel vendido pela Petrobras às refinarias, anunciado na última quinta. Não é só o consumidor “comum”, porém, que pagará mais pelo combustível. O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município do Natal (Seturn) calcula um aumento de pelo menos R$ 170 mil/mês nos custos das empresas de ônibus, com o aumento do preço do diesel.

Se o reajuste nas bombas não for de 4%, como projeta a Petrobras, mas de 6%, como estima Augusto Maranhão, diretor de comunicação do sindicato, o incremento no custo sobe para R$ 210 mil/mês. Os empresários vão se reunir na próxima segunda-feira (16) para discutir o impacto do aumento. Eles estudam a possibilidade de exigir aumento na tarifa de ônibus ou a desoneração do óleo diesel para as empresas. Vinte e cinco porcento do preço do litro vai para o governo do estado, em forma de tributos, afirma Maranhão.

A frota natalense (total de 800 ônibus) consome, em média, 2,1 milhões de litros de óleo diesel por mês. Só a empresa Cidade de Natal, dirigida por Augusto Maranhão, considerada a menor em termos de frota, consome 200 mil litros por mês. Para cobrir os novos custos, a tarifa teria que ser reajustada em 2%, calcula Maranhão. Isso representaria um aumento na tarifa dos atuais R$ 2,20 para cerca de R$ 2,24 (considerando o valor cobrado em Natal). Segundo ele, se nenhuma medida for tomada, “o impacto será devastador”. O óleo diesel representa, atualmente, 35% dos custos das empresas – mais de 1/3.

REAJUSTE

Este foi o segundo reajuste repassado pela Petrobras em menos de um mês para o preço do combustível. No dia 25 de junho, a gasolina foi elevada em 7,83% nas refinarias, e o diesel, em 3,94%. Para evitar impacto para o consumidor, o governo federal – que tem participação na Petrobras – zerou a alíquota da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) que incide sobre os derivados de petróleo, e manteve o preço das bombas.

Os dois reajustes anteriores nos preços do diesel, também sem tributos, nas refinarias foram de 2%, em 1º de novembro de 2011, e de 3,94%, em 25 de junho de 2012. “Nesses dois casos, os aumentos foram compensados integralmente pela redução da CIDE por meio de Decreto do Governo Federal. Dessa forma, não se justificaria, nos dois anteriores, qualquer alteração nos preços na bomba”, informou a companhia, através de sua assessoria de comunicação.

No Rio Grande do Norte, o reajuste deve significar um aumento de pelo menos R$ 0,08 no preço, empurrando o valor do litro para até R$ 2,17, considerando o valor máximo registrado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos) prefere não arriscar um percentual. O impacto do reajuste  nas bombas dependerá, segundo o sindicato, de negociações entre revendedores e distribuidoras.

Link para matéria completa: http://tribunadonorte.com.br/noticia/seturn-estuda-pedir-reajuste-da-tarifa/225785

Justiça nega aumento das passagens de ônibus em Natal

O desembargador Aderson Silvino negou recurso movido pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal – SETURN e mais sete empresas de ônibus de Natal que pretendia que fosse concedida medida liminar para concessão de reajuste provisório da tarifa inteira praticada no Serviço de Transporte Público de Passageiros por Ônibus do Município do Natal.

O reajuste pretendido seria de acordo com a inflação acumulada desde o último reajuste- portanto, entre janeiro de 2011 e março de 2012- expressada pela variação acumulada do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o que se fará especialmente porque os efeitos da inflação sobre a tarifa se constituem em fato cuja constatação é objetiva e independente de dilação probatória.

Na ação, as empresas e o SETURN alegam que foi requerida a fixação de tarifa provisória segundo critério objetivo consistente na variação inflacionária do período, o que não requer dilação probatória, muito menos perícia contábil, por se tratar a inflação de fenômeno de aferição objetiva e cuja influência na dinâmica de preço é incontestável.

Afirmaram que o reconhecimento da verossimilhança necessária à concessão do pleito liminar exige apenas a comprovação da existência da inflação no período e que desde janeiro de 2011 a tarifa não é reajustada, se encontrando muito defasada. Para os autores, o reajuste pela inflação apenas evita perdas.

Defenderam ainda que o perigo da demora é evidente, pois as empresas aguardavam o reajuste para janeiro de 2012, obedecendo a regra da anuidade e que o prejuízo diário ocasionado somente pela depreciação inflacionária da tarifa atinge R$ 49.482,72.

O relator do recurso, desembargador Aderson Silvino entendeu que não merece ser concedido o efeito pretendido pelos autores. Isto porque ele considerou que, muito embora a periodicidade dos reajustes seja uma consequência natural da própria atividade desenvolvida pelos concessionários, devendo ser realizada por iniciativa da Prefeitura, ou a requerimento dos empresários, verificou que a medida buscada, além de satisfativa, é dotada de irreversibilidade, o que infringe o próprio art. 273 do CPC (“não se concederá a antecipação da tutela quando houver perigo de irreversibilidade do provimento antecipado”).

Ou seja, para o desembargador, uma vez autorizado o reajuste via antecipação de tutela recursal, os valores dispendidos pela população não serão revertidos aos cidadãos, acaso a medida antecipatória seja revogada no mérito do recurso. Por tais razões, sem prejuízo de uma melhor análise quando do julgamento do mérito, o relator indeferiu o pedido de efeito suspensivo ao recurso.

Cargos comissionados vão até a Prefeitura para "agradecer" veto ao aumento das passagens

Foto: Arnaldo Neto

Mascarado de um movimento popular organizado, os cargos comissionados de órgãos da administração direta e indireta foram até a frente da Prefeitura de Natal para fazer um ato de agradecimento à prefeita Micarla de Sousa por ela ter vetado o aumento das passagens de ônibus como era almejado pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município do Natal (Seturn).

Fontes revelaram que alguns deles realmente foram por conta própria, mas outras foram praticamente obrigadas. Em determinados setores, os diretores e coordenadores saíram “convocando” os cargos comissionados para ir de ônibus até o Palácio Felipe Camarão. “Todo mundo vai ter que ir agora a tarde!”, escutaram algumas paredes de uma repartição pública.

Algumas pessoas chegaram a testemunhar que um dos cinco ônibus que transportaram os manifestantes era da Secretaria Municipal da Educação (SME). A serviço?

A postura da prefeita realmente foi acertada. Agora, convenhamos, esse tipo de ato é patético

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. V - Vingança disse:

    A coleta de lixo deveria passar aqui no alecrim! VERGONHA, vou jogar o lixo da minha casa na prefeitura se num passar hoje.

  2. John Crazzy disse:

    A passagem não vai aumentar! Por hora! Mas o problema não é só esse!