Presidente da Fundac deixa o cargo e denuncia interesses de grupos dentro da instituição

O advogado José Alexandre Sobrinho pediu para sair da presidência da  Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac), cargo que ocupava há pouco mais de quatro meses.

Em carta distribuída à imprensa, ele agradece a todos que acreditaram em sua gestão, mas “a continuidade no cargo ficou para mim algo impossível, pois as nossas metas, as nossas propostas, nossos planejamentos, tinham sempre uma correnteza contrária a elas, grupos e facções dentro da própria instituição querendo que nada desse certo, promovendo discórdias, e outras atitudes contraproducentes.”

Ele diz que “fico triste em sair, não por apego ao cargo, pois o recusei no primeiro convite, mas por não ter tido um mínimo de oportunidade de fazer algo por aquelas crianças e adolescentes que, apesar de estarem em conflito com a lei, apesar de serem tratadas como marginais, são crianças e necessitam do amparo da sociedade.”

O advogado argumenta ainda que compreendeu que a FUNDAC, verdadeiramente, não existe para cuidar de crianças”.

Leia na íntegra a carta de demissão do presidente da Fundac

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Walterbuaiz disse:

    Ora isso não e nenhuma novidade. Quando Kerginaldo foi exonerado foi jogado tudo no ventilador. Paulo de Tarso sabe de tudo e não toma nenhuma providencia.

  2. Juliskarla disse:

    CARO BG,

    OS RESPONSÁVEIS PELAS DEMISSÕES DOS DOIS PRESIDENTES DA FUNDA, DR. KERGINALDO E DR. ALEXANDRE SÃO DOIS CARGOS COMISSIONADOS INDICADOSPOR UM DEPUTADO ESTADUAL POSEROZISSIMO. A ROSA DEPENDE DESSE DUPUTADO  EPOR ISSO NÃO EXONERA ESSES DOIS COMISSIONADOS. QUALQUE PRESIDENTE QUE FOR NOMEADO VAI TER QUE ENFRENTAR A IRA DESSES DOIS CCs.

Presidente do Corinthians complica Lula e sai por mentiroso ao negar o que disse

André Sanchez, presidente do Corithians, disse em entrevista à revista Época que o Itaquerão, estádio da cidade de São Paulo para a Copa custará mais de R$ 1 bi por causa de Lula, ele próprio e o diretor da construtora que o edifica, Emílio Odebrecht.

“Quem fez o estádio fui eu e o Lula. Garanto que vai custar mais de R$ 1 bilhão. Ponto. A parte financeira ninguém mexeu. Só eu, o Lula e o Emílio Odebrecht”, disse.

A questão é que o estádio está orçado em até R$ 840 milhões.

Dada a repercussão da declaração, ele desmentiu a si próprio e saiu com a seguinte nota, distribuída à imprensa no sábado passado.

“Andrés Sanchez esclarece que disse justamente o contrário. O presidente afirmou que apesar de ter o primeiro orçamento em mais de R$ 1 bi, o Corinthians lutou para baixar este valor para R$ 820 mi e que o custo total da obra não irá superar esta marca, já acordada entre Clube e Construtora”, afirma o comunicado.

Época não se fez de rogada. Disponibilizou o trecho da entrevista em que Sanchez disse o que depois negou. Confiram.

Presidente da Petrobras diz que gritou com Dilma

Está no Blog de Reinaldo Azevedo, o Presidente da Petrobras diz textualmente em entrevista que já gritou com Dilma, ele quis provar o que com isso? A queda de Jobim começou por ai. Segue:

A presidente Dilma Rousseff tem duas alternativas: ou mantém José Sérgio Gabrielli na presidência da Petrobras e incentiva a indisciplina e o trato da coisa pública como matéria privada ou o demite para demonstrar que existe uma hierarquia funcional e de valores na República. Afinal, o homem “Gabrielli” se encontra com quem quiser, sem dar satisfações a ninguém — eventualmente, à polícia se o conviva for um bandido. Já o presidente da Petrobras, em horário de expediente, tem de prestar contas de seus atos, sim. Está no cargo por vontade da presidente da República. Não é o entendimento do valentão.

Em entrevista ao site Bahia Notícias, ele afirmou que se encontra com o lobista José Dirceu quando e onde quiser, sem prestar satisfações a ninguém, nem à sua chefe: “Eu sou amigo dele [do José Dirceu] há 30 anos. Vou continuar encontrando com ele na hora que eu quiser e não tenho que dar satisfação nenhuma sobre isso.” Notaram? Não existe exceção para a expressão de altivez de Gabielli. Se a sua chefe, Dilma, lhe cobrar alguma coisa, ele responderá: “Você não tem nada com isso”. Parou por aí? Não! O presidente da Petrobras deixa claro que não reconhece a autoridade de Dilma desde quando ela era ministra. Talvez tenha dificuldade para ser chefiado por uma mulher. Por que digo isso? Leiam o trecho que transcrevo.

BN – Sempre se falou da sua relação conturbada com ela [Dilma]…
JSG –
Não há relação conturbada. Nós somos duas pessoas que temos um respeito mútuo muito grande, do tempo que ela era do Conselho de Administração da Petrobras. Nós, que tínhamos alguns pontos de divergência, alguns pontos de convergência, sempre nos respeitamos muito. Tivemos posições diferentes. Hoje, ela é presidente da República. Não tenho nem que discutir com ela. Eu tenho que seguir as orientações da presidente da República.

BN – Mas já houve discussões mais acaloradas com ela, não?
JSG –
Já houve discussões acaloradas. Não é verdade o que publicam, de que eu chorei. É absolutamente mentirosa essa informação, mas ela já gritou comigo, e eu já gritei com ela, como duas pessoas bastante firmes nas suas opiniões. Agora, eu tenho uma enorme admiração pela presidenta Dilma e eu acredito que ela também tenha [por mim].

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    A Petrobrás tem que tratada como uma empresa onde há capital privado investido. Não pode ser cabide de empregos nem de desmandos, nem muito menos de caprichos de seus diretores. Uma empresa que tem um potencial enorme de crescimento tem que ser tratada como a menina dos olhos do Brasil. Isso se consegue com profissionalismo, respeitabilidade e austeridade para com seus acionistas.

Em congresso bancado pela Petrobrás, UNE elege militante do PCdoB como Presidente

Agência O Globo

Com mais de 75% dos votos, Daniel Iliescu, de 26 anos, foi eleito neste domingo presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) para os próximos dois anos. Ele é ex-presidente da União Estadual dos Estudantes do Rio de Janeiro e estuda Ciências Sociais na Universidade Federal do Rio. Iliescu encabeçou a chapa ligada à atual diretoria, comandada pela União da Juventude Socialista, vinculada ao PCdoB. Com isso, a UNE continuará politicamente bem próxima do governo federal.

(mais…)

Editorial BG: FHC 80 anos

O Brasil teve dois presidentes da República realmente fundamentais para a sua história: Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardozo. O primeiro descobriu o poder do estado na definição dos rumos de um país; o segundo, o poder da sociedade. Essas coisas não são um campeonato, mas, se eu tivesse de escolher, é evidente que ficaria com FHC. Com ele, não só o Brasil criou os marcos fundamentais para ocupar um lugar de destaque entre as economias emergentes como viu avançar o controle democrático do poder e do estado.

Na sexta-feira, dia 10, estive na Sala São Paulo, na festa que comemorou os seus 80 anos. FHC está de bem com a vida, feliz, ciente do seu legado e atento aos desafios presentes, com a lucidez de sempre. Fez uma brevíssima saudação aos convidados, exaltando, uma vez mais, a tolerância, a civilidade e a alegria de viver. Tendo prestado um enorme serviço aos brasileiros e ao Brasil, ele nos lembra que podemos, sim, ter um bom futuro.

Curiosamente, ou até por isto, o mais importante presidente da nossa história sofreu um tentativa de desconstrução inédita, com uma virulência como jamais se viu. Nem mesmo a ditadura avançou contra a herança do regime deposto pela “revolução” com a violência retórica com que Luiz Inácio Lula da Silva atacou o seu antecessor — nada menos do que o líder que havia posto fim ao ciclo da superinflação, que havia estabelecido os fundamentos do equilíbrio macroeconômico, que havia vencido alguns entraves históricos ao desenvolvimento. Não só isso: criou e consolidou as bases dos programas sociais no país, que, bem…, o Lula de oposição, ele sim!, chamava de “esmola”, o que está documentado em vídeo. O Apedeuta referia-se aos programas reunidos no Bolsa Família.

Oito anos de ataques implacáveis, sustentados pela mais poderosa máquina de propaganda jamais montada no país! Lula contou, ainda, com o auxílio pressuroso de setores da imprensa e do colunismo adesista, que se referiam — e alguns o fazem até agora — à “privataria” da era tucana, à “ruína” do governo FHC, ao “neoliberalismo” e a fantasias várias para tentar minimizar o papel definidor que o “homem do Real” teve na história do país.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. @borgesneto12 disse:

    FHC, JK e Vargas, os maiores presidentes de nossa história republicana. O resto, é o resto mesmo.

Faltou Rosalba, Micarla, Agripino e Henrique. Mas, Pio Marinheiro estava lá.

Na chegada, hoje à tarde, do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, ao Aeroporto Augusto Severo – para participar amanhã do seminário Natal Copa 2014 -, o folclórico Pio Marinheiro foi a grande sensação.

O ex-presidente da FNF e do América e ex-vereador, fez questão de demonstrar publicamente a intimidade e amizade que mantém com o presidente da CBF.

Mas esquisita mesmo foi ausência de autoridades e amigos ligados ao homem forte do futebol brasileiro: nem a governadora Rosalba, nem a prefeita Micarla e nem os amigos Henrique Alves e José Agripino foram ao aeroporto. O Presidente foi recebido pelo secretário de Turismo, Tertuliano Pinheiro e pelo Presidente da FNF, José Vanildo.

Ricardo Teixeira está hospedado na suíte presidencial do Ocean Palace, mesmo hotel onde também estão instalados os demais palestrantes.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bg,jogo feito e dupla dinamica na rua: jararaca e ratinho

  2. BG, só no Brasil que ainda recebem um homem desce no aeroporto com festa. O cara é acusado de tudo no mundo. Para completar o balaio ainda aparece o Pio Marinheiro. Quem não se lembra dele?

  3. Esse pessoal tem que tomar cuidado com a carteira, o homi pega tudo que puder.
    Vergonha.

Dilma Presidenta. LULA Presidente

Blog de Augusto Nunes/Veja:

O terceiro mandato de Lula começou no quinto mês do governo Dilma Rousseff. Na última semana de maio, pronto para ensinar à criatura como se resolve uma crise, o criador baixou em Brasília já acusando a oposição em geral e José Serra em particular de terem inventado o milagre da multiplicação do patrimônio. No mesmo dia, depois de conferir ao chefe da Casa Civil o título de Pelé da Economia, ordenou ao PT e pediu ao PMDB que defendessem Antonio Palocci e fossem pacientes com Dilma Rousseff.

No dia seguinte, ordenou a Dilma e Palocci que fossem ainda mais atenciosos com a companheirada e ainda mais perdulários com a base alugada, deu a crise por encerrada e viajou para o exterior. Acumulando as funções de presidente e palestrante, fantasiou-se de estadista e ganhou milhares de dólares da Odebrecht no Panamá, nas Bahamas, em Cuba e na Venezuela. De volta ao Brasil, soube que a crise que deu por resolvida ficara muito mais grave. E combinou outra conversa com Dilma para dizer o que deve ser feito com o companheiro Palocci.

“Temos o retorno da metamorfose ambulante operando com o costumeiro desdém aos princípios”, escreveu o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso no Estadão deste domingo. “Em vez de se preocupar com a veracidade do que transpareceu, acusa irresponsavelmente o PSDB pelo vazamento de informações relativas à evolução patrimonial do principal ministro do governo. E passa a operar a disputa por cargos e troca de votos no Congresso (…). É mais um passo atrás no amadurecimento da sociedade e da política, que volta a se apequenar no jogo rasteiro de chantagens e pressões”.

Sempre que Lula pensa alguma coisa, o Brasil fica menos inteligente. Quem ainda duvida disso deve ler a  crônica de João Ubaldo Ribeiro no Globo deste domingo. Sem consultar o país e sem mexer em lei alguma, ironizou o grande escritor, Lula fez a reforma política e instituiu o bipresidencialismo. Em vez de um, a República agora tem dois no comando: “É por isso que ela faz tanta questão de ser chamada de presidenta. (mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Milene disse:

    É um absurdo! Esse país mais parece um circo e todos nós os palhaços ou fantoches desse megalomaníaco.
    Nao suporto esse Lula, acho ele vaidoso, prepotente e desdenha dos brasileiros na nossa cara e nada fazemos, muitos(leia-se a maioria) ainda o apóia, ainda vota na sua candidata. Onde ja se viu um ex presidente continuar mandando, opinando.
    Minha indignação é totalmente minha, pois nao sou filiada nem simpatizante de nenhum partido em especial.

América vira a página

Tribuna do Norte:

O América inicia hoje uma nova etapa na sua administração. Depois da renúncia de Clóvis Emídio, os conselheiros do clube decidiram convidar o deputado estadual Hermano Morais, torcedor e conselheiro rubro, para assumir a presidência. As negociações duraram cerca de 15 dias, até o anúncio oficial da sua candidatura. Uma das exigências do parlamentar foi de que o grupo encabeçado por Eduardo Rocha, Ricardo Bezerra e Paulinho Freire voltasse ao dia a dia do clube para a montagem do elenco visando a série C do Campeonato Brasileiro. A princípio, o deputado fica no cargo apenas até o final de 2011, já que exercerá um mandato “tampão”.

“Meu tempo a frente do América será curto, porém quero que seja bem sucedido. Vamos fazer ações curtas e principalmente sanar essa crise financeira para que o clube possa ser, em um curto período de tempo, auto sustentável. Vamos enfrentar dificuldades, mas só aceitei ser presidente do América se existisse união de todas as correntes do clube e estou vendo isso. Todos empenhados em recolocar o América no seu lugar de destaque, de onde nunca deveria ter saído”, afirmou o deputado estadual Hermano Morais.

(mais…)

Procura-se Edivan Martins

O Advogado Felipe Cortez informou ao Blog, que o oficial de justiça está procurando o Vereador Edivan Martins, para ele assinar a procuração de Fernando Lucena e o mesmo seja empossado Vereador, mas não tem obtido sucesso. Na Câmara Municipal, informaram ao Oficial que Edivan Martins só irá aparecer na mesma apenas na terça-feira.

O curioso disso tudo, é que o mesmo Edivan deu posse à Rejane Ferreira e Dinarte Torres em menos de 24 horas.