Política

VÍDEO: Minuto na Câmara Municipal de Natal – SAMU (02-06-2021)

Minuto da Câmara de Natal no ar trazendo os assuntos mais importantes debatidos na última semana, na Casa, disponibilizado nesta quarta-feira(02).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Devido à instabilidade no serviço de telefonia, SAMU-RN pode ser solicitado por número fixo; confira

Devido à instabilidade no serviço de telefonia, algumas regiões do Estado do RN não conseguem completar o número 192 de chamada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/RN). A Coordenação do SAMU/RN informa que já entrou em contato com a empresa de telefonia responsável para que o problema seja resolvido.

O usuário que precisar de atendimento de urgência e encontrar dificuldade em completar a chamada pelo número 192 pode entrar em contato através do número (84) 3209.5300.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Câmara Municipal de Natal aprova gratificação para médicos do SAMU

Em sessão extraordinária, a Câmara Municipal de Natal se reuniu, nesse sábado (27), para deliberar acerca do Projeto de Lei Complementar N° 07/2020, de autoria do Poder Executivo, que altera dispositivos da Lei Complementar N° 157 de 14 de abril de 2016 e dispõe sobre a estruturação da carreira médica no município de Natal e regulamenta as gratificações específicas da categoria. O objetivo é incorporar aos médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), a gratificação específica de Atenção à Urgência e Emergência (GEAUE). A matéria foi aprovada em primeira discussão pelos parlamentares.

Durante a votação foram apreciadas três emendas. A primeira, que incorporava a mesma gratificação aos diretores e administradores de Unidades Básicas de Saúde, de autoria do vereador Fernando Lucena (PT); a segunda, de autoria da Comissão de Trabalho da Casa, que atribuía a gratificação a todos os servidores da saúde que trabalham no atendimento de urgência; e a terceira, de autoria da vereadora Nina Souza (PDT), que prevê a gratificação temporária durante o período de pandemia e estabelece como fixa a partir de 2022. As duas primeiras foram rejeitadas em votação no plenário.

“A única emenda que tinha legalidade e foi encartada, inclusive dentro da Comissão de Justiça, é uma emenda que transforma a gratificação em caráter transitório, até o término da pandemia e isso porque existe a Lei Complementar 173, expedida pelo governo federal, que dentro das várias medidas de ajuda aos municípios e estados, tenha-se um controle do que está se pedindo. Dentro desse controle, os municípios não devem onerar suas folhas de pagamento até 31 de dezembro de 2021. Por isso, colocamos uma emenda dizendo que é uma gratificação transitória e fixa a partir de janeiro de 2022”, ressaltou Nina Souza.

O líder do Executivo na Casa, vereador Kleber Fernandes (PSDB), explicou os motivos pelos quais a emenda da Comissão de Trabalho não foi aprovada. Segundo ele, a discussão é para a lei da carreira médica, o que impossibilitaria a inclusão de outras categorias. “Nós não podemos incluir gratificações para outros segmentos e categorias na lei específica dos médicos, e sim na lei geral dos servidores da saúde ou específica de cada categoria. Também não é competência dos vereadores apresentar projetos ou propostas de alteração na carreira dos servidores e nem de inclusão de gratificações, ou quem impliquem em aumento de despesa”, explicou Kleber.

Integrante da Comissão de Trabalho, o vereador Maurício Gurgel (PV) lamentou a não aprovação da emenda que incluía a gratificação para demais categorias. “Nosso intuito é estender o benefício às demais categorias de saúde que trabalham na urgência, não só os médicos, temos fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, que inclusive estão passando por um momento delicado nesse período de pandemia. Tentamos através da emenda modificar e aqui ficou o compromisso para que até terça-feira, o Executivo encaminhe essa gratificação para as demais categorias”, disse Maurício.

Os parlamentares também votaram e aprovaram durante a Sessão, o Projeto de Lei Nº 131/2020, de autoria do poder Executivo Municipal, que institui o Conselho Municipal do Trabalho, Emprego e Renda e o Fundo Municipal do Trabalho. Durante a votação foi apresentada uma emenda do vereador Raniere Barbosa (Avante), que cria um conselho deliberativo.

“Esse conselho será deliberativo, porque ele tem força de impor, fiscalizar e buscar parceiras de convênios para trazer recursos públicos e privados. Então espero que pós-pandemia com fundo disponível de recursos, muitos natalenses que ficarão aqui na nossa cidade tenham condições de se capacitar, qualificar e o SINE municipal fazer mediação de parcerias de emprego para inserir os funcionários que tem perfil qualificado”, afirmou Raniere Barbosa.

Opinião dos leitores

  1. Enquanto isso, os técnicos de enfermagem, que estão na linha de frente, tendo maior contato com os pacientes, e os ASG's que fazem a limpeza dos hospitais, tendo um risco biológico muito alto, são invisíveis aos olhos dos políticos.

  2. Parabéns para os médicos. Enquanto os demais profissionais da saúde nada Vereadora Nina esse ano teremos eleições. Seu nome será lembrado na hora que nos profissionais de saúde formos votar

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Caicó sem médicos do SAMU neste momento

Chegam relatos ao Blog que Caicó, nesse momento, não tem médicos na escala do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU).

Blog do BG destacou na noite dessa terça-feira(12) que uma nova empresa começaria nesta quarta-feira(13) e a Coopmed atenderia até 07h, depois não continuaria no contrato. Segundo relatos, essa lacuna deve ser decorrente dessa mudança em meio a situação delicada no sistema de saúde pelo Estado.

Com a palavra, a secretaria de saúde.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Baleado no rosto é deixado na frente da sede do Samu em Natal e morre durante atendimento

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca. Ocupantes de um carro branco abandonaram um homem baleado no rosto em frente à sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Natal no início da tarde desta quinta-feira (7). Ele foi socorrido por uma ambulância que chegava à unidade na hora, mas não resistiu e morreu.

O caso aconteceu na Avenida Nascimento de Castro, no bairro Dix-Sept Rosado, na Zona Oeste da capital. A equipe do Samu informou que o homem tinha marcas de tiros no rosto e não precisou se ele também foi atingido em outras partes do corpo. Matéria com ais detalhes aqui.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

POLÊMICO: Médicos do Samu de SP são avisados que terão que atestar mortes ocorridas fora dos hospitais por Covid-19, e naturais e indefinidas correm risco de supernotificação

Foto: Daniel Castellano / Gazeta do Povo/

Durante a pandemia causada pelo coronavírus, os médicos que atuam nas dez ambulâncias de SAV (Suporte Avançado de Vida) do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e os do Grau (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências) da capital paulista passarão a atestar mortes naturais, indefinidas e causadas pela Covid-19 ocorridas fora dos hospitais.

Os profissionais do Samu foram avisados sobre a nova função em reuniões ocorridas nesta semana com a coordenação do serviço, mas ainda não há uma data para iniciarem o trabalho. A Folha teve acesso ao conteúdo discutido nos encontros.

A nova medida é baseada no decreto 64.880 do governo de São Paulo e em resolução da Secretaria Estadual da Saúde —ambos publicados na sexta-feira (20).

O decreto delega às secretarias de Saúde e de Segurança Pública de São Paulo a adoção de medidas necessárias para que as atividades de manejo de corpos e de necrópsias, no contexto da pandemia do Covid-19, não constituam ameaça às equipes de saúde e à população, além de dar carta branca para a tomada de decisões por parte dos secretários.

A resolução define apenas que os profissionais das unidades de saúde deverão emitir a Declaração de Óbito dos casos relacionados à Covid-19 e o seu procedimento.

Por enquanto, a atuação do Samu para atestar mortes ocorridas fora de ambiente hospitalar está sendo tratada no âmbito da coordenação do serviço com as secretarias municipal e estadual da saúde. A função ainda é de responsabilidade dos médicos do SVO (Serviço de Verificação de Óbitos).

Hoje, em caso de morte sem assistência médica, a família vai à delegacia e faz boletim de ocorrência de morte natural. O delegado manda o serviço funerário retirar o corpo e levá-lo ao SVO para necrópsia. Depois, o mesmo é liberado para velório.

O Samu, assim que iniciar na função, examinará o corpo, fará o teste para Covid-19, se necessário, e preencherá uma autópsia verbal, que ficará no serviço.

Se a morte ocorrer por Covid-19, o atestado será alterado com a confirmação.

A Folha ouviu profissionais do órgão, que estão preocupados. “Uma vez que o médico do Samu não fará uma autópsia completa, se for obrigado a emitir o atestado deverá colocar como causa da morte apenas o provável, o que pode levar tanto a uma supernotificação como a uma subnotificação de mortes pela Covid-19. De qualquer forma, ainda que se faça teste nos casos de morte possivelmente por coronavírus, as demais causas serão subnotificadas”, afirma um médico que preferiu não se identificar.

“Isso destrói as estatísticas usadas para políticas de gestão em saúde. Os falecimentos por infarto, derrame, aneurisma, etc serão classificados como causa indeterminada ou Covid-19.”

O médico Wagmar Barbosa, conselheiro do Conselho Regional de Medicina do estado de São Paulo, acha que é a melhor medida a ser tomada neste momento.

“O conselho foi consultado pelo governo. A decisão é baseada em experiências internacionais. O manuseio dos corpos e o traslado implicam em risco não só às equipes de saúde mas também à população”, diz ele.

“É óbvio que não é o ideal e eu entendo o lado dos médicos do Samu, mas, quando se fala em controle sanitário, a medida é válida. Dada a situação atual, não vejo outro tipo de atitude. A situação é dinâmica. Se houver uma alternativa melhor, não vou me opor”, afirma.

Equipes do Samu realizam atendimento pré-hospitalar de urgências e emergências, de acordo com prioridades.

Casos como infarto ou AVC, por exemplo, em que o paciente corre o risco de morte iminente, devem ser atendidos pelas equipes avançadas (com médico e enfermeiro, além do condutor da ambulância, que também é um socorrista) num tempo que não deve ultrapassar 12 minutos, segundo preconizam organizações médicas internacionais.

Outro ponto negativo, segundo os profissionais do Samu, é a desassistência que a medida pode ocasionar no atendimento de ocorrências graves.

Para o professor da Faculdade de Saúde Pública da USP Gonzalo Vecina Neto, a medida não é inviável, mas também não é adequada.

“Dado o fato de que o Samu não tem tempo de atendimento das emergências adequado, é uma má utilização de recurso sofisticado, de se ter equipes mais completas do Samu para fazer verificação de óbitos.”, diz ele.

“O mais correto seria suprir o SVO de equipes volantes. Um morto não sai do estágio de morto, mas quem está vivo e precisa da ambulância de UTI pode ser sacrificado. O ideal seria os médicos do SVO se deslocarem e fazerem esse serviço.”

Procurada, a Secretaria Estadual da Saúde negou que haja mudança de protocolo em relação ao Grau.

A pasta afirmou também que os funcionários do Serviço de Verificação de Óbito seguem desempenhando normalmente suas funções.

A Secretaria Municipal da Saúde, responsável pelo gerenciamento do Samu na cidade de São Paulo, afirmou desconhecer o assunto. O Ministério da Saúde não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Folha de São Paulo

https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/03/medicos-do-samu-de-sp-sao-avisados-de-que-terao-que-atestar-mortes.shtml

https://tribunaonline.com.br/medicos-do-samu-de-sao-paulo-terao-que-atestar-mortes-por-coronavirus

Opinião dos leitores

  1. As cartas estão na mesa.
    Ou vc acredita no presidente da República, ou estão lascados.
    Esse Doria é um canalha.
    É tudo que o Brasil não precisa.
    Faça as suas escolhas.
    Fátima Lula Bezerra ja fez.

  2. Esse é o Joãozinho.
    Kkkkkkkkkkll
    O RN tá fundido.
    Fora Fátima.
    A Paraíba e bem aí corra!!!!

  3. João Dória é um pilantra fino, um verdadeiro 171! Pisando sobre "mortos" visando ser Presidente da República!
    DÓRIALIXO

  4. O tal decreto não diz que os médicos vão atestar sem fazer exame. Ele deixa explícito que em caso da covid19 , será feito exame e aí sim dirá se morreu por coronavirus ou não .

    1. Você leu toda matéria?
      Isso destrói as estatísticas usadas para políticas de gestão em saúde. Os falecimentos por infarto, derrame, aneurisma, etc serão classificados como causa indeterminada ou Covid-19

  5. Se ele fizer todos os absurdos, piorar a situação em SP, tiver o maior números de mortes, não fizer nada além do isolamento, mas se coloca contra Bolsonaro, a esquerda vai aplaudir, aclamá-lo, fazer passeata em apoio e vão culpar o presidente pelos erros dele. País de corruptos.
    Por sinal ele sabia do coronavírus desde janeiro e não tomou qualquer providência, sequer evitou o carnaval.
    Dória é contra acabar o isolamento, mas não permite as indústrias de SP pararem.
    Quando ele deveria ter agido não fez, agora toca fogo na situação.
    Mas o governo de SP fez um contrato milionário com a globo, então vai ser devidamente protegido pela emissora.

  6. Todo mundo tá errado, só Boisonaro estuda certo. Tá igual ao soldado de Caico, ligou pra mãe , que na parada militar em Natal, tinha 3 mil soldados desfilado errado, só ele estava certo.

  7. O CANALHA do governador Dória quer aumentar os números pra confrontar Bolsonaro e consequentemente aumentar o pânico na população.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Trotes prejudicam atendimentos do SAMU Natal 192

Responsável por prestar o atendimento pré-hospitalar para pessoas em casos considerados graves, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) é mais um serviço público que tem sofrido com um hábito frequente na população: os trotes.

Levando em consideração os sete primeiros meses do ano, os atendentes do SAMU Natal 192 já registraram 1.380 trotes em um universo de 31.429 ligações atendidas. Em todo ano passado, foram 2.956 trotes em um total de 63.093 atendimentos.

Segundo a coordenadora do serviço, Cecília Picinin, as ligações são as mais absurdas possíveis. “São ligações de todos os tipos, desde que vão fazer coisas com os atendentes, até indicação de uma ocorrência que não existe. Infelizmente, algumas vezes acabamos enviando a viatura e chegando lá não existe nenhum problema. Ou seja, uma viatura que poderia prestar socorro para uma vítima real, acaba sendo deslocada para esses casos”.

Para não acabar enviando uma viatura para o local desnecessariamente, os atendentes fazem uma série de questionamentos. “Os atendentes precisam pegar a maior quantidade de informações, no menor tempo possível. Muitas vezes nesse processo, os profissionais acabam percebendo que se trata de um trote”, explicou.

Para contornar essa situação, o SAMU trabalha com dois pontos: o primeiro é a conscientização, principalmente das crianças e adolescentes. “O nosso Núcleo de Educação Permanente (NEC) está sempre recebendo estudantes de escolas públicas e privadas na nossa sede. Em algumas oportunidades, indo até as escolas. Fazemos palestras e demonstrações do funcionamento do serviço, como proceder ao ligar para o SAMU, como agir em determinadas situações. No final, esses estudantes acabam se interessando e se conscientizando”, afirmou Cecília.

Opinião dos leitores

  1. Devemos sim valorizar todos os profisionais. Mas nao devemos exagerar. Eu acredito que a SAMU estar querendo justificar o vassilo que deu duas veses no atendimento a sociedade.BUROCLACIA TAMBEM TIRAR A VIDA DE PESSOAS!

    1. O SEU PORTUGUES ESTA PRECISANDO URGENTEMENTE DO SOCORRO DO SAMU!!!

  2. Faz o seguinte Omar, chama a liga da justiça quando estiver passando mal, esses profissionais trabalham muitas vezes no seu limite e com certeza existe um protocolo a ser seguido ou você acha que é a bangu que uma viatura é enviada?
    sempre vemos questões como viaturas presas em hospitais pelo motivo da maca esta sendo usada com leito! Acho que vc deveria conhecer como funciona o serviço pra depois julgar o fato de não ter sido enviada uma viatura!

  3. Não justifica a desumanidade que fizeram com o Advogado baleado, nem com a Sra. que teve as vísceras expostas na Justiça Federal, e só não foi a óbito porque um médico da própria repartição a socorreu improvisando uma maca e fazendo de um carro spin da GM, um arremedo de ambulância. O SAMU fez perguntas imbecis, criminosas, inadmissíveis, e na prática negou atendimento a estas duas vítimas. Além da queda, o coice.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTO: Pai e filha morrem em capotamento de ambulância do SAMU

Untitled-5Reprodução: CATVE

Pai e filha morreram em um grave acidente no KM 323 da PR-180 em Cascavel na noite dessa terça-feira (21).

Eles eram transportados em uma ambulância da SAMU que vinha de Rio do Salto para Cascavel. O veículo capotou e com o impacto da batida acertou uma árvore, parando às margens da rodovia.

Aparecida Braz Meireles, 55 anos, era acompanhante do pai, José Antônio Braz, 77 anos. O motorista da ambulância, identificado como Carlos Marinho da Silva, ficou preso às ferragens. Nelson Diego, o auxiliar de enfermagem, foi o primeiro a ser socorrido. Os dois foram levados em estado grave ao Hospital São Lucas.

Socorristas do SAMU, Siate e da concessionária que administra a rodovia prestaram atendimento às vítimas.

A causa do acidente está sendo investigada. Acredita-se que Aparecida não estava com cinto de segurança.

Até mesmo as equipes de socorro ficaram perplexas com o que aconteceu.

Terra

Opinião dos leitores

  1. Nobre, obrigado por publicar a matéria que te enviei, gostaria de fazer uma sugestão, por que o amigo não usa uma lista de blogs? Gosto de estar por aqui, também sou blogueiro da Voz do povo, vou adicionar seu portal a minha lista. Carlos do blog Voz do povo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

SAMU e tripulação do Potiguar 01 se únem para transporte de jovem vítima de acidente grave de Caicó para Natal

Um adolescente de 15 anos vítima de acidente de motocicleta, com trauma crânio encefálico (TCE), está com quadro grave no Hospital Regional de Caicó. Para garantir um melhor atendimento em um menor tempo resposta possível, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) RN, em parceria com a tripulação do Potiguar 01, estão empenhadas em salvar a vida do jovem, que será transportado no helicóptero da cidade do Seridó para o Hospital Walfredo Gurgel.  A previsão de chegada em Natal é por volta de 15h.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde lança aplicativo que integra Samu 192 ao Facebook

O Ministério da Saúde apresentou nessa quinta-feira (30), na Campus Party, em São Paulo – maior evento de tecnologia e cultura digital do mundo – duas ferramentas que vão qualificar a assistência prestada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e diminuir o tempo de espera para cada atendimento realizado, com mais transparência. O aplicativo, lançado pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, permite ao cidadão acionar o Samu com apenas um toque e acompanhar pelo smartphone ou tablet a sua solicitação ao serviço que inclui, a visualização com auxílio de mapa do trajeto percorrido pela ambulância até chegar ao local do atendimento. O aplicativo integra as redes sociais gratuitas Facebook e Waze e será usado, em fase de testes, no Carnaval de Salvador (BA) e durante a Copa do Mund o da Fifa Brasil 2014.

“Eu tenho uma preocupação muito grande que a gente possa ter soluções de TI para melhorar a transparência, para que o cidadão possa acompanhar melhor os recursos, o atendimento, como é que é feita a cobrança. Então, estamos lançando esse aplicativo e esperando que vocês (participantes da Campus Party) possam dar sugestões, aperfeiçoar ou criar outras soluções”, disse o ministro.

Ao acessar o aplicativo, o cidadão deverá preencher algumas informações de saúde, por exemplo, se possui plano de saúde, se é hipertenso, diabético ou tem alguma alergia. Os dados ficarão disponíveis para a equipe que prestará o socorro. Como o aplicativo é sincronizado ao perfil no Facebook, o usuário pode escolher familiares ou amigos para serem acionados, automaticamente, em caso de emergência – quando o cidadão solicitar o serviço do SAMU pelo aplicativo. O chamado também será registrado na página do usuário.

A medida deve diminuir o tempo de resposta para cada atendimento, uma vez que o aplicativo fornece de forma automatizada e instantânea para o sistema todas as informações básicas que são solicitadas pelo técnico que atende ao chamado – os dados de identificação e localização precisos são enviados pela Internet.

E-SUS

A iniciativa é possível por meio da integração do sistema E-SUS Samu, disponibilizado gratuitamente aos gestores estaduais e municipais que está em funcionamento nas cidades de Salvador (BA), Curitiba (PR) e Londrina (PR).

O software proporciona mais controle para os gestores municipais, estaduais e federal, na medida em que os profissionais envolvidos poderão acompanhar cada passo do atendimento ofertado ao cidadão, desde a identificação da unidade que será deslocada, o percurso feito pela ambulância, o acolhimento e até a transferência para uma unidade de pronto-socorro. O sistema substitui o uso de formulários e papel pelo computador, organizando o recebimento das chamadas telefônicas do 192.

Os gestores, em qualquer lugar com acesso à Internet, conseguirão verificar o que está acontecendo em uma determinada central em tempo real e checar, com o auxílio de mapas, quais ambulâncias estão em atendimento, quais estão paradas e o motivo. Os mapas da rede Waze na versão 2.0 são atualizados por GPS, aperfeiçoando a gestão e aumentando a velocidade de resposta do serviço.

As Centrais de Regulação do Samu que ainda não usam nenhum sistema informatizado serão convidadas a conhecer a ferramenta e implantar o sistema até dezembro de 2014. As centrais que já utilizam outros sistemas de gestão informatizados poderão mantê-los ou solicitar a adequação ao E-SUS Samu. A partir de março o sistema começa a ser implementado em 76 centrais de regulação de todo o país que utilizam o antigo sistema do Ministério da Saúde e devem migrar para o E-SUS Samu, como Manaus (AM), Cuiabá (MT), Natal (RN), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Santo André (SP) e Euzébio (CE).

O Samu 192 conta 3.092 unidades móveis em 182 Centrais de Regulação. As unidades atendem 140,4 milhões de habitantes (72,3%) em 2.671 municípios brasileiros.
 
Premiação

O ministro também irá propor aos participantes da Campus Party que criem soluções em tecnologia para a melhoria da saúde pública. As iniciativas devem ser inscritas na 2ª Edição do prêmio Cecília Donanngelo de Ouvidoria SUS, que será lançado no segundo semestre deste ano.

A ideia é, principalmente, identificar experiências exitosas para escuta do cidadão (com deficiência auditiva ou visual, por exemplo) e inovações tecnológicas nessa área.

Medicamentos

Durante o evento, o ministro também fez o lançamento do aplicativo MedSUS que facilitará a prescrição e a dispensação dos medicamentos disponíveis na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename). Com ele, o profissional de saúde terá acesso a informações gerais dos medicamentos como o princípio ativo, nome comercial, apresentação e indicação, além de aspectos farmacocinéticos, precauções e contraindicações.

O MedSUS disponibilizará 777 apresentações, entre 427 medicamentos e 19 insumos dos três componentes da Assistência Farmacêutica (Básica, Estratégica e Especializado). O aplicativo poderá ser utilizado em tablets e smartphones.

UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Samu 192 RN amplia serviços nas rotas do litoral durante o Verão

_Foto_DemisDurante o verão e o carnaval os freqüentadores das praias do litoral norte e sul do Estado contarão com uma proteção extra do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 RN). A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) iniciou, no último sábado (21), a Operação de Verão 2013/2014 que se estenderá até o dia 06 de março, quinta-feira após o carnaval.

Segundo a coordenadora do Samu 192 RN, Cecília Picinin, o atendimento intensificado na rota do litoral está relacionado ao número de acidentes nesse período do ano. ‘‘Durante o verão aumenta a população flutuante e há uma elevação nos casos de emergência. Em virtude dessa demanda, o Samu 192/RN dará essa assistência diferenciada à Região Metropolitana’’, declarou.

Para diminuir o tempo resposta e atender melhor a população neste período, o Samu 192/RN acrescentou mais duas viaturas de suporte básico à sua frota, sendo uma para atuar na Praia de Búzios, litoral sul, e outra para a Praia de São Miguel do Gostoso, no litoral norte. “Os veículos extras possuem tração 4×4 e podem atender a ocorrências em dunas, beira mar e em outros lugares de difícil acesso. Somente para a operação verão estaremos reforçando o nosso efetivo com mais 15 condutores de veículos de urgência e 15 técnicos de enfermagem”, disse Cecília Picinin.

Cecília Picinin destaca ainda que além deste reforço de veículos e efetivo, toda a frota que habitualmente presta assistência a população para os atendimentos de urgência e emergência será mantida, com exceção da Unidade de Suporte Básico (USB), que normalmente fica no Posto de Atendimento da Avenida Maria Lacerda, será remanejada para a Praia de Pium, onde o fluxo de veículos aumenta.

Ao todo, a Região Metropolitana contará com 19 ambulâncias (sendo 15 de suporte básico e 04 de suporte avançando, incluíndo uma para atendimento neonatal e pediátrico) e 02 motolâncias.

As ambulâncias de suporte básico contam com um condutor e um técnico de enfermagem, para atender casos clínicos e de trauma de menor complexidade. As ambulâncias de suporte avançado possuem médico, enfermeiro e contam com equipamentos como um cardioversor, bomba de infusão, respirador mecânico, e outros aparelhos de reanimação e trauma.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FOTO: Samu recebe nesta quarta 10 ambulâncias e novos veículos

unnamedNesta quarta-feira (11), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192/RN) receberá 10 novas ambulâncias para o projeto de regionalização do órgão, além de 5 segways para ações de socorro em grandes eventos, 2 caminhões baús para transporte de equipamentos e 1 pickup L200 Triton, destinada a salvamento nas dunas, em reforço à operação verão que se aproxima.  A entrega será feita pela Governadora Rosalba Ciarlini, durante a solenidade alusiva aos 96 anos de criação do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN). O evento ocorrerá a partir das 16h30, no Corpo de Bombeiros e contará com a presença de dezenas de autoridades civis e militares.

Essa aquisição, realizada com recursos do Ministério da Saúde, possibilitará ao SAMU 192/RN ampliar seu atendimento, garantindo à população um serviço de qualidade e resolutividade.

O SAMU 192/RN conta com 24 bases descentralizadas, atendendo 52 cidades e aproximadamente dois milhões de habitantes, o que representa cerca de 75% da população potiguar. Na próxima segunda-feira (16), mais uma base será inaugurada em Caicó, beneficiando 76.246 habitantes. A meta do Governo do Estado é que em 2014 a cobertura alcance a marca dos 85%, porcentagem que tornará o SAMU potiguar superior ao que é atualmente realizado em estados do Centro-Sul do Brasil.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

SAMU 192/RN reforça atendimento na região de Parnamirim durante Carnatal

Por interino

_Foto_DemisDurante a realização do Carnatal 2013, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Estadual (Samu192/RN) reforçará o atendimento em toda a região de Parnamirim, onde o evento ocorrerá. Duas Unidades Básicas de Atendimento (USBs) serão disponibilizadas pelo Samu 192/RN, com pontos base na entrada do Aeroporto Internacional Augusto Severo e na Igreja Católica de Parnamirim, ambos a margem da BR 101 e a poucos quilômetros do Parque Aristófanes Fernandes, sede do evento.

Além disso, o município contará com 4 USBs e 02 Motolâncias do Samu 192/RN e a Destaque, empresa organizadora do Carnatal, providenciará ainda três unidades de suporte básico, um posto de atendimento e uma UTI Móvel dentro do evento.

A Central de Regulação do Estado também irá trabalhar com canal prioritário para essa região, considerando o grande número de foliões nas ruas, BRs e RNs.

De acordo com a Coordenadora Geral do Samu 192/RN, Cecilia Picinin, é fundamental que a população não cometa excessos para evitar acidentes e aproveitar melhor as festividades. “Estaremos prontos para atuar, porém o cidadão também deve ter consciência de que deve redobrar a atenção! Orientamos os foliões que evitem o excesso de bebida alcoólica, que dirija após ingerir bebidas, evite brigas e confusões e no trânsito mantenha a calma”, orientou.

Opinião dos leitores

  1. Diz o ditado popular; Eh melhor prevenir do que remediar, e assim sendo deveriam colocar a PRF com bafometros nas proximidades, e com isso a SAMU teria pouca utilidade, ja que a fiscalizaçao da PRF iria evitar acidentes.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sesap articula processo de integração dos Samus Metropolitano e Natal

_IntegraçãoUnir recursos com o objetivo de prestar, de forma otimizada, uma melhor socorro às vítimas de urgência e emergência na capital e região metropolitana. Esse foi o tema principal de uma reunião realizada, na manhã de hoje (13), na Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) entre gestores de saúde do estado e município de Natal.

De acordo com o Secretário Luiz Roberto Fonseca da Sesap, desde quando foram criados, os Serviços Móveis de Urgência e Emergência em Natal e na Região Metropolitana, eles possuem gestões diferentes e, por este motivo, nunca houve, efetivamente, um acordo de cooperação mútuo visando garantir ações que integrassem ambos serviços. Segundo ele, com a operacionalização integrada destes órgãos quem passa a ganhar com isso é a sociedade.

“A integração operacional dos Samus vai permitir que as centrais médicas de regulação de ambos os serviços, ao receberem o chamado, se comuniquem facilmente para evitar duplas saídas e intervenções no mesmo atendimento. Esta junção permitirá que os dois Samus atendam as ocorrências de maneira direcionadas principalmente nas áreas de fronteiras territoriais. O resultado será a redução do tempo de resposta nas ocorrências, o que promoverá melhor atendimento e mais vidas salvas”, afirma o Luiz Roberto.

Para garantir sucesso neste processo de junção operacional, a Coordenadora Geral do Samu 192/RN, Cecilia Picini, sugeriu a realização de “atividades laboratórios” visando preparar os profissionais das centrais de regulação para as mudanças. “A ideia é que até a Copa do Mundo o Samu Natal e Metropolitano estejam operacionalmente integrados, atuando em uma mesma Central de Regulação. Precisamos definir algumas estratégias de ação, corrigir distorções passadas e realizar simulados testes para avaliação dos resultados antes do torneio”, disse.

Uma nova reunião entre os coordenadores do Samu Metropolitano e Natal ficou agendada para acontecer na segunda feira (18), na sede do Samu Natal, na Rua dos Potiguares, 300, em Dix Sept Rosado, afim de iniciar o planejamento e, consequentemente, definir o cronograma desta integração.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Sesap implanta Base Descentralizada do SAMU 192/RN em Santa Cruz

Entrega de Ambulancias Demis roussos (3)Nesta sexta-feira (1º) a cidade de Santa Cruz recebe uma Base Descentralizada do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU 192/RN). A solenidade de entrega acontece a partir das 9h e contará com a presença da Governadora do Estado Rosalba Ciarlini, do Secretário Adjunto de Estado da Saúde Pública, Marcelo Bessa, da coordenadora geral do SAMU 192/RN, Cecília Picinin, da prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa Bezerra, além de prefeitos de municípios vizinhos.

Com a inauguração, o município de Santa Cruz passa a contar com uma ambulância de Suporte Básico, onde atuarão, em regime de plantão, 6 técnicos de enfermagem, 6 condutores e 1 enfermeiro.

Segundo a coordenadora geral do SAMU 192/RN, Cecília Picinin, a implantação da nova base representa um avanço no processo de regionalização do Serviço que conta com a parceria dos municípios, estado e união. “Toda a parte de aquisição e manutenção de ambulância, fardamento, medicamentos e capacitação dos profissionais, fica sob a responsabilidade dos governos Federal e Estadual. A prefeitura entra com a contratação dos profissionais que vão atender na unidade”, explicou.

Para a prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa Bezerra, a implantação do SAMU 192/RN representa um ganho importante para o município que conta hoje com 38 mil habitantes. “Estamos recebendo o Serviço Móvel de Urgência/192 com muita alegria. A qualidade dos atendimentos prestados pelos profissionais do Samu RN salvam vidas e são dignos de elogios. Nossa cidade passará a contar com especialistas no atendimento de urgência o que garantirá a sobrevida da nossa população que necessitar destes serviços”, enfatizou.

Com a implantação do SAMU/192 RN, no município de Santa Cruz, o projeto de regionalização dos Serviços Móveis de Urgência, realizado pelo Governo do Estado, passam a contar com 24 Bases Descentralizadas, com alcance direto a 52 cidades. Atualmente os serviços do SAMU 192/RN chegam à cobertura de mais de dois milhões de cidadãos potiguares, atingindo 73% da população. A meta da Sesap é de que, em 2014, essa cobertura alcance 85% da população, o que tornará este serviço superior a estados do Centro Sul do País.

A Base Descentralizada do SAMU 192/RN Santa Cruz ficará localizada na Avenida Trairí, nº 2, nas margens da Br 226, no Bairro Três a Um, no município de Santa Cruz/RN. Sua abrangência atingirá todo o município de Santa Cruz, cobrindo ainda ocorrências na Br 226 e RNs que interligam os municípios vizinhos.

HISTÓRICO – Desde o início da gestão da governadora Rosalba Ciarlini, o número de cidades atendidas pelo Serviço Estadual saltou de apenas oito, restritos à região metropolitana (Parnamirim, Monte Alegre, São José de Mipibú, Extremoz, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Nísia Floresta), para 24 municípios em todo o estado (Parelhas, Apodi, Areia Branca, Baraúna, Canguaretama, Goianinha, João Câmara, Lajes, Nova Cruz, Pau dos Ferros, Santo Antônio, Touros, Assu, Macau, Currais Novos e Santa Cruz). Ainda em 2013, a cidade de Caicó deverá receber sua Base Descentralizada.

Com mais de 400 profissionais, entre médicos, condutores, enfermeiros, técnicos de enfermagem e pessoal de apoio, o SAMU 192/RN conta com 45 viaturas de suporte básico, 08 de suporte avançado, 04 veículos de intervenção rápida e 01 helicóptero para atender aos chamados da população em qualquer local e no menor tempo possível.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

SAMU realiza curso de primeiros socorros para professores da rede pública

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192/RN), por meio do Núcleo de Educação Permanente (NEP), vai ministrar, no período de 21 a 24 de outubro, um curso de primeiros socorros, destinado a 300 professores de ensino básico da rede estadual. Serão seis turmas de 50 professores participantes selecionados pela Secretaria de Estado da Educação (SEEC). O curso ocorrerá no auditório do NEP, para duas turmas, sendo uma no turno da manhã e outra à tarde.

Segundo o coordenador do NEP, Rodrigo Assis Neves Dantas, o curso é uma capacitação básica para o professor saber o que fazer diante de uma situação emergencial, enquanto aguarda a chegada do socorro do SAMU. “Através do treinamento, o professor vai aprender a intervir nas mais diversas situações relacionadas à saúde do aluno na escola, como traumas, convulsões, quedas, paradas respiratórias, queimaduras, desmaios, vertigens, choques elétricos, etc”, disse Rodrigo. Para mais informações sobre como participar do curso, o professor pode procurar o setor de Recursos Humanos da SEEC.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *