MP vai investigar as contas da Gestão Iberê

Tribuna do Norte:

O procurador do Ministério Público Junto ao Tribunal de Contas (MPJTCE), Luciano Silva Costa Ramos, informou na sessão plenária de ontem que o MPJTCE já iniciou as investigações em torno dos pontos, objetos de impugnação no relatório que analisou as contas do governo Iberê Ferreira de Souza (PSB), referentes a 2010.  A análise das contas do governo foi relatada pelo conselheiro Tarcísio Costa, em sessão especial, na manhã de quarta-feira, sendo aprovadas as contas da governadora Wilma de Faria e as contas referentes à gestão de Iberê Ferreira de Sousa, aprovadas de forma “parcial”.

(mais…)

Decisões do Tribunal de Contas do Estado podem ser políticas? Iberê insinua que Sim

Pois foi só isto que o ex-governador Iberê Ferreira de Sousa faltou dizer ao ser entrevistado pelo jornalista Gerson de Castro, no Jornal da Manhã, da 95FM.

Iberê disse que o TCE julgou as contas referentes ao seu período de governo – abril a dezembro de 2010 – antes de 16 de agosto, prazo final para que ele, Iberê, responda aos questionamentos feitos pela Inspeção Extraordinária determinada pelo próprio tribunal.

(mais…)

Ex-governador Iberê tem parte das contas impugnadas pelo TSE

Por unanimidade, os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado votaram pela aprovação apenas parcial das contas prestadas pelo ex-governador Iberê Ferreira de Souza, referentes ao ano de 2010. O parecer analisado em uma sessão na manhã desta quarta-feira (3) agora será encaminhado para a apreciação da Assembleia Legislativa.

Em seu relatório, o conselheiro Tarcísio Costa defendeu a impugnação dos gastos com despesas autorizadas mesmo sem empenho ou identificação das fontes, totalizando R$ 207 milhões; a abertura de créditos suplementares no montante de R$ 347 milhões, sem a autorização legislativa; e ainda pontos como o não repasse de aproximadamente R$ 5 milhões a entidades participantes do programa Cidadão Nota 10, como o Hospital Varela Santiago, o Gacc e o CACC.

(mais…)

Contas do Governo Wilma aprovadas por unanimidade no TCE

As contas do Governo Wilma de Faria, referentes ao ano de 2010, foram aprovadas sem ressalvas, agora há pouco, pelo Tribunal de Contas do Estado.

Os seis conselheiros aprovaram as contas da ex-governadora.

O relator foi o conselheiro Tarcísio Costa.

*Informações do Heitor Gregorio

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Romeiro disse:

    Se "eles" tivessem me colocado lá, eu acho que aprovaria as contas também.

Natal, 08 de julho de 2011. Carlos Thompson toma posse como conselheiro do TCE/RN

O novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Carlos Thompson da Costa Fernandes, toma posse hoje, às 10h00, no plenário do Tribunal de Contas.

Foi o escolhido pela governadora Rosalba Ciarlini numa lista tríplice formalizada pelo Ministério Público Especial junto ao TCE. Thompson substituirá Getúlio Nóbrega que se aposentou recentemente.

Thompson que começou como estagiário no Tribunal de Contas hoje chega ao seu cargo máximo, vale lembrar que ele fazia parte ultimamente do Ministério Público naquela corte.

Thompson com certeza será um grande conselheiro, desejo ao amigo querido e de longas datas sucesso nessa mais nova missão.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro Henrique disse:

    Repito um pouco as palavras de @borgesneto12… Exatamente isso:
    estudioso, inteligente… o TCE e o RN ganhando um homem de bem para exercer responsável função.

  2. @borgesneto12 disse:

    Estudioso, inteligente e sério. Não ganha só o TCE. Ganha o RN e o povo potiguar. Parabéns amigo!

Carlos Thompson será o novo Conselherio do Tribunal de Contas

O Blog apurou que a governadora Rosalba Ciarlini já decidiu. Encaminha hoje a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa a indicação do procurador Carlos Thompson Costa Fernandes para integrar o Pleno do Tribunal de Contas do Estado como conselheiro, será o primeiro representante do Ministério Público Especial na corte.
Mais antigo de uma lista tríplice enviada pelo Tribunal para escolha final pela governadora, Thompson é filho de Francisco de Assis Fernandes, já falecido, que foi procurador e secretário de administração de José Agripino.

O que o Blog havia antecipado pela manhã foi confirmado pelo Vice-Governador Robinson Faria. Carlos Thompson é o novo Conselheiro de Tribunal de Contas do Rio Grande do norte.

Emergência administrativa na PMN

A declaração da Prefeita Micarla de Souza dada a Promotoria de Justiça do Patrimônio Publico no Ministério Publico Estadual afirmando que não tem responsabilidade sobre o contrato com a ITCI, no valor de R$ 8 Milhões, para combater a Dengue é muito grave. Gravíssima.

A Prefeita afirmou que todo o contrato foi feito no âmbito da Secretaria Municipal e, que a responsabilidade é do Secretário de Saúde do Município, Thiago Trindade. A prefeita ainda disse que quem apresentou a ITCI a ela foi o secretário.

Como a Prefeita autoriza um contrato desse porte sem saber do que se trata? Como ela não tem responsabilidade se ela governa a cidade? A declaração da Prefeita com certeza terá desdobramentos administrativos e políticos. Em que situação chegamos em Natal, quando a Prefeita declara que não tem conhecimento do que está acontecendo? Secretário fazer um contrato que segundo o procurador do Ministério Público junto ao TCE, Luciano Ramos, está comprovado que as negociações entre a Prefeitura de Natal e o Instituto de Tecnologia, Capacitação e Integração Social (ITCI) para o contrato de gestão no combate à dengue, se deram cerca de dois meses antes da decretação do estado de emergência. Olhem só, dois meses antes da emergência o contrato já estava sendo negociado. Quer dizer, deixaram ter a emergência propositalmente para “fabricarem” o contrato como o procurador afirmou? Onde estava a assessoria jurídica da saúde? A Procuradoria que não viu nada disso e ainda defende o contrato junto ao TCE? O Procurador Luciano Ramos chega a afirmar que “Este Contrato é uma afronta ao ordenamento Jurídico”.

Onde estamos? Que situação é essa em Natal? Explicações precisam ser dadas urgentes sobre essa situação. Quem está no comando? Essa pergunta à cidade toda está fazendo nesse momento.

Micarla, como profissional do Jornalismo, qual seria o papel que ela estaria desempenhando agora vendo essa desarrumação na PMN?

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano disse:

    Como diz o senhor aí de cima: Abrigado Zezinho, robsozinho, Rosinha, Felipinho, Fabinho, rogerinho e mais uns "inhos"…cada dia fico mais feliz em nunca ter votado em nenhum nesse grupo! A população tb tem sua culpta pois confundiu mais uma vez urna eleitoral com vazo sanitário!

  2. Mario Azevedo disse:

    Nada, nada me estranha nessa cidade. Meu Deus, por que não varres com suas ondas esse calendário, e não passas com tanta rapidez esse governo? Ninguém merece tanto castigo.Obrigado Zé,Rosa,Rogério,Davin, e outras almas que vão queimar nas labaredas…