"Luciano" Di Camargo passa por cirurgia em SP

ÍndiceLuciano Di Camargo está internado no hospital Albert Einstein, em SP. Ele foi operado na última quarta-feira (21), de manhã.

Luciano fez uma cirurgia no intestino e está bem. Não é a primeira vez que ele passa por isso. Em razão disso, a dupla Zezé e Luciano deu uma pausa nos shows. O sertanejo só poderá voltar ao trabalho com o irmão no dia 31, no Criança Esperança, da Globo.

Procurada, a assessoria do cantor não quis comentar o assunto.

R7

FOTO: Homem que nasceu com coração no abdômen passa por cirurgia

 

homem-que-nasceu-com-coracao-no-abdomen-passa-por-cirurgiaUm homem nasceu com o coração posicionado no abdômen vai finalmente poder levar uma vida normal. Huang Rongming, da província de Henan, na China, passou por uma cirurgia para corrigir um defeito cardíaco e mover seu coração para a posição correta.

O jovem de 24 anos vivia desta maneira e teve que corrigir o problema depois que um médico lhe disse que sua condição estava se deteriorando rapidamente. Essa condição é tão rara que acontece apenas em cinco a cada um milhão de bebês.

“É um sonho tornado realidade. Vou levar uma vida normal como todos os outros “, disse o jovem ao ChinaDaily. A condição faz com que o rapaz sinta falta de ar, e pode até mesmo levar a uma morte súbita caso sofra uma pancada.

Para pagar a cirurgia, uma cobertura da mídia local ajudou a angariar fundos. A operação durou mais de 10 horas, mas foi bem sucedida.

R7

Oscar Schmidt passa por cirurgia para correção de lesão cerebral

172377_36Matérias publicadas nesta terça-feira (28), no jornal O Dia e em outras publicações dão conta de que o ex-jogador de basquete, Oscar Schmidt, luta contra um câncer no cérebro. Ainda segundo as informações, ele teria sido submetido a uma cirurgia para a retirada do tumor, diagnosticado como maligno, no fim do último mês de abril, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Oscar estaria se recuperando em casa e seguindo o tratamento de quimioterapia diariamente.

A notícia foi divulgada em primeira mão pelo jornalista Fernando Vannucci, em sua página no Facebook, no início desta semana, e reproduzida na imprensa. Segundo o apresentador esportivo, o nódulo de Oscar é considerado grande e a doença preocupa a família do ex-atleta.

Procurada pela reportagem de O Fuxico, a assessoria de Oscar nega a gravidade do problema. Segundo afirma, o ex-jogador de baquete passou por um procedimento no cérebro, sim, mas que a informação sobre câncer maligno é incorreta:

“Essa informação não procede. O que ocorreu foi que ele fez uma ressonância de controle, pois depois da cirurgia que ele fez (2011) para a retirada de um tumor benigno, ele sempre faz controle e acompanhamento. Apareceu uma lesão e, no final do mês de abril ele fez uma cirurgia para corrigir isso. Está super bem, em casa e já retomou sua agenda de palestras normalmente”, afirmou a assessoria de Oscar Schmidt a O Fuxico.

Oscar ministra palestras em todo país, contando um pouco de sua experiência como jogador e seu trabalho em grupo.

Aos 55 anos, 32 deles dedicados ao basquete, o Mão Santa, como é conhecido, já travou uma batalha contra o câncer em 2011, quando também foi submetido a uma cirurgia para retirada de um tumor, mas benigno na ocasião.

De O Fuxico

Ex governador Iberê Ferreira passa por cirurgia em São Paulo para retirada de tecido morto no cérebro

O ex-governador do RN Iberê Ferreira de Souza será operado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A cirurgia para a retirada de uma radionecrose na cabeça está marcada para hoje, ainda pela manhã.

O procedimento será realizado pelo médico neurocirurgião Marcos Stávale.

Segundo ele, a radionecrose foi provocada por uma radiocirurgia, realizada em maio de 2012 para a retirada de um tumor no cérebro.

O ex-governador está internado para os exames pré-operatórios e passa bem.

Fonte: TN

Gay conta ter gasto mais de R$ 60 mil para tentar 'conversão' à heterossexualidade

O americano Peteson Toscano conta ter gasto USS$ 30 mil (cerca de R$ 60.500), recorrido a três tentativas de exorcismo e passado por um casamento fracassado até conseguir superar seus dilemas pessoais e aceitar que era gay.

O processo durou 17 anos e Toscano hoje milita contra tratamentos que atendem por com nomes como ”conversão” ou ”terapia reparadora”, voltados para gays que querem mudar sua orientação sexual.

Tais práticas contam com o apoio de Igrejas fundamentalistas cristãs. E alguns dos que se submeteram a elas asseguram sua eficácia e se definem como ex-gays.

Mas Toscano, de 47 anos, afirma que não só estes processos não funcionam como também causam danos psicológicos.

Ele é de uma tradicional família ítalo-americanda do Estado de Nova York. Cristão devoto e evangélico, Toscano teve dificuldades em aceitar o que via como um conflito entre sua orientação sexual e sua fé.

‘Desespero terrível’

”Eu estava fazendo algo errado pelo qual eu seria punido na outra vida. E por isso sentia muito medo e um desespero terrível”, afirma, em entrevista à BBC.

Como um adolescente que cresceu nos Estados Unidos da década de 80, Toscano viveu em uma época em que o termo ”gay” era um sinônimo de Aids. Até 1973, psiquiatras americanos classificavam homossexuais como sendo insanos.

”Eu somei dois mais dois e cheguei ao que me parecia ser uma equação lógica, a de dizer ‘isto é errado, é ruim, eu preciso consertar isso’. E 17 anos depois eu finalmente acordei e retomei a razão”, afirma.

Os anos de tratamento são uma lembrança dolorosa. Após ter entrado em depressão depois de uma entrevista à rádio pública dos Estados Unidos na qual relatou os processos a que se submeteu, ele agora evita entrar em pormenores.

Experiência traumática

Mas ele relata que um dos incidentes mais sombrios ocorreu durante seu internamento por dois anos no centro Love in Action (Amor em Ação), hoje rebatizado como Restoration Path (Caminho da Restauração), na cidade de Memphis, no Estado americano do Tennessee.

Lá, ele foi instruído a registrar todos os encontros homossexuais que já havia tido. Em seguida, pediram que ele relatasse o mais constrangedor destes encontros para sua família.

Tais terapias não se limitam, no entanto, aos Estados Unidos. Toscano visitou a Inglaterra na década de 90 a fim de se submeter a um exorcismo. Ele já tinha se submetido a dois exorcismos fracassados nos Estados Unidos.

De acordo com Peterson, esse tipo de prática ”é danosa psicologicamente especialmente para os jovens. Se você acredita nisso, você fará qualquer coisa para rasgar a sua alma”.

Nos Estados Unidos, já estão sendo tomadas medidas para proibir parcialmente as terapias de conversões para gays no Estado da Califórnia. E o governador Jerry Brown está avaliando um projeto de lei que torna ilegal a terapia reparadora para crianças. Se aprovada, será a primeira medida nesse sentido tomada no país.

Toscano tem um blog e um canal de YouTube e usa sua experiência como ator de teatro realizando apresentações nas quais procura conscientizar pessoas sobre os danos causados aos que se submetem a tratamentos para suprimir ou mudar suas orientações sexuais.

Fonte: BBC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Daniel Judson disse:

    Caro Bruno,o que vç quis dizer usando o termo " Igrejas Fundamentalistas Cristãs?" não esqueça que a doutrina cristã em relação ao homosexualismo é igual perante a Bíblia independente de Igrejas… 

Hermano passa por cirurgia e fica alguns dias de repouso

O deputado estadual Hermano Morais suspendeu ontem a sua agenda de campanha para prefeito de Natal por conta de uma crise de apendicite. O candidato amanheceu ontem sentindo dores e mandou cancelar todos os compromissos de campanha.

À tarde, por recomendação médica, internou-se na Casa de Saúde São Lucas para uma melhor avaliação do seu quadro.

No início da noite o candidato foi submetido a uma cirurgia de apendicite. O candidato já se encontra em repouso e ficara de molho alguns dias.

Secretário pode ser preso por Estado deixar cadeirante aguardando cirurgia há seis anos

O médico Esaú Gerino, assumiu a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), no dia 6 de junho. Nem se passaram 60 dias e ele já está correndo risco de ser preso pela falta de ação do Estado e de secretários passados, que estão deixando a cadeirante Cleide Alves de Lima aguardando uma cirurgia há quase seis anos. Por causa disso, ele corre o risco de ser preso.

A história de Cleide Alves de Lima começou a se transformar num pesadelo no dia 16 de outubro de 2006.  Nessa data, ao transitar pela Rua Elói de Souza, em Macaíba, ela foi vítima de um acidente de trânsito, sendo socorrida e conduzida para o hospital Alfredo Mesquita. Devido a vários problemas clínicos, ela terminou parando numa cadeira de rodas.

O procedimento denominado “Artrodese de tornozelo direito par a colocação de haste intramedular retrógrada de tornozelo”  bastaria para aumentar as chances dela voltar a andar. Como se tratava de um procedimento caro, ela terminou acionando a Justiça para que o Estado custeasse a cirurgia. A juíza Érika de Paiva Duarte Tinôco terminou julgando procedente e com urgência o pedido de Cleide no dia 3 de maio de 2011, com uma multa diária de R$ 500 por cada dia de não cumprimento da decisão e sob pena de configuração de crime.

Nesse mesmo mês, Cleide se destinou ao médico do Estado JeanVálber para uma avaliação. Ela acreditava que já teria a cirurgia marcada nesse dia, mas o médico terminou aconselhando apenas o uso de botas com ates para aliviar a dor. Querendo o cumprimento da decisão que antecipou os efeitos da tutela para poder fazer a sua cirurgia, ela retornou a procurar o Judiciário, que mais uma vez julgou procedente seu pedido. O Estado terminou não recorrendo da sentença e, em outubro, a decisão transitou em julgado porque o Estado nem se manifestou sobre o caso, ou seja, a partir daí nada mais poderia ser feito para que o Estado revertesse a situação.

Desde outubro, várias foram as notificações para realização do procedimento cirúrgico. A multa diária já foi ampliada para R$ 1.500,000 e nada foi feito. Na última decisão judicial, da juíza Valéria Maria Lacerda Rocha, em março desse ano, o Ministério Público foi acionado para que desse o devido andamento criminal ao processo “diante do reiterado descumprimento de decisão judicial nos presentes autos”.

“A ausência de cumprimento da decisão interlocutória não encontra justificativa, pois não existiu a interposição, por parte do impetrado, de nenhum recurso contra a decisão em comento, ou se existe, não foi noticiado nos autos qualquer medida que a suspenda. Constata-se também que o mandado de Notificação para responder à presente ação e dar imediato cumprimento à decisão foi expedido em nome do Secretário de Saúde. Portanto, não há como o demandado alegar ausência de conhecimento sobre a mencionada decisão. Desse modo, determino seja novamente intimado o demandado, através da Procuradoria Geral do Estado, bem como o Secretário de Saúde para que comprovem nos autos, no prazo de 5 dias, o cumprimento da medida, sob pena de configuração de crime. Paralelo, elevo a multa anteriormente cominada para R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) diários, em caso de descumprimento desta decisão”, escreveu a magistrada.

Na época o secretário era o médico Domício Arruda e ele corria o risco de ser preso por causa do andamento criminal do processo. Agora, a defesa da cadeirante estuda ingressar com uma nova ação para que o atual secretário seja responsabilizado. Em sendo, ele corre o risco de ir para no xilindró. Alguém duvida que a Saúde é uma das pastas mais complicadas? É literalmente chave de cadeia.

Exame preliminar não detecta tumor maligno em Roberto Jefferson

A cirurgia no advogado e presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson Monteiro Francisco, 59 anos, realizada neste sábado (28), ocorreu dentro do previsto, e não há sinais de que o tumor no pâncreas do político seja maligno. A informação foi divulgada pela assessoria do Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, através de boletim médico.

Segundo o boletim, embora o resultado preliminar indique que o tumor não é maligno, será necessário aguardar o resultado definitivo da análise do material e o exame imuno-histoquímico para a conclusão do diagnóstico.

Jefferson foi submetido a cirurgia para a retirada de um tumor no pâncreas. O procedimento, realizado pelos médicos José de Ribamar Saboia de Azevedo, Alexandre Prado de Resende e Aureo Ludovico de Paula, durou oito horas.

Segundo a assessoria do hospital, a operação teve uma complexidade acima do usual, por conta de uma cirurgia bariátrica prévia.

A cirurgia realizada foi uma gastroduodenopancreatectomia cefálica (retirada de parte do estômago, parte do pâncreas, duodeno e parte do canal biliar). Além disso, os médicos retiraram os lifonodos regionais (glânglios linfáticos).

Um novo boletim médico será divulgado no domingo (29).

Jefferson, que denunciou o esquema do mensalão no Congresso Nacional, no primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, chegou ao Hospital Samaritano por volta das 8h de quinta-feira (26). Na sexta-feira (27), o político passou por procedimentos pré-operatórios, como cuidados com alimentação e exames clínicos.

Réu no mensalão
Jefferson é um dos 38 réus do julgamento do mensalão programado para ter início no dia 2 de agosto, no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por, supostamente, ter recebido R$ 4 milhões do chamado “valerioduto”, que, segundo a denúncia, era operado por Marcos Valério e abastecia parlamentares aliados ao governo.

Em 2005, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, Jefferson relatou o “modus operandi” do mensalão, detonando o maior escândalo político do governo Lula (2003-2010).

Luiz Francisco Corrêa Barbosa, advogado do ex-deputado, cassado em 2005, pretende sustentar diante dos 11 ministros do STF que, mesmo que Lula não tivesse conhecimento sobre o suposto pagamento de propina a parlamentares em troca de apoio político no Congresso, ele deveria ter sido responsabilizado criminalmente pela existência do mensalão.

 

Fonte: G1

 

Plástica reparadora de mama logo depois de cirurgia oncológica pode virar direito

Mulheres com mamas mutiladas em decorrência de tratamento de câncer poderão passar a ter direito a cirurgia plástica reparadora logo após a intervenção cirúrgica oncológica. A plástica só não será realizada se houver contraindicação médica ou recusa da paciente. É o que propõe o PLS 43/2012, que pode ser votada pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) na reunião de quarta-feira (4), às 9h, em decisão terminativa.

O direito à cirurgia de reconstrução já é garantido, em virtude da Lei 9.797/1999. Entretanto, as filas de espera nos hospitais públicos para a realização do procedimento podem durar até cinco anos depois da cirurgia para retirada do câncer de mama, ressalta a senadora Ângela Portela (PT-RR), relatora do projeto. Daí a necessidade de o projeto estabelecer que a cirurgia reparadora seja realizada logo depois da oncológica, sempre que possível.

– O problema atinge especialmente as mulheres pobres, dependentes dos serviços de saúde públicos, o que revela uma face inaceitável da desigualdade social marcante de nosso país – diz Ângela Portela (PT-RR).

“Durante esse tempo [de espera], enfrentam a deterioração de sua autoestima e as consequências estigmatizantes da mutilação”, diz Ângela Portela. Ela também ressalta que, quando a reconstituição não ocorre no mesmo momento da retirada da mama, a paciente se submete a novo risco cirúrgico. A relatora alerta ainda para a possibilidade de descumprimento do direito à plástica reparadora quando esta não é feita na sequência da cirurgia oncológica.

De autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), o texto estabelece que a cirurgia reparadora seja feita em ambas as mamas se for o caso, garantindo simetria e reconstrução de aréolas e mamilos.

De acordo com Vanessa Grazziotin, o projeto está de acordo com procedimentos recomendados pela Sociedade Brasileira de Mastologia, que indica a imediata reconstrução da mama.

 Fonte: Agência Senado

Cirurgia de Iberê para retirada de tumor no cérebro deve ser iniciada nas próximas horas

O ex-governador Iberê Ferreira de Souza já está se preparando para ser submetido a uma radiocirurgia na tarde desta quarta-feira (2).

Ele já está no hospital Sírio Libanês para pelo procedimento para a retirada do novo tumor de cerca de um centímetro que foi encontrado no cérebro no último dia 27 de abril.

De acordo com as últimas informações divulgadas na internet, o procedimento está marcado para ser iniciado às 16h.

Desde 2010, Iberê Ferreira de Souza enfrenta o câncer e já passou por diversos tratamentos. Esse é o terceiro tumor encontrado no ex-governador, os outros dois foram no pulmão e no cérebro. Inclusive, esse segundo do cérebro é bem menor que o anterior.

Saúde e sucesso no procedimento para Iberê.

 

Cirurgia de Chico da Prefeitura foi um sucesso e político apresenta melhoras

O vereador mossoroense Chico da Prefeitura (DEM) esteve internado nesse último dia no em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Wilson Rosado, em estado grave. Segundo os médicos, ele estava com 60% do coração comprometido e respirando com ajuda d eaparelhos.

Por causa do problema de saúde, ele foi submetido a uma angioplastia na tarde desta quinta-feira (26) para desobistrução do sistema circulatório.

O vereador Lahyre Neto postou, em sua página pessoal do Twitter, agora notícia de que recebeu uma ligação do filho de Chico da Prefeitura informando que o procedimento médico havia sido um sucesso e que o parlamentar já apresentava sinais de melhora.

Geraldo Melo passa por cirurgia no coração e se recupera bem

O ex-senador Geraldo Melo foi submetido a um procedimento cirúrgico no coração, na manhã desta quarta-feira (25), para colocação de um stent.

A cirurgia foi realizada no hospital Albert Einstein. Ele está se recuperando bem.

Assim que receber alta, ele volta para Natal. Diga-se de passagem, já volta para enfrentar a campanha municipal para disputar o pleito em Ceará-Mirim.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco disse:

    Bom dia! Eu quero perdi uma informação qual é tamanho da casa de Geraldo melo quanto quarto tem à casa de Geraldo melo.

Criança espera quase duas horas na mesa de cirurgia por causa de "sumiço" de anestesiologistas

O Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, hoje a tarde, passou quase duas horas sem fazer cirurgias por causa do sumiço dos dois médicos anestesiologistas de plantão.

Uma criança ficou esperando por um procedimento por uma hora e meia por uma cirurgia de urgência. Os médicos cirurgiões e demais membros da equipe como enfermeiros e outros profissionais estavam todos a postos, mas o procedimento não foi iniciado porque os anestesiologistas simplesmente sumiram. A criança está nesse momento sendo cirurgiada. O procedimento foi iniciado há uns 30 minutos.

Através da rede social Twitter, o hospital disse que os dois médicos sequer estavam dentro do hospital. Vai ter que ter uma boa explicação, pessoas poderiam ter morrido aguardando o retorno dos médicos fundamentais para a realização de cirurgias.

As informações que chegam do jornalista César Alves dão conta que essa criança estava no aguardo do procedimento de urgência desde ontem, ou seja, 24 horas de sofrimento e angústia. Ontem não houve cirurgia porque o cirurgião se negou a fazer o procedimento.

O Conselho Tutelar já solicitou relatório do HRTM e vai exigir punição dos responsáveis pelo descaso.

 

 

 

Gasto com cirurgia plástica pode ser deduzido na declaração do Imposto de Renda

O contribuinte que teve gasto com cirurgia plástica (sua ou de seus dependentes) pode deduzir o valor na declaração do Imposto de Renda. O abatimento vale inclusive para as cirurgias com fim estético.

A Receita Federal ressalta que as despesas com prótese de silicone não são abatidas, exceto quando o valor da mesma integrar a conta do estabelecimento hospitalar.

Nesse caso, a prótese tem de estar relacionada a um gasto médico que pode ser deduzido, como a cirurgia.

Os gastos com medicamentos não são dedutíveis. Entretanto, se integrarem a conta do estabelecimento hospitalar, podem ser abatidos.

A entrega da declaração vai até o dia 30 de abril, quando o fisco espera receber 25 milhões de declarações –24,37 milhões em 2011.

A entrega das declarações pode ser feita durante 20 horas do dia, pois entre 1h e 5h o sistema de recepção é desativado para manutenção. Mas o contribuinte pode copiar os programas e preencher a declaração a qualquer hora.

É obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis em 2011 acima de R$ 23.499,15, entre outras situações. São considerados rendimentos tributáveis os ganhos de trabalho (salários, pro labore e participação nos lucros e resultados), aluguéis, pensões, aposentadoria e atividade rural.

Do blog: Vai ter gente em Natal que eu conheço que vai sair isenta e que ainda vai ter dinheiro a receber.

*Com informações da Folha

Anvisa suspende venda de todas as próteses de silicone para médicos

Além da suspensão na importação de próteses de silicone, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu suspender também a venda de todos os implantes — inclusive os nacionais — para médicos de todo o país, informou a assessoria de imprensa do órgão.

A venda de próteses que os médicos já tenham em estoque diretamente para pacientes continua permitida, segundo a agência.

A suspensão é temporária, até que o Inmetro registre as novas normas de avaliação de qualidade do produto. A medida vale a partir desta quinta-feira (22).

A Anvisa determinou que a venda das próteses só poderá ser feita depois que os fabricantes conseguirem o selo de qualidade, que vai avaliar a composição e a resistência do silicone. A previsão da Anvisa é de que a suspensão dure por cerca de duas semanas, até a publicação das normas pelo Inmetro.

As próteses serão analisadas em microscópio para detectar se possuem metais pesados, como cádmio, chumbo e mercúrio, danosos à saúde.

A agência também decidiu que os médicos terão de informar aos pacientes sobre os riscos de implante dessas próteses de silicone e sobre a vida útil do produto.

O Inmetro informou que vai dar detalhes sobre a nova certificação até o final da tarde desta quarta-feira (21).

As empresas nacionais fabricantes de próteses de silicone, Silimed e Lifesil, afirmaram ao G1 que não foram informadas sobre a suspensão de comercialização. Segundo elas, seus produtos já possuem certificação da Anvisa e, diferentemente do que acontece com os produtos importados, suas próteses passam por inspeções periódicas nas fábricas. As duas empresas informaram que vão aguardar a publicação no Diário Oficial para se manifestar com mais detalhes.

Casos PIP e Rofil

A Anvisa já havia publicado na sexta-feira (9), no Diário Oficial da União, a suspensão da importação, distribuição e comercialização das próteses mamárias das marcas PIP e Rofil. A medida vale para todo o território nacional, independente da importadora.

As empresas adulteraram os seus implantes. Os produtos da PIP apresentaram taxas de ruptura acima do permitido por lei. As primeiras reclamações surgiram em 2010 e levaram à falência da empresa.

Em depoimento, o fundador da empresa admitiu ter usado silicone adulterado e não-testado nas próteses por acreditar ser “mais barato e melhor”

Em janeiro de 2012, após denúncias, o registro da marca holandesa Rófil também foi cancelado.

Ex-deputado dá entrada no Hospital do Coração com problemas cardíacos

Por interino

O ex-deputado Francisco José deu entrada no Hospital do Coração, em Natal, após apresentar problemas cardíacos no Hospital Tarcísio Maia, em Mossoró.

Com duas artérias obstruídas, o político, que é pai do vereador Silveira Júnior, presidente da Câmara Municipal de Mossoró, foi encaminhado para Natal, onde deve passar nas próximas horas por uma cirurgia de ponte de safena.

O transporte foi feito na ambulância Samu Alfa 02 preparada para esse tipo de transporte. Durante a viagem, Francisco José foi acompanhado do diretor do Tarcísio Maia, o médico intensivista Diego Dantas.

O diagnóstico inicial de Francisco José é de Coronariopatia refrataria a tratamento endovascular. Mesmo com o quadro clínico sendo considerado bom, a transferência e a necessidade da cirurgia foram precauções devido ao alto potencial de risco.

Através da página pessoal no twitter, o médico Diego Dantas (@diegodantasmed) relatou um pouco da viagem de Mossoró para Natal.