Diversos

Caixa anuncia redução das parcelas de financiamento habitacional em até 75% para auxiliar clientes na crise

Foto: Caixa Econômica Federal/Divulgação

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou nesta segunda-feira (7) que o banco irá oferecer redução de até 75% no valor das parcelas de financiamento habitacional, por prazo limitado, para auxiliar os clientes em meio à atual crise financeira.

Além disso, beneficiários do Auxílio Emergencial ou do Seguro Desemprego poderão contar com uma “pausa” no pagamento das parcelas.

De acordo com Guimarães, a solicitação de redução da parcela deverá ser feita pelo App Habitação Caixa. O desconto será concedido por prazo determinado, conforme o percentual concedido:

redução de até 25% da prestação por até 6 meses;

redução de 25% a 74,99% da prestação por até 3 meses;

e redução acima de 75% da prestação, mediante comprovação da perda de renda e avaliação pela Caixa.

Para ter acesso a até 74,99% de desconto por até 3 meses não será necessário qualquer tipo de comprovação ou análise.

Já os clientes que desejarem mais de 75% de desconto precisarão comprovar que perderam renda e serão submetidos a uma avaliação.

Ao final do prazo estabelecido, a cobrança volta ao valor normal e os desconto concedidos serão cobrados, proporcionalmente, até o final do contrato.

O banco enfatizou que “a taxa de juros e o prazo contratados inicialmente não sofrem alteração” mediante a concessão do desconto nas parcelas.

Suspensão de parcelas

Já a suspensão do pagamento das parcelas para quem estiver recebendo o Auxílio Emergencial em 2021 ou o Seguro Desemprego deverá ser solicitada pelo App Habitação Caixa ou por meio do telefone 0800-104-0104.

A pausa da cobrança será feita pelo prazo de até 6 meses.

“Essas medidas proporcionam às famílias a possibilidade de se reorganizarem para voltar a pagar integralmente a prestação mensal”, destacou a Caixa em comunicado à imprensa.

G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

ANEEL reativa bandeiras tarifárias e energia fica mais cara, exceto para clientes Megga Solar

Foto: Divulgação

A ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica reativou agora em dezembro o sistema de bandeiras tarifárias nas contas de energia em todo o país, passando para a bandeira vermelha patamar 2. Isso significa dizer que a minha e a sua conta de energia vão ficar mais caras. Aliás, a minha não, pois este que vos escreve possui o Sistema Megga Solar instalado e o consumo de energia está zerado. Além de todas as vantagens em se instalar energia solar em casa ou na empresa, é nestes momentos de alteração nas tarifas de energia que aparece toda a diferença entre quem tem e não tem o sistema.

A Megga Solar é uma das maiores empresas do Brasil no segmento de energia solar, e é daqui, genuinamente potiguar. Conversando com o Diretor Comercial da Megga Solar, Eduardo Oliveira, ele nos afirmou que foi só a ANEEL confirmar a volta da bandeira vermelha que a procura se intensificou bastante, em busca do sistema de energia solar, e que a Megga Solar preparou uma condição especial para quem desejar se livrar de uma vez por todas da conta de energia elétrica. A Megga Solar é conhecida hoje pela sua credibilidade e pelo compromisso com o pós- venda, e está antenada nesta questão das tarifas. A Megga

Solar tem um site com todas as informações em meggasolar.com.br. O telefone da Megga Solar é o 3217- 7155.

Opinião dos leitores

  1. Investimento alto a gente faz considerando especialmente confiança técnica e moral.
    Por isso escolhi e indico a e-Solar!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Cosern lança central de relacionamento para clientes de geração distribuída (Micro e Minigeração) de energia

A Cosern, empresa do grupo Neoenergia, colocou à disposição de seus clientes que possuem micro e mini geração de energia instaladas em suas unidades consumidoras uma Central de Relacionamento Exclusiva.

Por meio do número 0800 084 5010, disponível para contatos de segunda à sexta, das 8h às 20h, é possível solicitar serviços, verificar prazos, esclarecer dúvidas sobre documentação, bem como outros assuntos ligados ao processo de conexão das unidades de gereção distribuída.

Atualmente, a Cosern já atende 5.500 clientes que possuem unidades com micro ou mini usinas de geração distribuída, instaladas por todo estado do Rio Grande do Norte.

Para saber mais

O que é Geração Distribuída?

A Geração Distribuída é caracterizada pela produção de energia elétrica pelo próprio consumidor através de fontes renováveis, como exemplo principal os sistemas fotovoltaicos (solares), ou de cogeração qualificada, conectadas na rede de distribuição de energia elétrica por meio de instalações das unidades consumidoras.

O eventual excedente de energia produzida pode ser injetado na rede da distribuidora de sua localidade e, por meio da adesão ao sistema de compensação, esse excedente de energia ativa pode ser usado para subtrair o consumo de outras unidades consumidoras de sua mesma titularidade ou acumulado para posteriormente compensar o consumo de energia elétrica da unidade produtora.

Qual a diferença entre micro e mini geração?

Microgeração distribuída é caracterizada por ser uma central geradora com potência instalada menor ou igual a 75 kW. Já a Minigeração é uma central geradora com potência instalada superior a 75 kW e menor ou igual a 5MW.

Ambas devem gerar energia através de fontes renováveis ou cogeração qualificada e serem conectadas à rede da distribuidora através das instalações da unidade consumidora.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA COSERN

Opinião dos leitores

  1. Cosern tem certamente o pior ou um dos piores atendimentos que existe no estado. Pessoal pessimamente qualificado para a função, demora para atendimento, pouca produtividade, poucas pessoas… um verdadeiro absurdo.

    1. Meu amigo!!! vc não conheceu a antiga Cosern quando era propriedade do Estado do RN. Hoje estamos no céu.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Megga Solar é pioneira em tecnologia para medir potencial solar dos clientes

Foto: Divulgação

O segmento de energia solar é hoje um dos que mais investem em tecnologia, tanto para captar quanto para medir a força dos raios solares e, com isso, otimizar a geração de energia por meio dos painéis fotovoltaicos.

Neste segmento, uma das empresas que mais investem em software e equipamentos é a Megga Solar, uma empresa genuinamente potiguar e que hoje já atende em vários estados do país. Um dos programas que a empresa possui tem a capacidade de analisar a geração com base em fatores ambientais, como temperatura, direção e inclinação que os módulos estão apontados, bem como cabos e distâncias percorridas.  Segundo o Diretor Comercial da Megga Solar, Eduardo Oliveira, “o software, junto com nossos equipamentos, consegue, por exemplo, indicar a melhor alocação dos módulos e fazer uma simulação dia a dia dos sombreamentos causados por obstáculos ao redor, para determinar possíveis perdas”. A

Megga Solar é conhecida hoje pela sua credibilidade e pelo compromisso com o pós-venda. A Megga Solar tem um site com todas as informações em meggasolar.com.br. O telefone da Megga Solar é o 3217-7155.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Clientes podem fazer cadastro no Pix a partir de segunda-feira; novo sistema será gratuito para pessoas físicas

Foto: © Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A partir de segunda-feira (5) será possível se cadastrar para usar o Pix, novo sistema de pagamentos e transferências instantâneas, gratuito para pessoas físicas. Os usuários poderão cadastrar de uma até cinco chaves associadas a uma conta bancária que vão permitir o uso do novo sistema de forma mais rápida e direta. Com a chave é possível localizar o destinatário do pagamento sem outros dados de identificação. As transações podem ser feitas pelos aplicativos de bancos e de pagamentos para telefone celular ou pelo internet banking em computadores.

Poderão ser usados como chave o CPF, o CNPJ, o número de celular, o endereço de correio eletrônico (e-mail) ou um código de 32 dígitos gerado especificamente para o Pix (EVP). Basta informar a chave do beneficiário para que o sistema localize o beneficiário do pagamento e realize a transação. No caso de não ter uma chave, o usuário precisará repassar os dados bancários ao outro envolvido na transação.

Imediato

As transações feitas pelo sistema serão compensadas instantaneamente. Apenas nos casos em que houve suspeita de fraude os pagamentos ou transferências podem demorar até 30 minutos para serem verificados.

O código EVP vai permitir a geração de códigos de barra do tipo QR Code, que podem ser lidos por câmera de celular para fazer pagamentos. Os códigos podem ser fixos, com um mesmo valor de venda (em locais de preço único), ou variáveis, sendo criados para cada venda.

Os valores que poderão ser transacionados pelo novo sistema vão variar de acordo com o perfil de cada cliente, do mesmo modo que com outros serviços bancários. Os limites variam de no mínimo, segundo a regulamentação do Banco Central, de 50% do valor das transferências tipo TED até o valor autorizado para compras em débito.

Os limites vão variar de acordo com o dia da semana e o horário em que for utilizado o serviço. Porém, o Pix vai funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana.

Início do funcionamento

O sistema vai entrar em operação, em uma fase experimental, a partir do dia 3 de novembro. Nessa etapa, vai funcionar apenas para um número reduzido de clientes e em um horário limitado. Ainda não foram definidos os critérios que determinaram como serão escolhidos os usuários nessa fase experimental.

O sistema será aberto para toda a população a partir de 16 de novembro.

Receitas dos bancos

Apesar do novo sistema substituir em parte as transferências por DOC e TED, a Federação Brasileira de Bancos não espera queda nas receitas das instituições financeiras. A avaliação dos bancos é que grande parte (60%) das contas de pessoas físicas já têm isenções tarifárias. Além disso, há um gasto significativo em logística para garantir a distribuição de dinheiro nas agências e caixas eletrônicos, que podem ser reduzidos caso haja uma boa adesão à nova plataforma.

A estimativa da entidade é que os bancos gastem R$ 10 bilhões por ano apenas com a logística de locomoção do dinheiro, que tem que ser levado de avião para algumas localidades. Esse montante não leva em consideração os valores pagos com medidas de segurança.

Os bancos esperam aumentar o número de pessoas com conta bancária a partir desse novo serviço.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Estabelecimentos de Natal terão que disponibilizar álcool ou lavatórios para clientes; em caso de descumprimento, se houver reincidência, multas de até R$ 450

Foto: Divulgação

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, sancionou, nesta sexta-feira (15), a lei, aprovada recentemente pela Câmara Municipal de Natal, que obriga os estabelecimentos comerciais que prestam serviço direto à população no Município a disponibilizarem, para uso dos seus clientes, fixar em locais de fácil acesso, visualização e identificados com placas informativas, equipamentos com álcool em gel ou líquido, no percentual de 70%, ou sabão líquido e água em suas dependências.

Ficam obrigados a seguir a determinação os seguintes estabelecimentos: varejos de alimentação; shopping centers e centros comerciais; agências Bancárias e postos de serviço; casas lotéricas; hotéis e pousadas; bares, restaurantes e similares; casas de eventos e eventos realizados em locais fechados; supermercados e hipermercados; escolas e faculdades; igrejas e templos religiosos; clubes de serviços; padarias e delicatessens ; cinemas e teatros e oficinas de serviços.

A norma também detalha que os estabelecimentos com banheiros, seja para uso dos funcionários ou dos clientes, deverão observar as regras sanitárias na legislação vigente, não podendo deixar faltar toalhas de papel e sabonete, sob pena de incidência da penalidade. Em caso de descumprimento das normas, o estabelecimento deverá ser notificado. Se houver reincidência, multas deverão ser aplicadas pelos órgãos de fiscalização. As penalidades pecuniárias variam de R$ 150 a R$ 450 reais, dependendo do tamanho do estabelecimento.

Opinião dos leitores

  1. Mais um gasto pros comerciantes.
    Imoral!!
    Quem deve instalar é o prefeito, ele é quem recebe a bunfunfa pra gastar nas ações contra o covid 19.

  2. De engodo em engodo, prefeito e governadora vão nos mandando ÀS FAVAS. Pobre Natal, pobre Rio Grande do Norte.

  3. Lei para OBRIGAR os outros a fazerem são ligeiras…..cadê o hospital de Campanha? Mesmo o MP determinando. Lei para as "otaridades" foi feita para ser descumprida.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

VÍDEO: Com apresentação musical por instrumento, shopping de Blumenau-SC reabre com clientes usando máscaras e viraliza

Um vídeo que viralizou no começo da tarde desta quarta-feira (22) mostra a reabertura do Neumarkt Shopping, no Centro de Blumenau. Nas imagens é possível ver um movimento intenso na porta principal do estabelecimento e com as pessoas fazendo corretamente o uso de máscaras, conforme determinam as autoridades de saúde.

O vídeo mostra muitos idosos entrando no centro comercial — que foi aberto ao público às 12h, após 35 dias fechado por conta de um decreto editado pelo governador Carlos Moisés.

O anúncio de que shoppings e centros comerciais poderiam abrir a partir desta quarta-feira (22) foi feito pelo governador na última segunda-feira (20). A portaria explicando o que os estabelecimentos precisariam fazer para poder abrir as portas, porém, foi publicada na terça (21).

Entre as normais está a obrigação do uso de máscaras por todos que estiverem dentro do shopping; uso obrigatório de álcool gel na entrada e saída do estabelecimento; acesso a no máximo 50% da capacidade permitida pelos bombeiros; proibição de bebedouros, entre outros. Clique aqui para conferir a portaria completa.

Com informações do NSC Total

Opinião dos leitores

  1. Show!!!!
    É bonito de mais!!!!
    Ô povo educado.
    Parabéns as autoridades de Santa Catarina.
    É por aí mesmo.
    Tá certíssimo.
    Muito cuidado, e tudo funcionando.
    Sensacional!!!!!!

    1. Educadíssimos! Um saxofonista distribuindo perdigotos, um monte de idoso se confiando em porcaria de máscara de pano… Se a subnotificação não fosse um projeto, em 15 dias a gente veria bem direitinho o resultado da inteligência do povo educado…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Homem faz clientes de bar reféns no Rio; Bope no local

Fotos: Reprodução/TV Globo

Um homem armado com uma faca e uma garrafa com, supostamente, gasolina fez cinco pessoas reféns em um bar, na Lapa, no Centro do Rio, na tarde desta sexta-feira (29). Segundo o porta-voz da Secretaria de Polícia Militar, coronel Mauro Fliess, o criminoso “possivelmente” também estaria com uma arma de fogo. O estabelecimento fica na Rua do Rezende.

“São cinco reféns. A ocorrência começou com seis, mas um foi liberado. As tropas especiais já estão com uma equipe montada para garantir negociação, com o objetivo de preservar vidas. Ele tem um facão, de tamanho razoável, e possivelmente uma arma de fogo”, afirmou Fliess.

A ocorrência teve início por volta das 15h. Aproximadamente uma hora depois, agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) tentavam negociar com o homem a liberação dos demais reféns.

Às 16h50, a Polícia Militar informou que mais um refém foi liberado. Ou seja, ainda restavam quatro pessoas mantidas presas pelo criminoso.

“É possível que dentro de um bar fechado ele tenha outros instrumentos que possam fazer mal ou vitimar algumas pessoas”, acrescentou o porta-voz da PM.

G1

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Caixa lança aplicativo financeiro para clientes de baixa renda

Foto: Bruno Rocha/ Fotoarena/ Estadão Conteúdo – 27.10.2019

A Caixa lançou um aplicativo financeiro chamado “CAIXA Tem”, no qual clientes de baixa renda e beneficiários de programas sociais vão poder fazer pagamentos de contas, transferências e consultas sociais relacionadas ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e ao Bolsa Família.

Segundo o banco, a plataforma é mais simples que similares e tem baixo consumo do pacote de dados. “O app foi desenvolvido para possibilitar a inclusão financeira e ampliar o acesso aos serviços da Caixa por pessoas que têm celulares mais simples”, diz a Caixa em nota.

Para utilizar o aplicativo, o usuário insere o CPF e a mesma senha que utiliza para realizar transações. O produto é visualmente parecido com o WhatsApp e permite a transferência de recursos com a leitura de QR Code, navegação por comando de voz e leitura das conversas em voz alta. O app estará disponível na versão Beta, inicialmente para 10 mil clientes, no sistema Android.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o novo aplicativo considera o perfil do público. “Boa parte desses clientes utiliza serviços específicos da Caixa, como os de consulta e pagamento de benefícios sociais. O ‘Caixa Tem’ foi pensado para facilitar ainda mais o acesso a esses serviços, com operações mais simples e alinhadas às reais necessidades da população mais humilde”, acrescentou.

R7, com Agência Brasil

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Clientes do maior doador de sêmen do mundo temem incesto acidental

O norte-americano Kyle Gordy gerou 18 filhos e mais cinco estão a caminho. Reprodução Twitter/Arte R7

O norte-americano Kyle Gordy, 27, “doador de sêmen mais popular do mundo”, revelou ao jornal Daily Mail que mulheres para as quais ele doou espermatozoides demonstraram-se preocupadas com o risco de relacionamentos incestuosos acidentais entre seus filhos.

Natural de Los Angeles, na Califórnia, Gordy gerou 18 crianças nos Estados Unidos nos últimos quatro anos e mais cinco estão a caminho.

Ele admitiu o risco de que os meios-irmãos se esbarrem e formem relacionamentos potencialmente problemáticos geneticamente, pois têm filhos que moram na mesma cidade. Mas ele explicou que, para evitar o conflito, propôs uma apresentação on-line entre os pais.

A questão veio à tona, segundo o jornal, depois que uma mulher, que deu à luz a seu filho, entrou em contato para alertar que uma conhecida iria recorrer aos seus serviços.

“Eu não quero que você faça isso”, teria dito a mulher à Gordy. “Ela mora perto de nossos filhos e uns podem se chocar com os outros”.

O doador contou que teria explicado que, à medida que suas doações ganhassem grandes proporções, ele criaria um grupo privado no Facebook para evitar esse tipo de problema. “Esse grupo é dedicado às mulheres que ajudei para que elas possam compartilhar fotos e expressar suas preocupações sobre encontros acidentais entre seus filhos”, afirmou ao Daily Mail.

A maioria das doações de sêmen de Gordy foi realizada por meio de tratamento de fertilização, no entanto, ele também oferece “inseminação natural”, por meio de relação sexual. Segundo o jornal, ele recebe cerca de cem pedidos de doação por mês.

Gordy oferece seus serviços de forma autônoma por meio das redes sociais. Reprodução/Twitter Kyle Gordy

De acordo com a ginecologista Maria Cecília Erthal, especialista em reprodução humana e diretora-médica do Vida-Centro de Fertilidade, no Rio de Janeiro, no Brasil existe uma regra estabelecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em relação aos bancos de sêmen que restringe o doador a gerar dois filhos, sendo um de cada sexo, em uma região com 1 milhão de habitantes a fim de evitar o risco de relacionamentos consanguíneos.

Caso os dois filhos sejam do mesmo sexo ou a região tenha mais de 1 milhão de habitantes, portanto, a doação segue permitida.

“O controle de 100% desse risco não existe, mas usando essa regra diminui-se muito o risco de consanguinidade”, afirma.

R7

 

Opinião dos leitores

  1. Se houver devoluçao ele tá fudido!!!!! com vinte e três pensões alimentícias…. kkkkkkkkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Banco do Brasil causa dor de cabeça ao correntista natalense com mudanças que pioram vida dos clientes

O blog tem recebido uma chuva de denúncias de clientes do Banco do Brasil de diversas agências da capital reclamando que, de uma hora pra outra, seus gerentes de relacionamentos foram transferidos de agência e estão sem atendimento qualificado.

Alguns informam que suas contas foram transferidas para escritórios virtuais, sem anuência, nem autorização.

Há ainda relatos de que clientes que informam que suas contas permanecem na agência, mas já foram comunicados que serão transferidas em breve.

De concreto, o fato das agências estarem visivelmente com um número reduzido de funcionários no atendimento, aumentando o tempo de espera e causando dissabor aos clientes que se sentem abandonados.

Do blog: Trata-se de uma denúncia grave, que sinaliza grande desrespeito aos clientes. O BB é uma instituição reconhecidamente séria, que conta com o respeito da sociedade norte-rio-grandense, mas não tem o direito de brincar com a vida financeira das pessoas. Não acreditamos que tamanho despropósito seja uma iniciativa da empresa. Aguardamos o banco para esclarecimentos.

Opinião dos leitores

  1. É simples, mudem de banco.

    O fato do banco ser público não implica ter que fazer o que os clientes querem.

    Os clientes escolhem seus prestadores de serviço.

    Tá achando ruim, saia.

    Ô povo pra gostar de mimimi….

  2. O Banco do Brasil vem perdendo qualidade há algum tempo. Tratamento desatencioso, funcionários sobrecarregados, filas etc. No feriadão da Semana Santa passada, clientes em várias cidades do interior ficaram a ver navios a partir da sexta-feira Santa porque os caixas não disponibilizavam dinheiro. Desrespeito total.

  3. Portabilidade existe para isso: dar um chute na bunda de bancos que prestam um mau serviço! Existem muitas opções no mercado, algumas até com bons serviços virtuais. Não está satisfeito? Muda de banco! Simples assim!

  4. A maior contribuição ao correntista poderia ser dado pelos PROCONS, seja Municipal, Estadual ou o da Assembleia Legislativa na vigilância ao cumprimento da Lei que limita o tempo máximo de atendimento nas agencias bancárias. Os bancos, de um modo geral, nem de longe cumprem essa Lei, e o PROCON faz de conta que fiscaliza!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

EM ASSALTO: Dupla armada agride funcionários, clientes, inclusive uma grávida, em salão de beleza de Natal

Uma matéria da Inter TV Cabugi mostra a que ponto se encontra a violência no RN. Dessa vez, um salão de beleza na zona norte de Natal foi alvo de um arrastão promovido por uma dupla armada,  um deles,”de menor”. Na ocasião, os bandidos invadiram o estabelecimento localizado no bairro Igapó durante a noite, e na ação criminosa, ainda espancaram funcionários e clientes, inclusive, uma grávida de seis meses.

Após a ação covarde e violenta dos dois homens, os criminosos ainda atiraram contra um policial que estava de folga. Felizmente ele não foi atingido. Após diligências pela região, o menor, de 15 anos, foi apreendido.

A grávida de seis meses passa bem, mas o salão ficou completamente destruído. REVOLTANTE.

Opinião dos leitores

  1. Se cometessem agressão contra um marginal, apareceria um monte de babaca revoltado com a agressão.
    Quando pessoas de bem sofrem agressão, não aparece ninguém defendendo as pobres vítimas.
    É por causa desses fatos que a população está se revoltando e aplicando uma boa surra, quando pegam um vagabundo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Gol é condenada a devolver R$ 24 milhões a clientes por induzir compra de seguro

2012081502747A companhia aérea Gol foi condenada pela Justiça do Distrito Federal a pagar R$ 24 milhões a mais de 4 milhões de clientes por cobrança irregular do seguro chamado de assistência a viagem premiada. A ação civil pública foi ajuizada em agosto de 2011 pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor (Prodecon). À decisão, da 5ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do DF, cabe recurso. A Gol informou que irá recorrer.

Segundo relato na ação, entre janeiro e dezembro de 2008 o MPDFT constatou que a opção “assistência a viagem premiada” não podia ser desmarcada quando a compra de passagem aérea era realizada pelo site da companhia. Ou seja, a empresa induzia à compra, e muitas vezes o passageiro nem se dava conta que havia contratado o serviço.

Ao camuflar o seguro, a Gol desrespeita o artigo 6° do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que exige a divulgação sobre o consumo adequado dos produtos e serviços. A Justiça ainda não informou quem são os consumidores com direito a receber a restituição ou como será feita a partilha.

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Lanchonete volta a ser assaltada uma semana depois de arrastão

As imagens do assalto feito de maneira fria na última semana ainda nem caíram no esquecimento, e a lanchonete localizada na Rua São José já foi assaltada pela segunda vez. O assalto aconteceu na noite de ontem.

Era por volta das 9h45 da noite, quando os bandidos entraram no estabelecimento, que estava lotado. Dessa vez, além dos pertences do clientes, levaram ainda um TV de LCD e o equipamento de segurança que grava as imagens dentro dentro da lanchonete.

Ao contrário da outra vez, desta os bandidos estavam nervosos e agressivos. O proprietário pensa em fechar o estabelecimento, preocupado com a insegurança.

Opinião dos leitores

  1. Pra que pagamos ICMS?? Nao eh tambem pra segurança? Entao todo prejuizo de assalto deveria ser abatido no ICMS a pagar. Se tivesse uma lei deste tipo com certeza teriamos policias nas ruas.

  2. Não tenho palavras para demonstrar a minha indignção com esses episódios, é deprimente ver a bandidagem acuar famílias, não há um só lugar seguro na nossa Cidade

  3. Em que pese possuir honrados e competentes amigos nos mais diversas patentes da Polícia Militar do RN , o fato é que atualmente esta só serve para PEGAR BÊBADOS!!! Assaltantes, homicidas, quadrilheiros que é bom, não se vê a Polícia Estadual capturar!!! Só se vê no noticiário que "a Polícia prendeu tantos bêbados na noite passada". Acredito que esteja faltando eleição de prioridades e comando na atuação policial do Estado. Nos Governos anteriores, quando a segurança pública encontrava-se em situação crítica, o (a) Governador (a) tinha peito para trocar os seus Secretários/Comandantes, o que lamentavelmente não se vê no atual Governo…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Clientes da MRV estão preparando protesto neste fim de semana

As reclamações são diversas. Vão desde atraso nas obras, cobranças indevidas até falsas promessas. Cansados, os clientes da construtora MRV que está com dois empreendimentos em fase de construção (Nimbus e Veleiros) vão realizar um mega-protesto neste final de semana. Mais especificamente no sábado (5) em frente, a partir das 10h30, em frente ao stand de vendas da construtora.

O movimento começou a ganhar força através das redes sociais e há poucas horas foi criada até uma hashtag #MobilizaçãoMRV para atingir o maior número de usuários do Twitter e Facebook.

Em julho do ano passado, os clientes da construtora já haviam feito uma mobilização parecida.

Tem cliente que comprou o apartamento dois anos antes de se casar e que hoje já está casado, morando na casa dos pais e sem previsão de quando vai receber. Haja paciência.

 

Opinião dos leitores

  1. Em relação a incompatibilidade…Existe uma vistoria que é feita pelo comprador. Ele recebe o apto após assinar uma vistoria. Se ele conferiu e constatou erro, jamais deveria receber.
    Quando o cliente adquire um MRV, na mesma hora ele recebe um Memorial Descritivo para isso…
    Atraso de obra, atrasou mesmo…concordo com vc. Mas está pagando pelo erro dela. Coisa que ninguem fez aqui em Natal.

  2. Pelo que pude perceber o Senhor ainda não foi convidado a visitar nossas obras.
    Nossos aptos tem muita ventilação. Em relação ao sol, todo e qualquer empreendimento tem seu lado nascente e poente. Quem compra no lado poente, está ciente que comprou no sol. Isso pode ser um MRV, como pode ser um apto de 5 milhões, na beira mar.
    Falando de distância entre os prédios, cada obra tem sua metragem…Basta o cliente optar pela melhor pra ele.
    Presídios? O Senhor sabia que temos muitos apartamentos que possuem até 52m² só de jardim…
    É muito fácil falar sobre o que ouvimos por ai…
    Que tal entrar em nossos stands e solicitar uma visita a obra?
    Eu mesma terei uma enorme satisfação em acompanhá-lo.

  3. Caro Sr. Junior Anjos,
    Pau mandado (peão) não é um termo educado para tratar pessoas que trabalham todos os dias, de sol a sol, finais de semana e feriados.  São profissionais que se qualificaram no mercado e pagam a anuidade mais cara de todas as ordens: Anuidade do Creci. Eu sou uma dessas corretoras. Não sou pau mandado, apenas acredito na empresa que ESCOLHI trabalhar. Conheço todas as construtoras de Natal, tanto as regionais, quanto as nacionais e vou afirmar…Nenhuma está fazendo acordo com ninguem! Pagando juros de obras e alugueis RETROATIVOS só a MRV. Trabalho na MRV por que acredito na política da empresa e na transparência com que ela atribui todos os seus lucros e resultados. Uma empresa que atua a 32 anos no mercado e já atende 110 cidades no país, com 35.000 funcionários registrados – CLT.
    Todas as construtoras estão atrasando. Mas se fazem de mortas na hora que o cliente tenta um acordo.
    Engraçado não é…quando a empresa não faz acordo ela é ruim…quando ela faz acordo é ruim também?
    Da mesma forma que a MRV está reparando o erro junto aos seus clientes, o Sr. Junior também poderia reparar o seu erro em tratar com tal grosseria nossa classe.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *