ITEP: Número de laudos do primeiro quadrimestre do ano supera média mensal de 2015

Por interino

O Instituto Técnico Científico de Polícia divulgou balanço, nesta segunda-feira (16), com número de laudos encaminhados pela Coordenadoria de Criminalística à Justiça e as autoridades policiais, no primeiro quadrimestre deste ano. Foram 1081, somente nos municípios atendidos pela sede (Natal).

Proporcionalmente, o mês de abril foi o com maior produtividade. A quantidade de exames concluídos no mês, pelos peritos da capital, superou em 10% a média, mensal, de 2015. Das 255 perícias realizadas, 222 (87%) foram encaminhadas aos requisitantes e a meta da coordenação é realizar mutirões, ainda nesse primeiro semestre, para concluir laudos pendentes.

Atualmente, o ITEP conta com apenas 25 peritos criminais para realizar exames, nos 100 municípios de responsabilidade da sede (Natal), mas a abertura de processo seletivo para contratação de novos profissionais já foi autorizada e a administração vence etapas burocráticas para o lançamento do edital.

As vagas são decorrentes de aposentadoria, exoneração e falecimento, e considera a carência de pessoal no ITEP, a natureza pública e essencial do serviço prestado pelo órgão.

Serviços do Detran, Itep, Sine e Central do Cidadão serão retomados segunda no Alecrim

A Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN) comunica que os serviços do Itep, Detran e Sine, da Central do Cidadão do Alecrim, serão retomados nesta segunda-feira (25), a partir das 10h da manhã.

A Sethas-RN reafirma que está trabalhando na reestruturação das centrais e em breve implantará o agendamento eletrônico, assim como a central do cidadão modelo, visando oferecer serviços de qualidade para a população.

Traumatismo cranioencefálico causou morte de professor da UFRN, diz Itep

174661O professor substituto do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Diogo Rosembergh da Silva Nóbrega, de 26 anos, morreu em razão de um traumatismo cranioencefálico de ação contundente. Ou seja, foi vítima de uma agressão que causou fratura no crânio e dano físico ao cérebro. É o que aponta o resultado da perícia realizada pelo Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) – cujo laudo foi divulgado pelo órgão no início da noite desta segunda-feira (22). O corpo de Diogo foi encontrado na manhã do domingo (21) debruçado sobre pedras em meio às falésias de Cotovelo, praia do litoral Sul da Grande Natal.

A perícia descarta a possibilidade de afogamento, mas não aponta se o professor foi assassinado ou cometeu suicídio. Delegado da 2ª Delegacia de Polícia de Parnamirim, Marcel Gouvêa disse que só deve dar início às investigações na manhã desta terça (23), depois que analisar o inquérito instaurado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, a DHPP.

Foi o delegado Marcos Vinícius, da DHPP, quem esteve no local onde o corpo foi encontrado. Isso aconteceu porque as delegacias distritais da Grande Natal não funcionam nos finais de semana e feriados. “Estava vestido só de cueca, com uma camisa polo e meias. O corpo apresentava muitos hematomas. Também havia ferimentos nos braços, pernas e afundamento craniano”, descreveu.

Ainda na cena do crime, o delegado ressaltou que seria necessário mais tempo para se chegar a uma conclusão sobre o ocorrido. “Neste momento não é possível determinar se ele foi assassinado (tendo sido morto em meio às pedras ou mesmo empurrado do alto da falésia), se cometeu suicídio ao saltar do penhasco ou até mesmo se morreu afogado”, acrescentou.

Ainda de acordo com Marcos Vinícius, próximo ao corpo da vítima havia um paralelepípedo, que também pode ter sido usado para causar o afundamento do crânio.” Enfim, ainda é cedo para dizer o que houve”, finalizou.

Fonte: G1

Itep confirma identidade de bolivianos mortos na Grande Natal

itepO Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) confirmou na tarde desta quarta-feira (10) a identidade dos dois homens encontrados mortos no quintal de uma creche na cidade de Ceará-Mirim, na Grande Natal. De acordo com as informações divulgadas pelo instituto, as vítimas são Alan Raul Torrez Torrez, de 23 anos, e Cristhian Torrez Galarza, de 25 anos. Os dois foram alvejados na cabeça.

Informações preliminares divulgadas pela Polícia Militar na manhã desta quarta deram conta de que os homens eram bolivianos e trabalhavam em um parque eólico. Durante a tarde, após a identificação pelo Itep, a Polícia Federal confirmou que os homens realmente eram naturais da Bolívia.

De acordo com os dados repassados pela PF, Alan Raul é natural da cidade de Santa Cruz. Ele entrou pela primeira vez no país por São Paulo em outubro de 2012 e já possuia visto permanente no Brasil. Enquanto isso, Cristhian entrou no Brasil por Corumbá, no Mato Grosso do Sul, em setembro de 2015 e ainda tinha visto temporário. Ele é natural da cidade de Beni. Segundo a PF, os homens não possuem grau de parentesco.

No entanto, ainda de acordo com a Polícia Federal, quando pediram os vistos de permanência no país, os dois estrangeiros se registraram utilizando o mesmo endereço residencial, na cidade de Caetité, na Bahia.

O caso vai ser investigado pela Polícia Civil. Durante a manhã, agentes da delegacia de Plantão da Zona Norte colheram informações iniciais no local do crime. Porém, de acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, o caso deve ser repassado ainda nesta quinta-feira (12) para a delegacia de Ceará-Mirim.

Fonte: G1

Servidores do ITEP decidem paralisar atividades no dia 4 de novembro

ITEPEm assembleia geral realizada na noite desta quarta-feira (28), os servidores do ITEP decidiram paralisar as atividades no dia 4 de novembro, quarta-feira da próxima semana. A categoria esperava que o Governo apresentasse a minuta do Estatuto até hoje, conforme havia sido prometido, no entanto, mais uma vez o prazo não foi cumprido.

“Havia uma deliberação de paralisação na semana passada, no entanto, entendendo que o Governo do Estado mudou a equipe da Consultoria Geral do Estado, os servidores do ITEP declinaram do movimento paredista e deram mais esse prazo que havia sido solicitado pelo consultor geral interino, Francisco Wilker, que também é Procurador Geral do Estado”, esclarece Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.

Ele detalha ainda que, em reunião com o SINPOL-RN, Francisco Wilker e o consultor adjunto disseram que até esta quarta, dia 28, entregariam a proposta final do Estatuto. “Durante todo o dia de hoje, estivemos em busca de Wilker e fomos até mesmo ao Gabinete Civil, conversamos com Tatiana Mendes Cunha e, até o momento da assembleia dos servidores, às 18h, nenhuma resposta nos foi dada. Então, os servidores entenderam isso como uma falta de compromisso do Governo com a categoria”.

Os servidores votaram e deliberaram que, a partir das 8h do dia 4 de novembro, vão cruzar os braços. “Já são dez meses de negociação com o Governo do Estado, demos prazos e mais prazos ao Governo e nenhum deles foi cumprido. O próprio governador deu a palavra por várias vezes, dizendo que era seu compromisso enviar o Estatuto para a Assembleia Legislativa, sem nenhum tipo de prejuízo aos servidores. Mas, infelizmente, a palavra dele não foi posta em prática”, afirma Paulo César.

Ainda na assembleia da noite desta quarta-feira, os servidores decidiram que vão se reunir na sede do SINPOL-RN, na manhã do dia 4. Somente neste dia é que eles vão decidir o formato da paralisação.

SINPOL-RN denuncia falta de médicos legistas e materiais de perícia no ITEP‏

A Diretoria do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública convoca a imprensa para uma entrevista coletiva, na manhã desta quarta-feira (7), às 9h. Na ocasião, serão apresentados detalhes sobre a situação do ITEP, que, atualmente, sofre com a fata de médicos legistas para plantões noturnos e finais de semana.
Além disso, laboratórios estão sem materiais básicos para perícias e isso deve atrasar a entrega de laudos. Durante a entrevista coletiva, a Diretoria do SINPOL-RN vai apresentar imagens e documentos sobre a situação interna do órgão.